Página 1 dos resultados de 15 itens digitais encontrados em 0.115 segundos

A inteligência emocional e a leitura: um estudo com crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico

Freitas, Lénia Carina Vieira
Fonte: Universidade da Madeira Publicador: Universidade da Madeira
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 09/07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
35.77%
Os estudos acerca da inteligência emocional têm explorado as repercussões e a importância deste constructo no quotidiano dos individuo. Os estudos na infância, em particular, têm-se debruçado sobre estratégias e métodos que permitam o desenvolvimento de competências associadas a este domínio. No processo de leitura, nomeadamente de histórias, existe toda uma descodificação de narrativas, papeis e emoções que não se traduzem apenas no aumento de conhecimentos mas igualmente em aprendizagens que podem ser transpostas para a vida real. Os estudos entre a inteligência emocional e a leitura são muito escassos, assim esta investigação objetiva verificar se existe relação entre a inteligência emocional e a leitura Neste estudo participaram 138 crianças com idades compreendidas entre os oito e os 11 anos de idade e que frequentavam o 3º e 4º ano de escolaridade em dois estabelecimentos de ensino público da Região Autónoma da Madeira (RAM). Foram aplicados um Questionário acerca da Leitura, o Emotional Quotient-inventory: youth version (EQ-i: YV (short form)) e o Test of Emotional Comprehension (TEC- versão computorizada). Os resultados obtidos sugerem que a Inteligência emocional está relacionada com a leitura...

Profissão docente : conexões entre histórias, saberes e identidades

Leite, Ana Rosa Zirpoli
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
55.93%
O presente estudo tem como objetivo compreender o papel da construção de identidade no processo de formação e profissionalização do professor. Esta pesquisa foi realizada com uma amostra de oito (08) professoras numa Escola Municipal no bairro do Bongi na cidade do Recife-PE e que atende crianças do Ensino Fundamental das séries iniciais. Os discursos das professoras foram coletados através de entrevistas semiestruturadas numa abordagem qualitativa de pesquisa. São relatos apresentados considerando suas histórias de vida como metodologia e narram os acontecimentos importantes desde a infância, o processo de formação por elas vivenciado, suas práticas pedagógicas, suas vivências profissionais e os saberes construídos ao longo de suas carreiras. Utilizamos para analisar os resultados o método da análise de discurso. Os resultados dessa investigação ou as considerações aqui apresentadas foram elucidados a partir dos dados coletados através dessas narrativas, as quais foram possíveis fazer uma análise na relação e confronto entre esses discursos marcados por diversos pontos comuns encontrados e discutidos. Propomo-nos fazer uma relação sobre quem são elas, o que querem da profissão e principalmente o seu papel na escola sob uma ótica do desenvolvimento pessoal...

Histórias contidas e nem sempre contadas na formação de jovens e adultos; Contained histories and not always counted in the formation of young people and adults

Ana Maria de Campos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/10/2014 PT
Relevância na Pesquisa
65.86%
A tese estuda o processo de formação e de escolarização de cinco sujeitos que hoje estão na idade adulta e que viveram a experiência de interrupção da escolarização regular na infância ou na adolescência. Todos são migrantes de distintas regiões do país, que por diferentes razões escolheram viver na cidade de Campinas, SP. Buscou os indícios de como conseguiram criar mecanismos de retorno e de permanência na escola, e ainda como enfrentaram as interdições expressas principalmente na precoce convocação para o trabalho, ou pelo modo como está organizada a escola, distante do seu universo cultural. Estuda também os sentidos atribuídos pelos sujeitos às experiências vividas, bem como as resistências que as interdições imprimiram às suas práticas sociais. Por meio desta investigação narrativa procuramos trazer para o debate acadêmico vozes silenciadas nos discursos oficiais com a intenção de contribuir com a construção de cenários de humanização e de valorização de saberes diversos aos que hegemonicamente circulam na sociedade e também no interior das escolas. Para levar a cabo esta pesquisa, de caráter qualitativo, foram estudados quatro depoimentos videogravados de uma atividade cultural da qual os sujeitos são protagonistas. Além dessa fonte oral também foram utilizados textos redigidos por dois dos sujeitos...

Histórias de infância e o que nos ensinam sobre modos de (re)viver e de sentir um ambiente

Karam, Heloísa da Silva
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 183 p.| il.
POR
Relevância na Pesquisa
116.03%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Florianópolis, 2013.; Inspirada pelos estudos culturais em seu encontro com a educação, esta pesquisa propõe pensar sobre os modos como os sujeitos sentem, vivem, aprendem-ensinam sobre um ambiente. Neste caso, a proposta volta-se para um grupo de cinco pessoas que têm suas histórias de infância intensamente ligadas à cidade litorânea de Santa Catarina: Governador Celso Ramos. Com o intuito de provocar as contações, os personagens foram incitados a falar sobre objetos que disparam lembranças. Logo, estes artefatos assumiram o papel de protagonistas em suas histórias. Eles ganharam vida em relatos, borraram alguns delineamentos do que seria um objeto e possibilitaram intensas narrativas sobre acontecimentos afetivos. Através de autores como Bosi, Portelli, Benjamin, Brandão e Barcelos, a pesquisa opera conceitos de memória, narrativa e suas correlações com a educação ambiental. Aqui o contar e o ouvir mostram-se como possibilidades de se produzir outras formas de (re)pensar o presente e inventar desejos de futuro. Dentro do campo teórico dos estudos culturais, a pesquisa traz autores como Canclini...

Infâncias imaginadas: construções do eu e da sociedade nas histórias de vida

Gullestad,Marianne
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 PT
Relevância na Pesquisa
96.09%
Este artigo demonstra as conexões entre imaginar nações e imaginar infâncias e defende um exame mais crítico dos papéis e das significações mutáveis das lembranças de infância em narrativas autobiográficas, assim como do crescente uso, no mundo inteiro, de memórias de infância para a construção do eu moderno. O vínculo entre o eu da criança e o eu do adulto é o corpo enquanto repositório de memórias e sistema de ação, e o exame profundo e contínuo das experiências de infância é geralmente considerado como uma parte central e natural da representação da pessoa adulta. Logo, as reminiscências de infância costumam desempenhar um papel importante nas narrativas de vida em termos de quantidade, intensidade e centralidade, embora, ao mesmo tempo, tenham recebido pouca atenção teórica até agora. A meu ver, esses fatos fornecem a chave para a análise cultural do presente estágio da modernidade. Distingo as infâncias textuais das infâncias vividas e discuto o tipo de informação sobre uma infância vivida que as histórias de vida podem fornecem. Em particular, pergunto se as histórias de vida contadas por adultos podem nos ajudar a entender as experiências da infância do "ponto de vista da criança". A diferença entre o eu que narra e o eu que foi atinge o seu auge quando as pessoas narram suas experiências da infância. É neste sentido que as lembranças da infância podem ser consideradas como "infâncias imaginadas". A discussão junta insights de muitas disciplinas e implicações para as teorias social e literária.

Memoriais escolares e processos de iniciação à docência

Bergamaschi,Maria Aparecida; Almeida,Dóris Bittencourt
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
55.82%
Neste texto, nos debruçamos sobre as narrativas de memória de 14 estudantes do curso de Pedagogia, bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID. Os memoriais, que compõem o livro Iniciação à docência em Pedagogia: memórias que contam histórias, são analisados na perspectiva de compreendê-los como parte importante no processo formativo dos bolsistas que integram o programa, que desde o presente miram o passado e constroem memórias que revelam, principalmente, seus percursos escolares. Relendo cada memorial, retomamos também o processo de elaboração dos mesmos e o significado que adquiriram na formação de cada bolsista, destacando o que, coletivamente, apresentam como aspectos marcantes nas trajetórias de vida: a infância e a família, as experiências escolares e, por fim, a escolha da docência e o estar professor no PIBID.

As histórias de vida dos idosos longevos de uma comunidade

Willig, Mariluci Hautsch
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
86.1%
Resumo: O objetivo deste estudo consistiu em interpretar as histórias de vida dos idosos longevos usuários de uma Unidade Básica de Saúde em Curitiba - PR, alicerçada na perspectiva do Envelhecimento Ativo e Curso de Vida. Foi realizada pesquisa do tipo qualitativo de enfoque sócio-histórico, a qual aborda as histórias de vida de vinte longevos. A coleta de dados ocorreu mediante a realização de entrevistas narrativas no domicílio dos participantes. As entrevistas foram gravadas e transcritas, com a autorização prévia dos informantes. As narrativas foram submetidas às etapas do processo de análise proposto pelo sociólogo alemão Fritz Schütze (2010): análise formal do texto, descrição estrutural do conteúdo, abstração analítica, análise do conhecimento, comparação contrastiva (comparação mínima e comparação máxima) e construção de um modelo teórico acerca da longevidade. As vinte histórias de vida foram submetidas às duas primeiras fases de análise. Para continuidade do processo analítico foram eleitas oito histórias de vida, que se mostraram mais pertinentes aos propósitos do estudo. As análises das trajetórias de vida resultaram em dez categorias que apresentaram semelhanças entre si...

Em que contextos aprenderam a ensinar os professores que propiciam aprendizagens pertinente à alfabetização?

Ubarana, Adelia Dieb
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
65.79%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior; Com o presente trabalho, objetivamos investigar, no percurso formativo de professores que conseguem alfabetizar crianças na escola pública, contextos por eles percebidos como originários e propiciadores dos modos de ação didático-pedagógicos definidores de sua prática exitosa. Ancorada em um marco teórico-metodológico multirreferencial que envolveu, de modo especial, a abordagem histórico-cultural, o paradigma indiciário e os aspectos das histórias de vida, nossa investigação tomou como sujeitos três professoras dos primeiros anos do Ensino Fundamental que atuam em três escolas públicas da cidade de Natal-RN. Mediante múltiplas sessões de entrevistas semiestruturadas e entrelaçando o passado com o presente em narrativas, as professoras rememoraram seus percursos formativos e identificaram, no movimento íntimo de sua constituição pessoal e profissional, em que radicam os sentidos que orientam suas práticas e que se aproximam de significações sociais relativas às teorizações que compõem, na atualidade, um novo paradigma em relação à alfabetização. Compreendemos que a apropriação de modos próprios de funcionamento psíquico de pensar...

História das mulheres idosas do Grupo Aurora da Vida Campina Grande-PB (1940-1950)

Araújo, Maria de Fátima Ferreira de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.89%
La recherche intitulée l Histoire des femmes agées du group Aurore de La Vie: Campina Grande-PB (1940-1950) a surgit comme consequence de mon observation sur les interêts de femmes en retrouner à l école aprés qu elles étaient arrivées aux soixante ans, um moment de la vie que malgré son importance est encore considerée par trop de gens comme des moments d être seul jusqu à la fin de la vie. Alors, nous avons formulé la question la plus importante de ce travail: Quel est l histoire de l éducation des femmes agées du group Aurore de La Vie, dans le période de son education d enfant? Un group de 25 femmes qui ont étudié le projet Digna, on a fait une seletion de treize agées, entre 65 et 80 ans, qui s appellent: Perpétua, Florinda, Benta, Ambrósia, Celestine, Cordélia, Circe, Filomena, Desdêmona, Dorotéia, Ofelia, Martítius e Nausica. Beaucoup d intelectuels nous ont aidé avec la base theórico-methodologique et nous ont presenté l histoire des excludées comment une histoire en construction. Parmis ces intelectuelles on rencontre Chartier, Halbwachs, Elias, Perrot, Bosi, Bezerra, Morais et Machado. Pendant notre recherche nous avons employés des narrations, des entrevues, des questions ouvertes ou les femmes puissent parler sur l histoire de leur vie. Nous avons regardé aussi le fiche des agées...

História de vida: relação entre as vivências pessoais e profissionais na configuração das concepções e práticas em educação de infância

Paula, Eunice; Educadora de Infância; Campos, Joana; Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Lisboa; Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 07/04/2012 POR
Relevância na Pesquisa
126.05%
A presente publicação retoma parcialmente uma pesquisa que partiu da questão “Qual a relação entre a vida pessoal e a vida profissional no desenvolvimento dos percursos dos profissionais de educação de infância?”, para demonstrar a potencialidade do que comummente se designa por Histórias de Vida na investigação em educação, nomeadamente, sobre o desenvolvimento profissional de educadores/professores. Os procedimentos metodológicos adoptados combinaram a análise entre os eixos diacrónicos e sincrónicos com as dimensões pessoais e profissionais.

A formação de professores surdos de Libras: a centralidade de ambientes bilíngues em sua formação; Deaf teacher formation of Libras: the centrality of bilingual environments

Gianini, Eleny
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.93%
The study object of this thesis intertwines the history of deaf education in the last 30 years in three schools for the deaf in the cities of Campina Grande, Gado Bravo and Aroeiras, Paraiba, the life stories of six deaf teachers of brasilian sign language (Libras) that have formed and works in these educational institutions for the deaf and our own journey, as a teacher and researcher. The study was conducted on the theoretical-methodological principles of (auto)biographical research in education and socio-historical studies on the social formation of the human. The corpus used for analysis was consisted of six narrative interviews conducted in sign language and transcribed into portuguese, documents and personal files and institutional. The analysis allowed us to define three hinge moments of this story: the creation of the first school for the deaf, within the framework of oralism (1980 - 1991), the passage into the Total Communication (1991 - 1995) and, finally, the introduction of Bilingualism (1995 to today). The analyzes show that the trajectories of teacher formation of the research participants reflect the history of the three schools which have costituted bilingual social spaces of paramount importance to the subjects and the deaf community as a group of linguistic and cultural minority. The evolution of this trajectory has allowed to demarcate between the two generations of research participants. The generation of heirs of oralism...

Histórias de vida:relação entre as vivências pessoais e profissionais na configuração das concepções e práticas em educação de infância

Paula, Eunice; Campos, Joana
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém. Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Santarém. Escola Superior de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
136.05%
A presente publicação retoma parcialmente uma pesquisa que partiu da questão “Qual a relação entre a vida pessoal e a vida profissional no desenvolvimento dos percursos dos profissionais de educação de infância?”, para demonstrar a potencialidade do que comummente se designa por Histórias de Vida na investigação em educação, nomeadamente, sobre o desenvolvimento profissional de educadores/professores. Os procedimentos metodológicos adoptados combinaram a análise entre os eixos diacrónicos e sincrónicos com as dimensões pessoais e profissionais.- This article presents part of a research aimed at studying: a) the impact of the interactions between personal and professional lives in the professional development of kindergarten teachers; and b) the potential of Life Story method in research about teachers' professional development. The adopted methodological approach combines diachronic and synchronic axes with personal and professional dimensions.

A educação do corpo das crianças na escola em narrativas do cotidiano; The body education of the school in narratives of everyday life

Dolores Setuval Assaritti
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
45.97%
Nosso objetivo com essa pesquisa foi compreender como se dá a educação do corpo nos contextos da educação infantil e do ensino fundamental, de forma a entender as peculiaridades dessas duas etapas da educação básica no que diz respeito à educação do corpo das crianças, considerando as múltiplas facetas que envolvem essa temática, a singularidade dos espaços das escolas e seus usos, o tempo das atividades, o currículo e a formação das professoras. Fomos a campo e adentramos em uma escola municipal de educação infantil e em uma escola municipal de ensino fundamental, ambas do município de Campinas/SP. As 25 crianças da turma da Borboleta Feliz, em conjunto com a professora Jaqueline Piton (educação infantil), e as 26 da turma do Tubarão, em conjunto com a professora Maria Cristina Marques Moreira (ensino fundamental I), permitiram que abraçássemos e experienciássemos a vida dessas escolas com demora e entrega. Olhamos para essa passagem, para essas paisagens, para as diversas imagens, para as formas dessas escolas, para as composições entre tempo e espaço que as constituem, para seus sons, suas cores e,impreterivelmente, para os sujeitos que habitam e compõem esses lugares. Embrenhamo-nos pela perspectiva histórico-cultural do desenvolvimento humano e por um percurso qualitativo de pesquisa...

A Infância que se reconstrói como legado e como lugar de significação de trajetórias de vida

Madeira, Rosa; Universidade de Aveiro
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa qualitativa Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.04%
http://dx.doi.org/10.5007/1980-4512.2010n22p1 A Infância tem sido percebida como um lugar de experiência das crianças. Neste artigo iremos abordar uma outra perspectiva – aquela em que um grupo de mulheres em diferentes estágios de suas vidas, descrevem memórias dispersas e histórias sobre sua infância, como recurso de reconstrução narrativa de suas histórias de vida. A experiência da infância é aqui reconstituída como uma fonte de sentido e significado para as trajetórias sociais vividas em posições de inferioridade e de exclusão, que atestam a desigualdade social estrutural, que é escondida pela retórica que naturaliza a universalidade dos direitos humanos e os direitos das crianças. Assim, esperamos contribuir para a reflexão crítica sobre a diversidade de experiências e de contextos de vida das crianças, que refletem tanto a desigualdade como a diferença de oportunidades que impactam as histórias de vida de vários grupos sociais.

Estratégias de acesso ao Ensino Superior entre jovens universitários com experiência de trabalho na infânciaStrategies of access to the higher education among young college students with work experience during the childhood

Astigarraga, Andrea Abreu
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
65.86%
Este artigo aborda o modus operandi de jovens egressos do Ensino Superior, oriundos da zona rural, com experiência de trabalho na infância e que acessaram os cursos elitizados da Universidade Estadual Vale do Acaraú, Sobral, Ceará. A pesquisa autobiográfica dialogada foi relevante, tendo em vista que, em suas histórias de vida, as estratégias pessoais e familiares preponderaram diante do contexto de pobreza, subsistência, desde a infância, no Ensino Fundamental, passando pela adolescência, no Ensino Médio, à juventude, na Universidade. As principais estratégias verificadas em suas narrativas estão relacionadas com o capital social (relações interpessoais), os saberes e os valores transmitidos pela família. Verifica-se a urgência de políticas públicas de inclusão no Ensino Superior, para atender a uma demanda considerável de pessoas que não têm acesso a ela ou a acessam com muitas dificuldades, principalmente na UVA que, por ser universidade de âmbito estadual, não aplica as novas políticas “democráticas” do Ensino Superior, tais como ENEM e PROUNI. Os resultados da pesquisa poderão ser aplicados tanto no âmbito micro quanto no macro. O micro espaço da sala de aula pode sofrer grande influência no processo ensino-aprendizagem...