Página 1 dos resultados de 870 itens digitais encontrados em 0.032 segundos

Contributo para a compreensão da etiologia e impacto da gravidez na adolescência: A influência de variáveis sociodemográficas e de variáveis relacionais, passadas e presentes, no ajustamento socioemocional de um grupo de grávidas adolescentes

Pires, Raquel
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.49%
Portugal situa-se entre os países da União Europeia com taxas mais elevadas de gravidez na adolescência. A visibilidade deste fenómeno e o investimento no seu estudo têm sido progressivamente crescentes, bem como a cada vez maior valorização da sua componente psicológica, não só no que respeita à sua etiologia, como ao seu impacto. No presente estudo, propusemo-nos a averiguar a influência das variáveis sociodemográficas e relacionais na etiologia da gravidez na adolescência e no ajustamento socioemocional das jovens em estudo, definido em termos de sintomatologia depressiva e qualidade de vida. A amostra incluiu um grupo de grávidas adolescentes (N = 38) e um grupo de referência constituído por adolescentes sem história de gravidez (N = 38), equivalentes quanto à idade. Os resultados revelaram um maior risco de ocorrência de gravidez em função de características sociodemográficas e relacionais passadas mais desvantajosas, como menores níveis socioeconómicos e educacionais, exclusão do sistema de emprego e maior proveniência de zonas rurais, maior frequência de familiares com história de gravidez na adolescência, maior número de mães inactivas profissionalmente (domésticas) e menor suporte emocional percepcionado nas práticas educativas parentais...

Razões e reflexos da gravidez na adolescência: narrativas dos membros da família; Reasons and consequences of adolescent pregnancy: testimonies of family members; Embarazo en la adolescencia: razions y reflejo en las familia narrativas de los miembros de la familia

HOGA, Luiza Akiko Komura; BORGES, Ana Luiza Vilella; REBERTE, Luciana Magnoni
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
96.53%
Em inúmeros países, a gravidez na adolescência constitui problema emergente. Este artigo descreve as razões que levam à sua ocorrência e seus reflexos sobre a família, segundo o olhar de seus próprios membros. A pesquisa, de abordagem qualitativa, desenvolveu o método da análise de narrativa para entrevistar 19 pessoas que viveram a experiência da gravidez na adolescência no contexto da família. Das narrativas emergiram duas categorias descritivas: a) As razões da gravidez na adolescência e b) Os reflexos da gravidez sobre a família e a vida das adolescentes. A gravidez na adolescência provocou impacto na dinâmica familiar, e suas características dependeram das crenças e valores prevalentes em cada família. Dados sistematizados a este respeito devem ser obtidos para prover uma assistência apropriada às demandas das adolescentes e dos membros de sua família.; Adolescent pregnancy is a growing public health problem that affects several countries. This article describes the factors that contribute to teenage pregnancy and the impact it has on the family - from the point of view of the family members. The present research applied the qualitative approach and was developed using the method of narrative analysis to interview 19 individuals who experienced pregnancy during adolescence in a family context. Two descriptive categories emerged from these testimonies. a) The factors that contribute to adolescent pregnancy b) Consequences of pregnancy on the family and impact on the life of the adolescent. Pregnancy during adolescence has an impact on the family dynamics...

Gravidez na adolescência na estratégia saúde da família: um estudo das práticas; Pregnancy in adolescence in the Family Health Strategy: a study of the practice.

Navarro, Daniella Garcia Gomez
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.53%
Este estudo tem como objeto as práticas de equipes de Saúde da Família relacionadas à gravidez na adolescência. Parte-se da premissa de que a gravidez na adolescência é determinada pelas diferentes condições de reprodução social que levam a desiguais possibilidades de vivenciar a adolescência e consequentemente o processo de gravidez. Assim, intervir na gravidez na adolescência no contexto da Estratégia Saúde da Família implica em reconhecer que se trata de um fenômeno socialmente determinado e que intervenções focadas no modelo biomédico de atenção não imprimem quaisquer mudanças nas condições de vida e de saúde das adolescentes cadastradas. Os objetivos desta pesquisa foram Identificar práticas de saúde relacionadas à gravidez na adolescência implementadas por equipes da Estratégia Saúde da Família e descrever e analisar essas práticas sob o foco das necessidades de saúde. Para tanto, foi conduzido um estudo quanti-qualitativo de natureza descritiva, em Unidades Básicas de Saúde com Estratégia Saúde da Família situadas nos Distritos Administrativos de Campo Limpo e Vila Andrade, zona sul do município de São Paulo. Os sujeitos do estudo foram os profissionais de saúde que respondiam pelas práticas relacionadas à gravidez em sua equipe. Os dados foram coletados por meio de entrevistas guiadas por questionário semiestruturado. Os dados qualitativos foram descritos e analisados sob o foco da categoria analítica necessidades de saúde...

Gravidez na adolescência: a construção discursiva de uma condição desviante?; Teen pregnancy: the discursive construction of a deviating condition?

Correia, Vanessa Aparecida Araújo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/03/2014 PT
Relevância na Pesquisa
96.53%
Este estudo tem como objeto de investigação os discursos especializados e os discursos de mães adolescentes a respeito da gravidez na adolescência e pretende contribuir com o campo das ciências humanas na sua abordagem sobre o tema, de modo especial, com os estudos sobre adolescência e juventude. Uma das principais hipóteses iniciais era a de que a gravidez na adolescência é uma formação discursiva recente, por isso, buscou-se compreender as condições históricas que contribuíram para a sua consolidação como uma condição desviante, relacionadas a expectativas contemporâneas sobre as maneiras mais apropriadas de se vivenciar a maternidade e a adolescência. A partir da análise de documentos oficiais sobre o tema, de levantamento das pesquisas no campo das ciências biomédicas e de entrevistas individuais com adolescentes que engravidaram, procurou-se caracterizar os discursos sobre a gravidez na adolescência e a relação que as adolescentes estabelecem com os enunciados recorrentes que constituem a gravidez nesse período da vida como um problema social. Ao final da análise, subsidiada pelos aportes dos Estudos Culturais e dos estudos foucaultianos, observou-se que a interdição contemporânea da gravidez na adolescência é resultado de sua construção discursiva como um problema social e que as adolescentes entrevistadas estabelecem uma relação de sujeição apenas parcial aos discursos especializados sobre a gravidez na adolescência. Elas tendem a reproduzir mais os discursos relativos aos percursos da vida...

Gravidez na adolescência : das circunstâncias de risco às circunstâncias que favorecem a adaptação à gravidez

Figueiredo, Bárbara; Pacheco, Alexandra P.; Costa, Raquel A.; Magarinho, R.
Fonte: Asociación Española de Psicología Conductual Publicador: Asociación Española de Psicología Conductual
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
96.5%
O presente estudo tem por principal objectivo caracterizar as condições relativas à gravidez na adolescência em Portugal. Com as análises das mudanças que ocorrem ao longo da gestação, em áreas significativas da vida da adolescente, pretende-se também contribuir para o melhor conhecimento das dificuldades associadas a esta problemática. As condições que favorecem a adaptação à gravidez da adolescente foram igualmente objecto desta investigação. Uma amostra de 161 adolescentes, atendidas na Consulta Externa de Obstetrícia da Maternidade Júlio Dinis (MJD, Porto), no período entre Janeiro de 2000 e Dezembro de 2003, foi entrevistada, durante o terceiro trimestre de gestação, com base no Questionário da Consulta de Grávidas Adolescentes da MJD (Figueiredo, 2000), composto por 125 perguntas fechadas, destinadas à recolha de dados sociais e demográficos, respeitantes à adolescente, ao companheiro e à família de origem, bem como ao levantamento das circunstâncias médicas, psicológicas e sociais de risco em que a gravidez decorre. À semelhança do que tem sido reportado por diversos autores, em estudos realizados em Portugal, assim como noutros países, encontramos, na nossa consulta, uma elevada frequência de casos pertencentes às camadas mais desfavorecidas da população...

Gravidez na adolescência : influência de variáveis individuais e familiares e relação com a estratégia sexual

Silva, Mariana Amorim Brandão Simões da
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
96.49%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Sistémica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013; Perante a diversidade de sistemas – do macro ao microssistema – que influenciam o nível ontogénico do adolescente, o presente estudo exploratório tem como finalidades: 1) estudar a influência de factores individuais e familiares na ocorrência de uma gravidez na adolescência; 2) estudar a relação entre a gravidez na adolescência e a estratégia sexual a ela associada. O estudo foi realizado com um amostra de 30 adolescentes, subdividida em dois grupos: grupo de adolescentes em situação de gravidez (N=14); e grupo de adolescentes em situação de não gravidez (N=16). Todos os adolescentes residem no Concelho de Vila Franca do Campo na ilha de S. Miguel. A análise quantitativa de resultados foi realizada com recurso ao software Statistical Package for Social Sciences (SPSS) 19.0 for Windows, tendo-se concluído que no grupo de adolescentes em situação de gravidez é mais frequente: a) a presença de historial familiar de gravidez na adolescência; b) uma memória de cuidados em relação à mãe menos positiva; c) uma vinculação mais segura à mãe e ao companheiro; d) uma estratégia sexual a curto prazo. Observou-se ainda e) diferenças entre grupos ao nível do processo de separação-individuação aos pais e companheiro. Este estudo contribui para uma abordagem multissistémica sobre o fenómeno da gravidez na adolescência.; Given the diversity of systems - from macro to micro system - which influence the level of ontogenico adolescent...

A gravidez na adolescência: Vinculação pré-natal, memória de práticas parentais e suporte social

Fonseca, Irina Isabel da Mata
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
96.48%
Dissertação de Mestrado apresentada ao ISPA - Instituto Universitário, na especialidade de Psicologia Clínica; A adolescência foi estudada por várias áreas da ciência e definida como um período de crise. A gravidez é também considerada um período, um estádio de desenvolvimento com curta duração, de transição e preparação para as tarefas de um estádio mais longo: o da maternidade e paternidade. A gravidez na adolescência constitui um fenómeno bastante estudado por ter sido associado a diversos problemas de cariz social, nomeadamente baixa escolaridade, emprego precário e pobreza (Pereira et al., 2005). Neste contexto, o suporte social assume um papel de especial importância, dado poder proporcionar às adolescentes grávidas, bem-estar, afectos e vivências benéficas, que contribuem para as ajudar a percepcionar as mudanças da gravidez com menos stress. Segundo Cobb (1976) um bom suporte poderá providenciar orientação no que respeita aos cuidados pré-natais adequados e preparação para o parto; apoio nas tarefas do quotidiano (vida de casa, cuidar das crianças), ou a ajuda necessária nas exigências físicas, principalmente no final da gestação. Outra questão importante neste âmbito é a da vinculação pré-natal entre a grávida e o seu feto; enquanto criança a adolescente interiorizou características das suas interações com os pais...

Impacto da gravidez na adolescência no distrito da Guarda

Leal, Dora Margarida Mariano
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2006 POR
Relevância na Pesquisa
96.53%
Introdução: O desenvolvimento do país e do mundo tende a que os jovens tenham cada vez mais estudos, emancipando-se mais tarde. Neste contexto, uma gravidez na adolescência pode causar graves transtornos para a jovem adolescente e seu ambiente circundante. Objectivos: Pretendeu-se com este estudo compreender o impacto da gravidez na adolescência no Distrito da Guarda a nível de incidência e consequências obstétricas, fetais e biopsicossocias. Foi, ainda, objecto de estudo a caracterização do perfil das adolescentes e a identificação de factores predisponentes. Metodologia: Foram analisados 187 processos clínicos e inquiridas 41 parturientes adolescentes no Hospital de Sousa Martins, entre 2001 e 2006. Resultados: Neste período a Taxa de fecundidade na adolescência reduziu 41,5%. Verificou-se uma idade média das parturientes de 17,1 anos e de início da actividade sexual de 14,5 anos. Constatou-se que 85% tinham 6 ou menos anos de escolaridade, 56% tinham poucos conhecimentos sobre sexualidade e contracepção e que unicamente 5% usava sempre contracepção. Ocorreu atraso e deficiência na vigilância pré-natal. Comparando a população adolescente com a geral, na população adolescente a probabilidade de parto pré-termo e de baixo peso foram...

Fatores de risco para a gravidez na adolescência em uma maternidade-escola da Paraíba: estudo caso-controle

Amorim,Melania Maria Ramos; Lima,Lidiane de Araújo; Lopes,Camila Vigolvino; Araújo,Daniele Kelle Lopes de; Silva,Jéssica Guimarães Gomes; César,Larissa Cynthia; Melo,Adriana Suely de Oliveira
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.52%
OBJETIVO: identificar os fatores associados à gestação na adolescência em um Estado do nordeste do Brasil. MÉTODOS: realizou-se um estudo de caso-controle na proporção de uma adolescente entre 10 e 19 anos (caso) para duas mulheres entre 20 e 35 anos (controles), totalizando 168 casos e 337 controles. As variáveis reprodutivas analisadas foram: escolaridade, situação marital, procedência, renda familiar per capita em reais, trabalho remunerado, escolaridade da mãe, presença do pai da adolescente em casa. Foram também incluídas na análise variáveis reprodutivas: idade do primeiro coito, história materna de gravidez na adolescência, consulta ginecológica antes da gravidez, conhecimento, uso e acesso a métodos contraceptivos. RESULTADOS: verificou-se associação de gestação na adolescência com as seguintes variáveis: escolaridade menor que oito anos, ausência do companheiro e história materna de gestação na adolescência. Observou-se que a idade na primeira relação foi significativamente mais baixa entre as adolescentes, que tiveram menor frequência de consultas ginecológicas. Conhecimento dos métodos hormonais e acesso aos métodos anticoncepcionais foram menos frequentes entre as adolescentes. Os fatores de risco para a gravidez na adolescência...

Fatores associados à recorrência da gravidez na adolescência em uma maternidade escola: estudo caso-controle

Silva,Andréa de Albuquerque Arruda; Coutinho,Isabela C.; Katz,Leila; Souza,Alex Sandro Rolland
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.49%
Recorrência da gravidez na adolescência é uma situação frequente, sendo considerada como um fator agravante tanto para o aumento da morbidade materna e fetal quanto para aumento de problemas sociais. O objetivo desta pesquisa foi identificar fatores associados à recorrência de gravidez em adolescentes. Realizou-se estudo caso-controle com puérperas, incluindo 90 adolescentes com mais de uma gravidez (caso) e 90 adultas, mulheres que tiveram uma gestação na adolescência, mas que não recorreram (controle). Para análise estatística, utilizou-se regressão logística hierarquizada, com nível de significância de 5%. Os fatores que permaneceram associados à recorrência da gravidez na adolescência foram: coitarca < 15 anos, idade da primeira gestação < 16 anos, mudança de parceiro, não cuidar dos filhos e renda familiar < um salário mínimo. A recorrência de gravidez na adolescência foi associada especialmente a fatores reprodutivos e socioeconômicos. A mudança de parceiro foi fator de proteção. No puerpério de adolescentes, devem ser intensificados os cuidados para que seja evitada a recorrência.

Razões e reflexos da gravidez na adolescência: narrativas dos membros da família

Hoga,Luiza Akiko Komura; Borges,Ana Luiza Vilella; Reberte,Luciana Magnoni
Fonte: Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 PT
Relevância na Pesquisa
96.46%
Em inúmeros países, a gravidez na adolescência constitui problema emergente. Este artigo descreve as razões que levam à sua ocorrência e seus reflexos sobre a família, segundo o olhar de seus próprios membros. A pesquisa, de abordagem qualitativa, desenvolveu o método da análise de narrativa para entrevistar 19 pessoas que viveram a experiência da gravidez na adolescência no contexto da família. Das narrativas emergiram duas categorias descritivas: a) As razões da gravidez na adolescência e b) Os reflexos da gravidez sobre a família e a vida das adolescentes. A gravidez na adolescência provocou impacto na dinâmica familiar, e suas características dependeram das crenças e valores prevalentes em cada família. Dados sistematizados a este respeito devem ser obtidos para prover uma assistência apropriada às demandas das adolescentes e dos membros de sua família.

Representações Sociais da gravidez na adolescência para profissionais de Unidades de Saúde da Família

Sena Filha, Vera Lúcia de Moura; Castanha, Alessandra Ramos (Orientadora)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
BR
Relevância na Pesquisa
96.46%
Esta pesquisa faz parte de um projeto maior intitulado “Gravidez na Adolescência: Percepções de diferentes atores sociais” financiada por: FACEPE (em conjunto com a Secretaria da Mulher) e CNPq. A presente dissertação teve como objetivo geral apreender as representações sociais da gravidez na adolescência para os profissionais de saúde das Unidades de Saúde da Família. A gravidez na adolescência foi abordada através de um enfoque psicossociológico, por meio do arcabouço teórico da Psicologia Social, conduzido pela Teoria das Representações Sociais, visto que esta oferece suporte para a compreensão dos sentidos construídos coletivamente que norteiam práticas e comportamentos acerca do objeto estudado. A pesquisa foi desenvolvida em duas Mesorregiões do Estado de Pernambuco (Mesorregião Metropolitana do Recife e Mesorregião da Mata Pernambucana) e teve como participantes os profissionais de saúde das Unidades de Saúde da Família dessas regiões. O estudo utilizou-se de uma abordagem plurimetodológica e contemplou, como instrumentos, o questionário de associação livre e as entrevistas semi-estruturadas. Os dados obtidos através do questionário de associação livre foram analisados com o suporte do software EVOC e para as entrevistas empregou-se a análise de conteúdo temática. Ao comparar-se os dados obtidos através dos dois instrumentos...

Gravidez na adolescência em Uberlândia–MG: condicionantes e consequências

Vieira, Andréa dos Santos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
96.46%
A queda da fecundidade no início da década de 1970 concede visibilidade e status de problema de saúde a gestação na adolescência. Os direitos da saúde sexual e reprodutiva são conceitos desenvolvidos nas últimas décadas e representa uma conquista histórica, fruto da luta pela cidadania. A gravidez na adolescência e gravidez indesejada remete à maiores riscos materno-infantis e sociais. Em Uberlândia, a gravidez na adolescência, assim como no cenário nacional, tem se evidenciado, as gravidezes ocorridas no município nos anos de 2008 a 2010, 15% são de adolescentes. Apesar da queda da fecundidade inclusive na faixa etária da adolescente, o filho da adolescente ainda apresentava maior risco de morte no primeiro ano de vida. Tendo como pressupostos que a adolescência é uma construção sócio-histórica e, portanto, plural e a determinada socialmente, neste contexto objetivo do estudo foi analisar as condições sociais e os indicadores de saúde da população feminina de Uberlândia na perspectiva da vulnerabilidade, com ênfase na territorialização das disparidades intra-urbanas da gestação na adolescência e no potencial de enfrentamento das ações, programas e projetos desenvolvidos pelo Estado. A vulnerabilidade aqui é entendida como indicador de iniquidade e desigualdade social. O tipo de estudo foi estudo de caso descritivo-exploratório de cunho quantitativo e qualitativo. As técnicas de análise foram análises estatísticas e análise espacial. O geoprocessamento dos indicadores de saúde revelou-se uma importante ferramenta de planejamento...

Política social de prevenção à gravidez na adolescência : uma questão de saúde pública

Souza, Aparecida Velasco do Nascimento
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
96.47%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Departamento de Serviço Social, Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2007.; O número de adolescentes grávidas vem aumentando nos últimos quinze anos, e os dados demonstram o aumento crescente e contínuo do número de gestações nesta faixa etária que segue o caminho inverso da fertilidade na fase adulta, atribuída ao advento da pílula anticoncepcional e dos preservativos masculino e feminino. A negligência, os maus tratos, a necessidade de creches comunitárias, são alguns fatores que elevam a gravidez na adolescência do status de problema social ao de questão de saúde publica, onde a resposta do Estado ainda se apresenta sob a forma de programas, projetos, ações que não alcançam de modo eficiente o seu objetivo que é reduzir o número de gestações. Este trabalho teve por objetivo analisar as representações sociais dos profissionais de saúde e dos adolescentes acerca da gravidez na adolescência, no contexto das reuniões de pré-natal do Hospital Regional do Paranoá no Distrito Federal, buscando compreender as dificuldades em implementar um serviço de prevenção a gravidez na adolescência, bem como o porquê da não adesão das adolescentes aos métodos contraceptivos. Para compreender esta realidade buscou-se elaborar uma pesquisa com o intuito de evidenciar a relação de partos realizados em adultos e adolescentes no Distrito Federal e Paranoá...

Gravidez na adolescência em Boa Vista - Roraima (Brasil) no ano de 2011: fatores predisponentes e medidas de prevenção

Sampaio, Maria de la Paz Perez
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
96.5%
Gravidez na Adolescência em Boa Vista - Roraima (Brasil) no ano de 2011: Fatores Predisponentes e Medidas de Prevenção. O número elevado de gravidez na adolescência tem motivado estudos, em caráter mundial, pois repercute em todos os setores da vida das adolescentes, principalmente em seu processo educacional, na construção de sua independência econômica e em seus relacionamentos sociais, especialmente o familiar. O estudo teve o objetivo de identificar comportamentos e fatores familiares e socioculturais que contribuíram para a gravidez entre as adolescentes inscritas na Estratégia de Saúde da Família (ESF) no Município de Boa Vista/Roraima (Brasil) no ano de 2011. Foi desenvolvido nos termos de pesquisa exploratória com abordagem qualitativa. Para a coleta de dados foi usado um roteiro de entrevista contendo 53 questões (abertas e fechadas), aplicado junto às adolescentes grávidas inscritas nas Unidades Básicas de Saúde da Família, no período de 01 a 30 de junho de 2011. A amostra incluiu 110 adolescentes com idades compreendidas entre os 13 e os 19 anos, sendo a média de 16,5 anos. Os resultados mostram que: 98% das jovens sobrevivem com baixa renda; 90,91% possuem baixa escolaridade, apresentando uma evasão escolar de 55% dos casos motivada...

Fatores de influência individuais, psicossociais e relacionais para a ocorrência de gravidez na adolescência em Portugal Continental

Carvalho, Paula Susana L. Saraiva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
96.59%
O reconhecimento da importância dos contextos individuais e relacionais/afectivos das adolescentes na construção das trajectórias de desenvolvimento (in)adaptativas contribuiu para a exploração do impacto dos aspectos individuais, relacionais e sociais, no seio dos quais sobressaem algumas variáveis que se têm mostrado passíveis de conduzir a uma gravidez na adolescência. Os resultados da investigação empírica apontam no sentido de que a gravidez precoce ocorre sobretudo em adolescentes que vivem em situações desfavorecidas do ponto de vista social, económico e pessoal, nomeadamente no que toca a situações de pobreza, baixos níveis educacionais e condições adversas ao longo da sua trajectória desenvolvimental. Os dados disponíveis salientam uma tendência consistente, nas últimas duas décadas, para um decréscimo da gravidez na adolescência em Portugal Continental. Apesar da evolução positiva deste indicador no panorama nacional, este continua a ser bastante desfavorável, sendo um problema social incontornável na actualidade. Não obstante a relevância, tanto teórica como prática deste fenómeno e o crescente interesse pela sua investigação, são ainda escassos ou inexistentes os estudos portugueses que incluam as diversas regiões geográficas do país. Com a presente dissertação...

Impacto da gravidez na adolescência no distrito da Guarda

Leal, Dora Margarida Mariano
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2006 POR
Relevância na Pesquisa
96.53%
Introdução: O desenvolvimento do país e do mundo tende a que os jovens tenham cada vez mais estudos, emancipando-se mais tarde. Neste contexto, uma gravidez na adolescência pode causar graves transtornos para a jovem adolescente e seu ambiente circundante. Objectivos: Pretendeu-se com este estudo compreender o impacto da gravidez na adolescência no Distrito da Guarda a nível de incidência e consequências obstétricas, fetais e biopsicossocias. Foi, ainda, objecto de estudo a caracterização do perfil das adolescentes e a identificação de factores predisponentes. Metodologia: Foram analisados 187 processos clínicos e inquiridas 41 parturientes adolescentes no Hospital de Sousa Martins, entre 2001 e 2006. Resultados: Neste período a Taxa de fecundidade na adolescência reduziu 41,5%. Verificou-se uma idade média das parturientes de 17,1 anos e de início da actividade sexual de 14,5 anos. Constatou-se que 85% tinham 6 ou menos anos de escolaridade, 56% tinham poucos conhecimentos sobre sexualidade e contracepção e que unicamente 5% usava sempre contracepção. Ocorreu atraso e deficiência na vigilância pré-natal. Comparando a população adolescente com a geral, na população adolescente a probabilidade de parto pré-termo e de baixo peso foram...

Gravidez na adolescência: um olhar sobre um fenômeno complexo; Embarazo en la adolescencia: una mirada a un fenomeno complejo; Adolescent pregnancy: a look at a complex phenomenon

Dias, Ana Cristina Garcia; Teixeira, Marco Antônio Pereira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2010 POR
Relevância na Pesquisa
96.46%
O presente trabalho apresenta uma revisão seletiva e não sistemática da literatura a respeito do fenômeno da gestação na adolescência. Três eixos temáticos orientam a organização do trabalho: (a) Riscos e problemas associados à gestação na adolescência; (b) Fatores precursores relacionados à gravidez na adolescência; e (c) Fatores sócio-culturais associados ao desejo de ser mãe na adolescência. Entre as conclusões, destaca-se que a gravidez na adolescência é uma experiência que pode ter consequências tanto negativas quanto positivas para os adolescentes. Além disso, o fenômeno evidencia a necessidade de intervenções voltadas à saúde sexual e reprodutiva dos adolescentes.; Este artículo presenta una revisión selectiva y no sistemática de la literatura sobre el fenómeno del embarazo en la adolescencia. Tres temas guían la organización del texto: (a) los riesgos y los problemas asociados con el embarazo adolescente, (b) los factores precursores relacionados con el embarazo en la adolescencia y (c) los factores socioculturales asociados con el deseo de ser madre en la adolescencia. Entre las conclusiones, se destaca que el embarazo en la adolescencia es una experiencia que puede tener consecuencias tanto negativas cuanto positivas para los adolescentes. Por otra parte...

What is and how can be explained pregnancy in adolescence; O que é e como se explica a gravidez na adolescência

Queiroga, Kallyne Rubyan Oliveira; Farias, Maria do Carmo Andrade Duarte de; Casimiro, Geofabio Sucupira; Nascimento, Aissa Romina Silva do; Maia, Paula Christianne Gomes Gouveia Souto; Abrantes, Kennia Sibelly Marques de; Valenti, Vitor Engrácia; Abreu,
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2014 ENG; POR
Relevância na Pesquisa
96.49%
Introduction: The inconsequential exercise of sexuality may generate innumerous conflicts and interfere wityh each adolescent’s plans for the future, resulting in early pregnancy, for example. Objective: Describe the ideas associated to the subject pregnancy in adolescence. Methods: This is a systematic revision with scientific production about pregnancy in adolescence disseminated in health science journals, in the period of 2006 to 2010. It has a quantitative and qualitative approach to the data. The total analyzed samples were 20 articles. The data collection instrument was a structured script containing objective and subjective questions. The quantitative data was presented in tables, the subjective, in charts, reflected through thematic analysis (Bardin). Results: The findings revealed negative feelings, among others, associated to the pregnancy during adolescence and its occurrence to psychological and socio-economic factors.Discussions: The pregnancy in adolescence can be seen as a period of search for identity, occurring due to rebelliousness, many times experienced in relation to their families and to the historical and social context. However, its explanation is multifactorial. Conclusion: This phenomenon may be something that is experienced positively or negatively...

Fatores associados à recorrência da gravidez na adolescência em uma maternidade escola: estudo caso-controle

Silva,Andréa de Albuquerque Arruda; Coutinho,Isabela C.; Katz,Leila; Souza,Alex Sandro Rolland
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.49%
Recorrência da gravidez na adolescência é uma situação frequente, sendo considerada como um fator agravante tanto para o aumento da morbidade materna e fetal quanto para aumento de problemas sociais. O objetivo desta pesquisa foi identificar fatores associados à recorrência de gravidez em adolescentes. Realizou-se estudo caso-controle com puérperas, incluindo 90 adolescentes com mais de uma gravidez (caso) e 90 adultas, mulheres que tiveram uma gestação na adolescência, mas que não recorreram (controle). Para análise estatística, utilizou-se regressão logística hierarquizada, com nível de significância de 5%. Os fatores que permaneceram associados à recorrência da gravidez na adolescência foram: coitarca < 15 anos, idade da primeira gestação < 16 anos, mudança de parceiro, não cuidar dos filhos e renda familiar < um salário mínimo. A recorrência de gravidez na adolescência foi associada especialmente a fatores reprodutivos e socioeconômicos. A mudança de parceiro foi fator de proteção. No puerpério de adolescentes, devem ser intensificados os cuidados para que seja evitada a recorrência.