Página 1 dos resultados de 416 itens digitais encontrados em 0.013 segundos

Ecos de espelhos - movimento Hip Hop do ABC Paulista: sociabilidade, intervenções, identificações e mediações sociais, culturais, raciais, comunicacionais e políticas; Ecos de espelhos - movimento Hip Hop do ABC Paulista: sociabilidade, intervenções, identificações e mediações sociais, culturais, raciais, comunicacionais e políticas

Bastos, Pablo Nabarrete
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/04/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.12%
Esta pesquisa tem como objetivo compreender os sentidos do Movimento Hip Hop do ABC Paulista, a partir da história de vida de agentes sociais das sete cidades pesquisadas - Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. O enfoque recai sobre o trabalho das posses que atuam na região: Posse Hausa, Nação Hip Hop Brasil e Associação Cultural e Educacional Zulu Nation Brasil. As posses são entidades constituídas por intelectuais orgânicos do Hip Hop, os agentes do Movimento Hip Hop organizado, que trabalham os quatro elementos artísticos do Hip Hop MC, DJ, dança de rua e graffiti - em torno de um posicionamento político-ideológico e de um trabalho de formação e intervenção cultural, que eles entendem e denominam como o quinto elemento do Hip Hop. É sobretudo a forma de trabalhar o quinto elemento que distingue uma posse da outra. O enfoque desta pesquisa também recai sobre o processo de constituição histórica das posses,,suas relações com os meios de comunicação de massa e com o poder público das cidades analisadas; seus processos de lutas, negociações e trocas simbólicas. A partir da observação participante foi possível perceber como através do Hip Hop são construídos referenciais de classe...

Processos teatrais na periferia: no contexto do Hip Hop; Processos teatrais na periferia: no contexto do Hip Hop

Rodrigues, Gerson Araujo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
67.02%
O presente estudo trata do desenvolvimento de ações culturais junto a jovens de periferia por meio de processos teatrais. Partiu-se do questionamento se é possível desenvolver tais processos utilizando características do movimento Hip Hop com a hipótese de que o vínculo com esse movimento facilita o acesso ao universo dos jovens. Os procedimentos metodológicos adotados para tal finalidade estão embasados nos conceitos da Peça didática de Bertolt Brecht e no Jogo teatral de Viola Spolin de maneira a utilizar as temáticas do movimento Hip Hop como modelos de ação durante as práticas com jogo teatral. Os resultados encontrados indicam que a junção entre processos teatrais e o movimento Hip Hop fornece uma interessante ferramenta de desenvolvimento de ações culturais, uma vez que foi constatada a criação de ambientes propícios à troca de experiências entre os jovens de forma que pudessem refletir juntos sobre o contexto social em que vivem e sua relação com a sociedade atual.; The present study deals the development of cultural actions for young people of periphery through theater processes. The initial questioning was to develop such processes using Hip Hop movement characteristics based on the hypothesis that this link facilitates the access to the youngers universe. The methodological procedures adopted for this purpose are grounded in the concepts of didactic piece of Bertolt Brecht and the theater game of Viola Spolin using themes from the Hip Hop as models for action during practice with theater game. The observed results show that the junction between theater processes and the Hip Hop movement provides an interesting tool for the development of cultural actions...

O uso do território paulistano pelo Hip Hop; Territory usage by Hip Hop in São Paulo

Gomes, Carin Carrer
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/03/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.08%
O presente trabalho tem o intuito de dissertar sobre as desigualdades territoriais paulistanas e as resistências nos lugares a partir dessa condição. Entre paisagens de abundância e escassez, encontramos usos pelo Hip Hop que revelam a atual formação corporativa e fragmentada de São Paulo, cidade informacional. Entre os usos informacionais e corporativos de São Paulo e suas fragmentações engendra-se, desde a década de 80, o Movimento Hip Hop, o qual traz à tona novos usos dos objetos e ações que configuram São Paulo. Ao mesmo tempo em que a formação de São Paulo foi lugar para a modernização de projetos hegemônicos, os usos do território nos revelam que, no cotidiano das ações, cada local vive o encontro dessas racionalidades e, ao mesmo tempo, produz a contra-racionalidade pelas práticas da cultura. Por meio dos usos contemporâneos do território pelo movimento Hip Hop encontramos a razão dos lugares que conformam e são conformados pela prática dos Dj, Mc, Break e Grafitti. Mesmo com o acesso restrito às novas tecnologias da informação, o processo de criação em seus lugares é duplamente criativo pois, além da produção de suas atividades, cria meios à comunicação das suas práticas, sendo a comunicação territorial um importante instrumento do processo de produção e continuidade do Hip Hop. Assim...

Paradigma preventivo e lógica identitária nas abordagens sobre o hip hop; Preventive paradigm and identitary logical in the views of Hip Hop

Silva, Rodrigo Lages e; Silva, Rosane Azevedo Neves da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.99%
Este artigo faz uma revisão das pesquisas acadêmicas sobre o Hip Hop, apontando a preponderância do conceito de identidade nas referidas teorizações. Neste sentido, pretende-se contextualizar a ascensão do conceito de identidade nas visões sobre o Hip Hop, em direção a sua conjugação com o conceito de cidadania. Tal lógica identitária está intimamente ligada à construção da noção de categorias desviantes. Forjada sob o pano de fundo da urbanização, a lógica identitária é a expressão acadêmica de uma racionalidade a que denominamos de paradigma preventivo, cuja função é antecipar-se a uma eventual potência violenta que os jovens moradores de periferia representariam. Portanto, tratase de entender a fabricação do subúrbio e da juventude como problema social, analisando, assim, as concepções que dão sustentação aos ideais corretivos e moralizantes que as abordagens sobre o Hip Hop expressam através de uma ênfase nos seus benefícios identitários.; This article makes a revision of the academic researches about Hip Hop, indicating the emphasis on identity concept in those related theories. We aim to contextualize the growth of identity in the views of Hip Hop, pointing to its combination with citizenship concept. Such identitary logical is narrowly connected with the construction of the desviating categories notion. Forged on the backstage of urbanization...

O Ensino de geografia e o Hip Hop

Machado, Carlos Geovani Ramos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
66.99%
A pesquisa, na qual trilhamos esta caminhada acadêmica fundamenta-se na análise e interpretação sobre o Movimento Hip Hop e a sua relação com o ensino da Geografia. Ao longo deste estudo foram trabalhados conceitos geográficos que subsidiaram nossos argumentos, tais como: espaço, lugar, território e paisagem. Ainda dialogamos com alguns conceitos secundários porém, não menos importantes tais como: cultura, identidade, cidade, representações sociais, espaço-escola e comunicação. Ao mergulharmos nossas inquietações no movimento hip hop, buscamos verificar se é possível a lugarização do sujeito a partir de sua metalinguagem, facilitando, ou não a construção do conhecimento geográfico. Refinamos nossas argumentações transitando pela Teoria do Pensamento Complexo, de Edgar Morin que nos levou a interpolações questionadoras sobre as contradições do cotidiano dos Sujeitos rappers, avaliando sua cultura originária das ruas, guetos e da periferia, buscando a compreensão destas relações com o universo escolar e a aprendizagem; examinando suas ações e sua busca pela superação dos problemas sociais, preconceitos e abandono, tendo no conhecimento um objetivo importante em suas trajetórias. O estudo realizado teve como ferramenta a pesquisa qualitativa que nos possibilitou entrevistas semiabertas...

Experimentações juvenis: nas trilhas do Hip Hop

Silva, Roberta Grangel da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 106 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
66.99%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Psicologia - FCLAS; Esse trabalho teve como objetivo cartografar a Cultura Hip Hop, tendo como foco o Breaking. Nossa prática foi de um exercício de nomadismo na tentativa de acompanhar as linhas que foram tecidas ao longo dos encontros com a literatura, com os grupos que se agenciam com a Cultura Hip Hop, dando visibilidade aos modos de subjetivação, de singularização, aos afetos que escaparam de determinados territórios capturados pela cultura de massa e de estratégias de controle. Nesse processo, afetamos e fomos afetados pela história do Hip Hop que nos foi sendo percebida como narrativas de processos criadores. Tais processos foram sustentados por corpos vibráteis cujas intensidades dispararam movimentos de resistência com linhas de fuga que possibilitaram a produção de modos de existência singulares em relação aqueles produzidos pelos fluxos capitalísticos. Cartografar o movimento do desejo na vontade de expandir a vida através do agenciamento corpo-cidade-ruptura, significou entender que o devir não se repete e que sempre há algo no outro que nos transforma.; The present paper has the object of mapping the Hip Hop culture...

O jovem no movimento hip hop: espaço potencial de criatividade e identificação?

Ballalai, Rodrigo Clemente
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 114 f.
POR
Relevância na Pesquisa
67.05%
Pós-graduação em Psicologia - FCLAS; A partir de experiência de estágios da graduação em Psicologia, particularmente no trabalho desenvolvido junto ao “Programa de Liberdade Assistida” da FEBEM, unidade Bauru, quando oferecemos um pronto atendimento psicológico a seus participantes, iniciamos o contato com o movimento hip hop. Entrevistamos jovens que se identificam com o movimento hip hop, analisando sua trajetória ao ingressarem nos grupos organizados de hip hop do município de Bauru. Analisamos suas biografias e percepções que estes jovens têm de si e de sua realidade social. O instrumento utilizado foi a entrevista semi dirigida, cuja aplicação ocorreu individualmente O procedimento para a análise das informações se apoiou no método psicanalítico. Analisamos o que leva os jovens a participarem do referido movimento, por meio do conceito psicanalítico de identificação. Verificamos que a significação que os jovens atribuem ao hip hop pode ser entendido como um espaço potencial de criatividade, de acordo com a teoria do psicanalista inglês Donald Winnicott. Encontramos diferentes usos desse movimento cultural, de acordo com a singularidade de cada participante, inclusive manifestado pelos diversos meios de participação artística e ideológica de seus componentes. No campo identificatório consideramos o movimento hip hop como modelo identificatório contemporâneo e significativo para grande parcela da população jovem. Como apresenta Maria Rita Kehl...

Hip hop na escola: para além da proposta curricular do Estado de São Paulo

Barros, Mayra Giovaneti de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 44, [36] f.
POR
Relevância na Pesquisa
67.08%
Since 2008 the Department of Education of the State of São Paulo implemented the curriculum for elementary and high school. Within the discipline of Physical Education, Hip Hop appears as a theme for the ninth year pertaining to the content of rhythmic activities. However, there seems to be difficulties of teachers and their training against such content. Therefore, this research has developed a textbook to support didactic teaching for physical education teacher about Hip Hop in school. For this we conducted a literature review, which were selected several studies that sought to investigate the main difficulties of the physical education teachers, as well as those who had the Hip Hop theme, so that the material could meet the real difficulties of these professionals. Furthermore, we analyzed textbooks from other disciplines will be considered as the experiences of the researcher with the contents of dancing. Thus, we found some difficulties in the analysis of textbooks in the area of Physical Education, since there is a certain shortage of materials, as well as related specifically to Hip Hop. From the investigations, the book was prepared by selecting subtopics important to treat this content teachers in the school, for example...

Ta ligado mano : o hip-hop como lazer e resgate da cidadania; Ta ligado mano: hip-hop as leisure and search for citizenship

Edmur Antonio Stoppa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
67.04%
O presente estudo tem como objetivo analisar como se processa a organização de grupos de hip-hop no desenvolvimento de suas ações, com base na análise central dos significados do lazer dos seus participantes, na busca de uma nova perspectiva de inserção social para os membros da comunidade. O estudo pode contribuir para a área da Educação Física e dos Estudos do Lazer, na medida que busca conhecer e entender esses espaços como uma possibilidade de atuação a partir das ?brechas? que o sistema oferece, no caminho para a implantação de uma nova ordem social, que permita às pessoas a autopromoção por meio da efetiva participação sociocultural. Enquanto metodologia, o estudo foi realizado mediante a combinação da pesquisa bibliográfica, documental e empírica, o que levou a inserção do pesquisador no grupo pesquisado. O método utilizado foi o estudo de caso, como forma de analisar as ações e a participação dos integrantes da Organização dos Novos Quilombos (ONQUI), ?posse? de hip-hop que desenvolve suas ações no município de Guarulhos. Com a realização do estudo é possível afirmar que o lazer, desenvolvido por meio das atividades relacionadas ao movimento hip-hop, contribui para a busca da cidadania das pessoas na periferia da cidade. No entanto...

Hip hop e educação : mesma linguagem, multiplas falas

Tania Maria Ximenes Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/07/2005 PT
Relevância na Pesquisa
66.99%
A presente dissertação foi desenvolvida na área ?Ensino, Avaliação e Formação de Professores?, com a contribuição de estudos realizados junto ao grupo de pesquisa VIOLAR ? Laboratório de Estudos sobre Violência, Imaginário, Práticas Sócio-Culturais e Formação de Professores ? da Faculdade de Educação da UNICAMP. A pesquisa teve como interesse o estudo do hip hop que se constitui como um movimento sócio-cultural e reúne três manifestações artísticas: o rap, o break e o graffiti. Foram abordados os conflitos e as ambigüidades que permeiam o hip hop em sua trajetória, entrecruzando o ontem e o hoje, a partir do seu surgimento em Campinas (SP), há, aproximadamente, vinte anos. As relações tecidas entre o hip hop e a educação no processo de sua construção no município de Campinas foram igualmente consideradas.; The present work was developed in the area ?Teaching, Evaluation and Formation of Professors?, with the contribution of studies performed with the research group VIOLAR ? Laboratory of Studies on Violence, Imaginary, Socio-Cultural Practices and Formation of Professors ? Education School ? UNICAMP. The objective of this research was the study of the Hip Hop, which is considered as a socio-cultural movement that gathers three artistic manifestations: rap...

Assalamu Aleikum favela : a performance Islâmica no movimento HIP HOP das periferias do ABCD e de São Paulo; Assalamu Aleikum slum : performance Islamic movement in Hip Hop the peripheries of the ABCD and São Paulo

Bianca Caterina Tereza Tomassi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
67.1%
Este trabalho apresenta e analisa a constituição da performance islâmica entre agentes do movimento Hip Hop nas periferias de São Paulo e do ABCD. Para isto o trabalho realiza uma digressão histórica partindo da percepção dos interlocutores e revela como e porque ocorre a intersecção entre o movimento Hip Hop e a religiosidade islâmica. A experiência etnográfica é a base para a coleta de dados que fundamentam a análise deste trabalho. A antropologia da performance perpassa a Dissertação ao servir de norteador e referencial teórico a fim de iluminar a formação e a constituição de uma nova performance, surgida do hibridismo entre Islã e Hip Hop. Os resultados obtidos neste trabalho apresentam o surgimento de uma performance singular que se mostra em ascensão nas periferias estudadas. É observado também que o estudo acerca do Islã na periferia é amplo e não se limita ao movimento Hip Hop, pois este trabalho constata que o Islã agrega cada vez mais adeptos nas áreas pesquisadas, não incluindo apenas membros do movimento Hip Hop, levando-nos a concluir que o estudo da performance islâmica no movimento Hip Hop trata-se apenas de uma parte para a compreensão e a pesquisa sobre o Islã nas periferias.; This paper presents and analyzes the performance of the Islamic constitution between agents of the Hip Hop movement in the outskirts of Sao Paulo and ABCD. For this work performs a historical digression from the perception the audience and reveals how and why is the intersection between the Hip Hop movement and the Islamic religion. The ethnographic experience is the basis for collecting data underlying the analysis of this work. The anthropology of performance runs through the dissertation and serving as a guiding theoretical framework in order to illuminate the formation of a new constitution and performance...

21M.775 Hip Hop, Spring 2003; Hip Hop

DeFrantz, Thomas
Fonte: MIT - Massachusetts Institute of Technology Publicador: MIT - Massachusetts Institute of Technology
EN-US
Relevância na Pesquisa
67.02%
Subject explores the political and aesthetic foundations of hip hop. Students trace the musical, corporeal, visual, spoken word, and literary manifestations of hip hop over its thirty year presence in the American cultural imagery. Students also investigate specific black cultural practices that have given rise to its various idioms. Students create material culture related to each thematic section of the course. Scheduled work in performance studio help students understand how hip hop is created and assessed. From the course home page: Course Description This course explores the political and aesthetic foundations of hip hop. It traces the musical, corporeal, visual, spoken word, and literary manifestations of hip hop over its thirty-five year presence in the American cultural imaginary. It also investigates specific black cultural practices that have given rise to its various idioms. Hip hop has invigorated the academy, inspiring scholarship rooted in black musical and literary traditions. This course assesses these sharp breaks and flamboyant versionings of hip hop that have occurred within the academy.

The Kids Need Hip-Hop: Reengaging Students through Culturally Relevant Pedagogy

Natt, Harjot
Fonte: Brock University Publicador: Brock University
Tipo: Electronic Thesis or Dissertation
ENG
Relevância na Pesquisa
67.07%
My thesis advocates for critically-conscious hip-hop in classrooms to promote student engagement and culturally relevant pedagogical practices. This proposed approach to educating youth offsets the harmful effects of a normalized curriculum that limits students’ creativity and discounts their experiences as lifelong learners. My thesis gathers data from research literature on hip-hop and education, critically-conscious hip-hop lyrics, and also includes my own hip-hop muse to illustrate the positive tenets of critically-conscious hip-hop. The research literature in my thesis is gathered from multiple studies within North American high schools. My hip-hop muse interrelates with critically-conscious hip-hop lyrics because they both address contemporary issues through social commentary and critical awareness. The element of social commentary in my hip-hop muse is displayed through short poems and verses that outline my experiences in a normalized schooling environment. Throughout my thesis, I uncover the causes of student disengagement in classrooms, the ways in which critically-conscious hip-hop music serves as a tool for reengaging youth, and the approaches that must be taken in order to adequately integrate hip-hop into today’s classrooms. My thesis is important within the context of Canadian classrooms because it acts as an agent for social change and cultural relevance through a critical lens. The purpose of this approach...

Living hip hop : defining authenticity in the Adelaide and Melbourne hip hop scenes.

Rodger, Dianne Louise
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012
Relevância na Pesquisa
67.07%
This thesis is a study of the Hip Hop scenes in the Australian cities of Adelaide and Melbourne. Based on fieldwork conducted from September 2006 to January 2008, my research builds on a growing body of scholarship that examines the production and consumption of Hip Hop outside of the United States of America. The central aim of this thesis is to examine how Hip Hoppers define, express, and actively work to sustain, living or authentic Hip Hop culture in Australia. However, it is not my intention to set out a definitive list of good or bad Hip Hop or to suggest that there is one authentic way to be a Hip Hopper in Australia. Instead, I emphasise the contested nature of authenticity and examine how different Hip Hop fans and artists use the concept of authenticity to legitimise their own beliefs and actions. My research illustrates that different Hip Hoppers have varied understandings about the origins, history and traditions that make up Hip Hop culture, and therefore, what living or authentic Hip Hop is. These differences can create tensions as Hip Hop enthusiasts debate how authenticity should be assessed in Australia. In each chapter of this thesis I examine these deliberations, highlighting the power struggles that occur when people try to fix the meaning of Hip Hop and to disrupt or discount definitions that threaten their own understandings. I demonstrate that authenticity is an evaluative concept that is used to claim status and to formulate and defend cultural boundaries. My findings contribute to contemporary debates about the impacts of globalisation and localisation by examining how people make judgements about what is...

Represent!: Hip-Hop and the Self-Aesthetic Relation

Kline, Christopher (Kip) Lane
Fonte: [Bloomington, Ind.] : Indiana University Publicador: [Bloomington, Ind.] : Indiana University
Tipo: Doctoral Dissertation
EN
Relevância na Pesquisa
67%
Thesis (PhD) - Indiana University, School of Education, 2007; Hip-hop culture has been consistently marginalized, to a significant extent vilified, in dominant cultural discourse. At the same time, it continues to increase its prodigious influence over youth culture, broadly speaking. This study claims that inflamed rhetoric about hip-hop culture is based on misinformation and shortsighted notions and therefore seeks to make inquiry into the culture in such a way as to oppose the mainstream conversation about hip-hop with more complete and authentic understandings. In so doing, it seeks to practice philosophy through the use of critical ethnography. This method is rooted in Paul Willis's Learning to Labor (1977), a critical ethnographic study that articulated philosophical ideas, albeit implicitly. The study makes use of philosophy and critical ethnography in two ways. One, it uncovers the deep connections between philosophy and hip-hop culture, at least as philosophy is recast in Cornel West's project of "prophetic pragmatism." Two, it uses ethnography of local, so-called underground hip-hop artists in Chicago to address, more overtly than Willis, philosophical questions about the construction and maintenance of a self...

As mutações da experiencia militante : um estudo a partir do movimento hip hop de Campinas, São Paulo

Rosangela Carrilo Moreno
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.99%
Este trabalho discute a militância de jovens rapper negros que se engajaram na criação da Casa do Hip Hop de Campinas, uma instituição patrocinada pela prefeitura da cidade, nas mãos do Partido dos Trabalhadores (PT) entre 2001 a 2004. A pesquisa busca compreender a origem da militância política dos rappers expressa por sua adesão ao rap, visto como uma prática artística e política e pelas alianças que eles conseguiram estabelecer com os políticos eleitos da cidade a fim de criar a Casa. Partindo da definição bourdieusiana de socialização como internalização das condições objetivas de existência, a dissertação revela os processos pelos quais foram criadas as disposições para o envolvimento desses jovens com a música e com o protesto político. Mostra-se como a experiência de mobilidade social ascendente na geração dos pais, ainda que modesta, favoreceu a construção de fortes ambições por parte dos jovens. A impossibilidade de construção de um futuro através da escolarização, por falta de boas oportunidades escolares, assim como uma experiência precoce com o racismo no ambiente escolar e no contato direto com a polícia, conduziu-os em direção ao mercado cultural, onde tentaram construir uma carreira como rappers...

Periphery live: democratization of media and socialization of information through the hip-hop from Maranhão State; Periferia ao Vivo: Democratização da Mídia e Socialização da Informação por meio do hip-hop Maranhense

Santos, Rosenverck Estrela
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 17/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
67.05%
Este texto discute as relações entre o movimento hip-hop e a democratização da mídia, por meio do movimento “Quilombo Urbano”. Reflete o processo de formação do hip-hop em São Luís do Maranhão no contexto de periferização da cidade. Analisa a formação da identidade étnico-racial dos jovens envolvidos nesse movimento e a produção de difusão de informações por meio de suas atividades político-cultuais e da criação, organização e participação em programas de rádios comunitárias em bairros pobres e negros da capital maranhense. Para tanto, definimos o hip-hop como um movimento político-cultural e compreendemos que o movimento hip-hop maranhense, por meio do “Quilombo Urbano”, se constitui como uma possibilidade de identificação e mobilização para parcela considerável da juventude negra e pobre que buscam um agir coletivo.; This paper discusses the relationship between hip-hop movement andthe democratization of media through the “Urban Quilombo” movement. Reflectsthe process of hip-hop development at São Luís do Maranhão, Brazil, in thecontext of city peripherization. Analyzes the formation of ethnic-racial identity ofthe young people involved in this movement and the production of disseminationof information through their political and cultural activities and the creation...

Paradigma preventivo e lógica identitária nas abordagens sobre o Hip Hop; Preventive paradigm and identitary logical in the views of Hip Hop

Silva, Rodrigo Lages e; Faculdade Dom Alberto; Silva, Rosane Neves da; Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Fonte: Eduff Publicador: Eduff
Tipo: ; ; ; Avaliado por pares Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 04/10/2008 PT
Relevância na Pesquisa
67.02%
Este artigo faz uma revisão das pesquisas acadêmicas sobre o Hip Hop, apontando a preponderância do conceito de identidade nas referidas teorizações. Neste sentido, pretende-se contextualizar a ascensão do conceito de identidade nas visões sobre o Hip Hop, em direção a sua conjugação com o conceito de cidadania. Tal lógica identitária está intimamente ligada à construção da noção de categorias desviantes. Forjada sob o pano de fundo da urbanização, a lógica identitária é a expressão acadêmica de uma racionalidade a que denominamos de paradigma preventivo, cuja função é antecipar-se a uma eventual potência violenta que os jovens moradores de periferia representariam. Portanto, trata-se de entender a fabricação do subúrbio e da juventude como problema social, analisando, assim, as concepções que dão sustentação aos ideais corretivos e moralizantes que as abordagens sobre o Hip Hop expressam através de uma ênfase nos seus benefícios identitários.; This article makes a revision of the academic researches about Hip Hop, indicating the emphasis on identity concept in those related theories. We aim to contextualize the growth of identity in the views of Hip Hop, pointing to its combination with citizenship concept. Such identitary logical is narrowly connected with the construction of the desviating categories notion. Forged on the backstage of urbanization...

PARA ALÉM DO HIP HOP: juventude, cidadania e movimento social

Lima, Patrícia Oliveira De Daniele; UFSC; Silva, Ana Marcia; UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
67.02%
This research intends to identify the Hip Hop historical origins and how this movement has been established in Brazil, besides analyzing the citizenship conceptions present in two documents and official projects, which were built by the public power in the actual federal management, that involved the Hip Hop movement and the possibilities – within social movements as Hip Hop – to build a collective citizenship related to a emancipated perspective. These research components, which are exploratory and bibliographic, are related to documental content analysis and intend to show and discuss this new context in which the Hip Hop movement is inserted and involved in, and also collaborate with public politics in certain segments of the population, especially young people.; A pesquisa apresenta como objetivos, identificar quais as raízes históricas do Hip Hop e forma como este movimento vem se configurando no Brasil; identificar e analisar qual/quais a/as concepções de cidadania presentes em dois documentos e projetos oficiais construídos pelo poder público nesta gestão da esfera federal e que envolveram o movimento Hip Hop e, analisar as possibilidades no interior de movimentos sociais como o do Hip Hop, de construir uma cidadania coletiva que se aproxime de uma perspectiva emancipatória. Esses são componentes desta pesquisa...

Escola e movimento hip hop: o campo das possibilidades educativas para a juventudeEducation and the hip hop movement: the field of educative possibilities for the youth

Menezes, Jaileila de Araújo; Costa, Mônica Rodrigues; Ferreira, Danielle de Farias Tavares
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2010 POR
Relevância na Pesquisa
67.04%
Este trabalho resulta de estudo de caso e pretende compreender como vem ocorrendo o diálogo entre a escola pública e o movimento hip hop, considerando-se os desafios para a construção de práticas educativas significativas para a juventude. Trata do caráter educativo do movimento, a partir das dimensões de construção da cidadania, da cultura política, da configuração do cenário sociopolítico e econômico, da subjetividade e da organização política. Para isso, acompanharam-se atividades desenvolvidas em uma crew do movimento, localizada em um bairro periférico da cidade de Recife, e a prática educativa desse movimento no contexto escolar circunscrito no Programa Escola Aberta. Visualizou-se, na experiência do movimento hip hop no programa, uma oportunidade de aprendizagem para a escola, no sentido de contextualizar seus saberes, de modo a ganhar maior adesão da comunidade escolar, em especial dos jovens. Nesse sentido, encontraram-se duas modalidades de apropriação das práticas educativas do movimento pela escola: instrumental e pedagógica, que sinalizam para a necessidade de inserção do programa na política educacional e nos projetos político-pedagógicos. Com o acompanhamento das atividades e as entrevistas...