Página 1 dos resultados de 2778 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Variabilidade da condutividade hidráulica do solo em valores fixos de umidade e de potencial matricial. ; Variability of soil hydraulic conductivity at fixed values of water content and pressure head.

Hurtado, Ana Lucia Berretta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/03/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
O conhecimento da condutividade hidráulica do solo é essencial para qualquer modelagem que envolva o movimento da água no solo. Além de variar com a umidade, a condutividade hidráulica do solo (K) apresenta alta variabilidade espacial, tanto em determinações no campo como no laboratório, podendo ser representada em função da umidade (θ) ou do potencial matricial (ψm). Conforme indica a Lei de Poiseuille, a condutância de poros individuais é altamente sensível ao seu diâmetro. Como a distribuição dos diâmetros de poros de um solo é descrita pela sua curva de retenção e o maior poro que contém água define o potencial matricial, a hipótese do presente trabalho é que, expressando-se K para um θ fixo, sua variabilidade é maior que para um ψm fixo. Para testar tal hipótese, foi conduzido um experimento empregando-se o método do perfil instantâneo sem evaporação (durante 1050 horas) e com evaporação (durante 401 horas) em períodos diferentes, obtendo-se a condutividade hidráulica não saturada em 48 baterias distanciadas de 1 m entre si e dispostas em linha reta em um Latossolo Vermelho-amarelo, dentro do Campus da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ/USP em Piracicaba/SP. Os valores de potencial matricial foram obtidos por tensiometria em cinco profundidades (de 0...

Variabilidade espacial da condutividade hidráulica e da permeabilidade ao ar em função dos conteúdos de água e ar no solo; Spatial variability of hydraulic conductivity and air permeability as a function of soil water and air contents

Brito, Alexsandro dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/07/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
O conhecimento de propriedades do solo ligadas diretamente à produtividade das culturas é uma busca incessante. As propriedades fortemente correlacionadas com o espaço poroso do solo tornam-se muito importantes, principalmente porque têm ação direta no desenvolvimento vegetal: é pelo espaço poroso que ocorre o deslocamento de água e ar para a rizosfera das plantas. Cada tipo de solo e mesmo cada horizonte pedológico possui uma geometria de poros que o caracteriza e que permite uma maior ou menor facilidade de transportar água e, consequentemente, o ar. Como as propriedades do solo relacionadas ao transporte de água e de ar são altamente variáveis no espaço, o objetivo deste trabalho foi estudar a variabilidade espacial: a) dos parâmetros da equação que correlaciona a condutividade hidráulica com o conteúdo de água no solo e b) da permeabilidade do solo ao ar. Para tanto, foi instalado um experimento no campo, num Latossolo Vermelho Amarelo textura média, constituído por 60 tubos de acesso a uma sonda de nêutrons, numa malha regular de 5 x 5 m, com a finalidade de medir o conteúdo de água em função do tempo, nas profundidades de 0,20; 0,40; 0,60; 0,80 m e, então, determinar-se a condutividade hidráulica pelo método do perfil instantâneo. A permeabilidade do solo ao ar (ka) foi determinada pelo método da pressão decrescente...

Condutividade hidráulica não saturada de um solo arenoso: aplicação do infiltrômetro de disco; Unsaturated hydraulic conductivity of a sandy soil using the disk infiltrometer

Fernandes, Mariana Alher
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
A função condutividade hidráulica é um dos parâmetros essenciais para o estudo do fluxo em solos não saturados, permitindo abordar, dentre outros, o avanço da frente de umedecimento e questões como a irrigação e drenagem de solos. Para determinar a condutividade hidráulica não saturada de um solo típico da região Centro-Oeste do Estado de São Paulo, utilizou-se o infiltrômetro de disco. Este equipamento permite conduzir a infiltração de água, estando esta sujeita a um potencial negativo. Com os dados de infiltração acumulada e tempo acumulado obtidos em cada ensaio, foi possível determinar os valores da condutividade hidráulica não saturada e sortividade. Os cálculos foram feitos por diferentes métodos para cada ensaio realizado com o infiltrômetro de disco e comparadas com resultados de ensaios utilizando o permeâmetro Guelph. Observou-se que as condutividades hidráulica não saturadas obtidas com o infiltrômetro de disco tenderam a valores próximos das fornecidas indiretamente por meio do permeâmetro Guelph, com dispersão de aproximadamente uma ordem de grandeza para cada sucção. Também se observou que a condutividade hidráulica não saturada tende a diminuir conforme aumenta a sucção imposta ao solo...

Condutividade hidráulica obtida pelo método do perfil istantâneo utilizando curva de retenção e sonda de nêutrons e pelo modelo de Genuchten; not available

Olmedo Berretta, Ana Lucia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/12/1999 PT
Relevância na Pesquisa
37.14%
No estudo do movimento da água na zona não saturada do perfil do solo, um dos parâmetros mais importantes para a sua compreensão é a condutividade hidráulica. Estimativas confiáveis são difíceis de serem obtidas, uma vez que a condutividadehidráulica do solo é reconhecidamente uma das propriedades físicas do solo de mais alta variabilidade. O trabalho foi desenvolvido em uma Terra Roxa Estruturada Latossólica, em uma área localizada dentro do Campus da Escola Superior deAgricultura "Luiz de Queiroz", Universidade de São Paulo. A condutividade hidráulica do solo em função da umidade foi determinada por meio de dois métodos, um direto e outro indireto, sendo que no método direto de campo a umidade do solo foiobtida por meio de dois procedimentos: pela curva de retenção de água no solo e pela sonda de nêutrons. Descreveu-se o método do perfil instantâneo, resolvendo-se a equação de Richards para a determinação do parâmetro condutividade hidráulica efunção da umidade do solo, utilizando-se de tensiômetros para determinação do potencial total da água no solo, e para a determinação da umidade, a sonda de nêutrons e a curva de retenção para cada horizonte do solo estudado. A sonda de nêutronsé pouco sensível a variação de umidade no solo estudado. Apesar da curva de retenção apresentar valores de correlação melhores para a umidade ao longo do tempo de drenagem da água...

Condutividade hidráulica em solos contaminados encapsulados

Cruz, Rodrigo Caberlon
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
No presente trabalho, a técnica de solidificação/estabilização de solos contaminados, foi analisada por meio de ensaios de resistência à compressão simples e ensaios de condutividade hidráulica em permeâmetro de parede flexível. O solo residual de arenito Botucatu (SRAB) foi utilizado como matriz, o óleo diesel foi utilizado como contaminante, e o cimento Portland CP V – ARI foi utilizado como o agente cimentante. Foram realizadas microscopias petrográficas dos materiais encapsulados, no intuito de analisar a estrutura do material para diferentes porcentagens de óleo diesel. Para os ensaios de condutividade hidráulica foi projetado e construído um permeâmetro de parede flexível, conforme a norma Americana ASTM D 5084/90, com adaptações para ensaiar amostras contaminadas, percoladas com água ou com percolados químicos. Para os ensaios de resistência à compressão simples utilizou-se de 0 a 50% de cimento (em relação ao peso de solo seco) e de 0 a 100% de contaminante (em relação ao peso de líquidos na amostra), correspondente à umidade ótima da amostra obtida através do ensaio de compactação. Para os ensaios de condutividade hidráulica foram utilizados os percentuais de 0 a 30% de cimento e 0 a 40% de óleo diesel. A resistência à compressão simples aumenta quanto maior for a quantidade de cimento...

Estudo sobre a influência da reservação hidráulica em sistemas de geração eólica isolados; A study about the influence of pumped storage on isolated wind power generation systems

Pasquali, Lucas Montado
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
A utilização de fontes de energias renováveis vem a cada dia se destacando como forma de suprir um mundo em constante desenvolvimento tecnológico e crescimento econômico. O crescimento de uma economia é sempre acompanhado por um aumento da demanda de energia, e em tempos de aquecimento global e consciência ecológica, a busca pelo maior uso de fontes de energia renováveis passa a ocupar uma posição de destaque. O fato de mais de 8 milhões de pessoas, ou 5,2% da população, ainda esperarem pela disponibilidade de energia elétrica no Brasil, deve levar ao estudo e desenvolvimento de alternativas que preencham essa lacuna, e proporcionem uma maior qualidade de vida. Programas de incentivo criados pelo governo, como LUZ PARA TODOS, e o PRODEEM, e o potencial apontado pela energia dos ventos no Brasil, motivaram um estudo sobre como a reservação de energia hidráulica poderia afetar o uso da energia eólica em sistemas isolados. Este trabalho teve por objetivo estudar a influência das diversas variáveis presentes em um sistema de reservação de energia hidráulica, visando explorar o uso da energia eólica, e garantir o atendimento da crescente demanda energética. Através de simulações numéricas, utilizando o programa Visual Basic...

O poder das simulações no ensino de hidráulica para engenheiros

Patron Guillermo, Oscar Eduardo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.21%
A utilização de software educativo está sendo muito explorada no processo de ensino e aprendizagem de engenharia, trazendo com isto a necessidade de estudos para o seu desenvolvimento. Simulações são ambientes virtuais, no qual os estudantes realizam uma tarefa ou um experimento no computador, que tenta representar o experimento ou fenômeno real, de maneira mais fidedigna possível. Este trabalho tem como objetivo mostrar a necessidade de desenvolver novas ferramentas tecnológicas, para o ensino de hidráulica para engenheiros, mais precisamente a utilização de simuladores virtuais, das práticas em laboratórios de hidráulica; destacar as vantagens que as simulações tem, como complemento à aula tradicional expositiva, assim como o ganho no processo de ensino aprendizagem dos alunos, expostos a este tipo de material instrucional. Para isto foram elaborados 3 simuladores utilizando o software Flash MX da Macromedia, representando as práticas laboratoriais de hidráulica: Velocidade em Canal, Esvaziamento de Reservatório e Aferição de Venturi. Duas turmas do curso de Engenharia da UFRGS, utilizaram estes simuladores. A primeira turma assistiu a prática no laboratório de hidráulica e logo após as simulações no laboratório de informática...

Desenvolvimento de um protótipo de sistema especialista para projeto de unidades de potência hidráulica

Caletti, Luciano
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xii, 119 f.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.09%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica; Este trabalho trata do desenvolvimento de um protótipo de sistema baseado no conhecimento voltado ao projeto de unidades de potência hidráulica de sistemas industriais. O objetivo da pesquisa é sistematizar e disponibilizar computacionalmente parte do conhecimento deste domínio específico, por meio de um sistema especialista criado a partir de regras definidas para o projeto de unidades de potência hidráulica. Além da potencial aplicação operacional do sistema, também é proposta uma aplicação para ensino na área de conhecimento do sistema, discutindo-se como um programa pode ser desenvolvido para fins educacionais e quais as características relevantes de um sistema para tal finalidade. A criação de um sistema baseado no conhecimento é feita através das seguintes etapas: escolha da ferramenta de desenvolvimento, aquisição e representação do conhecimento, implementação, verificação e validação computacional. Tais etapas são detalhadas ao longo do texto. As dificuldades encontradas no desenvolvimento do protótipo, principalmente a aquisição de conhecimento sobre projetos de unidades de potência hidráulica...

Estudo da geometria hidráulica do Rio dos Bugres, no município de Rio Negrinho - SC

Grison, Fernando
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 236 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Florianópolis, 2013.; O presente trabalho aplicou a teoria da geometria hidráulica no rio dos Bugres, em várias seções e trechos desse rio. Foi feita uma comparação entre resultados da geometria hidráulica obtidos pelo método clássico proposto por Leopold com derivações analíticas propostas por Dingman. Foram definidos 11 pontos de estudo ao longo do rio dos Bugres onde instalaram-se estações fluviométricas, pluviométricas e hidrossedimentológicas. Nesses locais foram realizados levantamentos topobatimétricos de duas seções transversais: uma próxima à estação fluviométrica e outra à montante ou à jusante desta. Além disso, foram feitas medições de vazão e de declividade superficial da água e ainda identificado o nível de margens plenas nessas seções. Uma relação entre vazão e o coeficiente de rugosidade n de Manning foi determinada para as análises de resistência do fluxo e para geração e análise dos resultados da geometria hidráulica. Das observações de campo destaca-se: (1) em muitas seções transversais, a vazão média pode ser a principal responsável por uma significativa erosão das margens do rio; (2) em média...

Determinação da condutividade de hidráulica saturada na ausência da toalha freática

Castanheira, Paulo Jorge Norte
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
A condutividade hidráulica saturada (Ks) é uma das propriedades hidráulicas mais importantes, na caracterização de fenómenos de movimento e transporte de água no solo. A existência de diferentes métodos para determinar o seu valor, frequentemente leva a resultados diferentes. Para avaliar a performance de sete métodos de determinação de condutividade hidráulica na ausência da toalha freática fizeram-se determinações a duas profundidades, em seis localizações num solo pardo mediterrânico (Pm) com horizonte argiluviado. Utilizaram-se métodos de campo, de laboratório e correlativos. Os métodos de campo foram: i) Furo de sonda invertido; ii) Infiltrómetro de duplo anel; iii)Infiltrómetro; iv)Permeâmetro de disco; v)Permeâmetro de Guelph. Método de laboratório: vi)Permeâmetro de carga constante. Método correlativo: vii) Permeâmetro de carga constante com amostras de agregados. Os resultados obtidos mostram existir anisotropia quanto à direcção de escoamento. Os métodos de campo multidireccionais produzem valores condutividade superiores aos obtidos com processos unidireccionais. Os valores de Ks são significativamente diferentes nos horizontes A e B. 0 horizonte A, possui em média um valor para a condutividade hidráulica saturada cerca de 2 vezes superior ao horizonte B. Os métodos estudados não se correlacionaram com a condutividade hidráulica saturada observada num sistema de drenagem instalado no local do ensaio. Também não se verificou qualquer correlação entre os valores da condutividade hidráulica saturada obtidas nos diversos métodos com a condutividade saturadas de amostras de agregados. Os métodos de laboratório determinam valores para Ks mais elevados do que os observados em métodos de campo. 0 infiltrómetro simples e o método de furo de sonda foram os únicos métodos que registaram condutividades médias que se correlacionam positivamente . 0 permeâmetro de Guelph registou os valores mais baixos de condutividade e o permeâmetro de carga constante os valores mais elevados. Este último método também apresentou a maior dispersão dos resultados. ### Abstract - The saturated hydraulic conductivity (Ks) is one of the most important hydraulic properties of the soil for the characterisation the movement and water transport in the soil. Different methods to determine its value...

Incorporação de resíduo da indústria petrolífera em argamassas de cal hidráulica para a reabilitação de edifícios

Cardoso, Maria João e Vieira Caiado Ferreira
Fonte: Instituto Politécnico de Lisboa Publicador: Instituto Politécnico de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /12/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Actualmente o país dispõe de património construído significativo, que obviamente vai precisando de manutenção e reparação para ir assegurando as suas funcionalidades com segurança. Neste sentido, a reabilitação de edifícios é necessária à preservação dos seus aspectos funcionais enquanto, concomitantemente, concorre para a mitigação dos impactos ambientais do sector da construção, particularmente, se reutilizar resíduos industriais. Neste contexto, o presente trabalho final de mestrado pretende avaliar a viabilidade de incorporar o catalisador exausto da unidade de “cracking” catalítico (FCC), gerado na refinaria da Petrogal, em Sines, como substituto parcial da cal hidráulica deargamassas para reabilitação de edifícios. A campanha experimental incluiu o estudo de três famílias de argamassas de cal hidráulica, sendo que uma das famílias eram argamassas comerciais para reabilitação de edifícios - que neste trabalho foram usadas para referência - e as outras duas famílias eram argamassas nas quais a cal hidráulica foi substituída parcialmente entre 0 e 10%, em massa, pelo catalisador exausto de FCC. Estas duas famílias de argamassas diferiram entre si nas areias que se usaram na sua preparação (numa das famílias usou-se areia mista predominantemente siliciosa...

Argamassas de cal hidráulica natural NHL5 Influência do teor em metacaulino, da cura e da idade

Antunes, Rui Moreira Pires
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
37.09%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia Civil – Perfil de Construção; A utilização de argamassas de substituição assume actualmente uma importância significativa devido à crescente necessidade de preservação e reabilitação do património edificado nacional, cuja degradação é acentuada. Neste tipo de intervenção em edifícios antigos é necessário utilizar argamassas que sejam compatíveis com o suporte existente e acrescentem durabilidade ao conjunto, preservando tanto a identidade cultural como o valor histórico dos edifícios. Assim, a aplicação de argamassas de cal hidráulica constitui uma solução de utilização simples e este tipo de argamassas apresenta uma boa compatibilidade com as características dos suportes antigos. A cal hidráulica, relativamente a outros ligantes, exibe uma maior consciência ambiental pelo facto de a sua produção ter um efeito menos pernicioso sobre o meio ambiente. Por outro lado, a substituição parcial de cal hidráulica por pozolanas, nomeadamente o metacaulino, pode originar argamassas com melhores características físicas, mecânicas e químicas. Com o presente trabalho pretende-se dar seguimento aos estudos realizados no âmbito dos projectos de caracterização de argamassas de cal com adição de pozolanas FCT METACAL e LIMECONTECH. Esta dissertação apresenta um estudo sobre a caracterização de argamassas de cal hidráulica natural NHL5...

Condutividade hidráulica de amostras remoldadas de um latossolo roxo distrófico tratado com água/vinhaça

Lobato,E. J. V.; Libardi,P. L.; Camargo,O. A.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1998 PT
Relevância na Pesquisa
37.21%
Este trabalho foi realizado no CENA/USP, Piracicaba, SP, com a finalidade de obter informações relativas aos efeitos da aplicação de água/vinhaça (nas dosagens de 100, 200, 400, 800 e 1.000 m³ ha-1) na condutividade hidráulica de amostras remoldadas de um Latossolo Roxo distrófico, sob condições saturadas e não saturadas. Empregou-se, para tanto, um infiltrômetro de carga constante, para a avaliação da condutividade hidráulica em solo saturado e, na caracterização da condutividade hidráulica em solo não saturado, utilizou-se o método do perfil instantâneo, sendo os dois experimentos realizados sob condições de laboratório. Com o aumento das dosagens de vinhaça, ocorreu um decréscimo gradativo da condutividade hidráulica sob condições de saturação e de forma mais pronunciada a partir das dosagens maiores que 400 m³ ha-1. A aplicação do método do perfil instantâneo em condições de laboratório na caracterização da condutividade hidráulica do solo não saturado foi satisfatória, havendo concordância razoável dos valores da condutividade hidráulica do solo saturado, obtidos por esse método, com os obtidos experimentalmente pela utilização do infiltrômetro de carga constante. Não houve diferença expressiva entre os valores obtidos da condutividade hidráulica do solo não saturado entre os tratamentos com água e vinhaça.

Desenvolvimento de um modelo fractal para a estimativa da condutividade hidráulica de solos não saturados

Fuentes,Carlos; Antonino,Antonio Celso Dantas; Netto,André Maciel; Lira,Carlos Alberto Brayner de Oliveira; Cabral,Jaime Joaquim da Silva Pereira
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
Baseado nos conceitos da geometria fractal e nas leis de Laplace e de Poiseuille, foi criado um modelo geral para estimar a condutividade hidráulica de solos não saturados, utilizando a curva de retenção da água no solo, conforme representada por um modelo em potência. Considerando o fato de que este novo modelo da condutividade hidráulica introduz um parâmetro de interpolação ainda desconhecido, e que, por sua vez, depende das propriedades dos solos, a validação do modelo foi realizada, utilizando dois valores-limite fisicamente representativos. Para a aplicação do modelo, os parâmetros de forma da curva de retenção da água no solo foram escolhidos de maneira a se obter o modelo de van Genuchten. Com a finalidade de obter fórmulas algébricas da condutividade hidráulica, foram impostas relações entre seus parâmetros de forma. A comparação dos resultados obtidos com o modelo da condutividade e a curva experimental da condutividade dos dois solos, Latossolo Vermelho-Amarelo e Argissolo Amarelo, permitiu concluir que o modelo proposto é simples em sua utilização e é capaz de predizer satisfatoriamente a condutividade hidráulica dos solos não saturados.

Resistência hidráulica da crosta formada em solos submetidos a chuvas simuladas

Brandão,Viviane dos Santos; Silva,Demetrius David da; Ruiz,Hugo Alberto; Pruski,Fernando Falco; Schaefer,Carlos Ernesto G.R.; Martinez,Mauro Aparecido; Menezes,Sady Júnior Martins da Costa de
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
Para avaliar a redução da taxa de infiltração em solos sujeitos ao encrostamento decorrente da aplicação de chuvas simuladas, foi realizado um experimento em esquema fatorial 5 x 6, sendo cinco solos (Argissolo Vermelho, Argissolo Vermelho-Amarelo, Latossolo Vermelho-Amarelo, Neossolo Flúvico e Neossolo Quartzarênico) e seis energias cinéticas de chuva (0, 525, 1051, 2102, 3153 e 4204 J m-2), com três repetições. A partir dos dados de taxa de infiltração da água no solo e da espessura da crosta, determinadas por micromorfometria, calcularam-se a condutividade e a resistência hidráulica da crosta. Todos os solos apresentaram redução da taxa de infiltração, quando a energia cinética de chuva simulada aplicada aumentou. A resistência hidráulica da crosta aumentou com a energia cinética (especialmente para os solos Argissolos Vermelho-Amarelos e Vermelho) até atingir um valor máximo, a partir do qual ocorreu diminuição, atribuída ao desgaste erosivo da crosta provocado pelo aumento do escoamento superficial, associado aos maiores valores de energia cinética da chuva simulada. Por meio de análise de regressão múltipla, foram determinadas a relação da resistência hidráulica da crosta com a energia cinética da chuva e as características químicas e físicas de cada solo. A variável resistência hidráulica da crosta mostrou-se adequada a ser utilizada nos modelos infiltração da água no solo para descrever a influência do encrostamento neste processo.

CONDUTIVIDADE HIDRÁULICA NO PROCESSO DE ELUIÇÃO EM UM SOLO BRUNO-NÃO-CÁLCICO

ANDRADE,L.N.V. DE; CRUCIANI,D.E
Fonte: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz" Publicador: São Paulo - Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1996 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
Com o objetivo de avaliar o efeito da porcentagem de sódio trocável do solo e da concentração eletrolítica da água de percolação, sobre a condutividade hidráulica em um solo Bruno-Não-Cálcico da região do Rio Salitre-BA, o presente experimento foi conduzido em condições de laboratório e consistiu da determinação da condutividade hidráulica do solo saturado utilizando-se diferentes soluções percolantes, da condutividade elétrica da solução percolada e dos teores de sódio antes e após a eluição com as soluções. Utilizando a câmara de membrana de pressão de Richards, foram determinados os teores de sódio deslocado a diferentes tensões. Uma baixa correlação entre a condutividade hidráulica e a porcentagem de sódio intercambiável foi encontrada. A aplicação da solução de sulfato de cálcio apresentou um efeito benéfico sobre a condutividade hidráulica do solo saturado, exceto quando processos irreversíveis de dissolução mineral ocorreram. Este efeito esteve associado ao pH ou ao conteúdo de carbonatos na solução percolante.

Determinação da condutividade hidráulica de solos não saturados

Dias, Clarissa Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
37.23%
Resumo: Na quantificação do fluxo em meio poroso a condutividade hidráulica aparece como variável essencial. As dificuldades impostas para determinação da condutividade hidráulica de solos não saturados, relacionadas ao tempo, custo e complexidade de ensaios laboratoriais, levam os engenheiros a utilizar simplificações para estimativa desta variável através de modelos matemáticos, os quais requerem validação, ou, de propriedades saturadas do solo. O presente estudo teve como objetivo avaliar diferentes métodos de determinação da condutividade hidráulica não saturada. Foram executados ensaios através de um método em centrífuga de pequena escala e de um método em permeâmetro com pressurização de ar no topo da amostra de solo para acelerar o fluxo de água, ambos transientes. Três solos foram testados em permeâmetro, sendo um grosso (areia) e dois finos (siltes). Os dois solos finos foram testados simultaneamente em centrífuga apresentando resultados satisfatórios para curva de retenção de umidade e função de condutividade hidráulica. Através dos ensaios em permeâmetro, verificou-se que a magnitude da condutividade hidráulica não varia significativamente com as diferentes formas de contabilização do gradiente hidráulico. Durante ensaio em permeâmetro...

Gestión de la Innovación para Instituto Nacional de Hidráulica

Four Winds Consultores Spa; Instituto Nacional de Hidraulica; DANIEL RIVERO SALINAS
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: proyecto
Publicado em 09/01/2013
Relevância na Pesquisa
47.35%
El Instituto Nacional de Hidráulica Es un Organismo de Excelencia en Investigación Aplicada en Disciplinas Hidráulicas que Orienta al Medio Nacional los Requerimientos y Conocimientos para Optimizar el Uso del Recurso Hídrico: la Actividad se Desarrolla en la Frontera del Saber Aplicado con un Sólido Conocimiento del Estado del Arte en la Investigación Hidráulica Aplicada Uno de sus Objetivos Tácitos Institucionales Es Llegar a Constituirse en la Instancia Consultora Asesora y Referente del Sector Público y Privado en las Áreas de Uso del Recurso Hídrico y Desarrollo de Infraestructura Hidráulica en las Cuales se Debe Invertir en Investigación y Desarrollo. Consecuente con lo Señalado el Instituto Nacional de Hidráulica ha Establecido Apoyar el Cumplimiento de su Misión Desarrollando un Sistema de Gestión de Calidad Asumiendo el Compromiso de Cumplir los Requisitos Establecidos y Mejorar Continuamente la Eficacia de Dicho Sistema a Través de los Programas de Mejoramiento de la Gestión en Marco Avanzado con el Fin de Satisfacer las Necesidades de sus Clientes. El Instituto Nacional de Hidráulica Desarrolla y Ofrece Productos y Servicios en las Siguientes Áreas de Trabajo: A) Hidrologia: Recursos Hidráulicos Crecidas y Sequias Aforos Sedimentología Planteamiento y Desarrollo de Modelos de Simulación de Sistemas de Recursos Hídricos y B) Medio Ambiente: Estudios de Impacto Ambiental de Obras Hidráulicas y Asesoríasel Instituto Nacional de Hidráulica Tienen un Presupuesto Anual de $. 1700 Mm (2013) de este Presupuesto Aproximadamente el 50% ( $850 Mm) Debe Ser Generado mediante la Oferta de Productos y Servicios que el Instituto Genera...

Cal hidráulica de alta resistencia

CPL e IDIEM.; Sergio Morales Valencia; Kurt Kandora Montrone
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: Proyecto
Publicado em 31/08/1995
Relevância na Pesquisa
37.14%
La innovación tecnológica del proyecto consistió en optimizar las variables del proceso productivo operado por la compañía con el objetivo de producir cal hidráulica de alta resistencia y alta retentividad. En nuestro país, a diferencia de la práctica en Norteamérica y en los países Europeos, se hacen los morteros mediante la mezcla de sólo cemento hidráulico y arena. Los morteros así construidos no son apropiados para recubrir superficies de materiales de resistencia moderada como son las correspondientes a albañílería de ladrillos y bloques. Tampoco resultan adecuados para la construcción de radieres y sobrelozas. De ahí que exista un convencimiento que la práctica mencionada debería evolucionar hacia lo que es habitual en países de mejor tecnología en los cuales las técnicas consideran el empleo de cal hidráulica. Con su uso se lograría: emplear menores dosis de cemento en el mortero con lo cual su grado de contracción hidráulica y su fisurabilidad disminuye, graduar su resistencia de acuerdo a la que posee la superficie a recubrir, obtener morteros compactos, bajar el costo de preparación del mortero y reducir drásticamente el desprendimiento de estucos de lozas y vigas . Las variables técnicas principales utilizadas para producir Cal Hidráulica de Alta Resistencia y Alta Retentividad fueron las siguientes: Aumento en la cantidad y calidad de los componentes cementicios. Tales como silicato bicálcico...

Dilatación hidráulica (URETEROMAT): ureteroscopia eficaz y segura

Cima,Luciano; Iglesias Prieto,José Ignacio; Orozco Fariñas,Rodolfo; Massarra Halabi,Jorge; Mancebo Gómez,José Mª; Pérez-Castro Ellendt,Enrique
Fonte: Archivos Españoles de Urología (Ed. impresa) Publicador: Archivos Españoles de Urología (Ed. impresa)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/02/2008 SPA
Relevância na Pesquisa
37.14%
Objetivo: Tras la descripción y estandarización de la técnica de ureteroscopia en 1979, se han desarrollado varios métodos para conseguir un acceso ureteral no traumático, simple, eficiente y rápido. La dilatación hidráulica del uréter fue posible en 1986, con el desarrollo de Ureteromat. Se evaluó la efectividad de la dilatación ureteral hidráulica (Ureteromat) para el acceso ureteral y el procedimiento endoscopico posterior. Método: Se evaluaron las 100 últimas ureteroscopias llevadas a cabo desde febrero hasta octubre del 2006. En todas las ureteroscopias se utilizo un ureteroscopio semirígido de 9.8 Fr y en todos los procedimientos se realizó dilatación hidráulica (Ureteromat) como se viene realizando desde 1986. Resultados: Del total de los casos, 92 se indicaron por patología litiasica, 7 fueron exploradoras y 1 por estrechez ureteral. En 94 pacientes el procedimiento se llevó a cabo con dilatación hidráulica exclusivamente, en 2 casos se realizó además dilatación con catéter balón, en 3 pacientes dilatación del meato con pinza y sólo en 1 procedimiento no fué posible por un stop ureteral. Conclusión: La bomba de irrigación Ureteromat garantiza una excelente dilatación hidráulica del meato ureteral y del trayecto intramural del uréter. La visibilidad es muy buena en todo momento...