Página 1 dos resultados de 34 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Drug loading strategies and processing of polymer blends for intraocular controlled drug release application

Tavares, Mădălina Victoria Natu
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
26.23%
In 2010 there were 60.5 million people with glaucoma worldwide and this number is expected to increase to 79.6 million by 2020. In most glaucoma patients medical therapy consists of topical eyedrops. However, administration and compliance are often problematic. Surgical and laser treatment for glaucoma is traumatic for the patients, involving high costs and might require repetition of the procedure. Therefore the aim of the present work was the development of drug-eluting biodegradable implants designed to provide a localized and long-term (6 months to 2 years) sustained release of the drug that can be used in the treatment of glaucoma. The implant should degrade within the site of implantation, eliminating the need for further surgery. The implant should be introduced in the ophthalmologist o ce, under local anaesthesia, with high implications in patient recovery and costs. By delivering controlled amounts of drug the implant would be pharmacologically e cient and increase patient compliance. Several polymer processing and drug loading techniques were used in order to prepare controlled drug delivery systems (CDDS) for intraocular application. The chosen materials were poly("-caprolactone), PCL, because of its slow degradation, which makes it useful for long term delivery and poly(oxyethylene-b-oxypropyleneb-oxyethylene)...

Síntese de Implantes Biodegradáveis para Aplicação Intraocular

Pereira, Ana Cláudia Basto
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
67.07%
O principal objetivo deste projeto consiste em desenvolver técnicas de processamento de polímeros e de imobilização de fármacos para a preparação de um novo sistema de libertação controlada de fármaco (SLCF) para posterior aplicação intraocular. Para a síntese de implantes biodegradáveis foram utilizados polímeros como a poli-ε-caprolactona (PCL) e o Lutrol F127, ambos promissores na área da medicina quando aplicados em SLCF. O desenvolvimento de SLCF biodegradáveis tem sido crucial para auxiliar o tratamento da doença do glaucoma (principal causa de cegueira irreversível e deficiência visual em todo o mundo). Como tal, filmes biodegradáveis para SLCF foram desenvolvidos em forma de disco, caracterizados térmica, mecânica, física e morfologicamente, bem como processados com encapsulamento de fármaco para posteriores estudos acerca da sua libertação ao longo de cerca de 20 dias. Os filmes utilizados nos estudos de libertação foram sujeitos a um conjunto de variáveis como diferentes fármacos (acetazolamida ou dorzolamida), diferentes locais onde estes foram colocados durante o estudo, diferentes tipos de filme (tipo 1 ou tipo 2, consoante o seu diâmetro e a sua espessura), utilização (ou não) de um revestimento e reposição (ou não) do meio utilizado a cada leitura. Os resultados destes estudos revelaram que ambos os fármacos mostram um comportamento idêntico ao longo do tempo...

Implants as drug delivery devices for the treatment of eye diseases

SILVA, Gisele Rodrigues da; FIALHO, Sílvia Ligório; SIQUEIRA, Rubens Camargo; JORGE, Rodrigo; CUNHA JÚNIOR, Armando da Silva
Fonte: Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo, Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
26.8%
The treatment of diseases affecting the posterior segment of the eye is limited by the difficulty in transporting effective doses of drugs to the vitreous, retina, and choroid. Topically applied drugs are poorly absorbed due to the low permeability of the external ocular tissues and tearing. The blood-retina barrier limits drug diffusion from the systemic blood to the posterior segment, thus high doses of drug are needed to maintain therapeutic levels. In addition, systemic side effects are common. Intraocular injections could be an alternative, but the fast flowing blood supply in this region, associated with rapid clearance rates, causes drug concentration to quickly fall below therapeutic levels. To obtain therapeutic levels over longer time periods, polymeric sustained-drug release systems implanted within the vitreous are being studied for the treatment of vitreoretinal disorders. These systems are prepared using different kinds of biodegradable or non-biodegradable polymers. This review aims to demonstrate the main characteristics of these drug delivery implants and their potential for clinical application.; O tratamento de doenças do segmento posterior do olho é limitado pela dificuldade no transporte de doses efetivas de fármacos para o vítreo...

Sistemas biodegradáveis contendo acetato de prednisolona para administração orbitária; Biodegradable systems containing prednisolone acetate for orbital administration

BYRRO, Ricardo Martins Duarte; MIYASHITA, Denise; ALBUQUERQUE, Verônica Batista de; CRUZ, Antônio Augusto Velasco e; CUNHA JÚNIOR, Armando da Silva
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
26.44%
OBJETIVO: O presente estudo objetivou o desenvolvimento e a avaliação de um sistema biodegradável de liberação de fármacos com característica de liberação prolongada, destinado à administração orbitária de acetato de prednisolona (AP). MÉTODOS: O sistema desenvolvido, na forma de microesferas (MEs) de poli-e-caprolactona (PCL) contendo o AP, foi obtido pelo método de evaporação de solvente. As MEs foram caracterizadas por microscopia eletrônica de varredura (MEV), calorimetria diferencial exploratória (DSC), avaliação do teor de encapsulação e pelo perfil de liberação in vitro. O perfil de liberação in vivo foi avaliado em coelhos após administração peribulbar de uma suspensão aquosa das MEs. A biocompatibilidade local do sistema foi verificada por meio de análise histopatológica da região de implantação. RESULTADOS: Após obtenção das MEs, a análise morfológica por MEV mostrou a viabilidade do método de obtenção do sistema. O teor de AP encapsulado foi de 43 ± 7% e pode ser considerado bastante satisfatório. A caracterização do sistema por DSC, além de confirmar a sua estabilidade, não indicou a existência de interação entre o fármaco e o polímero. O estudo de liberação in vitro indicou que o sistema apresenta perfil de liberação prolongada. O estudo in vivo confirmou o perfil de liberação prolongado do AP a partir das MEs...

Avaliação da mucosa sinusal do coelho à presença de implante biodegradável; Assessing the maxillary sinus mucosa of rabbits in the presence of biodegradable implants

Perez, André Coura; Cunha Junior, Armando da Silva; Fialho, Silvia Ligorio; Silva, Livia Mara; Dorgam, João Vicente; Murashima, Adriana de Andrade Batista; Silva, Alfredo Ribeiro da; Rossato, Maria; Lima, Wilma Terezinha Anselmo
Fonte: ASSOC BRASILEIRA OTORRINOLARINGOLOGIA & CIRURGIA CERVICOFACIAL; SAO PAULO Publicador: ASSOC BRASILEIRA OTORRINOLARINGOLOGIA & CIRURGIA CERVICOFACIAL; SAO PAULO
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR; ENG
Relevância na Pesquisa
26.55%
Pensando em melhorar a qualidade de vida dos pacientes com doenças do humor vítreo, os oftalmologistas começaram a utilizar recentemente implantes biodegradáveis com corticoide. Estes mesmos implantes podem ser uma alternativa no tratamento da RSC e, para isso, realizamos um estudo experimental em seios maxilares de coelhos. OBJETIVO: Avaliar histologicamente a mucosa de seio maxilar de coelhos após a colocação de implante biodegradável de prednisolona. MÉTODO: Dezoito coelhos foram divididos aleatoriamente em dois grupos: Grupo 1: no seio maxilar esquerdo foi inserido um implante biodegradável com prednisolona; Grupo 2: No seio maxilar esquerdo foi inserido um implante biodegradável sem medicação. Os seios maxilares do lado direito serviram como controle. Após 7, 14 e 28 dias foram escolhidos aleatoriamente três coelhos de cada grupo e a resposta tecidual inflamatória foi avaliada. RESULTADOS: Foi encontrada diferença não significativa de inflamação na mucosa, quando comparamos o grupo de coelhos que receberam implantes com e sem medicação com o grupo controle; ou quando comparamos o grupo que recebeu implante com prednisolona com o grupo que recebeu implante sem medicação. CONCLUSÃO: Não foram observados sinais de toxicidade ou inflamação na mucosa do seio maxilar do coelho à presença do implante com ou sem prednisolona.; In an attempt to improve the quality of life of patients with vitreous humor disease...

Estudo da farmacocinética vítrea e toxicidade da ciclosporina intravítrea em olhos de coelhos; Pharmacokinetic and toxicity study of intravitreal cyclosporine in rabbits eyes.

Almeida, Felipe Piacentini Paes de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/07/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37%
O tratamento de pacientes com doenças inflamatórias oculares crônicas frequentemente implica no uso prolongado de drogas anti-inflamatórias sistêmicas como, corticosteroides e outros imunossupressores, podendo acarretar efeitos colaterais importantes. O uso local destas drogas pode contribuir para aumentar seus efeitos desejáveis e reduzir os efeitos colaterais. Implantes intraoculares biodegradáveis são capazes de disponibilizar o fármaco diretamente na cavidade vítrea em doses terapêuticas por período prolongado. O copolímero do ácido lático e glicólico (PLGA) é um clássico exemplo entre os polímeros sintéticos biodegradáveis aplicados em sistemas de liberação de fármacos devido à sua biocompatibilidade e ausência de toxicidade em testes in vivo. A ciclosporina A (CsA) é um imunossupressor largamente usado na clínica médica, e também tem sido empregada no tratamento de várias doenças inflamatórias intraoculares. O objetivo deste estudo foi avaliar a farmacocinética vítrea da CsA, quando aplicada por meio de implante biodegradável de PLGA intravítreo na concentração de 350 µg em olhos de coelhos, assim como avaliar a ocorrência de toxicidade retiniana causada pela presença intraocular do sistema de liberação de fármacos por meio de eletrorretinografia (ERG) e histopatologia. Dos sessenta coelhos que foram utilizados neste estudo...

Degradação in vivo de membranas de poli(L-acido latico) contendo plastificante tri-etil-citrato

Debora Regina Machado Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2002 PT
Relevância na Pesquisa
16.48%
O uso de materiais artificiais para restaurar parte do corpo humano tem exigido o desenvolvimento de tecnologias diferenciadas para fabricação de produtos que atendam às solicitações de materiais implantáveis para próteses. Com esse intuito, o desenvolvimento de materiais biodegradáveis vem despertando o interesse para o estudo de suas interações com o organismo hospedeiro, a fim de que se tomem adequados como materiais de próteses temporárias. Membranas de poli-ácido lático (PLLA) biodegradáveis têm sido utilizadas para diversas finalidades, como liberação controlada de drogas, separação entre tecidos, suporte para cultura celular e preenchimento de tecidos lesados. Sabe-se que é possível modificar as propriedades fisicas destes polímeros através da adição de plastificante, como o tri-etilcitrato, fornecendo maleabilidade e porosidade aos implantes. A quantidade de plastificante utilizada pode fornecer membranas com porosidades diferentes, possibilitando o controle do tempo de degradação do polímero e da invasão de elementos teciduais por entre os poros da membrana e, por conseguinte, permitindo uma degradação do material compatível com reconstituição tecidual. O objetivo deste trabalho consistiu na análise in vivo das propriedades biológicas de uma membrana de PLLA porosa adicionada de 7% de tri-etil-citrato até 180 dias pós implantação no tecido subcutâneo de ratos. As amostras coletadas de ratos Wistar remeas de 2 a 180 dias após o procedimento cirúrgico foram processadas para análise por microscopia de luz...

Obtenção de dispositivos à base de poli(L-co-D,L ácido lático-co-trimetileno carbonato) para reparação de fraturas ósseas; Obtaining devices made of poly (L-co-D, L lactide-cotrimethylene carbonate) for repair of bone fractures

Vitor de Miranda Fedrizzi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
26.23%
Polímero sintético biodegradável tem encontrado aplicações em diferentes áreas da medicina, especialmente em dispositivos ortopédicos. A principal vantagem desses materiais comparado com os materiais metálicos é pelo fato dos implantes biodegradáveis não necessitarem de uma segunda cirurgia para remover o dispositivo, resultando em baixo custo e menor risco para o paciente. Pinos de poli(L-co-D,L ácido lático-co-trimetileno carbonato), PLDLA-TMC, contendo 30% de TMC foram obtidos e caracterizados através do estudo in vitro e in vivo visando aplicação como dispositivos para fratura. Pinos de 2,5 mm de diâmetro foram obtidos por fusão do polímero e imersos em solução tampão fosfato, pH 7,4 para se estudar o processo de degradação in vitro e implantados na tíbia de ratos Wistars para avaliar a formação óssea após 15, 60, 90, 120 e 150 dias. Os resultados obtidos a partir do estudo da degradação in vitro de pinos PLDLA-co-TMC mostraram que as propriedades térmicas, mecânicas e morfológicas se mantêm praticamente inalteradas até 90 dias em solução tampão fosfato, especialmente temperatura de transição vítrea, módulo de Young, tensão máxima no alongamento e perda de massa, apesar da nítida variação da massa molar já no início do processo de degradação. Esses resultados corroboram com os do estudo in vivo...

Preparation and characterisation of novel multifuncional chitosan-based membranes to modulate cell-material interactions

Silva, Manuel Ricardo Mendes Pereira da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 02/02/2008 ENG
Relevância na Pesquisa
16.48%
Tese de Doutoramento - Ramo de Ciência e Tecnologia de Materiais - Área de Biomateriais; A critical scarcity of donors and the high risk of graft rejection are the two major obstacles to the wide spreading of organ transplantation as an universal therapy for the substitution of organ, which underwent disease caused failure or irreversible accidental damaging. In order to overcome some of the limitations of the current therapies, several regenerative medicine concepts have emerged in the last few decades. One of those concepts, denominated guided bone regeneration (GBR), consists on the use of barrier membranes that prevent the in-growth of connective tissue, which in critical size defects inhibits the formation of new bone through the natural healing process. The first objective of this thesis was to develop biodegradable membranes based on chitosan and soybean protein exhibiting a biphasic structure, which would originate in situ porous formation, through a two step degradation mechanism. This application features some limitations and new approaches were designed seeking to widen the impact that the developed work could have in the regenerative medicine field. The tissue engineering field is likely to be the most paradigmatic example within the several regenerative medicine strategies born in the past decades. However...

Osteochondral tissue engineering constructs combining particle aggregated scaffolding and bioactive delivery strategies; Engenharia de tecidos de defeitos osteocondrais combinando estratégias de design de suportes processados por agregação de partículas e de libertação controlada de agentes bioactivos

Malafaya, P. B.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 12/05/2008 ENG
Relevância na Pesquisa
16.48%
Tese de Doutoramento em Engenharia Biomédica; Osteochondral defects are lesions of the articular cartilage where the underlying bone tissue is also damaged. Although some studies have achieved success in repairing small cartilage defects, there is no widely accepted method for complete repair of large osteochondral defects. This is due to different factors, for instances, the ones associated with mechanical instability, among others. The requirements for a successful regeneration of an osteochondral defect could potentially be met by using a tissue-engineered osteochondral hybrid construct. Therefore, the need for a simultaneous regeneration of both cartilage and subchondral bone should be considered, making osteochondral tissue engineering an interesting challenge to the present research since it requires the combination of both bone and cartilage tissue engineering principles. Some researchers suggest that osteochondral defects could be regenerated from single-layer scaffolds, engineering complex tissue grafts with gradients of molecular, structural, and functional properties. Nevertheless, it has been better accepted that a bilayered structure would be more adequate to regenerate an osteochondral defect. This structure should be able to support the growth and development of different types of cells while providing a mechanical and biochemical environment able to promote the formations of the two distinct tissues. The main goal of this thesis was to develop and assess the potential of several possible strategies for osteochondral tissue engineering. This includes: (1) the development of the cell culturing to be performed independently in the two components that are integrated before implantation; (2) the biphasic scaffold with adequate properties for both cartilage and bone parts to be used in a special bioreactor with two separate chambers where two different cell types can be seeded...

Potential of human bone marrow derived stem cells combined with chitosan based biodegradable scaffolds for bone tissue engineering

Pinto, A. R.
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 18/02/2011 ENG
Relevância na Pesquisa
16.61%
Tese de doutoramento em Engenharia de Tecidos, Medicina Regenerativa e Células Estaminais; Bone tissue engineering has emerged as a promising alternative in cases of bone loss, overcoming problems of rejection and donor scarcity associated to the clinical used bone grafts (autografts, allografts and xenografts). By combining threedimensional structures (3D) – scaffolds, autologous cells and growth factors, bone tissue engineering seeks to achieve a long lasting and fully functional regeneration of bone. The selected scaffold should be biodegradable, allowing cells to adhere, proliferate and differentiate into the osteogenic phenotype, producing a mineralized extracellular matrix (ECM), to be later implanted into the bone defect. The rate of degradation of the scaffold should, therefore, be compatible to the rate of neo-tissue ingrowth. The rationale of the experimental work of this thesis was designed to study a bone tissue engineering strategy by combining chitosan based scaffolds and human bone marrow mesenchymal stem cells (hBMSCs), aiming bone tissue regeneration. Blends of chitosan with different types aliphatic polyesters were produced by extrusion. Afterwards, scaffolds were produced by compression molding followed by salt leaching. Several scaffolds formulations were produced and subjected to cytotoxicity and cytocompatibility tests...

In vitro models for cartilage engineering using primary cells and biodegradable scaffolds

Silva, Marta Luísa Sousa Dias Alves da
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 28/03/2011 ENG
Relevância na Pesquisa
16.8%
Tese de doutoramento em Engenharia de Tecidos, Medicina Regenerativa e Células Estaminais; Cartilage tissue engineering investigation has been developing strongly in the last years. The main difficulty in cartilage regeneration is its restricted self-repair capacity. Thus, investigation has been focused in promoting the regeneration of functional tissues. There are already products in the market using tissue engineering concepts to promote cartilage regeneration. The results of these treatments, although positive, still need improvements. Current treatments with joint implants are not long lasting and frequently require revision. Tissue engineering thus may provide different solutions based on tissues repair, contrarily to substitution by joint implants. This thesis comprises the investigation of three in vitro models aiming to produce cartilage extracellular matrix (ECM), using primary cultures and scaffolds as supports for cell growth and ECM deposition. The scaffold is one of the key points in a tissue engineering strategy, thus several morphologies and formulations based on biodegradable scaffolds were explored herein. Moreover, different culture conditions were also investigated, either by using dynamic cultures (stirred and flow perfusion) or static cultures. Therefore...

Revestimento em magnésio ultra puro e na liga AZ31 biodegradáveis

Piedade, Cátia
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
26.8%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Biomédica- Desporto e Reabilitação; O magnésio e as suas ligas são materiais metálicos interessantes para utilização em implantes médicos devido a possuírem características como baixa densidade, módulo de elasticidade próximo do osso e principalmente à sua capacidade de biodegradação. O objetivo deste trabalho consistiu, assim, em desenvolver um novo revestimento osteoindutor e biocompatível para melhorar o comportamento deste material, permitindo a sua utilização em implantes médicos biodegradáveis. De modo a promover a proliferação celular e controlar a taxa de corrosão do implante efetuou-se, pelos processos de eletrodeposição/eletroforese, a passivação da superfície criando um revestimento à base de fosfato de composição química semelhante à do osso. Além disso, funcionalizou-se a superfície com incorporação de hidroxiapatite e grafeno para diminuir a taxa de degradação do implante biodegradável. Os revestimentos desenvolvidos foram caracterizados quanto à sua morfologia e composição química por SEM (Microscopia eletrónica de varrimento), EDS (Espetroscopia de Energia Dispersiva) e Espectroscopia de Raman e submetidos a testes de molhabilidade e degradação em condições fisiológicas. Os revestimentos apresentam uma morfologia acicular...

Implantes biodegradáveis destinados à administração intra-ocular

Fialho,Sílvia Ligório; Rego,Marcelo Guimarães Brandão; Cardillo,José Augusto; Siqueira,Rubens Camargo; Jorge,Rodrigo; Cunha Júnior,Armando da Silva
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 PT
Relevância na Pesquisa
47.08%
O tratamento de doenças oculares que acometem o vítreo e a retina tem sido um problema devido à dificuldade de penetração das drogas no segmento posterior do bulbo ocular. A administração de colírios apresenta efeito terapêutico mínimo nessa região do olho, que, geralmente, é mantido com a administração de doses freqüentes do medicamento. Uma alternativa seria a injeção intra-ocular; entretanto, a rápida circulação sangüínea nesses locais promove uma redução da meia-vida das drogas, diminuindo, rapidamente, suas concentrações a níveis subterapêuticos. Visando a obtenção de níveis terapêuticos adequados de drogas no segmento posterior do bulbo ocular por longos períodos, sistemas de liberação poliméricos implantados intravítreo estão sendo investigados para o tratamento de várias doenças vítreo-retinianas. Esses implantes são preparados a partir de diferentes polímeros, os quais podem ser biodegradáveis ou não biodegradáveis. Os polímeros derivados dos ácidos lático e glicólico têm se revelados bastante promissores devido, principalmente, às suas características de biocompatibilidade e biodegradabilidade. De acordo com os estudos realizados até o momento, os implantes podem se apresentar na forma de bastão...

Sistemas biodegradáveis contendo acetato de prednisolona para administração orbitária

Byrro,Ricardo Martins Duarte; Miyashita,Denise; Albuquerque,Verônica Batista de; Cruz,Antônio Augusto Velasco e; Cunha Júnior,Armando da Silva
Fonte: Conselho Brasileiro de Oftalmologia Publicador: Conselho Brasileiro de Oftalmologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.44%
OBJETIVO: O presente estudo objetivou o desenvolvimento e a avaliação de um sistema biodegradável de liberação de fármacos com característica de liberação prolongada, destinado à administração orbitária de acetato de prednisolona (AP). MÉTODOS: O sistema desenvolvido, na forma de microesferas (MEs) de poli-e-caprolactona (PCL) contendo o AP, foi obtido pelo método de evaporação de solvente. As MEs foram caracterizadas por microscopia eletrônica de varredura (MEV), calorimetria diferencial exploratória (DSC), avaliação do teor de encapsulação e pelo perfil de liberação in vitro. O perfil de liberação in vivo foi avaliado em coelhos após administração peribulbar de uma suspensão aquosa das MEs. A biocompatibilidade local do sistema foi verificada por meio de análise histopatológica da região de implantação. RESULTADOS: Após obtenção das MEs, a análise morfológica por MEV mostrou a viabilidade do método de obtenção do sistema. O teor de AP encapsulado foi de 43 ± 7% e pode ser considerado bastante satisfatório. A caracterização do sistema por DSC, além de confirmar a sua estabilidade, não indicou a existência de interação entre o fármaco e o polímero. O estudo de liberação in vitro indicou que o sistema apresenta perfil de liberação prolongada. O estudo in vivo confirmou o perfil de liberação prolongado do AP a partir das MEs...

Nova tecnologia: valvuloplastias com anéis biodegradáveis

Neirotti,Rodolfo; Cikirikcioglu,Mustafa; Della Martina,Alberto; Le Goff,Philippe; Kalangos,Afksendiyos
Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular Publicador: Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.61%
OBJETIVO: Introduzir um novo conceito na tecnologia de anuloplastia. Embora anéis rígidos e flexíveis cumpram com as necessidades básicas em adultos, não preservam mudanças na forma e no tamanho ocorridos durante o ciclo cardíaco. Se implantado em crianças, eles não permitem o crescimento do anel nativo. Métodos: De março de 2003 a março de 2007, 207 pacientes submeteram-se ao reparo da valva mitral e/ou tricúspide implantando anéis biodegradáveis de polidioxanona Bioring®. Pacientes foram separados em dois grupos: Grupo 1, Adultos n=121. Idade média: 48 anos (± 19,2). Mais velho 85 anos. Grupo 2, Pediátrico: n=86. Idade média: 9,6 anos (± 4,4). Mais novo 0,5 anos. RESULTADOS: Grupo 1 - mortalidade hospitalar: 3,3%; seguimento médio: 26,4 meses ± 15,4. Quatro pacientes submetidos à substituição da valva mitral 1,2,2 e 4 meses pós-reparo. Grupo 2 - mortalidade hospitalar: 1,2%; seguimento médio: 26,7 meses, ± 13,4. Sete reoperações mitrais entre 1 a 24 meses, duas para novo reparo da válvula, cinco para substituição valvar. CONCLUSÕES: Anéis biodegradáveis remodelam a forma, reforçam o reparo, devolvem a função das valvas atrioventriculares, mantendo a dinâmica tridimensional e geometria dos anéis valvares mitrais e tricuspídeos. Além disso...

Avaliação da mucosa sinusal do coelho à presença de implante biodegradável

Perez,André Coura; Cunha Junior,Armando da Silva; Fialho,Sílvia Ligório; Silva,Lívia Mara; Dorgam,João Vicente; Murashima,Adriana de Andrade Batista; Silva,Alfredo Ribeiro; Rossato,Maria; Anselmo-Lima,Wilma Terezinha
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.62%
Pensando em melhorar a qualidade de vida dos pacientes com doenças do humor vítreo, os oftalmologistas começaram a utilizar recentemente implantes biodegradáveis com corticoide. Estes mesmos implantes podem ser uma alternativa no tratamento da RSC e, para isso, realizamos um estudo experimental em seios maxilares de coelhos. OBJETIVO: Avaliar histologicamente a mucosa de seio maxilar de coelhos após a colocação de implante biodegradável de prednisolona. MÉTODO: Dezoito coelhos foram divididos aleatoriamente em dois grupos: Grupo 1: no seio maxilar esquerdo foi inserido um implante biodegradável com prednisolona; Grupo 2: No seio maxilar esquerdo foi inserido um implante biodegradável sem medicação. Os seios maxilares do lado direito serviram como controle. Após 7, 14 e 28 dias foram escolhidos aleatoriamente três coelhos de cada grupo e a resposta tecidual inflamatória foi avaliada. RESULTADOS: Foi encontrada diferença não significativa de inflamação na mucosa, quando comparamos o grupo de coelhos que receberam implantes com e sem medicação com o grupo controle; ou quando comparamos o grupo que recebeu implante com prednisolona com o grupo que recebeu implante sem medicação. CONCLUSÃO: Não foram observados sinais de toxicidade ou inflamação na mucosa do seio maxilar do coelho à presença do implante com ou sem prednisolona.

Avaliação da degradação de matrizes poliméricas biodegradáveis (PLGA) associadas com hormônio do crescimento humano recombinante (RHGH): estudo in vitro

Duarte, Aline Adelaide Paz da Silva
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
26.23%
O PLGA é um polímero bioabsorvível derivado dos ácidos láctico e glicólico que tem sido usado como sistema de liberação de drogas. Uma das drogas com potencial de utilização nesse tipo de veículo é o hormônio do crescimento humano recombinante (rhGH), pois apresenta vantagens como, por exemplo, acelerar o processo de osteointegração, remodelação óssea e maturação ao redor de implantes, além de estimular a osteogênese.Objetivo: Este trabalho tem por objetivo avaliar a degradação de matrizes de PLGA com rhGH.Materiais e Métodos: Foram utilizadas duas proporções de PLGA: 75:25 (Grupo I) e 50:50 (Grupo II). As matrizes foram confeccionadas por meio da técnica de evaporação de solventes da seguinte forma: primeiramente o PLGA foi dissolvido com diclorometano e metanol e, posteriormente, foi misturado à uma solução composta por hormônio do crescimento humano recombinante, acetato de zinco e água deionizada. A mistura dessas substâncias foi vertida em moldes de silicone de formato circular, com aproximadamente 10 mm de diâmetro, os quais foram acondicionados em uma câmara de evaporação de solvente, à temperatura ambiente, onde as matrizes foram secas por meio do arraste forçado pela ação de gás nitrogênio. As amostras controle...

Implants as drug delivery devices for the treatment of eye diseases

Silva, Gisele Rodrigues da; Fialho, Sílvia Ligório; Siqueira, Rubens Camargo; Jorge, Rodrigo; Cunha Júnior, Armando da Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2010 ENG
Relevância na Pesquisa
26.8%
O tratamento de doenças do segmento posterior do olho é limitado pela dificuldade no transporte de doses efetivas de fármacos para o vítreo, retina e coróide. Os fármacos aplicados topicamente são pouco absorvidos por causa da baixa permeabilidade dos tecidos oculares externos e ao lacrimejamento. Embora a administração sistêmica seja capaz de transportar fármacos para o segmento posterior do olho, as barreiras hemato-aquosa e hematorretiniana dificultam a absorção e, normalmente, são necessárias doses elevadas, as quais estão geralmente associadas a potenciais efeitos adversos. Injeções intravitreais são capazes de transportar fármacos para o segmento posterior do olho, mas é uma técnica invasiva, pouco tolerada pelos pacientes e apresenta riscos de infecções oculares e danos aos tecidos. Visando a obtenção de níveis terapêuticos adequados de fármacos no segmento posterior do bulbo do olho por longos períodos, sistemas de liberação poliméricos implantados diretamente no vítreo estão sendo investigados para o tratamento de várias doenças vítreo-retinianas. Esses implantes podem ser preparados a partir de diferentes polímeros biocompatíveis, biodegradáveis ou não-biodegradáveis. Nesta revisão...

Desenvolvimento e avaliação in vitro de um revestimento multifuncional para possível aplicação em implantes ósseos

João, Rita Lourenço
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /11/2015 POR
Relevância na Pesquisa
57%
As fraturas ósseas têm sido consideradas como um problema sócio económico mundial afetando sobretudo os jovens e idosos. No caso de pequenas correções de fraturas ou defeitos ósseos é necessário a aplicação de implantes biodegradáveis que atuem de forma temporária durante o período de formação do novo tecido ósseo. Uma das grandes vantagens da sua aplicação é evitar uma segunda intervenção cirúrgica para a sua remoção. Para isso, o Magnésio (Mg) e as suas ligas têm vindo a ser considerados como uma boa opção para este tipo de implantes temporários pois para além de serem biodegradáveis e biocompatíveis possuem propriedades semelhantes ao osso. No entanto, a sua elevada taxa de degradação em ambiente biológico é uma desvantagem para a sua utilização que conduz à perda da sua funcionalidade. O objetivo deste trabalho foi desenvolver revestimentos multifuncionais biocompatíveis, para a superfície do implante biodegradável, que permitam controlar a taxa de degradação do Mg e em simultâneo promovam a adesão e proliferação celular no local afetado. Neste trabalho, foram desenvolvidos três tipos de revestimentos biocompatíveis: Fosfatos, Fosfatos com nanopartículas de hidroxiapatite e fosfatos com nanopartículas de hidroxiapatite e óxido de grafeno aplicados na superfície da liga de Mg AZ31 através do método de eletrodeposição/eletroforese química. Foi realizado um tratamento térmico e avaliada a sua influência na resposta celular e na sua resistência à degradação. As propriedades físico-químicas do revestimento foram obtidas por microscopia electrónica de varrimento e de transmissão...