Página 1 dos resultados de 450 itens digitais encontrados em 0.010 segundos

Transtorno de ansiedade social e habilidades sociais: estudo psicométrico e empírico; Social anxiety disorder and social skills: a psychometric and empirical study

Angelico, Antonio Paulo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/05/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.25%
O Transtorno de Ansiedade Social (TAS) tem sido considerado um grave problema de saúde mental pela sua alta prevalência em pessoas jovens e pelas incapacidades decorrentes no desempenho e interações sociais. É fundamental que se disponha de instrumentos validados e abrangentes que avaliem tanto os recursos e déficits comportamentais quanto os prejuízos sociais e funcionais destas pessoas. Objetivou-se, neste trabalho, verificar as associações entre as manifestações comportamentais e clínicas do TAS por meio de dois estudos, um psicométrico e outro empírico, visando: (a) aferir as propriedades psicométricas do Inventário de Habilidades Sociais (IHS-Del-Prette), enquanto medida do repertório comportamental de habilidades sociais, em relação à avaliação das manifestações clínicas próprias do TAS, medidas pelo Inventário da Fobia Social (SPIN); e (b) comparar e caracterizar o repertório de habilidades sociais apresentado por universitários brasileiros portadores de TAS e não portadores frente a uma situação experimental estruturada, o Teste de Simulação de Falar em Público (TSFP). Do estudo psicométrico, participaram 1006 universitários, na faixa etária entre 17 e 35 anos, de ambos os gêneros, provindos de duas instituições de ensino superior. Posteriormente...

Grupo de atividades: impacto na qualidade de vida e no ajustamento social de pacientes com diagnóstico de esquizofrenia refratária, medicados com clozapina; Activities Group: impact on quality of life and social adjustment of patients with refractory schizophrenia treated with clozapine

Cirineu, Cleber Tiago
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/07/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.03%
A esquizofrenia é transtorno mental crônico que ocasiona grande impacto na vida do paciente, comprometendo seu ajustamento social e qualidade de vida. Sabe-se que, embora os antipsicóticos atípicos, como a clozapina, contribuam para a melhora de funções cognitivas e socializantes do sujeito, a utilização de estratégias, que combinam medicação e tratamento psicossocial, aumenta a sua possibilidade de recuperação e otimiza os resultados. Nessa perspectiva, este estudo teve como objetivos: avaliar o impacto de um grupo de atividades (Terapia Ocupacional) na qualidade de vida e ajustamento social de pacientes com diagnóstico de esquizofrenia refratária, medicados com clozapina, em acompanhamento ambulatorial, e investigar a percepção dos participantes do estudo sobre os aspectos positivos e negativos dos encontros grupais. Trata-se de pesquisa de avaliação, realizada junto ao grupo de pacientes em uso de antipsicóticos atípicos de um ambulatório de reabilitação psicossocial. Participaram deste estudo oito pacientes e um familiar de cada paciente. Para coleta dos dados, foram realizados 20 encontros grupais, em uma estrutura de grupo do tipo "fechado". Para avaliação do impacto do grupo de atividades na qualidade de vida e ajustamento social do paciente...

Aperfeiçoamento de uma arquitetura para robótica social; Improvement of an architecture for social robotics

Silva, Renato Ramos da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/02/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.15%
Um aspecto importante da interação humana é a atenção compartilhada. Ela é um processo de comunicação onde uma pessoa redireciona a sua atenção para um objeto ou evento e a outra pessoa ou pessoas seguem o seu olhar para o mesmo lugar. O processo é finalizado com a pessoa que segue a atenção realizando um apontamento sobre o objeto e um comentário sobre a situação. Esta habilidade importante é aprendida por nós durante o período da infância e hoje, alguns pesquisadores em robótica estão tentando desenvolver arquiteturas robóticas para aprender essa habilidade em robôs. Deste modo, o laboratório de aprendizado de robôs está trabalhando em uma arquitetura robótica para esse fim. Ela é composta por três módulos, percepção de estímulo, controle de consequência e emissão de resposta. Esta arquitetura robótica foi avaliada no controle de uma cabeça robótica e foi capaz de aprender a seguir o olhar e identificar alguns objetos. No entanto, todos esses módulos têm algumas limitações. A fim de ter uma melhor interação entre um robô e um humano e reduzir os efeitos das limitações, algumas melhorias foram desenvolvidas. Entre elas incluem um novo algoritmo de classificação das posições da cabeça através do histograma de gradiente orientado...

Habilidades sociais comunicativas em crianças com distúrbio específico de linguagem; Social communication skills in children with specific language impairment

Manoel, Daniela de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.02%
Crianças com Distúrbio Específico de Linguagem (DEL) podem apresentar dificuldades de recepção e emissão da linguagem que podem trazer prejuízos na sua interação com outras crianças, familiares e sociedade uma vez que estudos relatam a importância social da comunicação como um veículo de extensas redes de trocas sociais, pelas quais se forma e se transforma a cultura e, em consequência a própria realidade social. O objetivo deste estudo foi investigar as habilidades comunicativas de seis crianças com DEL, na faixa etária entre sete e oito anos e onze meses e comparar com crianças com desenvolvimento típico pertencentes ao grupo controle (GC), pareado por idade e gênero. A investigação compreendeu: (i) a avaliação do período da narrativa oral com quatro figuras de sequência lógico temporal e (ii) avaliação do desempenho em habilidades sociais comunicativas (HSC) por meio da analise de filmagens de situações estruturadas entre cada criança com DEL e seu respectivo par do GC e entre cada criança com DEL e um adulto do gênero feminino. Como resultado, todas as crianças com DEL apresentaram déficits nas HSC tanto nas interações com seus pares quanto com o adulto e cinco delas mostraram desempenho narrativo abaixo do esperado em relação ao GC...

O desenvolvimento da habilidade da criança para narrar experiências pessoais : uma revisão da literatura

Macedo, Lídia Suzana Rocha de; Sperb, Tania Mara
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.08%
A participação dos pais no desenvolvimento de habilidades cognitivas e comunicacionais dos filhos vem sendo analisada, nos últimos quinze anos, especialmente a partir de uma perspectiva sociointeracionista. Pesquisas recentes indicam que as crianças aprendem a falar sobre suas memórias de eventos passados de uma maneira organizada, num contexto colaborativo de engajamento com seus pais. Alguns autores propõem que o desenvolvimento das formas narrativas possibilita à criança criar um significado para as experiências vividas. Este artigo tem como objetivo revisar a literatura sobre o desenvolvimento da habilidade da criança para narrar suas experiências pessoais, bem como sobre o papel do suporte verbal oferecido pela mãe durante esse desenvolvimento.; The development of child’s ability to tell personal experiences: a literature review. Parents´ participation in the development of their children cognitive and communicative abilities has been analyzed in the last fifteen years especially from a social interactionist perspective. Recent studies indicate that children learn to narrate about their memories of past events in an organized manner, in collaboration with their parents. A number of authors suggest that the development of narrative forms allow the child to create meaning for their living experiences. The aim of this article is to revise the literature on the development of children’s ability to narrate their personal experiences as well as on the role of the verbal support offered by the mother in the course of this development.

Social isolation in a group living fish impairs cognition

Brandão, Manuela Lombardi
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 19 f. : il. color., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.03%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Processo FAPESP: 2012/10903-5; Pós-graduação em Biologia Animal - IBILCE; To adjust to changes in the environment, animals can learn about the changes to help them modulate their behaviour as needed. Sometimes, however, changes in the social or the physical environment can generate fear states that trigger a physiological stress response which modifies an individual’s capacity to learn and can have a negative impact on the welfare of the animal. Social isolation, for example, besides being sressful for social animals, may provide less stimulation for these individuals. Here, we investigated whether social isolation impairs learning skills in a cichlid fish, Cichlasoma paranaense. Two treatments were compared, one with isolated individuals and another with dominant fish from a social group. The ability to associate a visual landmark with an accessible food reward was measured in a spatial task. Overall, fewer isolated fish were able to learn the task. The result was not because of a difference in general motivation to swim, feed, or explore the foraging options. The results indicate that social isolation for a normally social species of fish can impair learning; Para se ajustar a mudanças ambientais...

Relações sociais entre adolescentes : do face a face às redes virtuais; Social relationships among adolescentes : from face to face to social network

Viviane Aires de Aguirre Mearraoui
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
36.04%
Os meios digitais de comunicação estão em constante e intenso desenvolvimento nos últimos anos, gerando questionamentos de pesquisadores de diversas áreas do conhecimento a respeito das mudanças que provocam nas relações entre as pessoas e na sociedade de modo global. Entre os profissionais de psicologia existe uma preocupação relativa aos aspectos relacionados à subjetividade e às alterações nas relações interpessoais. Considerando o interesse na investigação desses questionamentos foi adotada a perspectiva histórico-cultural, que tem como foco central a experiência mediada por instrumentos e signos, entendendo que essa experiência mediada pode ser importante à compreensão do modo como esses meios digitais estão sendo utilizados. Foram abordados ainda, tópicos relativos às mudanças que novas tecnologias utilizadas para contatos sociais podem trazer ao desenvolvimento psicológico. No que se referiu às formas de contato pesquisadas (face a face, por voz e por escrito) foi abordada a questão dos materiais verbais, para-verbais e não verbais. O presente estudo teve como objetivo descrever e analisar adolescentes, com diferentes níveis de habilidades sociais, em contatos face a face, por voz e por escrito. O estudo foi realizado com adolescentes...

Inclusão digital : cada vez mais no centro da inclusão social; Digital inclusion : more and more in the center of social inclusion

Demo, Pedro
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
Discute-se no início o que seria inclusão social, questionando a tendência de reduzir inclusão social à inclusão marginal. O pobre é acomodado dentro do sistema, mas em sua margem. Esta é a tendência predominante na política social neoliberal. A seguir, discute-se a discriminação digital, em particular aquela agravada pela escola pública. De um lado, analisa-se a exclusão dos alunos mais pobres, mas, que são incluídos na margem, tendo em vista que as novas tecnologias penetram todas as partes do sistema. De outro, analisa-se a exclusão mais ampla alimentada pela escola que não sabe ler a realidade digital e por isso não forma os alunos nesta habilidade. O analfabetismo digital é visto como possivelmente o pior de todos os analfabetismos. A inclusão digital precisa incluir a habilidade de o excluído controlar sua inclusão. _______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This paper starts out by discussing what social inclusion could be, with the purpose of arguing about the tendency to reduce social inclusion to marginal inclusion. The poor is accommodated to the system, but in its margin. This is the prevailing tendency in neo-liberal social politics. Then, digital discrimination is discussed...

Responsabilidade Pessoal e Social no Desporto – estudo da relação da motivação intrínseca, competência, enjoyment, orientação motivacional e clima motivacional, em função dos géneros.

Loureiro, Diana
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.24%
Projeto de Investigação apresentado para a obtenção do grau de Mestre em Psicologia do Desporto e do Exercício ORIENTADORA: Professora Doutora Carla Chicau Borrego; RESUMO Atualmente, a probabilidade dos adolescentes se envolverem em comportamentos de risco é cada vez maior, o que leva à necessidade de intervir no sentido de os ajudar a serem bem-sucedidos durante a adolescência, juventude e enquanto adultos (Danish, 1997). O contexto desportivo é propício para uma educação informal, que pode contribuir para o desenvolvimento positivo, quer do jovem quer da comunidade (Santos & Gonçalves, 2012). Neste sentido, surgem os programas desportivos de intervenção psicológica com o intuito de desenvolver e melhorar as competências das crianças e jovens. Baseado no modelo de responsabilidade pessoal e social de Hellison, pretendemos realizar a adaptação e validação do instrumento Personal and Social Responsibility Questionnaire de Li, Wright, Rukavina e Pickering (2008); verificar se os participantes masculinos com maiores níveis de responsabilidade pessoal e social, apresentam maior motivação intrínseca...

Habilidade social e a teoria dos campos

Fligstein,Neil
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.39%
O problema da relação entre os atores e as estruturas sociais onde eles estão imersos é fundamental para a teoria sociológica. Este artigo sugere que o foco "neo-institucionalista" sobre os campos, domínios ou jogos proporciona uma visão alternativa para se pensar sobre esse problema com ênfase na construção de ordens locais. Este artigo critica o conceito de atores tanto na escolha racional quanto nas versões sociológicas dessas teorias. É desenvolvida, aqui, uma visão mais sociológica da ação, chamada de "habilidade social". A idéia de habilidade social se origina do interacionismo simbólico e é definida como a habilidade de induzir a cooperação dos outros. Essa idéia é elaborada para sugerir o quanto os atores são importantes na construção e na reprodução de ordens locais. Proponho mostrar como seus elementos já informam o trabalho existente. Ao final, demonstro como a idéia pode sensibilizar os acadêmicos para o papel dos atores no trabalho empírico.

Zulliger e habilidade social: evidências de validade no contexto empresarial

Grazziotin,Jucelaine Bier Di Domenico; Scortegagna,Silvana Alba
Fonte: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Curso de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.08%
O objetivo deste estudo foi verificar evidências de validade do Zulliger no Sistema Compreensivo ZSC, focalizando a variável relacionamento, em correlação ao Inventário de Habilidades Sociais IHS. Participaram 19 sujeitos, entre 18 e 43 anos, de uma loja de supermercado. Nos indicadores, destacam-se as correlações das variáveis GHR, H, GPHR, Sum H do ZSC com os fatores GIHS, F3 e F1 do IHS, e variáveis AG, PHR, Sum T com os fatores GIHS e F5. Os resultados contribuíram para asseverar a validade do Zulliger no âmbito empresarial, e comprovaram a presença de um bom relacionamento interpessoal entre os profissionais que trabalham no atendimento ao público, confirmando as expectativas do estudo.

Intencionalidade comunicativa: teorias e implicações para a cognição social infantil

Aquino,Fabíola de Sousa Braz; Salomão,Nádia Maria Ribeiro
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Programa de Pós-Graduação em Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.13%
Esse artigo explora a questão da intencionalidade comunicativa dos bebês e a aquisição dessa habilidade no primeiro ano de vida. Apresenta pontos de vista teóricos acerca dessa temática, pesquisas que assinalam a dimensão sociocomunicativa da linguagem, suas contribuições para a cognição social infantil, e o papel do adulto na coconstrução dessa habilidade. Destaca, ainda, a relação estreita entre intenção comunicativa e contextos triádicos, os diferentes pontos de vista acerca do momento evolutivo em que surgem tais habilidades e as nuances na investigação dos atos comunicativos infantis, principalmente quando tais atos incorporam o elemento intencional.

Contribuições da habilidade de atenção conjunta para a cognição social infantil

Aquino,Fabíola de Sousa Braz; Salomão,Nádia Maria Ribeiro
Fonte: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá Publicador: Departamento de Psicologia - Universidade Estadual de Maringá
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.3%
O objetivo desse artigo é demonstrar a importância da habilidade da atenção conjunta e suas repercussões na cognição social e na aquisição da linguagem. Defende-se especificamente a ideia de que, no primeiro ano de vida, os bebês desenvolvem, através de atividades compartilhadas e da inserção na cultura, uma forma de comunicação intencional, alicerçada nas primeiras trocas intersubjetivas estabelecidas com adultos. Os debates em torno dessa temática recaem em pontos de vista divergentes. Discute-se, nesse aspecto, qual seria o marco evolutivo a partir do qual a criança se tornaria capaz de estabelecer períodos de atenção conjunta, bem como o momento em que tal habilidade estaria consolidada. Ressalta-se a necessidade de estudos que investiguem a atenção conjunta no primeiro ano de vida da criança, objetivando uma maior compreensão dessa habilidade, dadas as suas implicações no desenvolvimento comunicativo e da linguagem.

Análise comportamental de obesos mórbidos e de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica

de Carvalho Cavalcante, Renata; Rejane Ramos Alves de Aguiar, Cilene (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.35%
A obesidade é considerada um dos problemas de saúde pública mais relevante nas sociedades modernas, na medida em que constitui um fator de risco preponderante para o desenvolvimento de diversas doenças. Dentre os métodos de tratamento da obesidade mórbida a cirurgia bariátrica é o mais efetivo, sendo utilizada para o emagrecimento e resgate da saúde. O impacto da obesidade e da cirurgia bariátrica na vida dos indivíduos tem sido alvo de diversas investigações. Em muitos casos, a situação de obesidade e o emagrecimento súbito podem levar a alterações comportamentais, tais como: distorção com relação à imagem corporal, sintomas depressivos, ansiedade e dificuldades com relação à interação social. O presente estudo teve como objetivo avaliar imagem corporal, depressão, ansiedade e habilidade social em pacientes obesos mórbidos (Grau III) que estão à espera da cirurgia bariátrica e aqueles já submetidos ao procedimento cirúrgico. Participaram do estudo 30 pacientes, sendo 15 obesos mórbidos e 15 póscirúrgico, predominantemente do sexo feminino, que responderam a Escala de Desenhos de Silhuetas, o Inventário de Depressão de Beck (BDI), o Inventário de Ansiedade de Beck (BAI) e o Inventário de Habilidade Social (IHS). Com relação à imagem corporal...

O gato doméstico (Felis catus) responde à sinais gestuais? possíveis implicações do convívio social

Melo, Silvia Beatriz Fonseca de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Psicobiologia; Estudos de Comportamento; Psicologia Fisiológica
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.33%
The cats (Felis catus) were domesticated about 9,500 years ago due to the advent of agriculture, being used to control the pests that devastated the food harvested. These animals went through an artificial selection and over generations and millennia had their behavior and morphology changed by humans. This process of domestication by man gave rise to a special ability, the understanding of human pointing gestures, clearly noticed while we feed our pets. Our goal in this study was to assess the comprehension of pointing gestures by cats and also verify the influence that social interactions exerts on the development of this ability. We found that experimental subjects from both groups, solitary animals and social animals, were able to follow human indication in order to find hidden food. However, social interaction had no effect on cats performances. The ability tested here probably evolved during the process of domestication of this species, and social interaction seems to exert little or no influence upon its expression; AOs gatos (Felis catus) foram domesticados há cerca de 9.500 anos devido à agricultura, onde eram utilizados no combate às pragas que assolavam os alimentos colhidos. Esses animais passaram por uma seleção artificial e ao longo das gerações e milênios tiveram seus comportamentos e morfologia modificadas pelos humanos. O processo de domesticação pelo homem fez surgir uma habilidade em especial...

Bases atencionais do raciocínio emocional infantil em contextos sociais

Reis, Aline Henriques
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.21%
Estudos sobre raciocínio emocional e raciocínio emocional baseado no modelo dado pelos pais encontraram que a resposta emocional de medo em crianças avaliadas a partir da tarefa experimental de julgamentos da periculosidade de scripts ocorre tanto em relação à informação de perigo quanto à informação de segurança neles contidas. Entretanto o viés atencional (processo psicopatológico que implica na seleção de informações distorcidas) tem sido investigado separadamente do raciocínio emocional. Dessa forma, este trabalho objetivou avaliar as características do raciocínio emocional de crianças através do julgamento de scripts que apresentavam contextos sociais mediados pelos pais ou por pares da mesma idade e correlacionar o desempenho desta tarefa com o nível de habilidade social medido através do Sistema Multimídia de Habilidades Sociais e com o desempenho na tarefa de atenção seletiva do tipo Stroop emocional. Para tanto, foram avaliadas crianças de 7 a 12 anos de uma escola particular da cidade de Uberlândia (N=59) para testar a hipótese de que o raciocínio emocional na infância é um fenômeno natural do desenvolvimento emocional e cognitivo. Para a análise dos dados foram utilizados testes paramétricos de análise de variância e de correlações das medidas avaliadas. Os resultados mostraram a ocorrência do raciocínio emocional e raciocínio emocional baseado no modelo dado pelos pais...

Colaboração em ambientes inteligentes de aprendizagem mediada por um agente social probabilístico; Collaboration in intelligent learning environments supported by a probabilistic social agent

Boff, Elisa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.04%
Este trabalho propõe um modelo probabilístico de conhecimento e raciocínio para um agente, denominado Agente Social, cujo principal objetivo é analisar o perfil dos alunos, usuários de um Sistema Tutor Inteligente chamado AMPLIA, e compor grupos de trabalho. Para formar estes grupos, o Agente Social considera aspectos individuais do aluno e estratégias de formação de grupos. A aprendizagem colaborativa envolve relações sociais cujos processos são complexos e apresentam dificuldade para sua modelagem computacional. A fim de representar alguns elementos deste processo e de seus participantes, devem ser considerados aspectos individuais, tais como estado afetivo, questões psicológicas e cognição. Também devem ser considerados aspectos sociais, tais como a habilidade social, a aceitação e a forma em que as pessoas se relacionam e compõem seus grupos de trabalho ou estudo. Sistemas Tutores Inteligentes, Sistemas Multiagente e Computação Afetiva são áreas de pesquisa que vem sendo investigadas de forma a oferecer alternativas para representar e tratar computacionalmente alguns destes aspectos multidisciplinares que acompanham a aprendizagem individual e colaborativa. O Agente Social está inserido na sociedade de agentes do portal PortEdu que...

O reconhecimento das expressões faciais como uma habilidade relacional

Grebot, Ivan Bouchardet da Fonseca
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.18%
O caráter relacional da atuação do profissional de Psicologia no contexto clínico exige, do mesmo, determinadas habilidades do repertório social, modeladas para o uso específico neste contexto. Assim, parte-se da pressuposição que alunos concluintes, em função do treino, presente no curso da graduação, poderiam discriminar nuances de fala, e também, comportamentos de expressão emocional. Para avaliar se isso ocorre, este trabalho foi dividido em dois Estudos. O Estudo I teve como objetivo determinar, dentre três tipos de ficha de resposta e de projeção de imagem de expressão facial (foto e/ou vídeo), qual seria o melhor instrumento para avaliar a acurácia de resposta de alunos de Psicologia para a identificação de expressões faciais de emoções básicas. O Estudo II, utilizando-se do melhor instrumento obtido no Estudo I, objetivou avaliar a diferenciação entre ingressantes e concluintes do curso de Psicologia quanto à capacidade de discriminar expressões faciais, bem como identificar quais expressões teriam maior índice de erro na identificação. Para tanto, no Estudo I, avaliaram-se os instrumentos (ficha A, B e C) de investigação e os diferentes tipos de projeção. Os resultados deste estudo indicaram a ficha C como o modelo mais adequado para ser usado como instrumento de coleta de dados. No Estudo II...

Inclusão Digital - cada vez mais no centro da inclusão social

Demo, Pedro
Fonte: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia Publicador: Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion;
Publicado em 25/03/2006
Relevância na Pesquisa
36.17%
Discute-se no início o que seria inclusão social, questionando a tendência de reduzir inclusão social à inclusão marginal. O pobre é acomodado dentro do sistema, mas em sua margem. Esta é a tendência predominante na política social neoliberal. A seguir, discute-se a discriminação digital, em particular aquela agravada pela escola pública. De um lado, analisa-se a exclusão dos alunos mais pobres, mas, que são incluídos na margem, tendo em vista que as novas tecnologias penetram todas as partes do sistema. De outro, analisa-se a exclusão mais ampla alimentada pela escola que não sabe ler a realidade digital e por isso não forma os alunos nesta habilidade. O analfabetismo digital é visto como possivelmente o pior de todos os analfabetismos. A inclusão digital precisa incluir a habilidade de o excluído controlar sua inclusão. Acesso ao texto completo (PDF)

Habilidades sociais: fator de proteção contra transtornos alimentares em adolescentes

Uzunian,Laura Giron; Vitalle,Maria Sylvia de Souza
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.19%
Resumo O objetivo desse estudo foi revisar a literatura a cerca da relação entre transtornos alimentares e habilidades sociais em adolescentes. Pesquisou-se as bases de dados Medline, SciELO e Lilacs, cruzando os descritores “transtornos alimentares”, “anorexia nervosa”, “bulimia nervosa” e “comportamento alimentar”, com os descritores “psicologia social” e “isolamento social”, e com as palavras chave “competência social”, “habilidade social” e “relação interpessoal”. Incluiu-se estudos com adolescentes, nos idiomas português, inglês e espanhol, e publicações realizadas entre os anos de 2007 a 2012. A busca resultou em 63 artigos, sendo incluídos 50 nesta revisão. A maioria dos estudos foi conduzido no Brasil e nos Estados Unidos. Do total, 43 eram artigos originais. Os estudos visavam compreender como o estado emocional poderia influenciar no estabelecimento dos transtornos alimentares, assim como as relações interpessoais e a relação entre os pares. Os artigos também discutiram a influência da mídia e da sociedade neste processo. A partir da análise dos estudos, observou-se que quanto maior o repertório de habilidades sociais dos adolescentes...