Página 1 dos resultados de 10262 itens digitais encontrados em 0.048 segundos

A produção dos números escolares (1871-1931): contribuições para uma abordagem crítica das fontes estatísticas em História da Educação; The production of school numbers (1871-1931): contributions to a critical approach to statistical sources in History of Education

GIL, Natália de Lacerda
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
105.81%
O presente artigo pretende contribuir para a reflexão acerca das estatísticas educacionais como fonte para as pesquisas em História da Educação. Buscou-se aqui, principalmente, desvelar a maneira pela qual foram produzidas, no âmbito central, as estatísticas educacionais referentes ao período de 1871 a 1931. Foram analisados relatórios oficiais - da Diretoria Geral de Estatística - e repertórios estatísticos editados por aquela repartição, onde se buscou localizar as recomendações e definições para a realização dos trabalhos. Pretendeu-se, problematizando as fontes documentais de estatística educacional e suas interpretações mais comuns, diminuir o desconhecimento sobre a origem de números escolares, que, eventualmente, são utilizados em pesquisas atuais sem o conveniente exame crítico.; Abstract This article intends to contribute to the reflection on the Educational Statistics as being source for the researches on History of Education. The main concern was to reveal the way Educational Statistics related to the period from 1871 to 1931 were produced, in central government. Official reports - from the General Statistics Directory - and Statistics yearbooks released by that department were analyzed and, on this analysis...

Entre palcos e páginas: a produção escrita por mulheres sobre música na história da educação musical no Brasil ( 1907-1958); Between stages and pages: womens written production about music in the history of musical education in Brazil (1907-1958).

Igayara-Souza, Susana Cecilia Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
105.92%
Estudo histórico que tem por objetivo localizar e analisar a produção escrita por mulheres sobre música, relacionada a diversos contextos educacionais no Brasil, durante as primeiras cinco décadas do século XX. Como fontes, foram consultadas as publicações inventariadas na pesquisa, documentos manuscritos de arquivos históricos, documentos oficiais, periódicos, iconografia e arquivos pessoais de professoras. O 1º capítulo é dedicado a uma visão de conjunto sobre a produção escrita por mulheres sobre música. O capítulo 2 analisa as primeiras décadas e estabelece uma discussão sobre as representações de música brasileira e europeia na educação musical. O capítulo 3 trata da música na escola formal e da participação de mulheres no canto orfeônico, considerando o processo de institucionalização e escolarização da música e o papel da publicação de hinários, cancioneiros e livros didáticos nesse processo. O capítulo 4 aborda a formação de professores e a pedagogia da escola nova, destacando os conflitos na historiografia e na prática do canto orfeônico. O capítulo 5 concentra-se na formação artística, tendo por foco o ensino especializado de música, a presença de mulheres na atividade artística e as representações sobre o feminino. São analisados três exemplos da produção escrita...

Pesquisas em História da Educação no Brasil e em Portugal: caminhos da polifonia

Pintassilgo, Joaquim; Veiga, Cyntia Greive
Fonte: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação Publicador: Sociedade Portuguesa de Ciências da Educação
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2004 POR
Relevância na Pesquisa
115.91%
Este texto representa um esforço de reflexão sobre a produção intelectual apresentada ao 3º Congresso Luso-brasileiro de História da Educação, realizado em Coimbra em Fevereiro de 2000 e subordinado ao tema “Escolas, culturas e identidades”. Não há dúvida quanto às mudanças na escrita da história da educação, tanto no Brasil como em Portugal, como vêm sugerindo os três últimos Congressos. Tais alterações refletem-se na quantidade crescente de pessoas envolvidas em pesquisas nesta linha; na polifonia presente nos temas, periodizações e fontes; na articulação de grupos de pesquisa e nos esforços relativos à organização de acervos e roteiros de fontes. Podemos hoje afirmar que a História da Educação possui uma certa visibilidade no campo das ciências sociais, mas, entretanto, precisamos estar atentos à maneira como se vêm constituindo os seus aspectos metodológicos, para que este campo de conhecimento tenha uma credibilidade científica que identifique uma comunidade de historiadores, por natureza polifónica, mas cuja identidade necessidade de passar pelo ofício do historiador no compromisso com a escrita da história.

O ensino da História da Educação

Magalhães, Justino
Fonte: Editora da Universidade Federal do Espírito Santo Publicador: Editora da Universidade Federal do Espírito Santo
Tipo: Parte de Livro
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
105.95%
No presente trabalho, analiso o ensino de História da Educação, partindo das necessidades e possibilidades de conhecimento exigidas ao técnico de educação: pedagogo, professor, formador, investigador. Tenho em atenção a multiplicidade das abordagens que podem ser adoptadas no ensino de História. O ensino da História debate-se com questões comuns à História da Educação, e a universidade é o locus principal onde o professor de História se forma. Na sequência, apresento dois programas de História da Educação, por mim organizados e implementados.

Estudos Comparados e História da Educação Colonial: Reflexões teóricas e metodológicas sobre a comparação no espaço de língua portuguesa

Madeira, Ana Isabel
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – Faculdade de Educação – Programa de Pós-Graduação em Educação Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – Faculdade de Educação – Programa de Pós-Graduação em Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 POR
Relevância na Pesquisa
105.91%
Este trabalho constitui uma reflexão sobre as condições teóricas e metodológicas subjacentes à realização de projectos de investigação em educação, duplamente referidos à história da educação e à educação comparada, num mesmo espaço linguístico. Na primeira parte do texto, estabelece-se uma ligação entre as primeiras etapas da constituição do campo e o interesse renovado pelos estudos comparados na actualidade. É neste duplo registo, temporalmente situado entre os finais do século XIX e as últimas décadas do século XX, que encontramos elementos para um reencontro da comparação com a história cruzamento com implicações fortes para o desenvolvimento de estudos em história da educação colonial. Na segunda parte do texto procura-se uma articulação do trabalho de comparação com os processos educativos que se desenvolvem em diferentes espaços-tempos do universo lusófono.

História da educação brasileira: a produção científica na biblioteca eletrônica SCIELO

Hayashi,Maria Cristina Piumbato Innocentini; Ferreira Jr.,Amarilio; Bittar,Marisa; Hayashi,Carlos Roberto Massao; Silva,Márcia Regina da
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
115.87%
Na atualidade, as facilidades de acesso, produção e disseminação de informação têm provocado repercussões na comunidade científica e modificado as estruturas de produção e divulgação científicas. A ampliação dos espaços de produção de conhecimento sobre a pesquisa em educação no país sugere a existência de um conjunto significativo de trabalhos que têm se preocupado em analisar e refletir sobre a produção científica da área. Dessa perspectiva, a integração dos estudos de educação com os da ciência da informação se constitui em importante contribuição na tarefa de identificar, selecionar, coletar, sistematizar e estruturar sistemas de informação que ampliem o campo de estudos em educação. Este artigo relata pesquisa sobre a produção científica no campo da história da educação, constituída de artigos científicos publicados em periódicos publicados na biblioteca eletrônica SCIELO.

História da educação no Brasil: a constituição histórica do campo (1880-1970)

Vidal,Diana Gonçalves; Faria Filho,Luciano Mendes de
Fonte: Associação Nacional de História - ANPUH Publicador: Associação Nacional de História - ANPUH
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2003 PT
Relevância na Pesquisa
105.84%
O artigo aborda a constituição do campo da história da educação no Brasil de dois prismas. No primeiro, elabora um histórico da disciplina a partir de três pertencimentos: à tradição historiográfica do Instituto Histórico e Geográfico do Brasil (IHGB); às escolas de formação para o magistério e à produção acadêmica entre os anos 1940 e 1970. No segundo, enfoca os trabalhos realizados nos últimos 20 anos, apontando temas e períodos de interesse e abordagens teóricas mais recorrentes.

História da Educação Escolar e Sociologia: uma relação promissora

Chaves,Miriam Waidenfeld
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais Publicador: Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
105.86%
A crise das Ciências Sociais tem propiciado uma discussão sobre novas abordagens teórico-metodológicas que, ao criticarem as perspectivas globalizantes, trazem à tona outras leituras que buscam resgatar a ação dos indivíduos nos processos sociais. Esses questionamentos afetam as pesquisas no interior da História da Educação, possibilitando novos desafios, na medida em que se procura entender a escola de acordo com a sua lógica interna. Considera-se, então, a construção de outro entendimento sobre a instituição escolar que se viabiliza a partir de uma análise das práticas, estratégias e trajetórias sociais daqueles que vivenciaram o processo educacional. Este texto, com base nessas afirmações, procura salientar a forma como a História da Educação tem enfrentado essa questão. Salienta algumas possibilidades de diálogo com a Sociologia, bem como a relevância dessa abordagem para uma releitura dos estudos históricos sobre a escola.

História da educação e literatura: possibilidades de relações

Brito,Arlete de Jesus; Ribeiro,Maria Augusta
Fonte: UNESP - Universidade Estadual Paulista, Pró-Reitoria de Pesquisa; Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática Publicador: UNESP - Universidade Estadual Paulista, Pró-Reitoria de Pesquisa; Programa de Pós-Graduação em Educação Matemática
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 PT
Relevância na Pesquisa
105.9%
Nas últimas décadas do século XX, a história da educação, bem como a da educação matemática, tem como referenciais, prioritariamente, a história nova e a história cultural. Tais referenciais vêm ocasionando mudanças, não apenas nos objetos de pesquisa, mas também nos métodos e fontes utilizados por tais histórias. Apesar da diversificação de fontes, há algumas que ainda não têm feito, sistematicamente, parte das pesquisas nessa área, tais como os textos de ficção. Segundo Lajolo (1997), a literatura é radar e espelho dos valores, emoções, sentimentos e pontos de vista das sociedades, portanto é possível questionar textos literários com perguntas que visem à elaboração de uma narrativa histórica. Neste artigo, os rastros e fios deixados pelos textos literários Novelas Paulistanas e Memórias de um Sargento de Milícias nos conduziram a uma pesquisa histórica, em fontes secundárias, com o intuito de compreender parte do processo educacional escolar do Brasil Império, no Rio de Janeiro, e da Primeira República, em São Paulo.

História da Educação e História da Filosofia: culturas cruzadas a partir das concepções de história e de escrita da história em Hegel

Vieira,Carlos Eduardo
Fonte: UNICAMP - Faculdade de Educação Publicador: UNICAMP - Faculdade de Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
105.94%
Neste artigo visamos discutir possíveis impactos da escrita da História da Filosofia sobre a escrita da História da Educação, a partir da análise das concepções de história e de escrita da história presentes na obra de Georg Wilhelm Friedrich Hegel. Neste estudo Hegel é concebido como um autor que sintetizou e disseminou uma visão da história presente de forma dispersa e fragmentada na cultura historiográfica do século XIX. Ele reafirmou conceitualmente e metodologicamente as imemoriais crenças na virtuosidade e no papel edificante das idéias (Espírito), bem como produziu uma interpretação do passado, capaz de apaziguar o sentimento de dilaceramento da cultura, ao conciliar história, ontologia e lógica. Nos limites deste trabalho exploramos o potencial heurístico da tópica hegeliana, sem, contudo, pretendermos analisar empiricamente os seus efeitos na historiografia da educação brasileira.

Para quem e o que testemunham as fontes da história da educação?

Ragazzini,Dario
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 PT
Relevância na Pesquisa
105.85%
Este artigo discute questões sobre a identificação, o uso e a relação do historiador com as fontes nos estudos de História da Educação. Aborda a tipologia das fontes e seus diversos pesos probatórios. Mostra como, no trabalho historiográfico, é decisivo compreender os diversos níveis relacionais que perpassam o processo de construção da fonte histórica. Prioriza a análise sobre as relações nas quais nasce e se produz o documento, as relações que, no âmbito dos acontecimentos, selecionam o documento e as relações do historiador/ intérprete com as suas questões e com os destinatários de seus estudos.

A cultura escolar como categoria de análise e como campo de investigação na história da educação brasileira

Faria Filho,Luciano Mendes de; Gonçalves,Irlen Antônio; Vidal,Diana Gonçalves; Paulilo,André Luiz
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
105.85%
A preocupação com a problemática da cultura escolar despontou no âmbito de uma viragem dos trabalhos históricos educacionais e de uma aproximação cada vez mais fecunda com a disciplina de história, seja pelo exercício de levantamento, organização e ampliação da massa documental a ser utilizada nas análises, seja pelo acolhimento de protocolos de legitimidade da narrativa historiográfica. O artigo representa uma síntese das investigações que vêm sendo realizadas pelos pesquisadores e pretende apreender como cultura escolar vem sendo apropriada pela área da História da Educação brasileira enquanto categoria de análise e campo de investigação. Para tanto foi dividido em três partes. Na primeira, aborda as definições de cultura escolar mais utilizadas. Trabalhos de Dominique Julia, André Chervel, Jean-Claude Forquin e António Viñao Frago são visitados, procurando-se estabelecer similitudes e diferenças entre as concepções dos autores. Discorre, também, sobre a disseminação desses textos no Brasil. Na segunda parte, sem pretender realizar uma revisão bibliográfica completa nem um exaustivo levantamento de títulos e autores, chama a atenção para algumas das dimensões da realidade educacional brasileira às quais os pesquisadores têm buscado entender com o concurso da noção de cultura escolar. Ao final...

O Estudo e sua materialidade: revista das alunas-mestras da escola complementar/normal de Porto Alegre/RS (1922-1931)

Fraga,Andréa Silva de
Fonte: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Publicador: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
105.84%
A revista O Estudo foi um impresso estudantil publicado pelas alunas do Grêmio de Estudantes da Escola Complementar/Normal de Porto Alegre/RS, entre os anos de 1922 a 1931. Na perspectiva da História da Educação e dos pressupostos da história da cultura escrita, o artigo tem como propósito apresentar a descrição de sua materialidade, isto é, do seu suporte e dos diferentes aspectos que caracterizam O Estudo como objeto impresso, de modo a compreender sua composição e especificidades.

Modos de fazer história da educação: pensando a operação historiográfica em temas regionais

Luchese,Terciane Ângela
Fonte: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação Publicador: Associação Sul-Rio-Grandense de Pesquisadores em História da Educação
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
125.9%
No presente texto estão sistematizadas reflexões produzidas no decurso dos processos de pesquisa que tenho desenvolvido em História da Educação, com ênfase em termas regionais. O objetivo é apresentar pressupostos e alternativas metodológicas que tem orientado a condução das pesquisas, construídas especialmente a partir do vínculo teórico com autores da Nova História, com ênfase, na História Cultural. Restrinjo-me aos documentos escritos e, portanto, à análise documental, para partilhar as dimensões metodológicas que tenho considerado na produção de pesquisas em História da Educação.

Ensino e formação de hábitos: análise na história da educação

Oliveira, Terezinha; Universidade Estadual de Maringá; Boveto, Lais; Universidade Estadual de Maringá
Fonte: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 28/12/2012 POR
Relevância na Pesquisa
105.85%
Neste artigo, analisaremos o conceito de hábito sob a perspectiva da História da Educação, considerando, principalmente, as obras: Ética a Nicômaco de Aristóteles (384 – 322 a. C.); De magistro e a questão 49 da I seção da II parte da Suma Teológica, ambos de Tomás de Aquino (1224 – 1274). O caminho que percorremos para a realização da análise será fundamentado na concepção de História Social, na qual a abordagem histórica dos conceitos nos permite partir do presente e buscar, no passado, exemplos que possibilitem uma melhor compreensão da realidade atual. Desse modo, o conceito foi abordado à luz de pensadores clássicos, em contextos históricos distintos. Isso nos permitiu observar que a formação de hábitos ao educar crianças é essencial para a constituição do homem como ser que necessita viver em comunidade.

Colégio Comercial Oficial de Ituiutaba: reflexões sobre a história da educação profissional pública no pontal do Triângulo Mineiro (1965-1979)

Silva, Jóbio Balduino da
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
105.95%
Este trabalho tem como objeto de investigação a história do Colégio Comercial Oficial de Ituiutaba, atual Escola Estadual professora Maria de Barros, delimitado pelo ano de criação do colégio, 1965, até o ano 1979, quando o “Comercial” absorveu os alunos do Educandário Espírita Ituiutabano e possibilitou a extinção daquele estabelecimento de ensino sem prejuízos à comunidade. Paralelo ao estudo historiográfico sobre o Colégio Comercial, nosso objetivo, fazemos reflexões sobre as origens da história da Educação Profissional no Pontal do Triângulo Mineiro, não antes de descrever, em notas, as origens da educação profissional no Brasil e no Estado de Minas Gerais. Em nossas pesquisas partimos do contexto macro para o local discutindo o cenário político, econômico e social do país e do município de Ituiutaba, a partir do golpe civil-militar que destituiu o presidente do país. Nossa intenção é de contribuir com as pesquisas sobre a história da educação brasileira, em especial as da educação profissional e das instituições escolares que oferecem esse tipo de ensino, objeto de poucas pesquisas na área. Para tanto, buscamos nos procedimentos metodológicos fontes bibliográficas, documentais, iconográficas e depoimentos de personagens do ambiente escolar pesquisado...

A cultura escolar como categoria de análise e como campo de investigação na história da educação brasileira; School culture as an analysis category and as a field of study in the History of Brazilian Education

Faria Filho, Luciano Mendes de; Gonçalves, Irlen Antônio; Vidal, Diana Gonçalves; Paulilo, André Luiz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2004 POR
Relevância na Pesquisa
105.85%
A preocupação com a problemática da cultura escolar despontou no âmbito de uma viragem dos trabalhos históricos educacionais e de uma aproximação cada vez mais fecunda com a disciplina de história, seja pelo exercício de levantamento, organização e ampliação da massa documental a ser utilizada nas análises, seja pelo acolhimento de protocolos de legitimidade da narrativa historiográfica. O artigo representa uma síntese das investigações que vêm sendo realizadas pelos pesquisadores e pretende apreender como cultura escolar vem sendo apropriada pela área da História da Educação brasileira enquanto categoria de análise e campo de investigação. Para tanto foi dividido em três partes. Na primeira, aborda as definições de cultura escolar mais utilizadas. Trabalhos de Dominique Julia, André Chervel, Jean-Claude Forquin e António Viñao Frago são visitados, procurando-se estabelecer similitudes e diferenças entre as concepções dos autores. Discorre, também, sobre a disseminação desses textos no Brasil. Na segunda parte, sem pretender realizar uma revisão bibliográfica completa nem um exaustivo levantamento de títulos e autores, chama a atenção para algumas das dimensões da realidade educacional brasileira às quais os pesquisadores têm buscado entender com o concurso da noção de cultura escolar. Ao final...

SOCIOLOGIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: ASPECTOS DA TRAJETÓRIA DE UM CIENTISTA MILITANTE

Saviani, Dermeval; UNICAMP
Fonte: Revista Contemporânea de Educação Publicador: Revista Contemporânea de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 11/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
105.86%
Este artigo aborda a trajetória acadêmico-científica de Luiz Antonio Cunha considerando: a articulação entre a sociologia da educação e a história da educação presente no conjunto de sua produção, com destaque para as duas trilogias que reconstruíram a gênese e o desenvolvimento respectivamente do ensino superior e do ensino profissional no Brasil; sua militância científica manifesta na participação ativa na mobilização do campo educacional e nas análises da conjuntura educacional brasileira; seu novo projeto de investigação, em andamento, sobre a laicidade na educação.

Theoretical and methodological references in History of Eduation researches: towards a history of relations among sensibilities, free time and formation; Referenciais teórico-metodológicos nas pesquisas em História da Educação: para uma história das relações entre sensibilidades, tempo livre e formação

Taborda de Oliveira, Marcus Aurelio; Faculdade de Educação/UFMG; Belotti Oscar, Luisa Cecilia; UFMG
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
105.91%
This writing presents some perspectives of a new project named Education of the senses in history: the free time as formation possibility (between the last years of 19th Century and the first years of 21st Century). Its basic purpose is to share our journey to creating conditions for the construction of a history of education of the senses and sensibilities in Minas Gerais in the period between the end of the nineteenth century and the first decades of the century XXI. Developed from different master's, doctoral and post doctoral studies, and based on the empirical work of the grade students Luísa Cecília Belotti Oscar, Caroline Maria Ferreira and Maria Daniela Drummond Donoso, the text focuses on a subproject that has as main objective the mapping, identification and cataloging of sources related with the central theme. It also intends the development of monographs for understanding the relationship between free time, formation and development of sensitivities in the indicated period. Among several deployed files, we have given prominence to Arquivo Público Mineiro, Hemeroteca and Setor de Obras Raras da Biblioteca Pública Luiz de Bessa and Biblioteca da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, all of them in Belo Horizonte, Minas Gerais...

DOS INDICIOS À CONSTITUIÇÃO DA PESQUISA EM HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO PPGE/ UFPB

Machado, Charliton José dos Santos; Nunes, Maria Lúcia da Silva; Rodrigues, Melânia Mendonça
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2012 POR
Relevância na Pesquisa
105.94%
Este trabalho vincula-se ao grupo de estudos e pesquisas História da Educação da Paraíba(HISTEDBR/GT-PB) e ao projeto de pesquisa Educação e educadoras na Paraíba doséculo XX: práticas, leituras e representações. O objetivo é apresentar um panorama inicialda pesquisa em História da Educação na Paraíba, mais especificamente, a produçãocientífico-acadêmica elaborada a partir do Programa de Pós-graduação em Educação(PPGE) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). A abordagem metodológica centra-sena pesquisa bibliográfica, com apoio no paradigma indiciário, e tem como fonte principal olivro Pesquisa em Educação na Paraíba: 30 anos (1977-2007), conforme explícito nopróprio título, publicado por ocasião das comemorações dos 30 anos do PPGE. Verificousea tímida presença da temática voltada para a História da Educação, nos anos iniciais doPrograma, isso talvez se justifique pela ausência de uma linha de pesquisa específica àárea. Por outro lado, pode-se assinalar um interesse crescente pelo campo deconhecimento, embora pequeno, ainda. Todavia, vislumbra-se uma perspectiva deampliação, com a criação recente da linha de pesquisa História da Educação, a partir dareestruturação do Programa em 2007.