Página 1 dos resultados de 234 itens digitais encontrados em 0.044 segundos

Entre a história e a economia: o pesamento econômico de Roberto Simonsen; Between history and economy: economic thought of Roberto Simonsen

Curi, Luiz Felipe Bruzzi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/01/2014 PT
Relevância na Pesquisa
86.09%
Esta dissertação versa sobre o pensamento econômico de Roberto Simonsen. A partir de uma perspectiva de reconstituição histórica do pensamento econômico, busca-se compreender a formação do pensamento de Simonsen, levando em conta as instituições que frequentou e sua trajetória como empresário e político. Enfatiza-se a dimensão da participação de Simonsen na difusão internacional de ideias econômicas, adaptando ideias estrangeiras ao contexto brasileiro. Mostra-se que a interpretação que Simonsen dá para a história do Brasil, em seu livro clássico, é muito importante para a construção de seu pensamento econômico, estruturado em torno dos eixos do protecionismo e do planejamento.; This dissertation deals with the economic thought of Roberto Simonsen. From a perspective based on the historical reconstitution of economic thought, we seek to understand the formation of Simonsens economic thought, taking into account the institutions to which he belonged and his role as a businessman and as a politician. We emphasize Simonsens participation in the international diffusion of economic ideas, adapting foreign ideas to the Brazilian context. We show that Simonsens interpretation of Brazilian economic history, present in his classic book...

A razão da retórica : hermenêutica, pragmatismo e a lógica argumentativa no discurso econômico

Fernandes, Danilo Araújo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.91%
Esta dissertação tem como objetivo defender a perspectiva da existência de uma lógica por trás dos discursos retórico-persuasivos – tal como inaugurada por McCloskey (1983) e Arida (1983) dentro da ciência econômica. O objetivo é demonstrar a completa inadequação de se confundir filosoficamente “retoricismo” com “irracionalismo”, pois, de acordo com nossa interpretação, nem McCloskey nem Arida propõem que não se deva utilizar critérios racionais para validação de teorias econômicas. O que eles propõem, a nosso ver, é que não se deva compreender a história do pensamento econômico e a própria teoria econômica atual como resultado de uma evolução apodíctica epistemologicamente mediada por evidências (sejam elas empíricas ou dedutivas). Isto, no entanto não implica numa desconsideração da “razão” por completo – a não ser que se entenda a “razão” por um prisma estritamente epistemológico; o que não nos parece muito razoável. Sendo assim, procuramos desenvolver ao longo do trabalho argumentos filosóficos oriundos das perspectivas hermenêuticas de: Heidegger, Gadamar, Habermas e Ricoeur, além do pragmatismo de Richard Rorty; com o intuito de relaciona-los com as perspectivas retóricas de McCloskey e Arida; buscando...

O desenvolvimento em construção : um estudo sobre a pré-história do pensamento desenvolvimentista brasileiro

Salomão, Ivan Colangelo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
105.95%
Assunto recorrente na literatura econômica, o desenvolvimentismo latino-americano passou a ocupar a agenda da pesquisa acadêmica a partir dos anos 1950, quando a sua gênese e o seu significado histórico como fenômeno econômico e político tornaram-se objeto de estudo de distintos cientistas sociais. Este trabalho parte da concepção de que, em suas origens, três foram as correntes as quais se amalgamaram para a sua formação: nacionalismo, industrialização e papelismo. Assim, embora haja relativo consenso de que, no Brasil, a política desenvolvimentista aparece de forma mais nítida após 1930 com o processo de substituição de importações, esta tese propõe-se a analisar a obra de três autores, típicos representantes de cada uma dessas vertentes, com o propósito de levantar evidências para robustecer a hipótese de que se trata de um fenômeno cuja origem remonta ao final do século XIX. Para tanto, destaca-se a originalidade do pensamento de Serzedello Correa, Amaro Cavalcanti e Rui Barbosa, autores os quais, em período de pleno domínio da ortodoxia econômica, procuraram não apenas afastar-se do paradigma tradicional, como também avaliar a pertinência de tais ideias ao que entendiam ser a realidade de um país exportador de produtos primários. Indo além...

Plano trienal e Celso Furtado: fazendo história do pensamento econômico brasileiro

Lima, Rodrigo Bedin Rodrigues de
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 75 f.
PT_BR
Relevância na Pesquisa
95.93%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; O acirramento das tensões sociais, confrontando as aspirações de diversos setores da sociedade brasileira em torno do debate sobre os rumos do país, é o contexto político social brasileiro encontrado no início da década de 1960. Inquietação essa que deriva principalmente do acelerado desenvolvimento econômico sofrido pelo país nas três décadas que antecedem este período. É neste contexto que surge o debate entre as principais correntes formadoras do pensamento econômico na época, a corrente monetarista e a corrente estruturalista. Celso Furtado, como principal expoente da corrente estruturalista vai se manifestar em busca de uma saída pacifica para este momento delicado da vida político-social brasileira. Saída pacifica essa, asseguradora da liberdade individual e das instituições democráticas, frente a um futuro que se apresentava obscuro e incerto naquele momento. Para tanto, Furtado voltará sua produção teórica num esforço de conscientização da população para a necessidade de reformas profundas, originadas da identificação dos problemas estruturais da economia brasileira causadores dos distúrbios no seio da sociedade brasileira.

A divisão da história do pensamento económico português em períodos

Bastien, Carlos
Fonte: ISEG - GHES Publicador: ISEG - GHES
Tipo: Pré-impressão
Publicado em //2000 POR
Relevância na Pesquisa
85.98%
A cena do pensamento económico português conheceu ao longo dos séculos em que Portugal existiu como sociedade politicamente individualizada uma longa evolução. À semelhança do que sucedeu com a generalidade dos casos nacionais, tal evolução foi marcada pela sucessão de épocas, mais ou menos longas, durante as quais a referida cena manteve um modo de organização e funcionamento relativamente estável.Pretende-se neste estudo identificar cada uma dessas épocas e fundamentar uma cronologia que permita estabelecer comparações internacionais e a partir daí detectar eventuais atrasos na afirmação das diversas correntes de pensamento pré-científico e científico em Portugal bem como bem como fixar eventuais traços de originalidade nas diversas configurações que a cena das ideias económicas assumiu ao longo do tempo. Adicionalmente estabelecem-se algumas comparações com anteriores propostas de divisão da história do pensamento económico poretuguês em períodos, designadamente com as formuladas por Moses Amzalak, Armando Castro e Almodôvar e Cardoso.; The scene of the economic ideas in Portugal, as a politically independent country, underwent a long evolution. Similarly with what has happened in most national experiences...

Como os economistas discordam: um ensaio metodológico sobre o "contexto da descoberta" em economia

Cavalieri,Marco Antonio Ribas
Fonte: Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE Publicador: Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
86.02%
Este artigo insere-se na área de metodologia das investigações da história do pensamento econômico, isto a partir de uma perspectiva plural, considerando a diversidade de abordagens teóricas como a tônica do conhecimento sobre os fenômenos econômicos. Apresenta-se uma sugestão de método para o estudo do nascimento de escolas do pensamento econômico, aqui chamado de "contexto da descoberta" em economia. Argumenta-se sobre as relações entre a realidade social, específica, histórica e geograficamente, e as teorias e novas abordagens que surgem nesses contextos. A metodologia sugerida envolve desde a caracterização das escolas de pensamento por meio dos conceitos de Kuhn e Lakatos, até o tratamento que deve ser dado à questão do anacronismo, presente em qualquer trabalho de historiografia intelectual. Enfim, um modelo interpretativo é desenhado, com o intuito de utilizá-lo em posteriores pesquisas sobre autores e escolas de pensamento econômico.

A importância da História do Pensamento Econômico e do pluralismo metodológico em economia com base na perspectiva da Escola Austríaca

Angeli,Eduardo
Fonte: Nova Economia Publicador: Nova Economia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
105.97%
O artigo procura entender a importância do estudo da História do Pensamento Econômico e da existência do pluralismo de metodologias em Economia. Para isso, levanta dois argumentos associados à Escola Austríaca: a abordagem de Kirzner para a descoberta de oportunidades no processo de mercado como analogia ao que acontece na relação entre teoria econômica e História do Pensamento Econômico, e a defesa da liberdade por Hayek como incentivo à chance de variação e fuga do modo convencional de se fazer ciência econômica. Sob uma perspectiva austríaca, tanto a História do Pensamento Econômico quanto o pluralismo metodológico podem ser mais apreciados pela profissão.

A evolução da economia matemática na história do pensamento econômico

kremer, Rodrigo Leite
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
106.01%
Resumo: Esta tese abordará a evolução da economia matemática na história do pensamento econômico a partir da sociologia da ciência de Pierre Bourdieu. O caráter inovador do trabalho reside em dois pontos. O primeiro é a aplicação à história do pensamento econômico do artigo de Bourdieu "Le champ scientifique. Actes de Ia Recherche en Sciences Sociales". O segundo se relaciona a extensão da discussão da matematização da economia ao caso soviético, não se restringindo a análise à teoria econômica ocidental. O papel exercido pelo Estado e pelas instituições paraestatais foi decisivo na orientação da trajetória da teoria econômica na segunda metade do século XX. Para comprovar essa hipótese, serão analisadas as biografias de alguns dos principais pesquisadores envolvidos no processo (Tjalling Koopmans, Gerard Debreu, Paul Samuelson e Leonid Kantorovich).

Thorstein Veblen entre seus pares economistas: um estudo sobre a audiência e a estrutura argumentativa de sua crítica sistemática ao pensamento econômico

Cavalieri,Marco Antonio Ribas
Fonte: Nova Economia Publicador: Nova Economia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 PT
Relevância na Pesquisa
95.88%
Este artigo pretende contribuir com a tendência revisionista da biografia intelectual de Thorstein Veblen. Especificamente, almejamos estudar o lugar de Veblen entre os economistas de seu tempo nos Estados Unidos. Para tanto, analisamos a audiência, o contexto e a estrutura da argumentação que o fundador do institucionalismo usou em uma série de textos publicados entre 1898 e 1909. A essa série demos o nome de "crítica sistemática do pensamento econômico". Identificamos que Veblen estruturou seu argumento com a explícita intenção de costurar um acordo com sua audiência de economistas, utilizando para tal o expediente retórico de "reinvenção da tradição".

Ensaios sobre a mainline economics e a história do pensamento econômico liberal; Essays on the mainline economics and the history of liberal economic thought

Eduardo Angeli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2012 PT
Relevância na Pesquisa
86.1%
O objetivo da tese, constituída de quatro ensaios, é, por um lado, aprofundar o conhecimento acerca da mainline economics, e, por outro, aproximá-la de alguns debates contemporâneos da ciência econômica. Para isso, apresenta e qualifica como heterodoxa e robusta a mainline economics, uma linha de pesquisa existente ao longo da evolução do pensamento econômico que abre mão de um conceito central à ortodoxia, o de equilíbrio, substituindo-o pela análise institucional sob uma perspectiva liberal. Procura argumentar também que a crítica heterodoxa da teoria econômica convencional não deve ser confundida com a crítica do próprio sistema capitalista. Uma vez que os autores associados à mainline economics, em geral, encontram-se no passado da disciplina e à margem de sua corrente ortodoxa, a tese busca, a seguir, justificar a importância do estudo da história do pensamento econômico e da existência do pluralismo de metodologias em economia. Para isso, levanta dois argumentos associados à escola austríaca, um grupo particular dentro da mainline economics: a abordagem de Israel Kirzner para a descoberta de oportunidades no processo de mercado como analogia ao que acontece na relação entre teoria econômica e história do pensamento econômico...

Disseminação do pensamento marxista durante a ditadura civil-militar : uma abordagem de história oral

Almeida, Ian Coelho de Souza
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 229f. : il., tabs.; application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
96.01%
Orientador : Prof. Dr. Marco Antônio Ribas Cavalieri; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Ecônomico. Defesa : 26/03/2015; Inclui referências; Resumo: O estudo aqui apresentado visa compreender as possíveis formas como a ideologia anticomunista do golpe civil-militar brasileiro de 1964 pode ou não ter afetado o ensino de economia no país. Dado que a Doutrina de Segurança Nacional, que guiava as ações dos militares, intencionava abertamente o combate às ideias socialistas, nosso foco recai sobre a teoria marxista dentro das ciências econômicas. Para cumprir esse objetivo utilizamos a metodologia da História Oral e também uma análise dos currículos dos cursos de economia de algumas das principais instituições de ensino do país. Em um primeiro momento é feito um levantamento bibliográfico com relação ao comportamento do regime civil-militar frente à comunidade acadêmica, especialmente em algumas das universidades que analisamos mais profundamente a posteiori. Durante a análise das grades curriculares dos cursos de economia que vigoraram no período militar, não pudemos encontrar indícios de que o governo intervinha em suas estruturas...

Ecos do desenvolvimento: uma história do pensamento econômico brasileiro

Malta, Maria Mello de (Coordenadora); Ganem, Angela; Borja, Bruno; Salm, Claudio; Lena Júnior, Hélio de; Rocha, Marco Antonio da; Bielschowsky, Pablo; Castelo, Rodrigo; Gomes, Victor Leandro C.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Livros
PT-BR
Relevância na Pesquisa
126.04%
Reúne ensaios sobre história do pensamento econômico do Brasil tratados de uma forma multidisciplinar e criativa. Mostra a institucionalidade política do período que afetou o próprio pensamento econômico brasileiro à época, abrindo o caminho para os debates centrais sobre a temática do desenvolvimento no Brasil que ocorreram no período sob análise, como a discussão sobre a tendência à estagnação, a controvérsia da distribuição de renda, as construções teóricas sobre padrões de acumulação, a retomada das divergências sobre a revolução brasileira e a retomada do desenvolvimento.; 368 p.

Como os economistas discordam: um ensaio metodológico sobre o "contexto da descoberta" em economia

Cavalieri, Marco Antonio Ribas
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2007 POR
Relevância na Pesquisa
86.02%
This article concerns the methodology of investigations about the history of economic thought from a plural perspective, considering the variety of approaches as the strongest feature in the knowledge of economic phenomena. Here it is presented a suggestive methodology to study the birth of schools of thought, what we call the "context of discovery" in economics. We argue about the relations between the social reality, which is historically and geographically specific, and the theories and new approaches that appear in these contexts. The methodology suggested ranges from the schools of thought characterization, by the means of Kuhn and Lakatos categories, to the treatment of anachronism, which is embedded in all intellectual historiography work. As a result, an interpretative model is designed, to be used in future studies about authors and schools of economic thought.; Este artigo insere-se na área de metodologia das investigações da história do pensamento econômico, isto a partir de uma perspectiva plural, considerando a diversidade de abordagens teóricas como a tônica do conhecimento sobre os fenômenos econômicos. Apresenta-se uma sugestão de método para o estudo do nascimento de escolas do pensamento econômico, aqui chamado de "contexto da descoberta" em economia. Argumenta-se sobre as relações entre a realidade social...

Resenha do livro: 'História do Pensamento Econômico no Brasil'

Lapa, José Roberto Amaral
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/1976 POR
Relevância na Pesquisa
95.94%
(primeiro parágrafo do texto)Uma das maneiras corretas de proceder-se à análise do pensamento econômico é considerar três de suas manifestações fundamentais, ou sejam: 1- o ensino da economia; 2- a produção intelectual que especificamente versa a economia e 3- a evolução da política econômica. A abrangência desse universo permite compreender a teoria e a doutrina, sua análise, bem como sua transmissão e prática.

SEIS HISTÓRIAS DO PENSAMENTO ECONÔMICO: ABORDAGENS DADAS À REVOLUÇÃO MARGINALISTA E AO PENSAMENTO DE NASSAU SENIOR

Sbicca, Adriana
Fonte: Editora UFPR Publicador: Editora UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 10/05/2006 POR
Relevância na Pesquisa
95.95%
This paper analyses six handbooks of History of Economic Thought (HET), which are adopted in the Brazilian undergraduate courses: "History of Economic Thought" by Mark Blaug; "History of Economic Thought" by Henri Denis; "Economics in Perspective: a Critical History" by J. K. Galbraith; "History of Economic Thought" by E. K. Kunt; "History of Economic Thought" by I. H. Rima; and "History of Economic Analysis" by J. A. Schumpeter. The main objective of this paper is to investigate how these authors show distinct purposes and positions towards HET, being their presentations about the course of events in the history of economic ideas as well as their approaches to the reading of specific authors completely different from each other. In this regard, the Marginalist Revolution and the Nassau Senior's thought were chosen as the main subjects to be analysed. This paper concludes that those authors usually make rhetoric and stylistic choices in order to give to those described phenomenona a convincing character, although their approaches to the phenomenona are very different. From this conclusion, some considerations are taken in relation to the adopted bibliography and the way of teaching HET as well.; Este trabalho analisa seis manuais de História do Pensamento Econômico (HPE) muito utilizados no ensino de graduação no país: “História do Pensamento Económico” de Mark Blaug...

Science and Method in History of Economic Thought; Ciência e Método na História do Pensamento Econômico

Corazza, Gentil; PPGE/UFRGS
Fonte: Editora UFPR Publicador: Editora UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
105.9%
This paper pursues a critical analysis of economic methods along the history of economic thought. It emphasizes the lines of continuity and rupture with regard to methodological views of different authors and schools of economic thought, while offering a general panorama and a critical analysis of particular methodological questions discussed along the history of economics as a science.; O objetivo deste texto é fazer uma análise crítica dos métodos propostos por autores e escolas ao longo da história do pensamento econômico. No decorrer da análise, procura-se destacar não apenas as linhas de continuidade, mas também os pontos de ruptura metodológica, de modo a poder oferecer, ao mesmo tempo, um panorama geral resumido e uma análise crítica de questões específicas relativas às diferentes posições metodológicas assumidas na história da ciência econômica.

Science and Method in History of Economic Thought; Ciência e Método na História do Pensamento Econômico

Corazza, Gentil; UFRGS
Fonte: Editora UFPR Publicador: Editora UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2010 POR
Relevância na Pesquisa
105.9%
 O objetivo deste texto é fazer uma análise crítica dos métodos propostos por autores e escolas ao longo da história do pensamento econômico. No decorrer da análise, procura-se destacar não apenas as linhas de continuidade, mas também os pontos de ruptura metodológica, de modo a poder oferecer, ao mesmo tempo, um panorama geral resumido e uma análise crítica de questões específicas relativas às diferentes posições metodológicas assumidas na história da ciência econômica.;  This paper pursues a critical analysis of economic methods along the history of economic thought. It emphasizes the lines of continuity and rupture with regard to methodological views of different authors and schools of economic thought, while offering a general panorama and a critical analysis of particular methodological questions discussed along the history of economics as a science.

Thorstein Veblen entre seus pares economistas: um estudo sobre a audiência e a estrutura argumentativa de sua crítica sistemática ao pensamento econômico

Cavalieri, Marco Antonio Ribas; Universidade Federal do Paraná
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
105.89%
Este artigo pretende contribuir com a tendência revisionista da biografia intelectual de Thorstein Veblen. Especificamente, almejamos estudar o lugar de Veblen entre os economistas de seu tempo nos Estados Unidos. Para tanto, analisamos a audiência, o contexto e a estrutura da argumentação que o fundador do institucionalismo usou em uma série de textos publicados entre 1898 e 1909. A essa série demos o nome de “crítica sistemática do pensamento econômico”. Identificamos que Veblen estruturou seu argumento com a explícita intenção de costurar um acordo com sua audiência de economistas, utilizando para tal o expediente retórico de “reinvenção da tradição”.

A importância da História do Pensamento Econômico e do pluralismo metodológico em economia com base na perspectiva da Escola Austríaca

Angeli, Eduardo
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
126.1%
O artigo procura entender a importância do estudo da História do Pensamento Econômico e da existência do pluralismo de metodologias em Economia. Para isso, levanta dois argumentos associados à Escola Austríaca: a abordagem de Kirzner para a descoberta de oportunidades no processo de mercado como analogia ao queacontece na relação entre teoria econômica e História do Pensamento Econômico, e a defesa da liberdade por Hayek como incentivo à chance de variação e fuga do modo convencional de se fazer ciência econômica. Sob uma perspectiva austríaca, tanto a História do Pensamento Econômico quanto o pluralismo metodológico podem ser mais apreciados pela profissão.

Faoro, Weber and the Articulation of Various Dimensions of Social Reality in Brazilian Explanation of Backwardness; Faoro, Weber e a articulação das dimensões da realidade social na explicação do atraso brasileiro

Aguilar Filho, Hélio Afonso de; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/09/2014 POR
Relevância na Pesquisa
95.98%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-7984.2014v13n27p37Max Weber’s thought, at the moment when economists and sociologists seek to converge their work, is presented as a plausible alternative to think about the interrelation between the various fields of Social Sciences. In Brazil, the ideas of Weber constituted one of the most notable influences to understand the country's problems. Following along this line, this paper aims to examine Raymundo Faoro’s “Os donos do poder” (the owners of power), Weberian interpretation of Brazil, the articulation between the economic, social and political fields. The underlying assumption is that, viewed in the light of Weber's formulations, Faoro subsumes all different social actions in a unique dimension, namely politics, advancing a monocausal explanation of both the “backwardness” and the dynamics of Brazilian reality.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7984.2014v13n27p37O pensamento de Max Weber, no momento em que economistas e sociólogos buscam fazer convergir os seus trabalhos, apresenta-se como uma alternativa plausível para se pensar a inter-relação entre os vários domínios das Ciências Sociais. No Brasil, as ideias de Weber influenciaram várias gerações de pensadores, ocupando lugar de destaque na construção da história do pensamento social e econômico do país. Seguindo esta linha...