Página 1 dos resultados de 169 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Prostituição masculina e vulnerabilidade às dsts/aids; Masculine prostitution and std/aids vulnerability; Prostitución masculina y vulnerabilidad a las ets/sida

SANTOS, Manoel Antônio dos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.69%
Estudo qualitativo, descritivo-exploratório que teve como objetivos identificar as razões que levam homens jovens a se inserirem no mercado da prostituição masculina, apreender as representações que elaboram sobre as práticas sexuais adotadas e sua percepção quanto à própria vulnerabilidade às DSTs/aids. Foram realizadas entrevistas individuais com roteiro temático semi-estruturado com 24 participantes. O material empírico foi submetido à análise temática e examinado segundo o referencial teórico de gênero. Os colaboradores referiram estar há pouco tempo na atividade e apontaram como principal motivação a busca de vantagens econômicas. Alegaram utilizar preservativo nas práticas sexuais que envolvem penetração, mas que não tomavam precauções no sexo oral. A preocupação em ocupar papel ativo na relação sexual esteve associada à tentativa de corresponder a um estereótipo de masculinidade que enfatiza poder/força/controle, dificultando a percepção da própria vulnerabilidade. A invisibilidade social que caracteriza o sexo comercial pode tornar esses jovens mais vulneráveis à infecção por DST/aids.; This exploratory, descriptive study was carried out to identify the reasons that lead young men to enter the market of male prostitution...

A homossexualidade na bíblia hebraica: um estudo sobre a prostituição sagrada no antigo oriente médio; The homosexuality in the hebrew bible: a study of sacred prostitution in the ancient middle east

Montalvão, Sérgio Aguiar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.77%
O trabalho tem o objetivo de apresentar a homossexualidade na Bíblia Hebraica através das passagens de Levítico 18:22, 20:13, Deuteronômio 22:5, 23:18-19, 1º Reis 14:24, 15:12, 22:46 e 2 Reis 23:7; analisar as relações da prostituição cultual masculina dos termos encontrados em Deuteronômio 23:18-19 (qadesh e keleb); os termos da região do Oriente Próximo com o papel da adoração ritual homossexual (qaditu e assinu); as deidades rituais com o rito masculino (Asherah de 2º Reis 23:7 e a Astarte de Kítion do Chipre relacionada ao keleb em Deuteronômio 23:18-19) as quais estão relacionadas aos ritos de fertilidade; trabalhar o contexto histórico no qual a homossexualidade ritual se desenvolveu em Israel e Judá (1º Reis 14:24, 15:12, 22:46 e 2º Reis 23:7); e com a questão das abominações e interditos tanto da homossexualidade (Levítico 18:22 e 20:13) quanto do travestismo (Deuteronômio 22:5). A pesquisa será realizada através de diversos estudos de acadêmicos que discorreram sobre o tema da homossexualidade na Bíblia Hebraica e sobre as suas questões levantadas e conclusões.; The work has the objective to present the homosexuality in the Hebrew Bible through the passages of Levíticus 18:22, 20:13; Deuteronomy 22:5...

História de uma regra não escrita: a proscrição da homossexualidade masculina no movimento psicanalítico; History of an unwritten rule: the proscription of male homosexuality in the psychoanalytic movement

Bulamah, Lucas Charafeddine
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.89%
O presente trabalho tem como objetivo investigar a existência e atuação de uma regra não escrita de proscrição de candidatos homossexuais masculinos à formação psicanalítica oferecida pelas sociedades filiadas à Associação Psicanalítica Internacional (IPA) nos países em que está presente. Realizou-se uma pesquisa histórica através de códigos de procedimento, artigos, revistas e depoimentos que sinalizassem para uma injunção à rejeição destes candidatos e expusessem as justificativas que a fundamentam. Descobriu-se a existência de uma prática histórica de proscrição baseada num discurso psicanalítico sobre a homossexualidade masculina que desde Freud até os psicanalistas contemporâneos mostrou-se progressivamente patologizante. Por fim, o modelo de institucionalização da psicanálise e padronização da formação psicanalítica foi investigado, mostrando-se determinante tanto aos expedientes discursivos sobre a homossexualidade quanto à exclusão de homossexuais da possibilidade de formarem-se psicanalistas; This work aims to investigate the existence and practice of a non-written rule of proscription of male homosexual candidates to the psychoanalytic training offered by societies affiliated to the International Psychoanalytic Association (IPA) in the countries it is present. A historical research was performed through procedural codes...

Entre perdas e ganhos: homossexualidade masculina, geração e transformação social na cidade de São Paulo; Between losses and gains: male homosexuality, generation and social transformation in São Paulo

Saggese, Gustavo Santa Roza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.68%
Baseada em pesquisa etnográfica envolvendo observação participante e entrevistas em profundidade realizadas entre 2011 e 2013, a proposta deste trabalho consiste em investigar a maneira pela qual homens de meia-idade provenientes de camadas médias e residentes na cidade de São Paulo experimentam e percebem transformações relativas à visibilidade homossexual ao longo de suas vidas e, mais especialmente, das últimas três décadas. A partir de uma análise dos discursos, tento construir junto aos interlocutores uma dialética que leva em conta tanto a experiência subjetiva de pertencimento a um grupo tradicionalmente marginalizado quanto a posição sócio-histórica que ocupam. Aqui, entram em jogo vários marcos, como o final da ditadura militar e a abertura política do Brasil, os pânicos morais suscitados pelo advento da epidemia de HIV/AIDS em meados da década de 1980 e a participação de alguns deles em movimentos sociais. Alvo de discussões acaloradas no cenário político nacional, exploro também suas posições sobre acontecimentos mais recentes, como o surgimento das Paradas do Orgulho LGBT e os embates envolvendo o reconhecimento das uniões homoafetivas e a criminalização da homofobia no país. Ao mesmo tempo...

A saúde das mulheres lésbicas : uma pesquisa bibliográfica

Bento, Aline Perdomo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.6%
A pesquisa teve como objetivo conhecer a produção de artigos em Língua Portuguesa sobre a Saúde das Mulheres Lésbicas indexada na Biblioteca Virtual em Saúde no período compreendido entre janeiro de 2000 e janeiro de 2012. Para análise dos documentos resultantes da busca no indexador, foi utilizada metodologia de Análise de Conteúdo. Foram encontrados dez artigos em resultado aos unitermos "homossexualidade feminina", "lésbicas", "saúde da mulher" e "preconceito". Os resultados indicam que os estudos que tratam sobre a temática das mulheres lésbicas totalizam um número muito inexpressivo, se comparado aos estudos sobre a homossexualidade masculina, o que indica um duplo preconceito. A mulher traz o histórico de ter sido, por muito tempo, reconhecida somente por meio do masculino e sempre sendo dominada por ele. Então, além de estarem em segundo plano, as mulheres em questão possuem uma orientação sexual diferente da estabelecida, sendo consideradas como desviantes. O preconceito se intensifica na medida em que, além de serem mulheres, são mulheres lésbicas. A análise das publicações revelou um conjunto de necessidades, sendo que, no âmbito do SUS, a abertura para a participação e o controle social vem possibilitando que grupos sociais estigmatizados questionem a dificuldade de acesso e reivindiquem a resolução de suas demandas específicas. Demonstram o receio das mulheres lésbicas...

Aspectos éticos em representação do conhecimento em temáticas relativas à homossexualidade masculina: uma análise da precisão em linguagens de indexação brasileiras

Pinho, Fábio Assis
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 149 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.68%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciência da Informação - FFC; The studies on ethics in Knowledge Organization and Representation, especially in the Subject Approach to Information, have collaborated to establish the theoretical and methodological aspects of Information Science which are justified by the assumption of social inclusion, as a metavalue, it situated itself between social prejudice and proselytize, creating a situation where three axiological universes coexist: the document or information, the user and the librarian. Therefore, the indexing is linked to an ethical dimension because it must concern itself with its reliability and usefulness in certain discourse communities or specific domains. In this direction, it is proposed through an exploratory and documental research with qualitative and inductive characteristics to identify the maximum specific terminological that Brazilian indexing languages allow for terms relating to male homosexuality, analyzing like investigative corpus the terms assigned to papers published in the Journal of Homosexuality, Sexualities and Journal of Gay & Lesbian Mental Health, between the years 2005 to 2009. From confrontation and analysis of terms and the Brazilian indexing languages there is an approximation of meaning in the Brazilian context...

There are so many of us: a diversidade na representação da identidade lésbica em The well of loneliness de Radclyffe Hall

Krainitzki, Eva
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 POR
Relevância na Pesquisa
36.68%
Tese de mestrado em Estudos Anglísticos apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2007; O romance The Well of Loneliness (1928), de Radclyffe Hall, pode ser considerado um dos mais conhecidos romances lésbicos cujo título, pelo menos, é familiar. Identidade e representação são categorias que se influenciam reciprocamente, tornando-se, portanto, indispensável analisar o tipo de identidade lésbica retratada nesta obra. Será possível conceber um discurso ‘reversivo’, tal como definido por Foucault, numa obra que integra uma definição de sexualidade desviante adoptada da sexologia, assim como uma idealização da heterossexualidade? A protagonista, Stephen Gordon, é representada de acordo com a noção de invertida congénita dos sexólogos do século XIX. Alegadamente emancipatória, por permitir entender a homossexualidade como patologia em vez de pecado ou crime, a teoria da inversão sexual deve ser entendida como prejudicial no caso da homossexualidade feminina. Ao contrário da homossexualidade masculina, o lesbianismo nunca foi definido como crime em termos legislativos; não correspondendo a sua medicalização a qualquer tipo de progresso. Escrita em forma de súplica pelo direito à existência das/dos invertida/os...

Risco relativo para Aids de homens homo/bissexuais em relação aos heterossexuais

Beloqui,Jorge A
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.61%
OBJETIVO: Analisar o risco relativo para Aids na população de homens que fazem sexo com homens em relação à população heterossexual masculina. MÉTODOS: Foram utilizadas estimativas sobre a proporção de homens que fazem sexo com homens no Brasil e dados de Aids do Sistema Nacionald e Agravos de Notificação. Foram calculadas estimativas para o risco relativo (RR) para Aids desta população em relação à população heterossexual masculina do Brasil; cidade e estado de São Paulo; e cidade e estado do Rio de Janeiro, para o período de 1996 a 2003. As trajetórias do RR neste período também foram analisadas. RESULTADOS: As estimativas do RR declinaram, mostrando tendência de estabilização: de 34,3 para 19,3 no País como um todo e entre 32,1 e 6,3 nos locais analisados. Para o País em 2003, o RR dos bissexuais masculinos em relação à população heterossexual masculina era 16. O RR para homossexuais exclusivos teve trajetória decrescente em todos os locais analisados, mas não para os bissexuais. CONCLUSÕES: O risco relativo para homens que fazem sexo com homens foi mais elevado em relação aos heterossexuais, em todos os locais. Esse resultado indica alta e persistente vulnerabilidade dessa população.

Prostituição masculina e vulnerabilidade às dsts/aids

Santos,Manoel Antônio dos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.54%
Estudo qualitativo, descritivo-exploratório que teve como objetivos identificar as razões que levam homens jovens a se inserirem no mercado da prostituição masculina, apreender as representações que elaboram sobre as práticas sexuais adotadas e sua percepção quanto à própria vulnerabilidade às DSTs/aids. Foram realizadas entrevistas individuais com roteiro temático semi-estruturado com 24 participantes. O material empírico foi submetido à análise temática e examinado segundo o referencial teórico de gênero. Os colaboradores referiram estar há pouco tempo na atividade e apontaram como principal motivação a busca de vantagens econômicas. Alegaram utilizar preservativo nas práticas sexuais que envolvem penetração, mas que não tomavam precauções no sexo oral. A preocupação em ocupar papel ativo na relação sexual esteve associada à tentativa de corresponder a um estereótipo de masculinidade que enfatiza poder/força/controle, dificultando a percepção da própria vulnerabilidade. A invisibilidade social que caracteriza o sexo comercial pode tornar esses jovens mais vulneráveis à infecção por DST/aids.

Sexualidade, cultura e política: a trajetória da identidade homossexual masculina na antropologia brasileira

Carrara,Sérgio; Simões,Júlio Assis
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
46.68%
Nosso objetivo é explorar o modo pelo qual o "jeito" supostamente brasileiro de organizar as categorias ou identidades sexuais (especialmente em relação à homossexualidade masculina) vem sendo tematizado na antropologia desde finais dos anos 1970, transformando-se às vezes num eixo para a construção/manutenção de uma identidade nacional caracterizada como exótica, retardatária e "não-ocidental". Também traçamos paralelos entre dois momentos da reflexão sobre as relações entre sexualidade, cultura e política, procedendo a uma breve revisão de algumas contribuições teóricas e empíricas anteriores que antecipam problemas e conceituações centrais dos atuais estudos de sexualidade, relacionados à instabilidade/fluidez das identidades sexuais e à imbricação da sexualidade em relações de poder e hierarquias sociais dinâmicas e contextuais.

Os jovens homossexuais masculinos e sua saúde: uma revisão sistemática

Cunha,Rosane Berlinski Brito e; Gomes,Romeu
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.81%
Com o objetivo de analisar a literatura acadêmica de abordagem sociocultural acerca da relação entre os temas homossexualidade masculina, homem jovem e saúde, realizou-se uma revisão baseada na análise de conteúdo temática de 37 artigos selecionados, nas bases de dados Medline e Lilacs, entre 2004 e 2013. A escassez de literatura na perspectiva sociocultural apontou para obstáculos e desafios, relacionados à promoção de saúde, que vão desde a qualidade da informação, passando por valores simbólicos inconscientes, até a efetivação de propostas de gestores de saúde. Concluiu-se que a hegemonia heterossexual encontra-se presente nas estruturas inconscientes da construção da homossexualidade, contribuindo para a perpetuação do habitus heteronormativo. Estudos que valorizam o encontro do saber técnico com o conhecimento que cada um produz, referido a seus valores pessoais e culturais, podem servir de subsídio para o maior aprofundamento dessa discussão.

"Frango com frango é coisa de paulista”: erotismo, deslocamentos e homossexualidade entre Recife e São Paulo

França,Isadora Lins
Fonte: Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/IMS/UERJ) Publicador: Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM/IMS/UERJ)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.6%
Neste artigo, desenvolvo uma reflexão explorando possíveis articulações entre trânsitos, itinerários, homossexualidade masculina, desejo e marcadores sociais da diferença. Analiso a produção discursiva de sentidos de lugar relacionados ao Recife e a São Paulo a partir de pesquisa etnográfica com homens que se relacionam afetivo-sexualmente com outros homens nas duas cidades - e transitam entre elas - buscando compreender como nesse processo articulam-se convenções de gênero e sexualidade, noções de brasilidade e regionalidade e sistemas de classificação relacionados à homossexualidade. Ao mesmo tempo, tematizo tensões envolvendo relações em que a diferença - de classe social, cor/raça, geração, gênero, regionalidade e sexualidade - atua como motor do desejo entre esses homens, compondo roteiros que mesclam trocas afetivas, sexuais e materiais de variadas ordens, e em que certa dose de risco parece estar implicada.

Risco relativo para Aids de homens homo/bissexuais em relação aos heterossexuais; Relative risk for AIDS between homo/bisexual and heterosexual men

BELOQUI, Jorge A
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.61%
OBJETIVO: Analisar o risco relativo para Aids na população de homens que fazem sexo com homens em relação à população heterossexual masculina. MÉTODOS: Foram utilizadas estimativas sobre a proporção de homens que fazem sexo com homens no Brasil e dados de Aids do Sistema Nacionald e Agravos de Notificação. Foram calculadas estimativas para o risco relativo (RR) para Aids desta população em relação à população heterossexual masculina do Brasil; cidade e estado de São Paulo; e cidade e estado do Rio de Janeiro, para o período de 1996 a 2003. As trajetórias do RR neste período também foram analisadas. RESULTADOS: As estimativas do RR declinaram, mostrando tendência de estabilização: de 34,3 para 19,3 no País como um todo e entre 32,1 e 6,3 nos locais analisados. Para o País em 2003, o RR dos bissexuais masculinos em relação à população heterossexual masculina era 16. O RR para homossexuais exclusivos teve trajetória decrescente em todos os locais analisados, mas não para os bissexuais. CONCLUSÕES: O risco relativo para homens que fazem sexo com homens foi mais elevado em relação aos heterossexuais, em todos os locais. Esse resultado indica alta e persistente vulnerabilidade dessa população.; OBJECTIVE: To assess the relative risk for AIDS between men who have sex with other men and heterosexual men. METHODS: Estimates on the proportion of men who have sex with men in Brazil and AIDS data from Brazil's Information System for Notifiable Diseases...

Cabral segue sua nau : as representações da homossexualidade masculina luso-brasileira nas revistas Junior e Com'Out

Ferreira, Thiago Filipe
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.89%
Dissertação de mestrado em Ciências da Comunicação (área de especialização em Publicidade e Relações Públicas); Tenciona-se com este trabalho debater as representações sociais do homossexual masculino e a maneira como este sujeito é representado imagética e textualmente pelas publicações homoeróticas do Brasil e de Portugal, respectivamente as revistas Junior e Com’Out. A perspectiva é identificar estereótipos e imagens socialmente solidificadas em ambas as culturas, relativos ao homossexual masculino, para então questionar-se até que ponto estes conceitos estão refletidos e são construídos nas e pelas representações difundidas pela mídia impressa voltada ao público gay brasileiro e português. Nossa operacionalização empírica inicia-se com as noções de sexualidade apresentadas por Foucault, Castañeda e Eribon. A seguir, passamos às representações da homossexualidade masculina ao longo da história luso-brasileira para, finalmente, estabelecermos um paralelo e questionarmos a relação entre, por um lado, os registros históricos e as representações sociais da homossexualidade masculinas, por outro, as construções deste fenómeno realizadas na publicidade das revistas analisadas.; This project intends to discuss the social representations of the male homosexual subjects and how they are represented by the image and the texts of homoerotic publications in Brazil and Portugal...

Discriminação a homossexuais na Índia e conseqüências à saúde; India's homosexual discrimination and health consequences

Agoramoorthy, Govindasamy; Minna, J Hsu
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
36.68%
Muitos países têm legalizado os direitos homossexuais. Mas há 147 anos, desde quando a Índia ainda era colônia britânica, a Seção 377 do Código Penal indiano define a homossexualidade como crime passível de prisão. Esta lei antiga viola os direitos fundamentais de homossexuais na Índia. Embora as literaturas hindu, budista, muçulmana, e a ficção moderna confirmem a presença de sentimento de amor entre pessoas do mesmo sexo, a homossexualidade ainda é considerada um tabu na Índia, tanto pela sociedade como pelo governo. No presente artigo, discute-se a continuidade dessa lei da época colonial sobre homossexualidade e seu impacto na sociedade indiana desfavorecida, bem como as conseqüências para a saúde desse grupo quanto à infecção pelo HIV.; A large number of countries worldwide have legalized homosexual rights. But for 147 years, since when India was a British colony, Section 377 of the Indian Penal Code defines homosexuality as a crime, punishable by imprisonment. This outdated law violates the fundamental rights of homosexuals in India. Despite the fact that literature drawn from Hindu, Buddhist, Muslim, and modern fiction testify to the presence of same-sex love in various forms, homosexuality is still considered a taboo subject in India...

Risco relativo para Aids de homens homo/bissexuais em relação aos heterossexuais; Relative risk for AIDS between homo/bisexual and heterosexual men

Beloqui, Jorge A
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2008 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
36.61%
OBJETIVO: Analisar o risco relativo para Aids na população de homens que fazem sexo com homens em relação à população heterossexual masculina. MÉTODOS: Foram utilizadas estimativas sobre a proporção de homens que fazem sexo com homens no Brasil e dados de Aids do Sistema Nacionald e Agravos de Notificação. Foram calculadas estimativas para o risco relativo (RR) para Aids desta população em relação à população heterossexual masculina do Brasil; cidade e estado de São Paulo; e cidade e estado do Rio de Janeiro, para o período de 1996 a 2003. As trajetórias do RR neste período também foram analisadas. RESULTADOS: As estimativas do RR declinaram, mostrando tendência de estabilização: de 34,3 para 19,3 no País como um todo e entre 32,1 e 6,3 nos locais analisados. Para o País em 2003, o RR dos bissexuais masculinos em relação à população heterossexual masculina era 16. O RR para homossexuais exclusivos teve trajetória decrescente em todos os locais analisados, mas não para os bissexuais. CONCLUSÕES: O risco relativo para homens que fazem sexo com homens foi mais elevado em relação aos heterossexuais, em todos os locais. Esse resultado indica alta e persistente vulnerabilidade dessa população.; OBJECTIVE: To assess the relative risk for AIDS between men who have sex with other men and heterosexual men. METHODS: Estimates on the proportion of men who have sex with men in Brazil and AIDS data from Brazil's Information System for Notifiable Diseases...

O preconceito sexual internalizado por homossexuais masculinos; El Prejuicio Sexual Internalizado por Homosexuales Masculinos; Internalized prejudice in male homosexuals

Nunan, Adriana; PUC-Rio; Jablonski, Bernardo; PUC-Rio; Féres-Carneiro, Terezinha; PUC-Rio
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2011 POR
Relevância na Pesquisa
46.89%
Despite the emergence, in the last decades, of a wide range of studies related to homosexuality, little has been produced on the subject of internalized prejudice. Based on an articulation between social psychology and psychoanalytical concepts, as well as existing literature on the subject, this article investigates internalized prejudice, defined as an acceptance by homosexuals of society’s negative attitudes regarding homosexuality. Such an acceptance, results in negative feelings towards oneself – mainly shame and guilt of being gay or of experiencing same-sex desire. We strive to relate internalized prejudice with its major clinical manifestations, as well as some of the defense mechanisms used by male homosexuals (denial, reactive formation, rationalization and passing). We conclude the article by raising some issues concerning the reduction of internalized prejudice. Keywords: internalized prejudice; male homosexuality; clinical manifestations.  ; Apesar do surgimento, nas últimas décadas, de uma vasta gama de estudos relacionados à homossexualidade, pouco foi produzido sobre o tema do preconceito internalizado. Tendo como base uma articulação entre conceitos oriundos da psicologia social e da psicanálise...

Águas Quentes da Laginha: contribuições de um antropólogo para uma história da homossexualidade masculina em Cabo Verde, África

Miguel, Francisco Paolo Vieira; Universidade de Brasília
Fonte: Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília (PPGHIS/UnB) Publicador: Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Brasília (PPGHIS/UnB)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
56.89%
A partir de pesquisa arquivística e etnográfica, o presente artigo tem por objetivo contar uma história da homossexualidade masculina no arquipélago de Cabo Verde, África. Neste intento, analiso os registros etnográficos sobre homossexualidade no continente africano, a documentação produzida pela Santa Inquisição sobre o arquipélago e, por fim, a memória oral dos homossexuais cabo-verdianos registrada nas últimas quatro décadas. Defendo que os dados aqui trazidos corroboram com a tese de que o homoerotismo não é novo e nem exógeno no continente africano. 

Os jovens homossexuais masculinos e sua saúde: uma revisão sistemática

Cunha,Rosane Berlinski Brito e; Gomes,Romeu
Fonte: UNESP Publicador: UNESP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.81%
Com o objetivo de analisar a literatura acadêmica de abordagem sociocultural acerca da relação entre os temas homossexualidade masculina, homem jovem e saúde, realizou-se uma revisão baseada na análise de conteúdo temática de 37 artigos selecionados, nas bases de dados Medline e Lilacs, entre 2004 e 2013. A escassez de literatura na perspectiva sociocultural apontou para obstáculos e desafios, relacionados à promoção de saúde, que vão desde a qualidade da informação, passando por valores simbólicos inconscientes, até a efetivação de propostas de gestores de saúde. Concluiu-se que a hegemonia heterossexual encontra-se presente nas estruturas inconscientes da construção da homossexualidade, contribuindo para a perpetuação do habitus heteronormativo. Estudos que valorizam o encontro do saber técnico com o conhecimento que cada um produz, referido a seus valores pessoais e culturais, podem servir de subsídio para o maior aprofundamento dessa discussão.

Risco relativo para Aids de homens homo/bissexuais em relação aos heterossexuais

Beloqui,Jorge A
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.61%
OBJETIVO: Analisar o risco relativo para Aids na população de homens que fazem sexo com homens em relação à população heterossexual masculina. MÉTODOS: Foram utilizadas estimativas sobre a proporção de homens que fazem sexo com homens no Brasil e dados de Aids do Sistema Nacionald e Agravos de Notificação. Foram calculadas estimativas para o risco relativo (RR) para Aids desta população em relação à população heterossexual masculina do Brasil; cidade e estado de São Paulo; e cidade e estado do Rio de Janeiro, para o período de 1996 a 2003. As trajetórias do RR neste período também foram analisadas. RESULTADOS: As estimativas do RR declinaram, mostrando tendência de estabilização: de 34,3 para 19,3 no País como um todo e entre 32,1 e 6,3 nos locais analisados. Para o País em 2003, o RR dos bissexuais masculinos em relação à população heterossexual masculina era 16. O RR para homossexuais exclusivos teve trajetória decrescente em todos os locais analisados, mas não para os bissexuais. CONCLUSÕES: O risco relativo para homens que fazem sexo com homens foi mais elevado em relação aos heterossexuais, em todos os locais. Esse resultado indica alta e persistente vulnerabilidade dessa população.