Página 1 dos resultados de 2218 itens digitais encontrados em 0.085 segundos

História e Filosofia da Ciência: da Teoria para a Sala de Aula; History and Philosophy of Science: from theory to classroom activities

Vannucchi, Andrea Infantosi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/01/1997 PT
Relevância na Pesquisa
105.7%
Este trabalho discute a introdução de tópicos de História e Filosofia da Ciência no ensino de Física para o segundo grau. Procurou-se dar embasamento teórico para atividades com tal temática, tanto no que diz respeito a questões metodológicas, com a análise de resultados de pesquisas em Didática das Ciências, como, também, quanto aos conteúdos histórico e filosófico. Tomando-se como tema o episódio de aperfeiçoamento da luneta no século XVII, foram elaboradas duas atividades de ensino que têm como finalidades a discussão das relações entre Ciência e Tecnologia e o papel dos referentes teóricos dos cientistas na observação e interpretação de dados. As atividades foram introduzidas em sala de aula e analisadas através de seu registro em vídeo.; The introduction of topics on history and philosophy of science in high school physics curriculum is discussed. Theoretical basis for the design of activities is presented concerning both methodological aspects, with the analysis of research on the teaching of science as, also, historical and philosophical content. Within the episode of the improvement of the telescope in the 17th century, two activities were developed, having the discussion of the relationship between science and technology and the influence of theoretical references of scientists on data observation and interpretation as themes. The activities were tried out in classroom and analysed through videotape records.

História e filosofia da ciência no ensino de ciências naturais: o consenso e as pespectivas a partir de documentos oficiais, pesquisas e visões dos formadores; History and philosophy of science in teaching of natural sciences: the consensus and the perspectives from official documents, research and teachers viewpoints

Kapitango-a-Samba, Kilwangy Kya
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
95.76%
A análise do distanciamento entre as orientações teóricas das instâncias decisórias (ID) sobre a inclusão da abordagem dos aspectos da História e Filosofia da Ciência no Ensino de Ciências Naturais (HFCECN) constitui o nosso objetivo de investigação, cujo problema foi identificar as ID e saber em que elas se distanciavam entre si em relação à HFCECN. Para tal, delimitamos o estudo de caso único qualitativo, tendo o Brasil como unidade caso sob o aspecto da HFCECN, cujas múltiplas unidades de análise foram as ID. Para coleta e análise de dados utilizamos a entrevista semiestruturada com especialistas, a análise de conteúdo e a análise documental. Da investigação resultou a identificação de quatro ID em relação à HFCECN, das quais três foram analisadas e identificamos que elas apresentam desconexão/discrepância metodológica e epistemológica de perspectivas diferentes, portanto, a convergência entre as ID está longe de ocorrer na realidade material do sistema educacional, o que pode inviabilizar a efetiva HFCECN. Os regulamentos oficiais apontam para a contextualização externa (sociocultural) e as pesquisas parecem assumir a HFC como conteúdo no ensino de ciências naturais, porém, dos 72 trabalhos de pesquisa analisados...

Ensino de ciências e matemática, V: história e filosofia da ciência

Caldeira, Ana Maria de Andrade; Brando, Fernanda da Rocha; Bertolli Filho, Claudio; Talamoni, Ana Carolina Biscalquini; Andrade, Mariana Aparecida Bologna Soares de; Oliveira, Thais Benetti de; Schneider, Eduarda Maria; Meglhioratti, Fernanda Aparecida; J
Fonte: Cultura Acadêmica Publicador: Cultura Acadêmica
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
95.7%
Organizado por Ana Maria de Andrade Caldeira, este livro é composto por 16 capítulos escritos por professores e pós-graduandos de diversas especialidades científicas. Eles procuram problematizar questões fundamentais para o ensino de disciplinas como Biologia, Física e Matemática. Os autores apresentam estudos teóricos e empíricos com conteúdos extraídos da História e Filosofia das Ciências, tentando, ao mesmo tempo, lançar um olhar para a sala de aula, localizando e criticando conceitos que, eventualmente, são trabalhados de forma distorcida ou inadequada, com reflexos diretos e negativos na prática docente e na disseminação do conhecimento científico. Organizado de forma didática, o livro se divide em quatro grandes subáreas, cada uma delas agrupando estudos sobre diversos temas afins da Matemática, Física, Química e Biologia, respectivamente. O fio condutor da obra está na interface que todos os autores constroem entre o tema discutido e a História ou a Filosofia referentes aos quatro grandes blocos que o livro aborda. Embora denso e bastante específico, trata-se de um trabalho de leitura agradável.

A HISTÓRIA DA "HISTÓRIA DAS CIÊNCIAS" ─ PERCURSOS, IDEIAS, ACTORES, QUERELAS

Fitas, Augusto J. S.
Fonte: Seminário ABERTO do programa de Doutoramento em HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA Publicador: Seminário ABERTO do programa de Doutoramento em HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
115.89%
Neste seminário abordar-se-á a perspectiva histórica da «História das Ciências». Analisar-se-á a relação entre a História e a Filosofia das Ciências ao longo do percurso que permitiu a afirmação da disciplina de História e Filosofia da Ciência. A exposição divide-se em seis partes: Dos primórdios até ao século XIX – das muitas memórias ao início da história 1. A história interna das ciências e a história geral das ciências (do final do século XIX aos primordios do séc. XX) 2. Da história geral das ciências aos primeiros congressos da história da ciências (dos primórdios do século XX à década de vinte) 3. Da história geral da ciência à história das ideias e à sociologia do conhecimento (a década anterior à 2ª Guerra mundial) 4. E depois da 2ª Guerra 5. A partir da década de setenta…

História e Filosofia da Ciência (colectânea de textos)

Fitas, Augusto J. S.
Fonte: Autor Publicador: Autor
Tipo: Outros
POR
Relevância na Pesquisa
85.81%
1. A História da “história das ciências”– percursos, ideias, actores, querelas (Versão adaptada de uma conferência já publicada: Fitas, A.J.Santos (2009). História das Ciências: das Muitas memórias à necessidade da história. In II Jornadas de memória Militar – Os militares a ciência e as artes. Lisboa: Academia Internacional da Cultura Portuguesa. 17-39. 2. A Ciência e a Filosofia da Ciência na transição para o século XX (Fitas, A.J., Marcial. E. Rodrigues, M. Fátima Nunes, 2008,Filosofia e História da Ciência em Portugal no século XX, Lisboa, Caleidoscópio (Capítulo 1)) 3. Uma Controvérsia na História da Física (Fitas, Augusto J. Santos (1993). Uma Controvérsia na História da Física, VÉRTICE, 56: 49-71) 4. A Ciência em Portugal no século XX: a Física no período entre guerras (Fitas, Augusto J. S., e António A. P. Videira (org.), 2004, Cartas entre Guido Beck e Cientistas Portugueses, Lisboa, Instituto Piaget (Capítulos 3 e 4)) 5. Os Principia de Newton (Parte deste texto baseia-se em dois artigos já publicados: Fitas, Augusto J. Santos, 1996, Os Princípios de Newton,alguns comentários (Primeira parte, a Axiomática), Vértice,72, 61-68; Fitas, Augusto J.Santos,1996, Os Principia de Newton...

Ciência, Crise e Mudança. 3.º Encontro Nacional de História das Ciências e da Tecnologia. ENHCT2012

Brandão, José Manuel; Nunes, Maria de Fátima; Dias, Pedro Sousa; Abrantes, Isabel; Almeida, Maria Antónia; Antunes, Carlos; Assis, José Luís; Azevedo, Ana; Bastos, Cristiana; Battlo, Josep; Herve, Baudry; Bell, Victoria; Bolacha, Edite; Brandão, Ti
Fonte: CEHFCi / Caleidoscopio Publicador: CEHFCi / Caleidoscopio
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
85.81%
III Encontro Nacional de História das Ciências e da Tecnologia. O Centro de Estudos de História e Filosofia da Ciência, organiza o 3.º Encontro Nacional de História da Ciência e da Técnica, sob o tema «Ciência, Crise e Mudança» que tem lugar na Universidade de Évora, nos dias 26, 27 e 28 de Setembro de 2012. O Primeiro Encontro Nacional de História da Ciência teve lugar em 21 e 22 Julho de 2009, no seguimento do programa de estímulo ao de¬senvolvimento da História da Ciência em Portugal e de valorização do património cultural e científico do País, lançado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) em 31 de Janeiro desse ano. A sua organização coube a investigadores do Instituto de História Contemporânea (IHC), da FCSH da UNL, e do Centro Científico e Cultural de Macau (CCCM), em cujas instalações se realizou. De en¬tre as conclusões do Encontro, destacou-se a de realizar periodicamen¬te novos Encontros Nacionais, a serem organizados de forma rotativa por diferentes centros e núcleos de investigadores. Na sequência deste Primeiro Encontro, o Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia (CIUHCT) organizou, entre 26 e 28 de Julho de 2010, o II Encontro...

Perspectiva e conhecimento

Caldas, Pedro Rosa Vieira
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
115.68%
Tese de mestrado, História e Filosofia das Ciências, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010

A presença da metafísica na ciência

Ribeiro, Cláudia de Nóbrega Moita Quelhas, 1964-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
85.82%
Tese de doutoramento, História e Filosofia das Ciências, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2014; Esta dissertação é acerca da relação entre a ciência e a metafísica. O meu objectivo principal é demonstrar que a metafísica está presente em todas as fases da actividade científica e que esta não seria possível sem aquela. Para tanto, é necessário indicar aquilo em que a metafísica consiste, qual o seu objecto e qual o seu propósito. Nesse sentido, faço o levantamento do mapa das diversas concepções de metafísica que estão em jogo na disciplina da filosofia das ciências. Argumento em defesa da concepção de metafísica como investigação da natureza e da estrutura fundamental da realidade, mostrando que as outras concepções, como a concepção kantiana e demais concepções não-realistas, não são satisfatórias. Numa primeira fase, detenho-me naqueles que considero ser os três grandes momentos-chave da história da metafísica na sua relação com a ciência: Aristóteles, Kant e Carnap. De seguida, dedico-me ao estado actual da questão, sobretudo ao debate contemporâneo entre metafísicos naturalistas e não naturalistas. Faço uma revisão crítica das acusações levantadas contra a metafísica nesse debate...

Reapreciação da génese do electromagnetismo clássico

Lima, Sofia Pedro
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
105.73%
Tese de mestrado em História e Filosofia das Ciências, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2014; O electromagnetismo clássico é constituído por um conjunto de conjecturas e teorias, desenvolvidas no séc. XIX, que procuraram explicar os fenómenos electromagnéticos, em particular, as interacções entre a electricidade e o magnetismo. Estas conjecturas e teorias têm diferentes fundamentos, isto é, assentam em diferentes conceitos e ideias prévias acerca das entidades físicas que compõem o universo, ou, dito de outra forma, em diferentes metafísicas ou visões do mundo. O objectivo desta dissertação é a análise destes fundamentos e das conjecturas e teorias propostas a fim de tentar detectar problemas que à luz dos conhecimentos actuais poderiam ser hoje resolvidos de outra maneira. Para isso, começaremos por analisar a concepção newtoniana do mundo, ou, dito de outra forma, a metafísica newtoniana, pois esta era a visão do mundo prevalecente no início do séc. XIX. Analisaremos, de seguida, as concepções newtonianas da electricidade e do magnetismo e as conjecturas propostas neste quadro para explicar os fenómenos eléctricos e magnéticos conhecidos antes da descoberta das interacções entre estes dois ramos da física. Analisaremos também a situação da óptica antes de a luz ser considerada um fenómeno electromagnético e veremos aí o surgimento de uma metafísica diferente da metafísica newtoniana. Passaremos então à análise das conjecturas e teorias electromagnéticas propriamente ditas. Veremos como cada uma delas se desviou mais ou menos da metafísica newtoniana...

Energia e medicina : Mayer e Helmholtz

Melo, Maria Teresa Ribeiro Rocha Homem de, 1956-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
95.7%
Tese de doutoramento, História e Filosofia das Ciências, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2014; O Nobel da Física Richard Feynman dizia nas suas Lectures nos anos sessenta que é importante ter consciência que, face aos desenvolvimentos em física, não temos um conhecimento do que seja a energia. Outros físicos têm salientado a mesma dificuldade. O conceito de energia é também usado em explicações de processos fisiológicos. Neste contexto, o significado de energia é também uma questão em aberto. Um estudo (Coelho 2009) mostra que os descobridores da energia não encontraram nada que não possa ser destruído ou criado mas antes um princípio de equivalência entre quantidades físicas que não tinham sido até então ligadas. Então surge a questão se esta ideia de equivalência pode ser útil na compreesão da energia nas ciências da vida. O conceito de energia no domínio inorgânico tem sido um objecto de investigação histórica desde o século XIX. O domínio orgânico não tem tido a mesma atenção. Tendo em conta ambos os aspectos, orgânico e inorgânico, serão analizadas as contribuições de Mayer e Helmholtz para o princípio da conservação da energia. A ideia do princípio da conservação da energia tem a sua origem na observação que o médico...

A Academia Real das Ciências de Lisboa (1779-1834) : ciências e hibridismo numa periferia europeia

Silva, José Alberto Teixeira Rebelo da
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
95.75%
Tese de doutoramento, História e Filosofia das Ciências, Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2015; A Academia Real das Ciências de Lisboa tem ocupado um lugar subsidiário, às vezes até ornamental, quando não está mesmo ausente, da narrativa historiográfica em geral e da história das ciências em particular. A presente dissertação tem como propósito caracterizar o processo de produção e organização das ciências numa periferia europeia, protagonizado pela Academia Real das Ciências de Lisboa no período que decorre desde a sua fundação, em 1779, até à sua primeira reforma estatutária, em 1834. As evidências recolhidas passaram, em primeiro lugar, pela determinação da configuração social e profissional dos seus sócios e da sua evolução ao longo dos primeiros cinquenta anos de funcionamento da Academia. Em segundo lugar, pela articulação desses resultados com as linhas programáticas da Academia que emergem da análise quer dos textos impressos não periódicos, quer da sua publicação periódica de maior longevidade, a História e Memórias da Academia Real das Sciencias de Lisboa. Em terceiro lugar, pelo recenseamento e análise dos programas postos a concurso pela Academia para atribuição de prémios...

Fragmentos da presença do pensamento idealista na história da construção das ciências da natureza

Nascimento Júnior,Antônio Fernandes
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2001 PT
Relevância na Pesquisa
95.66%
O propósito deste trabalho é estabelecer o caminho percorrido pelo idealismo em sua participação na construção das Ciências da Natureza desde a antigüidade até o final do século XX. Para os pensadores antigos, o mundo físico era governado pela idéia, e o modo de apreendê-la era por meio da contemplação da alma ou da observação e da lógica. Na escolástica essa idéia é Deus. Na renascença, Deus se torna matemático. Em Galileu a Matemática do mundo é entendida pela experimentação. Para Descartes o mundo é mecânico e entendido por hipóteses dedutivas. Newton enxerga o mundo mecânico construído e corrigido pelo Deus geômetra e entendido pela observação e experimentação. Os empiristas retiram a idéia do universo e a colocam no espírito humano. Em Kant as regras que organizam as idéias na mente também organizam o mundo mecânico. Em Hegel o real só é real porque é racional, e essa racionalidade vem de Deus, que transforma o mundo natural e atinge o espírito humano. Os pensadores, influenciados por Hegel, percebem a incapacidade das leis da mecânica explicarem as leis da vida. Comte e Bergson procuram, de forma diferente, submeter às leis da Física às leis das ciências da vida. O universo mecanicista é absorvido pelo determinismo relativista e pelo probabilismo quântico. A linguagem da lógica se associa ao empirismo na descrição da ciência procurando retirar dela o idealismo e a metafísica e...

História e Filosofia das Cências no ensino de Biologia

Carneiro,Maria Helena da Silva; Gastal,Maria Luiza
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Faculdade de Ciências, campus de Bauru.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2005 PT
Relevância na Pesquisa
115.71%
Neste trabalho, buscamos evidenciar a concepção de História da Biologia que é veiculada nos livros didáticos. Para tanto, analisamos três coleções de livros de Biologia destinados ao Ensino Médio, e alguns livros universitários usados em cursos de formação de professores. Ao analisar este material curricular foi possível observar que a história apresentada é desvinculada do contexto cultural de cada período histórico, o que pode levar o aluno a construir uma falsa representação da ciência e do fazer científico.

Revolução científica e nascimento da ciência experimental em Alexandre Koyré; Scientific revolution and the birth of experimental science in Alexandre Koyré

Barbosa, Mohana Ribeiro
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Historia (FH); Faculdade de História - FH (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Historia (FH); Faculdade de História - FH (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.83%
This work aims to understand the definition given by Alexandre Koyré for the experimental science of the seventeenth century, exploring the importance of this concept within the historiography of science. Assuming that the opposition made by Koyré of Auguste Comte’s positivism, theoretical conception dominant in the history and philosophy of sciences in the first half of the twentieth century, engenders a new meaning for science and its course. In his work as a historian of science, developed primarily between 1930 and 1961, Koyré formulates precise concepts for various elements considered essential to the history and philosophy of sciences, such as: scientific revolution, experimentation, tools and instruments. I intend to demonstrate the intellectual trajectory and epistemological debates present in the formation of these concepts.; Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES; Este trabalho tem por objetivo compreender a definição atribuída por Alexandre Koyré à ciência experimental do século XVII, explorando a importância deste conceito no interior da historiografia das ciências. Entende-se que a oposição feita por Koyré ao positivismo de Auguste Comte, concepção teórica dominante na história e filosofia das ciências na primeira metade do século XX...

Contribuições didático-pedagógicas do cinema para o ensino das ciências da natureza na educação básica por uma abordagem histórico-filosófica das ciências

Albuquerque, Ester Alves de Faria de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
85.75%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Instituto de Física, Instituto de Química, Faculdade UnB Planaltina, Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, 2013.; O presente trabalho tem o objetivo de contribuir para a compreensão da forma como um ensino em e sobre as ciências da natureza por uma abordagem histórico-filosófica das ciências pode vir a colaborar para o reconhecimento das relações existentes entre sociedade, ciências, tecnologia e educação. Também busca problematizar a concepção de ciências e do fazer científico desses educandos, e promover a melhoria do ensino em e sobre as ciências na escola, bem como a ampliação da leitura de mundo (FREIRE, 2011c [1981]) dos sujeitos da pesquisa. Propõe ainda a reflexão acerca da utilização de múltiplas linguagens em aulas de ciências, especificamente, de biologia. Os pressupostos da intervenção incluem a noção de diálogo tal como proposto por Paulo Freire (FREIRE, 2011a [1996]) A pesquisa empírica foi realizada em 2012 com educandos do terceiro ano do Ensino Médio de uma escola da rede particular de ensino do Distrito Federal. Brasil. Três filmes do circuito comercial, baseados em um mesmo argumento...

Análise de propostas didáticas de história e filosofia da ciência para o ensino da física

Bezerra, Evaldo Victor Lima
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 223f. : il., color, tabs., grafs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
85.75%
Orientador : Prof. Dr. Sérgio Camargo; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Exatas, Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática. Defesa: Curitiba, 03/06/2014; Inclui referências; Resumo: Em 2009, ao entrar em contato com o enfoque histórico e filosófico da ciência no ensino de física, muitas perguntas pairavam sobre minha mente: do que se trata essa área do conhecimento? Para o que ela serve? Como utilizá-la? Ao tentar responder a estas questões, encontrei uma área repleta de novas possibilidades para o ensino, que despertou minha curiosidade e me levou a escrever este trabalho. Minha hipótese inicial era que estudando a literatura especializada no tema compreenderia sua natureza. Foi exatamente o que fiz, obtendo algumas noções animadoras. Ao compartilhar minhas descobertas percebi que alguns colegas não compreendiam muito bem a decisão que tomei de dedicar- me a seu estudo, pois não tinham nenhuma experiência de utilização do enfoque. A fim de ajudar na busca por essa experiência, decidi procurar exemplos de intervenção didática de História e Filosofia da Ciência (HFC) presentes nos periódicos e eventos da área de ensino de ciências. O objetivo desta dissertação e analisar essas propostas buscando: reconhecer os benefícios que essa área de pesquisa pode trazer para os professores de física em sua prática de ensino...

Investigating parameters to evaluate the literary production on History and Philosophy of Science directed to teaching and divulgation of Physics ideas of Science; Parâmetros para avaliar a produção literária em História e Filosofia da Ciência voltada para o ensino e divulgação das ideias da Física

Pena, Fábio Luís Alves; IFBA (Campus Simões Filho) e Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências (UFBA/UEFS).; Teixeira, Elder Sales; UEFS (universidade Estadual de Feira de Santana) e Programa de Pós-Graduação em Ens
Fonte: Imprensa Universitária - UFSC Publicador: Imprensa Universitária - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 17/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
115.73%
The present paper aims to investigate parameters to evaluate the literary production on History and Philosophy of Science (HPS) directed to teaching and divulgation of Physics ideas through positive and negative aspects showed by authors of schoolbook reviews, paradidactic, scientific publishing, articles/essays focusing on HPS. These reviews are published in national literature on research in Physics Teaching. Among the most emphasized aspects in those reviews are: primary sources analysis and historical context regarding. We conclude that the detached aspects in the reviews are good criteria/parameters to be used to evaluate the production on HPS (paradidactic, scientific publishing, articles/essays) directed, mainly, to the University.  ; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2013v30n3p471O presente trabalho tem como objetivo investigar parâmetros para avaliar a produção literária em História e Filosofia da Ciência (HFC) voltada para o ensino e divulgação das ideias da Física, a partir dos aspectos positivos e negativos apontados por autores de resenhas de livros didáticos, paradidáticos, de divulgação científica e/ou de artigos/ensaios enfocando a HFC. Tais resenhas estão publicadas na literatura nacional de pesquisa em Ensino de Física. Dentre os pontos mais acentuados nas resenhas estão: análise de fontes primárias e consideração do contexto da época. Concluímos que os pontos destacados nas resenhas constituem bons critérios/parâmetros a serem utilizados para avaliar a produção em HFC (paradidáticos...

Views about scientists and scientific work in the novel Deception Point by Dan Brown: possibilities to insert History and Philosophy of Science elements; Visões de cientistas e atividade científica na obra Ponto de Impacto de Dan Brown: possibilidades de inserção de elementos de História e Filosofia das Ciências

Francisco Junior, Wilmo Ernesto; Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca; Andrade, Danilo Rosa; Mestrando em Educação, Universidade Federal de Rondônia; Mesquita, Nyuara Araújo da Silva; Instituto de Química, Universidade Federal de Goiás,
Fonte: Imprensa Universitária - UFSC Publicador: Imprensa Universitária - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2015 POR
Relevância na Pesquisa
135.78%
Considering the influence of literature on people lives, this study investigates elements concerning views about scientists and scientific work presented in Deception Point, a novel by Dan Brown. Multiple aspects to represent the scientist figure, life and work, emerge from the novel and problematize characteristics that can be considered as a common sense view, or others perspectives based on more contemporaneous philosophical thoughts on science. Reading and analyzing this novel could be an interesting opportunity to insert elements of history and philosophy of science under different focus. This study discusses some elements, from excerpts of the novel, which may become possibilities for debates in Science classes at schools, and in teacher education.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7941.2015v32n1p76Tendo em vista a influência que a literatura pode exercer sobre a vida das pessoas, este trabalho investiga elementos acerca da visão de cientista e atividade científica presentes na obra Ponto de Impacto de Dan Brown. A obra faz emergir múltiplos aspectos para a figura do cientista, sua vida e atividade, permitindo a problematização de características que podem ser consideradas de “senso comum” e de outras perspectivas as quais se aproximam de pensamentos filosóficos mais contemporâneos sobre ciência. A leitura e análise da obra traria...

Inserção de componentes históricos e filosóficos em disciplinas das ciências naturais no ensino médio: reflexões a partir das controvérsias historiográficas entre Kuhn e Lakatos

Silva,Osmar Henrique Moura da; Laburú,Carlos Eduardo
Fonte: Revista electrónica de investigación en educación en ciencias Publicador: Revista electrónica de investigación en educación en ciencias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
95.75%
A incorporação de elementos históricos e filosóficos em disciplinas de ciências naturais do ensino médio tem alcançado defesas na literatura específica e, de um lado, críticas avançaram sobre visões acerca do uso da História e Filosofia da Ciência (HFC) para fins didáticos. Nesse sentido, as discussões são importantes na medida em que ponderam influências na orientação de currículos de parcela significativa das licenciaturas que tratam de ciências. Preocupando-se com tais discussões, neste estudo são realizadas reflexões a partir das controvérsias historiográficas entre Kuhn e Lakatos cujas implicações educacionais permitem apoio a uma tendência do uso da HFC como recursos, não para se obter reconstruções históricas completamente autênticas, mas para favorecer intenções de desenvolver e projetar soluções didáticas na medida em que a pedagogia não se submete à História.

História e filosofia das geociências: relevância para o ensino e formação profissional

Figueirôa, Silvia Fernanda de Mendonça
Fonte: Terrae Didatica Publicador: Terrae Didatica
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2015 POR
Relevância na Pesquisa
95.81%
Este artigo aponta relações importantes entre a História, a Filosofia e a Educação em Geociências para a formação profissional de geocientistas e futuros professores. Parte de um breve levantamento das discussões acerca das relações entre os mencionados campos do conhecimento ao longo dos últimos 50 anos, salientando alguns papéis didáticos que a História e a Filosofia podem desempenhar. A seguir, usa um exemplo recente em Geologia para articular as reflexões de alguns trabalhos clássicos sobre as Ciências e as Geociências. Conclui reforçando a relevância das reflexões históricas e epistemológicas para aprimoramento da formação profissional e para a renovação de práticas educativas.