Página 1 dos resultados de 28 itens digitais encontrados em 0.100 segundos

Clipping 2013-10-outubro

UFSC, Agecom
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Imagem
PT_BR
Relevância na Pesquisa
225.93%
Clipping de 01/10/2013: Inscrições / Prêmio Cruz e Sousa de Poesia / Editora da UFSC – EdUFSC / Edital / Pró-Música de Florianópolis / 40 Anos / Concerto no Teatro Ademir Rosa / Centro Integrado de Cultura – CIC / Polyphonia Khoros / Massami Ganev / Alberto Andrés Heller / Idealizador Darcy Brasiliano dos Santos / Departamento Cultural da UFSC / Pró-Música de Curitiba / Maestro Carlos Alberto Vieira / Maestro Hélio Teixeira da Rosa / Teatro Álvaro de Carvalho – TAC / Pianista Pablo Rossi / Sete meses na África / Estudantes da UFSC, Flora Pereira e Natan de Aquino / Site Afreaka / Financiamento colaborativo via crowdfunding / África do Sul / Namíbia / Bostwana / Zimbábue / Zâmbia / Tanzânia / Quênia / Moçambique / UFSC de Araranguá / Mestrado em saúde / UFSC / Edital para o Vestibular 2014 / Campi de Araranguá, Blumenau, Curitibanos, Florianópolis e Joinville / Inclusão do campus de Blumenau / Cursos de Engenharia Têxtil, Engenharia de Controle e Automação e Engenharia de Materiais / Licenciaturas em Matemática e Química / Reitora Roselane Neckel / Prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes / Inscrições / Cotas / Exame Nacional do Ensino Médio – Enem Clipping de 02/10/2013: Inscrições / Prêmio Cruz e Sousa de Poesia / Editora da UFSC – EdUFSC / Contação de histórias / Produtora cultural Vanessa Schultz / Exposição Papel-Mundo / Espaço Cultural BRDE / Professora da UFSC...

A note on the temporal evolution of the relationship between wages and education among Brazilian prime-age males : 1976-1989; Discussion Paper 37 : A note on the temporal evolution of the relationship between wages and education among Brazilian prime-age males : 1976-1989; Uma nota sobre a evolução temporal da relação entre salários e educação para os brasileiros em idade produtiva : 1976-1989

Barros, Ricardo Paes de; Ramos, Lauro
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Discussion Paper
EN-US
Relevância na Pesquisa
115.87%
O trabalho descreve as mudanças ocorridas nas relações entre salário e educação no Brasil. Destaca a importância da exploração da educação para o crescimento econômico e essa relação entre educação e salário indica como o mercado de trabalho associa educação com os lucros. Utiliza os dados das PNADs de 1976-79 e 1981-89.; 22 p. : il.

Brasil em desenvolvimento 2014: Estado, planejamento e políticas públicas

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Brasil em Desenvolvimento (BD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
75.86%
Apresenta contribuições para as políticas públicas que possam ser implementadas no horizonte da próxima década, nas mais diversas áreas. Traz a evolução da estrutura da produção, do emprego e do investimento no Brasil entre a segunda metade dos anos 1990 e a década de 2000. Discute possíveis trajetórias de crescimento do produto interno bruto (PIB) brasileiro, no período 2014-2030. Propõe a criação da Comissão Nacional de Produtividade, tendo por finalidade, contribuir para o desenvolvimento do Estado de bem-estar social e ambiental, por intermédio da promoção da eficiência, da eficácia e da produtividade nas atividades governamentais e empresariais. Estuda as fontes convencionais de financiamento dos projetos de infraestrutura no Brasil e a experiência internacional de securitização de ativos públicos como instrumento de capitalização dos projetos de infraestrutura a partir de casos selecionados dos BRICS. Demonstra sucintamente o atual estágio da educação brasileira quanto aos seus principais indicadores e desafios. Realiza revisão da literatura existente a respeito dos impactos da previdência social brasileira sobre equidade, eficiência (incentivos) e estabilidade macroeconômica, propondo reformas que ampliem a solvência fiscal de longo prazo da previdência social brasileira. Discute possíveis ações regulatórias do trabalho médico. Avalia a renúncia de arrecadação fiscal em saúde. Traça um panorama da relação entre o salário mínimo e o mercado de trabalho brasileiro nas últimas décadas. Verifica aspectos relevantes para a gestão da biodiversidade brasileira e dos serviços ecossistêmicos por ela providos...

Índice de Qualidade do Desenvolvimento (IQD); Comunicados do Ipea 67 : Índice de Qualidade do Desenvolvimento (IQD)

Carvalho, Sandro Sacchet de; Matjascic, Milko; Maciel, Vinícius; Gerin, Gabriela
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Comunicados do Ipea
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.03%
Buscando fomentar o debate sobre o desenvolvimento econômico brasileiro, o Ipea publica mensalmente, desde janeiro de 2009, o Índice de Qualidade do Desenvolvimento (IQD). Com a noção de que o desenvolvimento do País deve ir muito além de altas taxas de crescimento do produto interno bruto (PIB), buscou-se abarcar diversos aspectos sobre a economia e o bem-estar da população brasileira de modo que sua trajetória de médio e longo prazo servisse de sinalização para a sustentabilidade e a qualidade do desenvolvimento econômico do País. Com base nisso, o presente Comunicado do Ipea pretende mostrar a evolução do Índice de Qualidade do Desenvolvimento desde 2003 até o momento atual e analisar em que medida o desenvolvimento no Brasil consegue se manter numa trajetória sustentável. Especial ênfase será dada ao período que circundou a crise econômica de 2008.; 15 p. : il.

Revendo o crescimento da informalidade e de sua dimensão previdenciária à luz dos dados da PNAD

Paiva, Luis Henrique
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.85%
A recente divulgação da PNAD de 2002 permite um rápido balanço do que ocorreu no mercado de trabalho ao longo do período 1992-2002, no qual esta pesquisa mantém uma unidade metodológica que possibilita comparações. Para esse balanço, foram utilizados os seguintes indicadores: taxa de desemprego, participação dos trabalhadores com carteira sobre o total dos ocupados; participação dos trabalhadores “formais” sobre o total dos ocupados; participação dos trabalhadores contribuintes de instituto de previdência sobre o total dos ocupados; e evolução dos rendimentos. Deve-se destacar que a PNAD não foi a campo em 1994 e em 2000, nesse último ano, graças à realização do Censo, razão pela qual existem intervalos nos gráficos que serão apresentados.; p. 49-56

A tragédia social do jovem

Emediato, Luiz Fernando
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.83%
Partindo-se do princípio de que eles só conseguirão emprego quando e se o país retomar o crescimento econômico, com geração de novas vagas e um programa educacional capaz de treiná-los, o que se pode fazer agora é apenas criar programas emergenciais para minorar os efeitos do que, sem exagero, já podemos denominar verdadeira tragédia social.; p. 13-15

Gastos com a política social : alavanca para o crescimento com distribuição de renda; Comunicados do Ipea 75 : Gastos com a política social : alavanca para o crescimento com distribuição de renda

Abrahão, Jorge; Mostafa, Joana; Herculano, Pedro
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Comunicados do Ipea
PT-BR
Relevância na Pesquisa
136.09%
O objetivo deste texto é ajudar na compreensão do círculo virtuoso desencadeado pela política social e seu consequente gasto público, considerado como o elemento central do processo que está desencadeando um novo padrão de acumulação sob o comando do Estado, a partir da segunda metade dos anos 2000. Desde a Constituição Federal de 1988 e, mais particularmente, nesta primeira década do século XXI, é possível constatar que a política social está estruturando as condições básicas de vida da população, sobretudo aquelas que dizem respeito à pobreza e à desigualdade. Mas, não apenas isso, pois a política social foi além, começa a regular, direta ou indiretamente, o volume, as taxas e o comportamento do emprego e do salário na economia brasileira. Além disso, a política social transformou-se em um poderoso instrumento, por meio do qual a economia nacional não apenas efetuou transferências de renda aos mais necessitados e prestações de bens e serviços ao conjunto da sociedade, mas, simultaneamente, gerou um canal de ampliação da demanda agregada, com capacidade de criar um amplo mercado interno de consumo de massa. O gasto do governo com o pagamento de benefícios e prestação de bens e serviços se converteu velozmente em consumo de alimentos...

A Hora e a vez da retomada do planejamento estratégico governamental no Brasil

Cardoso Junior, José Celso
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Boletim de Análise Político-Institucional - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
116.05%
Análise da retomada do crescimento econômico no Brasil a partir da recuperação do planejamento estratégico dadas as capacidades estatais e os instrumentos governamentais à disposição do poder público federal.; n.2 , p. 39-44

DMR-BR : um modelo aplicavel de equilíbrio geral utilizado para análise dos efeitos de políticas econômicas no Brasil

Rodrigues, Rossana Lott; Silveira, Suely de Fátima Ramos; Sampaio, Armando Vaz; Guilhoto, Joaquim José Martins
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
65.93%
Este artigo apresenta um modelo aplicável de equilíbrio geral, denominado DMR-BR, baseado no modelo DMR, construído por Dervis, Melo e Robinson (1982), para analisar problemas de países em desenvolvimento. A escolha dos setores estudados foi feita considerando-se o conceito de setores-chave. O banco de dados se constituiu da Matriz de Insumo-Produto do Brasil para o ano de 1994 e de coeficiente e parâmetros calculados algebricamente ou obtidos na literatura. As simulações foram realizadas utilizando-se o programa Gempack, versão 5.1, e as soluções são apresentadas em taxas de crescimento, usando o método de Johansen, com correção de erro para liberalização através do método Gragg em dois, quatro e seis passos. Os resultados mostram que o modelo DMR-BR apresenta bom potencial para auxiliar o planejamento, a análise e a implementação das políticas econômicas brasileiras.; p. 159-206 : il.

Objetivos de desenvolvimento do milênio: relatório nacional de acompanhamento

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) (Coordenação); Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos (SPI/MP) (Coordenação)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea); Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão
Tipo: Livros
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.83%
Os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) são acompanhados a partir de indicadores que cumprem a difícil missão de representar em números as múltiplas dimensões do contexto socioeconômico de cada país. Esses dados possibilitam mensurar o alcance das metas estabelecidas. A pobreza extrema mencionada no ODM 1, por exemplo, é determinada pela proporção de pessoas que vivem com menos de US$ 1,25 por dia. Apesar de, obviamente, não resumir em si toda a realidade enfrentada pela população em situação de pobreza extrema, o indicador permite monitorar – de forma bastante objetiva – o desempenho dos países em busca de atingir a meta de, até 2015, reduzir a pobreza extrema à metade do nível observado em 1990. Para orientar a produção dessas informações, a Organização das Nações Unidas (ONU) disponibiliza um guia oficial com a lista dos indicadores – por ODM e meta –, além de explicações sobre como os dados foram produzidos. A elaboração deste V Relatório ODM Brasil se pautou pelas orientações da ONU, com algumas adaptações e substituições de indicadores. Isso porque, nem sempre, os indicadores da ONU são os que melhor representam, no caso do Brasil, a situação a ser acompanhada. Nos casos em que...

Propostas de dinamização do ambiente econômico municipal a partir da análise dos determinantes de atração de investimentos : uma abordagem exploratória para o estado de São Paulo; City-level economic planning proposals based on the analysis of investment attraction determinants : an exploratory approach for the state of São Paulo; Propuestas de dinamización del ambiente económico municipal a partir del análisis de los determinantes de atracción de inversiones : un abordaje exploratorio para el estado de São Paulo; Propositions de planification économique municipale basée sur l’analyse des déterminants de l’investissement activité : une approche exploratoire pour l’etat de São Paulo

Fischer, Bruno Brandão
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Planejamento e Políticas Públicas (PPP) - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
115.94%
A atração de investimentos produtivos tende a promover efeitos multiplicadores de longo prazo sobre o crescimento econômico, a produtividade agregada e a capacidade inovadora, além de retroalimentar a dinâmica de atração de novas empresas. A competitividade de atração de empresas tem o potencial de gerar ganhos sistêmicos para economias locais, sendo de especial interesse para regiões economicamente periféricas. Esta pesquisa busca analisar por meio de modelos regressivos (MQO) os determinantes de alocação de investimentos no estado de São Paulo com base em três dimensões influentes: magnitude econômica do mercado, ambiente institucional e infraestrutura pública. Os resultados apontam para a relevância da construção de infraestruturas sociais e econômicas no processo de atração de empresas, bem como o comprometimento do poder público com a construção de um ambiente institucional voltado para o planejamento de longo prazo. São também apresentadas diferenças entre a dinâmica de atração para os setores industrial e de serviços.; p. 257-290

Trabalho e renda

Brasil. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Diretoria de Estudos e Políticas Sociais (Disoc)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
155.92%
A área de trabalho e renda desta edição está organizada em duas partes. Na primeira discute-se a conjuntura recente do mercado de trabalho a partir da evolução de alguns dos seus principais indicadores-guia. Na segunda parte, propõe-se, de um lado, um debate sobre os programas de geração de emprego e renda financiados com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), seguido de algumas proposições de racionalização desses programas; e de outro, uma discussão sobre alcances e limites da inclusão financeira, a qual tem seus motores fundamentais em uma nova legislação nascente e no crescimento de programas e de entidades de microfinanças.; p. 98-116 : il.

O Crescimento dos homicídios de crianças e adolescentes no Brasil : 1980 a 2003

Ferreira, Helder
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
96%
O objetivo desse texto é trazer alguns dados importantes para informar a discussão do crescimento dos homicídios de crianças (0 a 11 anos) e adolescentes (12 a 17 anos) no Brasil, de modo a favorecer a implementação de políticas públicas relativas ao problema. As dimensões tratadas são as seguintes: vítimas de homicídio por faixa etária, por sexo e por cor/raça.; p. 178-185 : il.

Diagnóstico da Previdência Social no Brasil : o que foi feito e o que falta reformar?

Giambiagi, Fabio; Mendonça, João Luis de Oliveira; Ardeo, Vagner Laerte
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
105.83%
Em que pese o fato de que nos últimos anos o maior componente de déficit previdenciário nas contas do Governo Central esteve localizado no âmbito das contas do funcionalismo e observando a tendência de evolução dos dados, nota-se que é no INSS que se concentrou a maior fonte de aumento das despesas com aposentados e pensionistas. De fato, a despesa previdenciária do INSS aumentou de 2,5% do PIB em 1988 — ano de aprovação da então “Nova Constituição” — para quase 5% do PIB em 1994 — quando foi lançado o Plano Real — e 7,3% do PIB estimados para 2004. As razões desse fenômeno estão ligadas à benevolência das regras de aposentadoria, ao impacto do aumento real do salário mínimo e ao baixo crescimento da economia. Modificar essa tendência requer mudar a Constituição, com destaque para a necessidade de: a) estabelecer uma idade mínima para aposentadoria; b) rever a regra diferenciada que favorece as mulheres; e c) eliminar a vinculação entre o salário mínimo e o piso previdenciário. O trabalho apresenta um diagnóstico do desequilíbrio previdenciário no Brasil, sugere um conjunto de propostas para atacar o problema e estima a evolução da despesa do INSS em diferentes situações.; p. 365-418

Deforestation, development, and government policy in the Brazilian Amazon : an econometric analysis; Discussion Paper 69 : Deforestation, development, and government policy in the Brazilian Amazon : an econometric analysis; Desmatamento, desenvolvimento e política do governo na Amazônia brasileira : uma análise econométrica

Andersen, Lykke E.; Reis, Eustáquio J.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Discussion Paper
EN-US
Relevância na Pesquisa
115.88%
Este trabalho desenvolve um modelo de desmatamento e desenvolvimento econômico na Região Amazônica. Ele baseia-se na determinação da demanda por terra agrícola, isto é, na interação entre dinâmica da população, urbanização e crescimento do mercado local, preço da terra e política governamental. O modelo utiliza um conjunto de dados que cobrem 316 municípios da Região Amazônica brasileira durante o período 1970/85.; 24 p.

Cultura

Silva, Frederico Barbosa da (Colaborador); Araújo, Herton Ellery (Colaborador)
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Políticas Sociais: acompanhamento e análise - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.86%
Este capítulo aponta, na seção “Fatos relevantes”, alguns episódios de destaque no período em análise. A pirataria cometida contra o filme Tropa de elite – que obteve sucesso de bilheteria mesmo depois de ter sido distribuído em circuitos informais – é um deles, assim como a promulgação da Convenção sobre a Proteção e Promoção da Diversidade de Expressões Culturais. Na sequência, apresenta-se uma descrição das opções políticas recentes, examinando-se as características das políticas culturais nos últimos governos e interpretando os significados do Plano de Aceleração do Crescimento na área da cultura (PAC Cultural) em termos de redesenho das políticas culturais. Em seguida, descreve-se o Programa Cultura Viva, iniciativa relevante e com “recorte” específico, direcionado à juventude, tema da quarta seção, que discute questões pertinentes às relações entre juventude, cultura e políticas culturais.; p. 119-140

Crescimento da produtividade agrícola nas microrregiões brasileiras; Texto para Discussão (TD) 2099 : Crescimento da produtividade agrícola nas microrregiões brasileiras

Carvalho, Alexandre Xavier Ywata de; Laureto, Camilo Rey; Pena, Marina Garcia
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
125.96%
O mercado agrícola brasileiro é uma das principais fontes de receita do país. Por isso, diversos estudos estão sendo feitos para avaliar o ganho de produtividade do setor ao longo do tempo. Este trabalho tem como foco mapear o ganho de produtividade agrícola por microrregião brasileira no período entre 1990 e 2012. Após uma visão geral do comportamento da produtividade nas grandes regiões, serão estudas as seis maiores culturas em relação ao valor de produção. As lavouras de soja, cana-de-açúcar, milho, café, algodão herbáceo e mandioca representaram, na média entre 2010 e 2012, 72% da produção nacional. Estes 23 anos serão divididos em dois períodos, justificados pelo panorama econômico de cada época: 1990 a 2000 e 2001 a 2012. Os dois recortes temporais serão comparados com o intuito de analisar a evolução da produtividade ao longo dos anos.; 61 p. : il.

Produtividade do trabalho e rigidez estrutural no Brasil nos anos 2000

Squeff, Gabriel Coelho; De Negri, Fernanda
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Radar - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
95.95%
O Presente artigo mostra que o baixo crescimento da produtividade é um dos principais fatores a explicar o fraco desempenho econômico da América Latina de modo geral e do Brasil, em particular, nas últimas décadas. Um dos fatos estilizados sobre o qual há pouca discordância no Brasil é o baixo crescimento da produtividade agregada, seja ela a do trabalho ou a produtividade total dos fatores (PTF), nos últimos vinte ou trinta anos. Apesar de alguns autores apontarem para uma aceleração do crescimento da produtividade total dos fatores no início dos anos 2000, em comparação à década anterior, em termos históricos, este crescimento é muito pouco expressivo. Além disso, após a crise de 2008, observa-se novamente uma estagnação no crescimento da PTF na economia brasileira (Bonelli e Bacha, 2013; Ellery, 2013). De modo geral, a análise dos indicadores de produtividade do trabalho evidencia a mesma tendência pela PTF, qual seja, o baixo crescimento ou a relativa estagnação da produtividade. No caso da produtividade do trabalho, esta evidência é válida independentemente da fonte de informação utilizada – seja a partir das Contas Nacionais ou das pesquisas anuais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – e dos indicadores de produção utilizados.; p. 27-38 : il. Inclui referência bibliográfica

Financial liberalization and the role of the state in financial markets; Discussion Paper 60 : Financial liberalization and the role of the state in financial markets; A liberalização financeira e o papel do Estado nos mercados financeiros

Almeida, Heitor
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Discussion Paper
EN-US
Relevância na Pesquisa
105.89%
O trabalho se propõe a analisar os sistemas financeiros dos países em desenvolvimento, com a pesada intervenção do Estado nos anos 50 e 60, além de apresentar argumentos sobre os efeitos dessa intervenção e da depressão financeira no crescimento. Ademais, busca analisa algumas experiências de liberalização financeira em países em desenvolvimento, nos anos 70 e 80.; 16 p.

Os Condicionantes políticos de uma nova estratégia de desenvolvimento econômico da Rússia

Pomeranz, Lenina
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Boletim de Economia e Política Internacional - Artigos
PT-BR
Relevância na Pesquisa
166.02%
O artigo apresenta os pontos políticos que condicionaram a estratégia de desenvolvimento da economia russa durante e depois da crise financeira global. Assim uma primeira estratégia de desenvolvimento econômico da Rússia capitalista foi formulada quando se estabeleceu, em diagnóstico sobre a economia, que o processo de transformação sistêmica a que foi submetido o país tinha sido completado com as reformas empreendidas entre 1990 e 2003. Estas foram realizadas em duas etapas: a primeira, entre 1990 e 1998, envolveu a destruição dos fundamentos do sistema anterior; a segunda, entre 1999 e 2003, envolveu a criação dos institutos necessários ao funcionamento e à regulação dos mecanismos de mercado. Estas duas permitiram o início de uma nova etapa de desenvolvimento, qualitativamente nova, baseada em um novo sistema econômico-social no país. Em outros termos, a elaboração de uma estratégia de desenvolvimento econômico deixou de ser formulada centralmente, com base no planejamento diretivo centralizado socialista, para focar-se em uma programação do desenvolvimento da Rússia capitalista. Mas, levando em conta as especificidades da economia herdada: i) o país detinha uma estrutura industrial desenvolvida, ainda que bastante debilitada; definiu-se...