Página 1 dos resultados de 108 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Fungos associados às sementes de cana-de-açúcar (cariopses) no Brasil: identificação, patogenicidade e controle; Sugarcane seedborne (caryopses) fungi in Brazil: identification, pathogenicity and control

Martins, Thaïs Dias
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
36.53%
Este estudo teve como objetivos: investigar o método mais adequado para detecção de fungos associados às sementes de cana-de-açúcar; fazer o levantamento dos fungos associados às sementes e incidência; correlacionar a incidência fúngica nessas sementes e o ambiente onde foram produzidas; efeitos que fungos associados às sementes têm em sementes e plântulas; patogenicidade dos fungos mais freqüentes e sintomas que podem causar; determinar a sensibilidade dos principais fungos a fungicidas; determinar a fitotoxicidade de sementes e plântulas a fungicidas e propor o tratamento fungicida mais adequado para produção de plântulas vigorosas, sem sintomas, para os programas de melhoramento. Para avaliar o método mais adequado de detecção dos fungos, realizaram-se análises sanitárias utilizando combinações entre recipientes, substratos e regimes de luz. Para levantamento dos fungos associados e da incidência em sementes, realizaram-se análises sanitárias das sementes de 29 amostras e as incidências fúngicas obtidas foram comparadas com os dados climáticos do local onde foram produzidas as sementes. Os possíveis efeitos dos fungos às sementes e plântulas foram estudados por testes de sanidade e germinação de sementes...

Identificação e caracterização de componentes antigênicos proteicos secretados por Sporothrix schenckii; Identification and caracterization of antigens secreted by Sporothrix schenckii

Nascimento, Rosana Cícera
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2004 PT
Relevância na Pesquisa
26.26%
Camundongos da linhagem BALB/ c foram infectados com 5x106 leveduras de S. schenckii e acompanhados durante vinte e oito dias de infecção. Através da contagem do número de UFC nos baços fígados verificou-se que a carga fúngica nos órgãos dos animais diminui drasticamente na segunda semana de infecção. O teste ELISA revelou que nos órgãos destes animais a citocina IL-10 produzida em níveis mais elevados durante toda a infecção, assim modulando o controle da infecção. O padrão de proteínas secretadas pelas células leveduriformes de S. schenckii quando cultivadas em meio de cultura líquido e visualizado através de SDS-PAGE, apresentou bandas com pesos moleculares entre 97kDa e 20,1 kDa. Uma banda de 70 kDa foi reconhecida pelos soros dos animais infectados somente após a segunda semana de infecção e persistiu até o final desta. Os níveis de Ig total produzidos contra o antígeno solúvel e a proteína de 70 kDa aumentaram na segunda semana infecção e os títulos mantiveram-se durante a infecção. A isotipagem dos anticorpos revelou a predominância dos isotipos IgG1 e IgG3 para os dois antígenos testados. Notou-se que o aumento dos níveis de Ig contra o exoantígeno e a proteína imunorreativa de 70kDa...

Identificação de cinco espécies de Candida pela reação em cadeia da polimerase (PCR) e por hemoculturas em pacientes pediátricos com risco para candidemia; Identification of five Candida species by PCR and blood cultures in pediatric patients at-risk of candidemia

Negro, Gilda Maria Barbaro Del
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/01/2009 PT
Relevância na Pesquisa
26.29%
As infecções sistêmicas causadas por Candida spp. representam importante causa de morbidade e mortalidade em pacientes pediátricos internados em unidades de cuidados intensivos. A utilização de fármacos imunodepressores em pacientes submetidos a transplantes, antibioticoterapia prolongada, nutrição parenteral, presença de cateter venoso central, entre outros fatores, contribuem para o aumento na freqüência destas infecções oportunísticas. Embora Candida albicans permaneça como a espécie mais freqüentemente isolada de episódios de candidemia, tem ocorrido aumento do número de infecções causadas por espécies não albicans. Os métodos convencionais de cultivo apresentam sensibilidade limitada, além de demandar tempo prolongado para a identificação das espécies infectantes. A Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) requer pequenos volumes de sangue para análise, situação ideal para crianças gravemente enfermas, propiciando diagnóstico rápido e identificação precisa das espécies de Candida. Este estudo teve como objetivos padronizar técnicas de PCR de dupla amplificação, para identificar cinco espécies de Candida em amostras de sangue de pacientes pediátricos com risco de desenvolver candidemias...

Validação da PCR multiplex na detecção e identificação de Candida spp. em infecções de corrente sanguínea de pacientes  pediátricos gravemente doentes; Validation of a PCR multiplex assay for detection and identification of Candida spp. in bloodstream infections of critically ill pediatric patients

Taira, Cleison Ledesma
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
26.29%
A ocorrência de candidemias em pacientes internados em unidades de cuidados intensivos é um grave problema por estar relacionada a elevadas taxas de mortalidade. Sinais e sintomas de infecção hematogênica causada por Candida sp. são inespecíficos, dificultando o diagnóstico e representando um desafio para o desenvolvimento de métodos diagnósticos que identifiquem precocemente o agente em amostras clínicas. As metodologias tradicionais (hemocultura e identificação fenotípica) e sorológicas (detecção de beta-D-glucana, manana e anticorpos anti-manana) apresentam limitações de sensibilidade e especificidade, sendo os métodos moleculares uma alternativa para o diagnóstico dessas infecções. Neste trabalho foi desenvolvida uma técnica de nested PCR multiplex capaz de identificar sete espécies de Candida (C. albicans, C. glabrata, C. parapsilosis, C. tropicalis, C. krusei, C. lusitaniae e C. pelliculosa) diretamente em amostras sanguíneas de pacientes com elevado risco de desenvolver candidemias. Na primeira etapa de amplificação foram utilizados primers universais para fungos (ITS1 e ITS4); e na segunda, os primers espécie-específicos foram distribuídos em dois sistemas de amplificação, a saber: um com primers para C. albicans...

Padronização da espectrometria de massa MALDI-TOF para identificação de cepas de Trichosporon spp. de importância médica; Standardization of MALDI-TOF mass spectrometry for identification of Trichosporon spp of medical relevance

Almeida Júnior, João Nobrega de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
26.38%
O gênero Trichosporon é composto por leveduras artrosporadas do Filo Basidiomycota e é conhecido agente de infecção fúngica invasiva (IFI) em pacientes imunodeprimidos ou com outros fatores de risco. Em pacientes onco-hematológicos é a principal levedura responsável por IFI depois do gênero Candida. Entre as espécies responsáveis por infecções no homem encontram-se: T. asahii, T. inkin, T. mucoides, T. dermatis, T. jirovecii, T. ovoides, T. cutaneum, T. montevideense, T. domesticum, T. asteroides, T. coremiiforme, T. faecale, T. dohaense, T. lactis, T. japonicum. A tecnologia de identificação de fungos por espectrometria de massa (SM) MALDI-TOF ainda carece de padronização para identificação de fungos do gênero Trichosporon, mas a literatura mostra resultados encorajadores. O objetivo deste estudo é padronizar a técnica de espectrometria de massa MALDI-TOF para a identificação das espécies do gênero Trichosporon de importância médica. O estudo foi realizado em cooperação entre a Divisão de Laboratório Central do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (DLC, HC-FMUSP), Instituto de Medicina Tropical da USP (IMT-USP), Instituto Adolfo Lutz (IAL) e Laboratoire de Parasitologie-Mycologie do Hospital Saint Antoine de Paris...

Aspectos ecológicos da comunidade fúngica do solo em ambientes ripários com diferentes formas de manejo; Ecological aspects from the fungi community soil in riparian environments with different handlings forms

Prade, Cristian André
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.26%
As florestas ripárias no Estado do Rio Grande do Sul, encontram-se fortemente reduzidas e fragmentadas e, particularmente no rio Taquari-Antas, os efeitos dessa fragmentação são observados. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a diversidade fúngica do solo, em ambientes ripários com diferentes formas de manejo, na região de Roca Sales, Rio Grande do Sul, Brasil. Estas amostras foram coletadas em diferentes estações, entre 2003 e 2005. As amostras de solo foram diluídas até 10-6 e semeadas sobre meio BDA, em placas de Petri. A incubação ocorreu a 27ºC por seis dias, com fotoperíodo de 12 horas, para posterior identificação dos espécimes. O pomar de Citrus sinensis com manejo agroecológico apresentou 28 espécies, seguido pelo pomar de C. sinensis com manejo convencional com 26 espécies, pela mata ripária com vegetação nativa 24 espécies e por último pela área reflorestada por Hovenia dulcis Thumb., com 15 espécies. As espécies fúngicas que apresentaram maior número de isolados, independente das áreas amostradas, foram: Trichoderma harzianum, Aspergillus niger e Penicillium citrinum.; The riparian forests in Rio Grande do Sul state, is strongly reduced and fragmented and, particularly on the river Taquari-Antas...

Infecções fúngicas oculares : epidemiologia e etiologia de 23 casos de ceratite fúngica no Rio Grande do Sul; Fungal eye infections: epidemiology and etiology of 23 cases of fungal keratitis in Rio Grande do Sul

Cardoso, Isabel Cristina Espíndola
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
26.26%
A ceratite fúngica (CF) é uma micose ocular oportunística, que tem como sítio de infecção a córnea. Não é uma enfermidade de risco de vida, mas de extremo comprometimento visual e dificuldade terapêutica e, em casos graves, podendo levar à cegueira total ou mesmo a perda do globo ocular. O trabalho objetivou identificar os agentes etiológicos causadores da CF, e descrever os critérios terapêuticos empregados. No período de 1998 a 2011 foram estudados 23 casos de CF diagnosticados no Laboratório de Micologia da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre / RS. Foram analisados os aspectos demográficos, as doenças de base e os fatores associados ao desenvolvimento da doença, assim como os critérios terapêuticos. No presente estudo, a mediana de idade foi 45 anos, com variação entre 15 e 76 anos, com predomínio do gênero masculino. Os fungos filamentosos figuraram em 78% (18/23) dos casos analisados, sendo o gênero Fusarium spp. o agente etiológico de maior frequência. Concluiu-se que uma compreensão epidemiológica local e a identificação dos fatores de risco, agregados ao diagnóstico micológico precoce e eficaz, são fundamentais na prevenção e correta conduta terapêutica da CF no Rio Grande do Sul...

Estudo da microbiota fúngica gastritestinal de morcegos (Mammala, Chiroptera) da região noroeste do estado de São Paulo: potencial zoonótico

Tencate, Luciano Nery
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 52 f. : il., tab.
POR
Relevância na Pesquisa
26.26%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciência Animal - FMVA; Os morcegos são hospedeiros de uma rica diversidade de microrganismos. Muitos trabalhos apontam uma estreita ligação entre os quirópteros e fungos com potencial patogênico, principalmente por habitar ambientes como cavernas, grutas e ocos de árvores, favoráveis, à manutenção e propagação dos fungos. O seguinte trabalho teve como objetivo estudar a microbiota fúngica gastrintestinal de morcegos capturados vivos ou cedidos pelos Laboratórios de Chiroptera e de Raiva do Departamento de Apoio e Produção Animal da Unesp de Araçatuba. Para o cultivo micológico foi utilizado macerados de baço, fígado, intestinos e fezes e inoculados em tubos contendo ágar Sabouraud com cloranfenicol e BHI incubados a temperaturas de 25º e 37º C, respectivamente por um período não inferior a 10 dias.Os cultivos com características de leveduras foram submetidos à coloração com tinta Nanquim, à hidrólise da uréia, termotolerância e fenoloxidase, enquanto que os miceliais foram identificados de acordo com características morfológicas e tintoriais. A PCR foi utilizada para a identificação de espécie com potencial patogênico. Das 98 amostras pertencentes a 11 espécies de morcegos procedentes de 15 cidades estudadas...

Identificação de claviceps africana em sorgo (Sorghum bicolor [L.] Moench) no Brasil

Mottana, Gracieti Viscarra
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, [83] f.| il., grafs., tabs. +
POR
Relevância na Pesquisa
26.29%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias.; A identificação de Claviceps africana em sorgo, foi dividida em três distintas etapas, interligadas entre si. Na primeira fase, foram analisadas amostras de panículas frescas de sorgo (Sorghum bicolor [L.] Moench), provenientes de lavoura naturalmente infestada, coletadas nos municípios de Rio do Oeste e Ituporanga, no Estado de Santa Catarina; escleródios de Claviceps spp coletados em sorgo, provenientes do campo de produção de sementes, no município de Capinópolis no Estado de Minas Gerais e escleródios do fungo em estudo, provenientes de plantação em casa-de-vegetação realizada no Departamento de Ciência e Tecnologia de Alimentos, do Centro de Ciências Agrárias, da Universidade Federal de Santa Catarina, para a caracterização morfológica dos escleródios. Tendo sido esta realizada, com o emprego de técnicas de macroscopia para a observação da camada externa da estrutura fúngica, através de microscópio-estereoscópio e, de microscopia nos tecidos internos da estrutura, visualizados por microscópio óptico e microscópio eletrônico de varredura. Na segunda etapa do trabalho de identificação micológica e fitopatológica de C.africana em sorgo...

Tendências atuais na bioprospecção, identificação e preservação de fungos filamentosos

Lima, Nelson
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.24%
Os fungos filamentosos são microrganismos ubíquos e pertencem ao Reino dos Fungos. Estima-se que haverá na natureza cerca de 1,5 milhões de espécies de fungos, sendo que cerca de 6% destes são actualmente conhecidos. Associado a este enorme desconhecimento e mantendo-se o ritmo de descrição de novas espécies, que tem variado entre 800 a 1000 por ano, só de aqui a umas boas centenas de anos poderemos ter uma visão mais aprofundada do papel que estes microrganismos têm na natureza. Para além deste enorme fosso no conhecimento deste Reino, dificuldades têm-se colocado na sua identificação e correcta classificação. Técnicas cada vez mais modernas, como as da biologia molecular e as análises espectrais complementam-se para abordagens polifásicas da identificação fúngica. Finalmente, os problemas de preservação ex situ de linhagens fúngicas com interesse biológico, ou mesmo biotecnológico, associado à maior exigência de uma informação mais completa e com qualidade para cada linhagem e à garantia da qualidade do material preservado fazem das colecções de culturas elementos essenciais da infra-estrutura científica nas ciências da vida e na biotecnologia e as parceiras privilegiadas para o desenvolvimento da bio-economia.

Avaliação da exposição a fungos e partículas em explorações avícolas e suinícolas: estudo

Santos, Carlos Silva; Viegas, Carla; Almeida, Ana; Clérigo, Anália; Veríssimo, Cristina; Carolino, Elisabete; Dias, Hermínia Brites; Malta-Vacas, Joana; Veiga, Luísa; Almeida-Silva, Marina; Sabino, Raquel; Viegas, Susana; Mateus, Vanessa
Fonte: Autoridade para as Condições do Trabalho Publicador: Autoridade para as Condições do Trabalho
Tipo: Livro
Publicado em /02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
26.53%
O projeto “Avaliação da Exposição a Fungos e Partículas em Explorações Avícolas e Suinícolas” contemplou um elevado número de colheitas ambientais e biológicas e respectivo processamento laboratorial, sendo apenas possível a sua concretização graças ao financiamento disponibilizado pela Autoridade para as Condições de Trabalho. Foi realizado um estudo transversal para avaliar a contaminação causada por fungos e partículas em 7 explorações avícolas e 7 explorações suinícolas. No que concerne à monitorização biológica, foram medidos os parâmetros espirométricos, utilizando o espirómetro MK8 Microlab, avaliada a existência de sintomas clínicos associados com a asma e outras doenças alérgicas, através de questionário adaptado European Community Respiratory Health Survey e, ainda, avaliada a sensibilização aos agentes fúngicos (IgE). Foram ainda adicionados dois objetivos ao estudo, designadamente: aferir a existência de três espécies/estirpes potencialmente patogénicas/toxinogénicas com recurso à biologia molecular e avaliar a exposição dos trabalhadores à micotoxina aflatoxina B1 por recurso a indicador biológico de exposição. Foram colhidas 27 amostras de ar de 25 litros nas explorações avícolas e 56 de 50 litros nas explorações suinícolas através do método de impacto. As colheitas de ar e a medição da concentração das partículas foram realizadas no interior e no exterior dos pavilhões...

Identificação Molecular de Candidoses invasivas no Centro Hospitalar Cova da Beira, E.P.E Métodos Convencionais vs. Métodos Moleculares

Pereira, Ana Paula
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 25/06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.34%
As leveduras são fungos oportunistas responsáveis pela maior parte das infecções fúngicas nos seres humanos. Este tipo de infecções é mais comum em indivíduos com o sistema imunitário comprometido e têm vindo a aumentar ao longo dos anos. A espécie Candida albicans é a mais frequentemente identificada, como sendo responsável por este tipo de infecções, no entanto, o número de infecções provocadas por outras espécies do género Candida ocorre cada vez com mais frequência. As infecções hospitalares fúngicas constituem uma causa crescente de morbilidade e mortalidade em hospitais, afectando tanto doentes internados, como profissionais de saúde. Do ponto de vista etiológico, a grande maioria das infecções fúngicas hospitalares é causada por espécies do género Candida, principalmente Candida albicans, C. parapsilosis, C. tropicalis e C.glabrata. A sua identificação taxonómica, geralmente exige o seu isolamento inicial em meios de cultura, a realização de provas bioquímicas de assimilação in vitro, com a utilização de “kits” comerciais, ou a sua repicagem para meios cromogénios. O principal objectivo deste trabalho foi a identificação rápida e eficaz de candidoses invasivas através de uma metodologia molecular de diagnóstico que fosse simples e fácil de implementar em laboratórios de diagnóstico microbiológico. Para tal...

Controvérsias a respeito da sepse fúngica no pré-termo extremo: profilaxia e esquemas terapêuticos

Moreira,Maria E. L.
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2005 PT
Relevância na Pesquisa
26.55%
OBJETIVO: Rever as mais recentes publicações sobre infecção fúngica no recém-nascido de muito baixo peso ao nascer, com objetivo de fornecer aos profissionais de saúde atualização sobre um crescente problema nas unidades neonatais. A revisão se dirige especificamente às questões relacionadas a incidência, manuseio clínico, tratamento e profilaxia. FONTES DE DADOS: Artigos originais e de revisão, publicados nos últimos 15 anos no MEDLINE e Lilacs, foram identificados usando como palavras-chave: recém-nascido, prematuro, baixo peso ao nascer, infecção fúngica, sepse, cândida, anfotericina e fluconazol. SÍNTESE DOS DADOS: A incidência de sepse fúngica vem aumentando nas unidades de terapia intensiva neonatal. Embora novas drogas venham se tornando disponíveis (echinocandinas), a anfotericina B continua sendo a droga de escolha para o tratamento inicial. Atualmente, existem quatro classes de drogas disponíveis para o tratamento: os polienos macrolídeos (anfotericina B e formulações lipídicas), os azoles (fluconazol e voriconazol), as pirimidinas fluorinadas (flucitosina) e as echinocandinas (micafungin e caspofungin). Duas drogas vêm sendo descritas na prevenção da doença invasiva: nistatina e fluconazol. Fluconazol é a droga sobre a qual mais se conhece da farmacocinética no período neonatal...

Fungos associados às sementes (Cariopses) de cana-de-açúcar: métodos para detecção, incidência e relação entre incidência fúngica e ambiente de produção das sementes

Martins,Thais Dias; Menten,José Otavio Machado; Sanguino,Álvaro
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
O presente trabalho teve como objetivos: determinar o método mais adequado para detecção e identificação de fungos associados às sementes (cariopses) de cana-de-açúcar; caracterizar os fungos associados; verificar as incidências nessas sementes e relacionar a incidência fúngica nessas sementes com o ambiente onde foram produzidas. Para detecção do método mais adequado, foram comparados dois substratos, em placas de Petri: agar-água com papel quadriculado e papel de filtro. Utilizaram-se placas de Petri de plástico e de vidro do tipo pirex, para verificar a influência do recipiente. Também foram comparados dois regimes de luz (12 h luz branca fluorescente/12 h escuro e escuro contínuo). As sementes foram mantidas durante sete dias sob temperatura constante de 28 2ºC, quando se procedeu à avaliação. Os requisitos para comparação dos métodos foram sensibilidade, economicidade e praticidade. A partir do método determinado como o mais adequado, foi realizada análise sanitária de 29 cruzamentos dos anos de 2002, 2003 e 2004, caracterizando os fungos associados e verificando as incidências. Posteriormente, compararam-se estas incidências com as condições ambientes, de temperatura e umidade relativa, em que as sementes foram produzidas no programa de melhoramento genético. O método considerado mais adequado...

Classificação Macroscópica, identificação da microbiota fúngica e produção de aflatoxinas em híbridos de milho

Dilkin,Paulo; Mallmann,Carlos Augusto; Santurio,Janio Morais; Hickmann,José Luis
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2000 PT
Relevância na Pesquisa
26.38%
Com o objetivo de medir o potencial de resistência de 5 diferentes híbridos de milho, logo após a colheita, ao crescimento de fungos e produção de aflatoxinas (AFs), foram avaliados os seguintes parâmetros: 1) aspecto macroscópico dos grãos, sendo os grãos de cada híbrido classificados como íntegros, danificados por insetos (DI) ou danificados por fungos (DF); 2) contaminação fúngica dos híbridos; 3) potencial para resistência à produção de AFs, através do cultivo de Aspergillus parasiticus, linhagem NRRL 2999, sobre grãos de cada híbrido estudado; 4) consumo de matéria seca dos híbridos pelo cultivo fúngico. Como resultado, observou-se que 38% do milho de todos os híbridos apresentaram comprometimento macroscópico, sendo 26,7% DI e 11,3% DF. Os híbridos recém-colhidos apresentaram contaminação fúngica por Penicillium sp. (14,3%); Aspergillus sp. (23,6%) e Fusarium sp. (57,1%). O potencial de produzir AFs pelos diferentes híbridos em cultivos por 5 e 10 dias apresentou diferença somente com relação à aflatoxina G2 em cultivos por 5 dias. A média de consumo de matéria seca dos híbridos de milho foi de 1,25 e 2,69% submetidos ao cultivo de fungos por períodos de 5 e 10 dias, respectivamente.

Efeitos da adição de vagens de algaroba sobre a composição química e a microbiota fúngica de silagens de capim-elefante

Batista,Ângela Maria Vieira; Guim,Adriana; Souza,Iraci Saraiva; Lira,Krystyna Gourlach; Santos,Mércia Virginia Ferreira dos; Dubeux Júnior,José Carlos Batista
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
26.38%
Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar o efeito da adição de vagens de algaroba ao capim-elefante sobre a composição química e a microbiota fúngica das silagens. Os tratamentos constaram de silagens formadas pela associação de capim-elefante e vagens de algaroba nas seguintes proporções: 100:0; 67:33; 34:66 e 0:100. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com quatro tratamentos e quatro repetições. As silagens foram confeccionadas em mini-silos de PVC, mantidos lacrados por 120 dias. Após abertura dos silos, foram coletadas amostras das silagens para isolamento e identificação dos fungos e avaliação da composição química das silagens. A adição de vagens ao capim-elefante reduziu linearmente os teores de FDN, FDA e cinzas (MM) e aumentou o de MS. Um total de 490 unidades formadoras de colônias (UFC) foi isolado por g de material e apresentou a seguinte distribuição: 68; 101; 261 e 58 UFC/g de silagens, respectivamente, nos tratamentos 100:0; 67:33; 34:66 e 0:100. A adição de vagens aos silos alterou a microbiota fúngica das silagens. No tratamento contendo somente silagem de algaroba, houve maior diversidade de espécies fúngicas, apesar da menor contagem de UFC/g de amostra...

Exposição a fungos dos trabalhadores dos ginásios com piscina

Viegas, Carla Sofia Costa
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.88%
RESUMO - Os trabalhadores dos ginásios com piscinas apresentam maior prevalência de lesões fúngicas, como a Tinea pedis e a onicomicose, devido às características intrínsecas da sua actividade profissional, pois apresentam mais horas por dia de exposição à contaminação fúngica das superfícies. Esta situação verifica-se não só por serem os que mais frequentam os locais possíveis de estarem contaminados, como é o caso de balneários, vestiários e zona envolvente às piscinas, mas também porque algumas das actividades desenvolvidas são realizadas com os pés descalços. Além disso, a utilização de roupa sintética e de calçado ocluso, que retêm a sudação excessiva, favorece o desenvolvimento fúngico. Constituiu objectivo deste trabalho conhecer o risco de infecção e/ou lesão (Tinea pedis e onicomicose) nos trabalhadores dos ginásios com piscina e a sua eventual relação com a exposição à contaminação fúngica (ar e superfícies) dos locais de trabalho. Foram descritas as variáveis ambientais e biológicas que influenciam a infecção e/ou lesão fúngica em ambiente profissional e exploradas eventuais associações entre essas mesmas variáveis. Foram também conhecidas as diferenças da contaminação fúngica das superfícies entre as duas principais estações do ano (Verão e Inverno) e entre antes e depois da lavagem e desinfecção. O estudo realizado possui uma componente transversal...

Avaliação fúngica de plantas medicinais comercializadas em Luziânia (GO)

Medeiros, Fernanda Araújo
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
26.38%
Plantas medicinais são frequentemente contaminadas por microrganismos, pois estão em contato direto com o solo e devido às precárias condições de colheita, processamento, armazenamento, transporte, manipulação e embalagem. O presente trabalho teve como objetivo avaliar plantas medicinais, Rosmarinus officinalis e Matricaria chamomilla, provenientes de feira livre, ervanaria e farmácias de Luziânia – GO quanto à contaminação fúngica. A contagem fúngica foi realizada através do semeio das diluições 10-1 a 10-4 em ágar Sabourand Dextrose e após isso a identificação dos fungos presentes foi realizada através de isolamento em macrocultura e microcultivo. Fungos e/ou leveduras estavam presentes em 87,5% das amostras com variação de 4,2 x 101 a 9,0 x 103 UFC/g. Todas as amostras encontraram-se aprovadas se realizados o processo extrativo a quente, porém duas amostras de Rosmarinus officinalis e um de Matricaria chamomilla foram reprovadas se forem utilizadas a extração à frio, pois possuem contagem superior a 103, limite especificado pela ANVISA. Verificou-se a presença de diversos fungos, como Aspergillus, Penicillium e Fusarium, potenciais produtores de micotoxinas, e Exophiala e Microsporum que podem ocasionar danos à 2 saúde daqueles que entram em contato ou consumem tais plantas medicinais. A partir dos resultados obtidos pode-se concluir que algumas plantas medicinais analisadas não estão aptas para o consumo se extraídas pelo processo a frio...

A estrutura do fígado de micos-leões de cativeiro (Callithrichidae, Primates); Identification of fungi microflora in the ear conducts of rhesus macaques (Macaca mulatta) kept in captivity: uma abordagem estereológica

Brotto, Thais Lins; Andrade, Márcia Cristina Ribeiro; Gonçalves, Miguel Ângelo Brück; Gimenis, Flávio; Pina, Alexandre
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 ENG
Relevância na Pesquisa
26.38%
Inúmeros fatores predisponentes podem acarretar doenças auriculares a partir de uma microbiota saprófita. A identificação da microbiota fúngica poderia auxiliar no diagnóstico e tratamento de micoses que possam se tornar patogênicas mediante um desequilíbrio homeostásico. Este trabalho objetivou identificar a microbiota fúngica saprófita no conduto auditivo médio de macacos rhesus (Macaca mulatta) clinicamente saudáveis, destinados à pesquisa biomédica. Quarenta macacos rhesus foram divididos em dois grupos. O grupo I foi formado por animais adultos, alojados em gaiolas individuais localizadas em containeres especiais de experimentação com temperatura e umidade controladas. O grupo II, originado da colônia de criação, foi formado por animais jovens, mantidos em ambientes livres, sem controle de temperatura e umidade. O cerúmen do conduto auditivo médio dos animais foi coletado através de swabs. A semeadura das amostras foi feita em placas de Petri contendo Ágar Sabouraud com cloranfenicol 1%, lacradas com fita adesiva e incubadas à temperatura ambiente. Nos 20 animais do grupo I, foi encontrado o seguinte: Aspergillus (80%), Candida (60%), Cladosporium (5%) e Rhodotorula (5%). O grupo II apresentou uma diversidade maior de fungos: Candida sp. (95%)...

Identificação por Maldi-Tof MS de isolados de Aspergillus seção Nigri e avaliação do potencial biotecnológico na produção de biossurfactantes

Faria, Lucas Vieira de
Fonte: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola; UFLA; brasil; Departamento de Biologia Publicador: Universidade Federal de Lavras; Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola; UFLA; brasil; Departamento de Biologia
Tipo: Dissertação
Publicado em 18/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.24%
Species belonging to section Nigri form a subgroup of genus Aspergillus, and are cosmopolitan. Many species of this section are used in food and fermentation industries, being A. niger the most reported, presenting GRAS status. However, this section is considered by many taxonomists as one of the most difficult to identify due to high genetic variability. Surfactants are amphipathic molecules that present two portions in the same molecule: a hydrophilic portion and a hydrophobic portion. Biosurfactants are a group of many molecules produced by different microorganisms and mainly classified by chemical structure and microbial origin. The objectives of this work were to identify 32 Aspergilus section Nigri fungal isolates by means of the MALDITOF MS technique, and test the biosurfactant production capacity of three Aspergillus niger isolates, using bacteria Bacillus subtilis CCMA 0087 as control. We tested three different protein extraction methodologies by MALDITOF MS, comparing them by means of grouping in dendrograms. The results showed that the grouping could vary depending on the methodology used. Regarding biosurfactant production capacity, the fungi isolates were tested to obtain the emulsification index, considering many aspects for its favoring...