Página 1 dos resultados de 5 itens digitais encontrados em 0.000 segundos

Teratoma Sacrococcígeo: Do Diagnóstico à Cirurgia

Poeira, R; Castanheira, MC; Sá Couto, H; Fernandes, A; Botelho, M
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.29%
Os teratomas sacrococcígeos (TSC) são os tumores mais frequentes do recém-nascido, sendo frequentemente diagnosticados in utero. Apresenta-se o caso de um recém-nascido com um volumoso TSC, diagnosticado às 22 semanas de gestação. A gravidez foi vigiada por uma equipa multidisciplinar, atendendo ao elevado risco de complicações materno-fetais. Realizou-se cesariana electiva às 38 semanas. Ao 8º dia de vida, procedeu-se à ressecção cirúrgica do TSC em bloco com o cóccix e reposicionamento posterior do ânus. Não existiram intercorrências no intra ou pós-operatório. O seguimento da gravidez por uma equipa pluridisciplinar foi fulcral, per - mitindo a vigilância de complicações, planeamento anestésico-cirúrgico do nascimento e antecipação do tratamento apropriado, nomeadamente dos cuidados perinatais e da cirurgia neonatal.

Edema Pulmonar de Pressão Negativa Após Extubação Traqueal

Pinhal, F; Rebelo, L; Mondim, V; Botelho, M
Fonte: Sociedade Portuguesa de Anestesiologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.29%
O edema pulmonar de pressão negativa (EPPN) também descrito na literatura como edema agudo do pulmão pós-obstrutivo ou pós-extubação traqueal, é uma entidade rara, com uma incidência de aproximadamente 0.1 % em doentes anestesiados. Os autores descrevem o caso, ocorrido após extubação traqueal, de um doente submetido a orquidectomia por via laparoscópica sob anestesia geral balanceada. Relatam a fisiopatologia, o padrão radiológico e broncoscópico e as medidas terapêuticas instituídas.

Teratoma Sacrococcígeo: Do Diagnóstico à Cirurgia

Poeira, R; Castanheira, MC; Sá Couto, H; Fernandes, A; Botelho, M
Fonte: Sociedade Portuguesa de Pediatria Publicador: Sociedade Portuguesa de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
26.29%
Os teratomas sacrococcígeos (TSC) são os tumores mais frequentes do recém-nascido, sendo frequentemente diagnosticados in utero. Apresenta-se o caso de um recém-nascido com um volumoso TSC, diagnosticado às 22 semanas de gestação. A gravidez foi vigiada por uma equipa multidisciplinar, atendendo ao elevado risco de complicações materno-fetais. Realizou-se cesariana electiva às 38 semanas. Ao 8º dia de vida, procedeu-se à ressecção cirúrgica do TSC em bloco com o cóccix e reposicionamento posterior do ânus. Não existiram intercorrências no intra ou pós-operatório. O seguimento da gravidez por uma equipa pluridisciplinar foi fulcral, per - mitindo a vigilância de complicações, planeamento anestésico-cirúrgico do nascimento e antecipação do tratamento apropriado, nomeadamente dos cuidados perinatais e da cirurgia neonatal.

Edema Pulmonar de Pressão Negativa Após Extubação Traqueal

Pinhal, F; Rebelo, L; Mondim, V; Botelho, M
Fonte: Sociedade Portuguesa de Anestesiologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
26.29%
O edema pulmonar de pressão negativa (EPPN) também descrito na literatura como edema agudo do pulmão pós-obstrutivo ou pós-extubação traqueal, é uma entidade rara, com uma incidência de aproximadamente 0.1 % em doentes anestesiados. Os autores descrevem o caso, ocorrido após extubação traqueal, de um doente submetido a orquidectomia por via laparoscópica sob anestesia geral balanceada. Relatam a fisiopatologia, o padrão radiológico e broncoscópico e as medidas terapêuticas instituídas.

Anesthesia for Ex Utero Intrapartum Treatment: Renewed Insight on a Rare Procedure

Vieira Marques, M; Carneiro, J; Adriano, M; Lança, F
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2015 ENG
Relevância na Pesquisa
26.08%
The ex utero intrapartum treatment is a rare surgical procedure performed in cases of expected postpartum fetal airway obstruction. The technique lies on a safe establishment of a patent airway during labor in anticipation of a critical respiratory event, without interrupting maternal-fetal circulation. Anesthetic management is substantially different from that regarding standard cesarean delivery and its main goals include uterine relaxation, fetal anesthesia and preservation of placental blood flow. We present the case of an ex utero intrapartum treatment procedure performed on a fetus with a large cervical lymphangioma and prenatal evidence of airway compromise. Modifications to the classic ex utero intrapartum treatment management strategies were successfully adopted and will be discussed in the following report.