Página 1 dos resultados de 3053 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Estudo biomecânico da conexão implante/pilar protético em implantes do sistema cone morse; Biomechanical study of the implant/abutment connection in implants with internal tapered connectios

Coppedê, Abílio Ricciardi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.3%
Conexões em cone morse foram desenvolvidas para melhorar as propriedades biomecânicas e reduzir os problemas mecânicos encontrados nos sistemas de hexágono externo e interno. Este trabalho apresenta os resultados de dois estudos que investigaram as propriedades biomecânicas da conexão implante/pilar protético em implantes do sistema cone morse. A proposta do primeiro estudo foi avaliar o efeito do carregamento mecânico na perda de torque de pilares protéticos do sistema cone morse, e o efeito de ciclos sucessivos de inserção/remoção no torque de remoção destes pilares. 69 implantes cônicos foram utilizados. Os implantes e pilares foram divididos em 4 grupos: grupos 1 e 3 receberam pilares sólidos, e os grupos 2 e 4(a,b) receberam os pilares com parafuso trespassante. Nos grupos 1 e 2 os torques de instalação foram medidos, os pilares foram removidos, e os torques de remoção foram medidos; dez ciclos de inserção/remoção foram realizados para cada conjunto implante/pilar. Nos grupos 3 e 4(a,b) os pilares foram instalados e carregados mecanicamente; os pilares foram removidos e os torques de remoção foram medidos; dez ciclos de inserção/carregamento mecânico/remoção foram realizados para cada conjunto implante/pilar. Os dados foram analizados com o teste de Student-Newman-Keuls...

Análise fotoelástica das tensões geradas por diferentes planejamentos de próteses parciais fixas parafusadas sobre implantes cone morse; Photoelastic analyses of stress generated by different designs of screw-retained fixed partial denture on morse taper implants

Torres, Érica Miranda de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
A restauração protética deve receber e transmitir cargas funcionais aos implantes de forma controlada, a fim de minimizar a ocorrência de falhas mecânicas e biológicas. A concentração de tensões inadequadas na interface osso-implante pode provocar reabsorção óssea em torno dos implantes em níveis superiores aos considerados clinicamente aceitáveis. Não existe consenso na literatura quanto ao melhor planejamento protético para reabilitações parciais com múltiplos implantes adjacentes, a fim de minimizar as tensões geradas na interface osso-implante. A fotoelasticidade é uma técnica experimental para análise de tensões, bastante empregada devido à sua relativa simplicidade e confiabilidade quanto à correspondência clínica dos achados observados. O presente trabalho se propôs a avaliar, por meio de análise fotoelástica, o comportamento biomecânico de próteses parciais fixas parafusadas sobre implantes cone morse com coroas isoladas ou unidas, simulando a reabilitação de áreas posteriores com e sem a presença de elemento dental distal aos implantes, e ainda variando o tipo de material de recobrimento estético empregado na restauração protética (cerâmica ou resina), quando sobre estas próteses foram aplicadas diferentes tipos de cargas estáticas. Para tanto...

Avaliação das tensões transmitidas às estruturas de suporte, por meio da associação dos métodos fotoelástico e de elementos finitos, decorrentes das forças aplicadas sobre overdentures retidas em implantes com sistema de encaixe barr; Appraisal, by association of photoelastic and finite elements methods, of load transmission on support structures with overdentures retained in implants with bar-clip system

Pigozzo, Mônica Nogueira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.31%
O objetivo desta pesquisa foi avaliar in vitro as tensões transmitidas às estruturas de suporte, por meio da associação dos métodos fotoelásticos e elementos finitos, decorrentes da aplicação de forças sobre overdentures retidas em implantes com sistema de encaixe barraclipe, particularmente quando duas posições dos implantes são simuladas. Assim, dois modelos fotoelásticos de mandíbulas foram confeccionados, com dois implantes cada um, posicionados na região interforaminal a 22 mm de distância: modelo 1, denominado AFIP, modelo fotoelástico com implantes paralelos e orientados verticalmente; e modelo 2, denominado AFII, modelo fotoelástico com implantes angulados 10º em relação à linha média da mandíbula. Sobre os implantes, em cada modelo, foi posicionada uma prótese tipo overdenture, com sistema de retenção barra-clipe. Para simulação da mucosa, foi interposta entre a base da prótese e o rebordo residual uma camada de 2 mm de silicone. Este mesmo modelo foi representado para uma análise tridimensional (3D) de elementos finitos. As estruturas foram consideradas homogêneas, isotrópicas e lineares, além de serem atribuídas as correspondentes propriedades mecânicas para cada uma delas. Foram simuladas quatro mandíbulas de elementos finitos...

Análise da distribuição de tensões em implantes suporte de prótese total fixa em função do número e inclinação dos implantes, tipo de liga, presença ou ausência de cantilever e forma da secção transversal da infraestrutura; Analysis of stress transfer in fixed complete prosthese supporting implants varying the number of implants, cast metal alloy, presence or absence of cantilever, angulation of distal implants and superstructure cross-sectional shape

Pinto, Humberto Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
A fotoelasticidade é um método analítico usado para avaliar e calcular as tensões existentes em qualquer ponto da superfície de um material. É uma ferramenta para análise de tensões bidimensionais, usa luz monocromática polarizada e modelos de resina. O objetivo do presente estudo foi comparar as tensões induzidas na interface osso-implante em diferentes planejamentos de próteses fixas totais implantossuportadas protocolo de Branemark. As variáveis nos modelos foram: número de implantes, tipo de liga, presença ou ausência de cantilever, inclinação dos implantes distais e secção transversal da infraestrutura. Foram confeccionados 32 modelos fotoelásticos e foram realizadas análises qualitativa e quantitativa das tensões induzidas. Os modelos sofreram carga estática no valor de 50 N na porção central e distal da barra. Os implantes central e distal foram analisados sob as cargas central e distal individualmente. Os pilares receberam torque de 20 N.cm e os parafusos protéticos de fixação da barra receberam 10 N.cm. Antes de qualquer avaliação, foi certificado que os modelos fotoelásticos encontravam-se livres de tensões residuais. A tensão (MPa) acumulada nos implantes distais sob carga distal foi aproximadamente 7 vezes maior que nas outras situações de carga. Além disso...

Avaliação da adaptação marginal em pilares pré-fabricados e das tensões transmitidas a implantes por infra-estrutura metálica em viga I em função da inclinação dos implantes distais e do número de pilares; Fit evaluation on prefabricated abutments and transmitted stress to implants by I beam superstructures as a function of implants number and distal angulations

Lencioni, Karina Albino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.31%
A ausência do perfeito ajuste e o assentamento passivo dos pilares sobre implantes podem provocar tensões inadequadas na interface de osseointegração, possibilitando problemas mecânicos e biológicos. A fotoelasticidade é uma técnica experimental para análise de tensões capaz de produzir resultados confiáveis e fiéis aos parâmetros clínicos. Assim, este estudo teve como objetivos avaliar por meio de microscopia ótica a adaptação marginal entre pilares intermediários tipo mini pilar cônico e a estrutura metálica com desenho geométrico em viga I fundida com liga de cobalto-cromo (CoCr). Analisaram-se, também, por meio de fotoelasticidade, as tensões geradas ao redor dos implantes por essa mesma estrutura metálica quando submetida a cargas estáticas em função da variação do número de pilares (4 ou 5) e da inclinação dos implantes distais (para o modelo de 5 implantes). As análises foram feitas antes e após o seccionamento das barras e soldagem a laser. Foram obtidas dez infraestruturas em viga I, fundidas em monobloco, utilizando-se liga de cobalto cromo. A análise da adaptação marginal foi realizada em estereomicroscópio sob aumento de 20X. Modelos fotoelásticos para 4 ou 5 implantes foram confeccionados e realizada a mensuração da tensão ao redor dos implantes. As barras foram seccionadas e soldadas por laser e novas medidas de adaptação marginal foram realizadas...

Influência do desing, tratamento de superfície e densidade do substrato na estabilidade primária de implantes odontológicos. Análise por meio de torque de inserção, resistência ao arrancamento e freqüência de ressonância; Influence of the desing, surface treatment and substrate density on the primary stability of dental implants. Analysis using insertion torque, pull-out strength and resonance frequency.

Oliscovicz, Nathalia Ferraz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.29%
A grande variedade de modelos de implantes disponíveis no mercado, assim como a variabilidade óssea nos pacientes, torna cada vez mais difícil a seleção do implante que permita obter uma maior estabilidade primária, fator essencial para osseointegração. O objetivo desse trabalho foi avaliar a influência do formato e tratamento de superfície de implantes, assim como do substrato utilizado, na estabilidade primária; aferida por meio de ensaios de desempenho e freqüência de ressonância. Foram utilizados 32 implantes Conexão®: 8 implantes cilíndricos hexágono externo sem tratamento de superfície (MS), 8 cilíndricos hexágono externo com tratamento Porous duplo (MP), 8 cilíndricos hexágono interno com tratamento Porous (CA), 8 cônicos sem tratamento (CC); todos com 11,5 mm de comprimento, e 3,75 mm de diâmetro para cilíndricos e 3,5 mm para os cônicos. Foram inseridos em diferentes substratos: osso de costela suína; osso artificial de poliuretana Synbone©; poliuretana Nacional® em três densidades - 15, 20 e 40 PCF; e madeira pinus. Para o ensaio de desempenho foi quantificado o torque de inserção com o torquímetro digital Mackena®, e a força de arrancamento por meio de força axial de tração com célula de carga de 200 kg...

Análise fotoelástica de tensões transmitidas a implantes curtos; Photoelastic analysis of tensions transmitted to short implants

Oliveira, Janisse Martinelli Borges de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.29%
O objetivo desse trabalho foi avaliar, pelo método fotoelástico, de que maneira cargas aplicadas sobre próteses metalocerâmicas implantossuportadas eram transmitidas a implantes de diferentes comprimentos, e como a proporção coroa/implante influenciaria essa distribuição de tensões. A partir de quatro modelos mestres em resina do tipo policarbonato foram confeccionados quatro modelos em resina fotoelástica (Araldite) simulando extremidade livre mandibular, com o dente 44 em resina (Luxatemp) e os dentes 45, 46 e 47 substituídos por implantes com 4 mm de diâmetro. O grupo 1 (G1) foi formado por 2 implantes de comprimento convencional ou longo (11 mm; Titamax Cortical CM, Neodent) substituindo o 45 e o 46, e 1 implante curto (5 mm; Ws Cortical CM, Neodent) substituindo o 47. O grupo 2 (G2) apresentava 1 implante com 11 mm (45) e 2 implantes com 5 mm (46 e 47). O grupo 3 (G3) foi reabilitado por 3 implantes de 5 mm e o grupo 4 (G4) por 3 implantes de 11 mm de comprimento. Nos grupos com implantes de 5 mm foi simulada reabsorção óssea de 4 mm de altura. Coroas metalocerâmicas unidas foram parafusadas sobre os minipilares intermediários. Foram realizados diferentes carregamentos oclusais sobre as coroas: oclusal balanceado de 150N...

Análise das tensões geradas por implantes curtos e convencionais reabilitados com próteses fixas unidas e isoladas, por meio do método de correlação de imagem digital; Analysis of the stresses generated by short and conventional implants rehabilitated with splinted and non-splinted fixed prosthesis by digital image correlation method

Peixoto, Raniel Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
Nos casos de perda óssea vertical severa, principalmente em áreas posteriores da mandíbula, o uso de implantes curtos associado a próteses fixas metaloplásticas esplintadas pode ser uma alternativa às cirurgias de enxerto ósseo e a melhor transmissão de tensões ao osso adjacente, respectivamente. Dentre os métodos que avaliam a distribuição de tensões em torno dos implantes, a Correlação de Imagem Digital (CID) leva vantagens no que diz respeito à possibilidade de avaliar a distribuição das tensões de forma contínua por meio de imagens obtidas ao longo do tempo, durante carregamento oclusal. Diante disso, este trabalho avaliou qualitativa e quantitativamente o desempenho biomecânico de próteses fixas metaloplásticas parafusadas, unidas e isoladas, sobre implantes de diferentes comprimentos, posicionados na região posterior da mandíbula, por meio do método de CID. A partir de quatro modelos mestres, foram confeccionados quatro modelos em resina de poliuretano F16, simulando extremidade livre mandibular, com o dente 44 em resina (Luxatemp) e os dentes 45, 46 e 47 substituídos por implantes curtos (4 x 5 mm) e/ou convencionais (4 x 11 mm). Os grupos (G) deste estudo foram: G1 (dois implantes convencionais [45 e 46] e um curto [47])...

Osseointegração de implantes de titânio com modificação da superfície por ablação a laser e recobrimento por hidroxiapatita biomimética: estudo biomecânico e histomorfométrico em tíbia de coelhos

Faeda, Rafael Silveira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 165 f. : il. color. + anexo
POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Odontologia - FOAR; O sucesso dos sistemas modernos de implantes dentais tem sido relacionado ao desenvolvimento do design e das características de superfícies dos implantes. O propósito do presente estudo foi avaliar duas novas superfícies de implantes (modificada por laser - LMS e recoberta por hidroxiapatita biomimética - HA), comparando-as a outro implante comercial, (superfície usinada – MS). Um total de 144 implantes (3,75 x 10mm), 48 de cada superfície, foram instalados na tíbia de coelhos e avaliados após 4, 8 e 12 semanas. Após os períodos de cicatrização os animais foram sacrificados, um dos implantes expostos e a força necessária para derosquea-los foi aferida por um torquímetro analógico. O outro implante foi removido com o tecido ósseo peri-implantar e processado por corte histológico calcificado para análise histomorfométrica do contato osso-implante (BIC%) e da área óssea entre espiras (BBT%). Em 4 e 8 semanas, os implantes HA apresentaram valor de torque de remoção estatisticamente superior (p<0,05) quando comparado aos demais, sendo o mesmo observado para os implantes LMS quando comparados aos MS. Após 12 semanas...

Avaliação da espessura e contaminantes da camada de oxido de titanio de diferentes marcas comerciais de implantes dentais osseointegraveis : analise por espectroscopia de fotoeletrons excitada por raios-X (XPS)

Alessandro Lourenço Januario
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/08/2001 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
A proposta deste trabalho foi identificar e quantificar os elementos químicos presentes na camada de óxido de titânio, bem como sua espessura, em cinco marcas de implantes dentais osseointegráveis disponíveis no mercado. Foram utilizados dois implantes de 3,75 x 10 mm das seguintes marcas comerciais: Nobel Biocare (grupo A), 31 (grupo B), Conexão (grupo C), AS Thecnology (grupo D) e três implantes Napio (grupo E). Os implantes esterelizados pelos fabricantes foram removidos de suas embalagens originais e imediatamente submetidos a análise por espectroscopia de fotoelétrons excitada por raios-X (XPS). As amostras relativas aos implantes do grupo A e do grupo E apresentaram maiores espessuras, com média de 14,8 :!: 2,96 e 11,0 :!: 3,0 nm respectivamente. Os demais implantes, grupo B, grupo C e grupo D mostraram espessuras muito semelhantes, com média de 6,3 :!: 0,49; 6,0 :!: 0,14 e 6,3 :!: 0,35 nm respectivamente. As análises realizadas mostraram a presença de Ti e O em todos implantes analisados. Em termos de contaminantes, os implantes do grupo A apresentaram apenas carbono, sendo que na superfície dos implantes dos grupos B, C , D e E também observou-se a presença de contaminantes inorgânicos. Os resultados obtidos...

Analise "in vitro" da infiltração bacteriana e das adaptações na interface implante/conector protetico de sistemas de implantes endosseos; In vitro analysis of bacterial leakage and the implant/abutment interface adaptation of systems of endosseous implants

Greison Rabelo de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.33%
O propósito deste estudo foi avaliar in vitro a contaminação bacteriana através da interface implante/conector protético de quatro marcas comerciais de implantes endósseos de titânio comercialmente puro, buscando correlacioná-la com as dimensões dos microespaços e das adaptações na referida interface. Todos os sistemas empregados foram de fabricação nacional. Para isto, utilizaram-se, 80 implantes de dois estágios cirúrgicos, com seus respectivos conectores protéticos, sendo 40 Hexágonos Externo e 40 Hexágono Interno, divididos em 08 grupos de acordo com as marcas comercias e tipo de hexágono, contendo 10 implantes cada grupo. Grupo 1HE (10 implantes HE Master Screw®) e grupo 1HI (10 implantes HI Master Conect AR®), grupo 2HE (10 implantes HE INP Teres®) e grupo 2HI (10 implantes HI INP®), grupo 3HE (10 implantes HE Titamax®) e grupo 3HI (10 implantes HI Titamax II®), e grupo 4HE (10 implantes HE Serson®) e grupo 4 HI (10 implantes HI Serson Implus®). A análise microbiológica foi realizada após a incubação da espécie Streptococcus sanguis na parte interna do implante. Os implantes foram removidos das embalagens e manipulados com pinças estéreis ao redor do bico de Bunsen, de maneira que não perdessem as características de fabricação ou sofressem qualquer tipo de contaminação externa. Em seguida foi realizada a adaptação de um conector protético parafusado manualmente a um torque que variou de 20 a 30 Ncm de acordo com as recomendações dos fabricantes. A composição foi inserida em um meio de cultura BHI (Brain Heart Infusion) armazenada em uma estufa bacteriológica por um período de 30 dias até que ocorresse ou não contaminação externa do meio BHI. Leituras diárias para verificação da contaminação foram realizadas nesse período. Após os 30 dias todos os implantes foram submetidos a uma análise em microscopia eletrônica de varredura para a verificação das dimensões dos microespaços na interface implante/conector protético...

Analise fotoelástica em diferentes protocolos de reabilitação utilizando implantes dentais em maxilas edêntulas atróficas; Photoelastic analysis on different protocols rehabilitation using dental implants in atrophic edentulous maxilla

Paulo Hemerson de Moraes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.29%
Com o avanço da implantodontia, as maxilas edêntulas atróficas que anteriormente eram indicações de enxertos ósseos para viabilizar a reabilitação com implantes dentais, atualmente é possível contornar a maioria destes quadros clínicos sem a necesidade de enxertos ósseos utilizando técnicas como implantes zigomáticos. No entanto, visando a manutenção destes tratamentos aplicados, torna-se essencial o conhecimento do comportamento biomecânico destas modalidades de tratamentos. Diante do exposto, a presente pesquisa apresenta 3 estudos biomecânicos “in vitro” descritos nos capítulos a seguir. CAPÍTULO I: O objetivo deste estudo foi analisar as tensões mecânicas ao redor dos implantes e ossos adjacentes por meio de análise fotoelástica simulando três combinações de reabilitações com implantes zigomáticos. Cargas oclusais na região do primeiro molar foram simuladas, e a distribuição de tensões sobres os implantes e ossos adjacentes foram examinados. A distribuição das cargas foi observada predominantemente nas regiões de corpo e processo frontal do osso zigomático para ambos os modelos analisados. A distribuição de tensões analisadas pela análise fotoelástica concentrou-se no corpo e processo frontal do osso zigomático. No modelo 1 (2 implantes zigomáticos + 2 implantes convencionais)...

Influência dos fatores locais e sistêmicos na osseointegração e perda óssea ao redor de implantes

Souza, João Gustavo Oliveira de
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 123 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Odontologia, Florianópolis, 2010; A proposta deste estudo foi avaliar, retrospectivamente, o sucesso dos implantes e a influência de fatores locais e sistêmicos na osseointegração e perda óssea ao redor de implantes orais em pacientes que apresentam implantes em função por 1 a 8 anos. Foram selecionados 193 pacientes (753 implantes) que apresentavam implantes cilíndricos, conexão do tipo hexágono externo (Conexão, São Paulo, Brasil) com radiografias mensuráveis, informações dos prontuários preenchidas adequadamente e próteses provisórias ou definitivas por 1 ano, no mínimo. Implantes que se apresentavam osseointegrados sustentando e mantendo a função das respectivas próteses foram considerados como sucesso. Considerouse o restante como perda. Os implantes considerados como sucesso foram divididos em relação à quantidade de perda óssea: < 2 mm; e = 2 mm. Foram coletadas informações em relação a sexo, idade, escolaridade e saúde geral do paciente antes e após a instalação dos implantes. Em relação aos implantes, coletaram-se informações quanto a suas características...

Utilização de mini-implantes para ancoragem em ortodontia

Serrador, Ana José Pires
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 09/09/2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.36%
Desde sempre se tem verificado a necessidade de se conseguir uma forma de ancoragem absoluta em Ortodontia, com vista a optimizar as possibilidades e os resultados terapêuticos dos tratamentos ortodônticos. Existem já diversos elementos deste tipo de ancoragem que permitem que esta ocorra de forma favorável, impossibilitando movimentos dentários indesejados e imprevisíveis que dificultariam o tratamento, com o inconveniente de dependerem da colaboração do paciente. O último avanço no campo da ancoragem esquelética prende-se com a criação e utilização de mini-implantes ortodônticos. Contudo, sendo estes dispositivos relativamente recentes no mercado, não existe ainda nenhum documento recente, que contenha toda a informação pertinente e disponível acerca de todos os sistemas que se encontram atualmente à disposição do ortodontista. Assim, este trabalho é dotado de relevância científica, na medida em que irá compilar num único documento, toda a informação necessária à escolha de um mini-implante para ancoragem de aparelhos ortodônticos. Objectivo: Este estudo tem como objectivo a realização de uma revisão acerca de todos os dispositivos existentes para o efeito, nomeadamente onplants, implantes dentários...

Liberdade rotacional em implantes dentários avaliada pelos métodos experimental e analítico

Davi, Letícia Resende
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.33%
O objetivo deste estudo foi avaliar a integridade do hexágono externo de implantes Torque Interno (TI – Neodent Implante Osteointegrável), que apesar do hexágono externo utiliza hexágono interno para receber torque durante a inserção cirúrgica, comparando com implantes também hexágono externo: convencional (Hexágono Externo, HE – Neodent Implante Osteointegrável) e Brånemark System MK III (Nobel Biocare, NO). Além disto, foi validado um modelo analítico da liberdade rotacional com medidas experimentais. Um dispositivo foi fabricado para medir os ângulos de liberdade rotacional entre hexágonos de implante e pilar para 10 amostras intactas de cada grupo e após simulação de inserção cirúrgica sob torques de 45, 60 e 80 Ncm. Foram medidas as distâncias entre os lados do hexágono interno dos pilares para, juntamente com os valores de liberdade rotacional experimental, utilizar o modelo analítico, com auxílio do programa MATLAB. Por meio deste modelo foi possível obter as distâncias entre os lados do hexágono externo dos implantes e assim orientar as medidas em microscópio óptico mono ocular. Também, as distâncias entre os vértices do hexágono externo dos implantes foram obtidas para todas amostras intactas. Novamente...

Evaluación histológica e histomorfométrica del contacto del hueso-implante en implantes dentales de zirconia modificados por láser de femtosegundo vs implantes de zirconia, en hueso cicatrizado : estudio experimental en perros fox hound a tres meses

Ramos Oltra, María Luisa
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.31%
El objetivo del presente estudio fue evaluar las características de superficie de implantes de zirconia modificados por láser de femtosegundo, las características histológicas e histomorfométricas del contacto hueso- implante, densidad ósea y la altura de la cresta ósea. Los segundos, terceros, cuartos premolares y el primer molar mandibular de seis perros de raza Fox Hound fueron extraídos de manera bilateral. Dos meses después se colocaron de forma aleatoria 48 implantes dentales, divididos en 3 grupos de 16 implantes: grupo Control, (Implantes de zirconio arenados en la porción intraósea), Grupo A (Implantes de zirconio arenados y tratados por láser en la zona del cuello en la porción intraósea) y Grupo B (Implantes de zirconio arenados y tratados por láser en toda la porción intraósea). Los implantes fueron ferulizados mediante provisionales de acrílico de alta resistencia. Se evaluaron mediante técnicas histológicas e histomorfométricas los parámetros histológicos de nivel del hueso crestal (RBCL), contacto hueso implante (BIC), y densidad ósea (DO) al mes y a los tres meses de la inserción. Todos los implantes se osteointegraron y sobrevivieron al período establecido de estudio (1 y 3 meses). Los valores del PTV del Periotest obtenidos para el grupo Control fueron -5...

Pérdida ósea y remodelación de tejidos blandos en implantes : propuesta de investigación para disminuirla en el proceso de osteointegración del implante

López López, Patricia-Jara
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.29%
Objetivos: Nuestro trabajo realizado perros American Fox Hound pretende valorar el comportamiento de los implantes de titanio, dependiendo de su colocación en el hueso a nivel vertical, dependiendo del diseño del implante, y dependiendo del diseño del aditamento en su etapa de cicatrización, para su utilización en la práctica odontológica. Para ello planteamos los siguientes objetivos: 1- Evaluar la pérdida ósea crestal según la posición crestal o subcrestal del implante (posición más idónea en sentido apico-coronal). 2- Evaluar la pérdida ósea crestal y los tejidos blandos periimplantarios según el diseño del cuello del implante. 3- Evaluar la influencia de los diseños de los aditamentos de cicatrización inmediatos en tejidos duros y blandos periimplantarios. Material y métodos: Se realizó un estudio piloto en perros. A los cuáles se les extrajeron segundo, tercer y cuarto premolar y primer molar mandibulares colocando implantes inmediatos. Se colocaron implantes en posición crestal y subcrestal, se colocaron dos tipos de diseño de implantes (con un diseño con microroscas en su parte coronal y otro con un diseño con cuello pulido en su parte coronal) y se colocaron 2 tipos de aditamentos de cicatrización(uno con un diseño recto y otro con un diseño anatómico). Los perros se sacrificaron a las 8 y 12 semanas y se obtuvieron las muestras. Las biopsias serán procesadas para el análisis. Se relizaron análisis histométricos(con medidas relativas) para comparar los diferentes objetivos mencionados anterioremente. En orden a cumplimentar los objetivos propuestos para este trabajo de tesis doctoral...

Distribuição de tensões geradas por próteses esplintadas ou individualizadas sobre implantes com reabilitações em diferentes rebordos. Análise pelo método dos elementos finitos; Stress distribution generated by splinted or individualized implant prostheses with rehabilitation in different edges. A finite element analysis

Toniollo, Marcelo Bighetti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.35%
O emprego dos implantes ósseointegráveis na odontologia moderna tem conquistado destaque nas reabilitações de forma crescente. Em casos de perda óssea vertical severa, a qual se faz bastante presente em áreas posteriores mandibulares, o uso de implantes curtos e de diâmetro reduzido se faz necessário. Para que a reabilitação mantenha o plano oclusal nivelado, utiliza-se próteses sobre implantes com proporção coroa/implante aumentada, sendo importante avaliar se há sobrecarga das estruturas de suporte, e se convém a esplintagem da infraestrutura reabilitadora. Um dos métodos utilizados atualmente para análise de distribuição de tensões na odontologia é o método dos elementos finitos. Assim, este estudo teve o objetivo geral de comparar o desempenho biomecânico de próteses, esplintadas (PSIE) ou individualizadas (PSII), sobre implantes cone Morse de comprimento regular e curto, em área posterior de mandíbula. Foram usados modelos geométricos tridimensionais de implantes regulares ∅ 4x11 mm e curtos - ∅ 4x5 mm alojados em rebordos representativos do hemi-arco mandibular esquerdo posterior envolvendo o dente 34 adjacente ao espaço anodôntico, desenhados no programa SolidWorks 2007. Os 8 grupos experimentais foram: grupo controle E (3 implantes regulares reabilitados com PSIE)...

Avaliação da neoformação óssea ao redor de implantes instalados em ratos diabéticos

Gennaro, Gabriela
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 83 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-graduação em Odontologia; O diabetes é associado a várias complicações que aumenta a morbidade e mortalidade em indivíduos afetados. Portanto, existem diversas alterações no metabolismo ósseo associadas ao diabetes e, que consequentemente, podem afetar o processo de osseointegração dos implantes dentários. Este estudo visou comparar a formação óssea ao redor de implantes de superfície lisa e tratada, instalados em ratos diabético-induzidos e não-diabéticos, investigando se há diferenças na formação óssea entre os dois quadros metabólicos, melhora no padrão de osteogênese entre as diferentes superfícies e, sua relação com o diabetes. Foram instalados implantes de titânio de superfícies lisa e tratada, no fêmur de ratos machos Wistar e os animais divididos em 2 grupos: diabético-induzidos com estreptozotocina (grupo experimental) e não diabéticos (grupo controle). As análises histomorfológica e histomorfométrica do bloco ósseo foram realizadas nos períodos de 10 e 21 dias de cicatrização. Os resultados obtidos foram analisados por meio de ANOVA de duas vias, seguida pelo teste de Bonferroni's. O percentual de neoformação óssea...

Estudio multicéntrico prospectivo observacional sobre implantes PIP® colocados en 12 años

Cárdenas-Camarena,L.; Chung-Gallardo,J.; Echeverria-Roldán,G.; León,M.A.; Oaxaca-Escobar,C.; García-Fabian,F.; Madrid-Basurto,A.; Encinas-Brambila,J.; González-Ulloa,B.; Robles-Cervantes,J.A.
Fonte: Cirugía Plástica Ibero-Latinoamericana Publicador: Cirugía Plástica Ibero-Latinoamericana
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/12/2014 SPA
Relevância na Pesquisa
37.29%
A pesar de la controversia existente con los implantes PIP® (Poly Implant Prothèse, Francia) son pocos los estudios que existen al respecto, por lo que determinamos realizar un análisis multicéntrico en nuestro entorno para conocer las características y el comportamiento clínico de los mismos. Planteamos un estudio multicéntrico, prospectivo y observacional, en el que participaron 7 cirujanos plásticos certificados que durante un periodo de 12 años habían colocado implantes PIP®. Analizamos clínicamente y con ultrasonido mamario todas las pacientes que acudieron a revisión, recogimos todos los datos y cuantificamos los hallazgos en aquellas que se intervinieron quirúrgicamente para revisión de los implantes. Entre enero del 2012 y febrero del 2013 acudieron a consulta 184 pacientes de las 1.315 que habían sido operados entre 1998 y 2010 (14%), evaluando un total de 368 implantes. Solo 39 pacientes (21,2%) presentaban sintomatología. Mediante ultrasonido mamario, 322 implantes (87,5%) fueron informados como íntegros y 46 (12,5%) rotos. Del total de pacientes revisadas, 55 (30%) no se reoperaron por no tener datos de rotura, mientras que 129 pacientes (70%) decidieron operarse. De ellos, solo 46 presentaban datos de rotura ecográfica (36%). Durante la cirugía se encontraron 213 implantes íntegros (83%) y 45 implantes rotos (17...