Página 1 dos resultados de 3663 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Humor e estresse no trabalho: fatores psicossociais estressores e benéficos no trabalho dos operadores de telemarketing; Humor and stress at work: psychosocial stressors and protecting factors at work of telemarketers

Galasso, Leonilde Mendes Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.28%
Objetivos. Tendo em vista o caráter bidimensional dos fatores psicossociais relacionados ao estresse (CASSEL, 1974), este trabalho teve por objetivos: identificar a interação de fatores psicossociais negativos (estressores) e benéficos (protetores) presente na situação de trabalho de um grupo de operadores de telemarketing, e verificar o potencial do humor como 'recurso psicossocial' frente ao estresse, como estratégia de coping (dimensão psicológica) e comportamento comunicativo favorecedor do apoio social (dimensão sociológica). Método. Foi realizado um estudo de caso em uma central de tele-atendimento de empresa administradora de planos de saúde pertencente a uma instituição pública, envolvendo doze entrevistas individuais e uma coletiva, semi-estruturadas, observação participante e aplicação de questionário, respondido por 124 operadores de telemarketing de diferentes turnos de trabalho. O questionário, auto-aplicável, constou de dados sócio-demográficos, questões sobre condições de trabalho, estresse no trabalho (KOMPIER & LEVI, 1995), fatores de incômodo e fadiga e satisfação, queixas de saúde e uso do humor. Os dados foram analisados com base no modelo Demanda-Controle (BAKER & KARASEK, 2000; KARASEK & THEORELL...

O humor no ensino de italiano língua estrangeira; The Humor in the of Italian as a Foreing Language Teaching

Oliveira, Janaina Tunussi de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/01/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
A presente dissertação tem como objetivo propor uma reflexão acerca das contribuições do humor no processo de ensino-aprendizagem de italiano como língua estrangeira. Diversos autores perpassam este trabalho e indicam os rumos da pesquisa. A hipótese norteadora é a de que o humor pode ser utilizado como instrumento no ensino intercultural de línguas e, a partir das definições de cultura e interculturalidade de Kramsch (1996) e Byram (1997), buscou-se delimitar de que modo os elementos interculturais seriam expostos, construindo, assim, uma aprendizagem baseada na própria Língua Materna (LM). Para isso, as implicações de Widdowson (2005) e Almeida Filho (2010) foram colocadas em destaque na aplicação de um ensino comunicativo, focado no conhecimento dos alunos acerca da língua-alvo e da cultura do outro. Quanto aos aspectos teóricos relacionados ao humor, Possenti (2010), Celentin (2012) embasaram as reflexões de como este seria utilizado como ferramenta de ensino e Margonari (2001) apontou, na prática, experiências de humor no ensino de língua inglesa. A materialidade deste projeto deu-se por meio de um curso de difusão de língua italiana realizado em julho de 2012 junto à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH)...

Análise do perfil de humor e da enzima alfa-amilase salivar em indivíduos fisicamente ativos = : Analysis of profile of mood states and salivary alpha amylase enzyme in physically active individuals; Analysis of profile of mood states and salivary alpha amylase enzyme in physically active individuals

Dalila Victoria Ayala Talmasky
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Este trabalho investigou o instrumento de perfil de humor psicológico BRAMS e traçou o perfil humoral de uma população de jovens fisicamente ativos. Analisou também as respostas das amostras da alfa-amilase salivar e verificou a possível correlação entre os dois marcadores de estresse. Na primeira parte do trabalho foi verificado se a Escala de Humor Brasileira (BRAMS) pode ser utilizada para aferir alterações de humor em resposta a diferentes cargas de treinamento e elaborada a folha de perfil de humor para a população em questão. Realizamos, inicialmente, a análise da concordância do instrumento BRAMS frente aos seis perfis de humor que ele pretende definir. Observamos ótima concordância estatística com os fatores vigor, raiva, fadiga, tensão e confusão mental. Já o fator depressão não apresentou concordância para a população estudada. Construímos, então, uma folha de perfil de humor, oriunda de 228 testes respondidos por 123 indivíduos com idade de 18±1anos (média ± desvio padrão), praticantes de 3 horas de exercício físico diário periodizado. As respostas de um subgrupo de sujeitos (n=105) foram avaliadas em dois momentos: após quatro meses de treinamento físico sistematizado diário, e após quatro dias do término de um treino intensificado de uma semana...

Calidad de vida y trastornos del humor : relación para cumplir con el proceso de atención

Macedo, Ermelinda; Silva, Carlos F.; Nossa, Paulo Nuno Sousa
Fonte: Instituto de Salud Carlos III. Unidad de Investigación en Cuidados de Salud (Investén-isciii) Publicador: Instituto de Salud Carlos III. Unidad de Investigación en Cuidados de Salud (Investén-isciii)
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2012 SPA
Relevância na Pesquisa
37.24%
Los trastornos del humor provocan un fuerte prejuicio en la gente, aunque no sea muy claro cuál su impacto de acuerdo a la enfermedad específica. La calidad de vida de las personas con enfermedad mental ha sido objeto de interés de la investigación cada vez mayor, después de haber sido considerado una medida importante para evaluar las intervenciones y los resultados. objetivos: 1) identificar las relaciones significativas entre los dominios de la calidad de vida y variables sociodemográficas en las personas con trastornos del humor, 2) identificar las relaciones significativas entre la calidad de vida y de la depresión mayor, distimia, trastorno bipolar y los trastornos depresivos no especificados. Método: 39 sujetos mayores de 18 años, con trastornos del humor de un hospital de Portugal. Utilizado el WHOQOL-Bref; Índice de Graffar y un cuestionario de datos demográficos y clínicos. Los datos fueron recolectados en los domicilios de los sujetos. Todos los sujetos firmaron el consentimiento informado. Fueron explicados los objetivos del estudio, el papel de los investigadores y el cumplimiento de la confidencialidad. Para el análisis estadístico se utilizó el Statistical Package for Social Sciences IBM SPSS Statistics...

Um estudo exploratório sobre o sentido de humor e as suas relações com a culpa, a vergonha e a depressão

Pinheiro, Maria Teresa Cardoso
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.25%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011; O sentido de humor é uma característica de personalidade comummente definida como indicativa de saúde anímica. Porém, permanecem questões sobre a sua ligação com a psicopatologia. Os objectivos do presente estudo recaem sobre a investigação, na população geral e na população clínica, das relações entre o sentido de humor, a culpa, a vergonha e a depressão. Participaram no estudo 163 adultos oriundos da comunidade e 18 adultos com diagnóstico de perturbação depressiva, de ambos os sexos. Os participantes responderam a um Questionário de Dados Sociodemográficos, à Escala Multidimensional do Sentido de Humor, à Escala de Depressão do Centro de Estudos Epidemiológicos e às subescalas de culpa e de vergonha do Personal Feelings Questionnaire - 2. Os participantes do grupo com patologia depressiva apresentaram um sentido de humor mais elevado, níveis mais elevados de sintomatologia depressiva e maiores propensões para a culpa e a vergonha. Encontrou-se apenas uma correlação significativa e negativa entre o sentido de humor e a sintomatologia depressiva no grupo da comunidade. Encontraram-se evidências estatísticas para a associação entre a probabilidade de apresentar níveis mais elevados de sintomatologia depressiva e uma maior propensão para a culpa e para a vergonha e a idade. A associação entre a probabilidade de apresentar níveis mais elevados de sintomatologia depressiva e o sentido de humor não foi estatisticamente significativa. Discutem-se os resultados em termos das implicações para o conhecimento da relação entre o sentido de humor e os processos psicopatológicos.; The sense of humor is a personality trait generally associated with the mental health. However...

O humor na rádio em Portugal : modos e finalidades do humor radiofónico

Duarte, André Manuel Monteiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
A presente dissertação centra-se no estudo do humor na rádio em Portugal. As primeiras considerações sobre o conceito de humor situam-se na Antiguidade Clássica e, desde aí, muitos têm sido os teorizadores que se têm dedicado a este conceito. Apesar disso, o humor continua a ser um conceito ambíguo, pelas múltiplas interpretações e formas que pode assumir por ser possível encontrá-lo em contextos muito distintos. Por sua vez, a rádio é um meio de comunicação com características muito próprias e bem definidas. Em Portugal, a rádio começou a apostar em programas de índole humorística nos anos trinta do século XX. É precisamente aqui que se centra a presente dissertação, compreender esta ligação entre o humor e a rádio, que já dura há cerca de 80 anos. Deste modo, ela almeja ser um contributo para o aprofundamento do conhecimento acerca da relação entre os dois termos deste binómio. Servindo este propósito, primeiramente são apresentadas as principais perspetivas e teorias sobre o humor, desenvolvidas ao longo dos anos. Posto isto, é estabelecida uma relação entre o humor e a comunicação, sendo também descrito, sucintamente, o nascimento do meio de comunicação rádio, até ao surgimento do primeiro programa de humor em Portugal...

Humor gráfico e Educação Ambiental: irreverência e criatividade nas práticas pedagógicas com crianças

Passos, Wagner Valente dos; Schmidt, Elisabeth Brandão
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
Este artigo é derivado da dissertação de mestrado intitulada “Humor Gráfico: linguagem e crítica para uma Educação Ambiental sem fronteiras”, cujo objeto de pesquisa foi a 1ª Mostra Internacional de Humor sobre Educação Ambiental, realizada durante o V CPEASUL – Colóquio de Pesquisadores em Educação Ambiental da Região Sul do Brasil e o IV EDEA – Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental, promovidos pelo Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental da Universidade Federal do Rio Grande em 2012. O presente artigo trata da aproximação entre o humor gráfico e a Educação Ambiental, utilizando os cartuns que integraram a mostra e o trabalho dos cartunistas Edgar Vasques e Renato Canini, a título de exemplo de como a charge, o cartum, as tiras e os quadrinhos podem constituir-se disparadores da reflexão e da estética de produção de desenhos para potencializar as relações da criança com o ambiente. Nesse processo será acionada a capacidade criativa e outras formas de pensar, compreender e interagir com as realidades do mundo.; This paper is derived from a Master’s thesis entitled “ Humor Gráfico: linguagem e crítica para uma Educação Ambiental sem fronteiras” (Graphic Humor: language and criticism for an Environmental Education without frontiers). The object of research was the 1ª Mostra Internacional de Humor sobre Educação Ambiental (First International Exhibition of Humor on Environmental Education) carried out during the V Colóquio de Pesquisadores em Educação Ambiental da Região Sul do Brasil (V Colloquim of Researchers in Environmental Education in the South Region of Brazil - V CPEASUL) and the IV Encontro e Diálogos com a Educação Ambiental (IV Meeting and Dialogs with Environmental Education - IV EDEA). Both events were organized by the Post-graduate Program in Environmental Education of the Universidade Federal do Rio Grande...

O humor na sitcom Seinfeld: a (re)construção de sentidos nas traduções das legendas para o português

Teixeira, Walkiria França Vieira e
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.29%
Este estudo investiga as traduções das situações humorísticas nas legendas dos episódios de Seinfeld - uma sitcom baseada na vida de cidadãos americanos e suas críticas à moral da classe média desta sociedade, que se envolvem em tramas e sua tentativa de soluções nada convencionais, provocando quebra de regras sociais ou resultados inusitados. Investigamos os mecanismos utilizados pelo tradutor para configurar a transposição do humor para outra realidade, ao mostrar as situações engraçadas dos contextos da cultura americana para a cultura brasileira e se as situações de humor apresentam coerência em outro contexto cultural. Partimos do pressuposto de que há perdas de sentido no processo de (re)significação ou (re)construção de sentidos do humor na tradução das legendas dos episódios, quando traduzidos para o português. Buscamos também entender o que pode representar a imagem na composição do humor apresentado nos episódios e se o cenário, as imagens representadas associadas à legenda tornam-se um elemento complementar ao entendimento do que é mostrado ao telespectador. Pesquisamos sua adequação à tradução, a adequação do humor e suas equivalências inter-culturais e inter-lingüísticas, da tradução do humor e ainda da legendagem. Embasamos nosso trabalho nos estudos sobre humor de Bergson (1978)...

Estudio del sentido del humor: validación de un instrumento para medir el sentido del humor, análisis del cuestionario y su relación con el estrés

Carbelo Baquero, Begoña
Fonte: Universidade de Alcalá Publicador: Universidade de Alcalá
Tipo: info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: 262144 bytes; 597671 bytes; 806633 bytes; 77288 bytes; application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.27%
Introducción. El futuro inmediato en los estudios sobre el humor se enfoca hacia modelos experimentales y aplicacionales (Russell, 1996; 2000), que permitan una correcta evaluación de los efectos sobre la salud y el bienestar (Roeckelein, 2002; Reiss, Mobbs, Greicius, Eiman y Menon, 2003). La necesidad de contar con métodos de evaluación hace del desarrollo de cuestionarios una fuente de interés en la investigación de este constructo (Thorson y Powell, 1991; 1993; Thorson, Powell, Sarmay-Shuller y Hampes, 1997). Material y método. Objetivo general: verificar la adaptación de la Escala Multidimensional del Sentido del Humor (MSHS, Thorson y Powell, 1991) como instrumento válido y fiable para medir el sentido del humor. Esta investigación aporta al contexto de habla castellana, un instrumento de medida que permita evaluar el rasgo o el estado de humor, para contribuir al diseño de evaluación del humor. Muestra: 539 personas de los ámbitos educativo y sanitario. Conclusiones. La escala para medir el Sentido del Humor es un instrumento válido y fiable para ser utilizado en nuestra cultura. La estructura del sentido del humor se ajusta a tres dimensiones que se describen como: 1º competencia o habilidad para utilizar el humor...

Humor vítreo: uma alternativa para investigação de drogas de abuso postmortem; Vitreous humor: an alternative drug investigation in postmortem samples

Peres, Mariana Dadalto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
O humor vítreo (HV) é um gel aquoso, transparente e incolor, situado entre o cristalino e a retina. Ele pode ser uma ferramenta para determinação de drogas de abuso, sobretudo quando é impossível fazer a determinação em sangue devido à sua ausência ou sua deterioração, por exemplo em casos de exsanguinação, embalsamento e carbonização. As drogas e seus metabólitos passam para o HV por difusão passiva e, de modo geral, a concentração dos analitos no HV é similar às concentrações obtidas no sangue. A cocaína e a benzoilecgonina são facilmente detectadas na matriz. Por outro lado, a difusão da morfina é bem limitada. O maior interesse do estudo de opioides é a análise de 6-acetilmorfina, que pode diferenciar o uso de heroína e morfina. O delta-9-tetrahidrocanabinol é uma molécula muito polar e fortemente ligada a proteínas plasmáticas, o que limita a sua difusão para o HV. Entre as anfetaminas, a metilenodioximetanfetamina e a metanfetamina são as moléculas mais estudadas no HV. Foi desenvolvido e validado um método utilizando GC-MS para análise simultânea de cocaína, anfetaminas, opioides, canabinoides e respectivos metabólitos em HV. Os analitos de interesse foram extraídos do HV utilizando extração em fase sólida e analisadas por GC-MS...

O humor e o luto nos enfermeiros que trabalham em cuidados paliativos

Nunes, Inês da Cunha Baetas Robalo
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 02/02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
O Humor e o Luto nos Enfermeiros que trabalham em Cuidados Paliativos Objetivo: Explorar a relação entre o humor e a sobrecarga de luto profissional nos enfermeiros que trabalham em cuidados paliativos. Contextualização: Os enfermeiros que cuidam de pessoas em fim de vida em contexto de cuidados paliativos são confrontados na sua prática clínica com um conjunto de situações desafiantes. A morte e os processos muitas vezes prolongados de debilitação progressiva associada a doença incurável têm impacto nos enfermeiros e constituem um stressor importante. A evidência empírica sobre a relação entre o sentido de humor e a vivência do luto profissional pelos enfermeiros é escassa, pelo que a sua disponibilidade heurística é ainda vasta. O conhecimento dos contributos do humor para uma vivência mais saudável do luto profissional pode contribuir para um suporte mais eficaz a este grupo profissional. Material e Métodos: Desenvolveu-se um estudo quantitativo correlacional, aplicando a versão validada e adaptada à população portuguesa da Multidimensional Sense of Humor Scale (Thorson e Powell, 1993a; José e Parreira, 2008) e a Escala de Sobrecarga de Luto Profissional (Marques da Gama, et al., 2011) numa amostra de 66 enfermeiros que trabalham em cuidados paliativos. Os dados recolhidos foram posteriormente submetidos a análise estatística...

O humor e o stress dos enfermeiros que cuidam com pessoas em fim de vida

Santos, Maria Inês Leal Brites Costa
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 04/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.26%
Introdução: São atualmente conhecidos os efeitos potencialmente negativos do stresse. Os enfermeiros constituem um dos grupos profissionais mais expostos aos fatores de stresse, nomeadamente os que prestam cuidados em fim de vida, visto que contactam diariamente com a morte, sofrimento e emoções negativas. Importa certificar que estes profissionais reconhecem estes fatores de stresse de modo a geri-los eficazmente prevenindo repercussões na sua saúde. Existe evidência científica de que o humor pode constituir uma estratégia eficaz na gestão do stresse ocupacional, podendo ser utilizado pelos profissionais em seu próprio benefício. A análise desta relação entre o humor e o nível de stresse requer a exploração de características como a magnitude e a orientação da mesma, através da utilização de instrumentos adequados de avaliação. Objetivos: Estabelecer a relação entre o Humor e o Stresse no contexto de trabalho dos enfermeiros que cuidam com pessoas em fim de vida. Determinar a natureza desta relação em termos de magnitude e orientação. Desenvolveu-se um estudo do tipo correlacional. A recolha de dados iniciou-se pela aplicação de um formulário online – composto por um questionário sociodemográfico e as traduções portuguesas da Multidimensional Sense of Humor Scale...

Será rir o melhor remédio? O impacto do clima de humor na satisfação laboral e no desempenho

Viana, Cátia Sofia Cardoso
Fonte: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida Publicador: Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.26%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário; Este estudo tem como objetivo fornecer evidências empíricas adicionais acerca do impacto do Clima de Humor na Satisfação Laboral e no Desempenho. Para este fim hipotetizou-se (1) um impacto positivo do Clima de Humor Positivo na Satisfação Laboral e no Desempenho; (2) um impacto negativo do Clima de Humor Negativo na Satisfação Laboral e no Desempenho; (3) um impacto negativo do Clima de Humor sobre a Gestão na Satisfação Laboral e no Desempenho; (4) um impacto positivo das Atitudes da Chefia na Satisfação Laboral e no desempenho. Integraram o estudo 154 participantes, colaboradores em organizações distintas de todo o território português. Os resultados revelaram um impacto significativo dos diferentes tipos de clima de humor na satisfação laboral. O Clima de Humor Positivo e as Atitudes da Chefia demonstraram impactos significativos e positivos na Satisfação Laboral. Contrariamente, o clima de Humor Negativo e o Clima de Humor sobre a Gestão demonstraram um impacto significativo e negativo na Satisfação Laboral. Adicionalmente, comprovou-se o impacto positivo do Clima de Humor Positivo e das Atitudes da Chefia no Desempenho. O impacto dos climas de Humor Negativo e de Humor sobre a Gestão no Desempenho não foram comprovados. Concluiu-se que apenas a percepção de Clima de Humor Positivo e Atitudes da Chefia têm efeitos positivos na Satisfação Laboral e no Desempenho.; ABSTRACT: This study aims to supply additional empirical evidence on the impact of Humour Climate on employee satisfaction and performance. For that purpose...

A COMPREENSÃO DO USO DO SENTIDO DE HUMOR NA PESSOA COM SINTOMAS DEPRESSIVOS

Semedo, Patrícia Alexandra Horta Fernandes
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/05/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.24%
Nos últimos trinta anos, a pesquisa na ?ciência do humor? tem sugerido que os mecanismos, como a psicoterapia individual, terapia de grupo e ?stand up for mental health? (que usa a ?stand-up comedy?) pode ter um impacto positivo na saúde (Gelkopf, 2011). A aplicação do uso do humor, pode desenvolver as competências sociais e as relações interpessoais, contribuindo para a melhoria do funcionamento psicossocial dos doentes (Del Rio, Blanco & Jurado, 2008). Importa assim conhecer qual a compreensão do uso do sentido do humor das pessoas com sintomatologia depressiva em internamento hospitalar. Os objetivos deste estudo são conhecer a compreensão que as pessoas com sintomas depressivos em internamento hospitalar atribuem ao uso do sentido do humor, durante o seu tratamento e analisar a influência das variáveis sociodemográficas e clínicas. Realizou-se um estudo de investigação descritivo-correlacional, onde participaram 39 pessoas internadas com sintomatologia depressiva, de uma unidade de saúde Portuguesa com internamento, selecionadas por amostragem de conveniência. Utilizou-se o questionário como instrumento de recolha de dados. O enfermeiro colhia os dados demográficos e clínicos e o doente preenchia a Escala Multidimensional do Sentido de Humor. Verificou-se uma compreensão global do uso do humor mediana...

Wahrnehmung von witzigen Stimuli und Veränderung des Humors bei psychischen Erkrankungen am Beispiel der Depression; Sense of humor in patients with depression

Konrad, Jana
Fonte: Universität Tübingen Publicador: Universität Tübingen
Tipo: Dissertation; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
DE_DE
Relevância na Pesquisa
37.29%
Humor als positive Charaktereigenschaft soll helfen Stress zu bewältigen und die Stimmung zu verbessern. Es stellt sich die Frage, ob Humor auch helfen kann Depressionen zu überwinden. Bisher ist jedoch unklar, ob depressive Patienten überhaupt in der Lage sind Humor z.B. in Form von Ironie oder Übertreibung als Mittel zur Bewältigung von negativen Situationen zu nutzen. Diese Studie soll Aufschluss über den Einfluss der Depression auf bestimmte Aspekte und Fähigkeiten wie Sinn für stressbewältigenden Humor (coping humor), Bewertung der Witzigkeit von Witzen und Cartoons, Erfassung der Ausprägung von Humor als Persönlichkeitsmerkmal (trait) bzw. als momentaner Zustand (state) geben. Methode: Patienten mit einer diagnostizierten Depression im Sinne des ICD-10 F32.0, 32.1, 33.0 und 33.1 und gesunde Kontrollen wurden mit standardisierten Selbstbeurteilungsbögen untersucht. Es sollten potenzielle Unterschiede in den Kategorien Vorlieben für Humor, Nutzung des Humors zur Stressbewältigung, Humor, Ernsthaftigkeit und Schlechte Laune als Persönlichkeitseigenschaft und als temporärer Zustand gemessen werden. Ergebnisse: Es konnten keine Unterschiede in der Präferenz von Humorarten, sowie der Bewertung der Witzigkeit von humorvollem Material nachgewiesen werden. Jedoch sind signifikante Unterschiede im Bereich der Persönlichkeitseigenschaften und des temporärem Zustand zu erkennen. Patienten zeigten in den Fragebögen eine hohe Ernsthaftigkeit und Tendenz zur schlechten Laune...

O humor na rádio em Portugal : modos e finalidades do humor radiofónico

Duarte, André Manuel Monteiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.28%
A presente dissertação centra-se no estudo do humor na rádio em Portugal. As primeiras considerações sobre o conceito de humor situam-se na Antiguidade Clássica e, desde aí, muitos têm sido os teorizadores que se têm dedicado a este conceito. Apesar disso, o humor continua a ser um conceito ambíguo, pelas múltiplas interpretações e formas que pode assumir por ser possível encontrá-lo em contextos muito distintos. Por sua vez, a rádio é um meio de comunicação com características muito próprias e bem definidas. Em Portugal, a rádio começou a apostar em programas de índole humorística nos anos trinta do século XX. É precisamente aqui que se centra a presente dissertação, compreender esta ligação entre o humor e a rádio, que já dura há cerca de 80 anos. Deste modo, ela almeja ser um contributo para o aprofundamento do conhecimento acerca da relação entre os dois termos deste binómio. Servindo este propósito, primeiramente são apresentadas as principais perspetivas e teorias sobre o humor, desenvolvidas ao longo dos anos. Posto isto, é estabelecida uma relação entre o humor e a comunicação, sendo também descrito, sucintamente, o nascimento do meio de comunicação rádio, até ao surgimento do primeiro programa de humor em Portugal...

Appreciation of humor sense in college students; Apreciación del sentido del humor en estudiantes universitarios; Apreciação do sentido de humor em estudantes universitários

Reyes Rojas, Monica; Lara Rodriguez, Gustavo; Lizcano, Elsa Catalina
Fonte: Universidade do Rosário Publicador: Universidade do Rosário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2012 SPA
Relevância na Pesquisa
37.3%
Appreciation of humor includes several cognitive and social processes. None can say that two communities will laugh at the same jokes and find funny the same humorous content. This study worked differences in humor appreciation of university students and comparisons were made between sex and age of participants. To assess the appreciation of humor was built an instrument with 15 written jokes. This instrument was presented to a total sample of 81 students, divided into 3 groups of different age. Participants had to evaluate two aspects: the playfulness and the difficulty of each stimulus or humorous vignette. The jokes that showed significant differences in jocularity have a particular structure marked for a disqualifying content to men, indicating, as noted the literature, that men have more fun with sexual humor and prefers this kind of jokes as well as content related to aggressive or hostile, while women have more fun with humorous vignettes when the man is the victim and reject more when the victim is a woman. In terms of age and the appreciation of humor, there are differences in the type of situations and social contexts valued in the jokes, involving relationship between situational and social aspects of humor.; La apreciación del humor incluye varios procesos cognitivos y sociales. No se puede decir que dos comunidades se rían de los mismos chistes y que encuentren divertidos los mismos contenidos humorísticos. En este estudio se trabajaron las diferencias en la apreciación del sentido del humor en estudiantes universitarios y se hicieron comparaciones entre sexo y edad de los participantes. Para valorar la apreciación del sentido del humor se construyó un instrumento con 15 chistes escritos presentado a una muestra total de 81 estudiantes...

O riso é coisa séria: o humor na publicidade institucional como alternativa persuasiva

Wasserman, Marcelo
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.25%
A dissertação de mestrado intitulada O riso é coisa séria: o humor na publicidade institucional como alternativa persuasiva tem como objetivo reconhecer os tipos de humor presentes no objeto de estudo e o modo como participam na busca de um efeito de persuasão, estabelecendo uma relação entre o contexto no qual essa comunicação está inserida e os atributos socioculturais que constituem o ambiente dos seus públicos-alvos. Buscamos a compreensão dos mecanismos constituintes da chamada publicidade institucional, que, ao utilizar o humor, pretende conscientizar o público frente a um problema, motivando-o a cumprir uma ação dentro da sociedade. O humor constitui um elemento significativo para a entendimento dos processos de comunicação e dos comportamentos reconhecíveis na era atual. Nossa perspectiva estende-se para um nível estético-cognitivo, no qual a publicidade geralmente está associada a um processo envolvido no prazer dos atos de consumo e nas reações derivadas desses impulsos. Entretanto, a publicidade institucional, transforma o efeito prazeroso do riso em argumento persuasivo ao utilizar o humor na sua estrutura discursiva para obter resultados favoráveis.As categorias de riso apresentadas por Propp e a co-relação teórica entre os estudos de Bergson e as descobertas de Freud nos permitem perceber uma visão abrangente do fenômeno riso dentro da sociedade...

Humor: a holistic care and a promoting children's health; Humor: um cuidado holístico e promotor de saúde da criança; Humor: un cuidado holístico y promotor de la salud del niño

José, Helena
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem – Mestrado Académico Publicador: Universidade Federal de Pernambuco, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem – Mestrado Académico
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 ENG
Relevância na Pesquisa
37.27%
Objective: to discuss the importance of humor in children's lives. Method: it uses a reflective and analytical method, based on literature and starting with the following questions: Is there a link between humor and child health? What is the role of humor in people's lives? What role does humor have specifically in children’s lives? Results: humor in children's lives? ... Although it is easily accepted and commented in health contexts, why is not therapeutic value yet recognized? Too often people say «... take humor to Pediatrics wards», but frequently the argument about the therapeutic value of humor remains inconsistent, such as its physiological and relational benefits, among others. Health professionals, who treat and care children and adolescents, have a special role in their life and their families’, once they interact in a period of great vulnerability. During the disease process, both family and patient, across a phase of great anxiety and instability, where the loss of confidence and of control of the feelings of impotence arise constantly. Conclusion: the role of humor is of undeniable value, it is a basic human need, and a way to increase the horizon perspective. Humor is a unique way of changing reality, and interpreting the context of illness in a way to enable the greatest well-being of the child or adolescent. Descriptors: sense of humor and humor; welfare; child; holistic health; therapeutics.

Cincuenta años de Humor Nuevo: La obra de Antonio de Lara Gavilán (1921-1971)

Weis Bauer, Samuel Michael
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2012 SPA
Relevância na Pesquisa
37.3%
Con el armisticio de la Gran Guerra vino el florecimiento de los movimientos de vanguardia en España y la inevitable irradición de sus valores en las otras ramas artísticas, tal como sugirió Ortega y Gasset en La deshumanización del arte: "cada época histórica mantiene [...] una inspiración idéntica, un mismo estilo biológico" . El humorismo, sus valores discursivos y el acercamientos particulares, fue una estrategia predilecta y natural del vanguardismo por lo que compartían de efecto y objetivo: la desmitificación, la desubicación, la mofa, la desdramatización y, en caso del humor vanguardista, la yuxtaposición de elementos heterogéneos. Así que el desarrollo de un humorismo que incorporar elementos del vanguardismo, un humorismo nuevo en España que ahora se llama, en mayúsculas, "Humor Nuevo" por ser un movimiento histórico reconocido, fue un acontecimiento, en retrospectiva, totalmente esperado, por muy revolucionario que fuera. En España la llegada del vanguardismo, y el humorismo vanguardista, se vio especialmente influenciado por el carisma, las enseñanzas, el magnetismo y la personalidad del ilustre Ramón Gómez de la Serna, quien entendía el humor como un valor transcendental y una postura ante la vida ...