Página 1 dos resultados de 309 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Impactos socioeconômicos da expansão do setor sucroenergético: uma análise espacial dinâmica sobre o bem-estar social no Estado de São Paulo (2000-2008); Impact of sugarcane sector expansion on social-economical concerns: a dynamic spatial analysis about social welfare in Sao Paulo State (2000-2008)

Satolo, Luiz Fernando
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.67%
Na primeira década dos anos 2000, houve uma intensa expansão do setor sucroenergético no Estado de São Paulo. O objetivo desse trabalho é avaliar os impactos socioeconômicos dessa expansão, tendo como base a representação de bem-estar social proposta por Deaton & Muellbauer (2009). Os impactos da expansão do setor sucroenergético sobre o nível médio da renda per capita e sobre sua distribuição entre os municípios paulistas foi estimado através de um modelo de painel espacial dinâmico desenvolvido a partir da decomposição da renda per capita em seus principais determinantes proposta por Barros et al. (2004). Além da proporção de adultos na população municipal, da taxa de utilização da força de trabalho e do rendimento médio dos vínculos empregatícios, também foram incluídas como variáveis de controle no modelo a taxa de utilização da força de trabalho na agropecuária e o rendimento médio dos vínculos empregatícios na agropecuária. Adicionalmente, para isolar os impactos socioeconômicos da expansão do setor sucroenergético, a participação da agropecuária na área do município, a participação da agricultura na área da agropecuária, a participação da cana-deaçúcar na área da agricultura e uma dummy para os municípios com usina em operação foram incluídas no modelo. As séries abrangem os 645 municípios paulistas no período de 2000 a 2008. Os resultados do modelo Método Generalizado de Momentos em Sistema GMM-SYS evidenciam a existência de relação de dependência espacial e temporal positiva no PIB real per capita. Os efeitos diretos e indiretos estimados indicam que a expansão do setor sucroenergético apresentou um impacto positivo sobre o nível médio da renda per capita e...

O êxodo rural e as transformações ocorridas na comunidade rural de Veado Pardo, município de Marau, RS

Maurina, Adilson
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.61%
O êxodo rural é um movimento social que cresce desordenadamente ao passo em que um país se desenvolve. No Brasil, este movimento social vem ocorrendo há muito tempo e atingiu o auge na Revolução Verde. Neste período, grandes contingentes de migrantes se deslocaram do meio rural em direção aos centros urbanos. Este trabalho está focado no êxodo rural ocorrido na comunidade rural de Veado Pardo, situada no município de Marau, localizado no limite sul da região Norte do estado do Rio Grande do Sul. Nas ultimas décadas, Veado Pardo sofreu uma redução considerável no número de famílias que fazem parte de seu quadro de associados. Diante disso a juventude na área rural vem recebendo notória atenção, tendo em vista a sua importância para sustentabilidade no meio rural. No entanto, nesta comunidade são poucos os jovens que permanecem no campo. Este trabalho tem por objetivo identificar e analisar as causas e os impactos socioeconômicos e culturais decorrentes do êxodo rural na comunidade de Veado Pardo. Para alcançar estes objetivos, além de pesquisas bibliográficas, foi elaborado roteiro de entrevista com caráter qualitativo, onde foram entrevistadas nove famílias ligadas à comunidade. Constatou-se que a pequena área de terra e a monocultura da soja são as principais causas do êxodo rural nesta comunidade. A busca de oportunidades de estudo e trabalho pelos jovens causou mudanças na estrutura social da comunidade assim como impactos sobre vários aspectos culturais...

Proibição da queima de campo, solução ou problema? : impactos socioeconômicos, socioculturais e ambientais no município de São Francisco de Paula, RS

Teixeira, Bruno Moraes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.52%
A prática da queima de campo ou “sapecada” sempre foi utilizada pelos pecuaristas serranos dos Campos de Altitude dos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, como forma de manejo das pastagens nativas. Contudo, esta prática vem sendo coibida pelos órgãos ambientais, a partir da Lei de nº 4.771, de 15 de setembro de 1965 - Código Florestal e mais efetivamente com a implantação da Lei nº 9.519, de 21 de janeiro de 1992 - Código Florestal Estadual do Rio Grande do Sul. A pecuária, que sempre foi a principal atividade econômica do município, passou a ser substituída por monocultivos arbóreos de Pinus e mais recentemente por “parcerias” na atividade de agricultura, que utilizam métodos convencionais de produção. O presente trabalho apresenta uma pesquisa relacionada aos impactos socioeconômicos, ambientais e culturais causados pela proibição do uso do fogo como instrumento de manejo agropecuário no município de São Francisco de Paula (RS). Especificamente foram analisados os motivos que levaram à proibição do uso das queimadas e os seus impactos socioeconômicos, culturais e ambientais, bem como apontadas as mudanças da paisagem local. A metodologia utilizada foi a abordagem qualitativa, através de pesquisa bibliográfica...

Análise da cadeia produtiva do tabaco e dos impactos socioeconômicos da cultura fumo nas propriedades rurais de Lajeado Biriva, município de Três de Maio - RS

Laurentino, Juliana Alexandrete
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
Esta pesquisa apresenta um estudo sobre a fumicultura na comunidade de Lajeado Biriva, localizada no município de Três de Maio - RS, tendo como objetivo geral, analisar o impacto socioeconômico do fumo na diversificação das propriedades rurais de Lajeado Biriva, por meio da análise e descrição da cadeia produtiva do fumo; análise dos impactos socioeconômicos observados nas propriedades de fumo e ainda através de enfoques institucionais locais acerca dessa cultura. Os agricultores de Lajeado Biriva atuam no chamado Sistema Integrado de Produção (SIP) com a indústria fumageira Souza Cruz; resultante do SIP são as garantias de produção, comercialização e de preço, tidas como responsáveis pela adesão e permanência do agricultor na atividade. Nesse contexto, muito se discute sobre as relações econômicas entre indústria e agricultura: subordinação, dependência financeira, dependência tecnológica. Nesse sentido, para chegar aos resultados desta pesquisa, realizou-se pesquisas bibliográficas através de leitura e análise de fontes secundárias, que permitiu compreender o funcionamento desse sistema produtivo. Em seguida, foram entrevistadas representantes das seis famílias produtoras de fumo da comunidade de Lajeado Biriva e...

Impactos socioeconômicos e ambientais da tecnologia social de produção agroecológica integrada e sustentável (PAIS) em unidades familiares no Distrito Federal

Guzmán Muñoz, Cindy Marcela
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Programa de Pós-Graduação em Agronegócios, 2015.; O presente estudo objetivou avaliar os impactos socioeconômicos e ambientais da implantação de uma tecnologia social conhecida como a Tecnologia de Produção Agroecológica Integrada e Sustentável (PAIS). O ensaio foi conduzido no Distrito Federal, onde se avaliaram 26 agricultores familiares que foram divididos em três grupos: o Grupo A, que incluiu os produtores que tiveram uma avaliação de conformidade de produção orgânica e vários canais de comercialização; o Grupo B que agrupou os produtores em processo de transição agroecológica, sem certificação; e o Grupo C que considerou os produtores de subsistência. Usaram-se duas técnicas para a coleta de dados: a primeira delas foram dois questionários, visando avaliar o grau de transição agroecológica das propriedades e mensurar os ganhos econômicos gerados pela adoção da tecnologia. A segunda técnica incluiu uma entrevista com os produtores utilizando o Sistema AMBITEC AGRO – Produção sustentável – desenvolvido pela Embrapa Meio Ambiente, o qual se compõe de planilhas (MSExcel®) organizadas em aspectos gerais...

Impactos da Política Nacional de Irrigação sobre o desenvolvimento socioeconômico da região Norte de Minas Gerais: uma avaliação do Projeto Gorutuba

Reis,Paulo Ricardo da Costa; Silveira,Suely de Fátima Ramos; Rodrigues,Pedro Eni Lourenço
Fonte: Fundação Getulio Vargas Publicador: Fundação Getulio Vargas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.41%
Este trabalho teve como objetivo identificar e avaliar os impactos socioeconômicos, diretos e indiretos, da Política Nacional de Irrigação. Especificamente, analisou-se a efetividade do Projeto Público de Irrigação Gorutuba, localizado no Norte de Minas Gerais. A pesquisa adota como metodologia a avaliação ex post facto, de impacto. Utilizando um modelo quase experimental, buscou-se, por meio da abordagem multivariada, comparar o município de Porteirinha, beneficiado com a implantação do Projeto Gorutuba, com municípios não beneficiados (grupo controle). Porteirinha ficou agrupado no cluster 6, juntamente com outros 13 municípios, todos pertencentes à região norte do estado, o que pode ser considerado uma evidência do bom desempenho do modelo para formação do grupo controle. A pesquisa evidenciou que o projeto alcança, em parte, os resultados esperados. Embora os resultados permitam reforçar a importância da agricultura irrigada na promoção do desenvolvimento regional, por meio dos impactos na produção agropecuária, na geração de empregos e crescimento populacional, identificou-se que os indicadores dos municípios analisados refletiram a ocorrência de crescimento econômico sem, entretanto, ter ocorrido melhoria dos indicadores sociais de Porteirinha (município beneficiado).

Impactos socioeconômicos do cultivo de camarão marinho em municípios selecionados do Nordeste brasileiro

Sampaio,Yony; Costa,Ecio de Farias; Sampaio,Erica Albuquerque Breno Ramos
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.35%
Neste trabalho, analisa-se o impacto do camarão marinho cultivado sobre a economia de dez municípios selecionados do Nordeste brasileiro. Para tanto, foi desenvolvido o modelo da economia municipal e são usadas matrizes de insumo-produto para calcular os impactos indiretos e induzidos. São calculados os impactos diretos, indiretos e induzidos sobre o emprego, sobre a renda municipal e sobre a arrecadação municipal. Constata-se que há grande contribuição para a expansão do emprego municipal, principalmente do emprego formal. Os impactos indiretos e induzidos são reduzidos, uma vez que os desdobramentos da atividade se interligam com municípios maiores e outros estados e regiões. Os impactos sobre a renda podem ser de grande magnitude nos municípios menores. De modo geral, a renda gerada representa parcela substancial do PIB municipal. Quanto à arrecadação, a contribuição para o aumento da receita tributária é pequena, mas a contribuição, via valor agregado e exportações, para as transferências da cota-parte do ICMS e compensatória da isenção das exportações é substancial. Em conseqüência, pode-se concluir que a carcinicultura, nos municípios analisados, contribui para a elevação e a estabilidade do emprego...

Impactos socioeconômicos de uma doença emergente

Grisotti,Márcia; Ávila-Pires,Fernando Dias de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
Em 1995, ocorreu uma praga de lesmas identificadas como Sarasinula linguaeformis (Semper, 1885), que prejudicou as lavouras situadas entre os municípios de Nova Itaberaba e Planalto Alegre, no oeste do estado de Santa Catarina, Brasil. Neste artigo analisamos os impactos socioeconômicos provocados pela ocorrência desta praga, que sinalizou a possibilidade, posteriormente verificada, da emergência de casos de angiostrongilíase abdominal. Os dados foram coletados através de observação do estudo soroepidemiológico realizado na região durante o período de agosto de 2000 a agosto de 2001 pela equipe de pesquisa da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), entrevistas com técnicos da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina S.A. (Epagri-SC) e com cinquenta famílias locais. Para avaliar esses impactos, elaboramos algumas categorias de análise, como: prejuízo econômico; medidas preventivas e mudança de hábitos; estigma e preconceito, que surgiram à luz das narrativas dos sujeitos entrevistados. Ficou evidente a necessidade de se procederem a estudos sobre os aspectos sociológicos dos problemas epidemiológicos, além dos estritamente médico-sanitários.

Impactos socioeconômicos da dispersão da mosca-da-carambola (Bactrocera carambolae) à fruticultura nacional.

BARRETO, M. C.; SILVA, P. C. G. da; CARVALHO, A. C. A. de; ALMEIDA, C. O. de; WANDER, A. E.
Fonte: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011. Publicador: In: SILVA, R. A. da; LEMOS, W. de P.; ZUCCHI, R. A. (Ed.). Moscas-das-frutas na Amazônia brasileira: diversidade, hospedeiros e inimigos naturais. Macapá: Embrapa Amapá, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 185-195.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.41%
Introdução; Importância socioeconômica das moscas-das-frutas; Riscos da dispersão da mosca-da-carambola; Impactos econômicos da mosca-da-carambola na fruticultura brasileira; Benefícios econômicos do controle da mosca-da-carambola na produção brasileira de frutas frescas; Cenários e impactos socioeconomicos da dispersão da mosca-da-carambola; Considerações finais.; 2011

Avaliação dos impactos ambientais e socioeconômicos do sistema de produção de leite a pasto na Fazenda Escola de Cachoeiras de Macacu.

SOARES, L. M.; VALENTE, L. C. M.; RODRIGUES, G. S.
Fonte: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE AGROPECUÁRIA SUSTENTÁVEL, 3., 2011, Viçosa. Anais de Resumos Expandidos Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2011. p. 666-670. Publicador: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE AGROPECUÁRIA SUSTENTÁVEL, 3., 2011, Viçosa. Anais de Resumos Expandidos Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2011. p. 666-670.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.65%
Resumo: A Fazenda Escola de Cachoeiras de Macacu da Universidade Federal Fluminense está implantando um sistema de produção de leite a pasto. Entretanto, qualquer sistema de produção animal é capaz de trazer impactos ambientais importantes. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar os impactos ambientais e socioeconômicos da implantação dessa tecnologia, utilizando-se o Sistema Ambitec-Agro, desenvolvido pela Embrapa Meio Ambiente. O índice geral de impacto da atividade foi de 0,99 (em escala ±15), observando-se impactos socioeconômicos positivos, mas potencial para ocorrência de impactos ambientais negativos. Sugere-se a adoção de técnicas alternativas de manejo para a mitigação desses impactos.; 2011

Impactos socioeconômicos das plantações florestais em Mocambique

Nube, Teresa Guila
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
46.33%
Resumo: Este estudo teve como objetivo avaliar os impactos socioeconômicos das plantações florestais na vida das comunidades de três distritos (Lichinga, Lago e Sanga) na Província do Niassa onde operam as empresas florestais (Florestas do Niassa, Niassa Green Resources e Chikweti Forest of Niassa). Para o alcance dos objetivos foram aplicados questionários em uma parte da população (amostragem), aos gestores das empresas e aos membros do governo. Os dados coletados foram analisados com uso de estatística descritiva, tendo se considerado o período anterior e posterior á implantação das empresas florestais. Os resultados mostram que a presença das empresas florestais na província do Niassa, reduziu a dependência e a acessibilidade das comunidades em relação aos recursos florestais devido o aumento das distâncias das fontes de obtenção dos produtos. De uma forma geral há melhoria nas condições de vida das comunidades locais, foi possível inferir a partir teste chi-quadrado e com o valor de probabilidade (? = 0,05) que as pessoas com empregos formais nas empresas florestais desfrutam de melhores condições, não obstante o analfabetismo prevalescente nas comunidades contribui para que a maioria dos trabalhadores esteja em posições baixas nas empresas e consequentemente receba baixos salários. Foi observado que as empresas pagam valor mensal inferior ao salário mínimo legislado pelo Governo de Moçambique para o setor agrícola. Na parte da responsabilidade social das empresas...

Impactos socioeconômicos da expansão do setor sucroenergético no Estado de São Paulo, entre 2005 e 2009

Bacchi,Mirian Rumenos Piedade; Caldarelli,Carlos Eduardo
Fonte: Nova Economia Publicador: Nova Economia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.47%
O objetivo deste estudo é identificar os impactos socioeconômicos do crescimento do setor sucroenergético no Estado de São Paulo. Para tanto, foram utilizados dados em painel abrangendo todos os municípios, entre os anos de 2005 a 2009, sendo o modelo ajustado com procedimentos alternativos dessa metodologia. Os citados impactos foram avaliados considerando os aspectos de emprego/renda, educação e saúde. Foram analisados também os impactos do crescimento do setor sucroenergético sobre essas variáveis tomadas de forma agregada, para o índice consolidado de desenvolvimento. Os resultados do estudo permitem concluir que existe interação positiva e significativa entre a expansão do setor sucroenergéticono Estado de São Paulo e o emprego/renda. Todavia, não foram observadas evidências acerca do efeito expressivo da expansão do setor sobre a educação e a saúde.

Impactos socioeconômicos e ambientais do cultivo da soja transgênica no município de Nova Alvorada / RS

Zatt, Diego Trentini
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.67%
A soja é cultivada há mais de 5000 anos pelo mundo. No Brasil, o primeiro registro de cultivo foi no município de Santa Rosa, no Estado do Rio Grande do Sul, no ano de 1914. É uma leguminosa que está sendo cada vez mais cultivada no país e também no município de Nova Alvorada/RS, onde foram cultivados 4500 ha na safra de 2011/2012. No Brasil já são mais de 24 milhões de hectares cultivados com essa leguminosa, em sua grande maioria transgênica, soja geneticamente modificada, resistente à molécula do glifosato. O objetivo deste trabalho é identificar os principais impactos socioeconômicos e ambientais causados pela produção da soja transgênica. Por meio de entrevistas realizadas com agricultores do município de Nova Alvorada/RS se consegue perceber os principais impactos que ocorrem no município em termos socioeconômicos e ambientais. Na dimensão social se percebe impactos principalmente quando se fala na população, nos agricultores e o que está acontecendo com os mesmos na zona rural. Na dimensão econômica, percebe-se que os agricultores estão cada vez mais capitalizados, onde conseguem comprar maquinários agrícolas para realizar o plantio, a aplicação de agrotóxicos agrícolas e a colheita do cultivo. No plano ambiental o que ficou evidente é o avanço desenfreado sobre a natureza...

Análise dos impactos ambientais e socioeconômicos decorrentes das obras de implantação do sistema de transporte eixo sul – veículo leve sobre pneus (vlp), no Distrito Federal (DF)

Ligoski, Gabriela Rincon
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.65%
Visando solucionar os problemas referentes ao sistema de transporte urbano, o Governo do Distrito Federal (GDF), propôs o Programa Brasília Integrada, que planeja uma reformulação nas redes de transporte público. Uma das ações do referido programa é a construção do Sistema de Transporte Eixo Sul - Veículo Leve sobre Pneus (VLP). Trata-se de um ônibus de superfície, que fará ligações entre as regiões do Gama, Santa Maria, Park Way e Brasília. O presente estudo tem como objetivo analisar os impactos ambientais e socioeconômicos decorrentes das obras de implantação do VLP. A partir da compilação de dados obtidos junto a documentos técnicos e visitas de campo foi possível identificar os principais impactos gerados na etapa de implantação do empreendimento, com elaboração de uma Listagem de Controle (check list) e Rede de Interação, bem como classifica-los. De um total de 46 impactos identificados, 43 são negativos, 17 são regionais, 36 são imediatos, 24 são irreversíveis, 42 são probabilísticos e 40 são impactos diretos. Também foram aplicados questionários entre usuários de transporte público e individual que transitam pela via, o que permitiu conhecer o perfil destes, a utilidade e importância da via para as população e cidades próximas...

Políticas públicas, agricultura familiar e desenvolvimento territorial: uma análise dos impactos socioeconômicos do PRONAF no Território Médio Jequitinhonha - MG; Public policies, family agriculture and territorial development: an analysis of the socioeconomic impacts of PRONAF in the territory of middle Jequitinhonha - MG; Texto para Discussão (TD) 1693: Políticas públicas, agricultura familiar e desenvolvimento territorial: uma análise dos impactos socioeconômicos do PRONAF no Território Médio Jequitinhonha - MG

Silva, Sandro Pereira
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
46.61%
O presente trabalho tem como objetivo investigar a ação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) em um âmbito territorial e verificar a existência de impactos socioeconômicos desta política nas economias dos municípios do território Médio Jequitinhonha. Assim, este trabalho visou avaliar a incidência territorial de uma política pública, neste caso o PRONAF, em termos dos impactos em economias fortemente caracterizadas por atividades rurais e com um grande contingente de agricultores familiares. Por meio do instrumental estatístico de Dados em Painel, analisou-se os impactos dos créditos do PRONAF nas principais variáveis econômicas dos municípios do território. Os resultados alcançados indicam que o PRONAF vem contribuindo para o desenvolvimento das economias locais, em especial naqueles municípios com grande demanda por estes créditos, que servem como fonte de liquidez para a movimentação de suas atividades econômicas.; 35 p.: il.

Impactos socioeconômicos do sistema de aposentadorias rurais no Brasil: evidências empíricas de um estudo de caso no estado do Pará; Texto para Discussão (TD) 729: Impactos socioeconômicos do sistema de aposentadorias rurais no Brasil: evidências empíricas de um estudo de caso no estado do Pará; Socioeconomic impacts of the rural pension system in Brazil: empirical evidence from a case study in Pará

Schwarzer, Helmut
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
46.52%
Investigar os impactos socioeconômicos das aposentadorias rurais no Brasil e, em específico, na Amazônia Oriental é o objetivo deste trabalho, realizado com base em dados fornecidos pelo Ministério da Previdência e Assistência Social e Instituto Nacional do Seguro Social (MPAS/INSS), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social do Pará (Idesp), pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-PA), Secretaria de Estado do Planejamento (Seplan-PA) e Empresa de Processamento de Dados da Previdência Social (Dataprev), bem como a partir de uma pesquisa de campo no município de Igarapé-Açu, no nordeste paraense. O trabalho analisou primeiro a importância do sistema de previdência rural brasileiro no Estado do Pará como mecanismo de redistribuição inter-regional e intermunicipal de renda. Para tanto, comparou-se o volume de recursos que é transferido aos moradores de cada município paraense pela previdência rural com a quantia de impostos arrecadados redistribuída pelos governos federal e estadual por meio do Fundo de Participação de Municípios (FPM) e da cota-parte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Chegou-se à conclusão de que a transferência recebida pelos habitantes do município a partir da previdência rural supera os mecanismos fiscais explícitos para 40% dos municípios paraenses...

Turismo e estâncias: impactos positivos

Aulicino, Madalena Pedroso
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 10/11/1994 POR
Relevância na Pesquisa
56.47%
This article proposes a quantitative analysis of some socio economic impacts due to tourism in some counties of São Paulo State. Using statistical techniques, this study demonstrates that tourism impacts are not only mensurable, but also favor richness and employment creation, as well as propitiate a better living condition to the receptive population, as shown by some indicators.; Este artigo procura avaliar de maneira quantitativa alguns dos impactos socioeconômicos da atividade turística sobre municípios paulistas. Amparado por técnicas estatísticas, o estudo demonstra que, além de serem passíveis de quantificação, os impactos do turismo são favoráveis à geração de riqueza, de empregos e mesmo à condição de vida da população receptora, segundo alguns indicadores.

Impactos socioeconômicos da expansão do setor sucroenergético no Estado de São Paulo, entre 2005 e 2009

Rumenos Piedade Bacchi, Mirian; Universidade de São Paulo - USP Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" - ESALQ; Caldarelli, Carlos Eduardo; Universidade Estadual de Londrina (PR) - UEL
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.47%
O objetivo deste estudo é identificar os impactos socioeconômicos do crescimento do setor sucroenergético no Estado de São Paulo. Para tanto, foram utilizados dados em painel abrangendo todos os municípios, entre os anos de 2005 a 2009, sendo o modelo ajustado com procedimentos alternativos dessa metodologia. Os citados impactos foram avaliados considerando os aspectos de emprego/renda, educação e saúde. Foram analisados também os impactos do crescimento do setor sucroenergético sobre essas variáveis tomadas de forma agregada, para o índice consolidado de desenvolvimento. Os resultados do estudo permitem concluir que existe interação positiva e significativa entre a expansão do setor sucroenergéticono Estado de São Paulo e o emprego/renda. Todavia, não foram observadas evidências acerca do efeito expressivo da expansão do setor sobre a educação e a saúde.

Exploração Mineral de Areia e Meio Ambiente Ecologicamente Equilibrado: É possível conciliar?

VIEIRA, ERITON GERALDO; Escola Superior Dom Helder Câmara; Rezende, Elcio Nacur; Escola Superior Dom Helder Câmara
Fonte: Editora de Livros IABS Publicador: Editora de Livros IABS
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.41%
A mineração é considerada um dos setores básicos da economia no Brasil. A atividade minerária fornece matéria-prima para a indústria, sendo que vários produtos, desde os mais simples aos mais complexos, têm origem mineral. Os produtos mais minerados no Brasil, em volume, são a areia e a pedra britada. As atividades de extração de areia são de grande importância para o desenvolvimento social, mas igualmente responsáveis por impactos ambientais negativos, alguns inclusive irreversíveis. Em virtude da rigidez locacional, o minerador de areia está obrigado a minerar onde há a ocorrência do mineral que constantemente localiza-se próximo a fundo de vales e aos rios, coincidindo muitas vezes com as matas ciliares, consideradas Áreas de Preservação Permanente. Nesse contexto, objetiva-se demonstrar por meio de uma abordagem dialética, procedimentalmente desenvolvida através de pesquisa bibliográfica e documental, a possibilidade de conciliar a exploração do minério de areia em Áreas de Preservação Permanente. Sendo assim, serão analisados os preceitos estabelecidos na Lei n. 12.651/12 (Nova Lei Florestal) bem como serão evidenciados os impactos socioeconômicos e ambientais oriundos da atividade minerária que terão que ser observados para a concretização da função socioambiental da propriedade.

Impactos socioeconômicos de uma doença emergente

Grisotti,Márcia; Ávila-Pires,Fernando Dias de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.57%
Em 1995, ocorreu uma praga de lesmas identificadas como Sarasinula linguaeformis (Semper, 1885), que prejudicou as lavouras situadas entre os municípios de Nova Itaberaba e Planalto Alegre, no oeste do estado de Santa Catarina, Brasil. Neste artigo analisamos os impactos socioeconômicos provocados pela ocorrência desta praga, que sinalizou a possibilidade, posteriormente verificada, da emergência de casos de angiostrongilíase abdominal. Os dados foram coletados através de observação do estudo soroepidemiológico realizado na região durante o período de agosto de 2000 a agosto de 2001 pela equipe de pesquisa da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), entrevistas com técnicos da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina S.A. (Epagri-SC) e com cinquenta famílias locais. Para avaliar esses impactos, elaboramos algumas categorias de análise, como: prejuízo econômico; medidas preventivas e mudança de hábitos; estigma e preconceito, que surgiram à luz das narrativas dos sujeitos entrevistados. Ficou evidente a necessidade de se procederem a estudos sobre os aspectos sociológicos dos problemas epidemiológicos, além dos estritamente médico-sanitários.