Página 1 dos resultados de 267 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Avoiding pitfalls in diagnosing basilar artery occlusive disease: clinical and imaging clues - case report; Evitando erros no diagnóstico de doença oclusiva da artéria basilar: pistas clínicas e radiológicas - relato de caso

CONFORTO, Adriana Bastos; CIRÍACO, Jovana Gobbi Marchesi; YAMAMOTO, Fábio Iuji; PUGLIA JÚNIOR, Paulo; LEITE, Claudia da Costa; MARTIN, Maria da Graça Morais; SCAFF, Milberto
Fonte: Associação Paulista de Medicina - APM Publicador: Associação Paulista de Medicina - APM
Tipo: Relatório
ENG
Relevância na Pesquisa
27.7%
CONTEXT: The aim of this paper was to report on the characteristics that aid in establishing the diagnosis of basilar artery occlusive disease (BAOD) among patients with hemiparesis and few or minor symptoms of vertebrobasilar disease. CASE REPORT: This report describes two cases in a public university hospital in São Paulo, Brazil. We present clinical and imaging findings from two patients with hemiparesis and severe BAOD, but without clinically relevant carotid artery disease (CAD). One patient presented transient ischemic attacks consisting of spells of right hemiparesis that became progressively more frequent, up to twice a week. The neurological examination revealed slight right hemiparesis and right homonymous hemianopsia. Magnetic resonance imaging (MRI) revealed pontine and occipital infarcts. Magnetic resonance angiography and digital subtraction angiography revealed severe basilar artery stenosis. The other patient presented sudden left-side hemiparesis and hypoesthesia. One year earlier, she had reported sudden onset of vertigo that, at that time, was attributed to peripheral vestibulopathy and was not further investigated. MRI showed a right-side pontine infarct and an old infarct in the right cerebellar hemisphere. Basilar artery occlusion was diagnosed. Both patients presented their symptoms while receiving aspirin...

Caracterização da somestesia tátil em crianças com hemiparesia: comparação de três métodos de avaliação; Characterization of tactile somesthesia in children with hemiparesis: comparison of three methods of assessment

Yoneyama, Simone Minae
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/05/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.49%
A análise da integração sensório-motora em crianças com hemiparesia é necessária para a escolha de estratégias terapêuticas eficientes para a recuperação da funcionalidade. Os objetivos deste estudo foram: i) comparar três instrumentos de avaliação da sensibilidade tátil; ii) descrever as alterações da sensibilidade tátil em crianças com hemiparesia. O Grupo Estudo (GE) foi composto por 11 crianças hemiparéticas, de ambos os gêneros, Sistema de Classificação da Função Motora Grossa (GMFCS)= 1 ou 2 (idade = 9,1 anos + 2,1), e o Grupo Controle (GC) por 24 crianças sem alterações sensoriais ou motoras (idade = 8,8 anos + 1,4). A comparação da sensibilidade tátil foi feita com a Avaliação Sensorial de Nottingham (ASN), o teste de discriminação entre dois pontos (D2P) e o teste de estereognosia. Os resultados foram submetidos à ANOVA e ao post hoc de Duncan para comparar as variáveis paramétricas e o Mann-Whitney U e o Wilcoxon matched pairs para as não paramétricas. Adotou-se = 0,05 para diferenças significativas e 0,05 < < 0,10 para as diferenças marginalmente significativas. A ASN revelou diminuição da sensibilidade tátil no GE tanto no lado hemiparético (p<0,01) quanto no preservado (p<0...

Utilização da fotogrametria digital e da estabilometria para avaliação postural pós-acidente vascular encefálico; Utilization of digital photogrammetry and stabilometry for assessment of postural control post-stroke

Mucciaroni, Thaís Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/02/2015 PT
Relevância na Pesquisa
27.94%
O acidente vascular encefálico (AVE) é uma desordem neurológica aguda, de origem vascular, que pode gerar alterações de postura e equilíbrio nos pacientes acometidos. Este trabalho teve como objetivo avançar com o conhecimento relacionado à presença de alterações posturais e de equilíbrio em pacientes pós-AVE, com a utilização da fotogrametria digital e da estabilometria estática. Participaram desse estudo 31 pacientes hemiparéticos pós-AVE que foram divididos em três grupos de alterações motoras: Hemiparesia à direita (n=16), Hemiparesia à esquerda (n=15) e um grupo com a junção dos grupos Hemi D e Hemi E (n=31). Para a análise estatística da fotogrametria e da estabilometria, nas comparações intergrupo, foi utilizada a análise de variância de uma via (ANOVA) (significância p<0,05). Sempre que se detectaram diferenças entre os dados, essas foram evidenciadas pelo teste post hoc de Holm Sidak. Nas comparações intragrupo foi utilizado o teste em t (significância p<0,05). Os padrões posturais encontrados por meio da fotogrametria foram comparados com os dados da estabilometria, utilizando o coeficiente de correlação de Pearson (significância r0,80). Os dados da fotogrametria que evidenciaram desvios posturais foram: Acrômio D mais alto no grupo hemi. à E...

Avaliação funcional do membro superior homolateral em indivíduos com acidente vascular encefálico

Lima, Angela Cristina de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
27.61%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2007.; Estudos anteriores evidenciaram que o membro superior homolateral (MSH) ao acidente vascular encefálico (AVE) em sujeitos com hemiparesia apresenta déficit no desempenho de atividades que exigem integração sensório-motora complexa, porém existem divergências sobre a existência deste déficit na execução de tarefas simples. Este estudo teve como objetivos analisar o desempenho do membro superior homolateral em destreza manual grosseira, avaliado pelo teste da Caixa e Blocos, força muscular de preensão, avaliado através de dinamômetro analógico e sensibilidade tátil, avaliada através da discriminação de movimentos de escovação. Buscou ainda analisar se o tempo decorrido após o AVE, o hemisfério cerebral afetado e a intensidade do déficit no membro superior contralateral influenciam os resultados. Foram avaliados 25 sujeitos destros com hemiparesia causada por um único episódio de AVE e selecionado um grupo controle, pareados por sexo e idade. Os resultados demonstraram que os sujeitos com hemiparesia apresentam déficit no desempenho de força muscular de preensão (p<0.05), destreza manual (p<0.0001) e sensibilidade tátil (p<0.01)...

Comparação entre medidas de descarga, simetria e transferência de peso em indivíduos com e sem hemiparesia; Comparison between bearing, symmetry, and transfer weight measurements in subjects with or without hemiparesis

Martins, Emerson Fachin; Barbosa, Paulo Henrique Ferreira de Araújo; Menezes, Lidiane Teles de; Sousa, Pedro Henrique Côrtes de; Costa, Abraão Souza
Fonte: Universidade de São Paulo - USP Publicador: Universidade de São Paulo - USP
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.49%
Avaliação da Simetria e Transferência de Peso (ASTP) foi indicada para se fazer associação entre simetria e atividades funcionais nas hemiparesias, apontando simétricos como mais capacitados. Contudo, tais relações não são claras e divergem com evidências que sugerem assimetrias como estratégias funcionais. Assim, objetivou-se verificar se as medidas subjetivamente determinadas pela ASTP concordam com medidas calculas pela descarga de peso entre os pés. Realizou-se estudo observacional do tipo transversal para amostra de sujeitos com hemiparesia (n=20) pareados por idade e gênero a controles (n=20). Os participantes submeteram-se a procedimentos para obtenção de escore determinado pela ASTP e para cálculo da razão de simetria (RS) na descarga de peso entre os pés obtido por meio de duas balanças digitais. Os resultados obtidos pela ASTP identificaram apenas um sujeito com hemiparesia apresentando simetria, dentre os quatro sujeitos identificados pela RS como simétricos. Ainda, a ASTP não diferenciou assimetrias com sobrecarga para o lado afetado e apresentou correlação significativa somente quando os escores foram analisados com os valores de RS<1(sobrecarga para o lado não afetado). Conclui-se que a ASTP não foi concordante em identificar sujeitos hemiparéticos com descarga de peso compatível com simetria. Ainda...

Hemiparesia congênita avaliação neuropsicológica complementar utilizando computador

Guerreiro,Marilisa M.; Garcia,Maria Lúcia G.; Ferraz,Glória Maria B.; Piovesana,Ana Maria S. G.; Moura-Ribeiro,Maria Valeriana L.
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/1993 PT
Relevância na Pesquisa
37.61%
Apresentamos o estudo neuropsicológico de seis crianças portadoras de paralisia cerebral forma hemiplégica, com a ajuda de computador (três crianças com hemiparesia direita e três com hemiparesia esquerda). Os exames tomograficos revelaram cavidades parietais (cisto porencefálico em 4 casos, infarto isquêmico em 1 e cisto subaracnóideo em 1). O objetivo do estudo foi verificar se havia distúrbio na organização espacial, pois os pacientes apresentavam lesão estrutural em áreas parietais e não fora detectado esse distúrbio previamente. Encontramos astereognosia e preferência para o uso da hemi-tela direita do computador nas crianças com hemiparesia direita. Discutimos e propomos explicações para estes achados. Ressaltamos ainda o papel da linguagem computacional Logo, como instrumento adequado para investigação neuropsicológica.

Confiabilidade da versão brasileira do Wolf Motor Function Test em adultos com hemiparesia

Pereira,Natalia D.; Michaelsen,Stella M.; Menezes,Isabella S.; Ovando,Angélica C.; Lima,Renata C. M.; Teixeira-Salmela,Luci F.
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia Publicador: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.31%
CONTEXTUALIZAÇÃO: O Wolf Motor Function Test (WMFT) avalia o membro superior (MS) de adultos com hemiparesia combinando medidas de tempo e qualidade de movimento em movimentos isolados e em tarefas funcionais. OBJETIVOS: Traduzir e adaptar para a língua portuguesa o formulário, a escala de habilidade funcional (EHF) e o manual de aplicação do WMFT e avaliar a confiabilidade intra e inter-observadores. MÉTODOS: Participaram 15 indivíduos com média de idade de 57,9±11,1 anos e 68,5±53,5 meses pós acidente vascular encefálico (AVE). O WMFT foi aplicado por um fisioterapeuta utilizando as informações do manual e cotado por dois outros fisioterapeutas independentes pela observação dos vídeos. Foram acrescentadas informações mais detalhadas na EHF sobre a movimentação compensatória em relação à escala original. A confiabilidade intra e interobservadores do desempenho no tempo e da EHF dos itens individuais e do escore total foi avaliada pelo Coeficiente de Correlação Intraclasse (CCI) e pelo método Bland e Altman. Kappa ponderado (Kp) foi utilizado para avaliar a concordância intra e interobservadores da EHF. RESULTADOS: O CCI interobservador do desempenho no tempo foi >0,75 em 13 das 15 tarefas. A EHF apresentou CCI interobservador entre 0...

Relação entre nível de atividade física, equilíbrio e qualidade de vida em indivíduos com hemiparesia

Braun,Aline; Herber,Vanessa; Michaelsen,Stella Maris
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
27.49%
INTRODUÇÃO: A atividade física proporciona benefícios sobre o sistema neurológico, em particular, sobre as deficiências motoras e de equilíbrio, sendo estes déficits importantes em indivíduos com sequelas após acidente vascular encefálico (AVE). OBJETIVO: Avaliar a relação existente entre o equilíbrio e nível de confiança no equilíbrio com o nível de atividade física e com a qualidade de vida (QV) de indivíduos com hemiparesia após AVE. Método: Participaram 19 indivíduos (57,8 ± 14,1 anos) com hemiparesia crônica (44,1 ± 37,9 meses). Avaliou-se o perfil de atividade humana (PAH), o nível de confiança no equilíbrio (ABC), o equilíbrio funcional (BERG) e a QV (EQVE­AVE). Os dados foram submetidos ao teste de coeficiente de correlação de Spearman. RESULTADOS: O PAH ajustado apresentou uma correlação positiva forte para o BERG (ρ = 0,73) e uma correlação positiva moderada para o ABC (ρ = 0,64). A QV (total) e os domínios de papéis familiares e mobilidade da EQVE-AVE apresentaram correlações moderadas para BERG e ABC (ρ entre 0,53 e 0,67). O PAH total e ajustado apresentaram correlação positiva moderada com os domínios mobilidade (respectivamente, ρ = 0,48 e ρ = 0,71)...

Hemiparesia congênita e adquirida na criança: interrelação entre presença de crises epilépticas, os achados eletrencefalográficos e de neuroimagem por ressonância nuclear magnética

Silva, Ana Maria da Câmara
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
The purpose of this paper was to study patients with congenital and acquired hemiparesis, their clinical aspects, the presence or not of epileptic seizures, and electroencephalographic (EEG) and Magnetic Resonance Imaging (MRI) findings. We analyzed the interrelation between etiology, the presence and seriousness of epileptic seizures (ES) and the possible causes of refractoriness. This is a prospective study using the clinical diagnosis of a child neurologist, who attested to the presence of unilateral motor lesions. We compared the electroencephalographic findings in patients with or without epileptic seizures, and investigated if among the former, these seizures were controlled or not, their likely etiology and risks of refractoriness. EEG background activity on the lesion and contralateral side was analyzed, in addition to the presence of concomitant epileptiform activity. Encephalon MRIs of all the patients were studied to correlate etiology and the control or not of epileptic seizures. The disorganization of bilateral EEG activity correlated with the difficult-to-control epileptic seizures. Suitably organized background activity contralateral to the lesion is a good prognosis in relation to epileptic seizures. Focal epileptogenic activity does not necessarily predispose to epileptic manifestation. The MRI is more important in determining etiology than in prognosing epileptic seizures. This study used a multidisciplinary approach involving child neurologists...

Avaliação neuropsicológica de crianças com hemiparesia congênita e adquirida

Moura, Edna Nubia Oliveira de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.61%
A hemiparesia consiste no déficit da força muscular, com consequente debilidade na mão e no pé, afetando um dos lados do corpo. A literatura mostra poucos estudos enfocando detalhadamente as funções cognitivas e emocionais de crianças afetadas por essa condição neurológica. Este estudo teve como objetivo realizar avaliação neuropsicológica de 23 crianças e adolescentes, de ambos os gêneros, com idades entre 5 anos e 4 meses e 16 anos e 6 meses, com hemiparesia congênita e adquirida. Aplicou-se uma bateria de testes específica para avaliação de funções cognitivas superiores incluindo processos intelectuais, atenção, função perceptiva, função motora, praxias, gnosias, linguagem, memória e função visuomotora. Em relação aos aspectos emocionais, foi usado o teste do desenho da figura humana, visando-se a avaliação da percepção da imagem corporal dos pacientes. Os resultados mostraram que a hemiparesia da criança conduz a déficits em funções neuropsicológicas importantes, além de déficit motor e alterações na esfera emocional, mais precisamente aquelas relacionadas com a representação da imagem corporal. A abrangência multidisciplinar, envolvendo a neurologia pediátrica e a psicologia, engrandeceu o trabalho...

Efeitos do treinamento de marcha sobre superfícies inclinadas em indivíduos com hemiparesia crônica: ensaio clínico controlado randomizado

Gama, Gabriela Lopes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia; Movimento e Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia; Movimento e Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.49%
Among the therapeutic approaches that can be used to achieve this goal is the gait training on sloping surfaces, but there are few scientific findings that elucidate the results of this practice. OBJECTIVE: To evaluate the effects of training on sloping surfaces on the gait of subjects with chronic hemiparesis. MATERIALS AND METHODS: A controlled, randomized, blinded clinical trial was conducted. Concluded the study twenty-four subjects with age between 40 and 70 years (54,91±9,3). Their neurological function, functional independence, motor function and balance assessed, besides the gait evaluation through kinemetry. The subjects were allocated into two groups: control group (CG) underwent gait training on treadmill with partial body weight support (PBWS) without inclination; and the experimental group (EG) submitted to gait training on treadmill with PBWS and inclination of 10%. Twelve training sessions were performed. The paired t Student test and Wilcoxon test were used in statistical analysis to compare findings before and after training for each group, and the t student test for independent samples and Mann-Whitney.test were used to compare the to groups. RESULTS: After training within-group changes were observed on balance recovery...

Desempenho motor de pacientes com acidente vascular cerebral em um jogo baseado em realidade virtual

Fernandes, Aline Braga Galvão Silveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia; Movimento e Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia; Movimento e Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
27.49%
The Cerebral Vascular Accident (CVA) is the leading cause of motor disability in adults and elderly and that is why it still needs effective interventions that contribute to motor recovery. Objective: This study was aimed to evaluate the performance of stroke patients in chronic stage using a virtual reality game. Method: 20 patients (10 with injury to the left and 10 to the right side), right-handed, average age 50.6 ± 9.2 years, and 20 healthy subjects with average age of 50.9 ± 8.8, also right-handed participated. The patients had a motor (Fugl-Meyer) and muscle tone assessment (Ashworth). All participants made a kinematic evaluation of the drinking water activity and then underwent training with the table tennis game on XBOX 360 Kinect®, 2 sets of 10 attempts for 45 seconds, 15 minutes rest between sets, giving a total of 30 minutes session. After training the subjects underwent another kinematic evaluation. The patients trained with the right and left hemiparect upper limb and the healthy ones with the right and left upper limb. Data were analyzed by ANOVA, t Student test and Pearson correlation. Results: There was significant difference in the number of hits between the patients and healthy groups, in which patients had a lower performance in all the attempts (p = 0.008)...

Evaluación del deslizamiento del nervio ciático mediante ecografía en pacientes con clínica de hemiparesia secundaria a daño cerebral adquirido; Evaluation of sciatic nerve sliding with clinical ultrasound in patients with hemiparesis secondary to acquired brain injury

Duque Fernández, Mireya
Fonte: Universidade de Cantabria Publicador: Universidade de Cantabria
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
SPA
Relevância na Pesquisa
27.61%
RESUMEN: OBJETIVO Determinar si, en pacientes con clínica de hemiparesia secundaria a daño cerebral adquirido, hay cambios en la biomecánica y deslizamiento del nervio ciático del miembro inferior afecto en comparación con el miembro inferior sano. MATERIAL Y MÉTODOS Se trata de un estudio transversal en el que se reclutaron 10 pacientes con clínica de hemiparesia. Se analizó el deslizamiento del nervio ciático del lado afecto utilizando el lado no afecto como control. La movilización neural fue evaluada con ecografía diagnóstica y cuantificada mediante el software que emplea el algoritmo frame to frame. El deslizamiento del nervio ciático se evaluó con el test de elevación de la pierna recta (SLR) modificado, durante la extensión de la rodilla de 90º a 0º con la cadera flexionada a 30º y 60º. RESULTADOS El resultado obtenido fue un menor deslizamiento del nervio en el lado hemiparético, que fue estadísticamente significativo en 3 de las 4 maniobras de movilización neural analizadas. CONCLUSIÓN Con este estudio concluimos que pacientes con hemiparesia secundaria a daño cerebral adquirido tienen un menor deslizamiento del nervio ciático en el lado afecto, resultados que apoyan las teorías que dicen que tras un daño en el sistema nervioso central (SNC) se producen cambios biomecánicos en el sistema nervioso periférico (SNP) encontrando así diferencias en el deslizamiento de los nervios periféricos tanto del lado sano como del lado afecto de una persona con hemiparesia.; ABSTRACT: OBJECTIVE Determine if there are changes in biomechanics and sliding of the sciatic nerve of afect lower limb in comparison with the healthy lower limb in patients with hemiparesis secondary to acquired brain injury. MATERIAL AND METHODS It is a cross-sectional study in which 10 patients with hemiparesis were recruited. Sciatic nerve sliding of the affected side was analyzed using the non-affected side a control. The neural mobilization was evaluated with diagnostic ultrasound and quantified by software that uses frame to frame algorithm. Sciatic nerve sliding was assessed with the modified straight leg raise test (SLR)...

Evaluación del deslizamiento del nervio ciático mediante ecografía en pacientes con clínica de hemiparesia secundaria a daño cerebral adquirido; Evaluation of sciatic nerve sliding with clinical ultrasound in patients with hemiparesis secondary to acquired brain injury

Fonseca Abad, Silvia
Fonte: Universidade de Cantabria Publicador: Universidade de Cantabria
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
SPA
Relevância na Pesquisa
27.61%
RESUMEN: OBJETIVO Determinar si, en pacientes con clínica de hemiparesia secundaria a daño cerebral adquirido, hay cambios en la biomecánica y deslizamiento del nervio ciático del miembro inferior afecto en comparación con el miembro inferior sano. MATERIAL Y MÉTODOS Se trata de un estudio transversal en el que se reclutaron 10 pacientes con clínica de hemiparesia. Se analizó el deslizamiento del nervio ciático del lado afecto utilizando el lado no afecto como control. La movilización neural fue evaluada con ecografía diagnóstica y cuantificada mediante el software que emplea el algoritmo frame to frame. El deslizamiento del nervio ciático se evaluó con el test de elevación de la pierna recta (SLR) modificado, durante la extensión de la rodilla de 90º a 0º con la cadera flexionada a 30º y 60º. RESULTADOS El resultado obtenido fue un menor deslizamiento del nervio en el lado hemiparético, que fue estadísticamente significativo en 3 de las 4 maniobras de movilización neural analizadas. CONCLUSIÓN Con este estudio concluimos que pacientes con hemiparesia secundaria a daño cerebral adquirido tienen un menor deslizamiento del nervio ciático en el lado afecto, resultados que apoyan las teorías que dicen que tras un daño en el sistema nervioso central (SNC) se producen cambios biomecánicos en el sistema nervioso periférico (SNP) encontrando así diferencias en el deslizamiento de los nervios periféricos tanto del lado sano como del lado afecto de una persona con hemiparesia.; ABSTRACT: OBJECTIVE Determine if there are changes in biomechanics and sliding of the sciatic nerve of afect lower limb in comparison with the healthy lower limb in patients with hemiparesis secondary to acquired brain injury. MATERIAL AND METHODS It is a cross-sectional study in which 10 patients with hemiparesis were recruited. Sciatic nerve sliding of the affected side was analyzed using the non-affected side a control. The neural mobilization was evaluated with diagnostic ultrasound and quantified by software that uses frame to frame algorithm. Sciatic nerve sliding was assessed with the modified straight leg raise test (SLR)...

Cinematica do alcance e da preensão em um ambiente 3D imersivo de realidade virtual comparado com ambiente fisico em individuos saudaveis e com hemiparesia; kinematics of reaching and grasping in a 3D immersive virtual reality environment compared to a physical environment in healthy subjects and in patients with hemiparesis

Eliane Cristina Magdalon
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.61%
Introdução A tecnologia de Realidade Virtual (RV) vem sendo usada cada vez mais para criar ambientes visando à reabilitação motora. No entanto, há poucas evidências de que os movimentos realizados em ambientes virtuais (AV) se assemelhem aos realizados em ambientes físicos (AF). Objetivos: Comparar a cinemática dos movimentos de alcance e preensão realizados em um AV imersivo tridimensional (3D) e em um AF, e investigar o efeito do uso da luva de RV no desempenho do movimento. Participantes: Dez indivíduos saudáveis (62,1 ± 8,8 anos) e 12 com hemiparesia pós-AVE (66,6 ± 10.1anos). Metodologia: O AV foi apresentado em 3D via um capacete de RV, o qual forneceu visão estereoscópica. A representação virtual da mão e o feedback de força de preensão foram fornecidos pelo uso das luvas Cyberglove e Cybergrasp, respectivamente. A cinemática do tronco e membro superior (MS) foi registrada pelo sistema Optotrak Certus® (cinco corpos rígidos e sete marcadores adicionais). Os participantes eram instruídos para alcançar, pegar e transportar 3 objetos (lata - preensão cilíndrica; chave de fenda - preensão de força e caneta - preensão de precisão, respectivamente com 65.6, 31.6 e 7.5 milímetros de diâmetro) no AF...

Efeito de uma intervenção em crianças com hemiparésia espástica ao nível dos ajustes posturais anticipatórios no início da marcha

Ferreira, Joana
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
Objectivos: Verificar o efeito de uma intervenção baseada na abordagem segundo o Conceito de Bobath nos Ajustes Posturais Anticipatórios no Início da Marcha em duas crianças com hemiparésia espástica. Pretendeu-se ainda, verificar o efeito desta abordagem nas actividades e participação, bem como comparar os aspectos individuais das duas crianças com a capacidade de mudança após a intervenção. Metodologia: A avaliação foi realizada antes e três meses após a intervenção através da Electromiografia, da Plataforma de Forças, de um sistema de Câmaras de Vídeo, de uma Máquina Fotográfica e da Classificação Internacional de Funcionalidade para Crianças e Jovens. Resultados: A sequência de activação muscular alterou-se apenas na criança A. A postura na posição de pé, a actividade muscular, o deslocamento do centro de pressão e as actividades e participação modificaram-se em ambas as crianças, sendo que a criança A apresentou maior capacidade de mudança. Conclusão: A intervenção com base numa abordagem segundo o conceito de Bobath induziu mudanças positivas nos Ajustes Posturais Anticipatórios e nas actividades e participação dos casos em estudo.; Objectives: This study aimed to evaluate the effect of an intervention-based approach according to the Bobath Concept in Anticipatory Postural Adjustments in Gait Initiation in two children with spastic hemiparesis. It was still intended to verify the effect of this approach in the activities and participation...

Ajustes posturais antecipatórios no alcance em crianças com hemiparésia espástica

Castro, Ana Martinho
Fonte: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto. Escola Superior de Tecnologia da Saúde do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
37.31%
Objectivos: Verificar o comportamento dos Ajustes Posturais Antecipatórios no alcance, em três crianças com hemiparésia espástica, face à aplicação de uma intervenção em Fisioterapia baseada numa abordagem segundo o conceito de Bobath. Pretendeu-se também perceber as modificações ao nível das actividades e participação, bem como ao nível da capacidade de modificação das componentes neuromotoras. Metodologia: A avaliação foi realizada antes e três meses após a intervenção através da electromiografia de superfície, máquina fotográfica Canon EOS, Classificação Internacional de Funcionalidade para Crianças e Jovens (CIF-CJ) e Sistema de Classificação da Função Motora Global (GMFCS). Resultados: Verificou-se melhorias nos Ajustes Posturais Antecipatórios no alcance com os dois membros superiores, nomeadamente no tempo de activação e na duração da actividade muscular, bem como alterações positivas nas componentes neuromotoras, como na sequência de movimento de sentado para de pé, e de pé para sentado, e marcha mais especificamente na fase pendular com o membro inferior predominantemente comprometido. Também se verificou após a intervenção uma maior funcionalidade nas três crianças, verificando-se alterações positivas nos qualificadores nas actividades e participação. Conclusão: A intervenção com base no conceito de Bobath induziu mudanças positivas quanto à funcionalidade das crianças...

Actividades funcionais assistidas com EEF na reabilitação do membro superior em indivíduos com hemiparesia após Acidente Vascular Encefálico

Cano, Sónia
Fonte: Instituto Politécnico do Porto Publicador: Instituto Politécnico do Porto
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
27.49%
Objectivo: Este estudo pretende verificar as melhoras nas competências sensórioperceptivas, motoras e de praxis do membro superior afecto e um melhor desempenho das áreas de ocupação: AVD’s, AVDI’s, trabalho e participação social, em indivíduos com hemiparesia após AVE submetidos à reeducação funcional com recurso a actividades funcionais assistidas com EFF; e verificar se estes ganhos mantêm a curto tempo. Métodos: A amostra foi constituída por 4 indivíduos com hemiparesia decorrente de AVE com mais de 12 meses de evolução e idades compreendidas entre os 40 e 70 anos. Foi aplicado um protocolo de intervenção de 5 sessões por semana de 20 minutos de duração num período de 3 semanas, perfazendo um total de 15 sessões. A recolha de dados foi realizada em três fases: avaliação inicial, avaliação no final da intervenção e reavaliação após 6 semanas de finalizar a intervenção. Os instrumentos de recolha de dados utilizados foram: MIF, Escala de Avaliação Fulg-Meyer, Escala Ashworth, DASH, Test Box & Block. Resultados: Os sujeitos diminuíram o grau de espasticidade e melhoraram na funcionalidade do membro superior sendo mais evidente na sinergia flexora do ombro, cotovelo e antebraço e na extensão em massa da mão. Houve melhoras nas actividades da vida diária...

Confiabilidade da tradução e adaptação do Test d'Évaluation des Membres Supérieurs de Personnes Âgées (TEMPA) para o português e validação para adultos com hemiparesia

Michaelsen,SM; Natalio,MA; Silva,AG; Pagnussat,AS
Fonte: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia Publicador: Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Fisioterapia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.61%
INTRODUÇÃO: O Test d'Évaluation des Membres Supérieurs de Personnes Âgées (TEMPA) é composto por tarefas padronizadas, representando atividades da vida diária e avalia a função do membro superior (MS) de pessoas com alteração motora. Além da medida do tempo e da graduação funcional, o instrumento propõe uma análise das tarefas executadas. OBJETIVO: Os objetivos do estudo foram: traduzir e adaptar para a língua portuguesa o formulário e o manual de administração do TEMPA; avaliar a confiabilidade teste reteste e interobservadores e a validade para pacientes com hemiparesia. MÉTODOS: Participaram deste estudo 23 pacientes (61±13 anos) com hemiparesia (30±29 meses) e 23 controles (60±12 anos). A confiabilidade interobservadores foi testada comparando o resultado de dois observadores, em avaliações realizadas no mesmo dia. A confiabilidade teste reteste foi testada comparando o resultado das avaliações, repetidas no intervalo de uma semana. A validade para hemiparéticos foi avaliada por meio da correlação com a escala de Fugl-Meyer (EFM). RESULTADOS: Os resultados mostram adequada confiabilidade interobservadores (coeficiente de correlação intraclasse - CCI=0,93) e teste reteste (CCI=0,99) para os escores totais. Nos pacientes com comprometimento motor moderado a grave (EFM<50)...

Gait speed and falls self-efficacy in individuals with hemiparesis after stroke; Velocidad de marcha y autoeficacia para las caídas en los sujetos con hemiparesia tras Accidente Cerebrovascular; Velocidade de marcha e autoeficácia em quedas em indivíduos com hemiparesia após Acidente Vascular Encefálico

Ricci, Natalia Aquaroni; Ferrarias, Giovana Paschoalette; Molina, Karina Iglesia; Dib, Priscila Masullo; Alouche, Sandra Regina
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2015 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
27.61%
It is common that individuals after stroke show changes in the gait pattern, imbalance and more susceptibility to falls. This study aimed to assess the relationship between gait speed and self-efficacy for falls in hemiparetic subjects. The sample was composed of 23 individuals with hemiparesis due to stroke with a mean age of 60.6±11.26 years and 53.2±35.4 months of stroke evolution time. Participants were assessed for falls self-efficacy by the questionnaire Falls Efficacy Scale- International (FES-I). The normal and fast gait speed was calculated using the time spent to walk 10 meters. To verify the relationship between the FES-I and the gait speed were applied association and correlation tests. Among the participants, 39.1% used walking device and 30.4% reported falls in the previous year. The FES-I average was 30.3±8.4 points, the normal gait speed was 0.72±0.28m/s and fast gait speed was 1.00±0.40m/s. Participants were able to significantly modify the gait velocity (speed difference: 0.27±0.16m/s; paired t test: p; Indivíduos após Acidente Vascular Encefálico (AVE) apresentam com frequência alterações no padrão da marcha, instabilidade e maior suscetibilidade para quedas. O objetivo deste estudo foi verificar a relação entre a velocidade de marcha e autoeficácia para quedas em indivíduos hemiparéticos. A amostra foi composta por 23 indivíduos com hemiparesia pós-AVE com idade média de 60...