Página 1 dos resultados de 170 itens digitais encontrados em 0.071 segundos

Estradiol transdérmico e perfil lipídico: efeitos em um grupo específico de mulheres brasileiras pós-menopausadas; Transdermal estradiol and lipid profile: effects on a specific group of Brazilian postmenopausal women; Estradiol transdérmico y perfil lipídico: efectos en un grupo específico de mujeres brasileñas posmenopáusicas

CALLEJON, Daniel R.; RIOS, Danyelle Romana. A.; FRANCESCHINI, Sílvio A.; TOLOI, Maria Regina T.
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
85.97%
FUNDAMENTO: Em mulheres pós-menopausadas, mudanças significantes ocorrem, que podem induzir doenças cardiovasculares, tais como o perfil lipídico aterogênico devido a um aumento nos níveis de colesterol total e LDL, e uma diminuição nos níveis de HDL. A terapia de reposição hormonal (TRH) pode evitar essas mudanças no perfil lipídico. OBJETIVO: Determinar os efeitos da TRH constituída por estradiol transdérmico e acetato de medroxiprogesterona nos parâmetros bioquímicos e lipídicos de mulheres brasileiras pós-menopausadas. MÉTODOS: Este é um estudo prospectivo, longitudinal, aberto, no qual trinta mulheres pós-menopausadas receberam estradiol em gel transdérmico (1 mg/dia) de forma contínua, combinado com acetato de medroxiprogesterona (MPA) (5 mg/dia) por 12 dias/mês. Os seguintes parâmetros foram determinados: colesterol total, triglicérides, lipoproteína de alta densidade (HDL-colesterol), lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol), lipoproteína de muito baixa densidade (VLDL-colesterol), glicose, aspartato aminotransferase (AST), alanina aminotransferase (ALT), gama-glutamil transferase (GGT) e hormônio folículo estimulante (FSH). RESULTADOS: Os parâmetros do perfil lipídico mostraram uma diminuição não-significante...

A trajetória de mulheres brasileiras na depressão pós-parto: o desafio de (re)montar o quebra-cabeça; The trajectory of Brazilian women in postpartum depression: the challenge of putting the puzzle back together

Santos Júnior, Hudson Pires de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/01/2013 PT
Relevância na Pesquisa
95.91%
A depressão pós-parto (DPP) é um transtorno do humor que pode afetar mulheres de diversas culturas, já sendo considerado um problema internacional de saúde pública. Contudo, há ainda pouco conhecimento científico sobre as características qualitativas da experiência da depressão pós-parto no contexto latino-americano, incluindo o Brasil. Diante dessa lacuna, o objetivo dessa pesquisa foi compreender a trajetória de um grupo de mulheres brasileiras na experiência da DPP. Trata-se de um estudo interpretativo descritivo. Os participantes foram 15 mulheres com diagnóstico clínico de DPP e 9 familiares indicados por elas. A coleta de dados foi realizada na cidade de São Paulo no período de maio de 2011 a janeiro de 2012, por meio de entrevistas semiestruturadas. Os dados foram submetidos à análise temática indutiva. Como resultado, compreende-se que a trajetória das mulheres na experiência da DPP as levou a vivenciar uma maternidade fora dos padrões idealizados que, como consequência, modificou a forma como elas entendiam a própria identidade. A analogia de um quebra-cabeça é utilizada para descrever o desarranjo causado pela DPP na imagem mulher-mãe composta pelas peças identidade e maternidade. O fator que mais afetou a peça maternidade foram os pensamentos que as mulheres vivenciaram de machucar os filhos. Em resposta a isso...

Estudo comparativo do coping religioso em mulheres protestantes de origem chinesa taiwanesa e brasileira, na Grande São Paulo (mediante a Escala CRE-Breve); Not informed by the author

Huang, Mônica Frederigue de Castro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
75.88%
O objetivo deste estudo é o investigar a presença de diferenças significantes da variável cultural na modalidade do coping religioso em mulheres, acima de 25 (vinte e cinco) anos, residentes na Grande São Paulo, no contexto religioso de igrejas protestantes históricas, 64 de origem cultural chinesa taiwanesa e 52 de origem cultural brasileira. Administrado o Questionário Geral e Escala de Aculturação nas mulheres de origem chinesa taiwanesa, obteve-se como resultado que 32% foram classificadas como "pouco aculturadas" e 40% como "medianamente aculturadas". As brasileiras responderam o Questionário Geral e ambos os grupos responderam a Escala Coping Religioso Espiritual-Breve (CRE- Breve). Os resultados mostraram uso maior da modalidade de coping Positivos em ambos os grupos, porém com diferença significativamente maiores na amostra de origem brasileira nos seguintes fatores: transformação de si/vida; busca de ajuda espiritual; posição positiva frente a Deus; e busca do outro institucional. Os resultados também apresentaram, diferença estatisticamente significante no Fator Negativo de coping quanto à reavaliação negativa do significado no grupo de mulheres brasileiras. Ao analisar individualmente as questões da Escala CRE- Breve...

A mensageira : uma revista de mulheres escritoras na modernização brasileira

Leonora De Luca
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/10/1999 PT
Relevância na Pesquisa
85.87%
Tomando como ponto de partida um estudo prévio - trabalho de iniciação científica elaborado em 1994 e 1995 a respeito da bibliografia de Júlia Lopes de Almeida (1862-1934) - a pesquisa relativa à presente dissertação de mestrado, desenvolvida entre 1997 e 1999, teve por objetivo proceder à caracterização de conteúdos político-ideológicos subjacentes nos escritos do grupo de mulheres reunidas em tomo da revista A Mensageira, mantida na capital paulista por Prisciliana Duarte de Almeida (1867-1944), em 1897-1900. Embasada na elaboração de um analítico de todas as edições da revista, de um índice onomástico e de um dicionário biobibliográfico de colaboradores e colaboradoras da revista, a pesquisa possibilitou uma caracterização mais acurada da inserção sócio-cultural daquelas escritoras, evidenciando a existência de múltiplas orientações no que tange a seu posicionamento frente ao processo de acelerada modernização que se impunha às metrópoles brasileiras da virada do século, mais notadamente à cidade de São Paulo. Ainda assim, foi possível caracterizar, na maior parte dos textos estudados, a filiação dessas mulheres aos pressupostos teóricos do iluminismo e do socialismo utópico, - e, apesar das evidências de seu atrelamento ao positivismo e à estética pamasiana dominante...

Prevalência do risco para fraturas estimado pela ultra-sonometria óssea de calcâneo em uma população de mulheres brasileiras na pós-menopausa

Oliveira, Patrícia Pereira de; Klumb, Evandro Mendes; Marinheiro, Lizanka Paola Figueiredo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.77%
Observa-se uma forte tendência de envelhecimento da população mundial levando a um aumento da pre-valência de doenças como a osteoporose e fraturas. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de risco para fraturas estimado pela ultra-sonometria óssea de calcâneo em uma população de mulheres na pós-menopausa, residentes na Ilha de Paquetá, Rio de Janeiro, Brasil. Realizamos medidas antropométricas e ultra-sonometria óssea de calcâneo com aparelho Sonost 2000 em 385 mulheres pós-menopausadas. Ob-servamos que 59,22% da amostra apresentava T-score < -1, sendo que 16,88% tinham T-score < -2,5. Houve variação em todos os parâmetros do exame conforme o aumento da idade, e diferença estatisticamente significativa (p < 0,05) entre os grupos de risco para fratura por idade, tempo de menopausa, peso, IMC e percentual de gordura corpórea. Houve correlação entre velocidade do som e IMC (r = 0,155; p = 0,002). Concluímos que cerca de 60% da população feminina estudada apresenta algum grau de risco para fraturas. As mulheres do grupo de maior risco ( T-score < -2,5) eram mais velhas, com maior tempo de menopausa, maior peso e IMC do que as dos outros grupos.

Prevalência do risco para fraturas estimado pela ultra-sonometria óssea de calcâneo em uma população de mulheres brasileiras na pós-menopausa

Oliveira, Patrícia Pereira de; Klumb, Evandro Mendes; Marinheiro, Lizanka Paola Figueiredo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz. Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz.
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
75.77%
Observa-se uma forte tendência de envelhecimento da população mundial levando a um aumento da prevalência de doenças como a osteoporose e fraturas. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de risco para fraturas estimado pela ultra-sonometria óssea de calcâneo em uma população de mulheres na pós-menopausa, residentes na Ilha de Paquetá, Rio de Janeiro, Brasil. Realizamos medidas antropométricas e ultra-sonometria óssea de calcâneo com aparelho Sonost 2000 em 385 mulheres pós-menopausadas. Observamos que 59,22% da amostra apresentava T-score < -1, sendo que 16,88% tinham T-score < -2,5. Houve variação em todos os parâmetros do exame conforme o aumento da idade, e diferença estatisticamente significativa (p < 0,05) entre os grupos de risco para fratura por idade, tempo de menopausa, peso, IMC e percentual de gordura corpórea. Houve correlação entre velocidade do som e IMC (r = 0,155; p = 0,002). Concluímos que cerca de 60% da população feminina estudada apresenta algum grau de risco para fraturas. As mulheres do grupo de maior risco (T-score < -2,5) eram mais velhas, com maior tempo de menopausa, maior peso e IMC do que as dos outros grupos.

Efeitos da prática de exercício físico nas dimensões físicas e psicológicas em mulheres brasileiras: perspectivas transversais e longitudinais

Mendonça, Rosa Maria Soares Costa de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
96%
Tese de Doutoramento em Ciências do Desporto; O presente estudo teve como objetivo central, analisar os efeitos da prática de diferentes tipos de exercício físico (treino de força, dança e hidroginástica) nas dimensões físicas e psicológicas de mulheres brasileiras durante 16 semanas. Desenvolveu-se quatro estudos entre 2011 – 2013. O primeiro e único, de natureza transversal, constituiu-se de uma amostra de 66 mulheres ativas e sedentárias com idades entre 18-56 anos. A amostra dos estudos subsequentes, longitudinais - quasi-experimentais, foi constituída por 89 mulheres com idades entre 25-55 anos. Em ambas condições, as participantes foram distribuídas em quatro grupos: sedentárias, praticantes do treino de força, dança e hidroginástica, provenientes de academias particulares de musculação e hidroginástica e uma instituição pública municipal da cidade de Natal-RN-Brasil. Procedimentos estandardizados permitiram avaliar os componentes da composição corporal e os níveis de satisfação com a aparência física, percepção de saúde, percepção da imagem corporal, autoestima e depressão. Os procedimentos estatísticos univariados e multivariados foram realizados pelo programa SPSS 20. No primeiro estudo...

Estradiol transdérmico e perfil lipídico: efeitos em um grupo específico de mulheres brasileiras pós-menopausadas

Callejon,Daniel R.; Rios,Danyelle Romana. A.; Franceschini,Sílvio A.; Toloi,Maria Regina T.
Fonte: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC Publicador: Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
75.91%
FUNDAMENTO: Em mulheres pós-menopausadas, mudanças significantes ocorrem, que podem induzir doenças cardiovasculares, tais como o perfil lipídico aterogênico devido a um aumento nos níveis de colesterol total e LDL, e uma diminuição nos níveis de HDL. A terapia de reposição hormonal (TRH) pode evitar essas mudanças no perfil lipídico. OBJETIVO: Determinar os efeitos da TRH constituída por estradiol transdérmico e acetato de medroxiprogesterona nos parâmetros bioquímicos e lipídicos de mulheres brasileiras pós-menopausadas. MÉTODOS: Este é um estudo prospectivo, longitudinal, aberto, no qual trinta mulheres pós-menopausadas receberam estradiol em gel transdérmico (1 mg/dia) de forma contínua, combinado com acetato de medroxiprogesterona (MPA) (5 mg/dia) por 12 dias/mês. Os seguintes parâmetros foram determinados: colesterol total, triglicérides, lipoproteína de alta densidade (HDL-colesterol), lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol), lipoproteína de muito baixa densidade (VLDL-colesterol), glicose, aspartato aminotransferase (AST), alanina aminotransferase (ALT), gama-glutamil transferase (GGT) e hormônio folículo estimulante (FSH). RESULTADOS: Os parâmetros do perfil lipídico mostraram uma diminuição não-significante...

Prevalência do risco para fraturas estimado pela ultra-sonometria óssea de calcâneo em uma população de mulheres brasileiras na pós-menopausa

Oliveira,Patrícia Pereira de; Klumb,Evandro Mendes; Marinheiro,Lizanka Paola Figueiredo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
75.77%
Observa-se uma forte tendência de envelhecimento da população mundial levando a um aumento da prevalência de doenças como a osteoporose e fraturas. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de risco para fraturas estimado pela ultra-sonometria óssea de calcâneo em uma população de mulheres na pós-menopausa, residentes na Ilha de Paquetá, Rio de Janeiro, Brasil. Realizamos medidas antropométricas e ultra-sonometria óssea de calcâneo com aparelho Sonost 2000 em 385 mulheres pós-menopausadas. Observamos que 59,22% da amostra apresentava T-score < -1, sendo que 16,88% tinham T-score < -2,5. Houve variação em todos os parâmetros do exame conforme o aumento da idade, e diferença estatisticamente significativa (p < 0,05) entre os grupos de risco para fratura por idade, tempo de menopausa, peso, IMC e percentual de gordura corpórea. Houve correlação entre velocidade do som e IMC (r = 0,155; p = 0,002). Concluímos que cerca de 60% da população feminina estudada apresenta algum grau de risco para fraturas. As mulheres do grupo de maior risco (T-score < -2,5) eram mais velhas, com maior tempo de menopausa, maior peso e IMC do que as dos outros grupos.

Depoimentos de mulheres sobre a menopausa e o tratamento de seus sintomas

Valadares,Ana Lúcia; Pinto-Neto,Aarão Mendes; Conde,Délio Marques; Osis,Maria José; Sousa,Maria Helena de; Costa-Paiva,Lúcia
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 PT
Relevância na Pesquisa
75.81%
OBJETIVO: Avaliar a percepção de um grupo de mulheres de Belo Horizonte (MG) sobre a menopausa e seu tratamento. MÉTODOS: Realizou-se análise secundária de dados de estudo populacional de corte transversal com 378 mulheres brasileiras natas, de 40 a 65 anos, com 11 anos ou mais de educação formal. Avaliaram-se os relatos escritos espontaneamente ao final de um questionário sobre sexualidade, entregue por auxiliares de pesquisa e auto-respondido anonimamente. As mulheres foram alocadas em dois grupos: as que escreveram comentários ao final do questionário e as que não escreveram. Compararam-se os grupos em relação às características sociodemográficas e reprodutivas por meio do teste Qui quadrado de Pearson. Os comentários foram transcritos na íntegra para arquivo computadorizado para realizar a análise temática de seu conteúdo, identificando-se e categorizando-se as unidades de significado. RESULTADOS: Aproximadamente um terço das mulheres escreveu comentários (114/378), o que foi significativamente mais freqüente entre as mulheres com menor renda familiar. As principais categorias de análise identificadas foram: a) insegurança/confusão, com as principais idéias referentes a angústia, estresse e dúvidas sobre a menopausa; b) sintomas que provocam sentimentos negativos...

Fatores de risco associados à osteoporose em uma população de mulheres brasileiras residentes em São José do Rio Pardo, estado de São Paulo

Parisi Júnior,Paulo Domingos; Chahade,Wiliam Habib
Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Reumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
75.96%
OBJETIVOS: verificar os principais fatores de risco associados à baixa massa óssea e propor algoritmos para a indicação de avaliação da densidade óssea em uma população de mulheres, residentes em São José do Rio Pardo, Estado de São Paulo. MÉTODOS: foram estudadas 324 mulheres com média de idade de 60 anos. Foi enviado pelo correio um questionário contendo perguntas a respeito de diversos fatores de risco para osteoporose, incluindo histórico pessoal e materno de fraturas. A densidade mineral óssea foi medida utilizando-se a densitometria óssea por densitômetro DXA, sendo analisados os sítios coluna lombar (L2-L4) e/ou fêmur proximal (colo femoral); todas as mulheres foram classificadas de acordo com os critérios da OMS. A análise estatística empregou Análise de Variância (Anova), segundo um critério de classificação e teste "post-hoc" de comparação múltipla, aos pares, de Student - Newman - Keuls; tabelas de contingência 2 x 2 e k x r; teste do Qui-quadrado. Por meio de regressões múltiplas foram estabelecidas as variáveis mais eficientes na identificação de mulheres com baixa massa óssea. Foram também aplicados dois algoritmos descritos em literatura, denominados Osteorisk e Osiris. RESULTADOS: o grupo Normal ficou constituído por 88 (27...

Níveis séricos de vitamina B12 não se relacionam com baixa densidade mineral óssea em mulheres brasileiras na pós-menopausa

Kakehasi,Adriana Maria; Carvalho,Ariane Vieira; Maksud,Fabiana Alves Nunes; Barbosa,Alfredo José Afonso
Fonte: Sociedade Brasileira de Reumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Reumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
75.88%
INTRODUÇÃO: Osteoporose e deficiência de vitamina B12 são condições de prevalência crescente com o envelhecimento. A associação entre níveis séricos de vitamina B12, baixa massa óssea e risco aumentado de fraturas ósseas tem sido descrita, mas os estudos não são homogêneos e os resultados são controversos. OBJETIVO: Investigar a associação entre níveis plasmáticos de vitamina B12 e densidade mineral óssea em mulheres assintomáticas na pós-menopausa. MÉTODOS: Mulheres assintomáticas no período pós-menopausa foram consecutivamente incluídas neste estudo transversal. A densidade mineral óssea (coluna lombar e fêmur) foi avaliada pelo método DXA Lunar Prodigy Vision, e foram determinados níveis sanguíneos de vitamina B12, cálcio, fósforo, fosfatase alcalina óssea e hormônio paratireoidiano. Os critérios da Organização Mundial de Saúde foram considerados para o diagnóstico de osteoporose. RESULTADOS: Foram incluídas neste estudo 70 mulheres, com média de idade de 62,5 ± 7 anos. Do total, 18 (25,7%) apresentaram densidade mineral óssea normal, 33 (47,1%) tinham osteopenia e 19 (27,1%) tinham osteoporose. Seis (8,6%) pacientes haviam apresentado fratura de punho, duas (2,8%) reportaram diagnóstico de fratura vertebral e apenas uma (1...

Pesquisa-ação participante no processo de empowerment de mulheres brasileiras no contexto da migração internacional

Silva,Alcione Leite da
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 PT
Relevância na Pesquisa
86.02%
Este estudo teve por objetivo criar um espaço pessoal e político para o empowerment de um grupo de mulheres brasileiras imigrantes em Melbourne, Austrália, no sentido de refletir sobre suas vidas, as causas e as soluções para seus problemas, e de estimular a ação coletiva e transformativa. Com base na pesquisa-ação participativa, um grupo de 18 mulheres brasileiras elegeu três grandes problemas como foco do ciclo de reflexão-ação: a falta de interação social no seio da comunidade brasileira e de integração na sociedade australiana, a falta de apoio social para enfrentar os problemas de saúde e as barreiras aos cuidados de saúde. Grupos de reflexão constituíram-se em oportunidade para as mulheres planejarem, agirem e avaliarem as suas próprias estratégias de intervenção. Algumas realizações do grupo de mulheres incluíram: o desenvolvimento de seminários e a criação de uma Associação. Neste estudo, a pesquisa-ação participativa foi um processo para acionar o empowerment das participantes, através da filiação em grupo, dos laços comunitários e da ação coletiva.

Mulheres e educa??o: um estudo sobre o grupo de mulheres brasileiras (GMB) do Bairro do Bengu? - Bel?m - Par?

CONCEI??O, Heloisa Helena Meireles Bahia
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
126.09%
O trabalho apresenta a pesquisa realizada no per?odo de 2009-2010, que teve o prop?sito de estudar o Grupo de Mulheres Brasileiras (GMB), buscando verificar a atua??o deste como executor de pr?ticas educativas para al?m das formalidades institucionais. O objetivo geral de pesquisa foi investigar como vem se processando as pr?ticas educativas voltadas ?s linhas de a??o (sa?de da mulher, combate ? viol?ncia, trabalho e renda) desenvolvidas pelo grupo, os objetivos espec?ficos foram: identificar quais os fatores que levaram as mulheres que integram o grupo a escolherem as tr?s linhas de a??o para serem desenvolvidas; verificar se houve reflexos positivos ou negativos no bairro do Bengu? ap?s a cria??o do mesmo; conhecer os motivos que levaram mulheres do bairro a integrarem o grupo; analisar o processo educativo que envolve as pr?ticas do grupo. Nosso problema de pesquisa se baseou na seguinte quest?o: De que forma se constituem as pr?ticas educativas de a??es de sa?de da mulher, combate ? viol?ncia, trabalho e renda desenvolvidas no GMB? A metodologia utilizada foi predominantemente de abordagem qualitativa. Realizamos uma pesquisa de campo e documental. Utilizamos observa??es n?o-participantes e aplica??o de entrevistas semi-estruturadas com um roteiro pr?-estabelecido. Utilizamos a estrat?gia chamada estudo. O recorte temporal da pesquisa foi o per?odo de 2008-2010...

Feminismo no exílio : o círculo de mulheres brasileiras em Paris e o grupo latino-americano de mulheres em Paris; Feminism in exile : the brazilian women circle in Paris and the latin american women in Paris

Maira Luisa Gonçalves de Abreu
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
85.92%
Este trabalho procura reconstruir a trajetória de dois grupos feministas, o Círculo de Mulheres Brasileiras em Paris (1976-1979) e o Grupo Latino-Americano deMulheres em Paris (1972-1976), a partir de sua produção escrita e da memória de suas militantes. Procuramos analisar o modo de funcionamento, o perfil político e ideológico de suas militantes, a concepção de feminismo e os principais temas debatidos no seio dos mesmos. Ao mesmo tempo, este trabalho pretende reconstituir a dimensão subjetiva daquele momento histórico, no modo como foi vivenciado por essas mulheres, considerando as percepções de suas militantes sobre o seu cotidiano no exílio, a relação com os homens dentro das organizações-políticas e no cotidiano e envolvimento com os grupos em questão; This work aims to reconstruct the trajectory of two feminist groups, the Brazilian Women Circle in Paris (1976-1979) and the Latin-American Women Group in Paris (1972-1976), from their writing production and their militants' memory. We tried to analyze their way of functioning, the politic and ideological profile of their militants, their conception of feminism and the main themes debated within them. At the same time, this work intends to reconstruct the subjective dimension of that historical moment...

Epidemiologia da infecção genital por HPV e anormalidades na citologia cervical em mulheres jovens brasileiras

Eduardo Pernambuco de Souza
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/11/2004 PT
Relevância na Pesquisa
75.99%
Objetivos: Determinar as prevalências da infecção genital por papilomavírus humano (HPV) e de anormalidades citológicas cervicais em mulheres jovens de cinco cidades brasileiras e investigar a associação entre fatores sociodemográficos, comportamentais e reprodutivos e a detecção do DNA do HPV. Sujeitos e métodos: Entre agosto e dezembro de 2000, 1.489 mulheres saudáveis, de 15 a 25 anos de idade, atendidas em unidades públicas de saúde de cinco cidades brasileiras participaram deste estudo do tipo transversal. Amostras cervicais foram coletadas para a realização da colpocitologia em meio líquido e para a detecção do DNA do HPV através da reação em cadeia da polimerase (PCR) mediada pelos iniciadores SPF10. A genotipagem do HPV foi realizada pelo line probe assay (LIPA) ou, em amostras negativas pelo LIPA, pelo seqüenciamento dos produtos da PCR. Todas as mulheres completaram um questionário de saúde. Utilizou-se a análise por regressão logística para a investigação dos fatores associados às infecções por tipos de alto ou baixo risco do HPV. Resultados: Entre as 1.318 mulheres sexualmente ativas, as prevalências das infecções por HPV (qualquer tipo), por HPV de alto risco e por HPV de baixo risco foram de 38...

Condição dental, periodontal e de higiene de um grupo de mulheres brasileiras com cancer de mama; Dental, periodontal and hygiene condition of a group of brazilian women with breast cancer

Fernanda Raquel Vieira Tojal
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2007 PT
Relevância na Pesquisa
75.86%
Introdução: A saúde bucal de pacientes com câncer pode afetar de modo adverso o curso do seu tratamento, exigindo condutas bem estabelecidas de pré-tratamento bucal, através de avaliações dentárias e estabilização dos problemas bucais. Objetivo: Avaliar a condição de saúde bucal prévia à quimioterapia, em um grupo de mulheres com câncer de mama atendido em hospital da rede pública de Campinas, São Paulo. Sujeitos e métodos: No período de 2005 a 2007, foram realizadas palestras informativas sobre as indicações do tratamento odontológico curativo e preventivo, frente às complicações freqüentes, da quimioterapia. Entre as interessadas que participavam do programa de reabilitação em câncer de mama do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher da Universidade Estadual de Campinas (CAISM/Unicamp), 43 mulheres foram encaminhadas para o Serviço de Odontologia da instituição e investigadas segundo sua condição dental, periodontal e de higiene bucal, utilizando-se para talo índice de Condição Dental e Necessidade de Tratamento; índice Periodontal Comunitário e índice de Higiene Oral Simplificado. Resultados e discussão: Os problemas bucais foram identificados e as medidas profiláticas realizadas...

The practice of breastfeeding in a group of brazilian women: a movement of accommodation and resistance; La práctica de la lactancia materna en un grupo de mujeres brasileñas: movimiento de acomodación y resistencia; A prática do aleitamento materno em um grupo de mulheres brasileiras: movimento de acomodação e resistência

Nakano, Ana Márcia Spanó; Mamede, Marli Villela
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/1999 POR
Relevância na Pesquisa
75.8%
Actions to stimulate breastfeeding are directed to assist children's needs and do not contemplate woman in her specificities The present study aimed at understanding the meanings women give to their experiences and demands in the practice of breastfeeding. 20 women that were experiencing breastfeeding for the first time were interviewed. Data analysis were based on the feminist theory. Authors found breast feeding as a feminine process socially determined. Women showed accomodation as they felt the act of breast feeding as donation, a sacrifice and dedication as well as resistance when they justified weaninng affirming the lack of physiological capacity for breastfeeding.; Acciones de incentivo a la lactancia materna están dirigidas a la atención de las necesidades de los niños, no contemplando la mujer en sus especificidades. Se definió, en este estudio, aprender los significados que las mujeres atribuyen a las vivencias y demandas en la práctica de la lactancia materna. 20 mujeres que estaban viviendo la lactancia materna por primera vez fueron entrevistadas. El análisis de los datos tuvo fundamento en la teoria feminista. Los autores encontraron, la lactancia materna como un proceso femenino de construcción socialmente determinada. Revela movimiento de comodidad en la medida que representan el acto de amamantar como donación...

Experiência com blogs: perspectivas de socialização de histórias de vidas de mulheres afrodescendentes e crianças DOI:10.5007/1807-0221.2011v8n12p76

Vieira, Mônica Dias; Universidade do Estado de Santa Catarina; de Carvalho, Thaís Regina; Universidade do Estado de Santa Catarina; Freitas, Priscila Cristina; Universidade do Estado de Santa Catarina; Ribeiro, Neli Góes; Universidade do Estado de Sant
Fonte: Pró-Reitoria de Extensão Publicador: Pró-Reitoria de Extensão
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2012 POR
Relevância na Pesquisa
85.79%
Este artigo se refere a um projeto de extensão que vem sendo desenvolvido desde o ano de 2007 pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (NEAB) da Universidade do Estado de Santa Catarina. A fim de ampliar seu público alvo, o referido projeto passou, no ano de 2010, por algumas alterações na metodologia e no título, passando a se chamar: Para Contar (Escrever) Outras Histórias. A partir dessa nova etapa, o projeto constituiu-se de duas ações: oficinas de elaboração de blogs com crianças de 10 a 12 anos e entrevistas com mulheres afrodescendentes da Associação de Mulheres Negras Antonieta de Barros (AMAB). As propostas aspiraram resgatar as histórias de vida, assim como valorizar aspectos da cultura afro-brasileira e da africana. O resultado obtido na ação realizada na Associação foi o registro de histórias de vida de mulheres afro-brasileiras que fazem parte de um grupo que traduz liderança, em suas comunidades, no campo religioso, também são ícones do carnaval. Já com as crianças proporcionamos o maior contato com a inclusão digital, através da construção de blogs, nos quais elas puderam relatar suas histórias, vivências e, assim, foram se identificando como sujeitos da sua própria história. Essa experiência nos permitiu destacar o uso de tecnologias como mediadoras do papel que nós...

Prevalência do risco para fraturas estimado pela ultra-sonometria óssea de calcâneo em uma população de mulheres brasileiras na pós-menopausa

Oliveira,Patrícia Pereira de; Klumb,Evandro Mendes; Marinheiro,Lizanka Paola Figueiredo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2007 PT
Relevância na Pesquisa
75.77%
Observa-se uma forte tendência de envelhecimento da população mundial levando a um aumento da prevalência de doenças como a osteoporose e fraturas. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de risco para fraturas estimado pela ultra-sonometria óssea de calcâneo em uma população de mulheres na pós-menopausa, residentes na Ilha de Paquetá, Rio de Janeiro, Brasil. Realizamos medidas antropométricas e ultra-sonometria óssea de calcâneo com aparelho Sonost 2000 em 385 mulheres pós-menopausadas. Observamos que 59,22% da amostra apresentava T-score < -1, sendo que 16,88% tinham T-score < -2,5. Houve variação em todos os parâmetros do exame conforme o aumento da idade, e diferença estatisticamente significativa (p < 0,05) entre os grupos de risco para fratura por idade, tempo de menopausa, peso, IMC e percentual de gordura corpórea. Houve correlação entre velocidade do som e IMC (r = 0,155; p = 0,002). Concluímos que cerca de 60% da população feminina estudada apresenta algum grau de risco para fraturas. As mulheres do grupo de maior risco (T-score < -2,5) eram mais velhas, com maior tempo de menopausa, maior peso e IMC do que as dos outros grupos.