Página 1 dos resultados de 98 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Hidrogramas experimentais de área alagada da micro bacia do rio Jacupiranguinha, Baixo Ribeira do Iguape, SP; Experimental hydrographs of wetlands in Jacupiranguinha's river microbasins in the Baixo Ribeira do Iguape Valley, SP

Almeida Neto, Paulino de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/09/2007 PT
Relevância na Pesquisa
27.22%
Ao longo dos anos, vêm sendo desenvolvidos trabalhos comprovando a importância de áreas alagadas naturais para a manutenção e preservação da qualidade das águas e do ecossistema fluvial. Este fato, associado à importância dos sistemas rios-planícies de inundação, fazem com que sua investigação e preservação sejam consideradas prioritárias. O objetivo desta pesquisa é analisar experimentalmente fatores que influenciam hidrogramas, conforme a ecologia fluvial de áreas alagadas da microbacia do rio Jacupiranguinha localizado no Baixo Ribeira do Iguape, SP. A concretização deste objetivo iniciou-se com a definição da área de estudo, bem como sua importância para a região. Foram então instaladas cinco estações linimétricas e uma estação climatológica, e em seguida, com os dados de vazão coletados em campo, foram construídas a curva-chave da entrada da área alagada e as incertezas relativas aos seus parâmetros. A partir desses estudos e com o levantamento topográfico de toda planície de inundação, foi determinada a relação entre áreas inundáveis, vazões e cotas hidrométricas do rio. Além disso, com os dados climatológicos, vazões e vegetação superficial foi possível determinar as componentes (precipitação...

Análise de sensibilidade de hidrogramas de projeto aos parâmetros de sua definição indireta.; Sensitivity analysis of flood hydrograph from the parameters used to their indirect definition.

Silveira, Gislaine Massuia da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
17.54%
É realizada neste trabalho uma análise de sensibilidade das variáveis de entrada na determinação de hidrogramas de cheia em bacias hidrográficas desprovida de dados hidrológicos. Analisou-se a influência do CN (número de curva), da área de drenagem, do tempo de concentração, da duração da chuva e do período de retorno sobre os hidrogramas de cheia calculados. É feita uma comparação entre os métodos do hidrograma do SCS, Santa Bárbara e Clark. Para dar subsídio às análises de sensibilidade, utiliza-se o sistema de suporte à decisão ABC 6, desenvolvido na Universidade de São Paulo (USP). Um estudo de aplicação prática é elaborado para avaliar a influência da vazão no projeto de estruturas hidráulicas. Os resultados mostram quanto as variáveis de entrada influenciam na determinação das vazões e quanto estas vazões influenciam no projeto das estruturas hidráulicas. Como recomendação geral, visto a facilidade no uso de ferramentas computacionais e sistemas de suporte a decisão, sugere-se que sempre seja realizada uma análise de sensibilidade nos estudos hidrológicos. A análise de sensibilidade irá permitir a avaliação dos erros e incertezas que são cometidos quando da adoção das variáveis de entrada.; A sensitivity analysis of input variables for flood hydrographs determination in watersheds without observed hydrological data is presented in this work. Influence of CN (number of curve)...

A hidrografia local e as práticas escolares de professores de geografia de Ibitinga - SP; Local hidrography and school practices of Geography teachers from Ibitinga-SP

Meneghesso, Valquíria Aguiar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.54%
A presente pesquisa dissertativa foi desenvolvida para investigar como professores de Geografia de escolas da rede pública estadual de Ibitinga-SP têm trabalhado o tema hidrografia em suas práticas pedagógicas. Procuramos descrever criticamente como se dão as práticas escolares de professores de Geografia em relação à hidrografia local, refletir sobre a importância de se desenvolver práticas que tratem da localidade na qual os alunos estão inseridos e analisar as práticas dos professores, tendo em vista o desenvolvimento de uma consciência socioambiental e cidadã dos alunos. A abordagem metodológica escolhida foi a qualitativa, o que possibilitou uma avaliação dos processos e das características intrínsecas do ensino. Os procedimentos para a coleta de dados envolveram entrevistas semi-estruturadas com três professores participantes, observações das aulas em que foram desenvolvidos os temas hidrografia e localidade, e análise dos documentos produzidos e utilizados pelos professores e alunos no desenvolvimento do tema em questão. Realizamos a caracterização das escolas e dos professores participantes da pesquisa. Os dados coletados e as análises realizadas evidenciaram que as práticas escolares estão atreladas ao currículo oficial implementado pelo programa São Paulo Faz Escola...

Estudo sobre a sensibilidade dos parâmetros do método SCS na determinação de hidrogramas de cheia em bacias urbanas; Study on the SCS method parameter sensitivity in determination of flood hydrographs in urban basin

Paulino, Paloma Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
27.22%
Para simular o comportamento da bacia hidrográfica diante de eventos chuvosos e, a partir da quantificação das vazões de cheias, encontrar soluções para os problemas causados pelas enchentes, é essencial a utilização de modelos de transformação chuva-vazão. Há diferentes métodos para o cálculo do deflúvio superficial ou precipitação excedente para uma dada bacia hidrográfica. Entre estes, um dos mais utilizados pela comunidade técnica é o método desenvolvido pelo Departamento de Conservação do Solo norte-americano: SCS (Soil Conservation Service, atual National Resources Conservation Service), aplicável principalmente quando não se dispõe de séries históricas de dados hidrológicos. A utilização deste método depende da seleção do parâmetro CN (Curve Number), que por sua vez requer o conhecimento das características da bacia hidrográfica em estudo, como: tipos de solo, cobertura vegetal, uso da terra, teor de umidade do solo anterior à chuva. A partir da precipitação excedente total do evento chuvoso, para se construir um hidrograma de cheia, é necessário distribuir a chuva ao longo do tempo, ou seja, construir o hietograma da precipitação excedente. O SCS também propõe um método baseado no hidrograma unitário triangular sintético para gerar o hidrograma de cheia a partir de um certo hietograma. O parâmetro básico para se obter esse hidrograma sintético é o tempo de concentração da bacia hidrográfica (tc). Para a determinação deste parâmetro existem diversas fórmulas empíricas baseadas nas características físicas da bacia hidrográfica...

Avaliação da classificação hidrologica do solo para a determinação do excesso de chuva do metodo do serviço de conservação do solo dos Estados Unidos

Aderson Sartori
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2004 PT
Relevância na Pesquisa
17.22%
O conhecimento do volume e distribuição do escoamento superficial é fundamental para auxiliar na tomada de decisão direcionada para o controle da erosão rural e urbana, controle das inundações e projetos de engenharia hidráulica ou relacionada ao planejamento dos recursos hídricos. O método do Serviço de Conservação do Solo (SCS) do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos da América (USDA), atualmente Serviço de Conservação dos Recursos Naturais (NRCS), permite estimar a parcela da precipitação que resulta no escoamento superficial e também seu volume e distribuição no tempo. Ele tem como principal variável o número da curva de escoamento superficial (CN) que é estimado com base nas informações do solo e cobertura da terra. Neste trabalho foram analisadas e comparadas às classificações hidrológicas do solo usando a classificação do SCS, baseada nos solos dos Estados Unidos, e uma classificação baseada nas características dos solos brasileiros, proposta por Lombardi Neto et al (1989). Os hidrogramas de escoamento superficial e as precipitações excedentes, obtidos da aplicação do método do SCS com as duas classificações hidrológicas do solo, foram comparados com os observados. Esse procedimento foi aplicado a 20 eventos (hidrogramas de escoamento superficial e suas correspondentes precipitações) observados na Microbacia Hidrográfica do Ribeirão dos Marins...

Avaliação da distribuição da chuva nas vazões maximas urbanas usando dados de radar e de pluviografo; Rainfall distribution evaluation in the urban peaks discharges using radar and rain guage data

Elaine Franco de Campos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2009 PT
Relevância na Pesquisa
17.54%
A precipitação é um componente do ciclo hidrológico que apresenta grande variabilidade espacial. Postos pluviométricos fornecem registros válidos apenas para um pequeno entorno do instrumento. A baixa densidade e as curtas séries de dados dos postos pluviométricos em bacias brasileiras tem sido fatores determinante nas incertezas dos resultados de diversos modelos hidrológicos que têm sido aplicados no país. Nesse contexto, o estudo de estimativas espaciais de precipitação podem ser extremamente úteis na busca de hidrogramas de projeto. Essas estimativas, embora a precariedade dos dados observados, devem fornecer uma boa noção da distribuição espacial das chuvas. Assim, com este trabalho, utilizam-se as estimativas da distribuição espacial da precipitação, obtidas a partir de dados de radar meteorológico, que são comparados aos dados da rede pluviométrica. Os dados da distribuição espacial da precipitação são usados como dados de entrada do modelo hidrológico distribuído Storm Water Management Model (SWMM), o qual foi aplicado a uma pequena bacia urbana da cidade de Campinas - SP, com área de drenagem de 7,59 km2. Os resultados são analisados comparando os hidrogramas simulados com os observados. Foram realizados estudos de caso na Bacia Hidrográfica Ralph Stettinger pertencente à Bacia do Ribeirão das Anhumas...

Avaliação dos métodos de estimação das vazões de enchente para pequenas bacias rurais do Estado de São Paulo

Abel Maia Genovez
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Livre Docência Formato: application/pdf
Publicado em /10/1991 PT
Relevância na Pesquisa
17.87%
O conhecimento atual das vazões de enchente em pequenas bacias e dos métodos para estimá-las em bacias sem medições de vazões é tal que o critério de projeto ainda é muito importante na determinação da vazão de projeto. Uma avaliação dos métodos Racional, I-Pai-Wu, Ven Te Chow, Hidrograma Unitário Triangular do "U.S. Soil Conservation Service (SCS)" e o método do Hidrograma Unitário Regionalizado proposto por Reda é apresentada como uma contribuição ao desenvolvimento de um critério de projeto. Na primeira fase foram comparadas as vazões de pico obtidas a partir de precipitações associadas a períodos de retorno. Depois, as vazões de pico calculadas, obtidas a partir de precipitações observadas, foram comparadas com as va2ões observadas. Também foram comparados os hidrogramas unitários sintéticos com os correspondentes observados. Os valores das precipitações efetivas, obtidas com os métodos do SCS e do que usa o coeficiente de escoamento superficial, foram comparadas com as observadas. Tal procedimento foi aplicado a 131 hidrogramas de enchente observados, de 15 bacias rurais do Estado de São Paulo - Brasil, com áreas variando de 38 a 398 Km2. Das comparações efetuadas observou-se uma superioridade do Método do hidrograma Unitário Sintético Regionalizado...

Estimation of the Relative Severity of Floods in Small Ungauged Catchments for Preliminary Observations on Flash Flood Preparedness: A Case Study in Korea

Kim, Eung Seok; Choi, Hyun Il
Fonte: MDPI Publicador: MDPI
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
17.22%
An increase in the occurrence of sudden local flooding of great volume and short duration has caused significant danger and loss of life and property in Korea as well as many other parts of the World. Since such floods usually accompanied by rapid runoff and debris flow rise quite quickly with little or no advance warning to prevent flood damage, this study presents a new flash flood indexing methodology to promptly provide preliminary observations regarding emergency preparedness and response to flash flood disasters in small ungauged catchments. Flood runoff hydrographs are generated from a rainfall-runoff model for the annual maximum rainfall series of long-term observed data in the two selected small ungauged catchments. The relative flood severity factors quantifying characteristics of flood runoff hydrographs are standardized by the highest recorded maximum value, and then averaged to obtain the flash flood index only for flash flood events in each study catchment. It is expected that the regression equations between the proposed flash flood index and rainfall characteristics can provide the basis database of the preliminary information for forecasting the local flood severity in order to facilitate flash flood preparedness in small ungauged catchments.

The intrinsic dependence structure of peak, volume, duration, and average intensity of hyetographs and hydrographs

Serinaldi, Francesco; Kilsby, Chris G
Fonte: BlackWell Publishing Ltd Publicador: BlackWell Publishing Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
27.96%
[1] The information contained in hyetographs and hydrographs is often synthesized by using key properties such as the peak or maximum value Xp, volume V, duration D, and average intensity I. These variables play a fundamental role in hydrologic engineering as they are used, for instance, to define design hyetographs and hydrographs as well as to model and simulate the rainfall and streamflow processes. Given their inherent variability and the empirical evidence of the presence of a significant degree of association, such quantities have been studied as correlated random variables suitable to be modeled by multivariate joint distribution functions. The advent of copulas in geosciences simplified the inference procedures allowing for splitting the analysis of the marginal distributions and the study of the so-called dependence structure or copula. However, the attention paid to the modeling task has overlooked a more thorough study of the true nature and origin of the relationships that link , and I. In this study, we apply a set of ad hoc bootstrap algorithms to investigate these aspects by analyzing the hyetographs and hydrographs extracted from 282 daily rainfall series from central eastern Europe, three 5 min rainfall series from central Italy...

Determinação de hidrogramas unitários geomorfológicos na Bacia do Ribeirão Salobra

Andrade, Aline Cristina de Souza
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
17.87%
A dificuldade em determinar hidrogramas ocorre em bacias sem monitoramento, nas quais não é possível relacionar os dados de chuva com os hidrogramas observados no exutório, como é o caso da bacia do Ribeirão Salobra. No presente trabalho, foi utilizado modelos matemáticos dotados de parâmetros físicos e geomorfológicos, relativos à bacia, para obter-se hidrogramas e calcular-se a vazão de pico (qp) e o tempo de pico (tp) do hidrograma unitário instantâneo geomorfológicos (HUIG). No primeiro momento foram gerados os hidrogramas da bacia do Ribeirão Salobra para duas velocidades distintas, e após esse procedimento, dividiu-se a bacia em sub-bacias de ordem inferior, comparando-se os valores de modo a verificar as semelhanças usando-se as mesmas velocidades. Também foram calculadas as velocidades para cada uma das bacias com a finalidade de compará-las entre si e com bacias de ordem superior. Observou-se que as bacias de 3ªordem “E” e “D” não apresentam semelhanças entre si, mas a bacia de 3ª. Ordem “D” apresentou características próximas a da bacia de 4ª ordem.; The difficult for determinate hydrographs occur in basins, such as the Ribeirão Salobra basin, that are not monitored so that it is not possible to relate the rainfall with the exit hydrographs. The present work involved the application of mathematical models that use physical and geomorphological parameters of the basin to obtain hydrographs and to calculate the peakflow (qp) and time of peak tp of the Geomorphological Instantaneous Unity Hydrographs (GIUH). Initially...

Modelling Groundwater-River Interactions for Assessing Water Allocation Options

Ivkovic, Karen Marie-Jeanne
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Thesis (PhD); Doctor of Philosophy (PhD)
EN
Relevância na Pesquisa
17.22%
The interconnections between groundwater and river systems remain poorly understood in many catchments throughout the world, and yet they are fundamental to effectively managing water resources. Groundwater extraction from aquifers that are connected to river systems will reduce river flows, and this has implications for riverine ecosystem health, water security, aesthetic and cultural values, as well as water allocation and water management policies more generally. The decline in river flows as a consequence of groundwater extractions has the potential to threaten river basin industries and communities reliant on water resources. ¶ In this thesis the connectivity between groundwater and river systems and the impact that groundwater extractions have on river flows were studied in one of Australia’s most developed irrigation areas, the Namoi River catchment in New South Wales. ¶ Gauged river reaches in the Namoi River catchment were characterised according to three levels of information: 1) presence of hydraulic connection between aquifer-river systems; 2) dominant direction of aquifer-river flux; and 3) the potential for groundwater extraction to impact on river flows. The methods used to characterise the river reaches included the following analyses: 1) a comparison of groundwater and river channel base elevations using a GIS/Database; 2) stream hydrographs and the application of a baseflow separation filter; 3) flow duration curves and the percentage of time a river flows; 4) vertical aquifer connectivity from nested piezometer sites; and 5) paired stream and groundwater hydrographs.; yes

Utility of Different Data Types for Calibrating Flood Inundation Models within a Glue Framework

HUNTER N.m.; BATES Paul; HORRITT M.s.; DE ROO ARIE; WERNER Micha
Fonte: European Geosciences Union Publicador: European Geosciences Union
Tipo: Articles in Journals Formato: Printed
ENG
Relevância na Pesquisa
17.22%
To translate a point hydrograph forecast into products for use by environmental agencies and civil protection authorities, a hydraulic model is necessary. Typical one- and two-dimensional hydraulic models are able to predict dynamically varying inundation extent, water depth and velocity for river and floodplain reaches up to 100 km in length. However, because of uncertainties over appropriate surface friction parameters, calibration of hydraulic models against observed data is a necessity. The value of different types of data is explored in constraining the predictions of a simple two-dimensional hydraulic model, LISFLOOD-FP. For the January 1995 flooding on the River Meuse, The Netherlands, a flow observation data set has been assembled for the 35-km reach between Borgharen and Maaseik, consisting of Synthetic Aperture Radar and air photo images of inundation extent, downstream stage and discharge hydrographs, two stage hydrographs internal to the model domain and 84 point observations of maximum free surface elevation. The data set thus contains examples of all the types of data that potentially can be used to calibrate flood inundation models. 500 realisations of the model have been conducted with different friction parameterisations and the performance of each realisation has been evaluated against each observed data set. Implementation of the Generalised Likelihood Uncertainty Estimation (GLUE) methodology is then used to determine the value of each data set in constraining the model predictions as well as the reduction in parameter uncertainty resulting from the updating of generalised likelihoods based on multiple data sources.; JRC.H.7-Land management and natural hazards

Predictions of Runoff Hydrographs in Ungauged Basins

PARAJKA Juraj; ANDREASSIAN Vazken; ARCHFIELD Stacey A.; BÁRDOSSY Andras; CHIEW Francis; DUAN Qingyun; GELFAN Alexander; HLAVČOVÁ Kamila; MERZ Ralf; MCINTYRE Neil; OUDIN Ludovic; PERRIN Charles; ROGGER Magdalena; SALINAS Jose Luis; SAVENIJE Hubert; SKOI
Fonte: Cambridge University Press Publicador: Cambridge University Press
Tipo: Articles in books Formato: Printed
ENG
Relevância na Pesquisa
27.73%
Predicting water runoff in ungauged water catchment areas is vital to practical applications such as the design of drainage infrastructure and flooding defences, runoff forecasting, and for catchment management tasks such as water allocation and climate impact analysis. This book synthesises decades of international research, forming a holistic approach to catchment hydrology and providing a one-stop resource for hydrologists in both developed and developing countries. Chapter 10 deals with predicting the entire runoff hydrograph in ungauged basins. Runoff hydrographs form the basis for a wide range of hydrologic investigations and water resources management tasks. From a scientific perspective one may be interested in predicting hydrographs in ungauged basins in order to understand how the individual processes combine to produce catchment response. From a practical perspective one may be interested in obtaining design characteristics for spillways, culverts and embankments. One may also be interested in water resources management applications such as water allocation for irrigation, industry and human use, hydropower operation and environmental flow estimation. Predictions of hydrographs in ungauged basins are also essential for risk management such as in flood and drought forecasting. Both statistical and process based methods have been used for predictions...

Advances in pan-European flood hazard mapping

ALFIERI Lorenzo; SALAMON Peter; BIANCHI ALESSANDRA; NEAL J.; BATES Paul; FEYEN Luc
Fonte: WILEY-BLACKWELL Publicador: WILEY-BLACKWELL
Tipo: Articles in Journals Formato: Online
ENG
Relevância na Pesquisa
17.22%
Flood hazard maps at trans-national scale have potential for a large number of applications ranging from climate change studies, reinsurance products, aid to emergency operations for major flood crisis, among others. However, at continental scales, only few products are available, due to the difficulty of retrieving large consistent data sets. Moreover, these are produced at relatively coarse grid resolution, which limits their applications to qualitative assessments. At finer resolution, maps are often limited to country boundaries, due to limited data sharing at trans-national level. The creation of a European flood hazard map would currently imply a collection of scattered regional maps, often lacking mutual consistency due to the variety of adopted approaches and quality of the underlying input data. In this work, we derive a pan-European flood hazard map at 100 m resolution. The proposed approach is based on expanding a literature cascade model through a physically based approach. A combination of distributed hydrological and hydraulic models was set up for the European domain. Then, an observed meteorological data set is used to derive a long-term streamflow simulation and subsequently coherent design flood hydrographs for a return period of 100 years along the pan-European river network. Flood hydrographs are used to simulate areas at risk of flooding and output maps are merged into a pan-European flood hazard map. The quality of this map is evaluated for selected areas in Germany and United Kingdom against national/regional hazard maps. Despite inherent limitations and model resolution issues...

A new method for the real-time prediction of flood peak discharges in Brays Bayou, Houston, Texas

Fisher, Ronald Todd
Fonte: Universidade Rice Publicador: Universidade Rice
ENG
Relevância na Pesquisa
17.22%
A new method for the prediction of maximum flood stage discharges in real time that does not rely on rainfall data has been developed for the Brays Bayou drainageway in Houston, Texas. A study of 21 historical storm discharge hydrographs revealed information contained within the rising limb of the hydrograph that could be used to predict the magnitude of the peak flow in the channel with an approximate one hour lead time. A correlation has been observed between the flow that occurs in the channel at a time following the time of slope inflection on the rising limb of the hydrograph and the peak flow. A HEC-1 model has been calibrated to the watershed using two recently occurring storms. This model was used to substantiate the observed correlation through simulated hydrographs using 264 hypothetical rainfall scenarios.

Analysis and Prediction of Rainfall and Storm Surge Interactions in the Clear Creek Watershed using Unsteady-State HEC-RAS Hydraulic Modeling

Winter, Heather
Fonte: Universidade Rice Publicador: Universidade Rice
ENG
Relevância na Pesquisa
17.22%
This study presents an unsteady-state hydraulic model analysis of hurricane storm surge and rainfall-runoff interactions in the Clear Creek Watershed, a basin draining into Galveston Bay and vulnerable to flooding from both intense local rainfalls and storm surge. Storm surge and rainfall-runoff have historically been modeled separately, and thus the linkage and interactions between the two during a hurricane are not completely understood. This study simulates the two processes simultaneously by using storm surge stage hydrographs as boundary conditions in the Hydrologic Engineering Center’s – River Analysis System (HEC-RAS) hydraulic model. Storm surge hydrographs for a severe hurricane were generated in the Advanced Circulation Model for Oceanic, Coastal, and Estuarine Waters (ADCIRC) model to predict the flooding that could be caused by a worst-case scenario. Using this scenario, zones have been identified to represent areas in the Clear Creek Watershed vulnerable to flooding from storm surge, rainfall, or both.

Modelling the influence of storm movement and wind-driven rainfall on overland flow in urban areas

Isidoro, Jorge Manuel Guieiro Pereira
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
17.22%
Na segunda metade do século XX e no início deste novo século tem-se assistido a um aumento histórico da população urbana. Esta realidade demográfica acarreta uma maior exposição e vulnerabilidade destas populações aos riscos de origem natural e antrópica. As cheias urbanas associadas a precipitações intensas enquadram-se em ambos estes riscos. Efeito das alterações ao ciclo hidrológico natural, e.g., diminuição da capacidade de infiltração por impermeabilização do terreno, e da maior concentração de habitantes e de atividades económicas, é percetível o aumento da ocorrência e da magnitude de cheias em áreas urbanas, bem como das perdas tangíveis e intangíveis associadas. Um profundo conhecimento das razões que levam a esta realidade é pois fundamental para a criação das ferramentas (e.g., planos, modelos e técnicas) que permitam mitigar os efeitos decorrentes das precipitações intensas em meio urbano. O principal objetivo desta tese é o de contribuir para um melhor conhecimento dos processos associados às cheias urbanas causadas por precipitações intensas. Para o cumprir foram investigados diversos aspetos sobre o processo de precipitação-escoamento. Foi dada particular importância à análise dos efeitos causados pela ocorrência simultânea de vento e chuva no escoamento superficial em zonas urbanas...

Predicting daily streamflow using rainfall forecasts, a simple loss module and unit hydrographs: Two Brazilian catchments

Littlewood, Ian; Clarke, R T; Collischonn, W; Croke, Barry
Fonte: Pergamon-Elsevier Ltd Publicador: Pergamon-Elsevier Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Relevância na Pesquisa
27.54%
The performance of a simple, spatially-lumped, rainfall-streamflow model is compared with that of a more complex, spatially-distributed model. In terms of two model-fit statistics it is shown that for two catchments in Brazil (about 30,000 km2 and 34,000

Effects of radar and raingage representations of precipitation on the flood modeling of the remnants of Tropical Storm Henri in the Red Clay Creek Watershed

Baum, Geoffrey
Fonte: University of Delaware Publicador: University of Delaware
Tipo: Tese de Doutorado
Relevância na Pesquisa
17.54%
Legates, David; Tropical Storm Henri produced flooding in the Red Clay Creek Watershed that surpassed the 500-year flood event. For this research, the effect of different precipitation data sets on the modeling of the flood hydrographs was investigated. The modeling was performed with the United States Army Corps of Engineers HEC-HMS 3.5 modeling package using both raingage data as well as radar data. Raingage data were acquired from the National Weather Service's (NWS) First-Order gage network. The radar data from the Fort Dix (NJ) radar was converted to precipitation using the National Weather Service's Convective and Tropical Z-R relationships as well as a calibrated Z-R relationship was derived from radar-gage pairs from the convective radar scans. Point observations also were extracted from the radar data at the density of the Delaware Environmental Observing System gage network. Differences in the simulated hydrographs range from the sparse NWS First-Order network, with peak flows underestimated by 70% of the observed flow and timing of the peak lagging the observed by over three hours to the NWS radar data using the Tropical Z-R relationship where peak flow was simulated to within 1% of the observed flow with the timing of the peak matching exactly. Differences between the simulations and the observed values for both Wooddale...

Modeling the observed hydrograph recession of a small semiarid watershed

Núñez-González,Gerardo; Domínguez-Cortázar,Miguel A.; Ventura-Ramos,Eusebio; Ramírez,Aldo I.
Fonte: Colegio de Postgraduados Publicador: Colegio de Postgraduados
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 EN
Relevância na Pesquisa
17.54%
The recession curve of observed hydrographs was modeled based on the concept of linear reservoirs. Each of the recession limbs was fitted using a non-linear curve fitting procedure based on Levenberg-Marquardt algorithm. The results showed that in general the response of this watershed is primarily non-linear. Besides, the recession of the observed hydrographs showed a good fit by means of a two linear reservoirs model with parallel discharge. The mean residence time for this watershed varied between 0.1 and 6 h for direct runoff, while it ranged between 0.7 and 18.5 h for subsurface flow. Finally, it was founded that subsurface flow is an important component of the hydrographs. From these results it can be concluded that hydrograph recession analysis technique could be useful in order to obtain a better insight about the runoff components as well as the recession process in watersheds of semiarid zones.