Página 1 dos resultados de 215 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Gymnotus carapo e Gymnotus sylvius (Teleostei:Gymnotidae): uma abordagem citogenético-molecular; Gymnotus carapo and Gymnotus sylvius (Teleostei:Gymnotidae): a cytogenetic and molecular approach

Claro, Felippe Lourenço
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
27.07%
Os peixes apresentam uma grande diversidade quanto a sua morfologia, seus habitats e também sua biologia. São encontrados em lagos, córregos, estuários e oceanos, constituindo assim mais de 50% do número total das espécies de vertebrados conhecidas atualmente. Essa fauna tem sido objeto de um número expressivo de estudos citogenéticos e moleculares, tendo-se já conhecimento não só das relações cromossômicas, mas também da sistemática de vários grupos. Essas pesquisas têm investigado não somente o número e fórmula cromossômica, mas também a presença de cromossomos sexuais diferenciados, presença de cromossomos supranumerários, padrões de distribuição da heterocromatina, localização das regiões organizadoras de nucléolo, padrões de bandamento de restrição e replicação, permitindo a localização de diferentes classes de DNAs repetitivos, bem como a identificação de homeologias cromossômicas que auxiliam a compreensão da evolução cariotípica dos grupos. Os estudos moleculares, por sua vez, têm se tornado cada vez mais importantes nesse grupo e têm fornecido dados fundamentais não só no que diz respeito à filogenia dos grupos, como também em relação a regiões repetitivas do DNA e sua importância no genoma. A união dessa área com a Citogenética tem permitido uma maior e melhor compreensão sobre os processos evolutivos associados às alterações de seqüências específicas do genoma visíveis tanto a níveis cromossômicos...

Expressão de genes de repressão gênica em tumor primário em relação à presença ou ausência de células metastáticas ocultas na medula óssea em pacientes com câncer de mama; Expression of genes involved in transcriptional repression in the primary tumor of breast cancer patients in the presence or absence of occult metastatic cells in the bone marrow

Abreu, Ana Paula Santana de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.07%
Estudos sugerem que a presença de células metastáticas ocultas em medula óssea pode ser fator prognóstico em câncer de mama. Além disso, é possível que um perfil gênico tumoral específico, caracterizado por repressão da expressão gênica, esteja associado à detecção de células tumorais na medula óssea. O silenciamento de genes é controlado pela desacetilação de histonas e metilação de DNA, esta última catalisada por enzimas DNA metil transferases. Outro alvo de metil-transferases são as histonas, e histona H3 quando sofre metilação em lisina 9, gera sítio de ligação a proteínas HP1 (Heterocromatin protein-1 ou cromobox). Membros da família HP1 (HP1Hsalfa, HP1Hsbeta e HP1HsY) participam da formação da heterocromatina e da regulação da expressão de genes. Logo, nosso objetivo foi determinar no tumor primário de mama, a expressão de HP1Hsalfa, HP1Hsbeta e HP1Hsy , que participam da repressão gênica, em relação à presença ou ausência de células metastáticas ocultas na medula óssea. Neste estudo foram incluídas 37 pacientes de forma prospectiva, atendidas no Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (IBCC) no período de junho de 2004 a julho de 2005, com diagnóstico histopatológico de carcinoma invasivo de mama...

Cytogenetic study of two species of the family Pimelodidae (Siluriformes) collected in Lago Guaíba, Rio Grande do Sul, Brazil

Treco, Fernando Rodrigo; Malabarba, Luiz Roberto; Caetano, Lucia Giuliano; Dias, Ana Lúcia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
27.36%
Exemplares de Parapimelodus nigribarbis e Pimelodus maculatus coletados na bacia do rio Guaíba, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, foram analisados citogeneticamente. As duas espécies apresentaram um número diplóide de 56 cromossomos, com P. nigribarbis mostrando um cariótipo de 20m + 20sm + 4st + 12a, NF igual a 100; e P. maculatus com 24m + 20sm + 6st + 6a e NF igual 106. As NORs foram evidenciadas em apenas um par de cromossomos subtelocêntricos, na região terminal do braço longo, nas duas espécies estudadas, sendo coincidentes com a banda C e CMA3; o DAPI nestas regiões se mostrou negativo. Parapimelodus nigribarbis apresentou um maior número de bandas heterocromáticas do que P. maculatus, distribuídas principalmente em regiões terminais, sendo observada nesta última espécie uma banda intersticial no braço curto do primeiro par metacêntrico. Banda C + CMA3 evidenciou em P. nigribarbis e P. maculatus a heterocromatina associada à NOR rica em GC, sendo encontrada na primeira espécie outras regiões fluorescentes. Com banda C + DAPI várias regiões cromossômicas foram observadas nas duas espécies, inclusive a porção intersticial encontrada em P. maculatus, revelando que a heterocromatina possui uma maior quantidade de regiões AT ricas em sua composição.; A cytogenetic study was conducted on specimens of Parapimelodus nigribarbis and Pimelodus maculatus collected in the lago Guaíba drainage...

Cytogenetic analysis of Astyanax laticeps (Cope, 1894) (Ostariophysi: Characidae) from the laguna dos Patos system

Rosa, Renata da; Rubert, Marceléia; Malabarba, Luiz Roberto; Santos, Isabel Cristina Martins dos; Caetano, Lucia Giuliano
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
ENG
Relevância na Pesquisa
27.07%
O gênero Astyanax é destacado entre os Characiformes, pelo grande número de espécies encontradas e a ampla distribuição geográfica. Neste trabalho, foram analisados citogeneticamente espécimes de Astyanax laticeps do sistema da laguna do Patos. O número diplóide observado foi de 2n = 50 cromossomos distribuídos em 6m+16sm+16st+12a (NF= 88), sem diferenças entre machos e fêmeas. Foram observados poucos blocos de heterocromatina, além de três bandas-C mais conspícuas, correspondentes às NORs, confirmado pela coloração com nitrado de prata,CMA3, FISH, e coloração negativa ao DAPI. Estas regiões foram localizadas em um cromossomo subtelocêntrico de tamanho médio e em um par subtelocêntrico grande, provavelmente devido a deleção desta região em um dos cromossomos homólogos, ou por eventos de transposição entre eles.; The genus Astyanax is prominent among Characiformes, due to the large number of species found and its wide geographic distribution. In this work, Astyanax laticeps specimens from the laguna dos Patos system were cytogenetically analyzed. A diploid number of 2n = 50 chromosomes distributed into 6m+16sm+16st+12a (FN = 88) was found, without differences between males and females. A few small heterochromatin blocks were observed...

Cytogenetic analysis of the neotropical spider Nephilengys cruentata (Araneomorphae, tetragnathidae): standard staining, NORs, C-bands and base-specific fluorochromes

Araújo, D.; Cella, D. M.; Brescovit, A. D.
Fonte: Instituto Internacional de Ecologia Publicador: Instituto Internacional de Ecologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 193-202
ENG
Relevância na Pesquisa
27.36%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); O objetivo deste trabalho é caracterizar Nephilengys cruentata em relação ao número diplóide, à morfologia cromossômica, ao tipo de sistema cromossômico de determinação sexual, aos cromossomos portadores de Regiões Organizadoras de Nucléolo (RONs), padrão de bandas C e seqüências AT ou GC repetitivas. As preparações cromossômicas foram submetidas à coloração convencional (Giemsa), à impregnação pelo nitrato de prata, técnica de obtenção de bandas C e à coloração com fluorocromos base-específicos. A análise das células mostrou 2n = 24 e 2n = 26 cromossomos nos embriões e 2n = 26 nas células ovarianas, sendo todos cromossomos acrocêntricos. O braço longo dos pares 1, 2 e 3 apresentou extensa região heteropicnótica negativa quando as metáfases mitóticas foram coradas com Giemsa. Os cromossomos sexuais não mostraram características diferenciais que permitissem distingui-los dos outros cromossomos do complemento. Considerando os números diplóides encontrados em N. cruentata e a predominância do sistema cromossômico de determinação sexual do tipo X1X2 em Tetragnathidae, N. cruentata parece contar com 2n = 24 = 22 + X1X2 nos machos e com 2n = 26 = 22 + X1X1X2X2 nas fêmeas. Os pares 1...

Mapeamento físico dos genes ribosomais 18S e 5S em peixes do gênero Trichomycterus (Teleostei, Trichomycteridae)

Oliveira, Maria Lígia Marques de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
POR
Relevância na Pesquisa
27.36%
The present study aimed to cytogenetic analysis and structural and molecular level of four fish species of the genus Trichomycterus: T. diabolus, T. iheringi, T. zonatus and T. cf. mimonha collected in different river basins in Brazil. Techniques were used for classical cytogenetic (Giemsa, Silver nitrate impregnation, C-banding) and molecular with the chromosomal location of genes for 18S and 5S rDNA. All individuals examined had a diploid number 54 chromosomes and karyotype consisting of types of metacentric, submetacentric and subtelocentric. The constitutive heterochromatin identified by C-banding was observed in two small blocks in the karyotype of T. diabolus and large blocks of centromeric several pairs in chromosomal karyotypes of T. iheringi, T. zonatus and T. cf. mimonha. The Silver nitrate impregnation and hybridization with 18S rDNA probe revealed the existence of only a couple carryng nucleolar organizing regions (NORs) on the species T. diabolus, T. iheringi and T. cf mimonha, and two pairs carrying 18S rDNA in T. zonatus. The 5S rDNA was observed in interstitial position 6 of the pair in T. iheringi, the synteny with the two pair in 18S rDNA of T.diabolus in pericentromeric position of and two pairs submetacentric, one being also a case of synteny with the 18S rDNA in T. zonatus and T. cf. mimonha...

Comportamento e organização dos cromossomos holocêntricos de heterópteros da região Sul do Brasil baseados em sequências repetitivas DNA, meiose e análise ultraestrutural

Bardella, Vanessa Bellini
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 124 f. : il. color., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
27.54%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Genética - IBILCE; The species of the suborder Heteroptera have holokinetic chromosomes, variation in chromosome number, inverted/achiasmatic meiosis in the sex chromosomes and accumulation of heterochromatin predominantly in chromosome ends. In the 30 species analyzed of the infraorders Pentatomomorpha and Cimicomorpha, variations in chromosome numbers and asymmetrical karyotypes were observed, especially in Reduviidae. The C-CMA3/DAPI banding also showed that there is variability in the distribution of heterochromatic bands between autosomes and alossomos, however, the predominant location of heterochromatin were in the chromosome terminals. The 18S rDNA sites were located mainly in the terminal regions, with a tendency to distributed among the autosomes in Pentatomomorpha, whereas in species Cimicomorpha there was greater variation between autosomes and alossomos. To a more detailed study of the origin and organization of families of repetitive DNA, Triatoma infestans was chosen as a model. This study showed the two sequences of AT-rich satellite DNA that predominate on the ends of chromosomes...

Contribuição ao estudo heterocromatina em Drosophila nebulosa

Shirlei Maria Recco-Pimentel
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //1980 PT
Relevância na Pesquisa
37.76%
Com o objetivo de se efetuar um estudo citoquímico e citofisio1ógico dos dois tipos de heterocromatina descritos por Pavan, em 1946, para Drosophi1a nebulosa (regiões heterocromáticas centroméricasprincipa1mente dos cromosso-mos II e X), os cromossomos mitóticos de gânglios cerebrais e os politênicos de glândulas salivares de larvas de 3º estádio desse díptero, foram submetidos a métodos para a obtenção de bandas C e G e à ação do composto Hoechst 33258 em cultura. Em cromossomos po1itênicos, foram comparados, ainda, os padrões de basofilia e perfis espectrais de Feulgen do cromocentro (hete-rocromatlna centromérica do cromossomo II, especialmente) com relação aos da eucromatina. Os resultados relativos a bandas C, G e após tratamento com o composto Hoechst em cultura não salientaram diferenças de resposta entre a heterocromatina centro-mérica dos cromossomos mitóticos X e II. Da mesma forma se comportou o cromossomo III. As regiões heterocromáticas centroméricas dos autossomos e cromossomo X responderam positivamente a esses métodos, sempre diferindo do comportamento das regiões eucromáticas. Os dados sugerem que o teor de bases AT do DNA não deva ser drasticamente superior ao de CG, nem que ocorram diferentes proteínas...

Analise citogenetica da heterocromatina e da NOR em populações de abelhas sem ferrão Friesella schrottkyi (FRIESE, 1900) (Hymenoptera : Apidae : Meliponini)

Andre Roberto Mampumbu
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.88%
Friesella é um gênero monotípico da tribo Melipqnin_ com distribuição geográfica restrita ao sul-sudeste do Brasil. O objetivo deste trabalho foi análise citogenética do gênero Friesella para a compreensão da organização e evolução do genoma da tribo Meliponini, utilizando técnicas de coloração com Giemsa, banda C e fluorocromos para localizar e conhecer a natureza da heterocromatina; banda NOR e hibridação in situ, para a localização dos genes ribossômicos e para o estudo do número de nucléolos. Foram analisadas citogeneticamente 10 colônias provenientes dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo. Determinou-se o número cromossômico de 2n=34 (fêmeas) e de n=17 (machos). A fórmula cariotípica é 2K=18AM+ 16A. A heterocromatina localizou-se nos braços curtos dos cromossomos acrocêntricos (A) e nos braços médio e longo dos cromossomos pseudo-acrocêntricos (AM). Os tipos morfológicos observados (AM, A) teriam surgido de cromossomos metacêntricos que sofreram fissões cêntricas seguidas de crescimento "em tandem" da heterocromatina. Os padrões obtidos com os fluorocromos base-específicos (DAlDAPI/CMA3) demonstraram que a heterocromatina foi predominantemente rica em AT (DAPr), com exceção do quinto par (AM)...

Estudo citogenetico comparativo de Edalorhina perezi e Physalaemus petersi (Amphibia, Anura, Leptodactylidae)

Luciana Bolsoni Lourenço
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/09/1996 PT
Relevância na Pesquisa
27.36%
Foram analisados citogeneticamente sessenta e um espécimes de Physalaemus petersi e sete de Edalorhina perezi (Leptodactylidae, Anura), provenientes do Estado do Acre, Brasil, com o intuito de contribuir para as investigações sobre possíveis relações filogenéticas entre esses dois gêneros neotropicais. As preparações cromossômicas foram obtidas de suspensões de células intestinais e de testículo e foram coradas convencionalmente com Giemsa ou submetidas aos métodos Ag-NOR e de bandamento C. A análise morfométrica dos cromossomos de vinte e nove metáfases mitóticas, obtidas dos sete espécimes de Edalorhina perezi coletados (duas fêmeas e cinco machos), mostrou que todos esses indivíduos apresentam 2n=22. Os onze pares cromossômicos são homomórficos, sendo seis metacêntricos (pares 1, 5, 6, 9, 10 e 11), quatro submetacêntricos (pares 2, 4, 7 e 8) e um subacrocêntrico (par 3). Foi detectado apenas um par de NOR por genoma diplóide, localizado no braço longo dos cromossomos do par 8, nas preparações cromossômicas de seis indivíduos, tratadas pelo método Ag-NOR. A técnica de bandamento C, aplicada ao material referente a dois desses indivíduos, evidenciou que essa NOR é circundada por blocos de heterocromatina constitutiva...

Caracterização cromossomica de especies e subespecies do grupo pulchella (Amphibia, Anura, Hylidae)

Fernando Ananias
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/07/1996 PT
Relevância na Pesquisa
27.54%
O complexo pulchella de Hyla, anteriormente conhecido genericamente como Hyla raddiana, consiste de populações encontradas no Brasil, Uruguai e Argentina, e tem sido dividido em várias formas geograficamente bem definidas. Fazem parte deste grupo: Hyla pulchella pulchella, H. pulchella joaquini, H. semiguttata, H. prasina, H. caingua, H. pulchella cordobae, H. pulchella riojana e H. pulchella andina, sendo que as cinco primeiras foram analisadas neste trabalho através do estudo do cariótipo, do padrão de banda C e da localização da NOR em células do epitélio intestinal, medula óssea e testículo. Todas as espécies analisadas neste trabalho possuem 2n = 24 cromossomos, com padrão morfológico constante sendo que os pares 1, 8, 11 e 12 são metacêntricos; os pares 2, 3, 4, 5, 7, 9 e 10 submetacêntricos e o par 6 acrocêntrico, com exceção de H. p. joaquini que apresenta o par 11 submetacêntrico e o par 10 metacêntrico. Não foi encontrado nenhum heteromorfismo cromossômico nos exemplares analisados. Em H. caingua e H. p. pulchella foi encontrada constrição secundária coincidindo com a localização da NOR. A não detecção de constrição secundária nas demais espécies pode ser atribuída ou a sua ausência ou ao grau de empacotamento dos cromossomos. Todas as espécies apresentaram apenas uma NOR ativa e não foi encontrada heterocromatina associada a esses cístrons. Na espermatogênese...

Condensação cromatinica e metilação de DNA investigadas em abelhas Melipona quadrifasciata e Melipona rufiventris (Hymenoptera, Apoidea); Chromatin condensation and DNA methylation investigated in bees Melipona rufiventris and Melipona quadrifasciata (Hymenoptera, Apoidea)

Andre Roberto Mampumbu
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.76%
O gênero Melipona (abelhas sem ferrão) tem sido dividido em dois grupos, com base no seu conteúdo em heterocromatina revelada com a técnica de banda-C em cromossomos mitóticos. Melipona quadrifasciata e Melipona rufiventris apresentam, respectivamente, níveis baixos e altos de heterocromatina. Na suposição de que cromatina condensada possa ser rica em seqüências de DNA metiladas, M. quadrifasciata e M. rufiventris poderiam então apresentar diferenças em conteúdo de seqüências CpG metiladas. Se isso acontecesse, as diferenças poderiam ser reveladas pela comparação de valores Feulgen-DNA obtidos por análise de imagem de células tratadas com as enzimas de restrição Msp I e Hpa II, que distinguem entre seqüências metiladas e não metiladas. Msp I e Hpa II clivam as seqüências ?CCGG-, porém não há clivagem pela Hpa II se a citosina do dinucleotídeo central CG for metilada. Neste trabalho, túbulos de Malpighi de larva de último estádio de M. quadrifasciata e M. rufiventris submetidos à reação de Feulgen precedida pelo tratamento com Msp I e Hpa II tiveram suas células analisadas por microespectrofotometria de varredura automática. Para esse material houve necessidade do desenvolvimento prévio de um ajuste metodológico que tornasse a reação de Feulgen reveladora apenas de DNA...

Organização da fracção repetitiva nos genomas de Cricetus cricetus, Peromyscus eremicus (Família Cricetidae) e Praomys tullbergi (Família Muridae). Considerações sobre a evolução do cromossoma X

Teixeira, Ana Isabel do Paço
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
28.12%
Dissertação de Mestrado em Genética Molecular Comparativa e Tecnológica; O aumento do nosso conhecimento sobre a natureza molecular da heterocromatina constitutiva, permite defini-la como um importante componente genómico, com funções ao nível da estrutura e regulação do genoma (Dimitri et al. 2004), para além de se considerar ainda o seu envolvimento na evolução de cariótipos. É actualmente aceite que a sua presença pode facilitar a ocorrência de rearranjos cromossómicos, considerando-se mesmo as regiões ricas nestas sequências de DNA como “hotspots” de reorganização cromossómica (Yunis e Yasmineh 1971, Peacock et al. 1982, John 1988, Chaves et al. 2004). No presente trabalho caracterizou-se detalhadamente a heterocromatina constitutiva dos cromossomas de três espécies de roedores, Cricetus cricetus, Peromyscus eremicus (Família Cricetidae), e Praomys tullbergi (Família Muridae), recorrendo-se à metodologia de restrição in situ (com um painel de sete enzimas de restrição) e bandeamento-C sequencial. Este trabalho permitiu detectar uma elevada heterogeneidade molecular nas sequências de heterocromatina constitutiva dos três genomas, provando ser uma ferramenta útil no estudo destas sequências. A comparação geral da quantidade...

Citotaxonomia molecular do gênero Callisia Loefl. (Commelinaceae)

Roa Ovalle, Fernando; dos Santos Guerra Filho, Marcelo (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.67%
O gênero Callisia apresenta grande diversidade de número e morfologia cromossômicos entre e dentro de suas seções. Além disso, análises filogenéticas sugerem que o gênero não é monofilético e algumas de suas espécies estariam mais relacionadas a Tripogandra. Com o intuito de investigar a evolução cariotípica do gênero e entender as relações com Tripogandra, foram analisados a morfologia cromossômica, a estrutura do núcleo interfásico, o padrão de condensação profásica e a distribuição da heterocromatina em oito espécies de três seções do gênero Callisia e em três espécies de Tripogandra. A estrutura dos núcleos interfásicos e a condensação profásica foram analisadas em células coradas com Giemsa. A morfologia cromossômica foi definida a partir de metáfases coradas com DAPI, enquanto a heterocromatina foi revelada por bandeamento C e pela coloração com os fluorocromos CMA e DAPI. Os sítios de DNAr 5S e 45S foram localizados com a técnica de FISH. Os resultados confirmaram que as espécies de Callisia têm uma diversidade cariotípica excepcionalmente alta. Dentro da seção Callisia o número cromossômico, a estrutura do núcleo interfásico e o padrão de condensação profásica foram conservados...

Estudo citogenético de seis espécies da família Loricariidae (Siluriformes) pertencentes às bacias dos rios Paranaíba e Tocantins

Correia, Vanessa Carolina de Sena
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
27.54%
CAPÍTULO II: A subfamília Hypostominae é composta por 45 gêneros, porém, em apenas cinco (Hypostomus, Liposarcus, Rhinelepis, Pogonopoma e Pterygoplichthys) foram desenvolvidos estudos citogenéticos. Hypostomus é o gênero que apresenta o maior número de espécies cariotipadas No presente trabalho são apresentados os resultados obtidos em quatro espécies do gênero Hypostomus: H. regani, H. paulinus, H. margaritifer e H. strigaticeps, coletados no rio Araguari e Tijuco, Uberlândia-MG; submetidos aos estudos citogenéticos por meio da coloração convencional, impregnação por nitrato de prata, bandamento-C e pelos fluorocromos CMA3 e Hoechst 33258. Na análise convencional H. regani apresentou 2n = 72, 10m+18sm+44st/a; H.strigaticeps 2n = 74, 6m+14sm+54st/a; H. margaritifer 2n = 74, 10m+24sm+40st/a; com um individuo atípico apresentando o 1º par metacentric pair on the size, and H. paulinus 2n = 76, 6m+12sm+58st/a. A impregnação com nitrato de prata evidenciou RONs múltiplas para a maioria das espécies analisadas, com exceção de H. paulinus. A heterocromatina esta distribuída nas regiões teloméricas e intersticiais. A coloração com CMA3 revelou marcações positivas em H. paulinus, H. margaritifer e H. strigaticeps...

El gen homothorax y el proceso de formación de la heterocromatina constitutiva durante el desarrollo embrionario de Drosophila melanogaster

Cantero Morales, Walter
Fonte: Universidade Autônoma de Madrid Publicador: Universidade Autônoma de Madrid
Tipo: Tese de Doutorado
SPA
Relevância na Pesquisa
27.98%
Tesis doctoral inédita, leída en Universidad Autónoma de Madrid, Facultad de Ciencias, Departamento de Biología. Fecha de lectura: 08-11-2013; El trabajo aquí presentado se centra en el estudio de la implicación del gen homothorax en el proceso de formación de la heterocromatina constitutiva durante el desarrollo embrionario de Drosophila melanogaster. Previamente ha sido descrita una función del componente matero de hth en el acoplamiento de la heterocromatina centromérica durante el desarrollo temprano del embrión de D. melanogaster (Salvany, 2009). Hth estaría facilitando la transcripción de secuencias de ADN satélite repetido de origen centromérico por la ARN polimerasa II. Los tránscritos de estas secuencias serían necesarios para el correcto ensamblaje de la heterocromatina centromérica (Salvany, 2009). En este trabajo se ha comprobado que los embriones que se desarrollan en ausencia de Hth muestran fenotipos similares y comparables a los que presentan los embriones que poseen alterada alguna etapa del proceso de formación de heterocromatina. Los embriones se caracterizan por la presencia de fragmentos de ADN dispersos en el citosol sincitial y además, en ausencia del factor de transcripción Homothorax...

Territórios heterocromáticos em Triatoma infestans Klug e Panstrongylus megistus (Burmeister) : composição, identificação de marcadores epigenéticos e resposta a inibidores de deacetilases de histonas; Heterochromatic territories in Triatoma infestans Klug and Panstrongylus megistus (Burmeister) : composition, identification of epigenetic markers and response to histone deacetylase inhibitors

Elenice Monte Alvarenga
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2011 PT
Relevância na Pesquisa
27.54%
A cromatina pode existir em núcleos interfásicos em dois estados distintos: como eucromatina e como heterocromatina, podendo ser esta constitutiva ou facultativa. Em células somáticas do final da fase ninfal dos hemípteros reduviídeos Triatoma infestans e Panstrongylus megistus há núcleos grandes, poliploides, nos quais a heterocromatina apresenta-se como corpos conspícuos (cromocentros), daí tais células apresentarem-se como um bom modelo para investigação de características morfológicas e funcionais da cromatina. Em estudos sobre a constituição cromatínica, a composição em bases do DNA é algo muito explorado, dado o conteúdo informativo dos achados. Já quando se objetiva a investigação da funcionalidade da cromatina, mais recentemente, tem-se feito uso da abordagem epigenética. Neste trabalho buscou-se investigar a composição em bases do DNA destas células, associando-a aos domínios cromatínicos aí existentes e também à presença das NORs. Por meio de colorações fluorescentes com Cromomicina A3 (CMA3)/Distamicina e 4',6-diamidino-2-fenilindol (DAPI)/Actinomicina D concluiuse que o DNA dos cromocentros de T. infestans e P. megistus são ricos em sequências AT e pobres em GC. Isto foi ainda confirmado por imunodetecção de 5-metilcitosina...

Tamaño del genoma, heterocromatina, polimorfismo numérico y herencia de cromosomas B en razas nativas del maíz; Genome size, heterochromatin, B chromosome numerical polymorphism and B transmission rate in native races of maize

Rosato, Carmen Luisa Marcela
Fonte: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires Publicador: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires
Tipo: info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; tesis doctoral; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //1997 SPA
Relevância na Pesquisa
37.76%
Se realizaron estudios citogenéticos en poblaciones nativas de maíz del norte argentino adaptadas a diferentes alturas de cultivo. Los mismos consistieron en: determinación del polimorfismo numérico para cromosomas B y del tamaño del genoma, caracterización de la heterocromatina mediante técnicas de bandeos cromosómicos y la relación de éstos con parámetros geográficos como la altitud. Además, se estudió la tasa de transmisión femenina de cromosomas B en una población de la raza Pisingallo. Se estudiaron 21 poblaciones (1120 individuos) cultivadas a diferentes altitudes (80-3620m). Se encontró polimorfismo numérico para cromosomas B en 19 poblaciones. Las frecuencias media de individuos portadores de cromosomas B varían entre 0 y 94%. El análisis de correlación entre el número medio de cromosomas B y la altitud indica que se correlacionan positivamente. El tamaño del genoma (contenido de ADN) fue determinado en 17 poblaciones (107 individuos). Con la finalidad de estudiar la variación del contenido de ADN en los cromosomas A (A-ADN) independientemente de la variación aportada por los Bs, ésta estimación fue llevada a cabo en plantas sin Bs. El rango de variación hallada entre las poblaciones estudiadas fue del 36% (5...

Tamaño del genoma, heterocromatina, polimorfismo numérico y herencia de cromosomas B en razas nativas del maíz; Genome size, heterochromatin, B chromosome numerical polymorphism and B transmission rate in native races of maize

Rosato, Carmen Luisa Marcela
Fonte: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires Publicador: Facultad de Ciencias Exactas y Naturales. Universidad de Buenos Aires
Tipo: Tesis Doctoral Formato: text; pdf
Publicado em //1997 ESPAñOL
Relevância na Pesquisa
37.76%
Se realizaron estudios citogenéticos en poblaciones nativas de maíz del norte argentino adaptadas a diferentes alturas de cultivo. Los mismos consistieron en: determinación del polimorfismo numérico para cromosomas B y del tamaño del genoma, caracterización de la heterocromatina mediante técnicas de bandeos cromosómicos y la relación de éstos con parámetros geográficos como la altitud. Además, se estudió la tasa de transmisión femenina de cromosomas B en una población de la raza Pisingallo. Se estudiaron 21 poblaciones (1120 individuos) cultivadas a diferentes altitudes (80-3620m). Se encontró polimorfismo numérico para cromosomas B en 19 poblaciones. Las frecuencias media de individuos portadores de cromosomas B varían entre 0 y 94%. El análisis de correlación entre el número medio de cromosomas B y la altitud indica que se correlacionan positivamente. El tamaño del genoma (contenido de ADN) fue determinado en 17 poblaciones (107 individuos). Con la finalidad de estudiar la variación del contenido de ADN en los cromosomas A (A-ADN) independientemente de la variación aportada por los Bs, ésta estimación fue llevada a cabo en plantas sin Bs. El rango de variación hallada entre las poblaciones estudiadas fue del 36% (5...

Evolución cromosómica en simiiformes homologías, reorganizaciones y heterocromatina /

García Haro, Francisca
Fonte: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em //2001 CAT; CAT
Relevância na Pesquisa
27.67%
Consultable des del TDX; Títol obtingut de la portada digitalitzada; En este trabajo se han analizado las siguientes características cariotípicas de diferentes especies de primates Simiiformes: 1) HOMOLOGIAS Y REORGANIZACIONES CROMOSÓMICAS. Mediante la comparación de su patrón de bandas G, se han determinado las homologías cromosómicas de dos especies del género Cebus (C. apella y C. capucinus) y de diferentes especies del género Ateles (A. belzebuth hybridus, A. b. marginatus, A. paniscus paniscus y A. p. chameck). Esta comparación ha permitido determinar las reorganizaciones cromosómicas que explicarían las homologías detectadas: 3 inversiones pericéntricas en el caso de las especies del género Cebus y 4 inversiones pericéntricas, una paracéntrica y una fusión en el caso de Ateles. La aplicación de la técnica de ZOO-FISH y bandas G secuenciales utilizando las sondas de todos los cromosomas humanos completos, ha permitido determinar las homologías entre la especie humana (HSA), Cebus apella (CAP) y Ateles belzebuth hybridus (ABH). La comparación de los cromosomas o segmentos cromosómicos homólogos de las especies comparadas, ha permitido determinar las reorganizaciones cromosómicas que explicarían las homologías detectadas...