Página 1 dos resultados de 4621 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Transporte de glicose em Trichoderma reesei: caracterização estrutural e funcional dos genes Trhxt1 e Trhxt2; Glucose transport in Trichoderma reesei: structural and functional characterization of the Trhxt1 and Trhxt2 genes

Ramos, Augusto Savio Peixoto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/11/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
O fungo filamentoso Trichoderma reesei é caracteristicamente reconhecido pela produção de celulases e hemicelulases, que lhe permitem utilizar uma ampla variedade de polissacarídeos como fonte de carbono. Neste trabalho, descrevemos a caracterização de dois genes de T. reesei, Trhxt1 e Trhxt2, que codificam proteínas com alta similaridade a transportadores de glicose de vários microorganismos. Os dois genes foram identificados em um banco de dados de ESTs de T. reesei. A análise computacional de Trhxt1 e Trhxt2 indica que ambos fazem parte da major facilitator superfamily (MFS), apresentando, tipicamente, 12 segmentos transmembrânicos. A expressão de Trhxt1 ocorre apenas em baixos níveis de glicose(≈ 100 µmol 1-1), enquanto a de Trhxt2 parece ocorrer de forma constitutiva, independentemente da fonte de carbono. Em baixas concentrações de oxigênio, a expressão de Trhxt1 é induzida e a de Trhxt2, reprimida. O sistema de transporte em T. reesei apresenta um componente de afinidade muito alta por glicose (Km ≈ 20 µmol 1-1) semelhante ao de outros fungos filamentosos. Dados sobre o transporte de glicose em uma cepa mutante ΔTrhxt1 indicam que o gene Trhxt1 está envolvido com o transporte em baixos níveis de glicose (≤ 100 µmol 1-1) que correspondem...

Influência da ingestão de erva mate (Ilex paraguariensis) sobre parâmetros relacionados ao diabetes mellitus e metabolismo de glicose em ratos Wistar; Influence of intake of grass mate (Ilex paraguariensis) on parameters related to diabetes mellitus and glucose metabolism in rats Wistar

Oliveira, Daniela Moura de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
Introdução: A incidencia e prevalencia do Diabetes Mellitus aumentam a cada ano, alcancando proporcoes epidemicas. A infusao aquosa de erva mate apresenta consideraveis teores de acidos clorogenicos, que alem de atuarem como antioxidantes, podem diminuir a producao e absorcao de glicose, conforme indicado na literatura. Objetivos: Avaliar a influencia da ingestao de infusao de erva mate sobre parametros bioquimicos relacionados ao diabetes mellitus e o metabolismo de glicose. Metodologia: Ratos Wistar (n=41) foram divididos em: nao diabeticos controle (NDC, n=10); nao diabeticos erva mate (NDE, n=10); diabeticos controle (DC, n=11) e diabeticos erva mate (DE, n=10). O diabetes foi induzido por aloxana. Os animais receberam extrato de erva mate (1 g/kg) ou solucao fisiologica por gavagem durante 28 dias, com agua e racao comercial ad libitum. Seus tecidos foram submetidos as analises (glicemia, insulinemia, colesterol total, atividade da enzima glicose-6-fosfatase hepatica e expressao genica do cotransportador intestinal de Na+/glicose SGLT1, sendo este responsavel pela maior parte da absorcao de glicose no lumen). Os dados foram analisados por analise de variancia com dois fatores (ANOVA 2-way) com ou sem medidas repetidas, de acordo com a variavel. O nivel de significancia adotado foi 5%. Resultados: Nao houve diferenca significativa entre os grupos controle (NDC e DC) e os grupos que ingeriram erva mate (NDE e DE) para a glicemia...

Sobrecarga salinas cronica em ratos Wistar eleva a pressão arterial e aumenta o metabolismo da glicose, sem modificar a sensibilidade a insulina; Sobrecarga salina cronica em ratos wistar eleva a pressao arterial e aumenta o metabolismo da glicose, sem modificar a sensibilidade a insulina

Lima, Nereida Kilza da Costa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/1995 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
Durante o processo de envelhecimento humano, há aumento da pressão arterial e da prevalência de distúrbios do metabolismo de carboidratos, tais como: resistência à ação da insulina na captação de glicose, intolerância à glicose e diabetes mellitus tipo II. Questiona-se a existência de uma associação de causaefeito entre hipertensão arterial e resistência à insulina ou se apenas há concomitância eventual entre os dois fenômenos, com potencial ação amplificadora de um sobre o outro. Por outro lado, sabendo-se que o sal participa do aumento pressórico com a idade, torna-se importante o conhecimento de seu papel na sensibilidade à insulina durante o envelhecimento. O objetivo deste estudo, portanto, foi avaliar o papel do sal na pressão arterial, metabolismo da glicose e resistência à insulina durante o envelhecimento de ratos. Utilizaram-se ratos Wistar machos que foram submetidos, logo após o desmame, à dieta hipossódica (0,15% de NaCl) ou hipersódica (7,94% de NaCl) mantidas até 72 semanas de idade. Em um subgrupo de animais em cada dieta, procedeu-se à inversão das mesmas após 48 semanas de vida. Em animais jovens e idosos, procedeu-se à medida da pressão arterial, peso, massa renal e ventricular esquerda...

Modulação do trocador NA+/H+ apical, NHE3, pelo transporte de glicose em túbulos renais in vivo.; Modulation of apical Na+/H+ exchanger, NHE3, by glucose transport in rat renal proximal tubules.

Pessoa, Thaíssa Dantas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.09%
e algumas vias de sinalização envolvidas com a reabsorção de HCO3-, além do efeito do tratamento com florizina e com streptozotocina. Para isso, utilizamos o método de microperfusão estacionária in vivo. Perfusões tubulares com solução de glicose 5mM aumentaram a reabsorção de bicarbonato em comparação com soluções contendo florizina sem glicose. Porém, perfusão de soluções de glicose 20mM ocasionaram efeito intermediário sobre esta reabsorção. A perfusão de solução contendo glicose 5mM com os inibidores PD169316 e LY294002 aboliu o efeito estimulatório promovido pela glicose 5mM. O tratamento com streptozotocina aboliu o efeito inibitório da perfusão de solução de glicose 20mM. Já o tratamento com florizina, não apresentou nenhum efeito adicional à inibição ocasionada pela perfusão de glicose 20mM mas inibiu o efeito estimulatório produzido pela perfusão de glicose 5 mM.; We studied the modulation of bicarbonate reabsorption by the apical Na+/H+ exchanger of renal proximal tubule by luminal glucose, and the signaling path of this relationship. Treatment with phloridzin and streptozotocin diabetes on HCO3- reabsorption was also studied. We used stationary microperfusion in vivo for this purpose. Tubule perfusions with 5 mM glucose increased bicarbonate reabsorption compared to solutions without glucose plus phloridzin. Perfusion with 20 mM glucose caused an intermediate effect on JHCO3- compared to 0/phloridzin and 5 mM glucose. The inhibitors PD169316 and LY294002 with 5 mM glucose blocked the stimulatory effect of the latter...

Gradientes de oxigênio, glicose, dióxido de carbono e lactato em diferentes compartimentos vasculares; Oxygen, glucose, carbon dioxide and lactate in different vascular compartments

Pereira, Adriano José
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
INTRODUÇÃO: Apesar do amplo uso da medida da saturação central de oxigênio como meta terapêutica em pacientes de terapia intensiva, diferenças absolutas em relação à saturação venosa mista existem. As causas desses gradientes, bem como o comportamento das mesmas ao longo do tempo nas doenças graves não foram completamente esclarecidas. Considerando que a maioria das intervenções atualmente empregadas para reverter desequilíbrios de oxigenação tecidual presentes nos pacientes graves é direcionada, direta ou indiretamente, ao coração; a situação particular de elevada taxa de extração de oxigênio basal do miocárdio e a ausência de ferramentas de monitorização do impacto miocárdico dessas intervenções, o presente estudo, diante da possibilidade teórica da participação do efluente do seio coronário nessas diferenças centrais para pulmonares, não só para a saturação de oxigênio (SO2), analisou o comportamento da SO2, pressão parcial de dióxido de carbono (PCO2), lactato e glicose, em diferentes modelos de hipóxia e compartimentos vasculares, com ênfase na avaliação do metabolismo miocárdico e seu impacto nos gradientes centrais para pulmonares. MÉTODOS: 37 porcos, machos, com peso em torno de 35 Kg...

Efeito comparativo de repositores energéticos sobre as concentrações plasmáticas de glicose e ácidos graxos livres de corredores de longa distância; Comparative effects of energetic repositors on plasma free-fatty acids and glucose of long distance runners

Ribeiro, Beatriz Gonçalves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2004 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
A reposição de glicogênio pós treino foi investigada usando uma mistura de ambos, glicose e glicose-frutose, como repositores, em atletas corredores de longa distância. Dez corredores competitivos (30±4,7 anos) foram avaliados para composição corporal e consumo alimentar antes do exercício de 90 minutos em esteira elétrica a 70% V02máx. Amostras de sangue venoso foram coletadas antes e após o término do exercício, quando eles receberam 1g de carboidrato.kg-1 de uma mistura de ambos, glicose-frutose (CHO1) e glicose (CHO2), e outra com sucralose ou placebo (controle). Amostras de sangue foram retiradas 30, 60, 90 e 120 minutos após o consumo dos suplementos e usadas para determinação de glicose e de ácidos graxos plasmáticos, por reações colorimétricas. Não foram observadas diferenças significativas na composição corporal e na hidratação durante o exercício. Os tratamentos CHO1 e CHO2 produziram elevação na glicemia, em 30 minutos, comparados ao grupo placebo. Entretanto, em 90 min, somente no tratamento CHO1, uma queda na glicemia foi observada (CHO2>CHO1). Os ácidos graxos livres aumentaram comparativamente após o exercício (CHO1=CHO2=placebo) e, diferente do placebo, em 90 minutos, reduziram nos tratamentos CHO1 e CHO2. Ambos os repositores atuaram similarmente nas concentrações de ácidos graxos livres...

Desenvolvimento de uma superfície bifuncional Pt/Au modificada com glicose oxidase para determinação de glicose em amostras alimentícias; Development of a bifunctional surface Pt/Au modified with glucose oxidase for glucose determination in food samples

Dadamos, Tony Rogério de Lima
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/07/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
A glicose é um açúcar redutor importante na dieta humana, sendo abundante em diversos alimentos, como sucos de frutas, mel, iogurtes e refrigerantes e pode ser facilmente ingerido e metabolizado. Ela fornece a energia para o corpo humano, entretanto, diversos desequilíbrios metabólicos estão associados com variações no teor de glicose no sangue, saliva ou urina. Sendo assim é preciso desenvolver métodos de baixo custo, simples e rápidos que permitam o monitoramento deste metabólito. Portanto, no presente trabalho foi desenvolvido e caracterizado um eletrodo composto por uma superfície bifuncional de Pt/Au, onde a superfície de Au foi modificada com uma monocamada auto-organizada de cistamina na qual foi ancorada a enzima glicose oxidase e a superfície da Pt com ferroceno, para determinação de glicose em amostras alimentícias. O eletrodo foi construído utilizando-se um eletrodo de platina, sobre o qual foram eletrodepositado nanoestruturas de ouro, através de voltametria linear em uma solução contendo o ânion tetracloroáurico. As nanoestruturas de ouro foram modificadas com o alcanotiol cistamina, formando uma camada auto-organizada, para servir de plataforma para ancoragem da glicose oxidase. O peróxido de hidrogênio...

Efeito da glicose e da atividade do co-transportador Na+-glicose, isoformas 1 e 2, sobre o trocador Na+/H+, isoforma 3 em túbulos proximais: papel do metabolismo glicolítico, do transporte de água e da localização dos transportadores.; Effect of glucose and SGLT1 and SGLT2-activity on NHE3 in proximal tubules: role of glycolytic metabolism, water flux and transporter co-localization.

Pessoa, Thaíssa Dantas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.16%
Está bem estabelecido na literatura que o NHE3 é ativado, no intestino, pelo transporte de glicose mediado pelo SGLT1, e que esta ativação não dependente do metabolismo da glicose. Acredita-se que a co-ativação do NHE3 e do SGLT1 ocorra para maximizar a reabsorção de nutrientes no período pós-prandial. Porém, ainda não foi determinado se a captação de glicose através dos SGLTs é capaz de regular a atividade do NHE3 no túbulo proximal renal. Levando-se em conta que este segmento renal também expressa o SGLT2 e que os rins e intestinos apresentam significativas diferenças na disponibilidade de glicose ao longo do dia, o objetivo do presente trabalho foi o de determinar o efeito da glicose e da atividade dos SGLTs renais sobre a atividade do NHE3. Experimentos de microperfusão estacionária demonstraram que a perfusão luminal de glicose 5mM estimula o NHE3 via o metabolismo glicolítico. A perfusão de concentrações suprafisiológicas de glicose inibe o NHE3 por promover aumento de volume celular. A inibição farmacológica dos SGLTs, utilizando-se o inibidor inespecífico Florizina, ocasionou acentuada inibição do NHE3, mesmo na ausência de glicose. Além disso, experimentos de imunofluorescência determinaram que o NHE3 é co-expresso com o SGLT2...

Efetividade analgésica da combinação da oferta oral de glicose 25% e sucção não nutritiva na inserção do cateter percutâneo em neonatos: ensaio clínico randomizado de superioridade; Analgesic effectiveness of combining oral supply of 25% glucose solution and non-nutritive sucking in the percutaneous catheter insertion procedure in neonates: a randomized clinical trial of superiority

Camargo, Patrícia Ponce de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
Introdução: embora seja frequente e comum aos neonatos internados em unidade de terapia intensiva neonatal o uso do cateter percutâneo (CCIP) para implementação da terapêutica medicamentosa, a sua instalação é um procedimento doloroso, raramente realizada com medidas analgésicas. Objetivo: comparar a efetividade analgésica da combinação de oferta oral de glicose 25% com sucção não nutritiva (SNN) com a oferta oral de glicose 25% na inserção de CCIP em neonatos. Método: ensaio clínico randomizado de superioridade, conduzido no Berçário Anexo à Maternidade do Instituto da Criança da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, no período de outubro de 2011 a fevereiro de 2013. A amostra foi constituída por 85 neonatos, randomizados e alocados em dois grupos, grupo experimental (GE) composto por 43 neonatos e o controle (GC) com 42 neonatos. Ambos os grupos receberam solução de glicose 25% em volume que variou de 0,5mL a 2,0mL, de acordo com o peso do neonato. Aos neonatos do GE, além da solução de glicose 25% foi oferecido chupeta para estimulação da SNN. A glicose 25% foi fracionada e administrada em três períodos: 1- pré-punção venosa com oferta da metade do volume de glicose 25% prescrita...

Separação de glicose, frutose, oligossacarideos e dextranas utilizando zeolitas; Separation of glucose, fructose, oligosaccharides and dextran using zeolites

Carlos Andre Veiga Burket
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/05/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
Dextrana-sacarase de Leuconostoc mesenteroides pode produzir, a partir da sacarose, dextrana na ausência de aceptores, e oligossacarídeos na presença de maltose ou outros açúcares como aceptores, tendo como subproduto a frutose. Entre as diversas cepas produtoras, Leuconostoc mesenteroides NRRL B-512F é a mais estudada. O valor comercial destes produtos aumenta com a pureza, tomando interessante a sua recuperação e purificação. Para tal, técnicas cromatográficas de separação são aplicadas, em que zeólitas, aluminosilicatos cristalinos com elementos dos grupos IA e lIA, podem ser utilizadas como adsorventes. A zeólita de partida (forma sódica), Baylith WE-894, foi caracterizada, determinando sua composição, área superficial, tamanho e distribuição de poros e densidade. Zeólitas modificadas por troca iônica com diferentes cátions de compensação (Ba2+, Ca2+, Sr+ e Kl foram obtidas, determinando-se os dados de equilíbrio para adsorção de glicose e frutose puras. A influência do cátion de compensação na capacidade de adsorção e seletividade na adsorção de frutose, bem como a descrição do equilíbrio da adsorção com modelos de isotermas, foram estudados. Os melhores resultados foram obtidos com a zeólita trocada com íons Ba2+...

Captação periferica de glicose em modelo de estresse induzido por choque nas patas; Glucose uptake in footshock stressed rats

Juliana de Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
A literatura é escassa quanto à modelos de estresse relacionados ao estudo da utilização periférica de glicose, com o objetivo de compreender os mecanismos através dos quais a situação de estresse possa levar a resistência à insulina. Nosso modelo de estresse induzido por choques nas patas aplicados em três dias consecutivos em ratos apresenta um quadro metabólico bastante semelhante àquele apresentado em quadros iniciais de diabetes tipo 2, tornando-se fundamental o estudo da captação de glicose pelos tecidos neste modelo animal. Considerando que o modelo de estresse por choque nas patas promove alterações fisiológicas que têm repercussões endócrinas e metabólicas possíveis de serem demonstradas in vivo e in vitro, os objetivos deste trabalho foram investigar a captação periférica de glicose em ratos estressados utilizando as técnicas de ivGTT, clamp euglicêmico-hiperinsulinêmico e captação de glicose em adipócitos isolados. Nossos resultados demonstraram que: a captação de glicose pelos adipócitos isolados de ratos estressados está menos sensível a insulina e mais sensível a noradrenalina quando comparado aos adipócitos de ratos controle; a estimulação adrenérgica da captação de glicose é principalmente mediada pelo ?1-AR; a estimulação do ?2-AR não teve efeito em adipócitos de ratos controle...

Estudo da dinamica insulinica e da secreção de cortisol em pacientes com deficiencia de glicose-6-fosfato desidrogenase

Sarah Monte Alegre
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //1994 PT
Relevância na Pesquisa
37.11%
A deficiência de G-6-PD é um erro inato do metabolismo de carboidratos em que a atividade ou estabilidade da glicose-6-fosfato desidrogenase (enzima que cataliza a reação inicial da via das pentoses-fosfato) está reduzida. Uma variedade de alterações é esperada, pois a referida enzima está presente em diferentes células e tecidos, incluindo pâncreas e o córtex da adrenal. Em nosso estudo anterior demonstramos que os portadores dessa deficiência enzimática apresentavam redução na fase rápida de secreção de insulina. No presente trabalho de pesquisa, tivemos como objetivo avaliar de forma mais precisa a secreção de insulina através da quantificação do peptídeo C plasmático após estimulo glicidico, assim como, após a L-arginina, outro estimulante da secreção de insulina, além da sensibilidade periférica à insulina. Constou dos objetivos avaliar a secreção de cortisol após estímulo com ACTH. Para tanto, foram estudados 11 individuos com deficiência de G-6-PD e 11 indivíduos controle que formaram o grupo I e foram submetidos aos testes par avaliar a função secretória da célula ß pancreática (Teste Endovenoso de Tolerância à Glicose - TETG e Teste da Arginina) e a sensibilidade periférica à insulina (Teste de Tolerdncia à Insulina - TTl). E...

Envolvimento dos quatro genes bZIPs do Grupo C de Arabidopsis thaliana na sinalização por glicose, manose e ABA; Functional analysis of the Arabidopsis Group C bZIPs homologous to the maize Opaque-2 regulator

Juarez Pires Tomaz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
37.15%
Na planta modelo eudicotiledónea A. thaliana quatro genes para fatores de transcrição do tipo bZIP que são homólogos a Opaco-2 (O2) do milho, uma monocotiledônea, foram identificados. O2 é um regulador chave do metabolismo coordenado de carbono e nitrogênio e da síntese de prolaminas de reserva durante o desenvolvimento da semente. Estes quatro genes, AtbZIP9, o par de parálogos AtbZIP10 e AtbZIP25, e AtbZIP63, o provável ortólogo de O2, formam o Grupo C de genes bZIP de Arabidopsis. Sabe-se que AtbZIP9 provavelmente desempenhe um papel no processo de desenvolvimento do floema, AtbZIP10 está associado com e resposta à estresses, além de, junto com AtbZIP25, participar na regulação de genes de proteínas de reserva na semente e que AtbZIP63 pode estar envolvido com o balanço energético da planta. Para acrescentar novas informações relevantes sobre a função dos bZIPs do Grupo C e, a longo prazo, entender como a função de O2 evoluiu em angiospermas, iniciou-se neste trabalho uma caracterização detalhada da regulação dos membros do Grupo C em resposta a diversos sinais hormônais e a açúcares. Mostramos que apenas as hexoses glicose e manose e o ácido abscísico (ABA) regulam de maneira transiente a expressão dos genes bZIP do Grupo C...

Avaliação da importância do controle da estabilidade de RNAm na sinalização por glicose e ABA e na interação desses sinais em Arabidopsis thaliana; Evaluation of the importance of mRNA stability control in glucose and ABA-signaling and in the interaction of these signals in Arabidopsis thaliana

Gustavo Turqueto Duarte
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
As plantas, sendo organismos sésseis, desenvolveram um conjunto de mecanismos que possibilitam a adaptação a condições ambientais adversas visando à manutenção da homeostase energética para o desenvolvimento e propagação. Tais respostas valem-se da integração entre a biossíntese de hormônios, ativação de vias gênicas de resposta a estresse e um balanço adequado do uso da energia disponível. Os açúcares, além de serem fontes de carbono e energia, também atuam como moléculas sinalizadoras podendo agir conjuntamente com sinais hormonais na adaptação a estresses bióticos e abióticos e no controle do desenvolvimento. Nesse contexto, diversos estudos apontam para uma importante relação entre o ácido abscísico (ABA), um dos principais hormônios relacionados à resposta a estresses, e a glicose. A sinalização por ABA, além de atuar sobre a regulação da transcrição, é conhecida por envolver fatores de controle de estabilidade do RNAm. Contudo, a participação destes mecanismos em respostas mediadas por glicose ainda é pouco explorada. Num primeiro momento, o presente trabalho visou avaliar o potencial das participações de regulações pós-transcricionais em resposta a ABA e glicose em Arabidopsis thaliana...

Sensibilidade à insulina e à glicose, secreção de insulina e distribuição de células ß no pâncreas endócrino do morcego frugívoro Artibeus lituratus

Protzek, André Otavio Peres
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
37.17%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2010.; O morcego frugívoro Artibeus lituratus absorve grandes quantidades de glicose em curtos períodos de tempo, além de mantém a normoglicemia, mesmo após prolongado período de jejum. Com base nesses dados, nosso objetivo foi investigar diversos aspectos relacionados à homeostase da glicose: concentrações plasmáticas de glicose e insulina; teste intraperitoneal de tolerância à glicose e à insulina (ipGTT e ipITT), secreção de insulina em fragmentos de pâncreas estimulados por glicose (2,8, 5,6 ou 8,3 mM), distribuição das células β nas ilhotas pancreáticas, e conteúdo e atividade da pAkt/Akt no músculo peitoral e fígado do morcego frugívoro Artibeus lituratus. A glicose plasmática de morcegos alimentados foi superior a de morcegos jejuados, enquanto que os níveis de insulina foram semelhantes em ambas às condições. Os valores da área sob curva obtida a partir do ipGTT foram significativamente mais elevados quando os morcegos receberam 2 ou 3g/ kg m.c. de glicose em comparação com o controle (salina). Estes morcegos também apresentaram um decréscimo significativo dos valores de glicose no sangue após a administração de insulina durante o ipITT. A secreção de insulina a partir de fragmentos de pâncreas estimulados por concentrações fisiológicas de glicose (5...

Café e metabolismo da glicose : ensaio clínico cruzado randomizado com isótopos estáveis

Reis, Caio Eduardo Gonçalves
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
37.11%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, 2015.; Introdução: Dados epidemiológicos mostram uma associação inversa do consumo de café com o risco de diabetes tipo 2. No entanto, os resultados dos estudos em longo prazo (semanas) mostram que o café cafeinado pode melhorar o metabolismo da glicose reduzindo a curva glicêmica e aumentando a resposta insulinêmica, ao passo que nos estudos em curto prazo (horas) o café cafeinado pode aumentar a área abaixo da curva da resposta glicêmica. Já os mecanismos por trás desses efeitos benéficos ainda não foram completamente elucidados. Desta forma, esta pesquisa tem por objetivo investigar o efeito agudo do consumo de café sobre a taxa de captação de glicose e sensibilidade à insulina utilizando uma metodologia com isótopo estável após um teste oral de tolerância à glicose. Métodos: Quinze homens saudáveis foram submetidos a um ensaio clinico randomizado cruzado duplo cego com cinco grupos experimentais: café descafeinado, café cafeínado (com e sem açúcar) e controles - água (com e sem açúcar); seguido 1 hora após pelo teste oral de tolerância à glicose (75 g de carboidrato disponível) com marcação isotópica intravenosa da glicose ([1]-13Cglicose) analisada pelo índice dos modelos mínimos (225 minutos). Foi aplicado oneway ANOVA com ajuste de Bonferroni para comparar os efeitos das bebidas testes nos parâmetros do metabolismo da glicose. Resultados: O café descafeinado resultou em maior sensibilidade à insulina em comparação com o café cafeinado e água. Já o café cafeinado apresentou uma maior taxa de captação de glicose em comparação com o café descafeinado e água. No entanto...

ARHGAP21 inibe a secreção de insulina estimulada por glicose através da modulação aa FAK, CDC42 E PKC'dzeta'; ARHGAP21 inhibits glucose-stimulated insulin secretion through through FAK, CDC42 and PKC'dzeta '

Sandra Mara Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
Introdução e objetivos: A ARHGAP21 é uma Rho-GAP que promove a ativação de um fator intrínseco da Rho-GTPase Cdc42 responsável pela hidrólise de GTP à GDP e inativação da atividade da proteína. ARHGAP21 se associa à PKC? em cardiomiócitos e à porção C-terminal da FAK em glioblastomas, onde inibe a ativação de Rho-GTPases, e, com isso, o rearranjo do citoesqueleto de actina. A Cdc42, FAK e PKC? estão envolvidas na secreção de insulina estimula por glicose, diferenciação e proliferação de ilhotas pancreáticas. O objetivo deste trabalho foi investigar em células beta pancreáticas: 1) a expressão e localização da ARHGAP21; 2) o efeito da glicose na expressão das proteínas PKC?, FAK e Cdc42 e sua associação à ARHGAP21 e; 3) a função da ARHGAP21 no controle da secreção de insulina estimulada por glicose. Materiais e Métodos: A expressão e localização da ARHGAP21 em células MIN6 foram avaliadas por imunoflorescência. Células MIN6 foram tratadas na presença de 5,6 ou 22 mM de glicose ou, na ausência ou presença de insulina (0,2 U/ml) por 3 dias. Após a extração protéica a expressão das proteínas ARHGAP21, PKC, FAK e Cdc42 foi avaliada por Western blot. Células MIN6 foram incubadas em solução contendo 22 mM de glicose e coletadas em diferentes tempos (0...

Estudo sobre produção, purificação e propriedades de glicose isomerase de Streptomyces bikiniensis

Yong Kun Park
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Livre Docência Formato: application/pdf
Publicado em //1976 PT
Relevância na Pesquisa
37.19%
Isolou-se da terra, 650 cepas de microrganismos e examinou-se a atividade que cada uma possuía de isomerizar d-glicose. Encontrou-se uma linhagem de Streptomyces sp, com alta atividade de produção da enzima quando incubada em meio de cultura contendo xilose como indutor. Verificou-se que esta enzima é intracelular, e a cepa em questão foi identificada como Streptomyces bikiniensis (Johnson e Waksman, 1947). Descobriu-se que a glicose isomerase de Streptomyces bikinien sis é efetivamente induzida por xilose, enquanto que xilana induz a enzima de maneira mais branda. Da mesma forma, d-Aratiino se, L-Rhamnose, d frutose, d-manose e d-ribose, produzem baixa indução da glicose isomerase. Purificou-se a glicose isomerase de Streptomyces bikiniensis por fracionamento com sulfato de amónio, DEAE-celulose e filtração com Sephadex G-200. Através de eletroforese de gel poliacrilamida, encontrou se que a enzima glicose isomerase purificada era homogênea. As propriedades cinéticas da glicose isomerase foram estudadas e os resultados obtidos, foram comparados com a glicose isomerase produzida nos outros microrganismos. Verificou-se também, que os substratos adequados para a enzima, são: d-xilose, d-ribose e d-glicose, com os respectivos valores de Km: 0...

Estudo do efeito e do mecanismo de ação das sulfonamidas e acilhidrazonas sintéticas na homeostasia da glicose

Frederico, Marisa Jádna Silva
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: [167] p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.15%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Bioquímica, Florianópolis, 2014.; Durante as últimas décadas, observou-se um aumento surpreendente na prevalência do diabetes melito (DM) em populações de várias regiões do mundo, inclusive no Brasil. Os tratamentos farmacológicos disponíveis atualmente não impedem a progressão da doença, apenas amenizam os sintomas. Neste cenário, a pesquisa de novas moléculas com potencial terapêutico para o tratamento do diabetes são de extrema importancia. Modificações na estrutura química fundamental da glibenclamida, uma sulfonilureia de segunda geração, pode aumentar o efeito biológico e ser mais efetiva no controle da glicemia. O objetivo do presente trabalho foi investigar o efeito antidiabético de 12 derivados da sulfonamida sintetizados com base em um fragmento de glibenclamida. Os efeitos destes derivados foram investigados sobre a glicemia, a secreção de insulina, a captação de cálcio, o conteúdo de glicogênio, e as atividades das dissacaridades intestinais e da lactato desidrogenase. A sulfonamida 5, substituída com o grupo 4-OCH3-fenilo, apresentou a melhor redução da glicemia na curva de tolerância oral à glicose e a melhor secreção de insulina entre os 12 compostos estudados. Os derivados da sulfonamida 3...

Regulação da Absorção Intestinal de Glicose: Uma Breve Revisão

Araújo,João R.; Martel,Fátima
Fonte: ArquiMed - Edições Científicas AEFMUP Publicador: ArquiMed - Edições Científicas AEFMUP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.13%
A absorção intestinal de glicose engloba duas componentes. Uma consiste na absorção mediada por um transportador activo de glicose dependente do sódio (SGLT1); a outra é constituída por um transporte facilitado de glicose independente do sódio (GLUT2). O SGLT1 presente na membrana apical do enterócito comporta-se como um sensor de glicose, regulando a inserção membranar do GLUT2 apical. Em conjunto, o GLUT2 e o SGLT1 são responsáveis pela absorção intestinal de glicose. A absorção intestinal de glicose proveniente da dieta desempenha um papel importante na regulação dos níveis de glicose no plasma. Por sua vez, os níveis de glicose plasmática controlam a ingestão alimentar e regulam a secreção de insulina pelo pâncreas. A hiperinsulinémia e consequente insulino-resistência periférica (associadas a intolerância à glicose) estão relacionadas com o desenvolvimento de síndrome metabólica, uma patologia multifactorial que pode conduzir ao desenvolvimento de aterosclerose, patologias cardiovasculares, diabetes e elevada taxa de mortalidade. Como tal, o objectivo deste artigo é fazer uma breve descrição dos mecanismos subjacentes à absorção intestinal de glicose e sua modulação, e destacar a sua importância na prevenção e terapêutica de patologias como a diabetes...