Página 1 dos resultados de 928 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

A ocupação da terra indígena Kaiabi (MT/PA): história indígena e etnoarqueologia; The occupation of indigenous land Kaiabi (MT/PA): indigenous history and etnoarcheology.

Stuchi, Francisco Forte
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.47%
A partir de uma perspectiva etnoarqueológica esta dissertação apresenta um conjunto de dados históricos, etnográficos e arqueológicos com o objetivo de contribuir para a construção da história indígena do baixo curso do rio Teles Pires, compreendendo a atual Terra Indígena Kaiabi, localizada nos municípios de Jacareacanga (PA) e Apiacas (MT). Os resultados apresentados demonstram que esta Terra Indígena configura-se como um exemplo de palimpsesto da trajetória de ocupação indígena e não-indígena desta região. A ocupação pré-colonial é atestada a partir dos vestígios arqueológicos (cerâmicos e líticos) em trinta e quatro locais visitados, dentre os quais, pelo menos vinte e cinco estão associados ao contexto das terras pretas na Amazônia. Os Kaiabi, que - historicamente habitavam o Vale do Médio Teles Pires no Mato Grosso - ao serem pressionados pelos processos de colonização do Brasil Central, se deslocam e passam a ocupar o baixo Teles Pires, no início do século XX. A ocupação Kaiabi se deu de forma a priorizar as áreas já manejadas no passado. Os dados apresentados procuram evidenciar os processos de ocupação, reocupação e abandono empreendidos pelos Kaiabi ao longo da história de formação de um território que hoje reivindicam como deles.; Beginning from an ethnoarchaeological perspective this thesis presents historical...

Levantamento arqueológico e etnoarqueologia na aldeia Lalima, Miranda/MS: um estudo sobre a trajetória histórica da ocupação indígena regional; Archaeological survey and ethnoarchaeology at Lalima Village: a study about hitorical trajectories from regional indigenous occupation

Bespalez, Eduardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.31%
Esta dissertação apresenta os resultados obtidos com a pesquisa de levantamento arqueológico realizado na TI Lalima, uma aldeia de índios Terena localizada no município de Miranda, Pantanal de Mato Grosso do Sul. A pesquisa foi realizada com o objetivo de contribuir com a História Cultural da ocupação indígena regional, desde o período pré-colonial até o presente. As pesquisas arqueológicas, históricas e etnográficas indicam que a região deve ser entendida como área de mosaico cultural, formado por populações distintas, originárias das áreas adjacentes, desde antes da chegada dos europeus e do início do colonialismo. Os resultados sustentam que a Aldeia Lalima pode ser compreendida como um palimpsesto da História Indígena regional, pois foram detectados sítios e ocorrências arqueológicas constituídos por correlatos materiais relativos à trajetória de ocupação Guarani, da Tradição Pantanal e do contexto etnográfico atual.; This account shows the results obtained with the archaeological survey developed in Lalima Indigenous Land, a Terena Indians village situated at Miranda city, Pantanal from Mato Grosso do Sul. The survey was developed with the aim to contribute with the Cultural History from regional indigenous occupation...

Dinâmica da ocupação territorial indígena no Vale do Rio Tapajós; Indigenous Territorial Dynamics of Occupation in Vale do Rio Tapajós

Robazzini, Alexandre Toledo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.31%
Os povos indígenas são parte essencial do processo de formação territorial, social, cultural e político pelo qual o país passou e vem passando. Essas sociedades são portadoras de uma história de longa duração que sempre desempenharam um papel ativo e criativo diante dos desafios impostos pelo avanço dos conquistadores no passado e na atualidade. Diante desta premissa e com o intuito de contribuir para o escopo da História Indígena, propomos a realização de um trabalho interdisciplinar a partir da utilização conjunta de dados advindos de diferentes fontes - históricas e arqueológicas - para elaborar uma narrativa da dinâmica de ocupação territorial indígena no Vale do Rio Tapajós.; Indigenous peoples are an essential part of the training process territorial, social, cultural and political development in which the country has undergone and passed. These societies are living with a history of long duration which have always played an active and creative in the face of challenges posed by the advance of the conquerors in the past and at present. Given this premise, and in order to contribute to the scope of Indian History, we propose the realization of interdisciplinary work from the joint use of data coming from different sources - historical and archaeological - to develop a narrative of the dynamics of territorial occupation in indigenous Vale do Rio Tapajós.

Ensino de história indígena através do cinema: uma experiência pedagógica; Teaching of Indigenous history through film: a pedagogic experience

Sanchez, Lais Alves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.39%
Com o objetivo de contribuir com as reflexões acerca do Ensino de História de Temática Indígena, este trabalho investigou o uso do cinema como fonte para a História, com a intenção de entendê-lo como material didático para o ensino. Deste modo, traça um panorama histórico das relações entre Cinema, História e Ensino, identificando os contextos e as alterações na incorporação dos filmes na sala de aula. A proposta central foi a de refletir sobre as possibilidades do uso do cinema de temática indígena na sala de aula. E, para tanto, aprofundou-se nas análises das produções cinematográficas que tratam das representações das populações indígenas do Brasil e de filmes realizados por cineastas indígenas. Como metodologia, foram elaboradas sinopses didáticas e aplicadas sequências de ensino, a partir da escolha e análise de filmes nacionais que tratam da figura do índio, a partir da década de 1970.; Aiming to contribute with the reflections about the Teaching of the Indigenous Thematics History, this assignment investigated the use of Cinema as a source to the History, with the purpose of understand it as a didactic material for teaching. Thus, it provides an historic overview of the relations between Cinema...

Comunidade Canafé : história indígena e etnogênese no médio rio Negro

Pereira, Ricardo Neves Romcy
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.22%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Antropologia, Programa de Pós-graduação em Antropologia Social, 2007.; Esta dissertação aborda um caso específico de um processo mais amplo de afirmação étnica e construção de identidades coletivas no médio rio Negro. Abordando a história das fronteiras regional, com ênfase na história indígena, busco mostrar a comunidade Canafé como uma identidade coletiva historicamente criada por migrantes indígenas no bojo dos processos de expansão e retração das frentes de expansão no século XX. Tenta-se evidenciar a multiplicidade de situações e agentes envolvidos neste caso local através de uma etnografia pautada na apreensão dos valores e sentidos compartilhados por coletividades de indígenas e caboclos que vivem na zona rural dos municípios de Barcelos e Santa Isabel. Busca-se, com isto, a construção de uma abordagem antropológica que valorize os pontos de vista nativos a cerca dos processos históricos em que estão inseridos, apontando para a existência de sujeitos ativos de uma história ocultada. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This dissertation approaches a specific case of a broader contemporary process of ethnic affirmation and construction of collective identities in the middle Negro river. Through the approach of a regional historical frontiers constitution and dynamics this work try to shows the Canafé Community as a collective identity historically created by migrants indians in the context of the expansion and retraction of the expansion fronts in twentieth century. It tries to show the multiplicity of situations and agents involved in this case through an ethnography based in the apprehension of shared values and senses by collectivities of caboclos and indians who live in the rural zone of the Barcelos and Santa Isabel municipality. With this...

Etno-história e história indígena: questões sobre conceitos, métodos e relevância da pesquisa

Cavalcante,Thiago Leandro Vieira
Fonte: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.56%
A partir de década de 1990 a pesquisa em história indígena tem crescido tanto numérica, quanto qualitativamente na academia brasileira. Nesse quadro, os conceitos de "etno-história" e "história indígena" têm sido utilizados, muitas vezes, de maneira imprecisa. Este artigo aborda a história do conceito de "etno-história" e seus principais desdobramentos. Além disso, discute o caráter interdisciplinar da pesquisa em história indígena e sua relevância social. Também são abordadas questões sobre a formação de recursos humanos para ensino e pesquisa em história indígena, ensino de história indígena em contexto de educação básica e a ética profissional do pesquisador em história indígena.

História, memória e tradição na educação escolar indígena: o caso de uma escola Kaingang

Bergamaschi,Maria Aparecida; Medeiros,Juliana Schneider
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.29%
A educação escolar indígena no Brasil foi imposta aos povos originários desde os primórdios da colonização, com o intuito de catequizá-los e civilizá-los. No entanto, coerentes com suas cosmologias, esses povos mantiveram um modo próprio de educação. Apesar dos prejuízos infligidos historicamente pela escola nas sociedades indígenas, estas aprenderam a com ela conviver e, em muitos casos, a demandam e a recriam. Observa-se hoje uma "indianização" das escolas nas aldeias, por meio de práticas que buscam na memória, na tradição, nos saberes ancestrais e no ensino de história a afirmação de suas identidades étnicas, fazendo dessa instituição e das práticas que nela desenvolvem possíveis aliadas de luta.

Narrativas Maxakali: possibilidades para o ensino de cultura e história indígena

Lima,Pablo Luiz de Oliveira; Carie,Nayara Silva de
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.25%
O povo Maxakali enfrentou a colonização e resiste, até os dias de hoje, com a força de seus hábitos culturais. As narrativas indígenas são fontes ricas para o ensino de história, desde que trabalhadas adequadamente, respeitando a alteridade cultural, os diferentes conjuntos de valores, crenças e organização social dos povos indígenas. Este trabalho propõe um diálogo entre narrativas indígenas e teorias sobre a narrativa histórica. A presença de narrativas indígenas no ensino de História está relacionada às mudanças que ocorreram no ensino dessa disciplina a partir da década de 1980, com a instituição dos direitos indígenas constitucionais, novos parâmetros curriculares e uma legislação que tornou obrigatório o ensino de história e cultura indígenas na educação básica brasileira (Lei nº 11.645/08). A utilização de narrativas indígenas no ensino de história, além de levar os alunos a compreenderem melhor as culturas indígenas, pode leválos a percepções ampliadas sobre a sua própria cultura.

"De letra de índios": cultura escrita e memória indígena nas reduções guaranis do Paraguai

Newman,Eduardo
Fonte: Pós-Graduação em História, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais. Publicador: Pós-Graduação em História, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Minas Gerais.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.19%
Nas reduções do Paraguai, a alfabetização praticada junto aos guaranis resultou em sociabilidades inéditas permitindo novos modos de relação com os outros e os poderes. Os usos e funções reservados a escrita facultou a determinados indígenas manusearem com desenvoltura o mundo dos papéis, prática acentuada a partir da segunda metade do século XVIII. Nessa época os índios letrados recorreram a escrita para estabelecer comunicação com seus companheiros ou produzir uma memória dos fatos considerados dignos de recordação. Por conhecerem o valor atribuído à escrita nas sociedades de Antigo regime eles procuraram em certas ocasiões estabelecer uma forma de registro de suas experiências e inquietações. Assim, os documentos "de letra de índios" constituem-se em um testemunho do quanto a cultura escrita e a memória estavam imbricados no cotidiano da população missioneira, em um jogo social através do qual procuravam salvaguardar uma versão indígena dos fatos transcorridos nas reduções do Paraguai.

A presença Camba-Chiquitano na fronteira Brasil-Bolívia (1938-1987): identidades, migrações e práticas culturais; La presencia Camba-Chiquitano en la frontera Brasil-Bolivia (1938-1987): identidades, migraciones y prácticas culturales

SILVA, Giovani José da
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em História; História Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em História; História
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.41%
La presente tesis tiene por el objeto de estudio la trayectoria etno-histórica de una población indígena, ubicada ahora en la periferia de la casa del distrito municipal de Corumbá, en el Estado de Mato Grosso del Sur, Brasil. Saliendo de consideraciones teóricas sobre los acercamientos y alejamientos entre la Historia Indígena y Antropología, en el uso de fuentes orales, este trabajo comienza mirando la historia de los ancestrales de los Kamba, los Chiquitano, empezando por uma revisión bibliográfica em que se verificó que materiales escritos prácticamente todavia no existen (o grabados en cualquier otro tipo de apoyo) con respecto al grupo. Recuperando los eventos principales a lo largo del tiempo con los Chiquitano, aparecen personajes y tramas que involucraron el proceso histórico de migración y marcaron la presencia de los Camba-Chiquitano (autodenominación del grupo) en la frontera Brasil-Bolivia. Con eso, el objetivo central se vuelve a la percepción y la comprensión de cómo los Kamba, desde la segunda mitad del siglo XX, elaboraron identidades y prácticas culturales y qué estrategias fueran adoptadas por el grupo que les garantizaron la supervivencia física y cultural hasta los días actuales, en un área transnacional. En esta elaboración están presentes elementos importantes...

Fuentes documentales para una historia indígena del Valle del Cauca en el período de la dominación española. Archivo Histórico Nacional

Patiño Ossa, Germán
Fonte: Universidad Autónoma de Occidente Publicador: Universidad Autónoma de Occidente
Tipo: Libro
ES_CO
Relevância na Pesquisa
66.29%
Con esta obra se pretende dar cuenta, tanto de lo que podría denominarse la historia del lapso de la conquista del Valle del Cauca, coma del desenvolvimiento de los pueblos nativos que subsistieron a las relaciones de contacto con los españoles, en la misma región. Este proyecto se propone inventariar la documentación referente a la historia indígena vallecaucana en el período colonial, incluyendo los años de la reconquista (1810-1816)

Los Juegos Departamentales con una apertura en la que se recreó la historia indígena sobre los orígenes de Jamundí; Fdo 07402

Maya, Pedro
Fonte: Biblioteca Departamental Jorge Garcés Borrero Publicador: Biblioteca Departamental Jorge Garcés Borrero
Tipo: historicalDocument; other; Documento histórico Formato: JPEG; 19X12; 19X12;1/2
SPA
Relevância na Pesquisa
66.25%
Los Juegos Departamentales con una vistosa ceremonia de apertura en la que se recreó la profunda historia indígena que caracteriza los orígenes de Jamundí

Arqueologia e ensino superior indígena; uma experiência na Universidade do estado de Mato Grosso, campus de Barra do Bugres 2006-2007

Silva, Luciano Pereira da
Fonte: Universidade Federal da Grande Dourados Publicador: Universidade Federal da Grande Dourados
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.25%
RESUMO - Esta dissertação tem como objetivo geral analisar o protagonismo indígena na produção do conhecimento sobre a arqueologia. O material analisado foi produzido por cem professores indígenas de vinte e duas etnias do Estado do Mato Grosso, os quais cursam as licenciaturas nas áreas de Línguas, Artes e Literaturas; Ciências Matemáticas e da Natureza; e Ciências Sociais do “Ensino Superior Indígena”, integrado ao “Programa de Educação Superior Indígena Intercultural” (PROESI) da Universidade do Estado do Mato Grosso. A dissertação tem como procedência dois cursos realizados em 2006 para esses professores indígenas: “Arqueologia e Habitação Indígena” e “Arqueologia”. Além disso, o presente estudo também discute a construção histórica sobre o índio em dois aspectos: o estereótipo e a afirmação étnica. A educação escolar indígena e o “Ensino Superior Indígena” em Mato Grosso refletem um quadro político reivindicatório das sociedades indígenas. Os professores (as) indígenas inseridos como protagonistas no contexto do processo de formação acadêmica, investigação e produção do conhecimento, demonstram formas plurais de refletir e agir sobre o seu patrimônio histórico-cultural. A importância sobre a pesquisa desenvolvida pelos professores ressalta dois pontos: o registro da pesquisa e o retorno do conhecimento para a comunidade. Concluiu-se que...

El yacimiento Arqueológico de Caepe Malal. Un aporte para la comprensión de la História Indígena del Noroeste Neuquino en el Siglo XVIII

Varela de Fernández, Gladys; Biset de Muñoz, Ana M.
Fonte: Boletín del Departamento de Historia Publicador: Boletín del Departamento de Historia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/11/2014 SPA
Relevância na Pesquisa
56.22%
Este trabajo es el fruto de una investigación interdisciplinaria encarada per el Departamento de Historia de la Fa cuitad de Humanidades de la universidad del Comahue, y el Departamento de Investigaciones Arqueológicas de la Subsecretaría de Estado de Cultura del Neuquén. Se originó en anteriores investigaciones llevadas a cabo por las autoras, estructurándose alrededor del hallasgo del cementerio indígena de Caepe Malal.Se intenta lograr una reconstrucción del panorama cultural y socioeconómico del Norte neuquino en los siglos posterieres a la conquista, a partir de fuentes arqueológicas yetnohistóricas.Ambas disciplinas deberán complementarse, sin superponer" sus metodologías específicas razón por la cual se adver tira, en la lectura, un desarrollo independiente de los dos temas.

Educação escolar indígena: a escola e os velhos no ensino da história kaingang

Medeiros, Juliana Schneider
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH/Brasil Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH/Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo de Dossiê Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
A educação escolar indígena específica e diferenciada vem sendo construída por diversos povos indígenas do país desde a promulgação da Constituição Federal(1988), marco de sua conquista pelo direitoà diferença. O artigo apresenta resultados de uma pesquisa de mestrado baseada em uma etnografia dos Kaingang da Terra Indígena Guarita (Rio Grande do Sul), tendo como cenário principal a escola indígena Toldo Campinas,no setor Estiva. Com base nas aulas de História e nas conversas com os velhos, apresentam-se reflexões sobre a relação dos velhos com a escola, buscando entender qual o papel desses ‘contadoresde histórias’ na transmissão da história kaingang.

Da Escola Isolada Mista da Vila do Espírito Santo do Curipi à escola diferenciada entre os Karipuna: entrelaçamentos na história da educação escolar indígena

Brito, Edson Machado de
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH/Brasil Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH/Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo de Dossiê Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.35%
O presente texto, baseado na minha tesede doutorado, apresenta a educação karipuna do Amapá no contexto da educação escolar indígena diferenciada na Aldeia Espírito Santo, no processo de implantação e funcionamento da Escola Isolada Mista da Vila do Espírito Santo do Curipi, situada na Terra Indígena do povo Karipuna, na região do Oiapoque,na década de 1930. O tema se entrelaça com a história da educação escolar indígena no Brasil, pontuando as mudanças ocorridas a partir dos anos 1980, principalmenteem decorrência das conquistas constitucionais e da legislação subsequente,que aponta possibilidades para uma educação escolar diferenciada.

O ensino de História Indígena: possibilidades, exigências e desafios com base na Lei 11.645/2008

Silva, Edson
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH/Brasil Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH/Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.01%
Com suas mobilizações, os povos indígenas conquistaram nas últimas décadas considerável visibilidade como atores sociopolíticos, o que vem exigindo discussões sobre a implantação de políticas públicas que respondam às suas demandas por direitos sociais específicos. A Lei 11.645/2008, que determinou a inclusão do ensino de História e das Culturas indígenas nos currículos escolares,pretende possibilitar o respeito dos demais brasileiros em relação aos povos indígenas e o reconhecimento das sociodiversidades no país.

Categorias de entendimento do passado entre os Kadiwéu: narrativas, memórias e ensino de história indígena

Silva, Giovani José da
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH/Brasil Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH/Brasil
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo de Dossiê Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2013 POR
Relevância na Pesquisa
56.24%
A existência da Lei 11.645/2008, que prevê a inserção do ensino de história e culturas indígenas na Educação Básica,por si só pode não ser a solução para acabar com a invisibilidade das populações indígenas dentro e fora das escolas brasileiras, mas representa um passo importante em direção ao reconhecimento de uma sociedade historicamente formada por diversas culturas e etnias. O artigo discute, com base nas categorias de entendimento do passado entre índios Kadiwéu de Mato Grosso do Sul, a articulação entre o ensino de história e culturas indígenas e a elaboraçãode memórias e narrativas. Ao se conhecer como determinado grupo indígena reconstrói o próprio passado e que categorias são utilizadas para narrar/rememorar tempos pretéritos, percebem-se outras formas de apreensão, compreensão e representação da história, o que enriquece sobremaneira o ensino da disciplina.

PROJETO CATÁLOGO GERAL DOS MANUSCRITOS AVULSOS E EM CÓDICES REFERENTES À HISTÓRIA INDÍGENA E ESCRAVIDÃO NEGRA NO BRASIL: NOVOS OLHARES SOBRE A DIÁSPORA E ESCRAVIDÃO NO BRASIL COLÔNIA

Santos, Harriet Karolina; Dias, Eulina Souto; Queiroz, Josinaldo Sousa de; Sousa, Nita Keoma Lustosa de
Fonte: UFPB Publicador: UFPB
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.31%
Na década de 1980 inicia-se um processo de valorização das temáticas culturais, que darão vez e voz aos sujeitos dantes silenciados por uma história dita política e econômica, que se referiam aos homens e mulheres negras enquanto indivíduos passivos perante do Projeto Colonial de base escravista do Antigo regime Português. Destarte, é sensato refletir sobre a afirmativa de Silvia Hunold Lara em Campos da Violência, que assevera que nem só de “pedagogização do castigo” se davam as relações entre senhores e escravos, mas também havia relações de afeto e de negociação. Ajuizando no que já fora escrito no campo da história da Escravidão Negra no Brasil, o trabalho que hora apresentamos é o resultado parcial do Projeto Catálogo Geral de Documentos de História Indígena e Escravidão Negra no Brasil, com enfoque na última temática. Não obstante, os principais objetivos deste projeto, financiado pelo Edital da Petrobrás Cultural, é o de catalogar e publicar duas coleções temáticas em formato impresso e DVD sobre a história indígena e escravidão negra. Os resultados proporcionarão acessibilidade das fontes documentais sobre as citadas temáticas e seus produtos distribuídos em todos os estados brasileiros. Através da arrolação primária da documentação referente à Escravidão Negra...

Diversidad genómica en México: Pasado indígena y mestizaje

Moreno,Andrés; Sandoval,Karla
Fonte: Escuela Nacional de Antropología e Historia Publicador: Escuela Nacional de Antropología e Historia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 ES
Relevância na Pesquisa
46.29%
El pasado indígena de México no sólo ha quedado preservado en los registros históricos, las ciudades precolombinas y la gran diversidad étnica y lingüística actual, también ha quedado impreso en nuestros genes. Los avances en genómica y el acelerado desarrollo de nuevas tecnologías de genotipado y secuenciación masiva han revolucionado la capacidad de analizar los genes e incluso genomas completos. Gracias al esfuerzo conjunto de investigadores nacionales y extranjeros hemos realizado la caracterización genómica más detallada que jamás se haya obtenido de la población mexicana. Analizando más de 100 000 posiciones genómicas en cerca de 500 individuos de 20 grupos étnicos, determinamos a fina escala la estructura de la población indígena y evaluamos su impacto en la población mestiza de diferentes regiones del país. Los resultados revelan que existe una correlación geográfica entre los componentes indígenas de las diferentes etnias y su respectiva contribución en la población mestiza de cada región. Las diferencias de ancestría entre individuos corresponden a una variación continua, mas no a una diferencia cualitativa, lo que cuestiona la distinción categórica entre indígena y mestizo. La autodeterminación responde a criterios socioculturales...