Página 1 dos resultados de 6408 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Correlação entre a presença do HPV na boca e no colo uterino de pacientes com sorologia positiva e negativa para o HIV; Correlation between oral and cervical human papillomavirus infection in HIV+ and HIV- patients

Lima, Marina de Deus Moura de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
A infecção genital pelo papilomavírus humano (HPV) corresponde a uma das doenças sexualmente transmissíveis mais frequentes no mundo. Uma preocupação dos pacientes que apresentam HPV na região anogenital diz respeito à possibilidade de disseminação desse vírus para outras partes do corpo. O objetivo geral desse estudo foi avaliar a possível correlação existente entre infecções pelo HPV na mucosa oral e no colo uterino em mulheres com sorologias positiva e negativa para o HIV. Pretendeu-se, também, identificar variáveis clínicas, demográficas e laboratoriais associadas à infecção oral pelo HPV. A amostra foi constituída por 200 pacientes do gênero feminino, sendo 100 com sorologia positiva para HIV (grupo 1) e 100 com sorologia negativa para HIV (grupo 2). As pacientes foram incluídas consecutivamente no Centro de Referência e Treinamento em DST-AIDS entre abril de 2008 a maio de 2009. Todas as pacientes assinaram um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido e responderam a uma ficha com questionamentos sobre hábitos e comportamento sexual. Além disso, tiveram as cavidades oral e ginecológica examinadas, sendo que células superficiais de ambos os locais foram coletadas e avaliadas pela captura híbrida 2 e pela citologia em base líquida. Para comparação de variáveis qualitativas...

Infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV) em homens soropositivos e negativos ao HIV: persistência e relação histológica de lesões clínicas e subclínicas; Human Papillomavirus (HPV) infection in HIV positive and negative men: analysis of HPV persistence and histological findings in clinical and sub-clinical lesions

Silva, Roberto José Carvalho da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
INTRODUÇÃO: Co-infecção HPV / HIV altera história natural das infecções por HPV, aumentando o risco de verrugas e neoplasias malignas do trato ano-genital. Há, no entanto, escassez de estudos de coorte envolvendo HPV no pênis dessa população. MÉTODOS: Estudo longitudinal, não probabilístico, com 144 homens de 18 e 70 anos de idade, sendo 72 HIV positivos e 72 HIV soronegativos, parceiros de mulheres com patologia associada a infecção pelo HPV. O estudo foi conduzido numa clínica pública de doenças de transmissão sexual em São Paulo (CRT-DST/AIDS), entre fevereiro de 2004 a março de 2005. Os participantes do estudo foram acompanhados por 180 dias para avaliar a persistência, a aquisição e a eliminação do DNA de HPV nos esfregaços penianos por meio da PCR. Este estudo também visou: Correlacionar os aspectos clínicos das lesões genitais com a histologia e a presença de DNA HPV; Comparar a aquisição, persistência, eliminação e ausência da infecção pelo HPV com a carga viral plasmática do HIV, contagem de células T CD4 e uso de terapia anti-retroviral (HAART). RESULTADOS: Não houve associação estatisticamente significativa nos dois grupos em relação a persistência, eliminação, aquisição ou mesmo ausência de HPV durante o seguimento. O grupo HIV positivo apresentou uma maior freqüência dos tipos oncogênicos de HPV em relação ao grupo HIV negativo (P = 0...

Diferenças Estruturais e "Docking" Receptor-Ligante da Proteína E7 do Vírus do Papiloma Humano (HPV) de Alto e Baixo Riscos para o Câncer Cervical.; Structural Differences and Receptor-Ligand Docking of E7 Protein from Human Papillomavirus (HPV) of High and Low Risk for Cervical Cancer.

Nicolau Junior, Nilson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
O câncer cervical afeta milhões de mulheres em todo o mundo a cada ano. A maioria dos casos de câncer cervical é causada pelo vírus do papiloma humano (HPV) que é sexualmente transmissível. Cerca de 40 tipos de HPV infectam o colo do útero e estes são designados como sendo de alto ou de baixo risco com base no seu potencial para provocar lesões de alto grau e câncer. A oncoproteína E7 do HPV está diretamente envolvida no aparecimento de câncer de colo do útero. Esta se associada com a proteína pRb e outros alvos celulares que promovem a imortalização celular e carcinogênese. Apesar de muito progresso nos estudos sobre os HPVs de alto risco, ainda não existe uma terapêutica adequada para o tratamento das lesões e câncer causados por este vírus. Este trabalho teve como objetivo entender as diferenças estruturais entre E7 de alto e baixo risco e sugerir, através de análises de bioinformática, possíveis sítios de ligação e inibidores para a E7. Esta é a primeira descrição da modelagem e análise de dinâmica molecular de quatro estruturas tridimensionais completas da E7 dos tipos de alto risco (HPV tipos 16 e 18), de baixo risco (HPV tipo 11) e não relacionadas ao câncer cervical (HPV tipo 1A). Os modelos foram construídos por uma abordagem híbrida usando modelagem por homologia e ab initio. Os modelos foram usados em simulações de dinâmica molecular por 50 ns...

Resposta imune in vitro aos antígenos de Papilomavírus Humano (HPV) em homens na cidade de São Paulo, Brasil; In vitro immune response to antigens of human papillomavirus (HPV) in men of Sao Paulo, Brasil

Costa, Fernando Augusto Miranda da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.17%
Introdução: O Papilomavírus Humano está muito bem associado com diversos tipos de cânceres humanos, como câncer anogenital e oral. Alguns estudos demonstram que o aparecimento de lesões e a progressão para o câncer estão relacionados ao tipo de resposta imune do hospedeiro. Deste modo, evidências indicam que a resposta imune do hospedeiro tem um papel muito importante para o curso da infecção pelo HPV. Objetivo: Avaliar a resposta imune específica in vitro ao Papilomavírus Humano (HPV) em homens com lesões causadas por HPV e sem lesão por HPV. Material e Métodos: Foram recrutados 31 pacientes e 11 voluntários, que formaram 4 grupos de estudo; sendo 12 pacientes no Grupo A (HIV +/ HPV +); 09 pacientes no Grupo B (HIV-/HPV+); 10 pacientes no Grupo C (HIV+/ HPV-); e 11 indivíduos saudáveis no Grupo D (HIV-/HPV-). Foram realizados ensaios de cultura celular para mensurar a resposta celular específica "in vitro" do tipo Th1/Th2/Th17 (INF-y, IL-2, TNFalfa, IL-4, IL-10 e IL-17) sob o estímulo da vacina quadrivalente do HPV (HPV 6, 11, 16 e 18) e à proteína E7 de HPV-16. Resultados: O grupo coinfectado (HIV +/ HPV+) apresentou níveis mais elevados de citocinas, principalmente do perfil Th2, comparando-se com os dados dos demais grupos de estudo. O grupo coinfectado apresentou níveis elevados de IL-6 e IL-10 (Perfil Th2) em relação ao grupo controle (HIV-/HPV-)...

Estudos sobre a expressão do Papilomavírus Humano (HPV): avaliação comparativa sobre lesões cervicais, sangue periférico e retinoblastomas.; Studies on the expression of the Human Papillomavirus (HPV): comparative assessment in cervical lesions, peripheral blood and retinoblastomas.

Pessoa, Nara Diniz Soares
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/02/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
O HPV tem sido relacionado a diversos tipos de câncer, inclusive o cervical e o retinoblastoma. Este trabalho visa estudar a atividade viral pelo perfil clastogênico e expressão protéica em mulheres e crianças atendidas em Pernambuco. Amostras cervicais, de sangue periférico e retinoblastomas foram analisadas, sendo trinta e quatro mulheres e 7 crianças avaliadas. A detecção viral foi realizada por PCR e o HPV foi detectado em 29 mulheres (85,3%), com o tipo HPV-16 mais frequente. Através da imunoistoquímica e hibridização foi possível detectar o HPV em 6 crianças e as proteínas E1+E4, L1 e E6 foram evidenciadas nos tecidos em diversas regiões do olho, sugerindo atividade viral na amostra. Além disso, danos no material genético de mulheres com HPV foram envidenciados pelo ensaio cometa, sendo encontrada uma diferença estatística significante entre linfócitos em cultura de pacientes HPV-positivas comparadas àquelas HPV-negativas. Os dados trazem questionamentos sobre a presença de HPVs oncogênicos em tumores infantis e sua possível transmissão e mais evidências sobre os danos observados no DNA dos hospedeiros como consequência da presença e atividade virais.; HPV has been linked to several cancers, including cervical and retinoblastoma. This work aims at to verify the viral activity by clastogenic profile and protein expression in women and children served in Pernambuco. Cervical samples...

Avaliação da expressão da BubR1 em carcinomas orais de células escamosas e lesões orais benignas associadas à infecção pelo Papilomavírus humano (HPV); Evaluation of BubR1 expression in oral squamous cell carcinomas and benign oral lesions associated with human Papilomavirus (HPV) infection

Lira, Régia Caroline Peixoto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
O carcinoma oral de células escamosas (OSCC Oral Squamous Cell Carcinoma) é o câncer de cabeça e pescoço mais comum. Somente no Brasil, foram estimados 14.160 novos diagnósticos para o ano de 2009. O HPV está associado com o aumento no risco do câncer oral, mas seu papel na carcinogênese ainda é controverso. A BubR1, uma proteína importante para o checkpoint de fuso mitótico (SAC Spindle Assembly Checkpoint), tem sido associada com algumas proteínas codificadas por espécies virais e com o câncer. O objetivo do presente estudo foi avaliar a expressão de BubR1 em lesões orais benignas e amostras de OSCC com e sem metástase associadas com infecção pelo HPV. Nós realizamos imunoistoquímica para BubR1 em 16 biópsias de lesão oral benigna e em 70 biópsias de OSCC divididas em três grupos (tumores in situ, tumores invasivos sem metástase e tumores invasivos com metástase), com os respectivos linfonodos das amostras com metástase. A técnica de Nested PCR foi realizada com finalidade de detectar DNA do HPV. Nas lesões malignas, foi observada uma significante superexpressão de BubR1 associada com menor sobrevida (p = 0.0479). Houve também correlação significante (r = 1.000) de BubR1 entre as lesões com metástase e seus respectivos linfonodos. Noventa por cento dos OSCC e 100% das lesões benignas foram HPV positivos. HPV 16 e HPV 18 foram detectados em...

Resposta específica aos antígenos da vacina anti-HPV em homens infectados pelo HIV-1; Specific response to antigens of the anti-HPV vaccine in men infected with HIV-1

Fontes, Adriele Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
Introdução: A infecção pelo Papiloma Virus Humano (HPV) vem sendo reportada como uma das doenças sexualmente transmissíveis com maior incidência na atualidade, porém a sua prevalência não é bem esclarecida em homens, principalmente devido a baixa presença de sintomas. Além disso, poucos estudos foram realizados nesta população até o momento para verificar a resposta imune pós-vacinação. As hipóteses testadas serão fundamentais para aprofundar o conhecimento da imunopatogênese, da resposta vacinal em pacientes infectados pelo HIV e colaborar no desenho e estratégias de vacinação anti-HPV na população infectada pelo HIV Objetivos: Analisar a resposta específica aos antígenos da vacina anti-HPV em homens infectados pelo HIV. Métodos: Um total de 24 pacientes infectados pelo HIV que preencheram os critérios de inclusão durante o período de coleta foram vacinados pela vacina anti-HPV bivalente em três doses nos períodos: zero, dois e seis meses. Os grupos foram divididos em: Grupo Controle (Cinco indivíduos sadios, com sorologia negativa para HIV); Grupo A (Nove pacientes com CD4 <500 celulas mm³); Grupo B (10 pacientes com CD4 >=500 celulas mm³). Foram realizados ELISA para a detecção de anticorpos Anti-HPV nos momentos pré e pós-vacinação nos grupos estudados; posteriormente realizamos nos mesmos o ensaio de cultura celular para detecção de citocinas (IFN?...

Associação entre polimorfismos de genes do sistema imunológico (IL-10, TNF-a) e a infecção por HPV nos diferentes graus de lesões cervicais

Igansi, Cristine Nascente
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
Estudos epidemiológicos e moleculares têm sugerido que o HPV é o principal fator de risco para o desenvolvimento de lesões malignas na cérvice uterina. E, sendo o número de infecções extremamente maior do que o número de casos de câncer cervical, este fato nos leva à investigação de outros fatores associados, como por exemplo, a predisposição imunológica do hospedeiro. Este estudo tem como objetivo avaliar a associação dos polimorfismos (-1082A/G) e (-308 A/G), localizados nos genes da IL-10 e TNF-α, respectivamente, com a infecção genital pelo Papilomavírus Humano (HPV), incluindo os tipos oncogênicos HPV-16, 18 e 31, visto que, estas citocinas são moléculas importantes na resposta imune contra infecções virais. Trata-se de um estudo de casos e controles. O grupo controle foi composto por 211 mulheres, que apresentavam resultado negativo para infecção genital por HPV, identificada através da técnica de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) e exame citopatológico sem alterações. Já os casos, corresponderam a 84 mulheres com infecção genital por HPV e resultado anatomopatológico alterado. A técnica de amplificação refratária de mutações (ARMS-PCR) foi utilizada para a identificação dos polimorfismos. Regressão logística múltipla foi utilizada para verificar a associação das variáveis estudadas com o desfecho (infecção genital pelo HPV).O cálculo de Equilíbrio de Hardy-Weinberg foi utilizado para verificar se as freqüências alélicas e gentotípicas observadas estão de acordo com as esperadas na população em estudo. Para os resultados de IL-10...

Prevalência de HPV na saliva da população da clínica dentária universitária da UCP-Viseu

Galo, Alexandra de Almeida
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Introdução: Os vírus do papiloma humano (HPV) são uma família de vírus de DNA não envelopados associados principalmente ao cancro do colo do útero. Contudo, há dados epidemiológicos que sugerem que o HPV desempenha um papel importante como fator de risco no desenvolvimento de cancro orofaríngeo não só como modulador do processo de malignização em tumores orofaríngeos induzidos por álcool e tabaco mas também como fator oncogénico primário na indução da carcinogénese entre não fumadores e não alcoólicos. Torna-se evidente a necessidade de mais estudos de prevalência de HPV oral entre indivíduos saudáveis no sentido de conhecer a sua distribuição e diversidade na população em geral. Deste modo, o objetivo deste estudo é precisamente realizar um rastreio em adultos saudáveis no sentido de aferir a prevalência de HPV oral em pacientes da Clínica Dentária Universitária. Métodos: Procedeu-se à seleção de 40 pacientes saudáveis da Clinica Dentária Universitária UCP-Viseu dos quais foram recolhidas amostras de saliva e epitélio oral dos bordos laterais da língua. Realizou-se então a extração de DNA das amostras, o qual foi analisado quanto à presença de HPV por PCR (Polimerase Chain Reaction). Os fragmentos obtidos foram sequenciados de forma a confirmar a presença do vírus e a determinar a que tipo de HPV pertencem. Resultados: Nas amostras recolhidas algumas revelaram a presença de fragmentos amplificados suspeitos de poder corresponder à presença de HPV na saliva. No entanto...

HPV : devem os rapazes ser vacinados?

Coloma, Joana Isabel Ferreira
Fonte: Universidade Nova de Lisboa. Escola Nacional de Saúde Pública Publicador: Universidade Nova de Lisboa. Escola Nacional de Saúde Pública
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
RESUMO - A infecção por Vírus do Papiloma Humano (Human Papillomavirus - HPV) é uma das doenças de transmissão sexual mais frequentes em todo o mundo. A descoberta de que esta infecção é responsável pelo carcinoma do colo do útero impulsionou o desenvolvimento de vacinas contra o HPV. Em Portugal, a vacina tetravalente contra o HPV faz parte do Plano Nacional de Vacinação, sendo administrada apenas a raparigas aos 13 anos de idade como medida profiláctica do carcinoma do colo do útero. Nos Estados Unidos da América, em Dezembro de 2010, a Food and Drugs Administration (FDA) aprovou o uso da vacina tetravalente na prevenção de lesões pré-cancerígenas e cancerígenas do ânus, tanto em rapazes como em raparigas, dos 9 aos 26 anos. A 25 de Outubro de 2011, o Advisory Committee on Immunization Practices (ACIP) recomendou que todos os rapazes de 11 e 12 anos sejam vacinados contra o HPV com a vacina tetravalente. Partindo desta realidade, o que se pretende com o presente trabalho é compilar evidência científica suficiente que permita ponderar mais aprofundadamente acerca das implicações, a partir de dados epidemiológicos e económicos, de se vacinar ou não os rapazes contra o HPV em Portugal. Em primeiro lugar recolheu-se evidência científica acerca da relação entre a infecção por HPV e o desenvolvimento de carcinomas de diversas regiões anatómicas. Em segundo lugar compilaram-se dados epidemiológicos sobre a incidência e sobrevivência associada aos diferentes tipos de tumores potencialmente associados à infecção por HPV...

Production and Characterization of Human Papillomavirus (HPV) Virus-like Particles (VLPs): Novel Diagnostic Reagents and Vaccine Candidates For Genital HPV Disease

Rose, Robert Charles
Fonte: Universidade de Rochester Publicador: Universidade de Rochester
Tipo: Tese de Doutorado
ENG
Relevância na Pesquisa
37.12%
Human papillomaviruses (HPVs) cause warts and have also been associated closely with human malignancies. Little is known of HPV immunology, as standardized sources of antigen are not available to conduct immunologic studies. To provide a source of HPV capsid antigenic material with native conformation, L1 major capsid protein coding sequences of several HPV types were expressed in insect cells. Virus-like particles (VLPs) were identified by electron microscopy in the nucleus and cytoplasm of recombinant-infected cells. Immunologic characterizations of recombinant VLPs, using defined rabbit antisera, indicated that conformational epitopes present in native infectious HPV-11 virions were also present on baculovirus-produced HPV-11 L1 VLPs. Anti-HPV-11 VLP rabbit antibodies were tested in the athymic mouse HPV-11 infection model and found to neutralize viral infectivity. Purified VLPs used in an ELISA immunoassay detected specific antibodies in the sera of patients with anogenital warts. Results from the VLP ELISA correlated closely with results obtained using HPV-11 whole virions as antigen. VLP antigenic specificities were investigated by an ELISA immunoassay in which rabbit antisera raised against HPV-11 whole virions, and HPV-11...

Estudo da detecção do DNA do papiloma vírus humano (HPV) e da expressão imuno-histoquímica de proteína do ciclo celular no carcinoma epidermóide oral

Soares, Rosilene Calazans
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Patologia Oral; Odontologia Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Patologia Oral; Odontologia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.13%
Oral squamous cell carcinoma (OSCC) is the most common malignancy in oral cavity and human papillomavirus (HPV) may have an important role in its development. The aim of this experiment was to investigate the HPV DNA and viral types in 90 cases of OSCC. Moreover, a comparative analysis between the cases of OSSC with and without HPV DNA was performed by using cell cycle markers p21 and pRb in order to detect a possible correlation of these proteins and HPV infection. DNA was extracted from paraffin embedded tissue and amplified by PCR (polymerase chain reaction) with primers PCO3+ e PCO4+ for a fragment of human β-globin gene. After this procedure, PCR for HPV DNA detection was realized using a pair of generic primers GP5+ e GP6+. Immunohistochemical study was performed by streptoavidin-biotin technique and antibodies against p21 and pRb proteins were employed. Eighty-eight cases were positive for human β-globin gene and HPV DNA was found in 26 (29.5%) of then. It could not be detected significant correlation between HPV and age, sex and anatomical sites of the lesion. The most prevalent viral type was HPV 18 (80.8%). Regarding the immunohistochemical analysis, it was detected significant association between HPV presence and pRb immunoexpression (p=0...

Prevalência de tipos específicos de Papilomavírus humano (HPV) e relação com a severidade da lesão cervical em mulheres com exame citopatológico anormal; Prevalence of specific types of Human papilomavirus (HPV) and related to the severity of cervical lesions in women with abnormal Pap smear

RIBEIRO, Andrea Alves
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Medicina Tropical; Medicina Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Medicina Tropical; Medicina
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.18%
Human papillomavirus (HPV) is considered the central etiological agent involved in the genesis of cervical cancer. The HPV viruses are classified according to their biological niche, oncogenic potential and phylogenetic position. According to the criteria established by the International Committee on Taxonomy of Viruses (ICTV), the various groups of human papillomaviruses that infect the female genital tract are classified phylogenetically in the Alphapapillomavirus genus, including species classified among phylogenetic species 1 and species 15. The main high risk HPV are classified in species 9 (HPV 16, 31, 33, 35, 52, 58, 67), and in species 7 (18, 39, 45, 59, 56, 66, 68 and 70). HPV 16 is the most prevalent type irrespective of diagnosis, principally in more severe lesions. Coinfection with multiple-types HPV is a common finding of many molecular studies. Some HPV types might interact or act synergistically to induce progression. Few studies have investigated the interactions of viral genotypes or species in multiple-type HPV infections. Therefore, the objective of this study was to evaluate the effect of single or multiple-types HPV infections considering also the phylogenetic groups on the prevalence and severity of cervical intraepithelial neoplasia (CIN) among women undergoing colposcopy following a abnormal cervical smear. Methodology: In this analysis...

Infec????o por HPV e polimorfismos nos genes TP53 e MDM2 em mulheres HIV positivas e negativas; Infec????o por HPV e polimorfismos nos genes TP53 e MDM2 em mulheres HIV positivas e negativas

ENTIAUSPE, Ludmila Gon??alves
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Biotecnologia; Programa de P??s-Gradua????o em Biotecnologia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Biotecnologia; Programa de P??s-Gradua????o em Biotecnologia; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
Estimates show that approximately 80% of sexually active women will be infected by the Human Papillomavirus (HPV) in some point of their life course, and HPV DNA has been found in 99,7% of cervical cancer (CC) cases. Thus, several factors may contribute to CC development, including co-infections with Human Immunodeficiency Virus (HIV), as well as genetic factors, including TP53 and MDM2 polymorphisms. Some authors have associated CC development risk, among women infected with oncogenic HPV strains, with the Arg72Pro TP53 SNP. The MDM2 protein plays an important role in p53 protein regulation and, thus, a MDM2 SNP referred as SNP309 may also be implicated in CC risk in association with high-risk HPV genotypes. The present work aimed at determining the frequencies of HPV infection and identification of its genotypes, as well as the frequencies of the SNPs Arg72Pro and SNP309 and their associations with CC risk in female HIV-positive and negative populations in the city of Pelotas. It has been observed a prevalence of HPV infection of 30% among HIV-negative women, and 68% in the positive group. The HPV-16 genotype was the most prevalent in the HIV-negative group, and HPV-6 in the positive group. Among HPV-positive women, the TP53 Arg/Arg genotype was the most prevalent in both HIV groups...

Klinische Relevanz des HPV-Tests in der Vorsorge des Zervixkarzinoms - Auswirkungen des HP-Virennachweises auf Patientinnen und deren Leben; Clinical relevance of HPV-test within the precaution of cervical carcinoma - Effects of HP-Virus detection on patients and their lives

Issler, Carola Christina
Fonte: Universidade de Tubinga Publicador: Universidade de Tubinga
Tipo: Dissertação
DE_DE
Relevância na Pesquisa
37.15%
Das Zervixkarzinom ist meistens mit einer Infektion von humanen Papillomaviren assoziiert. Die Prävalenzrate von HPV-Infektionen in der Bevölkerung liegt bei bis zu 53%. Allerdings verlaufen die meisten Infektionen latent, nur wenige Frauen weisen klinische Zeichen wie z.B. Dysplasien oder Kondylomata acuminata auf. In Deutschland wird die Einführung eines HPV-Tests als Screening-Methode im Krebsvorsorgeprogramm der Frauen diskutiert. Ziel der vorgelegten Arbeit war es, die Auswirkungen einer verbesserten Vorsorge (HPV-Test) auf das Leben HPV-positiv getesteter Frauen darzustellen, und in Deutschland mögliche Strukturen, die den Bedürfnissen und Ängsten der Frauen gerecht werden können, aufzuzeigen. Für diese Pilotstudie wurden die Daten und der eigens dafür erstellte Fragebogen von 127 HPV-positiven Patientinnen des universitären Dysplasiezentrums Tübingen ausgewertet. Es ergaben sich folgende Kernergebnisse: 1. Nur 15% der befragten Patientinnen hatten vor der Feststellung ihrer Infektion mit Papillomviren Kenntis von HPV, und 60% der Frauen hatten zum Zeitpunkt der Befragung noch keine Ahnung, wie sie sich eine HPV-Infektion zuziehen konnnten. 2. 72,4% des Patientinnenkollektivs war nach der Mitteilung der Diagnose der HPV-Infektion beunruhigt und fast ein Drittel der Frauen sogar schockiert. 3. Insgesamt haben 68...

Fatores dietéticos e persistência da infecção por HPV em homens; Dietary factors and persistence of HPV infection in men [Dissertation]. São Paulo

Lopes, Raissa do Vale Cardoso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
Introdução: Entre as doenças sexualmente transmissíveis (DST), infecções por papilomavírus humano (HPV) são muito comuns. Apesar de frequentemente transitória, quando há persistência da infecção podem surgir lesões que, se não tratadas, podem progredir para o câncer. A disseminação do HPV tende a ser universal entre indivíduos sexualmente ativos, sendo que o homem, além do risco de câncer anal, peniano e da orofaringe, pode ser importante propagador do vírus entre mulheres. No entanto, pouco se sabe a respeito da prevalência, incidência e remissão de infecções por HPV em homens. Os alimentos e nutrientes poderiam influenciar a progressão do câncer afetando a susceptibilidade à infecção, alterando o estado nutricional, atuando na probabilidade da infecção se tornar persistente e na progressão a lesões neoplásicas, além de alterar a estabilidade e reparo do DNA. Objetivo: Investigar a relação entre nutrientes selecionados e a infecção persistente por HPV em homens. Métodos: Foram utilizados dados secundários de 1248 indivíduos de 18 a 70 anos e que responderam a um Questionário de Frequência Alimentar (QFA), obtidos da coorte brasileira de estudo sobre HPV em homens. O QFA foi desenvolvido e validado para a população do estudo...

A Novel Mechanism for Human Papillomavirus Mediated Tumorigenesis: Examining a Role for HPV E6 Protein in CYLD Mediated NF-kappaB Activation

Shaw, Charlie
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Dissertação Formato: 2171294 bytes; application/pdf
Publicado em //2009 EN_US
Relevância na Pesquisa
37.15%

Human papillomavirus (HPV) infection of mucosal epithelium by `high-risk' HPV types has a prominent role in the development of anogenital intraepithelial neoplasias and carcinomas. Human epithelial cells transformed with the HPV E6 oncoprotein survive even under conditions that normally lead to cell apoptosis. This phenomenon has been attributed to HPV E6's ability to promote the degradation of the tumor suppressor protein p53. More recently, it has been demonstrated that HPV E6 contributes to activation of the NF-kB pathway. NF-kB is a transcription factor involved in the regulation of genes associated with cellular proliferation, apoptosis and inflammatory responses. In addition to p53 suppression, HPV E6 modulation of NF-kB activation presents another mechanism for HPV-driven tumorigenesis. However, it was not known how HPV E6 promotes NF-kB pathway activation. To address how HPV E6 leads to NF-kB activation, we identified an association between HPV E6 and the human cylindromatosis gene product (CYLD). CYLD is an endogenous inhibitor of canonical NF-kB activation. We showed that HPV E6 proteins could precipitate CYLD in vitro using a co-immunoprecipitation assay. Demonstrating that HPV E6 and CYLD proteins bind each other raised the possibility that this binding relationship would have a functional effect upon the NF-kB pathway by altering CYLD-mediated suppression of NF-kB activation. To identify HPV E6 functional relationship with CYLD and to determine how HPV E6 activates the NF-kB pathway...

Molecular detection of HPV 16 and 18 in cervical samples of patients from Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil; Detecção molecular de HPV 16 e 18 em amostras cervicais de pacientes de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Freitas, Taíse Palmeiras; Carmo, Bianca Bianco do; Paula, Francisco Danilo Ferreira; Rodrigues, Lucas Fonseca; Fernandes, Ana Paula; Fernandes, Paula Ávila
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
37.12%
OBJETIVOS: O objetivo deste estudo foi investigar a freqüência da infecção por HPV e dos tipos 16 e 18 em amostras cervicais de pacientes atendidas em dois serviços públicos da cidade de Belo Horizonte-MG. MÉTODOS: Amostras cervicais de 174 pacientes foram coletadas para estudo citopatológico e molecular. A pesquisa da infecção por HPV foi feita através da PCR utilizando os oligonucleotídeos MY09/MY11. Os tipos virais 16 e 18 foram pesquisados através da utilização de oligonucleotídeos específicos. RESULTADOS: Dentre as 174 amostras analisadas, 20,7% apresentaram lesões escamosas intra-epiteliais e/ou invasoras detectadas na análise citopatológica, das quais 94,4% mostraram infecção por HPV. O HPV 16 foi encontrado em torno de 20% dos casos de lesão escamosa intra-epitelial de baixo grau e em 40% e 50% dos casos de lesão escamosa intra-epitelial de alto grau e carcinoma escamoso invasor, respectivamente. O HPV 18 foi encontrado em 6,7% das amostras com lesão de baixo grau e em dois casos de co-infecção com HPV 16. Em 50% dos casos de lesão de alto grau, o tipo de HPV não foi determinado. CONCLUSÕES: O HPV 16 foi o tipo viral mais freqüentemente detectado. No entanto, mais de 50% das amostras positivas no exame citopatológico não apresentaram HPV 16 e 18...

Circulación de genotipos de virus papiloma humano (VPH) en mujeres con lesiones intrepiteliales escamosas de Córdoba, Argentina; Circulation of human papillomavirus (HPV) genotypes in women from Córdoba, Argentina, with squamous intraepithelial lesions

Venezuela, Raul Fernando; Kiguen, Ana Ximena; Frutos, Maria Celia; Cuffini, Cecilia Gabriela
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
37.12%
El papilomavirus humano (human papilloma, HPV) induce un amplio espectro de lesiones intraepiteliales escamosas (SIL) de variada severidad. Objetivo: conocer la frecuencia de infección por HPV y determinar los genotipos circulantes en mujeres de la ciudad de Córdoba, Argentina, en relación con la edad y la citología. Se realizó citología y detección de ADN-HPV en células cervicales de 186 mujeres de 18 a 65 años con antecedentes de SIL. Noventa y seis (51.6%) fueron positivas para la detección del HPV, de las cuales, en 63 (65.6%) se detectó la presencia de al menos, un HPV de Alto Riesgo (HR-HPV). Las SIL de alto grado (HSIL) y de bajo grado (LSIL) se asociaron a pacientes menores de 35 años. Se hallaron 18 genotipos diferentes, con mayor presencia de HR-HPV. HPV 16 y 6 fueron más frecuentes y se detectaron 7 (7.3%) infecciones múltiples, 85.7% de éstas presentaron al menos un HR-HPV. La detección de un alto número de diferentes genotipos es una señal de alerta. Por tanto, es necesario fortalecer la vigilancia de los HR-HPV, actualmente menos frecuentes en las SIL, como medida de control del impacto que tendrá la implementación de las vacunas contra HPV 16 y 18.; Human papillomavirus (HPV) can induce a wide spectrum of squamous intraepithelial lesions (SIL) of varying severity. The aim of the present study was to establish the frequency of HPV infection and identify the genotypes circulating in women from Córdoba...

Human papilloma virus (HPV) genotypes prevalence in a region of South Italy (Apulia)

Coscia,Maria Franca; Monno,Rosa; Ballini,Andrea; Mirgaldi,Rosanna; Dipalma,Gianna; Pettini,Francesco; Cristallo,Vincenzo; Inchingolo,Francesco; Foti,Caterina; Vito,Danila de
Fonte: Istituto Superiore di Sanità Publicador: Istituto Superiore di Sanità
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2015 EN
Relevância na Pesquisa
37.12%
INTRODUCTION. Since human papillomavirus (HPV) is the central casual factor in cervical cancer, understanding the epidemiology and geographical area distribution of the most prevalent HPV genotypes constitutes an important step towards development of strategies of prevention. AIM. The aim of this study was to investigate the prevalence of HPV infection and to determine HPV types distribution among 822 HPV positive women and some sexual male partners in Apulia (Italy). METHODS. HPV DNA detection and genotyping was performed by nested-PCR for the L1 region and reverse line blot hybridization allowing the specific detection of 24 HPV genotyping both high risk (HR) and low risk (LR). RESULTS. The most prevalent HPV genotypes were HPV 16 (35%), HPV 31 (16%) HPV 6 (9%), HPV 58 and 66 (7%), followed by HPV 33 (6%), HPV 18 and 56 (4%), HPV 70 and 45 (3%), HPV 53 and 11 (2%). Currently 1.5% of tested specimens remained unclassified. Multiple infections with at last two different high-risk HPV genotypes were observed in 10% of specimens. CONCLUSIONS. This finding adds knowledge to HPV epidemiological investigation, and addresses further studies aimed to consider public health for identifying groups at risk for cervical cancer.