Página 1 dos resultados de 4902 itens digitais encontrados em 0.018 segundos

Perda auditiva unilateral: benefício da localização auditiva após adaptação de aparelho de amplificação sonora individual; Unilateral hearing loss: the benefit of auditory localization after adaptation of hearing aids individual

MONDELLI, Maria Fernanda Capoani Garcia; JACOB, Regina Tangerino de Souza; RIBEIRO, Juliana Pontalti; FELICI, Maria da Glória Furlani de Mendonça; SANCHES, Rita de Cássia Pires
Fonte: Fundação Otorrinolaringologia Publicador: Fundação Otorrinolaringologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
66.5%
INTRODUÇÃO: A perda auditiva unilateral é caracterizada pela diminuição da audição em apenas uma orelha. OBJETIVO: Analisar o benefício quanto à localização auditiva após a adaptação do Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI) em indivíduos com perda auditiva unilateral. MÉTODO: Estudo prospectivo com 31 indivíduos com idade entre 18 e 75 anos e de ambos os gêneros com deficiência auditiva unilateral de tipos e graus variados, responderam a um questionário para avaliação da localização da fonte sonora, sendo utilizado o "Questionário de habilidade auditiva da localização da fonte sonora". O instrumento foi aplicado em duas situações: sem o uso do AASI e com o uso do AASI. RESULTADOS: Os pacientes com perda auditiva de grau leve e moderado obtiveram um escore de 3,35 com uso do AASI e perda auditiva severa e profunda 3,05 havendo uma melhora de 1,39 e 1,38 respectivamente. CONCLUSÃO: Ocorreu benefício com o uso do AASI quanto à localização auditiva em indivíduos com perda auditiva unilateral, evidenciando a importância do uso da amplificação.; INTRODUCTION: A unilateral hearing loss is characterized by decreased hearing in one ear. OBJECTIVE: To evaluate the benefit on the location after hearing the adaptation of hearing aids Individual (HA) in individuals with unilateral hearing loss. METHOD: A prospective study of 31 individuals aged between 18 and 75 years and both genders with unilateral hearing loss of various types and grades...

Síndromes genéticas e ambientais em distúrbios da audição; Genetic and environmental syndromes in hearing loss disturbance

Nakata, Nancy Mizue Kokitsu
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.48%
Objetivos: estabelecer o diagnóstico de uma amostra de indivíduos com deficiência auditiva (DA) e comprometimento de outras estruturas anatômicas e/ou sistemas fisiológicos, cadastrados no CEDALVI/HRAC-USP-Bauru; verificar possíveis fatores etiológicos envolvidos e investigar possível correlação do tipo de DA com as diferentes síndromes encontradas. Local: Serviço de Genética Clínica do CEDALVI/HRAC-USP, Bauru-SP. Participantes: 93 indivíduos com DA e comprometimento de outras estruturas anatômicas e/ou sistemas fisiológicos. Intervenções: Avaliação genética-clínica; estudo citogenético; avaliações radiológica, oftalmológica, otorrinolaringológica, audiológica e outras. Resultados: Dos 93 indivíduos, 51 eram do sexo masculino e 42, do feminino. Recorrência familial foi observada em 31 casos e, consangüinidade parental em 8. Na amostra, 25 síndromes gênicas conhecidas, 5 síndromes cromossômicas, 5 quadros de etiologia ambiental e 2 quadros de etiologia heterogênea foram estabelecidos em 87 indivíduos. Em 1 caso, não foi possível definir entre 2 condições gênicas e em 5, não foi possível se chegar a um diagnóstico. Conclusões: a casuística se compôs de síndromes etiologicamente heterogêneas...

A utilização da resposta auditiva de estado estável para estimar limiares auditivos em indivíduos com perda auditiva neurossensorial; Utilization of auditory steady state response to estimate the auditory threshold in individuals with sensorineural hearing loss

Duarte, Josilene Luciene
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
O diagnóstico precoce da perda auditiva tem sido cada vez mais freqüente em virtude dos programas de saúde auditiva que estão sendo implantados em todo o país. Existe, contudo, a necessidade de técnicas e procedimentos que ajudem a identificar, com maior precisão, a presença e o grau da mesma. A Resposta Auditiva de Estado Estável (RAEE) é um procedimento eletrofisiológico que, ao contrário do Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico (PEATE) realizado com estímulo tone burst, possibilita avaliar, ao mesmo tempo limiares auditivos com especificidade por freqüência e por orelha, reduzindo assim o tempo do exame. Além disso, ele permite a estimulação até níveis próximos a 130 dBHL, podendo assim medir a audição residual. O objetivo deste estudo foi verificar a aplicabilidade da RAEE para determinar os limiares auditivos nos diferentes graus de perda auditiva neurossensorial. Foram avaliados 65 indivíduos com perda auditiva neurossensorial, sendo que 48 apresentaram alteração neurossensorial (coclear) de grau leve até profundo, e idades entre sete e 30 anos; e 17 apresentaram alteração neurossensorial (Neuropatia Auditiva/Dessincronia Auditiva) e idades entre 0,6 e cinco anos. A avaliação foi composta por Audiometria Tonal Liminar (ATL) e pesquisa da RAEE para o grupo com alteração neurossensorial (coclear) e somente a pesquisa da RAEE para o grupo com alteração neurossensorial (NA/DA). Os resultados demonstraram que...

Avaliação das perdas auditivas em crianças e adolescentes com câncer; Hearing loss in children and adolescents with cancer

Silva, Aline Medeiros da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
Introdução – As crianças e adolescentes com câncer recebem tratamentos que têm os mais diversos efeitos colaterais, entre eles, a ototoxicidade, que é a capacidade de provocar lesão em estruturas da orelha interna e que pode levar à perda auditiva. Objetivos – Estimar a prevalência de perda auditiva e os fatores associados à ocorrência desta nas crianças e adolescentes tratados no Instituto de Tratamento do Câncer Infantil – ITACI, utilizando três classificações propostas na literatura. Métodos – Foram analisados 94 pacientes atendidos no ITACI, no período de 2003 e 2004. Como a avaliação audiológica não é feita de rotina neste Instituto, os pacientes transferidos e os que foram a óbito não puderam ser incluídos no estudo. Os indivíduos foram submetidos a uma anamnese para verificar qualquer comprometimento auditivo. Em seguida, foi feita a inspeção visual do meato acústico externo, para verificar a presença de qualquer ocorrência que pudesse impedir a realização dos exames audiológicos. Foi realizada a avaliação dos limiares auditivos utilizando-se procedimentos de resposta condicionada (por meio da audiometria tonal liminar, audiometria lúdica condicionada ou audiometria com reforço visual)...

Estudo genético-clínico de 144 pacientes portadores de deficiência auditiva não sindrômica".; Clinical-genetic study of 144 patients with nonsyndromic hearing loss

Nakata, Nancy Mizue Kokitsu
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2000 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
A deficiência auditiva constitui uma importante categoria de defeitos congênitos que podem se manifestar isoladamente ou fazer parte do espectro fenotípico de várias síndromes. O presente trabalho refere-se ao estudo genéticoclínico de pacientes portadores de deficiência auditiva não sindrômica, com os objetivos de estabelecer a razão sexual, tipo, grau, simetria, lateralidade e progressão da deficiência auditiva; determinar diagnósticos etiológicos prováveis da deficiência auditiva, estabelecendo, quando possível, o padrão de herança genética e fornecer meios para o aconselhamento genético. Foram avaliados 306 pacientes no serviço de Genética Clínica do Centro de Atendimento aos Distúrbios da Audição, Linguagem e Visão do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais-USP, no período de dezoito meses. Dos 306 pacientes avaliados, 278 eram portadores de deficiência auditiva, 27 portadores de distúrbio de linguagem e 1 portador de deficiência visual. De acordo com o critério estabelecido (presença de deficiência auditiva isolada), 144 pacientes foram selecionados para este estudo, através da história clínica, história familial, dados pré, peri e pós-natais e audiometria (dados de prontuário). A análise estatística não mostrou associação significativa entre a ocorrência de deficiência auditiva não sindrômica e o sexo dos propósitos. Dos 144 pacientes estudados...

Avaliação das perdas auditivas em crianças e adolescentes com HIV/Aids; Hearing loss in children and adolescents with HIV/Aids.

Silva, Aline Medeiros da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.5%
Introdução As crianças e adolescentes com HIV/Aids podem apresentar diferentes alterações auditivas as quais são mais frequentes e, muitas vezes, mais graves quando comparadas às outras crianças. Objetivos Estimar a prevalência de perda auditiva nas crianças e adolescentes tratados no Instituto da Criança ICr e verificar os fatores associados à ocorrência da mesma, utilizando duas classificações propostas na literatura. Métodos Foram analisados 106 pacientes com HIV/Aids (idade 5 19 anos) que estão em acompanhamento no ambulatório do ICr. Os indivíduos e/ou seus responsáveis responderam a diversos questionários e foram submetidos a uma anamnese para verificar qualquer sintoma ou queixa auditiva e foi feita a inspeção visual do meato acústico externo para verificar a presença de qualquer ocorrência que pudesse impedir a realização dos exames audiológicos. A avaliação audiológica foi composta pela pesquisa dos limiares auditivos testes de fala, timpanometria e pesquisa dos reflexos acústicos. A caracterização da amostra foi realizada por meio da estatística descritiva e a análise da concordância no diagnóstico da perda auditiva para as duas classificações, por meio da estatística Kappa. Para a comparação de médias de idade e tempo de uso de medicamentos antirretrovirais foi utilizado o teste t-Student. A análise dos fatores associados à presença de perda auditiva foi realizada por meio do teste associação pelo qui-quadrado e modelos de regressão logística univariados e múltiplos. Resultados Os resultados mostraram prevalência de perda auditiva de 35...

Estudos moleculares na perda auditiva de herança autossômica dominante; Molecular studies in autosomal dominant hearing loss

Dantas, Vítor de Góes Lima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
A surdez pode ser causada por fatores ambientais, genéticos ou ambos. Do ponto de vista genético, a surdez é extremamente heterogênea, pois é condicionada por mutações em diversos genes localizados em diferentes cromossomos, podendo exibir mecanismos de herança diversos. O objetivo desse estudo foi identificar novos genes e mutações relacionados à perda auditiva de herança autossômica dominante. Foram estudadas molecularmente cinco famílias. A família 1 foi averiguada na cidade de Maringá-PR. Apresenta 20 indivíduos afetados pela síndrome Oto-branquial (BOS). Estudos de mapeamento gênico com arrays de SNPs mostraram um Lod Score sugestivo de ligação para uma região do cromossomo 8, onde está localizado o gene EYA1, já relacionado à síndrome. O sequenciamento dos exons do gene não revelou mutação. No entanto, estudos de array-CGH e de PCR em tempo real permitiram detectar uma duplicação de aproximadamente 86 kb no gene EYA1 em 11 dos 12 indivíduos afetados testados da família, ausente nos indivíduos fenotipicamente normais. Portanto, concluímos que a síndrome nessa família é decorrente dessa duplicação, nunca antes descrita em casos de BOS. A família 2 foi averiguada na cidade de São Miguel-RN...

Incidência de perda auditiva induzida por ruído ocupacional entre trabalhadores de uma mineradora e pelotizadora de minério de ferro; Incidence of hearing loss induced by occupational noise among workers in a company engaged in iron ore mining and pelletizing

Amaral, Bruno Vianna do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
66.49%
INTRODUÇÃO: Em consequência da modernização tecnológica e industrial, surgiram novos fatores que originaram estudos específicos e direcionados sobre os possíveis efeitos nocivos desta evolução no trabalhador. Dentre estes, está o ruído, agente físico que pode causar danos ao organismo humano com efeitos de curto e médio prazo. O ruído, ao atuar sobre o trabalhador pode alterar processos internos do organismo, com consequências fisiológicas e emocionais. A diminuição gradual da acuidade auditiva decorrente da exposição continuada a níveis elevados de pressão sonora é denominada perda auditiva induzida pelo ruído (PAIR), segundo o Comitê Nacional de Ruído e Conservação Auditiva. A PAIR é caracterizada por perda neurossensorial, irreversível, quase sempre bilateral e simétrica, não ultrapassando 40dB(NA) nas frequências graves e 75dB(NA) nas frequências agudas; manifesta-se, primeiramente, em 6kHz, 4kHz e/ou 3kHz, progredindo lentamente às frequências de 8kHz, 2kHz, 1kHz, 500Hz e 250Hz. (MTE, Portaria 19, 1998). Entre os fatores que influenciam no desencadeamento da PAIR, destacam-se as características físicas do ruído (tipo, espectro e intensidade da pressão sonora), o tempo de exposição e a suscetibilidade individual. A PAIR está entre as doenças do trabalho de maior prevalência...

Estudo da etiologia da perda auditiva em amostra de individuos brasileiros : diretrizes para protocolo de conduta clínica; Study of the etiology of hearing loss in a sample of brazilian individuals : guidelines for clinical management protocol

Priscila Zonzini Ramos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2012 PT
Relevância na Pesquisa
66.48%
A surdez é considerada a doença sensorial mais prevalente em humanos, causada por uma variedade de fatores ambientais e genéticos. No Brasil, não há dados oficiais referentes à prevalência e à etiologia das deficiências auditivas, mas sabe-se que os fatores ambientais ainda superam os de origem genética. No diagnóstico etiológico da surdez, a realização concomitante de exames laboratoriais, de imagem e genéticos, embora amplie a chance diagnóstica, onera o Sistema de Saúde, devido ao alto custo. Deste modo, o objetivo do presente estudo foi avaliar a eficácia dos exames de imagem e genéticos e seu impacto em Saúde Pública, bem como estabelecer um protocolo diagnóstico, visando maior eficiência e redução de custos na determinação da etiologia das perdas auditivas. Foi realizada a análise de 100 indivíduos com perda auditiva neurossensorial, atendidos no Ambulatório de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas da UNICAMP, no período de 2002 a 2010, e que foram submetidos ao implante coclear. Uma investigação detalhada foi realizada nos pacientes, incluindo exames de imagem, genéticos e laboratoriais (em casos específicos). Após a realização dos exames específicos, o número de casos com a etiologia não esclarecida foi reduzido de 72 para 42...

Risk factors and prevalence of newborn hearing loss in a private health care system of Porto Velho, Northern Brazil

Oliveira,Juliana Santos de; Rodrigues,Liliane Barbosa; Aurelio,Fernanda Soares; Silva,Virginia Braz da
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 EN
Relevância na Pesquisa
66.52%
OBJECTIVE: To determine the prevalence of hearing loss and to analyze the results of newborn hearing screening and audiological diagnosis in private health care systems. METHODS Cross-sectional and retrospective study in a database of newborn hearing screening performed by a private clinic in neonates born in private hospitals of Porto Velho, Rondônia, Northern Brazil. The screening results, the risk for hearing loss, the risk indicators for hearing loss and the diagnosis were descriptively analyzed. Newborns cared in rooming in with their mothers were compared to those admitted to the Intensive Care Unit regarding risk factors for hearing loss. RESULTS: Among 1,146 (100%) enrolled newborns, 1,064 (92.8%) passed and 82 (7.2%) failed the hearing screening. Among all screened neonates, 1,063 (92.8%) were cared in rooming and 83 (7.2%) needed intensive care; 986 (86.0%) were considered at low risk and 160 (14.0%) at high risk for hearing problems. Of the 160 patients identified as having high risk for hearing loss, 83 (37.7%) were admitted to an hospitalized in the Intensive Care Unit, 76 (34.5%) used ototoxic drugs and 38 (17.2%) had a family history of hearing loss in childhood. Hearing loss was diagnosed in two patients (0.2% of the screened sample). CONCLUSIONS: The prevalence of hearing loss in newborns from private hospitals was two cases per 1...

Development and analysis of a low-cost screening tool to identify and classify hearing loss in children: a proposal for developing countries

Samelli,Alessandra Giannella; Rabelo,Camila Maia; Vespasiano,Ana Paula Chaparin
Fonte: Faculdade de Medicina / USP Publicador: Faculdade de Medicina / USP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 EN
Relevância na Pesquisa
66.51%
OBJECTIVE: A lack of attention has been given to hearing health in primary care in developing countries. A strategy involving low-cost screening tools may fill the current gap in hearing health care provided to children. Therefore, it is necessary to establish and adopt lower-cost procedures that are accessible to underserved areas that lack other physical or human resources that would enable the identification of groups at risk for hearing loss. The aim of this study was to develop and analyze the efficacy of a low-cost screening tool to identify and classify hearing loss in children. METHODS: A total of 214 2-to-10 year-old children participated in this study. The study was conducted by providing a questionnaire to the parents and comparing the answers with the results of a complete audiological assessment. Receiver operating characteristic (ROC) curves were constructed, and discriminant analysis techniques were used to classify each child based on the total score. RESULTS: We found conductive hearing loss in 39.3% of children, sensorineural hearing loss in 7.4% and normal hearing in 53.3%. The discriminant analysis technique provided the following classification rule for the total score on the questionnaire: 0 to 4 points - normal hearing; 5 to 7 points - conductive hearing loss; over 7 points - sensorineural hearing loss. CONCLUSION: Our results suggest that the questionnaire could be used as a screening tool to classify children with normal hearing or hearing loss and according to the type of hearing loss based on the total questionnaire score

Report on hearing loss in oncology

Schultz,Christiane; Goffi-Gomez,Maria Valéria Schmidt; Liberman,Patrícia Helena Pecora; Carvalho,André Lopes
Fonte: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial Publicador: Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cervicofacial
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 EN
Relevância na Pesquisa
66.49%
Cisplatin is used frequently as an antineoplastic drug in the treatment of many different cancers. However, when used in doses over 360mg/m², ototoxicity may ensue, resulting in loss of hearing. Criteria for identifying and quantifying hearing loss have been devised. AIM: To describe the features of different hearing loss classification systems and to identify their implications and use in oncologic patients. METHOD: Hearing loss was classified in 31 patients before and after chemotherapy, according to different criteria, assessing the sensitivity and specificity of each classification system. RESULTS: Hearing loss results were highly variable (ranging from 29% to 61%). Only 4 of 31 subjects with post-therapy hearing loss were identified by all the methods. A few subjects with hearing loss were classified as normal hearing in some of the criteria. A normal PTA was found in 18 of 31 subjects in the post-treatment evaluation. CONCLUSION: None of the criteria assesses the complaints of patients. The criteria described in this study were inadequate to identify hearing loss following chemotherapy, requiring additional information for physicians to better understand the hearing losses and their implications for the quality of life of patients.

Screening of Connexin 26 in Nonsyndromic Hearing Loss

Moreira,Danielle; Silva,Daniela da; Lopez,Priscila; Mantovani,Jair Cortez
Fonte: Fundação Otorrinolaringologia Publicador: Fundação Otorrinolaringologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 EN
Relevância na Pesquisa
66.5%
Introduction The first locus for nonsyndromic autosomal recessive hearing loss is on chromosome 13q11-22. The 35delGmutation is present in 80% of cases in which GJB2 is involved, which makes the study of this mutation very important. The viability and benefits of screening for mutations in the connexin 26 gene are now beginning to change the diagnostic evaluation and identification of the etiology of hearing loss. Objective To investigate the occurrence of the 35delG mutation in patients with nonsyndromic sensorineural hearing loss and their first degree relatives. Methods This transversal study included 72 patients from the local hospital. The patients were divided into three groups: group A, sensorineural hearing loss (n = 58); group B, first-degree relatives of group A with sensorineural hearing loss (n = 09); and group C, first-degree relatives of patients from group A without hearing loss (n = 05). All patients had audiological evaluation and genetic testing of the 35delG mutation. Results The 35delG mutation was found in four heterozygous mutations (three of them found in the same family). The other heterozygous mutation was found in a female patient with bilateral, moderate, prelingual, sensorineural hearing loss. A single homozygous mutation was found in a male patient...

Genetic and audiologic study in elderly with sensorineural hearing loss

Martins,Kelly; Fontenele,Marília; Câmara,Silva; Sartorato,Edi Lúcia
Fonte: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 EN
Relevância na Pesquisa
66.5%
PURPOSE: This study aimed to correlate probable predisposing factors for sensorineural hearing loss in elderly by investigating the audiologic characteristics and frequency of mutations in genes considered responsible for non-syndromic hearing loss. METHODS: Sixty elderly patients were separated into two groups: the Case Group, composed of 30 individuals, 21 females and nine males, all 60 years old or older and presenting diagnoses of sensorineural hearing loss, and the Control Group, composed of 30 elderly individuals matched to the experimental group by age and gender, presenting normal hearing. The patients underwent anamnesis and pure tone audiometry in frequencies of 250, 500, 1000, 2000, 3000, 4000 and 6000 Hz. Blood samples were collected from each patient for analysis of mutations in nuclear and mitochondrial genes related to non-syndromic sensorineural hearing loss. RESULTS: It was observed a greater tendency to noise exposure and consumption of alcohol in the Case Group. The statistically significant symptoms between the groups were tinnitus and hearing difficulty in several situations as: silent environment, telephone, television, sound location and in church. All the individuals of Case Group presented sensorineural and bilateral hearing loss. The symmetry and progression of the hearing impairment were also statistically significant between the groups. No genetic mutations were identified. CONCLUSION: The most reported symptoms were communication difficulties and tinnitus. The predominant auditory characteristics included sensorineural...

Relationships among speech perception, production, language, hearing loss, and age in children with impaired hearing

Blamey, P.; Sarant, J.; Paatsch, L.; Barry, J.; Bow, C.; Wales, R.; Wright, M.; Psarros, C.; Rattigan, K.; Tooher, R.
Fonte: Amer Speech-Language-Hearing Assoc Publicador: Amer Speech-Language-Hearing Assoc
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2001 EN
Relevância na Pesquisa
66.48%
Eighty-seven primary-school children with impaired hearing were evaluated using speech perception, production, and language measures over a 3-year period. Forty-seven children with a mean unaided pure-tone-average hearing loss of 106 dB HL used a 22-electrode cochlear implant, and 40 with a mean unaided puretone-average hearing loss of 78 dB HL were fitted with hearing aids. All children were enrolled in oral/aural habilitation programs, and most attended integrated classes with normally hearing children for part of the time at school. Multiple linear regression was used to describe the relationships among the speech perception, production, and language measures, and the trends over time. Little difference in the level of performance and trends was found for the two groups of children, so the perceptual effect of the implant is equivalent, on average, to an improvement of about 28 dB in hearing thresholds. Scores on the Peabody Picture Vocabulary Test (PPVT) and the Clinical Evaluation of Language Fundamentals showed an upward trend at about 60% of the rate for normally hearing children. Rates of improvement for individual children were not correlated significantly with degree of hearing loss. The children showed a wide scatter about the average speech production score of 40% of words correctly produced in spontaneous conversations...

Ocorrência de atraso no desenvolvimento das funções auditivas e de perdas auditivas no monitoramento de crianças com indicador(es) de risco para deficiência auditiva; Occurrence of delayed auditory function development or hearing loss in the monitoring of children with risk factors to hearing loss

Pereira, Tania
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.52%
Introdução: A preocupação com a audição não deve cessar ao nascimento com a triagem auditiva neonatal, considerando-se que qualquer criança pode desenvolver uma perda auditiva progressiva ou apresentar risco para alteração do processamento auditivo. Alguns recém-nascidos podem passar na triagem auditiva, mas necessitam de monitoramento periódico até os três anos de idade, por apresentarem risco para aparecimento tardio de perda auditiva neurossensorial ou condutiva, requerendo avaliação pelo menos a cada seis meses até os três anos. Objetivo: Determinar a ocorrência de atraso no desenvolvimento das funções auditivas e de perdas auditivas no monitoramento de crianças com indicadores de risco para deficiência auditiva, após perda auditiva descartada na triagem auditiva neonatal ou no processo diagnóstico. Método: Estudo retrospectivo das avaliações audiológicas longitudinais realizadas até setembro de 2009, nas crianças nascidas entre maio 2002 e dezembro 2008 e incluídas em um Programa de Acompanhamento do Desenvolvimento Auditivo realizado em uma instituição filantrópica no munícipio de Jundiaí-SP. Fizeram parte da casuística 1.175 crianças incluídas no Programa de Acompanhamento que apresentaram emissões otoacústicas evocadas por estímulos transientes presentes na triagem auditiva neonatal universal ou que tiveram o diagnóstico de deficiência auditiva descartado após realização do Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico...

Längsschnittuntersuchungen zur Hörerholung nach hochgradigem Hörsturz; Analysis of hearing recovery after severe to profound sudden hearing loss

Leins, Patrick
Fonte: Universität Tübingen Publicador: Universität Tübingen
Tipo: Dissertation; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis
DE_DE
Relevância na Pesquisa
66.49%
In Deutschland erleiden über 15.000 Menschen jährlich eine akute, idiopathische, sensorineurale Schwerhörigkeit ("Hörsturz"). Der derzeitige Stand der medikamentösen Therapie bei akuten und chronischen Innenohrerkrankungen ist unbefriedigend. Ziel dieser Untersuchung war es, Patientengruppen zu identifizieren, welche für die Prüfung neuer Therapien im Rahmen klinisch kontrollierter Studien aus klinischen und statistischen Gesichtspunkten geeignet sind. Dafür wurde bei Patienten mit akutem, idiopathischem, sensorineuralem Hörverlust und mit akuter, idiopathischer, einseitiger Ertaubung sowie ausbleibender Hörerholung nach einer Standardtherapie die Hörschwelle im kurzzeitigen und langfristigen Verlauf beobachtet. Anhand der beobachteten Hörschwellenerholungen wurden Fallzahlberechnungen für klinische Studien für verschiedene Patientengruppen und für verschiedene Signifikanzkriterien berechnet. Nach einer guten Prognose für eine Verbesserung der Hörschwelle im kurzzeitigen Spontanverlauf blieb bei einer Vielzahl von Patienten im Langzeitverlauf das Hörvermögen auf dem erkrankten Ohr im Mittel erheblich eingeschränkt. Bei einer kurzfristigen Beobachtung ergaben sich unterschiedliche Verläufe der Hörerholung für hochgradige Hörminderungen im Vergleich zu akuten Ertaubungen. Das Verteilungsmuster der Hörerholung bestimmt die Fallzahlberechung für klinische Studien erheblich. Bei der Planung neuer Studien muss deshalb darauf geachtet werden...

Caracterização da perda auditiva de crianças atendidas em um programa de saúde auditiva; Characterization of the hearing loss in children examined at a Hearing Health Program

Santos, Francine R.; Manfredi, Alessandra K. S.; Isaac, Myriam L.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.49%
Objetivo: caracterizar a perda auditiva de crianças avaliadas e atendidas no Programa de Saúde Auditiva do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Metodologia:   Aprovado no Comitê de Ética do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Estudo retrospectivo em uma amostra de 279 prontuários de crianças na faixa etária entre 2 a 12 anos de idade, atendidas no período de outubro de 2001 a agosto de 2005, sendo selecionados para a análise de resultados 133 casos que tiveram a confirmação da perda auditiva. Resultados: predominou a perda auditiva neurossensorial de grau profundo bilateral em 35 casos (70 orelhas - 26,30%). Nos casos de perdas auditivas unilaterais,prevaleceu o tipo condutivo de grau leve em 14 casos (14 orelhas - 10,52%). Os fatores de risco mais encontrados foram queixa familiar de atraso na aquisição e desenvolvimento da linguagem, fala e audição (32 casos - 24,06%); otite média recorrente ou persistente por mais de três meses (30 casos - 22,56%) e uso de drogas ototóxicas (26 casos - 19,55%).  As médias de idades encontradas no momento da suspeita, diagnóstico e intervenção para todos os tipos de perda auditiva foram 40,8; 50,4 e 62,4 meses, respectivamente. Conclusões: predominou a perda auditiva neurossensorial de grau profundo bilateral; nos casos de perdas auditivas unilaterais prevaleceu o tipo condutivo de grau leve e o fator de risco mais frequente foi a queixa da família de atraso na aquisição e desenvolvimento da linguagem...

Development and analysis of a low-cost screening tool to identify and classify hearing loss in children: a proposal for developing countries

Samelli, Alessandra Giannella; Rabelo, Camila Maia; Vespasiano, Ana Paula Chaparin
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2011 ENG
Relevância na Pesquisa
66.51%
OBJECTIVE: A lack of attention has been given to hearing health in primary care in developing countries. A strategy involving low-cost screening tools may fill the current gap in hearing health care provided to children. Therefore, it is necessary to establish and adopt lower-cost procedures that are accessible to underserved areas that lack other physical or human resources that would enable the identification of groups at risk for hearing loss. The aim of this study was to develop and analyze the efficacy of a low-cost screening tool to identify and classify hearing loss in children. METHODS: A total of 214 2-to-10 year-old children participated in this study. The study was conducted by providing a questionnaire to the parents and comparing the answers with the results of a complete audiological assessment. Receiver operating characteristic (ROC) curves were constructed, and discriminant analysis techniques were used to classify each child based on the total score. RESULTS: We found conductive hearing loss in 39.3% of children, sensorineural hearing loss in 7.4% and normal hearing in 53.3%. The discriminant analysis technique provided the following classification rule for the total score on the questionnaire: 0 to 4 points - normal hearing; 5 to 7 points - conductive hearing loss; over 7 points - sensorineural hearing loss. CONCLUSION: Our results suggest that the questionnaire could be used as a screening tool to classify children with normal hearing or hearing loss and according to the type of hearing loss based on the total questionnaire score

The prevalence of hearing loss in children in Colombia

Vargas-Díaz,Elfa Janeth; Neira-Torres,Liliana Isabel
Fonte: Revista de la Facultad de Medicina Publicador: Revista de la Facultad de Medicina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2014 EN
Relevância na Pesquisa
66.5%
Background. According to the Colombia National Statistics Administration (2005) in Colombia it is estimated that 17.3% of the registered population has permanent hearing limitations, of which 24 547 are under 10. Objective. This study aimed to determine the national prevalence of hearing loss in the population under 10 years of age between 2009 and 2011, identifying the variations in rates by type of hearing loss, unilateral or bilateral loss, age, and sex. Materials and methods. This descriptive, cross-sectional study, used data from the Individual Records of Health Procedures that was reported to the Colombian Ministry of Health during the period of observation and that was related to the diagnostic categories of hearing loss at discharge laid out in the ICD-10. Results. The analysis identified a hearing loss rate of 4.3 cases per 1,000 individuals under 10 years of age. The rate of sensorineural hearing loss cases was 5.1, 2.4 for conductive hearing loss and 1.2 for mixed hearing loss. Rates of 5.7 for bilateral hearing loss and 0.6 for unilateral losses were identified. A higher rate was found in children aged 5 to 10 years (2.4), than in children of 0-4 years of age (1.9). Conclusions. The evidence shows a high rate of hearing loss in children under 10 years of age. No significant differences between males and females are identified. Similar behavior was observed for both sexes in terms of sensorineural and conductive losses. However...