Página 1 dos resultados de 214 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Domos e Coulées da Ilha Terceira (Açores) : contribuição para o estudo dos mecanismos de instalação

Pimentel, Adriano Henrique Gonçalves
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 16/03/2007 POR
Relevância na Pesquisa
86.88%
Dissertação de Mestrado em Vulcanologia e Riscos Geológicos; A ilha Terceira distingue-se das restantes ilhas do arquipélago dos Açores, pela sua notável abundância de domos e coulées. Estas formas vulcânicas resultantes do vulcanismo essencialmente efusivo ou de reduzida explosividade, encontram-se frequentemente associadas no tempo e no espaço a importantes episódios de actividade explosiva. Estas lavas traquíticas (s.l.) correspondem aos produtos vulcânicos com maior expressão na história eruptiva recente desta ilha (< 23 000 anos). Os domos e as coulées ocorrem principalmente nos vulcões de Santa Bárbara e do Pico Alto, onde se podem observar importantes concentrações no interior das suas caldeiras e ao longo dos seus flancos. Com este trabalho, pretendeu-se contribuir para o estudo das lavas de natureza traquítica (s.l.) da ilha Terceira e particularmente dos seus mecanismos de instalação. Para tal, procedeu-se à caracterização geomorfológica e geoquímica destas lavas, e posterior modelação da dinâmica de instalação das coulées. No estudo da distribuição espacial dos centros eruptivos dos domos lávicos e das coulées, verificou-se a existência de extensos alinhamentos, de orientação geral WNW-ESE a NW-SE...

Algas de água doce de algumas Lagoas da Ilha Terceira, Açores. I - Diatomáceas (Bacillariophyceae).

Gonçalves, Vitor
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Relatório
Publicado em /06/1996 POR
Relevância na Pesquisa
96.8%
IX Expedição Científica do Departamento de Biologia - Terceira 1994.; No âmbito da "Expedição Científica Terceira 94", organizada pelo Departamento de Biologia da Universidade dos Açores, efectuaram-se recolhas de água de quatro lagoas da Ilha Terceira (Lagoa do Boi, Lagoa da Falca, Lagoa da Joaninha e Lagoa do Negro) com o objectivo de conhecer a sua flora algológica. Neste relatório apresentam-se os resultados obtidos para o grupo das diatomáceas (Bacillariophyceae). Foram identificadas 47 espécies de diatomáceas pertencentes a 19 géneros. Desses taxa, 6 géneros e 20 espécies são novos para a Ilha Terceira, dos quais 1 género e 6 espécies são novos para os Açores.

Análise genética de proteínas em coelho-bravo (Oryctolagus cuniculus L.) da Ilha Terceira.

Fonseca, Amélia; Carvalho, Gil Ferraz de; Cruz, Agostinho; Cardoso, Margarida; Mântua, Pedro
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Relatório
Publicado em /06/1996 POR
Relevância na Pesquisa
86.71%
IX Expedição Científica do Departamento de Biologia - Terceira 1994.; A introdução do coelho-bravo Oryctolagus cuniculus L., 1758, na ilha Terceira data do Século XV. Este trabalho pretendeu caracterizar geneticamente a população de coelho-bravo existente na ilha Terceira. Foram analisados 14 loci (ADA, AK, AMY2, CAI, CAII, DIA, GUK, HBA, HBB, NP, PGD, PGP, PSP e TF), tendo-se encontrado polimorfismo em 7 deles (ADA, AK, AMY2, HBA, NP, PGD e TF). As restantes proteínas (CAI, CAII, DIA, GUK, HBB, PGP e PSP) não apresentaram qualquer variação na população terceirense. Determinaram-se as frequências alélicas dos loci polimórficos e compararam-se com outras populações açorianas já estudadas e com populações continentais portuguesas. As evidências apontam para uma origem das populações de coelho-bravo dos Açores a partir de populações selvagens continentais e, neste caso, as populações açorianas, tal como as populações continentais portuguesas, derivaram da subespécie 0. cuniculus algirus.

Insectos e ácaros fitófagos presentes em pomares de citrinos da Ilha Terceira (Açores).

Soares, António O.; Schanderl, Henrique; Almeida, José M.; Brun, Pierre
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Relatório
Publicado em //1996 POR
Relevância na Pesquisa
96.67%
IX Expedição Científica do Departamento de Biologia - Terceira 1994.; Com a presente lista de insectos e ácaros fitófagos, elaborada na sequência da Expedição Científica Terceira/94, em Junho-Julho de 1994, foi possível acrescentar comunidade dos agroecossistemas citrícolas da ilha Terceira várias espécies. Esta lista é discutida sob o ponto de vista da distribuição das espécies noutras ilhas e ainda da sua importância económica em Portugal Continental. Foram observadas 20 espécies repartidas por 12 famílias: 9 para os insectos e 3 para os ácaros. 0s Homópteros contem 65% da riqueza específica.

Contributo para o estudo do campo geotermal das Furnas do Enxofre (Ilha Terceira) e implicações no plano de gestão

Costa, Maria Rita Brum da
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 10/02/2012 POR
Relevância na Pesquisa
96.69%
Dissertação de Mestrado em Gestão e Conservação da Natureza.; As Furnas do Enxofre, localizadas no centro da ilha Terceira – Açores, estão inseridas numa área semi-natural envolvida por zonas húmidas. Constituem um habitat protegido, constam da lista de Zonas de Protecção Especial, estão classificadas como Monumento Natural Regional e inseridas nas áreas Ramsar. As fumarolas são um tipo de vulcanismo secundário que nos Açores está relacionado com sistemas hidrotermais o que proporciona características e informações muito particulares, constituindo este habitat, um local único na Europa. Os ecossistemas geotermais possuem uma grande variedade de comunidades biológicas estando estas fortemente controladas pela actividade geotermal. As características distintas que este habitat proporciona permitem a existência de uma vegetação particular designada de geotermal, que engloba vegetação terrestre, de zonas húmidas e termófila. Com o presente trabalho pretendeu-se identificar critérios que permitissem a elaboração de um modelo do funcionamento deste campo geotermal, e a caracterização das fumarolas no que diz respeito à temperatura, organização e zonamento das comunidades de organismos em torno das fumarolas e organização da vegetação a nível da paisagem. Recorrendo a estudos de temperatura do solo e à análise da fotografia aérea...

Perceção de risco dos intervenientes nas touradas à corda na ilha Terceira - Açores - Portugal

Mendonça, Carina Andreia Ormonde
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 30/11/2012 POR
Relevância na Pesquisa
96.73%
Dissertação de Mestrado em Engenharia do Ambiente.; A tourada à corda faz parte integrante do património da ilha Terceira, tradição secular e aglutinadora de multidões, mostra-se cada vez mais vincada no povo terceirense e até já vem sendo uma tradição muito apreciada pela população das outras ilhas. Apesar de ser uma atividade muito popular, também é assunto de grande controvérsia, não só no que diz respeito aos direitos dos animais, mas também no que se refere à exposição voluntária ao risco por parte de muitas pessoas. Nesse contexto, pretendeu-se investigar o modo como os vários intervenientes percecionam, concebem e se posicionam face ao risco físico ou de morte desta atividade, como também inventariar os valores envolvidos, de modo a fornecer indicações que permitam uma comunicação de risco eficaz. A metodologia de investigação utilizada, constou da aplicação de um questionário a quatro grupos distintos, intervenientes nas touradas à corda, que foram designados por: Capinhas, Pastores, Ganaderos e Público em geral (N=50). Recorreu-se ao paradigma psicométrico e a conceitos como a preocupação e valorização, para avaliar as perceções de risco e respetivo posicionamento dos inquiridos...

Lista de espécies de artrópodes associados a diferentes culturas frutícolas da ilha Terceira (Açores, Portugal)

Santos, Ana M. C.; Borges, Paulo A. V.; Rodrigues, Ana C.; Lopes, David João Horta
Fonte: Sociedad Entomológica Aragonesa Publicador: Sociedad Entomológica Aragonesa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
86.8%
Copyright © 2010 SEA, Sociedad Entomológica Aragonesa.; Conhecer a acarifauna e a entomofauna de um habitat agrícola é um dos passos fundamentais para se conseguir uma protecção integrada e sustentável das culturas. Neste trabalho apresenta-se uma lista das espécies de artrópodes encontradas em quatro culturas frutícolas da ilha Terceira (bananeiras, citrinos, macieiras e pessegueiros). Os indivíduos foram capturados com recurso a três métodos de amostragem: i) recolha directa das folhas e/ou ramos; ii) técnica dos batimentos; iii) armadilhas Malaise. No total foram estabelecidas 679 morfoespécies, tendo-se identificado 218 morfoespécies até ao nível de género e/ou espécie. Destacam-se 17 espécies que foram encontradas pela primeira vez para a ilha Terceira durante esta amostragem, 12 que constituíam novidades faunísticas para os Açores e uma espécie que foi citada pela primeira vez para Portugal. Finalmente discute-se a importância deste estudo para trabalhos futuros, e a necessidade de desenvolver mais listas faunísticas para estas e outras culturas.; RESUMEN: Conocer la acarifauna y la entomofauna de un hábitat agrícola es uno de los primeros pasos necesarios para llegar a una protección más integrada y sostenible de los cultivos. En este trabajo se presenta el listado de especies de artrópodos que habitan en cuatro tipos de frutales en la isla Terceira (plataneros...

Lista de espécies de artrópodes associados a diferentes culturas frutícolas da Ilha Terceira (Açores)

Santos, Ana M. C.; Borges, Paulo A. V.; Rodrigues, Ana C.; Lopes, David João Horta
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
96.78%
Actas do I Workshop de Fruticultura : contributo para o seu desenvolvimento. Angra do Heroísmo, 21-23 Abril 2005.; Conhecer a acarifauna e a entomofauna de um habitat agrícola é um dos passos fundamentais para se conseguir uma protecção integrada e sustentável das culturas. Neste trabalho apresenta-se uma lista das espécies de artrópodes encontradas em quatro culturas frutícolas da ilha Terceira (bananeiras, citrinos, macieiras e pessegueiros). Os indivíduos foram capturados com recurso a três métodos de amostragem: i) recolha directa das folhas e/ou ramos; ii) técnica dos batimentos; iii) armadilhas Malaise. No total foram estabelecidas 679 morfoespécies diferentes, tendo-se identificado, até ao momento, 218 morfoespécies até ao nível de género e/ou espécie. Destacam-se 17 espécies que são citadas pela primeira vez para a ilha Terceira, 12 são novidades para os Açores e uma espécie é citada pela primeira vez para Portugal (Fungitarsonemus peregrinus, Acariformes (Prostigmata): Tarsonemidae). Salienta-se, ainda, uma das espécies do género Encarsia sp. (Hymenoptera: Aphelenidae), que muito provavelmente será uma espécie nova para a ciência. Finalmente discute-se a importância deste estudo para trabalhos futuros...

O projecto INTERFRUTA II e o seu papel no desenvolvimento da fruticultura na ilha Terceira

Lopes, David João Horta; Perez, C. R.; Pombo, D. A.; Borges, Paulo A. V.; Pimentel, Reinaldo M. S.; Zorman, M.; Macedo, N.; Ventura, L. B.; Carvalho, M. C. F.; Ornelas, L.; Martins, J. T.; Mumford, J. D.; Mexia, A. M. M.
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
86.72%
I Congresso de Fruticultura e Viticultura. Angra do Heroísmo 17-19 Abril 2008.; Trabalho de investigação desenvolvido no projecto INTERFRUTA II, financiado pelo programa INTERREG III-B (05/MAC/3.1/A4).; O Projecto INTERFRUTA II é um projecto desenvolvido nas Ilhas da Madeira, Tenerife (Canárias) e Terceira (Açores) destinado a contribuir para a promoção da fruticultura e viticultura nestas três regiões insulares, procurando uma melhoria dos conhecimentos sobre as culturas de macieiras, bananeiras, castanheiros e vinha. Englobando um estudo integrado que envolve a climatologia, fenologia, pedologia, problemas fitossanitários, pragas-chave e a fauna auxiliar presente nas parcelas estudadas, distribuídas pela zona Norte e Sul da Ilha, aplicando técnicas que contribuam decisivamente para o conhecimento e procura de soluções inovadoras que conduzam ao acréscimo do rendimento dos produtores e a uma menor utilização e aplicação de pesticidas. Para atingir estes objectivos numa fase inicial realizaram-se 160 inquéritos aos produtores e foi possível a identificação, através de SIG, das áreas de produção frutícola da Ilha. Para a análise dos factores climáticos ao nível da parcela, foram instaladas estações meteorológicas de leitura automática. Na parte relativa ao estudo da fenologia e produção para além da caracterização foi avaliado o impacto da polinização na taxa de vingamento dos frutos de macieira. Dentro dos problemas fitossanitários...

Os artrópodes auxiliares generalistas associados aos citrinos na ilha Terceira (Açores)

Borges, Paulo A. V.; Santos, Ana M. C.; Mendonça, Enésima
Fonte: Centro de Biotecnologia dos Açores Publicador: Centro de Biotecnologia dos Açores
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
106.81%
A fauna de artrópodes dos Açores, que foi recentemente listada, é composta por cerca de 2.209 espécies e subespécies (Borges et al., 2005a). Uma fracção importante da fauna de artrópodes dos Açores é constituída por espécies de predadores, incluindo predadores generalistas (e.g. Araneae – aranhas, Hemiptera‑Heteroptera, Neuroptera, Staphylinidae, Diptera‑Syphidae etc.) e parasitoides (Hymenoptera – Parasitica). Os ecossistemas agrícolas são aqueles que mais poderão beneficiar da acção dos predadores generalistas, geralmente designados por auxiliares. No entanto, a densidade dos insectos fitófagos, muitos dos quais constituem pragas, só pode ser controlada pelos auxiliares quando não é muito elevada. Apesar do elevado número de pomares existentes na ilha Terceira (Açores), a superfície ocupada por culturas frutícolas é pequena comparativamente à área coberta por pastagens (as pastagens ocupam 44% da área total; Borges 1999a). No ano 2003, iniciou‑se o projecto INTERFRUTA (projecto de cooperação entre Açores, Madeira e Canárias), que contribuiu para o maior conhecimento dos artrópodes associados a quatro culturas frutícolas (bananeiras, citrinos, macieiras e pessegueiros) da ilha Terceira (ver Santos et al....

Os artrópodes auxiliares generalistas associados às bananeiras na ilha Terceira (Açores)

Moniz, João; Santos, Ana M. C.; Borges, Paulo A. V.; Mendonça, Enésima
Fonte: Centro de Investigação Tecnológica Agrária dos Açores, Universidade dos Açores Publicador: Centro de Investigação Tecnológica Agrária dos Açores, Universidade dos Açores
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
96.7%
"A biodiversidade dos artrópodes associados às fruteiras dos Açores era, até há poucos anos, quase completamente desconhecida, resumindo-se apenas a listagens de pragas e indicação de uma ou outra espécie de auxiliar (e.g., Garcia & Furtado, 1980; Schanderl & Almeida, 1992; Cruz De Boelpaepe & Teixeira, 1990; Soares et al., 1992, 1994, 1996; Costa-Comelles et al., 1994). Com o projecto INTERFRUTA (Lopes et al., 2005) foi possível realizar um inventário mais ou menos exaustivo da diversidade de artrópodes predadores generalistas que podem actuar como auxiliares no combate a muitas pragas. Este projecto teve início em 2003 e resultou já num maior conhecimento dos artrópodes associados a quatro culturas frutícolas (bananeiras, citrinos, macieiras e pessegueiros) da Ilha Terceira (ver Santos et al. 2005a, b, 2009). Em 2006 este projecto foi continuado através do INTERFRUTA II. […].Neste trabalho apresenta-se uma listagem das espécies de artrópodes predadores generalistas encontrados em pomares de bananeiras (Musa sp.), com comentários relativos à biologia e distribuição das espécies mais comuns." (da Introdução)

Caracterização das comunidades bentónicas de sistemas lóticos da ilha Terceira ao longo do gradiente altitudinal : diatomáceas bentónicas

Pereira, Carolina Correia
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 08/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
86.82%
Dissertação de Mestrado em Engenharia e Gestão de Sistemas de Água.; O estudo dos ecossistemas aquáticos, tais como as ribeiras, tem-se convertido nas últimas décadas num elemento chave para melhorar o conhecimento que temos sobre a estrutura das comunidades que os habitam e compreender melhor as relações entre elas e o meio que as rodeia. Assim, com o objetivo de contribuir para o aumento do conhecimento dos meios lóticos da Ilha Terceira, estudaram-se três ribeiras da Ilha Terceira: a Ribeira da Ponte, a Ribeira dos Gatos e a Ribeira do Além. Em cada ribeira foram escolhidos os locais de amostragem em intervalos de altitude de aproximadamente 100 metros. No total foram escolhidos 20 locais de amostragem. A amostragem decorreu em dois períodos de uma semana: o primeiro em Março de 2012 e o segundo em Julho do mesmo ano. Estudaram-se 32 amostras de diatomáceas bentónicas. As amostras foram caracterizadas taxonomicamente através de microscopia ótica. Adicionalmente analisou-se a qualidade da água por meio de parâmetros físico-químicos, nomeadamente a temperatura, o pH, a condutividade, os sólidos suspensos, o oxigénio dissolvido e a concentração de nitratos e fosfatos. Os usos do solo no canal de cada Ribeira e nos 50 metros adjacentes às margens também foram analisados recorrendo às classes de uso do solo da SRAM/DROTRH (2007). A qualidade ecológica dos vários troços foi avaliada com base nos índices IPS...

Serviços dos ecossistemas na ilha Terceira : estudo preliminar com ênfase no sequestro de carbono e na biodiversidade

Mendonça, Enésima de Fátima Enes Pereira
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 02/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
96.98%
Dissertação de Mestrado em Engenharia do Ambiente.; Os serviços que os ecossistemas prestam são essenciais à vida humana. Entre estes destacam-se os serviços de produção (ex. alimento), regulação (ex. água), culturais (ex. fruição) e de suporte (ex. ciclo de nutrientes). No contexto de alterações planetárias que se vive, torna-se importante, não só reconhecer os serviços prestados pelos ecossistemas, como também ser capaz de os identificar, caracterizar e garantir a sua manutenção. Neste estudo pretende-se: i) identificar e caracterizar os serviços prestados pelos ecossistemas da ilha Terceira (Açores), tendo como base o actual ordenamento do território; ii) determinar a quantidade de carbono sequestrado pela floresta nativa do “Parque Natural da ilha Terceira” (PNT); iii) estudar a existência de uma possível relação entre o carbono sequestrado pela floresta do PNT e a diversidade de espécies arbóreas das florestas nativas, utilizando uma metodologia padronizada; iv) verificar a existência, ou não, de uma relação entre o serviço de sequestro de carbono e a diversidade de briófitos e de artrópodes da mesma área. Em relação ao primeiro objectivo, foram identificados 15 serviços desempenhados pelos ecossistemas na Terceira...

Modelação hidrológica distribuída em regiões insulares vulcânicas : aplicação à bacia hidrográfica da Grota do Tapete, ilha Terceira, Açores

Nunes, Sandra de Jesus Ornelas
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 15/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
106.82%
Dissertação de Mestrado em Engenharia do Ambiente.; O propósito deste trabalho foi desenvolver uma ferramenta de modelação distribuída da hidrologia de superfície em regiões insulares vulcânicas, que foi denominado MHIDRIV. A metodologia utilizada baseou-se geração de um modelo hidrológico e na sua integração num Sistema de Informação Geográfica (SIG), que serviu de plataforma para a modelação hidrológica distribuída, aplicada à bacia hidrográfica da Grota do Tapete, Ilha Terceira, Açores. No decurso deste trabalho, foi efetuada uma avaliação quantitativa diária dos parâmetros hidrometeorológicos, distribuídos para a bacia hidrográfica da Grota do Tapete, em função das variáveis climáticas (precipitação, temperatura, humidade, insolação diária real e velocidade do vento), variáveis do solo (caracterização física e hidrológica) e características à superfície (ocupação do solo), reproduzindo os processos essenciais do transporte de água das diferentes fases do ciclo hidrológico. Foi criada uma carta de bacias hidrográficas da Ilha Terceira, com uma resolução espacial de 25 x 25 m2. O modelo desenvolvido foi aplicado na bacia referida, utilizando os dados das estações agrometeorológicas para estudo da erosão do solo instaladas na Granja e Ribeirinha e das estações do Castelinho e Bicas de Cabo Verde. O modelo hidrológico resultou na criação das cartas diárias de precipitação...

Variação espacial e temporal na ocorrência de cetáceos no sul da ilha Terceira

Barcelos, Luís Miguel Duarte
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 19/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
86.83%
Dissertação de Mestrado em Gestão e Conservação da Natureza.; O trabalho apresentado tem como objetivo principal o estudo da ocorrência espacial e temporal de cetáceos no litoral Sul da ilha Terceira, entre 2007-2011. Os resultados apresentados referem-se à ocorrência das espécies, frequência e respetiva homogeneidade. Igualmente se discute a importância de determinar se fatores abióticos, tais como profundidade e temperatura à superfície da água do mar (TSM), influenciam a ocorrência de cetáceos. No litoral Sul da ilha Terceira é possível observar 15 das 27 espécies de cetáceos que estão dadas como ocorrendo nos Açores. Destas destacam-se 5 espécies de Delphinidae (D. delphis, T. truncatus, G. griseus, S. frontalis e S. coeruleoalba) e o cachalote (P. macrocephalus) como mais frequentes. A ocorrência destas espécies sofre alguma variação ao longo dos meses, sendo as maiores ocorrências em junho e julho. A análise e discussão dos resultados revelam que as espécies têm preferências por águas com profundidades diferentes, mas no entanto é possível observar as 6 espécies mais frequentes em águas costeiras. A maioria dos avistamentos ocorre na zona Sudoeste, em águas costeiras, até 200 metros de profundidade...

Eventos meteorológicos extremos na ilha Terceira

Neves, Isabel; Arroz, Ana Margarida Moura; Rodrigues, António Félix Flores
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 13/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
96.68%
Fórum Internacional de Pedagogia II (FIPED) - "Investigar é conhecer". Universidade dos Açores, Angra do Heroísmo, Portugal, 13 e 14 de Abril de 2012.; O principal objetivo deste trabalho é calcular a estimativa probabilística do período de retorno de eventos meteorológicos extremos (precipitações) na Ilha Terceira - Açores, de modo a estimar a sua vulnerabilidade em eventos futuros.

Factores bióticos e abióticos na distribuição e reprodução de espécies íctias costeiras residentes : estudo de caso no ilhéu dos Fradinhos, ilhéu das Cabras e Serretinha. Ilha Terceira, Açores, PT

Silva, João Manuel Medeiros
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 17/11/2014 POR
Relevância na Pesquisa
106.74%
Dissertação de Mestrado em Gestão e Conservação da Natureza; Este trabalho tem por objectivo, o estudo de características ecológicas da íctiofauna residente, em três locais distintos na costa S da Ilha Terceira, Açores, Portugal, caracterizados por se encontrarem no mesmo alinhamento SE – NW. Assim, recolhemos dados directos e indirectos sobre essas espécies junto à costa – Serretinha, nos ilhéus próximos – Cabras e num afloramento rochoso mais distante – Fradinhos. Dividiu-se o trabalho em duas partes: a) recolha de exemplares das espécies residentes para amostragem biológica, nomeadamente determinação dos índices hepato e gonadossomático, de modo a detectar eventuais picos reprodutivos; e b) análise de conteúdos estomacais, com o propósito de descrever os hábitos alimentares das espécies costeiras mais comuns. Paralelamente, efectuaram-se mergulhos em transeptos pré-determinados, de forma a realizar contagens de indivíduos e, assim, poder descrever as comunidades residentes nos três locais tendo em conta: a) riqueza, b) equitabilidade e c) diversidade. Igualmente se registaram os principais factores abióticos passíveis de influenciar os dados acima referidos. A íctiofauna dos Açores é ainda pouco conhecida...

Contribuição para o estudo da criptosporidiose em vitelos de explorações leiteiras da ilha Terceira, Açores

Barros, Sílvia Vanessa Antunes de
Fonte: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 15/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
96.68%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; Os protozoários do género Cryptosporidium são parasitas obrigatórios, sendo algumas espécies responsáveis por diarreias em vitelos. O impacto da criptosporidiose nas explorações leiteiras fica a dever-se sobretudo às perdas económicas provocadas pela doença clínica, nomeadamente os gastos directos em tratamentos veterinários e os gastos indirectos devido a mortalidades e atrasos no crescimento. O contágio é efectuado por via fecal-oral e a transmissão pode ocorrer de forma directa pelo contacto com fezes de animais infectados, ou de forma indirecta pelo contacto com superfícies contaminadas ou pela ingestão de água ou alimentos contaminados. Os objectivos deste estudo foram avaliar a prevalência e os fatores de risco associados ao parasitismo por Cryptosporidium sp. em vitelos de explorações leiteiras até aos 60 dias de idade, com e sem diarreia, na ilha Terceira, Açores. As amostras fecais foram colhidas de 250 vitelos provenientes de 51 explorações e analisadas através de esfregaço fecal e coloração de Ziehl-Neelsen modificada. A consistência das fezes foi classificada de forma a avaliar a presença ou ausência de diarreia. Dados das prácticas de maneio e condições sanitárias foram obtidos através de questionário ao produtor. A prevalência global da infeção por Cryptosporidium sp. foi de 31...

Caracterização das silagens de erva da ilha Terceira

Rego, Isac Estrela
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 27/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
86.77%
Dissertação de Mestrado, Engenharia Zootécnica (Zootecnia), 27 de abril de 2015, Universidade dos Açores.; Tem por objetivo este trabalho caracterizar as silagens de erva da ilha Terceira. Foram avaliadas 50 amostras de silagens de erva de diferentes explorações agrícolas da ilha Terceira de forma a poder obter uma representação geral de todo o universo em estudo. As amostras foram colhidas no ano de 2012, e foram posteriormente analisadas no Laboratório de Nutrição Animal da Universidade dos Açores para se proceder à caracterização do seu valor nutritivo. Esta caracterização baseou-se em análises à concentração dos diversos componentes orgânicos: o teor em matéria seca (MS), o teor de proteína bruta (PB), o teor de fibra em detergente neutro (NDF), o teor de fibra em detergente ácido (ADF), o teor de lenhina em detergente ácido (ADL), o azoto amoniacal (N-NH3), o teor de cinzas e o pH da silagem. Da totalidade da amostra apenas 32% apresentava valores ideais para a composição em MS. Quanto ao teor de PB os resultados obtidos foram um pouco baixos para a qualidade da forragem açoriana, havendo um maior número de amostras compreendidas entre 10 e 12% de PB, cerca de 36% das amostras. Quanto aos resultados do teor N – NH3...

Monitorização das águas subterrâneas e superficiais da Ilha Terceira, no âmbito do Projeto Geotérmico da Terceira (PGT)

Borges, Renata Almeida
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 30/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
86.74%
Dissertação de Mestrado, Engenharia e Gestão de Sistemas de Água, 30 de Setembro de 2015, Universidade dos Açores.; O presente trabalho realizou-se no âmbito do Projecto de mestrado em Engenharia e Gestão de Sistemas de Água, ministrado no Departamento de Ciências Agrárias da Universidade dos Açores. Tem como objectivo a monitorização das águas subterrâneas e superficiais da Ilha Terceira, no âmbito do Projecto Geotérmico da Terceira (PGT). Os parâmetros a analisar são a temperatura, pH e condutividade eléctrica em diversos pontos de água. Em termos de temperatura, a água subterrânea aparenta sofrer alguma influência da temperatura do ar, pois são águas podem ser provenientes de aquíferos suspensos. Também tenho como objectivo, relacionar o pH com o nível de sulfatos e dióxido de carbono, pois estas relações indicam-nos uma possível presença de fluidos hidrotermais nas águas.; ABSTRACT: This work was carried out under the Project's degree in Engineering and Water Management Systems, taught in the Department of Agricultural Sciences at the University of the Azores. It aims at monitoring of groundwater and surface waters of Terceira Island, in the context of the Third Geothermal Project (TMP). The parameters to be analyzed are temperature...