Página 1 dos resultados de 2 itens digitais encontrados em 0.057 segundos

Le frontiere dell’evangelizzazione

Battaglia, Gino
Fonte: Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa Publicador: Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 ITA
Relevância na Pesquisa
35.64%
No limiar do terceiro milénio, quando a Igreja Católica repensa os confins da própria responsabilidade, o ano dedicado a São Paulo constitui um desafio a percorrer os cenários nos quais a Igreja é chamada a comunicar o Evangelho. Sobreviverá a Igreja ao segundo milénio de Cristo? O cristianismo – parece – transformar-se-á profundamente. Será cada vez mais popular, negro (ou certamente não-branco em predominância), muito mais sincretista, carismático e, por vezes, sectário. São as questões actuais que se vivem na América Latina e na África negra sub-sahariana. Existe, depois, a grande questão da Ásia, que contém em si mundos muito diversos: o Próximo-Oriente com as suas comunidades cristãs, antiquíssimas e em grande sofrimento; a Ásia do Sul ou o Extremo Oriente, onde culturas milenárias e grandes religiões parecem impedir a difusão do cristianismo; a China e a Índia, motores da economia mundial de amanhã. Ainda hoje – como no tempo das primeiríssimas gerações cristãs – o mundo vive na expectativa. As suas rápidas transformações e os seus conflitos colocam questões novas à Igreja.; At the threshold of the third millenium, when the Catholic Church is rethinking the boundaries of its own responsibility...

Influências teóricas e políticas nas práticas educativas da rede ecovida de agroecologia

Nunes, Sidemar Presotto
Fonte: Dois Vizinhos Publicador: Dois Vizinhos
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
25.48%
The “Rede Ecovida de Agroecologia” is defined as part of "agroecological movement" Brazilian and Latin American. It was officially constituted in 1998 as an attempt to counteract some aspects of normative instruction of organic agriculture, but its origin goes back to the practical action of the Catholic Church through the “Teologia da Libertação”, from the 70s, the rapprochement with Marxism - in largely through said theology - and the emergence of an environmental movement that developed in some universities. Faced with the advance of modernization of brazilian agriculture, NGOs that later contributed to the establishment of Ecovida, put up, mostly as a consultant for social movements in relation to the development of technologies that were presented as alternatives the hegemonic process, besides contributing to the political organization of farmers through "popular education". The changes in the economic and political scenario, notably the globalization of capital and the fall of socialism, also promoted profound changes in the concepts and practice of educational policy and social movements, although in different ways. With the autonomy of social movements through the specialization of these due to more specific themes (syndicalism...