Página 1 dos resultados de 1127 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Reflexos e reflexões do olhar. Caminhos para o resgate do humanismo e o projeto redes de sentido.; Reflexos e reflexões do olhar. Caminhos para o resgate do humanismo e o projeto redes de sentido.

Oyamada, Alexandre Hiroki Miliorini
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.25%
Este trabalho surgiu da inquietação de que muito do que a sociedade moderna cultiva como normal e bom contribui para tirar de nós pouco a pouco o que nos torna humanos. Por trás de pequenas e isoladas situações comuns do cotidiano, tão banais que já é mesmo difícil reparar nelas, é possível observar a existência de alguns modos específicos de encarar a vida que deterioram nosso próprio humanismo. Apesar de se manifestarem constantemente em diversos aspectos de nossas vidas diárias, parecemos sofrer uma miopia que nos impede de enxergá-los, nosso olhar se revela incapaz de vê-los através de suas manifestações. A educação formal, por sua vez, não contribui para mudar o cenário. É evidente que o compromisso da maioria das instituições formais de ensino não é com a formação de seres mais humanos, mas sim de profissionais mais competitivos para o mercado de trabalho ou alunos mais competitivos para o vestibular. O conhecimento se transforma em ferramenta de conquista ao invés de porta para a reflexão, que poderia nos libertar das miopias do nosso olhar, permitindo-nos ver através de nossos comportamentos e das situações do dia a dia aquilo que cultivamos dentro de nós que nos torna cada vez menos humanos. Entendendo que a qualidade do olhar é fundamental para o resgate do humanismo...

Entre o dito e o maldito: humanismo erasmiano, ortodoxia e heresia nos processos de confessionalização do Ocidente, 1530-1685; Between Confession and Curse: Erasmian Humanism, Orthodoxy, and Heresy in Western Confessionalization Processes, 1530-1685

Rodrigues, Rui Luis
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.38%
Esta tese procura estudar as relações entre o humanismo erasmiano e os processos de confessionalização desenvolvidos no contexto da Europa ocidental a partir da década de 1530. Um dos pressupostos da investigação é a existência de grande distância entre as perspectivas de Erasmo, moldadas segundo as noções de minima dogmata (a definição de um conjunto de dogmas reduzido ao mínimo essencial) e de condescendência para com as diferenças secundárias de doutrina dentro da fé cristã, e a atitude que norteou os processos confessionais, assinalada pelo enrijecimento doutrinário e pela multiplicação de dogmas. Apesar dessa distância, o humanismo erasmiano foi elemento importante na configuração da atitude confessional, tanto pela centralidade que deu à pregação enquanto instrumento catequético, quanto pelo estímulo que proporcionou à abordagem filológica nos estudos bíblicos. Nesse processo frustrou-se o projeto da minima dogmata: a multiplicação de dogmas trouxe, também, a multiplicação das acusações de heresia. Esse resultado ambíguo nos ensina algo sobre as ambiguidades de Erasmo e do seu humanismo. Ambos encontravam-se num contexto de enormes mudanças em todas as áreas, mas ligavam-se profundamente a estruturas sociais e a formas de pensamento do passado. A luta de Erasmo contra a tirania...

Política e retórica no Humanismo Florentino entre os séculos XIV e XV: em torno do Humanismo Cívico; Politics and rhetoric of the Florentine humanism between XIV and XV centuries: around civic humanism

Ambrosio, Renato
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
Muitas análises sobre o humanismo florentino dos séculos e XIV e XV, mesmo quando reconhecem a importância da tradição retórica, sobretudo latina, na formação e produção desses autores, a veem como uma ferramenta que encobre as suas verdadeiras e sinceras crenças, e criam um hiato entre suas obras e suas realidades políticas, tornando os escritos desses primeiros humanistas uma fonte histórica bastante delicada e perigosa para o historiador. Este estudo procurará, a partir de uma tendência historiográfica crítica às teses de Hans Baron sobre o Humanismo cívico (1955 e 1966) e das reflexões teóricas de Quentin Skinner (1999a, 2007 e 2007a), bem como de outros autores antigos e contemporâneos sobre as relações entre linguagem, política e história, propor uma leitura de algumas obras de dois humanistas florentinos dos séculos XIV e XV, Leonardo Bruni Aretino e Lino Coluccio Salutati. Uma leitura na qual a tradição retórica clássica neles presente e atuante seja vista não como um elemento que os distancia de suas realidades políticas e esconde suas convicções, mas como um meio pelo qual eles criaram novos conceitos e um novo vocabulário que contribuíram para dar forma não só à realidade cultural e política em que viveram e da qual participaram ativamente...

Humanismo e tecnologia nos cursos de Engenharia Civil

Szilagyi, Rosani Sgari
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
O trabalho possibilitou a transposição de uma tensão social para uma investigação: analisar e interpretar a evolução técnico-científica do Curso de Engenharia Civil de universidades gaúchas (Federal, Confessional e Comunitária) e sua aproximação e/ou afastamento do humanismo e da tecnologia. A tese parte da proposição de que os Cursos de Engenharia Civil revelam níveis diferenciados na conduta de projetos de formação do engenheiro, de acordo com a concepção e o modelo de universidade. A hipótese é de que há diferenças na gestão de projetos em vigor nesses cursos de Engenharia Civil em relação ao humanismo, à tecnologia e à inovação. O estudo de casos múltiplos foi o método utilizado para desvelar as proposições numa abordagem qualitativa, descritiva e comparativa, dado o critério de escolha: comunitária (UPF); confessional (PUCRS) federal (UFRGS). A entrevista semi-estruturada foi o instrumento, sendo que as evidências provenientes dos documentos proporcionaram o encadeamento e a triangulação dos dados. Foram atores do processo de investigação, os diretores e os coordenadores dos cursos de Engenharia Civil, bem como os coordenadores dos Programas de Pós-Graduação em Engenharia, além dos professores mais antigos e...

Estágio de prática jurídica como expressão do humanismo e instrumento transformador ao direcionamento da cidadania pluralista

Brüggemann, Sirlane de Fátima Melo
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 291 f.| grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
Tese (dourado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Jurídicas. Programa de Pós-graduação em Direito; A tese trata do tema "O estágio de prática jurídica como expressão do humanismo e instrumento transformador ao direcionamento da cidadania pluralista". É composta de quatro capítulos. Objetiva responder às seguintes questões de pesquisa: a) A formulação do humanismo no ensino do Direito e aplicada no estágio contribui positivamente na prática profissional do futuro operador do Direito? A influência do ensino humanista contribui no direcionamento de uma cidadania pluralista? Inicia a tese com o entendimento do humanismo, sua história, conceitos e correntes. Repensa o humanismo revisitado. Um humanismo alicerçado em valores. Neste sentido uma inquietação alia-se a uma certeza: a formação humanista fundamental para a construção de idéias e transformação da sociedade, como busca incessante da dignidade de cada um e de todos, de forma a ser construída a autonomia e a emancipação do ser humano em sua integralidade, efetivando-se na concretização real do viver humano e da cidadania plural. O caminho percorrido perpassa o ensino do Direito e, especificamente, questiona o Direito e seu estágio supervisionado. A forma pela qual se optou para buscar respostas foi a realização de pesquisa de campo...

Do humanismo ridículo: a crítica da prefectibilidade humana em Pascal e Lutero

Pondé,Luiz Felipe
Fonte: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG Publicador: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.32%
O texto tem três camadas. A primeira apresenta a construção semântica do conceito filosófico de "humanismo" a partir dos artiens medievais (século XIII), chegando ao seu clímax na Renascença, identificado com a obra de Pico de La Mirândola e sua mística da "suficiência e dignidade da natureza humana". A segunda camada do texto é a crítica que o reformador Lutero e o jansenista Pascal fazem ao "humanismo" e sua mística, concentrando essa crítica na idéia de que nada no comportamento humano sustenta um tal conceito, e que, portanto, se trata de uma abstração sem fundamento, e não de um fato empírico. Na terceira e última camada, analisam-se os desdobramentos desse embate, indicando que, possivelmente, os críticos cristãos do humanismo teriam acertado na sua dúvida com relação à viabilidade de um tal "culto ridículo da natureza humana".

Sloterdijk e o lugar do homem no humanismo pós-metafísico

Santos, Luiz Roberto Alves dos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Filosofia; Metafísica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Filosofia; Metafísica
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.53%
This work starts from the principle that the word humanism has been currently used to advocate certain behaviors or ways of acting which had been constituted for more than 2500 years, mainly in what refers to the most basic human values, which are clearly validated without any questioning. Humanism has been seen continually as a stone of civility touch. Thus, in 1999, the philosopher Peter Sloterdijk presented a conference in Baviera entitled Rules for the Human Zoo, whose subtitle was clear that it dealt with an answer to Martin Heidegger s text Letter on Humanism, basically showing that civility is necessarily bound to human domestication. So, the present work is split in three chapters. The first one aims to set the cultural and metaphysical bases of humanism. The second one will adopt an approach about what we will call epistolary humanism and its corollaries. Besides, in the third chapter, we will compose theoretical statements to the Heideggerian criticism against humanism and the post humanist contemporary proposition, as well as about the anthropotechnics. We can state that these two elements are considered as anthropological fundamentals of humanism and post humanism, and by understanding their mentioned historical relationship from their biological and ontological assumptions. Therefore...

El desarollo de las lenguas vernáculas, el uso de la lengua y el arte de traducir en la Tradición Humanista Renacentista y en el Humanismo reformador europeo

Monreal Pérez, Juan Luis
Fonte: Universidad de Murcia Publicador: Universidad de Murcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.32%
La Tesis estudia el desarrollo de las lenguas vernáculas,el uso de la lengua y el arte de traducir en la tradición Humanista y en el Humanismo reformador europeo. En la primera parte se analiza el Humanismo renacentista y su contribución al desarrollo de las lenguas vernáculas en Europa. En la segunda parte se examina el uso concreto de la lengua y el modo de entender el arte de la traducción por parte del Humanismo reformador Europeo. El estudio de las aportaciones que se han producido al respecto, se lleva a cabo analizando las contribuciones que personajes relevantes de dicho periodo histórico han hecho: Erasmo, Lutero, Cisneros, Nebrija, Vives, Juan de Valdés y Luis de León, como notables representantes europeos del Humanismo reformador y excelentes estudiosos del uso de la lengua. A todos ellos les importe el uso de la lengua y el arte de la traducción. ABSTRACT: The thesis studies the development of the vernacular languages, the use of the language and the art of translating in the Humanist tradition and in the European reformer Humanism. In the first part, the Humanism of the Renaissance and its contribution to the development of the vernacular languages in Europe have been analyzed. In the second part, the concrete use of the language and the way to understand the art of translating by the European reformer Humanism have been examined. The resulting study on the matter has been carried out analyzing the contributions that excellent thinkers of this historical period have done: Erasmo...

El humanismo en la filosof??a de Pedro Cerezo

Barroso Fern??ndez, ??scar
Fonte: Universidad de Granada Publicador: Universidad de Granada
Tipo: Parte de Livro
SPA
Relevância na Pesquisa
37.32%
Se analizan los trabajos que Pedro Cerezo ha dedicado al problema del humanismo a lo largo de su obra. Se muestra que aunque hay una contundente cr??tica al humanismo metodol??gico o antropocentrista, Cerezo defiende, apoy??ndose en la filosof??a de Heidegger y la tradici??n espa??ola de pensamiento, un humanismo que por sus rasgos m??s sobresalientes podr??a ser caracterizado como "humanismo barroco".

Renewal of Humanism and Anthropological Emancipation in Cassirer’s Perspective; Renovación del humanismo y emancipación antropológica en la óptica de Cassirer; Renovação do humanismo e emancipação antropológica na ótica de Cassirer

González, Roberto Andrés; Universidad Autónoma del Estado de México
Fonte: Universidad de la Sabana Publicador: Universidad de la Sabana
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
37.32%
In this study, the authors explore three ideas from the works of Cassirer. The first is the possibility of a new notion of man based precisely on the symbolic potential of the spirit. The second is the explicit desire to bring together the various acceptances of man and cultural expressions from their origin or source, which the authors believe offers the possibility to articulate a new humanism. Finally, they wish to show that philosophy, in Cassirer’s work, still wants to go the way of the system, inasmuch as the reality of the spirit constitutes a system in itself.; En la presente investigación se han explorado tres ideas desde la obra de Cassirer, en primer lugar, la posibilidad de una nueva concepción del hombre a partir justamente de la potencia simbólica del espíritu; en segundo lugar, el anhelo explícito por reunir las diferentes acepciones del hombre y expresiones culturales desde su origen o por su fuente, consideramos que esto da de sí la posibilidad para la articulación de un nuevo humanismo. Y en tercer lugar, hemos querido mostrar que en la obra de nuestro autor la filosofía quiere conducirse todavía por el camino del sistema, en virtud de que la realidad del espíritu constituye de suyo un sistema. ; Na presente pesquisa...

Humanismo

Velasco Gómez, Ambrosio
Fonte: Universidade Nacional Autônoma do México Publicador: Universidade Nacional Autônoma do México
Formato: 17
ESPAñOL
Relevância na Pesquisa
37.32%
Ante la pregunta, qué es el humanismo, y porqué cabe hablar del humanismo en una mesa que trata los temas del psicoanálisis y el existencialismo, la reflexión, guiada por textos de Pico de la Mirándola y de Jean Paul Sartre, nos entrega a la esencia del humanismo. Esto es, que el ser humano no está hecho, sino que se construye, y cuyo valor fundamental, la dignidad, es posible a través de una crítica y denuncia que sitúen al hombre en su realidad. Por esto resultan importantes las aportaciones críticas de Freud, para entender y construir el humanismo, que se suman a una serie de certeros golpes a las ilusiones humanas, que nos dejan conocer las ataduras y lastres desde los que el hombre tiene que construirse. Copérnico, Darwin, Marx y Freud, asestan esos golpes que son los que permiten descubrir nuestra situación real, que aunque indigna, permite construir esa crítica y denuncia sobre la cual el hombre es capaz de formarse.

El humanismo mexicano como humanismo analógico

Beuchot, Mauricio
Fonte: Universidad Nacional Autónoma de México Publicador: Universidad Nacional Autónoma de México
Tipo: Articulo
ES
Relevância na Pesquisa
37.46%
En este artículo se analiza el humanismo mexicano como una propuesta alternativa a la critica de Heidegger al humanismo europeo. Beuchot afirma que el humanismo en México tiene un carácter analógico, ya que el humanismo de las culturas indias y europeas converge se integra aquí. -------- This article analyses the Mexican Humanism as an alternative proposal to Heidegger's critique of European Humanism. Beuchot argues that Mexican Humanism has an analogical character, because Humanism of Indian and European culture converges and integrates here.; Universidad Nacional Autónoma de México

Los hábitos de la civilidad; el lugar central de la formación ciudadana en el humanismo cívico

Beatriz Irizar, Liliana
Fonte: Universidad Sergio Arboleda Publicador: Universidad Sergio Arboleda
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; Artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf; application/pdf; documentos
SPA
Relevância na Pesquisa
37.25%
Superar la crisis de humanismo que crece a pasos acelerados nos exige volver a pensar a la persona a partir de su naturaleza propia con el fin de descubrir qué es bueno para su auténtico progreso y plenitud. De este modo será posible iniciar un proceso de formación ciudadana verdaderamente humanista tal como el que propone el humanismo cívico

Heidegger y el humanismo

Cortés, Andrea
Fonte: Universidad Sergio Arboleda Publicador: Universidad Sergio Arboleda
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; Artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf; application/pdf; documentos
SPA
Relevância na Pesquisa
37.32%
Heidegger no trabajó el concepto de humanismo: el único ensayo sobre este tema; es su carta sobre el humanismo. En este ensayo Heidegger va a la esencia del problema. Y además no toma el concepto desde una perspectiva cultural. Al Seinsvergessenheit (olvido del ser) para mostrar cómo la esencia del humanismo pertenece al olvido; porque el asunto es que a través de la historia de la filosofía; el olvido no es el olvido de la esencia del ser; sino el olvido del ser mismo. Heidegger nos da otra perspectiva que se centra en la crisis del humanismo en nuestros días.

Humanismo cívico: sus nudos conceptuales (II)

Beatriz Irizar, Liliana
Fonte: Universidad Sergio Arboleda Publicador: Universidad Sergio Arboleda
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; Artículo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf; application/pdf; documentos
SPA
Relevância na Pesquisa
37.25%
El humanismo cívico se presenta como un nuevo modo de pensar y vivir la política. Un modo humano de habitar en la ciudad. Ahora bien; la reivindicación de lo humano que constituye su entraña teórica y práctica se cifra en que se esfuerza en recuperar la dignidad esencial del ser humano como criatura corpóreo-espiritual; abierta a la trascendencia y en posesión de una capacidad innata de ejercer actos libres y liberadores; es decir; configuradores de su plenitud humana. Pero para el humanismo cívico; tal plenitud o vida buena sólo es alcanzable a través de la educación de la libertad que se consigue con la adquisición de virtudes intelectuales y éticas, virtudes aprendidas y ejercitadas en el ambiente fértil de las comunidades de amistad

Categorías esenciales del humanismo cristiano

Agudelo Gómez, Carlos Julio
Fonte: Universidad Sergio Arboleda Publicador: Universidad Sergio Arboleda
Tipo: Artigo de Revista Científica
Relevância na Pesquisa
37.25%
In this historic moment, more than in any other time or era, there is a need for Wisdom to humanize the world, from both human and divine vocation. This articule, is dimensioned in two essencial categories, human and divine, both which are identified within the writtings of professor Rodrigo Noguera Laborde, founder of the Sergio Arboleda University. Following the footsteps of thinkers, philosophers and theologist that support the proclamation of a theocentric humanism, permits to visualize the pillars on which the wisdom structure of humanism is built for this century. The revelation of these categories puts man in this world as created by Gods love, pinnicule center,lord of creation and dignified by his racional capacity, conscience, soul or spirit. Likewise able to interact with other beigns with whom he shares this world.; Este momento histórico, más que en otras épocas, tiene la necesidad de la sabiduría para humanizar el mundo, desde la vocación del hombre y desde la vocación divina. El presente artículo, dimensiona dos categorías esenciales: la humana y la divina, identificadas al interior de los escritos del profesor Rodrigo Noguera Laborde, fundador de la Universidad Sergio Arboleda. Ir tras las huellas de los pensadores...

Los comienzos de la historia de la traducción en España : Juan Antonio Pellicer y saforcada, entre el humanismo áureo y el humanismo moderno

Ruiz Casanova, José Francisco
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html; application/pdf
Publicado em //2009 SPA
Relevância na Pesquisa
37.25%
Juan Antonio Pellicer y Saforcada (1738-1806) fue un erudito y bibliotecario de la Biblioteca de Palacio. Autor de varias obras sobre escritores del Siglo de oro español (principalmente, Cervantes), aprovechó el inmenso legado que custodiaba en la citada biblioteca para alzar la suya propia: el Ensayo de una Bibliotheca de Traductores españoles (1778), obra pionera en la materia, tanto en España como en Europa. Con dicho libro podría decirse que comienzan los estudios sobre Historia de la Traducción, y de él partirá, un siglo más tarde, Marcelino Menéndez Pelayo para ir conformando a lo largo de tres décadas su Biblioteca de Traductores españoles. Pellicer representa, tal y como se expone en este trabajo, la síntesis entre el Humanismo entendido como el estudio y la preservación de la cultura clásica grecolatina y el nuevo Humanismo dieciochesco, preocupado por la colección, la biblioteca, la enciclopedia: esto es, atesorar el legado cultural desde una perspectiva historiográfica.; Juan Antonio Pellicer y Saforcada (1738-1806) was a scholar and librarian at the Royal Library in Madrid. The author of various works on Spanish Golden Age writers (mainly Cervantes), he took advantage of the immense legacy for which he was responsible at the library to nourish his own writings: his Ensayo de una Bibliotheca de Traductores españoles (1778)...

Entre a Retórica e a Filologia: do pragmatismo ao humanismo na epistemologia da Ciência da Informação; Between Rhetoric and Philology: from humanism to pragmatism in Information Science epistemology

Saldanha, Gustavo Silva
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.32%
Identifica e discute a presença do humanismo na epistemologia da Ciência da Informação. Analisa o desenvolvimento contemporâneo do discurso epistemológico informacional e apresenta o pragmatismo, enquanto filosofia e método, como via que conduz o campo à recuperação dos elementos do olhar humanista sobre a realidade. Define a noção de humanismo a partir de um enfoque disciplinar, tendo Filologia e Retórica como duas matérias que definem o conceito geral do movimento e da tradição humanista. A partir de uma hermenêutica da linguagem da produção científica na Ciência da Informação interpreta as abordagens que recuperam os elementos identitários do conceito de humanismo no campo informacional. Conclui que o desenvolvimento epistemológico da Ciência da Informação se direciona no horizonte dos métodos de intervenção que se fundamentam entre a Retórica e a Filologia. Aponta as possibilidades teórico-metodológicas de reconhecimento do humanismo na epistemologia informacional.; Discusses the presence of humanism in the epistemology of Information Science. Examines the contemporary development of the pragmatism discourse in information studies. Defines the notion of the humanism and approaches philology and rhetoric as two areas that define the general concept of the traditional humanism. Concludes that the epistemological development of information science is directed at the horizon of the intervention methods that are based between the rhetoric and philology. It points theoretical and methodological possibilities of recognition of humanism in epistemology informational.

Reflexões sobre o humanismo português no alvorecer da época confessional

Rodrigues, Rui Luis
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 24/07/2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.25%
Este artigo procura compreender o discutido “fechamento” da vida cultural lusitana, experimentado no final do reinado de D. João III, a partir de uma análise do conceito de “processo de confessionalização”. Num primeiro momento, procura caracterizar o ambiente experimentado pelo humanismo português durante e principalmente nos últimos anos do reinado desse monarca português. A seguir, acompanha a formação do conceito de “processo de confessionalização” e oferece algumas críticas que têm por finalidade operacionalizá-lo para o próprio estudo do fenômeno português. Finalmente, procura assinalar as principais características do humanismo português nos inícios da “época confessional”, ou seja, a partir da segunda metade do século XVI, numa discussão crítica com certo viés da historiografia portuguesa que postula uma cisão radical entre uma vertente “literária” e outra “técnico-empírica” no seio desse humanismo.

A sociedade do conhecimento e o humanismo | The knowledge society and humanism

Condé, Mauro Lúcio Leitão
Fonte: Ibict Publicador: Ibict
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.46%
RESUMO Este artigo aborda aspectos epistemológicos das relações entre ciência, tecnologia e humanismo na era da informação, aqui chamada de “sociedade do conhecimento”. Seu pressuposto fundamental é de que existe um desenvolvimento simultâneo entre conhecimento científico e tecnológico, por um lado, e humanismo, por outro. Contudo, essa relação não é paralela. O humanismo opera de modo transversal à ciência e à tecnologia. Na medida em que a ciência e a tecnologia não têm um valor em si, mas nos seus usos, elas podem tanto ser instrumentos que impeçam a autonomia humana quanto, ao contrário, facilitadoras dessa autonomia. Na sociedade do conhecimento, o desenvolvimento científico e tecnológico é “condição necessária” para a emergência do humanismo – ou pelo menos do tipo de humanismo aí engendrado –, mas não é “condição suficiente”. Este artigo procura, assim, mostrar que a simultaneidade e a transversalidade entre conhecimento e humanismo, nesse modelo de sociedade, sugerem que essa relação comporte necessariamente uma perspectiva epistemológica, isto é, existe uma pressuposição epistemológica na própria condição ética humana. Somos seres éticos porque conhecemos, ainda que o ato de conhecer não nos torne...