Página 1 dos resultados de 38 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Interação entre as vias de sinalização do IGF-I, do ER e da integrina 1 na regulação da transcrição do genes PHLDA1 e PAWR; IGF-I, estrogen receptor (ER) and 1 integrin interaction over PHLDA1 and PAWR transcriptional regulation

Casolari, Débora Arcieri
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
A interação entre as vias de sinalização do ER, do IGF-I e da integrina 1 é essencial para a manutenção da homeostase da glândula mamária normal, e alterações nessas vias de sinalização estão associadas ao processo de tumorigênese da mama. Portanto, o objetivo deste trabalho foi investigar a influência e inter-relação entre as vias de sinalização do IGF-I, do ER e da integrina 1 na regulação da transcrição dos genes PHLDA1 e PAWR. Para isso, células MCF-7 foram tratadas, por diferentes tempos, com 10nM de 17- estradiol (E2), 12,5nM de IGF-I, 30M de LY294002 (inibidor da PI-3K), 30M de SB202190 (inibidor da p38MAPK) e 1M de ICI182780 (antagonista do ER), ou transfectadas com 40nM de siRNA para integrina 1. A expressão gênica foi avaliada por PCR em tempo real e a expressão protéica por Western Blot. A expressão do gene PHLDA1 aumentou após tratamento com E2 por 6h (p=0,05), e esse efeito foi inibido pelo tratamento com ICI (p<0,05). O tratamento com E2 por 24h inibiu a expressão do gene PAWR (p<0,05), e esse efeito foi dependente de ER, pois foi inibido pelo tratamento com ICI (p<0,05). O tratamento com IGF-I por 1,5h causou aumento na expressão do gene PHLDA1 (p<0,05); e o tratamento com IGF-I por 24h causou diminuição na expressão do gene PAWR (p<0...

Contribuição da via de sinalização IGF-I/Akt/mTOR na atrofia muscular desencadeada pela insuficiência cardíaca: influência do treinamento físico aeróbico; Contribution of IGF-I/Akt/mTOR signaling pathway to the muscular atrophy induced by heart failure: influence of aerobic exercise training

Bacurau, Aline Villa Nova
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
A insuficiência cardíaca (IC) é a via final comum da maioria das cardiomiopatias e outras doenças do aparelho circulatório. Considerando a prevalência crescente e a morbimortalidade associada representa um importante problema de saúde pública. Em quadros mais avançados, além do comprometimento funcional, portadores de IC apresentam perda de massa muscular excessiva que pode culminar em caquexia cardíaca; condição que contribui para o mau prognóstico e a mortalidade aumentadas. A massa muscular é regulada pelo balanço entre estímulos anabólicos e catabólicos. A quinase Akt vêm sendo considerando uma importante quinase na regulação do crescimento muscular por controlar o anabolismo proteico. Dessa forma, ativadores da Akt (IGF-I e insulina), bem como proteínas alvo da sinalização da Akt (mTOR e GSK3) são importantes mediadores na manutenção da massa muscular e podem ser regulados por estímulos metabólicos, nutricionais e mecânicos. Assim, o objetivo desse estudo foi avaliar a contribuição da via de sinalização IGF-I/Akt/mTOR na atrofia muscular desencadeada pela IC tanto em humanos quanto em modelo experimental, bem como o efeito do treinamento físico aeróbico (TFA). Nossos resultados demonstraram que em biópsias do vasto lateral de pacientes portadores de IC classe II houve redução na expressão de mRNA de todas as isoformas de IGF-I e na expressão das proteínas IGFBP-3...

Distribuição do IGF-I e do seu receptor na cartilagem do processo condilar da mandíbula e na sincondrose basiesfenoidal de ratos wistar subnutridos.; Distribution of IGF-I and its receptor in the cartilage of the mandibular condyle process and basiesphenoidal synchondrosis of the undernourished wistar rats.

Oliveira, Bruna Cecilia Caixeta de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
A cartilagem do processo condilar (PC) e a sincondrose basiesfenoidal (SB) participam do processo de crescimento e desenvolvimento craniofacial que são determinados pelo aporte protéico, pela ação hormonal e por fatores de crescimento, sendo o IGF-I o principal deles. Objetivou-se correlacionar as alterações morfológicas no PC e na SB provenientes da subnutrição protéica. Os grupos experimentais foram formados por animais heterogêneos (n=5) com 60 dias de vida, de acordo com o teor de caseína contida nas rações, protéica (20%) ou hipoprotéica (5%), formando, respectivamente, os grupos nutrido (N) e subnutrido (S). Na microscopia de luz foi observado que a subnutrição não alterou as espessuras das camadas do PC e da SB, enquanto que através da imunohistoquímica o número de IGF-I e IGF-IR diminuiu em ambos os tecidos (N≠S; p<0,05). No PC, o colágeno do tipo I passou a ser do tipo II no grupo S, enquanto que na SB, o do tipo II foi destacado em ambos os grupos. A matriz extracelular do PC apresentou-se densa e com coloração homogênea nos nutridos, contrastando com o aspecto difuso dos subnutridos. Na SB, tanto no grupo N quanto no S, a MEC manteve-se com aspecto uniforme na distribuição e na homogeneidade da coloração.; The cartilage of the condylar process (CP) and the basiesfenoidal synchondrosis (BS) participate in the process of craniofacial growth and development that are determined by the protein content...

Importância dos ensaios para medida do hormônio de crescimento na determinação da atividade da acromegalia

Casagrande, Alessandra
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.75%
A dosagem do GH no soro é essencial para confirmar ou excluir o seu excesso. Na acromegalia, a ausência de critérios clínicos suficientemente sensíveis para monitorizar o sucesso do tratamento faz com que o GH sérico seja o procedimento de escolha e, para isso, é essencial que a sua dosagem seja realizada de forma confiável, capaz de permitir interpretações uniformes. Vários critérios hormonais têm sido propostos para caracterizar remissão da acromegalia, incluindo níveis séricos de GH randômico inferior a 2,5 μg/l, nadir de GH durante o teste de tolerância oral a glicose inferior a 1,0 μg/l e IGF-I normal para sexo e idade. A importância do tratamento adequado consiste na possibilidade de reverter a mortalidade prematura da acromegalia através da diminuição dos níveis de GH para valores menores que 2,5 μg/l. Com o surgimento de ensaios ultra-sensíveis para medida do GH, tornaram-se necessários critérios mais estritos para determinar cura ou remissão da doença. Nesta revisão, descreveremos aqui as modificações decorrentes da evolução dos ensaios, as conseqüências nos resultados de GH e os pontos de corte propostos na literatura para caracterização da atividade e remissão da acromegalia.; Growth hormone quantification in serum is essential for confirming or ruling out its excess. The absence of clinical criteria sufficiently sensitive to evaluate the treatment success enables GH as the key diagnostic procedure and for that...

Efeito da suplementação de L-arginina sobre a secreção de hormônio do crescimento e fator de crescimento semelhante à insulina em adultos; Effect of L-arginine supplementation on secretion of human growth hormone and insuline-like growth factor in adults

Fayh, Ana Paula Trussardi; Friedman, Rogério; Sapata, Katiuce Borges; Oliveira, Álvaro Reischak de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.75%
Baseado nos pressupostos de que a infusão de aminoácidos pode aumentar a secreção de hormônio de crescimento (GH), e que o metabolismo deste hormônio está relacionado com a secreção do fator de crescimento semelhante à insulina (IGF-I), o objetivo deste estudo foi verificar o efeito da suplementação de L-arginina sobre o GH e IGF-I em adultos. Participaram do estudo 17 indivíduos do sexo masculino, que foram randomizados para receber L-arginina (n= 10) ou placebo (n= 7), sete gramas ao dia, durante um período de sete dias. Antes e após o período de suplementação, os voluntários realizaram coleta de sangue em jejum para verificação dos níveis séricos de GH e IGF-I, bem como coleta de urina para verificação da excreção de uréia. Ao final do período experimental, verificamos que o grupo que recebeu L-arginina aumentou a excreção de uréia na urina (de 2684,1 ± 475,2 mg/dl para 2967,2 ± 409,7 mg/dl, p= 0,002), entretanto não modificou significativamente a secreção dos hormônios avaliados. O grupo que recebeu placebo não alterou significativamente nenhum parâmetro avaliado. A suplementação de Larginina durante sete dias mostrou-se ineficaz para aumentar a secreção de GH e IGF-I em indivíduos adultos do sexo masculino.; Based on presumptions that the infusion of amino acids can augment the release of human growth hormone (hGH) and that this metabolism is related with secretion of insulin-like growth factor I (IGF-I)...

Envelhecimento causa diminuição na função cognitiva e aumento no transporte de igfi pela barreira sangue-cérebro de camundongos

Zimmer, Eduardo Rigon; Muller, Alexandre Pastoris; Gnoatto, Jussania; Souza, Diogo Onofre Gomes de; Torres-Aleman, Ignácio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
16.75%

Composição corpórea, distribuição de gordura e metabolismo de repouso em mulheres histerectomizadas no climatério: há diferenças de acordo com a forma da administração do estrogênio?

Reis,Cristiana Maria R.F. dos; Melo,Nilson R. de; Vezzozo,Denise P.; Meirelles,Eduardo de S.; Halpern,Alfredo
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2000 PT
Relevância na Pesquisa
17.75%
As mulheres no climatério sofrem inúmeras alterações metabólicas, cardiovasculares e de composição corporal. A terapêutica de reposição hormonal (TRH) vem alcançando importância na atualidade, tornando-se quase um consenso que a mulher após a menopausa deve receber hormônios, pelos benefícios que trazem para a saúde, tais como prevenção de doenças coronarianas e osteoporose. A forma de administração de estrogênios influi em uma série de parâmetros metabólicos; é sabido, por exemplo, que a administração oral provoca uma elevação no hormônio de crescimento (GH) e uma diminuição do IGFI: quanto à forma (transdérmica), os estudos ainda não são conclusivos quanto aos níveis do GH e IGFI. Por outro lado, o GH e o IGFI podem agir de maneiras diferentes no metabolismo lipídico, ósseo e na distribuição de gordura corpórea. O objetivo deste trabalho foi estudar as variações da distribuição visceral de gordura nas diferentes formas de administração estrogênica e, particularmente, verificar se a forma de administração do hormônio altera a quantidade de gordura visceral. Foram estudadas 33 mulheres no climatério, histerectomizadas, divididas em 3 grupos: 1) 13 pacientes recebendo estrogênio eqüino conjugado 0...

Composição corpórea, distribuição de gordura e metabolismo de repouso em mulheres histerectomizadas no climatério: há diferenças de acordo com a forma da administração do estrogênio?

Reis,Cristiana Maria R.F. dos; Melo,Nilson R. de; Vezzozo,Denise P.; Meirelles,Eduardo de S.; Halpern,Alfredo
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2000 PT
Relevância na Pesquisa
17.75%
As mulheres no climatério sofrem inúmeras alterações metabólicas, cardiovasculares e de composição corporal. A terapêutica de reposição hormonal (TRH) vem alcançando importância na atualidade, tornando-se quase um consenso que a mulher após a menopausa deve receber hormônios, pelos benefícios que trazem para a saúde, tais como prevenção de doenças coronarianas e osteoporose. A forma de administração de estrogênios influi em uma série de parâmetros metabólicos; é sabido, por exemplo, que a administração oral provoca uma elevação no hormônio de crescimento (GH) e uma diminuição do IGFI: quanto à forma (transdérmica), os estudos ainda não são conclusivos quanto aos níveis do GH e IGFI. Por outro lado, o GH e o IGFI podem agir de maneiras diferentes no metabolismo lipídico, ósseo e na distribuição de gordura corpórea. O objetivo deste trabalho foi estudar as variações da distribuição visceral de gordura nas diferentes formas de administração estrogênica e, particularmente, verificar se a forma de administração do hormônio altera a quantidade de gordura visceral. Foram estudadas 33 mulheres no climatério, histerectomizadas, divididas em 3 grupos: 1) 13 pacientes recebendo estrogênio eqüino conjugado 0...

Lack of relationship between glycemic control and bone mineral density in type 2 diabetes mellitus

Cutrim,D.M.S.L.; Pereira,F.A.; Paula,F.J.A. de; Foss,M.C.
Fonte: Associação Brasileira de Divulgação Científica Publicador: Associação Brasileira de Divulgação Científica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 EN
Relevância na Pesquisa
17.41%
We assessed the effect of chronic hyperglycemia on bone mineral density (BMD) and bone remodeling in patients with type 2 diabetes mellitus. We investigated 42 patients with type 2 diabetes under stable control for at least 1 year, 22 of them with good metabolic control (GMC: mean age = 48.8 ± 1.5 years, 11 females) and 20 with poor metabolic control (PMC: mean age = 50.2 ± 1.2 years, 8 females), and 24 normal control individuals (CG: mean age = 46.5 ± 1.1 years, 14 females). We determined BMD in the femoral neck and at the L2-L4 level (DEXA) and serum levels of glucose, total glycated hemoglobin (HbA1), total and ionic calcium, phosphorus, alkaline phosphatase, follicle-stimulating hormone, intact parathyroid hormone (iPTH), 25-hydroxyvitamin D (25-OH-D), insulin-like growth factor I (IGFI), osteocalcin, procollagen type I C propeptide, as well as urinary levels of deoxypyridinoline and creatinine. HbA1 levels were significantly higher in PMC patients (12.5 ± 0.6 vs 7.45 ± 0.2% for GMC and 6.3 ± 0.9% for CG; P < 0.05). There was no difference in 25-OH-D, iPTH or IGFI levels between the three groups. BMD values at L2-L4 (CG = 1.068 ± 0.02 vs GMC = 1.170 ± 0.03 vs PMC = 1.084 ± 0.02 g/cm²) and in the femoral neck (CG = 0.898 ± 0.03 vs GMC = 0.929 ± 0.03 vs PMC = 0.914 ± 0.03 g/cm²) were similar for all groups. PMC presented significantly lower osteocalcin levels than the other two groups...

Expressão relativa de fator semelhante a insulina (IGFI) e receptor do homômonio folículo estimulante (FSHR) em folículos e tecido ovariano de Bos primigenius (Nelore)

Ferreira,Jorge Luís; Toniolli,Ricardo; Duarte,Ana Beatriz Graça; Campagnari,Francine; Boscaro,Ariadne Padovez; Pazini,Fabiane Siqueira; Garcia,José Fernando
Fonte: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 PT
Relevância na Pesquisa
16.75%
O aperfeiçoamento das técnicas que objetivam a exploração do potencial reprodutivo das fêmeas requer a compreensão mais ampla dos mecanismos de controle de desenvolvimento folicular. Uma alternativa de estudo nesta esfera, é a quantificação da expressão relativa de genes envolvidos nos processos de recrutamento, seleção e desenvolvimento folicular, pelo emprego da técnica de transcrição - reversa associado a reação em cadeia pela polimerase (RT - PCR). O presente trabalho objetivou quantificar a expressão relativa dos genes insulin-like growth factor I (IGF-I) e do receptor do hormônio folículo estimulante (FSHR), tendo como controle interno o gene da gliceraldeído 3-fosfato desidrogenase (GAPDH). Foram utilizados ovários bovinos de animais de matadouro em diferentes fases do ciclo estral. O RNA total dos folículos e tecido ovarianos foi purificado por TRIZOL. As reações de RT-PCR foram realizadas com o "kit" SuperScriptTM First-Strand. Os produtos de PCR foram analisados em gel de agarose e as bandas submetidas à análise densitométrica. Todos os genes foram amplificados observando-se a curva exponencial de amplificação, a validação do método foi realizada através de análise de regressão, sendo estabelecido o coeficiente de amplificação (E). A expressão relativa de mRNA para cada gene de interesse foi calculada pela fórmula estabelecida por Prelle et al.12. Em todos os tecidos analisados...

Metabolic, productive and reproductive responses to postpartum short-term supplementation in primiparous beef cows

Astessiano,Ana Laura; Pérez-Clariget,Raquel; Espasandín,Ana Carolina; López-Mazz,Carlos; Soca,Pablo; Carriquiry,Mariana
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 EN
Relevância na Pesquisa
16.75%
The objective of this study was to evaluate the effect of a short-term supplementation with rice bran (2 kg/cows/day) on the endocrine and metabolic profiles and hepatic gene expression, associated with the reproductive response in beef cows in grazing conditions. Thirty-eight primiparous beef cows (Hereford, Angus and Hereford × Angus) were used in a randomized block design according to genotype, calving date and body condition score at calving (BCS). At 64±14 days postpartum (day 0 of the experiment), cows were assigned to two nutritional treatments: i) control, grazing native pastures (CON, n=19) and ii) supplemented (SUP, n = 19) for 21 days (days 1 to 21 of the experiment). Blood samples were collected at 0, 7 and 22 days and liver biopsies were obtained at day 22 to determine the abundance of mRNA of growth hormone receptor (GHR), insulin-like growth factor -I (IGF1), and its binding proteins -2 and -3 (IGFBP2 and IGFBP3), and insulin receptor (INSR) using SYBR-Green real-time RT-PCR with hypoxanthine phosphoribosyltransferase as endogenous control. Short-term supplementation with rice bran did not modify either cow BCS or BW, or calf BW or average daily gain. However, it decreased by 11 days the length of postpartum anestrus of primiparous cows in grazing conditions...

Dinucleotide repeat polymorphism at the human gene for insulin-like growth factor I (IGFI)

Polymeropoulos, M.H.; Rath, D.S.; Xiao, H.; Merril, C.R.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 25/10/1991 EN
Relevância na Pesquisa
16.75%

Cloning, sequence analysis and expression of a cDNA encoding a novel insulin-like growth factor binding protein (IGFBP-2).

Binkert, C; Landwehr, J; Mary, J L; Schwander, J; Heinrich, G
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /09/1989 EN
Relevância na Pesquisa
16.75%
Insulin-like growth factors bind with high affinity to specific binding proteins in extracellular fluids. To identify structural characteristics of IGF-binding proteins that might define their physiological roles, we determined the complete primary structure of a novel human IGF-binding protein (IGFBP-2) from a cloned cDNA. The cDNA encodes a 328 amino acid IGF-binding protein precursor which contains a 39-residue signal peptide. The mature 289 amino acid IGFBP-2 has a predicted Mr of 31,325. Chinese hamster ovary (CHO) cells stably transformed with the IGFBP-2 cDNA secreted a 36 kd protein which bound, with different affinities, IGFII and IGFI, but did not bind insulin. The predicted protein sequence of this IGF-binding protein shares extensive amino acid homology (greater than 85%) with the IGF-binding protein secreted by rat BRL-3A cells, but less than 40% homology with human IGFBP-1. Therefore IGFBP-2, and not IGFBP-1 as previously suggested, represents the human homologue of the rat BRL-BP (alpha IGFBP-2). Moreover, from alignment of the predicted protein sequences of IGFBP-1 and IGFBP-2, extensive conservation of the distribution of cysteine residues is observed. Although the overall amino acid homology shared by these proteins is not high...

Functionally significant insulin-like growth factor I receptor mutations in centenarians

Suh, Yousin; Atzmon, Gil; Cho, Mi-Ook; Hwang, David; Liu, Bingrong; Leahy, Daniel J.; Barzilai, Nir; Cohen, Pinchas
Fonte: National Academy of Sciences Publicador: National Academy of Sciences
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
17.96%
Rather than being a passive, haphazard process of wear and tear, lifespan can be modulated actively by components of the insulin/insulin-like growth factor I (IGFI) pathway in laboratory animals. Complete or partial loss-of-function mutations in genes encoding components of the insulin/IGFI pathway result in extension of life span in yeasts, worms, flies, and mice. This remarkable conservation throughout evolution suggests that altered signaling in this pathway may also influence human lifespan. On the other hand, evolutionary tradeoffs predict that the laboratory findings may not be relevant to human populations, because of the high fitness cost during early life. Here, we studied the biochemical, phenotypic, and genetic variations in a cohort of Ashkenazi Jewish centenarians, their offspring, and offspring-matched controls and demonstrated a gender-specific increase in serum IGFI associated with a smaller stature in female offspring of centenarians. Sequence analysis of the IGF1 and IGF1 receptor (IGF1R) genes of female centenarians showed overrepresentation of heterozygous mutations in the IGF1R gene among centenarians relative to controls that are associated with high serum IGFI levels and reduced activity of the IGFIR as measured in transformed lymphocytes. Thus...

Acquired resistance to EGFR tyrosine kinase inhibitors in cancer cells is mediated by loss of IGF-binding proteins

Guix, Marta; Faber, Anthony C.; Wang, Shizhen Emily; Olivares, Maria Graciela; Song, Youngchul; Qu, Sherman; Rinehart, Cammie; Seidel, Brenda; Yee, Douglas; Arteaga, Carlos L.; Engelman, Jeffrey A.
Fonte: American Society for Clinical Investigation Publicador: American Society for Clinical Investigation
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
16.75%
Although some cancers are initially sensitive to EGFR tyrosine kinase inhibitors (TKIs), resistance invariably develops. We investigated mechanisms of acquired resistance to the EGFR TKI gefitinib by generating gefitinib-resistant (GR) A431 squamous cancer cells. In GR cells, gefitinib reduced phosphorylation of EGFR, ErbB-3, and Erk but not Akt. These cells also showed hyperphosphorylation of the IGFI receptor (IGFIR) and constitutive association of IRS-1 with PI3K. Inhibition of IGFIR signaling disrupted the association of IRS-1 with PI3K and restored the ability of gefitinib to downregulate PI3K/Akt signaling and to inhibit GR cell growth. Gene expression analyses revealed that GR cells exhibited markedly reduced IGF-binding protein 3 (IGFBP-3) and IGFBP-4 RNA. Addition of recombinant IGFBP-3 restored the ability of gefitinib to downregulate PI3K/Akt signaling and to inhibit cell growth. Finally, gefitinib treatment of mice with A431 xenografts in combination with an IGFIR-specific monoclonal antibody prevented tumor recurrence, whereas each drug given alone was unable to do so. These data suggest that loss of expression of IGFBPs in tumor cells treated with EGFR TKIs derepresses IGFIR signaling, which in turn mediates resistance to EGFR antagonists. Moreover...

Insulin-Like Growth Factor 1 Stimulation of Androgen Receptor Activity Requires β1A Integrins

SAYEED, AEJAZ; ALAM, NAVED; TREROTOLA, MARCO; LANGUINO, LUCIA R.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /02/2012 EN
Relevância na Pesquisa
17.75%
Despite the findings that β1 integrins play a vital role in the regulation of cell proliferation and survival, the mechanisms through which they operate and lead to cancer progression remain elusive. Previously, our laboratory has shown that β1A integrins support insulin-like growth factor 1 (IGFI)-mediated mitogenic and transforming activities. Here we report that β1A integrins regulate basal levels of IGF-IR, although they are not critical for maintaining cancer cell morphology. Upon transfection of β1A siRNA and consequent downregulation of IGF-IR, we show inhibition of anchorage-independent growth of prostate cancer cells, a function which is dependent on IGF-IR expression. In addition, we demonstrate that IGFI-mediated activation of androgen receptor (AR), known to occur in prostate cancer cells, requires expression of β1A integrins as evaluated by luciferase reporter assays and immunoblotting analysis. Since β1A integrin levels are increased by R1881 or dihydrotestosterone (DHT), our results imply that β1A integrins support an androgen-enhanced feedback loop that regulates the expression of IGF-IR. β1A integrins also regulate inducible levels of IGF-IR in cells stimulated by androgen or by a combination of androgen and IGFI...

Improved Function of the Failing Rat Heart by Regulated Expression of Insulin-Like Growth Factor I via Intramuscular Gene Transfer

Lai, N. Chin; Tang, Tong; Gao, Mei Hua; Saito, Miho; Miyanohara, Atsushi; Hammond, H. Kirk
Fonte: Mary Ann Liebert, Inc. Publicador: Mary Ann Liebert, Inc.
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
17.75%
Current methods of gene transfer for heart disease include injection into heart muscle or intracoronary coronary delivery, approaches that typically provide limited expression and are cumbersome to apply. To circumvent these problems, we selected a transgene, insulin-like growth factor-I (IGF-I), which may, in theory, have favorable effects on heart function when secreted from a remote site. We examined the feasibility and efficacy of skeletal muscle injection of adeno-associated virus 5 encoding IGF-I under Tet regulation (AAV5.IGFI-tet) to treat heart failure. Myocardial infarction (MI) was induced in rats by coronary occlusion; 1 week later, rats with impaired left ventricular (LV) function received 2×1012 genome copies (GC) of AAV5.IGFI-tet in the anterior tibialis muscle, and 4 weeks later, were randomly assigned to receive doxycycline in drinking water to activate IGF-I expression (IGF-On; n=10), or not to receive doxycycline (IGF-Off; n=10). Ten weeks after MI (5 weeks after activation of IGF-I expression), LV size and function were assessed by echocardiography and physiological studies. IGF-On rats showed reduced LV end-systolic dimension (p=0.03) and increased LV ejection fraction (p=0.02). In addition, IGF-On rats showed...

Efeito de substituição alélica dos marcadores genéticos de IGFl, GH e PITl sobre a idade e o peso ao primeiro parto de bovinos da raça Canchim.

GROSSI, D. do A.; GRUPIONI, N. V.; BUZANSKAS, M. E.; REGITANO, L. C. de A.; ALENCAR, M. M. de; PAZ, C. M. P.; MUNARI, D. P.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 46., 2009, Maringá. Anais...Maringa: SBZ:UEM, 2009. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 46., 2009, Maringá. Anais...Maringa: SBZ:UEM, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
17.41%
Os genes do fator do crescimento semelhante a insulina tipo I (IGF1) , do fator do crescimento (GH) e do fator de transcrição da pituitária (PITl) fazem parte de um sistema hormonal com papel fundamental na regulação do crescimento dos animais. Estes genes podem estar associados a características reprodutivas como a idade (IPP) e o peso ao primeiro parto (PPP) uma vez que estas características apresentam correlação favorável com características de crescimento. Assim, o objetivo deste trabalho foi avaliar a associação entre os marcadores IGFl (225,227,229 e 231), GH (L e V) e PITl(+ e -) e o desempenho fenotípico de IPP e PPP em bovinos da raça Canchim, visando obter ferramentas para avaliar e melhorar o desempenho para estas características. Análises de efeitos de substituição dos alelos de IGF1, GH e PITl foram conduzidas utilizando dados de IPP e PPP de fêmeas da raça Canchim provenientes do rebanho da Embrapa Pecuária Sudeste. Os efeitos médios de substituição alélica foram estimados por análise de regressão como desvios de cada alelo estudado. O modelo estatístico incluiu os efeitos fixos de grupo de contemporâneo, grupo genético do pai e os escores para a proporção de cada alelo de IGFI, GH ou PITl no genótipo e seus respectivos coeficientes de regressão. Estas análises foram realizadas respectivamente com 276...

Studies into the receptor-mediated induction of hypoxia inducible factor 1α.

Bilton, Rebecca
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2003
Relevância na Pesquisa
17.41%
The transcription factor Hypoxia Inducible Factor (HIF) is pivotal to the cellular response upon exposure to low oxygen stress (hypoxia). Post-translational modification of the HIF a-subunit (HIFa) by hydroxylase enzymes has recently been identified as the key 'oxygen sensing' mechanism within the cell. Regulation of HIF is complex; during hypoxia, regulation primarily occurs through inhibition of the hydroxylase enzyrnes and facilitates dramatic up-regulation of the protein stability and transcriptional activation capabilities of the HIF a-subunits. HIF also appears to play a role in target gene transcription in a hypoxia-independent manner. This novel, hypoxia-independent function of HIF is poorly characterised but has been recently shown to involve HIFa induction by receptor-mediated factors and the phosphatidyl-inositol-3-kinase/Akt or mitogen activated protein kinase (MAPK) signalling cascades. Activation of HIFa through these pathways is more subtle than that which occurs during induction by hypoxia. Activation of Akt and MAPK is reported to increase HIFa protein synthesis and results in increased HIFa protein levels and transcriptional activity. In addition, in some cell types MAPK potentiates the transcriptional activity of HIFa via a separate mechanism that does not require protein stabilization...

Expressão relativa de fator semelhante a insulina (IGFI) e receptor do homômonio folículo estimulante (FSHR) em folículos e tecido ovariano de Bos primigenius (Nelore); Relative expression of insulin like growth factor I (IGFI) and follicle stimulating hormone receptor (FSHR) in follicles and ovarian tissue from Bos primigenius indicus (Nelore)

Ferreira, Jorge Luís; Toniolli, Ricardo; Duarte, Ana Beatriz Graça; Campagnari, Francine; Boscaro, Ariadne Padovez; Pazini, Fabiane Siqueira; Garcia, José Fernando
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2002 POR
Relevância na Pesquisa
27.96%
O aperfeiçoamento das técnicas que objetivam a exploração do potencial reprodutivo das fêmeas requer a compreensão mais ampla dos mecanismos de controle de desenvolvimento folicular. Uma alternativa de estudo nesta esfera, é a quantificação da expressão relativa de genes envolvidos nos processos de recrutamento, seleção e desenvolvimento folicular, pelo emprego da técnica de transcrição - reversa associado a reação em cadeia pela polimerase (RT - PCR). O presente trabalho objetivou quantificar a expressão relativa dos genes insulin-like growth factor I (IGF-I) e do receptor do hormônio folículo estimulante (FSHR), tendo como controle interno o gene da gliceraldeído 3-fosfato desidrogenase (GAPDH). Foram utilizados ovários bovinos de animais de matadouro em diferentes fases do ciclo estral. O RNA total dos folículos e tecido ovarianos foi purificado por TRIZOL. As reações de RT-PCR foram realizadas com o "kit" SuperScriptTM First-Strand. Os produtos de PCR foram analisados em gel de agarose e as bandas submetidas à análise densitométrica. Todos os genes foram amplificados observando-se a curva exponencial de amplificação, a validação do método foi realizada através de análise de regressão, sendo estabelecido o coeficiente de amplificação (E). A expressão relativa de mRNA para cada gene de interesse foi calculada pela fórmula estabelecida por Prelle et al.12. Em todos os tecidos analisados...