Página 1 dos resultados de 392 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

A carne de bovino dos Açores - vias para o seu desenvolvimento

Sousa, Fernando Ruivo de; Fragata, António
Fonte: Agronomia Lusitana Publicador: Agronomia Lusitana
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
27.4%
A IGP “Carne dos Açores” está inscrita no registo europeu das denominações de origem e indicações geográficas desde 2003 mas não tem ainda presença no mercado. O presente artigo destina-se a contribuir para o esclarecimento das vias de desenvolvimento da indicação geográfica protegida “Carne dos Açores” (IGP). No tratamento da informação recolhida nas nove ilhas da Região Autónoma dos Açores usou-se a análise SWOT, que é um instrumento muito utilizado em “iniciativas de comercialização” para avaliar as principais forças, fraquezas, oportunidades e riscos de um dado produto ou fileira. No artigo é realizado um diagnóstico de situação, baseado nas observações realizadas no terreno e à luz dos conhecimentos actuais sobre a qualidade da carne, são apresentadas propostas relativas às alterações a introduzir no actual caderno de especificações da IGP e, por fim, são expostas propostas e sugestões para uma nova governação da "Carne dos Açores".

Consumo de enchidos DOP/IGP/ETG no concelho de Bragança

Fernandes, António; Ribeiro, Maria Isabel; Cabo, Paula; Matos, Alda
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
Este estudo tem como objectivos conhecer o perfil do consumidor dos enchidos DOP/IGP (Denominação de Origem Protegida/Indicação Geográfica Protegida) da Região de Trás-os-Montes e descrever os seus hábitos de compra e consumo. Para atingir os objectivos foi levado a cabo um estudo descritivo e transversal que teve como base a construção de um questionário, que foi posteriormente aplicado a 379 indivíduos da população do Concelho de Bragança, durante os meses de Junho e Julho, do ano de 2011. Através de uma análise descritiva dos resultados faz-se a caracterização da amostra e descrevem-se os hábitos de consumo e compra dos Produtos DOP/IGP da Região de Trás-os-Montes.

Consumo de enchidos DOP/IGP/ETG no concelho de Bragança

Fernandes, António; Ribeiro, Maria Isabel; Cabo, Paula; Matos, Alda
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
Este estudo tem como objectivos conhecer o perfil do consumidor dos enchidos DOP/IGP/ETG da Região de Trás-os-Montes e descrever os seus hábitos de compra e consumo. Os dados foram recolhidos através de um questionário que foi aplicado, directamente, à população do Concelho de Bragança, durante os meses de Junho e Julho de 2011. Neste estudo participam 376 indivíduos (43,4% do género masculino e 56,6% do género feminino) com uma média de 38,9 anos de idade (DP±16). Do total de respondentes, 53,5% são profissionalmente activo, 55,8% possuem até 12 anos de escolaridade e 51,6% residem na cidade de Bragança. A maioria dos inquiridos (58,8%) é consumidora de enchidos. Destes, mais de 80% afirma consumir enchidos da Região de Trás-os-Montes mas apenas 32% consome produtos DOP/IGP/ETG. Os produtos mais consumidos são as Alheiras de Mirandela (50%) e de Vinhais (45%), a Chouriça de Carne e o Salpicão de Vinhais (ambos com 41,3%).

Hábitos e preferências dos consumidores de produtos tradicionais regionais certificados: o caso de Trás-os-Montes

Cabo, Paula; Ribeiro, Maria Isabel; Fernandes, António; Matos, Alda
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
27.4%
Este estudo analisa os hábitos e preferências de compra e consumo dos consumidores de produtos tradicionais certificados da Região de Trás-os-Montes, nomeadamente queijos e enchidos DOP/IGP/ETG. No geral, apesar da notoriedade destes produtos, existe ainda um desconhecimento significativo dos consumidores sobre os benefícios desta certificação. Especificamente, a maioria dos inquiridos é consumidora de enchidos. Destes, mais de 80% afirma consumir enchidos da Região de Trás-os-Montes mas apenas 32% consome produtos DOP/IGP/ETG. Quanto aos queijos DOP Transmontanos, verifica-se que 77,7% dos inquiridos são consumidores de queijo mas apenas 40,75% consome queijo DOP de Transmontano. Os principais critérios de seleção de produtos tradicionais transmontanos certificados apontados foram, no geral: “Qualidade”, “Apresentação” e “Preço”. Por fim, verifica-se que apesar do baixo nível de consumo, a maioria dos inquiridos reconhece a mais-valia associada aos produtos certificados, sendo que está disposta a pagar mais pelos produtos DOP/IGP/ETG comparativamente com produtos substitutos sem marca europeia. This study examines the habits and preferences of buying and consumption of consumers of traditional products certified of Trás-os-Montes’s region...

Hábitos e preferências dos consumidores de produtos tradicionais regionais certificados: o caso de Trás-os-Montes

Cabo, Paula; Ribeiro, Maria Isabel; Fernandes, António; Matos, Alda
Fonte: Universidad de Vigo Publicador: Universidad de Vigo
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
27.4%
Este estudo analisa os hábitos e preferências de compra e consumo dos consumidores de produtos tradicionais certificados da Região de Trás-os-Montes, nomeadamente queijos e enchidos DOP/IGP/ETG. No geral, apesar da notoriedade destes produtos, existe ainda um desconhecimento significativo dos consumidores sobre os benefícios desta certificação. Especificamente, a maioria dos inquiridos é consumidora de enchidos. Destes, mais de 80% afirma consumir enchidos da Região de Trás-os-Montes mas apenas 32% consome produtos DOP/IGP/ETG. Quanto aos queijos DOP Transmontanos, verifica-se que 77,7% dos inquiridos são consumidores de queijo mas apenas 40,75% consome queijo DOP de Transmontano. Os principais critérios de seleção de produtos tradicionais transmontanos certificados apontados foram, no geral: “Qualidade”, “Apresentação” e “Preço”. Por fim, verifica-se que apesar do baixo nível de consumo, a maioria dos inquiridos reconhece a mais-valia associada aos produtos certificados, sendo que está disposta a pagar mais pelos produtos DOP/IGP/ETG comparativamente com produtos substitutos sem marca europeia. This study examines the habits and preferences of buying and consumption of consumers of traditional products certified of Trás-os-Montes’s region...

Valorização do cabrito da Gralheira IGP : estudo exploratório junto dos consumidores

Ribeiro, António Lopes
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
27.85%
Dissertação de Mestrado em Ciências do Consumo Alimentar apresentada à Universidade Aberta; A presente investigação procurou avaliar o potencial contributo que o Cabrito da Gralheira (IGP) tem para o desenvolvimento local, em particular da Região Agrária do Alto Paiva e Lafões, através da valorização deste produto junto dos consumidores. Para o efeito, realizou-se um inquérito junto dos consumidores com vista a escrutinar essa problemática. Da presente investigação concluiu-se que a maior parte dos respondentes é consumidor de carne de caprino, sendo que a confecção desta carne decorre essencialmente em casa, em detrimento do restaurante, que mais de metade dos respondentes conhece a designação Cabrito da Gralheira e tem a consciência que este produto é um (IGP), que é um produto de elevada qualidade e desejado, que adquirem este tipo de carne maioritariamente no talho, que utilizam estratégias de aquisição e consumo de modo a sentirem-se mais seguros com a carne comprada/consumida, contudo apenas 65,5% dos inquiridos diz ter consumido ou comprado Cabrito da Gralheira (IGP), o que pode reforçar de que se trata de um produto selectivo, devido em particular ao seu preço elevado, que 45,2% diz estar disposto a pagar entre 5 e 10% a mais pela compra desta carne e que as preferências da escolha do formato da peça do cabrito...

Compatibility of Neoseiulus paspalivorus and Proctolaelaps bickleyi, candidate biocontrol agents of the coconut mite Aceria guerreronis: spatial niche use and intraguild predation

LAWSON-BALAGBO, L. M.; GONDIM JR., M. G. C.; MORAES, G. J. de; HANNA, R.; SCHAUSBERGER, P.
Fonte: SPRINGER Publicador: SPRINGER
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
27.4%
The eriophyid mite Aceria guerreronis occurs in most coconut growing regions of the world and causes enormous damage to coconut fruits. The concealed environment of the fruit perianth under which the mite resides renders its control extremely difficult. Recent studies suggest that biological control could mitigate the problems caused by this pest. Neoseiulus paspalivorus and Proctolaelaps bickleyi are two of the most frequently found predatory mites associated with A. guerreronis on coconut fruits. Regarding biological control, the former has an advantage in invading the tight areas under the coconut fruit perianth while the latter is more voracious on the pest mites and has a higher reproductive capacity. Based on the idea of the combined use/release of both predators on coconut fruits, we studied their compatibility in spatial niche use and intraguild predation (IGP). Spatial niche use on coconut fruits was examined on artificial arenas mimicking the area under the coconut fruit perianth and the open fruit surface. Both N. paspalivorus and P. bickleyi preferentially resided and oviposited inside the tight artificial chamber. Oviposition rate of P. bickleyi and residence time of N. paspalivorus inside the chamber were reduced in the presence of a conspecific female. Residence of N. paspalivorus inside the chamber was also influenced by the presence of P. bickleyi. Both N. paspalivorus and P. bickleyi preyed upon each other with relatively moderate IGP rates of adult females on larvae but neither species yielded nutritional benefits from IGP in terms of adult survival and oviposition. We discuss the relevance of our findings for a hypothetic combined use of both predators in biological control of A. guerreronis.; International Institute of Tropical Agriculture (IITA); Austrian Government

Análise comparada do IGP e IPCs no período 1999-2005: impactos distributivos

Ribeiro, José Roberto
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 72 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
27.9%
Pós-graduação em Economia - FCLAR; As análises apresentadas neste trabalho sobre o comportamento dos índices de preços da economia brasileira corroboram a hipótese de que, ao menos no período recente, o IGP, em suas várias modalidades, tornou-se um indicador enviesado da evolução dos preços. Entre 1999-2005, o IGP acusou variações de preços muito superiores às registradas pelos demais índices de preços apurados por diversas instituições brasileiras. Identifica-se o IPA - que tem peso de 60% na composição do IGP - como sendo o grande responsável por esse comportamento anômalo do IGP. A não convergência entre a inflação acumulada pelo IPA e o IPCA no período 1999-2005, evidenciada pelos testes de cointegração aqui aplicados, ratifica a hipótese acima, fortalecendo a tese de que o IGP teria deixado de cumprir o seu papel de medida síntese da inflação nacional. Os efeitos das flutuações cambiais têm sido acentuadamente mais fortes sobre o IGP do que em relação aos IPCs. Apesar das atualizações realizadas em seus componentes, a estrutura de ponderação do IGP, que remonta a década de 1940, mostrou-se ultrapassada e inadequada para uma economia que optou pelo regime de livre flutuação do câmbio e promoveu uma substancial liberalização comercial e financeira...

Validação de processos utilizados em produtos alimentares tradicionais

Vale, Joana Marina Nunes do
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
17.89%
A segurança e a qualidade alimentar são dois fatores fulcrais para o sucesso de qualquer empresa de produtos alimentares sendo que, para garantir o seu cumprimento, existem normas legalmente impostas em cada país. No entanto, para empresas que ambicionem ir além-fronteiras existem normas internacionais como a International Featured Standards Food (IFS Food), que permitem a avaliação dos sistemas de segurança e qualidade alimentar dos produtos de acordo com uma abordagem mais uniformizada. Entre os requisitos destas normas encontra-se a necessidade de validação de todos os processos de produção tanto para garantir a segurança e qualidade do produto como para introduzir, quando necessário, melhorias no seu processo. Entre a gama dos produtos apresentados pela FABRIDOCE, os escolhidos para validação foram os Ovos Moles IGP, o Pão de Ló de Ovar e os Fios de Ovos, devido ao facto de serem os produtos produzidos em maior escala pela empresa. Para tal, foi então estudado os processo de produção dos Ovos Moles de Aveiro IGP e dos Fios de Ovos, o processo de arrefecimento do Pão de Ló de Ovar e da massa de Ovos Moles de Aveiro IGP e ainda o binómio tempo-temperatura no embalamento dos Fios de Ovos. Nestes estudos foi possível verificar se os valores recolhidos se encontravam de acordo com o que era teoricamente esperado e introduzir melhorias em quase todos os processos. Ao longo do estágio foram ainda desenvolvidos dois estudos: num deles estudou-se uma nova forma de embalamento de Ovos Moles de Aveiro IGP...

Relatório de estágio na Oficina do Doce (Fabridoce – Doces Regionais, Lda.)

Quinteles, Carla Sofia Silva
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.95%
Este relatório pretende apresentar o Estágio Curricular na Oficina do Doce (Fabridoce) no âmbito do Mestrado em Línguas e Relações Empresariais. Após uma breve introdução, o relatório apresenta a indústria agroalimentar em Portugal e na Europa. De seguida procede-se à caraterização e descrição da entidade de acolhimento e posteriormente são descritas as atividades desenvolvidas ao longo do Estágio. O capítulo seguinte descreve a doçaria conventual Portuguesa, nomeadamente a confeção dos Ovos Moles de Aveiro IGP. Finalmente, a parte final do relatório contém uma reflexão global acerca do trabalho desenvolvido durante os cinco meses de tirocínio.; This report aims to present the curriculum internship in the Oficina do Doce (Fabridoce) as part of the Master’s degree in Languages and Business Relations. After a brief introduction, the report presents the Food Industry in Portugal and in Europe. Then one characterises and describes the company where the internship took place and afterwards the tasks performed throughout the internship. The following chapter describes the Portuguese conventual confectionery, namely the manufacture of Ovos Moles from Aveiro PGI. Finally, the last part of the report contains an overall consideration of the work carried out during the five months of practice.; Mestrado em Línguas e Relações Empresariais

Intraguild predation by a European top predator – the Eagle Owl (Bubo bubo).

Lourenço, Rui; Rabaça, João E.; Delgado, Maria Del Mar; Penteriani, Vincenzo
Fonte: Raptor Research Foundation Publicador: Raptor Research Foundation
Tipo: Aula
ENG
Relevância na Pesquisa
27.4%
Intraguild predation (IGP) is common species interaction, which on several occasions can drive the structure of ecosystems. Although within vertebrate top predators, IGP seems less frequent, some studies have described this phenomenon. The Eagle Owl (Bubo bubo) is one of the most common avian top predators in Europe, and the possible interaction with endangered species is making conservationists consider the possibility of managing Eagle Owl populations. We present here a broad review of IGP by Eagle Owls 56 based on 41 studies with a complete report of diet for 44 study areas (68,774 prey)

Estimativa da composição química da carcaça e da composição química corporal de cabritos “Cabrito do Barroso – IGP” recorrendo a medidas de ultrasons

Silva, Maria João Assunção de Sousa e
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
27.23%
Dissertação de Mestrado em Engenharia Zootécnica; Na primeira parte deste trabalho foi realizada uma revisão bibliográfica sobre as técnicas in vivo mais utilizadas na estimativa da composição da carcaça e composição corporal, com destaque para a ultrasonografia em tempo real (UTR), pois esta será a mais vantajosa para utilização em animais de produção. O objectivo deste trabalho foi o de compreender a capacidade da técnica de UTR para estimar a composição química da carcaça e corporal em cabritos. Para isso foram obtidas, em 43 cabritos, “Cabrito do Barroso – IGP”, medidas de UTR com base em imagens de ultrasons obtidas através de um aparelho Aloka SSD 500V equipado com uma sonda de 7,5 MHz. As imagens foram realizadas em 8 pontos anatómicos (8ª, 11ª e 13ª vértebras torácicas, 4ª vértebra lombar, 3ª esternebra, na base da cauda, acima da 10ª costela e entre 10ª-11ª costelas). Foi obtido o peso vivo e após a análise das imagens, recorrendo ao programa ImageJ, foram obtidas medidas de espessura de gordura subcutânea EGS ao nível torácico e lombar, esternal e na base da cauda, espessura de músculo longissimus thoracis et lumborum (ELTL) ao nível torácico e lombar e espessura de tecidos (ET) ao nível esternal e das costelas. Após o abate dos animais foi obtida toda a informação necessária para se proceder à análise química da carcaça e corporal. Foram determinados os componentes água...

Estratégias Técnicas e Institucionais para o Desenvolvimento da Citricultura Algarvia - O caso da IGP "Citrinos do Algarve"

Madeira, Emília; Guerreiro, João; Carvalho, Agostinho
Fonte: Universidade do Algarve - Centro de Investigação sobre o Espaço e as Organizações Publicador: Universidade do Algarve - Centro de Investigação sobre o Espaço e as Organizações
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /10/2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.95%
Neste trabalho pretendemos abordar alguns dos factores que têm vindo a afectar a competitividade da citricultura algarvia, após a entrada em vigor do Mercado Único Europeu e perante uma economia cada vez mais globalizada. Como é sabido numa economia global qualquer estratégia competitiva deve ter subjacente a(s) qualidade(s), entendida(s) como a capacidade de dar resposta ao mercado, considerado como o conjunto dos principais tipos de agentes nos diferentes níveis do sistema citrícola algarvio. Assim, o objectivo principal deste trabalho foi identificar eventuais disfunções (técnicas e institucionais) relativas ao sistema citrícola, que têm contribuído, directa ou indirectamente, para a não satisfação das expectativas dos principais clientes/consumidores. A investigação teve em conta o contexto geral da citricultura algarvia, com vista a identificar os condicionalismos com que aquela se depara, e incidiu no contexto sectorial, de modo a compreender o funcionamento dos principais clientes, fornecedores e concorrentes. Os resultados desta investigação permitiram-nos fazer uma caracterização dos atributos de qualidade considerados determinantes na aquisição dos citrinos, designadamente dos citrinos do Algarve...

Structural Elements in IGP Synthase Exclude Water to Optimize Ammonia Transfer

Amaro, Rommie E.; Myers, Rebecca S.; Davisson, V. Jo; Luthey-Schulten, Zaida A.
Fonte: Biophysical Society Publicador: Biophysical Society
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
27.4%
In the complex pathway of histidine biosynthesis, a key branch point linking amino acid and purine biosynthesis is catalyzed by the bifunctional enzyme imidazole glycerol phosphate (IGP) synthase. The first domain of IGP synthase, a triad glutamine amidotransferase, hydrolyzes glutamine to form glutamate and ammonia. Its activity is tightly regulated by the binding of the substrate PRFAR to its partner synthase domain. Recent crystal structures and molecular dynamics simulations strongly suggest that the synthase domain, a (β/α)8 barrel protein, mediates the insertion of ammonia and ring formation in IGP by channeling ammonia from one remote active site to the other. Here, we combine both mutagenesis experiments and computational investigations to gain insight into the transfer of ammonia and the mechanism of conduction. We discover an alternate route for the entrance of ammonia into the (β/α)8 barrel and argue that water acts as both agonist and antagonist to the enzymatic function. Our results indicate that the architecture of the two subdomains, most notably the strict conservation of key residues at the interface and within the (β/α)8 barrel, has been optimized to allow the efficient passage of ammonia, and not water, between the two remote active sites.

1H, 15N and 13C resonance assignment of imidazole glycerol phosphate (IGP) synthase protein HisF from Thermotoga maritima

Lipchock, James M.; Loria, J. Patrick
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
27.23%
HisF comprises one half of the heterodimeric protein complex IGP synthase responsible for the fifth step of histidine biosynthesis. Here we report backbone and sidechain assignments necessary for characterization of protein dynamics involved in the allosteric mechanism of IGP synthase.

Contributo para a valorização e proteção dos produtos tradicionais açorianos

Vales, Durval de Lima
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 02/03/2015 POR
Relevância na Pesquisa
26.95%
Dissertação de Mestrado em Tecnologia e Segurança Alimentar.; Os Açores em termos de produtos tradicionais possuem uma diversidade de produtos que constituem um legado que emergiu do "saber fazer" dos povos de cada uma das ilhas do arquipélago, ligados às especificidades e características de cada uma das ilhas de proveniência detêm características qualitativas singulares que lhes conferem uma identidade única e genuína. Assim, o principal objetivo do presente trabalho foi o de contribuir para a valorização dos Produtos Tradicionais Açorianos, para o qual recorreu-se a duas vias de valorização e proteção, o Sistema Regional de Certificação de Produtos Tradicionais para obtenção da Marca Coletiva de Origem e o Sistema Europeu de Valorização e Proteção de Produtos Tradicionais como Indicação Geográfica Protegida (IGP). Foi adotada uma metodologia descritiva, no formato de caso de estudo, que teve como objeto de estudo o Biscoito de Orelha de Santa Maria. Uma das questões essenciais que se coloca aos produtos tradicionais é a sua adaptação às exigências do mercado atual, sem contudo descaraterizar as suas especificidades identitárias, o que exige a articulação entre o conhecimento científico e o saber fazer tradicional. Assim...

Risco regulatório em telecomunicações: análise da polêmica sobre o reajuste das tarifas pelo IGP-DI; Texto para Discussão (TD) 1065: Risco regulatório em telecomunicações: análise da polêmica sobre o reajuste das tarifas pelo IGP-DI; Regulatory risk in telecommunications: analysis of the controversy over the readjustment of the IGP-DI

Kubota, Luis Claudio
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
27.51%
O presente trabalho tem dois objetivos. O primeiro é efetuar análise do ambiente institucional do setor de telecomunicações, utilizando abordagem desenvolvida por Levy e Spiller (1993). O segundo é investigar os diversos ângulos da disputa que se deu em torno da legalidade do reajuste das tarifas telefônicas pelo Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI). Esse episódio teve grande repercussão perante diversos públicos: o Executivo e o Judiciário, órgãos de defesa do consumidor, as empresas de telecomunicações e o mercado financeiro, entre outros; e é emblemático para avaliar a maturidade do sistema regulatório do setor. A decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de manter o reajuste pelo IGP-DI tem grande significância do ponto de vista do ambiente institucional. O escopo do trabalho está limitado ao setor de telecomunicações, mais especificamente, à telefonia fixa local, bem como há ênfase na questão das tarifas ao consumidor. Trata-se de setor de fundamental importância no que diz respeito aos investimentos diretos feitos no país e que possui papel central no contexto de convergência tecnológica da chamada Nova Economia.; 24 p. : il.

The Effect of Differentiation of Prey Community on Stable Coexistence in a Three-Species Food--Web Model

Shchekinova, E.; Löder, M. G. J.; Boersma, M.; Wiltshire, K. H.
Fonte: Universidade Cornell Publicador: Universidade Cornell
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 12/04/2012
Relevância na Pesquisa
17.75%
Food webs with intraguild predation (IGP) are widespread in natural habitats. Their adaptation and resilience behaviour is principal for understanding restructuring of ecological communities. In spite of the importance of IGP food webs their behaviour even for the simplest 3-species systems has not been fully explored. One fundamental question is how an increase of diversity of the lowest trophic level impacts the persistence of higher trophic levels in IGP relationships. We analyze a 3-species food web model with a heterogeneous resources and IGP. The model consists of two predators directly coupled via IGP relation and indirectly via competition for resource. The resource is subdivided into distinct subpopulations. Individuals in the subpopulations are grazed at different rates by the predators. We consider two models: an IGP module with immobilization by the top predator and an IGP module with species turnover. We examine the effect of increasing enrichment and varying immobilization (resource transfer) rate on a stable coexistence of predators and resources. We explore how the predictions from the basic 3-species model are altered when the IGP module is extended to multiple resource subpopulations. We investigate which parameters support a robust coexistence in the IGP system. For the case of multiple subpopulations of the resource we present a numerical comparison of the percentage of food webs with stable coexistence for different dimensionalities of the resource community. At low immobilization (transfer) rates our model predicts a stable 3-species coexistence only for intermediate enrichment meanwhile at high rates a large set of stable equilibrium configurations is found for high enrichment as well.

BIGP- a new single protocol that can work as an igp (interior gateway protocol) as well as egp (exterior gateway protocol)

Gupta, Isha
Fonte: Universidade Cornell Publicador: Universidade Cornell
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 12/07/2012
Relevância na Pesquisa
27.4%
EGP and IGP are the key components of the present internet infrastructure. Routers in a domain forward IP packet within and between domains. Each domain uses an intra-domain routing protocol known as Interior Gateway Protocol (IGP) like IS-IS, OSPF, RIP etc to populate the routing tables of its routers. Routing information must also be exchanged between domains to ensure that a host in one domain can reach another host in remote domain. This role is performed by inter-domain routing protocol called Exterior Gateway Protocol (EGP). Basically EGP used these days is Border Gateway Protocol (BGP). Basic difference between the both is that BGP has smaller convergence as compared to the IGP's. And IGP's on the other hand have lesser scalability as compared to the BGP. So in this paper a proposal to create a new protocol is given which can act as an IGP when we consider inter-domain transfer of traffic and acts as BGP when we consider intra-domain transfer of traffic.; Comment: 5 Pages, 6 Figures

Tenderización post-mortem de la carne de los distintos biotipos amparados por la IGP Ternera Asturiana

Sierra,V.; Fernández-Suárez,V.; Castro,P.; Osoro,K.; Rodríguez-Colunga,M.J.; Vega-Naredo,I.; García- Macía,M.; Coto-Montes,A.; Oliván,M.
Fonte: Archivos de Zootecnia Publicador: Archivos de Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/09/2011 SPA
Relevância na Pesquisa
26.95%
Se estudió la actividad de la μ-calpaína y la tenderización a lo largo de la maduración postmortem (de 2 h a 21 d) en carne procedente de distintos biotipos amparados por la Indicación Geográfica Protegida (IGP) Ternera Asturiana, según la raza (Asturiana de los Valles, AV y Asturiana de la Montaña, AM) y el genotipo para la mutación en el gen de la miostatina causante de la hipertrofia muscular (mh/mh, mh/+, +/+). Esta mutación produjo diferencias significativas en la evolución post-mortem de la calidad de la carne promoviendo un descenso más rápido del pH y una activación más temprana de las calpaínas y por tanto de la proteolisis en los biotipos AV (mh/mh y mh/+) que mostraron un ritmo de tenderización más temprano que la carne de los biotipos normales (+/+) de ambas razas. Los resultados indican que las diferencias encontradas entre biotipos en pH y actividad de μ-calpaína muestran un paralelismo con el proceso de tenderización.