Página 1 dos resultados de 317 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Comparison of two commercial kits and two extraction methods for fecal glucocorticoid analysis in ocelots (Leopardus pardalis) submitted to ACTH challenge; Comparação do desempenho de dois conjuntos comerciais e de dois métodos de extração para a análise de glicocorticóides fecais em jaguatiricas (Leopardus pardalis) submetidas ao desafio com ACTH

DIAS, Eduardo Antunes; NICHI, Marcílio; GUIMARÃES, Marcelo Alcindo de Barros Vaz
Fonte: Rio de Janeiro Publicador: Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
37.57%
A jaguatirica (Leopardus pardalis) é uma das espécies de felídeos selvagens listadas no CITES e integrantes de planos de conservação que necessariamente envolvem o emprego de técnicas de reprodução assistida. Para isso, é fundamental o desenvolvimento de técnicas práticas, de alta repetibilidade e pouco invasivas, que permitam o estudo da fisiologia reprodutiva animal. Objetivou-se neste experimento comparar e validar os ensaios realizados com os conjuntos comerciais ImmuChem Double Antibody Corticosterone 125I RIE da ICN Biomedicals, Costa Mesa, CA, USA e Coat-a-count Cortisol 125I RIE da DPC, Los Angeles, CA, USA, na mensuração dos metabólitos de glicocorticóides das fezes de jaguatiricas por meio do desafio com ACTH. Para este estudo foram utilizadas amostras fecais de cinco indivíduos que se encontravam no Centro Brasileiro de Felinos Neotropicais, Associação Mata Ciliar, Pedreira, SP, Brasil, sendo que um destes animais foi escolhido como controle negativo. O experimento foi conduzido em um período de nove dias. No dia 0 foi administrada uma dose total de 100 UI IM de ACTH (hormônio adrenocorticotrópico). Imediatamente após a colheita, as amostras de fezes foram conservadas a -20ºC em sacos plásticos identificados e posteriormente os metabólitos hormonais foram extraídos e mensurados utilizando-se os dois conjuntos comerciais. Previamente foi realizado com o conjunto comercial da DPC um teste para comparar dois métodos de extração. Os dados foram analisados utilizando o programa The SAS System for Windows V8. A média ± erro padrão dos valores obtidos pela técnica de Schwarzenberger foi levemente superior à média dos valores obtidos pela técnica de Wasser (103.334...

Os glicocorticoides e seus efeitos no crescimento e na mineralização óssea; Effects of glucocorticoids on growth and bone mineralization

DONATTI, Teresinha Lermen; KOCH, Vera Hermina Kalika; TAKAYAMA, Liliam; PEREIRA, Rosa Maria Rodrigues
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.81%
OBJETIVO: Revisar os mecanismos de ações dos glicocorticoides e sua capacidade de induzir osteoporose e déficits de crescimento. FONTES DOS DADOS: A revisão bibliográfica de artigos científicos foi realizada na base de dados MEDLINE e utilizou as palavras-chave agrupadas nas sintaxes “glicocorticoides”, “mineralização óssea”, “crescimento” e “efeitos colaterais”, nos últimos 10 anos, e das referências destes nos reportamos para as publicações mais antigas, mas com os estudos fundamentais para a compreensão do assunto. SÍNTESE DOS DADOS: Destacam-se ações dos glicocorticoides sobre hormônios e citocinas responsáveis pelo crescimento longitudinal. Os efeitos finais dos glicocorticoides sobre o esqueleto são determinados por ações sistêmicas no metabolismo ósseo e por ações diretas desses esteroides nas células ósseas, levando a mudanças no número e função das mesmas e favorecendo a perda óssea. Discutem-se os mecanismos indutores da recuperação dos canais de crescimento e recuperação da massa óssea após a descontinuação dos glicocorticoides; os métodos diagnósticos do metabolismo e mineralização óssea; assim como medidas terapêuticas e preventivas das alterações óssea induzidas pelos glicocorticoides. CONCLUSÃO: A monitorização de cada paciente é essencial para identificação e potencial reversão dos danos associados ao uso crônico de glicocorticoides.; OBJECTIVE: To review the various mechanisms of glucocorticoid action and the ability of these agents to induce osteoporosis and growth deficits. SOURCES: A review of the scientific literature was conducted on the basis of a MEDLINE search using the keywords and descriptors “glucocorticoids...

Caracterização funcional de genes diferencialmente regulados por glicocorticóides e análise do proteoma em linhagem de glioma sensível à hormônios anti-tumorais glicocorticóides; Functional characterization of glucocorticoid differentially regulated genes and proteomic analysis of the anti-tumoral effect of glucocorticoid in a glucocorticoid-sensitive rat glioma cell line

Demasi, Marcos Angelo Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/05/2005 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
O efeito dos hormônios glicocorticóides (GC) de suprimir o crescimento celular é exercido através de cascatas celulares nas quais a transcrição de genes de resposta primária, mediada direta ou indiretamente pelo receptor de GC, regulam a transcrição e a atividade de um conjunto de genes, incluindo fatores importantes para a progressão no ciclo celular. Entretanto, a conexão funcional entre diversos dos genes ativados ou inibidos por GC e a inibição da proliferação de determinados tipos celulares ainda não é completamente conhecida. Nosso laboratório isolou a variante ST1, a partir da linhagem C6 de glioma de rato, utilizando-a como modelo de estudo do mecanismo de ação de GC como agentes anti-tumorais. O tratamento com GC confere, às células ST1, um crescimento totalmente dependente de soro e ancoragem, morfologia em cultura semelhante à de fibroblastos normais e incapacidade de gerar tumor em camundongos da linhagem "nude", caracterizando uma completa reversão fenotípica tanto in vitro como in vivo. Como abordagens para o entendimento do mecanismo molecular da ação de GCs, o laboratório vem buscando a clonagem de produtos gênicos diferencialmente expressos através do uso de técnicas que permitam a análise da abundância relativa dos mRNAs...

Papel de BRG1 e Brm, reguladores globais de transcrição, na reversão fenotípica de células ST1 pela ação de glicocorticóides; Role of the global transcriptional regulators, BRG1 and Brm, in the glucocorticoid induced -phenotypic reversion of ST1 cells

Ortis, Fernanda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Os hormônios glicocorticóides (GCs) têm sido amplamente empregados como agentes antiinflamatórios e anti-tumorais. Sua ação ocorre via receptores nucleares (GR) sendo dependente da remodelação da estrutura da cromatina. As proteínas Brm e BRG1, componentes essenciais de um complexo regulador global da transcrição (SWI/SNF), por remodelamento da cromatina, exercem um papel-chave na ação de GR. Para estudar o mecanismo de ação de GCs, foram utilizadas as linhagens celulares ST1 e P7, derivadas da linhagem celular C6, de glioma de rato. P7 é insensível ao tratamento com GC, enquanto ST1 apresenta reversão fenotípica tumoral→normal, gerando um bloqueio específico na fase G1. Um anti-soro policlonal específico para Brm e BRG1, foi gerado através da inoculaçâo de coelha com a proteína hBRG1 recombinante. Este antisoro foi utilizado para análisar os níveis destas proteínas nas duas linhagens celulares, sob ação de GC. Enquanto em ST1, Brm é induzida por GC, em células P7, o nível basal de Brm é relativamente alto, mantendo-se inalterado na presença de GC. A possíbilidade de existirem mutações no gene brm de células P7, foi investigada através de amplificação do DNA, por PCR, e seqüenciamento. A superexpressão de brm e BRG1 em células P7 mostrou que clones isolados apresentavam...

Interação funcional entre hormônios glicocorticóides e o gene supressor de tumor TP53 em um modelo celular de glioma de rato; Functional Link Between Glucocorticoid Hormones and the TP53 Tumor Suppressor Gene in a Rat Glioma Cell Model

Macedo, Antero Ferreira de Almeida
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Tanto hormônios glicocorticóides (GCs) como o gene supressor de tumor TP53, medeiam a resposta celular a uma diversidade de condições fisiológicas de estresse, sendo reguladores fundamentais do processo de vida/morte de diversos tipos celulares. A interação funcional entre estes fatores vem sendo explorada, recentemente, revelando que GCs exercem um efeito dual sobre p53. O modelo celular ST1/P7 de glioma de rato é particularmente interessante para investigar o papel de p53 na ação de GCs, já que estas linhagens apresentam respostas distintas a GCs. O tratamento com Hidrocortisona (Hy) leva as células ST1 a uma complexa reversão fenotípica tumoral→normal, enquanto as células P7 são altamente resistentes ao tratamento. Foi possível observar que a ativação de p53 por Hy ocorre apenas em células ST1, mas não em P7. Esta ativação é mediada pela indução de fosforilação da Ser15 de p53 e seu acúmulo nuclear, o que resulta no aumento de sua ligação a elementos responsivos a p53 no DNA e na sua capacidade de transativação de p53, levando a um aumento da expressão de alguns de seus genes-alvo. Contudo, o bloqueio de p53 através de siRNA não foi suficiente para alterar a resposta de células ST1 a GCs...

Mecanismos celulares e moleculares de ação dos glicocorticóides endógenos sobre a mobilização de neutrófilos; Cellular and molecular mechanisms of action of endogenous glucocorticoids on the neutrophil mobilization

Cavalcanti, Danielle Maia de Holanda
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
Temos mostrado que os glicocorticóides endógenos (GE) modulam o rolling e a aderência de neutrófilos in vivo, mediando a expressão de moléculas de adesão no leucócito e no endotélio. Adicionalmente, os GE controlam a maturação neutrofílica na medula e a sua mobilização para o sangue periférico. O presente trabalho visou investigar os mecanismos moleculares e celulares envolvidos na modulação exercida pelos GE neste processo. Utilizando ratos Wistar submetidos à adrenalectomia bilateral, tratados com RU 38486 ou controles (falso-operados, tratados com veículo ou não manipulados), foi demonstrado que: 1) os GE controlam, negativamente, a expressão de L-selectina em neutrófilos circulantes e ICAM-1, VCAM-1, PECAM-1, VAP-1 na célula endotelial e, positivamente, a expressão de L-selectina em granulócitos da medula óssea via seu receptor citosólico (GCR); 2) o mecanismo envolvido no controle dos GE sobre a expressão de L-selectina é independente de ação sobre sua expressão gênica ou da atividade de NFkB, mas dependente da expressão de anexina-A1, como verificado em camundongos knockouts (KO) para esta proteína 3) o controle da expressão de moléculas de adesão endotelial é dependente de ações sobre a expressão gênica...

Mecanismos moleculares envolvidos na redução da proliferação de células beta pancreáticas induzida por glicocorticóides.; Underlying molecular mechanisms in the glucocorticoid-induced inhibition of pancreatic beta cell proliferation.

Carvalho, José Edgar Nicoletti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/06/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
Durante a gravidez, o pâncreas endócrino materno sofre alterações morfológicas e funcionais que resultam no aumento da massa de células beta e da secreção de insulina. Nos estágios finais da gestação ocorre aumento dos níveis plasmáticos de glicocorticóides que resulta na diminuição da secreção e da proliferação das células beta. Este fenômeno, que ocorre no período compreendido entre o final da gravidez e o inicio da lactação, promove a reversão fisiológica da adaptação funcional que se fez necessária durante a gravidez. Assim, estudamos mecanismos moleculares envolvidos na redução de proliferação destas células. As proteínas cinases reguladas por sinais extracelulares (ERK) estão envolvidas no crescimento e sobrevida celular. Os resultados mostram que o glicocorticóide sintético, dexametasona, diminui a proliferação de células beta e, para isto, induz diminuição da fosforilação das ERK-1/2 por meio do aumento da expressão de uma fosfatase de MAPK (MKP-1). Este mecanismo deve estar envolvido no remodelamento pancreático pós-natal induzido pelos glicocorticóides.; During pregnancy, maternal pancreatic islets undergo morphofunctional changes that increase beta cell mass and insulin secretion. At late stages of pregnancy there is an increase in plasma glucocorticoid levels that inhibit beta cell proliferation and beta cell function. This situation...

Avaliação dos perfis de metabólitos de glicocorticóides fecais em cachorros-vinagre (Speothos venaticus) mantidos em cativeiro e suas possíveis implicações na função reprodutiva; Evaluation of fecal glucocorticoid metabolite profiles in captive bush dog (Speothos venaticus) and its possible role in the reproductive function

Hirata, Suzana Bezzegh
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.65%
O objetivo do presente estudo foi avaliar os perfis de metabólitos de glicocorticóides fecais através de radioimunoensaio em cachorros-vinagre (Speothos venaticus) mantidos em cativeiro e suas possíveis implicações na função reprodutiva. Duas fêmeas e quatro machos adultos, após período de condicionamento, foram marcados e tiveram suas fezes recolhidas durante 45 dias. Estes animais recebiam diariamente marcadores (corantes e miçangas) para a devida identificação das amostras fecais. O desafio com ACTH foi realizado em uma das fêmeas e mostrou o perfil reativo esperado, validando a técnica do ponto de vista fisiológico. As concentrações de metabólitos de glicocorticóides fecais para o grupo em geral variaram de 2,32 a 65,09 μ/g de fezes secas, com média e desvio-padrão de 18,11±11,33 μ/g de fezes secas, respectivamente. Quatro animais apresentaram um pico cada um, porém aparentemente, sem relação com qualquer evento estressante em particular. Não se verificou diferença significativa nos perfis de glicocorticóides fecais entre machos e fêmeas, nem entre a fêmea dominante e os outros indivíduos. Tais resultados sugerem que os animais estão bem adaptados à condição do cativeiro e provavelmente isentos ou minimamente afetados pelo estresse. A dosagem dos glicocorticóides fecais é uma ferramenta útil no monitoramento não-invasivo para avaliar a condição de estresse do cachorrovinagre...

Variação diária da excreção urofecal de metabólitos de glicocorticoides em papagaio verdadeiro (Amazona aestiva)

Fruhvald, Erika
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 61 f.
POR
Relevância na Pesquisa
37.65%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; As aves da família Psittacidae são muito visadas pelo tráfico de animais selvagens. O papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) é uma das espécies mais traficadas. Os animais provenientes do tráfico são transportados em espaço restrito, sem alimento ou água e as aves adoecem ou morrem devido ao estresse ou brigas, antes mesmo de chegarem ao consumidor final. O estresse leva a secreção de glicocorticoides que possui diversas funções nos vertebrados além de sofrerem flutuações dos seus níveis basais para preparar o organismo para o início das atividades diárias. Fatores ambientais e necessidades fisiológicas interagem para a manutenção do relógio biológico, que é responsável por determinar essas alterações endócrinas. As análises hormonais através de técnicas não-invasivas têm sido usadas em estudos da biologia da conservação, comportamentais e fisiológicos em aves cativas ou de vida livre devido a sua facilidade de coleta e por não causarem prejuízos ao indivíduo. Os níveis de metabólitos de glicocorticoides presentes nas excretas refletem as concentrações plasmáticas desses hormônios. Com objetivo de determinar o perfil de excreção urofecal de metabólitos de glicocorticoides nos excrementos de A. aestiva...

Receptores de glicocorticoides e subtipos de adrenoceptores beta em atrio direito de ratos submetidos a estresse

Iraides Nunes dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.45%
Átrios direitos de ratos machos e de fêmeas sacrificadas em diestro submetidos a estresse por choques nas patas apresentam supersensibilidade a agonistas não-seletivos e seletivos P2 acompanhada por aumento na expressão da proteína do receptor pz. Este tecido também apresenta subsensibilidade a agonistas seletivos PI, sem alteração na expressão da proteína do receptor PI. Estes resultados sugerem que a supersensibilidade pode ser devida a aumento na expressão do subtipo P2 mas que a subsensibilidade à noradrenalina demonstrada em experimentos farmacológicos, deve-se, provavelmente, a alterações na sinalização intracelular deste receptor e/ou nos processos de recaptação e de metabolização dos agonistas e não a alterações no próprio receptor. Não houve alteração na resposta cronotrópica ao CGP12177 em átrio direito de ratos, machos ou fêmeas, submetidos a estresse por choques nas patas, indicando que o receptor que medeia esta resposta é mais resistente ao estresse do que as isoformas clássicas PI e P2, e não é influenciado pelas fases do ciclo estral. Em átrio direito de ratos submetidos à desnervação sinoaórtica houve dicotomia na sensibilidade deste tecido aos agonistas clássicos noradrenalina...

Efeito inibitório do óxido sobre a atividade dos glicocorticóides no choque séptico

Duma, Danielle
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: i, 108 f.| grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.57%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Farmacologia.; Tendo em conta que na [sepse] a forma cálcio-independente da óxido nítrico sintase (iNOS) é induzida, que os níveis de [glicocorticóides] circulantes estão aumentados na sepse e que o tratamento com corticóides sintéticos não funciona em pacientes sépticos o objetivo deste estudo foi avaliar [in vivo] a relação entre o [óxido nítrico] e o efeito da dexametasona em animais tratados com LPS. Assim, observamos que: i) o tratamento de animais com endotoxina aumentou os níveis de NOS cálcio-independente no pulmão, baço e rim e os níveis de NOS cálcio-dependente na musculatura esquelética; ii) a injeção prévia de dexametasona inibiu a expressão de NOS nos órgãos estudados, exceto no rim; iii) um doador de NO (SNAP) injetado previamente em animais tratados com dexametasona + LPS decresceu o efeito inibitório do glicocorticóide na expressão das NOS no pulmão, baço e na musculatura esquelética; e iv) o mesmo pré-tratamento com SNAP antes de dexametasona e LPS fez retornar os níveis séricos de NOx e a apoptose de células linfóides do baço aos valores obtidos com a administração de LPS somente. Sabendo da afinidade do NO por sulfidrilas livres presentes em vários alvos proteicos e com base nos nossos resultados...

Óxido nítrico e glicocorticóides

Duma, Danielle
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: viii, 135 f.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.45%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas. Programa de Pós-Graduação em Farmacologia.; Avaliamos a relação entre o aumento do [óxido nítrico] (NO) e a incapacidade dos glicocorticóides (GC) de conterem o desenvolvimento da [resposta inflamatória sistêmica] em animais endotoxêmicos. Observamos que: i) o tratamento de animais com endotoxina (LPS) aumentou os níveis de NOS e diminuiu a capacidade de ligação dos [receptores de glicocorticóides] (GR) em vários órgãos do rato, oito horas após a injeção de LPS; ii) o tratamento de ratos com o inibidor da NOS (nitro-arginina metil éster, L-NAME) durante o desenvolvimento do choque endotoxêmico preveniu a inibição da capacidade de ligação do GR e iii) um doador de NO (S-nitroso-N-acetil-DL-penicilamina, SNAP) injetado previamente em animais tratados com dexametasona e injetados com LPS, interferiu com ações anti-inflamatórias e imunossupressoras da dexametasona. Sabendo da afinidade do NO por sulfidrilas livres presentes em vários alvos protéicos e com base nos nossos resultados, sugerimos que o aumento da produção de NO na endotoxemia seja um dos possíveis mecanismos responsáveis pela redução da capacidade de ligação e funcionalidade do GR...

Papel dos glicocorticoides no condicionamento olfatório aversivo promovido pelo pentilenotetrazol

Cavalli, Juliana
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 116 p.| il., tabs., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.27%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Farmacologia, Florianópolis, 2013; Quando organismos entram em contato com uma fonte de perigo, uma ameaça ou uma situação desagradável, mecanismos comportamentais e neuroendócrinos de defesa são ativados para proteger e reduzir possíveis danos ao indivíduo. Após um evento estressante, hormônios como a corticosterona são liberados em grandes quantidades, modulando processos de memória e aprendizado relacionados ao evento traumático. Concentrações muito baixas de corticosterona também têm demonstrado interferir nos processos de formação e expressão de memórias aversivas. Para compreender os mecanismos envolvidos na formação e expressão destas memórias, muitos estudos têm utilizado condicionamentos aversivos como modelo experimental. No presente estudo, o pentilenotetrazol (PTZ) foi empregado como um estímulo aversivo relevante (estímulo incondicionado; EI) e apresentado em associação com um odor neutro (estímulo condicionado 1; EC1) para promover o condicionamento olfatório aversivo (COA). Desta forma, o propósito do presente estudo foi verificar o papel do glicocorticoide exógeno...

Influência dos glicocorticóides sobre o eixo somatotrófico

Silva,Silvia R. Correa da; Lengyel,Ana Maria J.
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2003 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
A secreção de hormônio de crescimento (growth hormone, GH) é modulada por uma interação complexa entre dois fatores hipotalâmicos: o hormônio liberador do GH (GH-releasing hormone, GHRH) e a somatostatina (SRIF). Recentemente foi sugerida a existência de uma terceira via fisiológica de regulação deste hormônio, mediada pelos GHS (growth hormone secretagogues) e provavelmente pelo peptídeo endógeno, ghrelina. Os glicocorticóides (GCs) influenciam a secreção de GH atuando em diversos níveis, apesar dos mecanismos envolvidos nessas múltiplas ações não estarem totalmente elucidados. Além disso, esses esteróides têm efeitos estimulatórios ou inibitórios na liberação de GH, dependendo do modelo experimental, duração da exposição, dose, tipo e via de administração, entre outros. Embora controvertida, a administração aguda de GCs aumenta a secreção de GH em humanos. No entanto, quando presente em níveis suprafisiológicos por períodos mais longos (meses ou anos), os GCs inibem a liberação de GH. O efeito desses esteróides na IGF-1 e IGFBPs são bastante controvertidos.

Consenso expandido do BCTRIMS para o tratamento da esclerose múltipla: II. As evidências para o uso de glicocorticóides e imunomoduladores

Moreira,Marcos Aurélio; Lana-Peixoto,Marco Aurélio; Callegaro,Dagoberto; Haussen,Sérgio Roberto; Gama,Paulo Diniz da; Gabbai,Alberto Alain; Rocha,Fernando Coronetti Gomes da; Lino,Angelina Maria Martins
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2002 PT
Relevância na Pesquisa
37.27%
A esclerose múltipla (EM) é doença inflamatória em que mecanismos imunológicos desempenham importante papel na patogênese das lesões do sistema nervoso central. Drogas que agem em diferentes etapas destes mecanismos têm sido usadas em seu tratamento. O presente artigo analisa com base nas classes de evidências científicas e tipos de recomendações propostos pela comunidade científica, os mais importantes ensaios clínico-terapêuticos com os glicocorticóides e os imunomoduladores, incluindo a imunoglobulina humana endovenosa, no tratamento da esclerose múltipla. Ele tem por objetivo fornecer subsídios para a formulação do Consenso Expandido para o Tratamento da Esclerose Múltipla.

Os glicocorticoides e seus efeitos no crescimento e na mineralização óssea

Donatti,Teresinha Lermen; Koch,Vera Hermina Kalika; Takayama,Liliam; Pereira,Rosa Maria Rodrigues
Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria Publicador: Sociedade Brasileira de Pediatria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
37.81%
OBJETIVO: Revisar os mecanismos de ações dos glicocorticoides e sua capacidade de induzir osteoporose e déficits de crescimento. FONTES DOS DADOS: A revisão bibliográfica de artigos científicos foi realizada na base de dados MEDLINE e utilizou as palavras-chave agrupadas nas sintaxes “glicocorticoides”, “mineralização óssea”, “crescimento” e “efeitos colaterais”, nos últimos 10 anos, e das referências destes nos reportamos para as publicações mais antigas, mas com os estudos fundamentais para a compreensão do assunto. SÍNTESE DOS DADOS: Destacam-se ações dos glicocorticoides sobre hormônios e citocinas responsáveis pelo crescimento longitudinal. Os efeitos finais dos glicocorticoides sobre o esqueleto são determinados por ações sistêmicas no metabolismo ósseo e por ações diretas desses esteroides nas células ósseas, levando a mudanças no número e função das mesmas e favorecendo a perda óssea. Discutem-se os mecanismos indutores da recuperação dos canais de crescimento e recuperação da massa óssea após a descontinuação dos glicocorticoides; os métodos diagnósticos do metabolismo e mineralização óssea; assim como medidas terapêuticas e preventivas das alterações óssea induzidas pelos glicocorticoides. CONCLUSÃO: A monitorização de cada paciente é essencial para identificação e potencial reversão dos danos associados ao uso crônico de glicocorticoides.

Metanálise sobre o uso de glicocorticóides pré-operatório para redução do risco de complicações após esofagectomia por carcinoma do esôfago

Raimondi,Antônio Marcos
Fonte: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB Publicador: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 PT
Relevância na Pesquisa
27.72%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O emprego de glicocorticóides tem sido proposto para reduzir a morbidade após intervenções cirúrgicas, porém, não é largamente utilizado antes da ressecção do esôfago porque não existem conhecimentos suficientes sobre a sua eficácia. O objetivo do trabalho foi verificar os efeitos da administração pré-operatória de glicocorticóides, em pacientes submetidos à esofagectomia por carcinoma de esôfago. MÉTODO: As fontes utilizadas foram: Medline, Embase, Cancerlit, Scielo, Base de Dados de Ensaios Clínicos Controlados da Colaboração Cochrane e busca manual de referências. O término da pesquisa ocorreu em dezembro de 2005. Foram pesquisados estudos aleatórios de pacientes com carcinoma esofágico, em que se compararam glicocorticóides com placebo, administrados antes das esofagectomias. Os dados foram coletados pelos mesmos revisores e a qualidade dos estudos foi avaliada usando-se o escore de Jadad. A metanálise foi realizada utilizando-se a razão de chances - odds ratio- (intervalos de confiança - IC - de 95%) entre tratamento e placebo e um modelo de risco relativo baseado no teorema de Bayes. RESULTADOS: Quatro estudos envolvendo 169 pacientes foram localizados. Não ocorreram diferenças na mortalidade pós-operatória e nas incidências de deiscência de anastomose e insuficiências renal e hepática entre glicocorticóides e placebo. Houve decréscimo na incidência de complicações respiratórias pós-operatórias (95% IC = 0...

O Papel dos glicocorticóides no tratamento das patologias psiquiátricas de memória

Martins, Ronan D'Ávila
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 99 p.| tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
37.77%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Farmacologia, Florianópolis, 2011; As situações de estresse desencadeiam reações fisiológicas de medo e ansiedade, mas são os eventos traumáticos os responsáveis por precipitar as respostas neuroendócrinas não adaptativas e desproporcionais perante a ameaça inicial e aos novos estressores. A resposta neuroendócrina ao estresse é o resultado da ativação da cascata de diversos neuroefetores, especialmente da noradrenalina e dos glicocorticóides, liberados no momento do trauma ou da reativação da memória. Terminado um evento traumático, os níveis circulantes de tais mediadores devem retornar aos níveis basais, exceto quando do trauma surge o Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT), caracterizado por hiperexcitabilidade, revivências, evitação e "anestesia" emocional. Ainda, a liberação de mediadores no momento do trauma facilitaria o aprendizado associativo, porém a aquisição de informações aversivas de maneira intensa pode levar ao desenvolvimento do TEPT, protótipo de patologia de memória em humanos. Após a consolidação, as memórias podem ser reativadas por pistas ou contextos ligados ao trauma com consequente piora do quadro patológico...

Comparação de método para análise de metabólitos fecais de glicocorticóides em jaguatiricas (Leopardus pardalis) submetidas a tratamento hormonal e vídeo-laparoscopia; Comparison of methods fecal glucocorticoids metabolite analyses in ocelots (Leopardus pardalis) submited to hormonal treatment and video-laparoscopy

Paz, Regina Celia Rodrigues da; Oliveira, Cláudio Alvarenga de; Nichi, Marcílio; Adania, Cristina Harumi; Dias, Eduardo Antunes; Barnabe, Valquíria Hyppólito; Barnabe, Renato Campanarut
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2007 POR
Relevância na Pesquisa
37.45%
Dois metódos de extração de metabólitos fecais32,33 e dois conjuntos comerciais ("ImmuChem Doubly Antibody Corticosterone 125I RIA"- ICN Biomedicals e "Coat-a-count Cortisol 125I RIE" - DPC) foram utilizados na mensuração dos metabólitos de glicocorticóides (cortisol e corticosterona) em amostras de fezes de jaguatiricas (Leopardus pardalis) (n=3), antes e após tratamento hormonal e procedimentos de vídeo-laparoscopia. O objetivo desse estudo foi comparar e validar fisiologicamente os diferentes protocolos de extração e diferentes conjuntos comerciais na mensuração hormonal. Não houve diferença significativa com relação ao método de extração dos metabólitos. O conjunto comercial ICN Biomedicals provou ser melhor na detecção de metabólitos fecais de glicocorticóides em jaguatiricas.; The objective of this study was to compare two different fecal metabolites extraction protocols32,33 and two commercial kits used to analyse fecal glucocorticoids (cortisol and corticosterone) in ocelots (Leopardus pardalis) submitted to hormonal treatment and video-laparoscopy procedure. Based on hormonal analyses, both extraction protocols exhibited similar performance. One commercial kit (ICN Biomedicals) had better results than another (DPC) on glucocorticoids metabolites evaluation.

Glicocorticóides e síndrome metabólica: aspectos favoráveis do exercício físico nesta patofisiologia

Pauli,J. Rodrigo; Souza,Luciana; Rogatto,Gustavo; Gomes,Ricardo; Luciano,Eliete
Fonte: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto Publicador: Faculdade de Desporto da Universidade do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2006 PT
Relevância na Pesquisa
37.57%
A síndrome metabólica tem diversas similaridades com a síndrome de Cushing (intolerância à glicose, resistência à insulina, hipertensão, dislipidemia, obesidade central), sugerindo que anormalidades no metabolismo dos glicocorticóides estão associadas com a síndrome metabólica. Por outro lado, a prática regular de atividade física tem sido recomendada para a prevenção e a reabilitação de doenças cardiovasculares e outras doenças crônico-degenerativas. Estudos epidemiológicos têm demonstrado relação direta entre inatividade física e presença de múltiplos fatores de risco como os encontrados na síndrome metabólica. Os efeitos benéficos do exercício físico têm sido demonstrados na prevenção e no tratamento da hipertensão arterial, na resistência à insulina, no diabetes, na dislipidemia e na obesidade. Nesse contexto, esta revisão tem o intuito de discutir os efeitos metabólicos dos glicocorticóides e a associação da ação destes esteróides com as características da síndrome metabólica. Além disso, vamos explorar os mecanismos pelos quais a atividade física pode favorecer o metabolismo dos usuários de glicocorticóides.