Página 1 dos resultados de 615 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Levantamento ecológico rápido da ictiofauna e ictioplâncton na região do Arquipélago dos Alcatrazes, São Sebastião – SP, Brasil

Hoff, Natasha Travenisk; Rocha, Maria Luiza Chiste Flaquer da; Favero, Jana Menegassi Del; Dias, June Ferraz
Fonte: Faculdad de la Republic(UDELAR). Faculdad de Ciencias; Punta del Este Publicador: Faculdad de la Republic(UDELAR). Faculdad de Ciencias; Punta del Este
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
37.4%
Este trabalho teve como objetivo realizar um levantamento ecológico rápido da ictiofauna demersal, com ocorrência de pelágicos, e do ictioplâncton na região do Arquipélago dos Alcatrazes, São Sebastião (SP - Brasil), na Estação Ecológica Tupinambás. Foram realizadas 15 estações oceanográficas entre os dias 26 e 29 de setembro de 2011, a bordo do N/Pq. Soloncy Moura, do ICMBio. As amostras de ictiofauna foram coletadas com rede de arrasto de fundo com portas e para a coleta de ictioplâncton utilizou-se arrasto oblíquo com rede bongô. Os elasmobrânquios capturados foram pesados e medidos a bordo, sendo devolvidos vivos ao local de captura. Com relação à ictiofauna, foram registradas a ocorrência de 68 espécies, pertencentes a 32 famílias de actinopterígios e cinco de elasmobrânquios. Ctenosciaena gracilicirrhus, Pagrus pagrus, Prionotus punctatus, Porichthys porosissimus, Dactilopterus volitans, Stephanolepis hispidus e Cyclichthys spinosus representaram 81 % dos organismos coletados. Dentre as espécies capturadas, 42 % são de ocorrência comum, tanto ao litoral central (Santos) como às plataformas interna e média do estado de São Paulo. 25 % das espécies já haviam sido registradas em um levantamento...

Spatio-temporal variation in surf zone fish communities at Ilha do Cardoso State Park, São Paulo, Brazil; Variación espacio temporal de la ictiofauna del Parque Estatal Ilha do Cardoso, São Paulo, Brasil

Favero, Jana Menegassi Del; Dias, June Ferraz
Fonte: Valparaíso Publicador: Valparaíso
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.29%
In order to analyze the time-space variation of the fish fauna in the surf zone fish communities at Ilha do Cardoso State Park, São Paulo, Brazil, four consecutive hauls were done over a year on three beaches with different degrees of exposure, at low and high tide. To evaluate the influence of each abiotic variable over the fish community, a Canonical Correspondence Analysis was conducted. We identified 7.286 individuals belonging to 20 families and 47 species, most specimens collected were juveniles. At low tide, the highest diversity and richness values were calculated while the highest dominance was obtained at high tide. As for the number of species collected at the three beaches, stood out for the lower values the cooler months, between June and September. Abiotic variables explained 41.3% of the variability of biological data, where 11.4% corresponds to the spatial variation. Meanwhile the temporal variables accounted for 31.9% of the variation in abundance, where 26.3% of the variance explained nycthemeral variation. Additionally two groups were clearly observed between months with low and high temperature. However in this variable, the tidal variation, excluding the seasonal effect, explained 6.2%, while seasonality, excluding tide effect...

Composição e alimentação da ictiofauna da área de influência da Usina Hidrelétrica de Funil, localizada no rio Grande, região sul do estado de Minas Gerais

Souza-Hojo, Débora Matioli
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: vii, 98 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; O presente estudo foi desenvolvido no curso superior do rio Grande, bacia do alto rio Paraná, na área de influência da Usina Hidrelétrica de Funil, localizada na região sul de Minas Gerais, com o objetivo principal de verificar a composição e alimentação da ictiofauna. Para isto, foram analisados os seguintes parâmetros: distribuição de classes de comprimento, diversidade ( e ) entre os pontos de coleta, relação peso- comprimento e fator de condição, alimentação e elaboração do espectro alimentar por ponto. As coletas ocorreram no período de julho de 2005 a julho de 2006, com freqüência trimestral, sendo amostrados 19 pontos, distribuídos a jusante e a montante da hidrelétrica, incluindo lagoas marginais sazonalmente alagadas e tributários de montante. Os petrechos de pesca utilizados consistiram de rede de espera e tarrafas de malhas variadas, anzol, rede de arrasto e peneira. Foram capturados 4.035 exemplares pertencentes a 32 espécies, abrangendo 5 ordens e 11 famílias. A distribuição das classes de comprimento revelou o predomínio de espécies de pequeno e médio porte. Em r elação à diversidade ...

Variação espaço-temporal de atributos ecológicos da ictiofauna de um grande reservatório Neotropical

Marques, Hugo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: vi, 31 p. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Pós-graduação em Aquicultura - FCAV; A formação de reservatórios altera as condições hidrológicas dos rios, afetando suas características físicas, químicas e biológicas, com reflexos na estrutura da ictiofauna, ocorrendo proliferação excessiva de algumas espécies e redução de outras. Estudos de longo termo ajudam compreender o desenvolvimento da estrutura e estabilidade das comunidades de peixes. Em ambientes impactados como reservatórios, esses estudos são necessários para recomendações de manejo a fim de mitigar esses impactos. Este estudo avaliou as alterações na estrutura da comunidade e variações da abundância (CPUE), riqueza e de índices de diversidade (Shannon, Simpson e Beta) nos 14 anos iniciais após a formação do reservatório de Porto Primavera em cinco estações de coleta ao longo do gradiente longitudinal do reservatório. Foram realizadas amostragens trimestrais, utilizando redes de espera expostas por 24 horas. As estações presentes nas zonas lóticas e de transição do reservatório apresentaram maiores valores em todas as variáveis avaliadas. A análise da diversidade beta (total e turnover) demonstra a maior estabilidade da comunidade na zona de transição. Na perspectiva temporal...

Inventário da ictiofauna do alto rio Paraíba do Sul e caracterização molecular das espécies encontradas

Maia, Gláucia Maria Garcia
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
The state of São Paulo has four main drainages: Paraná river, Paraíba do Sul river, Ribeira do Iguape river and coastal rivers. The Paraíba do Sul river is born in Sao Paulo and drains an important range of land east of the state. Its ichthyofauna has some similarities and many differences from the continental and coastal drainages which highlights the importance of this study. Surveys conducted in the ichthyofauna of this basin, as in other large river basins in Brazil, is still incomplete. Moreover, there is no consensus about the taxonomic status of many species listed in these surveys. Considering the promising use of DNA barcode as a global system for species identification, the present study is aimed to establishing an inventory of the ichthyofauna of the São Paulo portion of the river Paraíba do Sul and simultaneously build a DNA barcode reference sequence library for fish found. Were obtained and analyzed 354 sequences of the gene cytochrome oxidase c subunit I (COI) belonging to 66 species of São Paulo portion of the Paraíba do Sul river. The average K2P distance between individuals within species of this basin was 0.48%, and 9,87% between species within a genus. Five pairs of species (10 species) showed low levels of interspecific genetic divergence (<2%)...

Interferência das construções sucessivas de Pequenas Centrais Hidroelétricas (PCH), sobre a ictiofauna do rio Sapucaí-Mirim-SP, Brasil

Souza, Diogo Freitas
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 82 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - IBB; The aim of this study was to characterize the composition and structure of the ichthyofauna of the Sapucaí - Mirim River (SP) in stretches under direct interference of Small Hydropower Plants (SHP’s), which are disposed in a cascade system along the river main axis. From upstream to downstream the sequence of SHP’s are: Palmeiras, Anhanguera and Retiro (under construction during the investigation). New plants are to be constructed, in the superior and inferior river stretches. Eight sampling campaigns, considering eight sampling points, were conducted quarterly from June/2011 until March/2013. As capture apparatus, gillnets were used with meshes ranging from 3 to 18cm between opposite knots, all with 20m length and height ranging 1.5 to 2.0 m, totaling 450 m² per sampling site. Sixty-six taxa of fishes were identified and distributed in six orders, 19 families and 41 genus. The most specious order was Characiformes (29 species), followed by Siluriformes (25), Perciformes (six), Gymnotiformes (four), Synbranchiformes and Cyprinodontiformes orders (one taxon each). The Sapucaí-Mirim is a highly specious river...

Padrões de uso de habitat da ictiofauna em rios de tipo mediterrânico

Ilhéu, Maria Antónia Pacheco
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Foi objectivo do presente trabalho contribuir para o conhecimento da ecologia da ictiofauna de cursos de água de tipo mediterrânico, com ênfase nos padrões de uso de habitat. As variações sazonais do regime de escoamento de grande parte dos cursos de água mediterrânicos traduzem-se numa alternância entre ambientes láticos (com escoamento) e lênticos (sem escoamento). Perante a complexidade dos processos que ocorrem nestes rios, pretendeu-se abordar o padrão de uso do habitat dos agrupamentos piscícolas considerando a respectiva variabilidade espacio-temporal. Neste sentido procedeu-se à caracterização da estrutura dos agrupamentos piscícolas da rede hídrica do Guadiana e do padrão de distribuição das respectivas espécies, dando ênfase aos factores ambientais de escala regional. À escala local, e relativamente ao período lático, determinaram-se as curvas de probabilidade de uso das espécies nativas, em função da dimensão e estado de maturação, relativamente às principais variáveis físicas do habitat. A variação diária no uso do espaço foi também analisada em algumas espécies. Relativamente ao período lêntico, procedeu-se à caracterização da estrutura espacial e dinâmica dos agrupamentos piscícolas quando confinados a pegos. Finalmente examinou-se a influência das variações inter-anuais de escoamento na dinâmica entre espécies nativas e exóticas. A estrutura e distribuição das espécies piscícolas demonstraram possuir uma forte dependência dos factores ambientais de larga escala...

Estrutura e organização trófica da ictiofauna de águas rasas em um estuário tropical

Paiva,Andréa C. G. de; Chaves,Paulo de Tarso da C.; Araújo,Maria E. de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zoologia Publicador: Sociedade Brasileira de Zoologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.4%
O presente estudo avaliou: 1) se a diversidade da ictiofauna de águas rasas do Rio Formoso (Pernambuco) varia entre as zonas estuarinas superior e inferior, e entre os períodos seco e chuvoso e 2) se houve diferenças espaciais e temporais nas categorias tróficas dessa ictiofauna. Os peixes foram coletados bimestralmente com rede-de-arrasto tipo mangote. Foram coletados 5475 indivíduos pertencentes a 78 espécies, sendo 51,3% de origem recifal. Carangidae e Gerreidae tiveram a maior riqueza específica, enquanto Clupeidae, Engraulidae e Gerreidae a maior abundância. Entre as espécies dominantes (89%), destaca-se Rhinosardinia amazonica (36%). A maioria da ictiofauna é predadora (75%) e com hábito alimentar carnívoro de 2ª. ordem (37,5%). A diversidade foi significativamente mais elevada na zona superior do estuário. A zona superior do estuário é, provavelmente, mais produtiva devido a sua maior complexidade morfológica, à maior abundância de Rhizophora mangle (abrigo e refúgio para vários peixes) e ao sedimento lamoso. O Fator de Contribuição Trófica (FCT) de detritos foi maior na zona estuarina superior, onde há maior teor de silte e argila. O FTC para a produção primária foi mais elevado na zona estuarina média...

Biodiversidade e abundância da ictiofauna associada ao cultivo orgânico de Litopenaeus vannamei (Boone, 1931)

Costa Júnior, Marcos Antônio Freire da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Bioecologia Aquática; Bioecologia Aquática Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Bioecologia Aquática; Bioecologia Aquática
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
The expansion of shrimp farming has caused a series of environmental impacts, often as a result of lack of planning and adequate management. Organic aquaculture has emerged as an alternative to conventional shrimp farming, and differently, aims at the economical, ecological and farming potential of other organisms, such as fishes, oysters and seaweeds. The present study aimed at evaluating the biological diversity and abundance of the ichthyofauna associated to Litopenaeus vannamei organic culture at PRIMAR farm (Rio Grande do Norte, Brazil). The sampling period consisted of four culture cycles (1, 2, 3, and 4) accomplished in four grow-out ponds (V1, V7, V2, and V4) in 2005. The first two culture cycles were carried out during the rainy season, and the last two cycles, during the dry season. Environmental (temperature, salinity, transparency, and rainfall), biodiversity (diversity and uniformity and abundance indexes) of the ichthyofauna, and shrimp productivity data were collected throughout these four culture cycles. The results obtained for the environmental variables showed that both salinity and transparency oscillated in a significant way (p < 0.001) between culture cycles. In relation to the abundance of the ichthyofauna, fifty four species associated to the organic culture of Litopenaeus vannamei were collected and identified at PRIMAR. For the biodiversity criterion...

A ictiofauna de po?as rochosas de mar?: padr?es de distribui??o associados ao espa?o e ambiente

RUFFEIL, Tiago Octavio Begot
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.4%
Em estudos com comunidades biol?gicas, a busca por padr?es de ocorr?ncia e distribui??o das esp?cies v?m ganhando espa?o em pesquisas realizadas nas ?ltimas d?cadas. O conhecimento da estrutura das comunidades e suas rela??es, associados ?s intera??es desses organismos com o meio ambiente, fornecem subs?dios necess?rios para a manuten??o dessas comunidades, bem como informa??es relevantes em planos de conserva??o e manejo. Sendo assim, o objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito do ambiente e do espa?o na estrutura??o da assembleia de peixes de po?as rochosas de mar?, descrevendo o padr?o de ocupa??o das esp?cies nesse ambiente, testando a hip?tese de que o espa?o possui maior efeito na estrutura??o da ictiofauna. Foram amostradas 80 po?as rochosas ao longo da Zona Costeira Amaz?nica, sendo 40 no per?odo de maior precipita??o e 40 no per?odo de estiagem de 2011. Estas po?as est?o localizadas em cinco praias do litoral paraense e foram mensuradas quanto ao volume, a dist?ncia da margem e as vari?veis f?sico-qu?micas da ?gua, como pH, temperatura e salinidade. Foram coligidos 1.311 peixes, sendo 633 indiv?duos na chuva e 648 na estiagem. Os indiv?duos est?o distribu?dos em nove ordens, 14 fam?lias e 21 esp?cies, sendo a Ordem Perciformes a ordem mais abundante...

Caracteriza??o da ictiofauna durante o per?odo seco, na Ba?a do Guajar? e Ba?a do Maraj?

MELO, Ylana Priscila da Costa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.4%
A ba?a do Guajar? e ba?a do Maraj?, ?rea de abrang?ncia da pesquisa e inseridas dentro do contexto do estu?rio Paraense, s?o caracterizadas por receber a maior parte da descarga de ?gua doce e por apresentar dom?nio de macromar?. A pesca nesta regi?o apresenta uma grande import?ncia para a economia de v?rios munic?pios no estado do Par?, abrangendo a captura de diversas esp?cies, diferentes apetrechos de pesca e duas frotas pesqueiras e tecnologicamente distintas (artesanal e industrial). No ?mbito da pesquisa o estudo na ba?a do Guajar? e ba?a do Maraj?, fez-se necess?rio no sentido de contribuir com informa??es importantes relacionado a biologia e ecologia do ambiente, onde tais informa??es serviram para efetuar a caracteriza??o da ictiofauna da ?rea durante o per?odo seco, visando realizar o levantamento da diversidade local, uma vez que a maioria do pescado desembarcado em Bel?m, ? proveniente dessas ?reas atrav?s da pesca artesanal. O estudo compreendeu ?reas pertencentes ao estado do Par?, abrangendo os terminais portu?rios da ba?a do Guajar? e ba?a do Maraj?. Uma coleta extra foi realizada na ?rea da ilha do Mosqueiro. Os dados at? ent?o dispon?veis n?o apresentam diferencia??o na composi??o da ictiofauna das ?reas estudadas. Foi estimado um total de 37 esp?cies de peixes...

Ecologia da ictiofauna do estu?rio do rio Paci?ncia, Ilha do Maranh?o - Brasil

SILVA J?NIOR, Milton Gon?alves da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.63%
Os sistemas estuarinos funcionam como importante habitat para v?rias especies de peixes, atraves das redes de canais de mare. Sob o ponto de vista ecologico, a comunidade ictiofaun?stica desempenham importante funcao no balanco energetico dos varios niveis tr?ficos dos ecossistemas estuarinos. Neste contexto, o presente estudo objetivou: determinar as distribui??es espaco-temporais da ictiofauna; explicar suas caracter?sticas comportamentais e ecologicas; comparar a composicao da biomassa relativa, guildas ecologicas e funcionais em diferentes sistemas estuarinos da costa Norte; investigar a influencia das variaveis bioticas e abioticas e sua correlacao com os padroes biologicos da ictiofauna e identificar alteracoes na integridade biotica dos canais de mare estudados, utilizando a ictiofauna. Os dados foram obtidos a partir de amostragens bimestrais nos canais de mare Iguaiba, Grande e Cristovao, no periodo de janeiro/2006 a setembro/2007, utilizando redes de emalhar e tapagem. Paralelamente, foram tomadas amostras na camada superficial da agua para determinacao das variaveis fisico-quimicos e dos nutrientes inorganicos dissolvidos. Na caracterizacao ecologica das especies, foram empregados indices que estimam a diversidade...

A ictiofauna no monitoramento da qualidade ambiental em um distrito industrial do estu?rio amaz?nico

VIANA, Andr?a Pontes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
Vila do Conde est? localizada no munic?pio de Barcarena, Par?, Brasil. Nesta regi?o est? concentrado um importante p?lo industrial de minera??o, constituindo um fator de risco para a qualidade da ?gua. Diante do exposto, este trabalho teve o objetivo de avaliar a qualidade da ?gua no ambiente estuarino localizado no entorno de Vila do Conde utilizando a ictiofauna como bioindicador e o f?gado de duas esp?cies de peixes como biomarcador histopatol?gico. As coletas do material abi?tico (?gua) e da ictiofauna ocorreram em tr?s ?reas considerando os diferentes n?veis de impacto: Zona 1, localizado no entorno do terminal portu?rio e industrial de Vila do Conde, considerada como alto risco de contamina??o; Zona 2, localizada na ilha do Capim, na divisa dos munic?pios de Barcarena e Abaetetuba, classificada com risco m?dio de impacto; Zona 3, localizada na ilha das On?as, munic?pio de Barcarena, classificada com risco min?mo por est? distante das fontes de contamina??o. Para todas as ?reas de estudo foram feitas amostragens tanto no ambiente de canal quanto no canal de mar? ao longo de quatro coletas bimestrais -, transi??o chuvoso para o seco (Junho 2009), seco (Setembro 2009), transi??o seco para chuvoso (Janeiro 2010) e per?odo chuvoso (Abril 2010)...

Abordagem multicriterial e indicadores ecol?gicos e econ?micos utilizados na identifica??o de ?reas priorit?rias para a conserva??o da ictiofauna no estu?rio amaz?nico, Brasil

MOUR?O, Keila Renata Moreira
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.66%
Este estudo foi dividido em tr?s etapas: (1) caracteriza??o da distribui??o espa?o temporal da ictiofauna na ?rea de transi??o do ambiente limnico e marinho (cap?tulo 1); (b) utiliza??o de descritores de comunidade como forma de determinar a estrutura da comunidade e o uso do habitat pela ictiofauna (cap?tulo 2) e (3) utiliza??o dos descritores da comunidade estudados nos cap?tulos 1 e 2, como crit?rios na elabora??o de indicadores (integrados em ambiente SIG) para definir ?reas priorit?rias e cen?rios para a conserva??o da ictiofauna (cap?tulo 3). As coletas da ictiofauna ocorreram no canal principal e nos canais de mar? entre os anos de 2004 a 2011 nos per?odos seco (julho a dezembro) e o chuvoso (janeiro a junho), utilizando-se, como artes de pesca, a rede de emalhe, rede de arrasto e tapagem, em tr?s importantes zonas do estu?rio Amaz?nico: as ba?as de Guajar? e Maraj? e foz do rio Guam?. Foram capturados um total de 41.516 exemplares que corresponderam a uma ictiofauna composta de 136 esp?cies, 38 fam?lias e 12 ordens. A efici?ncia da amostragem foi consideravelmente boa, pois aproximadamente 90% da ictiofauna foi coletada em cada ?rea de estudo. A distribui??o espa?o temporal da ictiofauna na ?rea de transi??o do ambiente limnico e mesohalino...

A ictiologia na Amaz?nia brasileira de Diogo Nunes (1538) a Landi (1772): a vis?o dos viajantes e naturalistas que trataram de sua ictiofauna durante este per?odo

PEREIRA, Rodolfo Fernando Moraes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
Este trabalho visou reunir e disponibilizar informa??es sobre a ictiofauna da Amaz?nia segundo v?rios escritos do s?culo XVI ao XVII. Consultaram-se, fontes documentais de v?rias bibliotecas e arquivos, e dos documentos selecionados procedeu-se ? identifica??o taxon?mica das esp?cies neles referidas. Tamb?m se fizeram observa??es com base nas refer?ncias textuais e iconogr?ficas dispon?veis, de forma a acrescentar informa??es consideradas de relev?ncia zool?gica. Constatou-se que, devido ? defini??o ent?o vigente do conceito de "peixe", um estudo da ictiologia do per?odo precisaria incluir tamb?m informa??es sobre esp?cies de outros t?xons aqu?ticos que n?o agnatos, elasmobr?nquios e tele?steos. No in?cio do per?odo colonial, a id?ia de peixe era generalizada simplesmente como pescado, e n?o havia muita preocupa??o em inventariar a ictiofauna do Novo Mundo. Mais tarde, alguns dos visitantes da regi?o puseram-se a descrever e ilustrar a ictiofauna de maneira mais espec?fica: nessa fase em que se dava mais detalhamento ?s esp?cies de peixes destacavam-se o texto atribu?do ao Fr. Crist?v?o de Lisboa (1625- 1631), o c?dice do arquiteto Antonio Giuseppe Landi (1772) e principalmente o manuscrito do Pe. Jo?o Daniel (1758-1776) ? o qual se revelou um pioneiro do movimento conservacionista da Amaz?nia. Os visitantes que vieram ? regi?o careciam...

Diversidade e variabilidade espa?o-temporal da ictiofauna da regi?o estuarina do rio Curu?? munic?pio de Curu??, Par? Brasil

HERCOS, Alexandre Pucci
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.68%
O estudo de comunidades de peixes estuarinos tem recebido a aten??o de pesquisadores, pelo fato destes ecossistemas apresentarem uma grande variedade e abund?ncia de peixes. Muitas destas esp?cies possuem interesse comercial, constituido-se numa ferramenta fundamental para a avalia??o dos estoques pesqueiros, contribuindo tamb?m para a conserva??o dos ambientes estuarinos e costeiros. O estu?rio do rio Curu?? localiza-se na costa norte, regi?o do salgado paraense, apesar da pesca ser a principal atividade econ?mica das cidades da regi?o, existem poucos estudos a respeito da ictiofauna local. O objetivo principal deste trabalho foi de caracterizar a ictiofauna demersal dos canais principais do estu?rio do rio Curu??, identificando as varia??es anuais e espaciais na composi??o, densidade e biomassa, bem como os fatores abi?ticos que influenciam nestas varia??es. Para isto, foram realizadas coletas bimestrais, utilizando uma rede de arrasto de fundo, nos dois canais principais do estu?rio. Ao final do estudo foram capturados 18.989 indiv?duos, pertecentes a 73 esp?cies, destas Ophichthus cylindroideus, Hippocampus reidi, Sygnathus pelagicus e Butis koilomatodon ainda n?o haviam sido registradas para a costa norte. As fam?lias Sciaenidae...

Ictiofauna como indicadora da qualidade ambiental na Ba?a do Gaujar? (Bel?m-PA), estu?rio amaz?nico

VIANA, Andr?a Pontes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.54%
A Ba?a do Guajar? (Regi?o Metropolitana de Bel?m-PA) faz parte do estu?rio Amaz?nico e ? o acidente geogr?fico que mais sofre com a influ?ncia urbana. Com base nisto objetivou-se neste trabalho realizar um estudo sobre as condi??es de sanidade da zona estuarina da Ba?a do Guajar?, diagnosticando o efeito dos lan?amentos de efluentes na qualidade do corpo h?drico utilizando a ictiofauna como indicador ecol?gico. Foram selecionadas cinco esta??es de coletas considerados contaminadas (4 localizadas no canal principal e 1 nos igarap?s) e tr?s refer?ncias (2 no canal principal e 1 no igarap?) que foram visitados em 4 ocasi?es para coleta da ictiofauna e par?metros ambientais. Foram capturados 567 indiv?duos de 40 esp?cies, a maioria foi Siluriformes. A abund?ncia relativa em n?mero (CPUEn) no canal principal apresentou maiores valores em dezembro (S/C). Nos igarap?s foi observada varia??o significativa entre as esta??es de coleta. A maioria das esp?cies, tanto nos igarap?s como canal principal foram consideradas acess?rias e ocasionais. Esta fauna visitante utiliza a ?rea para reprodu??o, ber??rio e alimenta??o. Esta escolha se deve ? disponibilidade alimentar e a possibilidade de obter ref?gio contra predadores e parasitas. Quanto ? diversidade...

Ecologia da ictiofauna e an?lise ecossist?mica das ?reas de influ?ncia direta da UHE Coaracy Nunes, Ferreira Gomes - AP

OLIVEIRA, J?lio Ces?r S? de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
37.54%
O reservat?rio da UHE Coaracy Nunes no rio Araguari esta localizado entre os munic?pios de Ferreira Gomes e Porto Grande no estado do Amap?-Brasil, distando 200 km do Oceano Atl?ntico. A usina Coaracy Nunes foi a primeira hidrel?trica a ser constru?da na Amaz?nia brasileira, tendo suas obras iniciadas em 1967. O rio Araguari e o principal rio do estado do Amap? e representa fonte de gera??o de renda atrav?s da pesca, atividades agropecu?rias em sua v?rzea, navega??o, minera??o, gera??o de energia e lazer. O presente estudo teve por objetivo avaliar as altera??es impostas pela constru??o do reservat?rio da UHE Coaracy Nunes, atrav?s das assembleias de peixes de quatro ?reas de influencia direta desta usina. Para isso, no per?odo de maio de 2009 a julho de 2010, foram realizadas coletas bimensais, de peixes, com redes de malhas padronizadas variando de 1,0 a 10,0 cm entre nos adjacentes e outras t?cnicas auxiliares. A partir destas coletas, no capitulo 1 foi verificado a composi??o, abundancia (CPUEn) e biomassa (CPUEp) relativas da ictiofauna, efici?ncia amostral (curva do coletor, curva de rarefa??o e Jacknife) e descritores ecol?gicos de comunidades (riqueza, diversidade, equitabilidade e domin?ncia) das assembleias das quatro ?reas. Foram efetuadas analises de vari?ncia (ANOVA: bifatorial)...

Distribui??o espa?o-temporal da ictiofauna de po?as de mar? de um estu?rio amaz?nico: intera??o de fatores

OLIVEIRA, Rory Romero de Sena
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.48%
A ictiofauna de po?as de mar? tem sido bem estudada em regi?es temperadas e tropicais do Pacifico. No Brasil, ainda ? incipiente o conhecimento ecol?gico das po?as de mar? e das assembl?ias de peixes que as habitam. O presente estudo pretendeu investigar a composi??o e distribui??o espa?o-temporal das assembl?ias de peixes associadas ?s po?as de mar? em habitats de afloramento rochoso, floresta de mangue e marismas da Ilha do Areu?, estu?rio inferior do rio Curu??, Norte do Brasil. Amostragens trimestrais foram realizadas entre fevereiro e novembro de 2009, durante a mar? baixa de siz?gia (lua nova), utilizando metodologia padronizada. As vari?veis ambientais sofreram modifica??es ao longo do gradiente vertical e foram respons?veis pela distribui??o espacial e temporal da ictiofauna no afloramento rochoso. A salinidade, profundidade m?dia e heterogeneidade do substrato foram as vari?veis que mais explicaram as varia??es na distribui??o da ictiofauna. A compara??o entre os habitats de afloramento rochoso, floresta de mangue e marismas evidenciou que as assembl?ias de peixes do afloramento rochoso s?o claramente distintas daquela presente nos habitats vegetados (floresta de mangue e marismas). Os resultados deste estudo sugerem que h? prefer?ncias pela ictiofauna por determinados habitats em fun??o das vari?veis ambientais e heterogeneidade do substrato...

Evaluación ecológica rápida de la ictiofauna en cinco localidades del delta del río Orinoco, Venezuela

Ortaz,Mario; Machado-Allison,Antonio; Carrillo,Víctor
Fonte: ASOCIACIÓN INTERCIENCIA Publicador: ASOCIACIÓN INTERCIENCIA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 ES
Relevância na Pesquisa
37.4%
Se realizó una Evaluación Ecológica Rápida de la ictiofauna en cinco áreas (áreas piloto, AP) del delta del río Orinoco que incluyeron al delta Superior (AP1), Medio (AP2 y AP5) e Inferior (AP3 y AP4), todas ubicadas, a excepción de AP1, dentro de la Reserva de Biosfera Delta del Orinoco (RBDO). Se realizaron tres campañas de campo desde set/2002 a may/2003. Se evaluaron entre 14 y 16 estaciones que incluyeron caños principales, secundarios y lagunas. La colecta de peces se realizó con redes de ahorque experimentales en horas diurnas (8:00-18:30) con un esfuerzo neto total de pesca de 23,2 y 37,6h para la primera y segunda campaña de colecta, respectivamente. Se capturaron 80 especies, 7 de las cuales son nuevos registros para el delta, el cual posee ~394 especies, de las que 50% están presentes en la RBDO. En AP1 se obtuvo la mayor riqueza, diversidad y equidad de especies; allí existe una serie de ambientes lagunares únicos en el delta y probablemente representa una fuente importante de reclutas para otras áreas del mismo. Los invertebrados bénticos, el necton y la materia orgánica de origen terrestre fueron las tres grandes fuentes alimenticias de la ictiofauna deltaica evaluada y su importancia relativa varió espacial y temporalmente. Este estudio amplía la distribución espacial del cíclido foráneo Caquetaia kraussii. La alteración antrópica sobre la ictiofauna del delta del Orinoco puede considerarse baja hasta ahora y la mayor presión tiene lugar en el delta Superior...