Página 1 dos resultados de 4511 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

Avaliação da dilatação máxima da artéria braquial em gestantes e não gestantes, fumantes e não fumantes; Maximum dilation of the brachial artery in smoking and nonsmoking pregnant and non-pregnant women

NICOLAU, Luis Guilherme Carvalho; MARTINS, Wellington de Paula; FERREIRA, Adilson Cunha; GALLARRETA, Francisco Maximiliano Pancich; LIMA, Jailson Costa; BARRA, Daniela de Abreu; MAUAD, Fernando Marum; MAUAD FILHO, Francisco
Fonte: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem Publicador: Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
OBJETIVO: Avaliar, por meio da dilatação mediada por fluxo da artéria braquial, em que tempo ocorre a máxima dilatação da artéria braquial e se existe diferença nesta avaliação ao comparar mulheres gestantes e não gestantes, fumantes e não fumantes. MATERIAIS E MÉTODOS: Estudo transversal, no qual o diâmetro da artéria braquial foi avaliado em quatro tempos após estímulo pressórico (30, 60, 90 e 120 segundos) em quatro grupos de mulheres entre 20 e 30 anos de idade assim distribuídos: mulheres gestantes entre 24 e 28 semanas de idade gestacional não fumantes (n = 47) e fumantes (n = 33), e mulheres não gestantes não fumantes (n = 34) e fumantes (n = 19). RESULTADOS: A avaliação da dilatação da artéria braquial nos diferentes tempos após o estímulo pressórico foi máxima para todos os grupos no tempo "60 segundos" após a desinsuflação (p < 0,01). A dilatação mediada por fluxo da artéria braquial foi maior entre as mulheres gestantes não fumantes em comparação às fumantes (p = 0,03), assim como no grupo de mulheres não gestantes não fumantes em comparação às fumantes (p = 0,03). CONCLUSÃO: O hábito de fumar não interferiu no tempo em que ocorre a máxima dilatação da artéria braquial.; OBJECTIVE: To evaluate the time required to achieve maximum brachial artery dilation by means of flow-mediated dilation...

Impacto da fortificação das farinhas com ferro no controle da anemia em gestantes: estudo em um serviço público de saúde do município de São Bernardo do Campo; The impact of iron fortification flour on controlling iron deficiency anemia in pregnant: a public health service study in São Bernardo do Campo city.

Abreu, Leticia Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
Introdução - A anemia por deficiência de ferro é a desordem nutricional de maior prevalência tanto em países desenvolvidos como em países em desenvolvimento. Crianças pequenas e mulheres em idade fértil são grupos populacionais mais expostos a esta deficiência. Objetivo - Comparar o perfil de concentração de hemoglobina das gestantes atendidas em um serviço público de saúde de São Bernardo do Campo, no período anterior à implantação do programa de fortificação das farinhas de trigo e de milho com ferro e após pelo menos um ano de sua efetiva implantação. Métodos - Trata-se de um subprojeto do estudo Impacto da Fortificação das farinhas de trigo e de milho com ferro e ácido fólico, na concentração de hemoglobina de gestantes atendidas em serviços de saúde da rede pública. Este estudo utilizou dados secundários coletados de prontuário das gestantes freqüentadoras do Programa de Atendimento Pré-Natal do município de São Bernardo do Campo. A amostra foi constituída por dois grupos: GRUPO NÃO FORTIFICADO (NF) formado por gestantes que freqüentaram os serviços de pré-natal e tiveram o parto realizado antes de junho de 2004, e GRUPO FORTIFICADO (F) - formado por gestantes cuja data da última menstruação (DUM) foi posterior a junho de 2005. O diagnóstico de anemia foi efetuado pela [Hb] segundo critério único da OMS; e de acordo com modelos de evolução de Hb por idade gestacional de gestantes não anêmicas e não ferro deficientes e recebendo ferro suplementar durante todo o período gravídico. A severidade da anemia foi classificada segundo o nível de [Hb]: grave - abaixo de 7...

Anemia em gestantes atendidas em serviços públicos de pré-natal das cinco regiões brasileiras antes e após a política da fortificação das farinhas com ferro; Anemia in pregnant women assisted by public health care services of the five Brazilian regions before and after the policy of fortification of flours with iron

Sato, Ana Paula Sayuri
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
Introdução: Anemia é um importante problema de saúde pública no Brasil, ainda muito associado às condições sociais. A fortificação de alimentos com ferro é uma alternativa de grande alcance no combate à deficiência de ferro e controle da anemia, pois representa uma fonte complementar que contribui para a formação de reservas do mineral para os períodos de maior vulnerabilidade. As gestantes compõem um dos grupos mais vulneráveis à anemia, com consequências deletérias à sua saúde e do feto. Considerando que a fortificação compulsória das farinhas de trigo e milho com ferro foi efetivamente implantada em junho de 2004, supõe-se que mulheres em idade reprodutiva tenham aumentado suas reservas, tornando as gestações de menor risco. Justifica-se, assim, avaliar o efeito da fortificação das farinhas no controle da anemia em gestantes. Objetivo: Avaliar o efeito da fortificação das farinhas de trigo e milho com ferro, no controle da anemia em gestantes atendidas em serviços públicos de pré-natal, localizados em municípios das cinco regiões do Brasil. Métodos: Estudo de avaliação de intervenção por meio de painéis repetidos, com amostras transversais independentes, realizado em serviços públicos de saúde localizados em municípios das cinco regiões do Brasil. Foram coletados dados retrospectivos de 12.119 prontuários de gestantes distribuídas em dois grupos: Antes-fortificação (parto antes de Jun/2004) e Após-fortificação (última menstruação após Jun/2005). Anemia foi definida como Hb<11g/dL. Níveis de hemoglobina-Hb por idade gestacional foram avaliados segundo critérios do Center for Disease Control-CDC (1989) e Szarfarc et al. (1983). Utilizou-se teste qui-quadrado...

Avaliação da eficácia de intervenções breves com gestantes na redução do consumo de álcool; Efficacy of brief interventions in reducing alcohol consumption among pregnant women

Aliane, Poliana Patrício
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
O uso de álcool na gestação traz sérios riscos à saúde da mãe e do bebê. As prevalências do uso de risco de álcool entre gestantes encontradas em estudos nacionais giram em torno de 20%. Nos EUA, estudos sobre avaliação das intervenções breves têm mostrado uma na redução do uso de álcool em gestantes. O objetivo deste estudo foi elaborar um protocolo de intervenção breve (IB) para gestantes e avaliar sua eficácia na redução do consumo de álcool comparativamente ao recebimento de um folheto informativo sobre os riscos do uso de álcool na gestação. Foi realizado um ensaio clínico, cego, comparativo e prospectivo, com distribuição randômica das participantes em dois grupos (IB e folheto), com dois tempos de coleta de dados (T1 e T2). Foram recrutadas 86 gestantes em serviços de saúde de Ribeirão Preto e Araraquara com uso de risco de álcool utilizando o instrumento T-ACE (pontuação maior ou igual a dois). As gestantes eram maiores de 18 anos e possuíam até 16 semanas de gestação. Todas responderam a um questionário incluindo avaliação do padrão de uso de álcool e receberam IB ou um folheto informativo sobre os riscos do uso de álcool na gestação. Foram excluídas gestantes com diagnóstico prévio de dependência de álcool ou drogas...

Avaliação dos níveis de hemoglobina de gestantes brasileiras antes e após a fortificação de farinhas com ferro; Evaluation of hemoglobin levels of Brazilian pregnant women before and after the fortification of flours with iron

Sato, Ana Paula Sayuri
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.18%
Objetivo: Avaliar os níveis de hemoglobina de gestantes brasileiras antes e após a fortificação das farinhas de trigo e milho com ferro e investigar as variáveis associadas. Método: Estudo transversal que integra um projeto matricial desenvolvido com dados retrospectivos obtidos de prontuários de 12.119 gestantes atendidas em serviços públicos de pré-natal localizados em 13 municípios das cinco regiões geográficas do Brasil, divididas em dois grupos: Antes-fortificação das farinhas com ferro (gestantes com parto realizado antes de junho de 2004); e Após-fortificação (gestantes com data da última menstruação posterior a junho de 2005). A coleta de dados ocorreu em 2006-2008 e incluiu apenas gestantes de baixo risco, cujos prontuários continham pelo menos a data da primeira consulta de pré-natal e da última menstruação e a dosagem de hemoglobina (Hb). A variável dependente foi o nível de Hb (g/dL) e as independentes foram: grupo de fortificação, região geográfica, características sociais e demográficas, antecedentes obstétricos e características do pré-natal. Realizou-se análise descritiva, univariada e múltipla do nível de Hb para o total das gestantes, por região geográfica e por trimestre de gestação...

Gestantes portadoras de diabete : características e vivências durante a gestação

Moretto, Virgínia Leismann
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
Estudo de caráter exploratório e descritivo, que tem como objetivos descrever as características das gestantes portadoras de diabete melito atendidas em um hospital universitário de referência para atendimento de gestantes de alto risco e conhecer como essas mulheres vivenciam o tratamento e cuidado do diabete na gestação. O caminho metodológico escolhido envolveu duas etapas: levantamento de dados de prontuários para descrever as características das gestantes diabéticas atendidas no hospital e o desenvolvimento de Grupo Focal para conhecer como as mulheres vivenciam o tratamento e cuidado do diabete melito na gestação. Nesta pesquisa, estão apresentados os dados de identificação das gestantes atendidas no hospital, no período de janeiro de 2000 a janeiro de 2001, as condições em que ocorreu o parto, as condições do bebê e os valores do perfil glicêmico durante a gestação. Nas discussões do Grupo Focal as gestantes relataram o medo que estavam vivenciando durante toda a gestação em relação à saúde do bebê e em relação ao seu futuro. Questionam também a sistemática de atendimento das gestantes diabéticas, no que se refere ao tempo que necessitam dispor para o tratamento, o qual acarreta o afastamento da família e da atividade profissional. Observa-se uma forte convergência entre os dados coletados nos prontuários e os temas abordados nas discussões do Grupo Focal...

Características das gestantes infectadas pelo HIV, de acordo com o momento do seu diagnóstico

Silva, Márcia Menezes Gomes da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Objetivo: Analisar fatores socioeconômicos, demográficos e as características do pré-natal das gestantes infectada pelo HIV, de acordo com o momento do seu diagnóstico. Métodos: Realizou-se estudo transversal com 199 gestantes infectadas pelo HIV que tiveram seu atendimento pré-natal em três centros públicos de referência de Porto Alegre, no período de julho de 2005 a janeiro de 2006. O questionário avaliou informações sócio-econômicas, demográficas e do prénatal. Durante a análise, elas foram divididas em 2 grupos: Grupo1 composto de 135 gestantes (68%) que sabiam previamente a gestação o seu diagnóstico para HIV e o Grupo 2 com 64 gestantes (32%) que conheceram o diagnóstico naquele pré-natal. Resultados: A mediana de idade das gestantes foi 26 anos (variando 15 a 42 anos). Quanto à escolaridade, 59% (n=117) delas não chegaram a concluir o ensino fundamental. 74% (n=147) não tinham nenhum tipo de renda. Em termos conjugais, 81% (n=153) das gestantes possuíam um relacionamento estável com o pai da criança e 66% (n=132) possuíam menos de 20 anos de idade quando tiveram a primeira gestação. O número mediano de gestações prévias foi 3 (variando de 1 a 13 gestações), e 37% (n=73) tiveram pelo menos um aborto prévio. Comparando os grupos...

Respostas cardiorrespiratórias de gestantes e não gestantes durantes e após a execução de exercícios de força com dois volumes distintos; Cardiorespiratory responses of pregnant and non pregnant women during and after resistance exercises with two different volumes

Bgeginski, Roberta
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
O objetivo do presente estudo foi verificar a frequência cardíaca fetal e as respostas cardiorrespiratórias de gestantes e não-gestantes, durante e ao longo de 30 minutos após a execução de exercícios de força para membros superiores e inferiores, em dois volumes distintos. A amostra desse estudo foi composta por 20 mulheres, com idade entre 20 e 32 anos, sendo 10 gestantes (com idade gestacional entre 22 e 24 semanas) e 10 não-gestantes, que realizaram cinco sessões experimentais: sessão 1: familiarização com os equipamentos de coletas de dados e determinação de uma repetição máxima estimada; sessões 2, 3, 4 e 5: coleta das variáveis cardiorrespiratórias durante e ao longo de 30 minutos após os exercícios de força nos equipamentos cadeira extensora de joelhos bilateral e voador peitoral, com 1 e 3 séries de 15 repetições, com carga de 50% de uma repetição máxima estimada. Utilizou-se ANOVA para medidas repetidas com 2 e 3 fatores, com post-hoc de Bonferroni (α=0,05) (SPSS vs 13.0). Os resultados demonstraram que as respostas de pressão arterial durante os exercícios de força apresentam um comportamento mais baixo no grupo gestantes. Quando estes foram realizados com série única, somente a frequência cardíaca e o duplo produto apresentaram respostas diferentes entre os exercícios...

Atividade física em gestantes assistidas na atenção primária à saúde

Carvalhaes, Maria Antonieta De Barros Leite; Martiniano, Ana Carolina De Almeida; Malta, Maíra Barreto; Takito, Monica Yuri; Benício, Maria Helena D?aquino
Fonte: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo (USP), Faculdade de Saúde Pública
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 958-967
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
OBJETIVO Analisar o padrão de atividade física de gestantes de baixo risco e os fatores associados. MÉTODOS Estudo transversal com 256 gestantes adultas no segundo trimestre gestacional, sorteadas dentre as assistidas pelas unidades de atenção primária à saúde do município de Botucatu, SP, em 2010. As atividades físicas foram investigadas por meio do “pregnancy physical activity questionnaire”, verificando-se tempo e intensidade de atividades ocupacionais, de deslocamento, domésticas e de lazer, expressos em equivalentes metabólicos dia. As gestantes foram classificadas segundo nível de atividade e em relação a atingir 150 min/semana de atividades físicas de lazer, variáveis dependentes do estudo. A associação entre essas variáveis e as socioeconômicas, características maternas, fatores comportamentais e modelo de atenção da unidade de saúde foi avaliada mediante modelos de regressão de Poisson com variância robusta, adotando-se modelo hierárquico. RESULTADOS A maior parte das gestantes era insuficientemente ativa (77,7%), 12,5% moderadamente ativa e 9,8% vigorosamente ativa. Os maiores gastos diários de energia foram com atividades domésticas, seguidas pelas atividades de locomoção; 10,2% atingiram a recomendação de 150 min semanais de atividades físicas de lazer. Trabalho fora de casa reduziu a chance de atingir essa recomendação (RP = 0...

Avaliação de ações educativas em saúde com grupos de gestantes: estudo comparativo entre Unidade Saúde da Fa- mília e Unidade Básica de Saúde; Valuation of educational activity Health within a pregnant women group: comparative study between Family Health Unit and Basic Unit of Health

BORGES, Cristiane Jose
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Enfermagem; Cuidado em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Enfermagem; Cuidado em Enfermagem
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
The main goal of this study is to evaluate the implementation of educational activity within a pregnant women group developed at the Family Health Unit and Basic Unit of Health Health education groups such as: pregnant women educators auxiliaries accompanying people were adopted as target population; and the environment where the meetings took place was contextualized as well For data collection were used a spreadsheet forms and a camp diary The methodology was divided into six phases: documental analysis of the programmed context identification of the pregnant women identification of the educators educational technologies record educational-pedagogical methodologies and group dynamics subjects oral evaluations record and results categorization On the results were described: the subjects of study (who are the pregnant women? Who are the educators?) the dynamics of work of the group dynamics of interpersonal relations the team s participation on health education and records of oral evaluations from all subjects involved on the educational activity on group structure. The study made it possible to consider that the educational actions developed in groups of pregnant women at the Family Health Unit and Basic Unit of Health has shown significant differences what drives us to the conclusion that professional specially from the Family Health Unit which is a model of health system reorientation need to review their educational practice developed within groups of pregnant women; O Presente estudo teve como objetivo principal avaliar a implementação da atividade educativa junto a grupos de gestantes desenvolvidos na Unidade Saúde da Família e Unidade Básica de Saúde Adotou-se como população alvo grupos de educação em saúde compostos por: gestantes educadores auxiliares acompanhantes assim como a contextualização do ambiente em que se realizavam os encontros Para a coleta de dados foram utilizados planilha formulário e diário de campo A metodologia foi dividida em seis fases: análise documental do conteúdo programático; identificação das gestantes; identificação dos educadores; registro das tecnologias educativas metodologias didático-pedagógicas e dinâmica do grupo; registro das avaliações verbais dos sujeitos e categorização dos resultados Nos resultados foram descritos: os sujeitos do estudo (Quem são as gestantes? Quem são os educadores?) a dinâmica de funcionamento do grupo dinâmica das relações interpessoais a participação da equipe na educação em saúde e registro das avaliações verbais dos sujeitos envolvidos na atividade educativa em estrutura de grupo O estudo possibilitou considerar que as ações educativas realizadas com grupos de gestantes na Unidade Saúde da Família e Unidade Básica de Saúde apresentaram diferenças o que nos leva a concluir que os profissionais em especial da Unidade Saúde da Família que é um modelo de reorientação do sistema de saúde necessitam rever suas práticas educativas desenvolvidas junto a grupos de gestantes

Hemoglobinopatias e anemias em gestantes no Hospital Universitário de Campo Grande - MS

Sakamoto, Tatiana Mary
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
As hemoglobinopatias são um grupo de afecções hereditárias que têm alta variabilidade nas manifestações clínicas, desde formas incompatíveis com a vida até portadores heterozigotos assintomáticos que, sob estresse tal como a gestação, podem manifestar a doença. A detecção dos portadores heterozigotos é de grande importância para a saúde pública, por constituírem fonte de novos heterozigotos e possíveis homozigotos. Atualmente, o controle das hemoglobinopatias tem sido possível por meio do aconselhamento genético e diagnóstico precoce. Objetivo: detectar a freqüência de hemoglobinopatias e de anemias, traçar o perfil sociodemográfico, em gestantes atendidas no ambulatório de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, durante o período de janeiro a agosto de 2007. Material e métodos: estudo descritivo observacional e transversal. Foram excluídas as gestantes indígenas, doentes mentais e presidiárias. As variáveis dependentes foram as gestantes; independentes quantitativas: idade, renda, grau de escolaridade, tempo de gestação; independentes qualitativas: portadoras ou não de hemoglobinopatias, etnia, presença ou ausência de anemias. O projeto foi aprovado pelo protocolo nº. 873 de 11 de dezembro de 2006...

Infecção pelo virus da hepatite C em gestantes de Mato Grosso do Sul, 2005 a 2007

Pinto, Clarice Souza
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
A infecção pelo vírus da hepatite C (HCV) representa um grave problema de saúde pública mundial, pois a maioria dos indivíduos podem evoluir para doença hepática grave. A triagem sorológica para a hepatite C no pré-natal das gestantes além de permitir o diagnóstico precoce dos casos, é de suma importância na prevenção da transmissão vertical. O presente estudo teve como objetivo investigar o perfil soroepidemiológico e molecular da infecção pelo HCV em gestantes atendidas pelo Programa Estadual de Proteção à Gestante de Mato Grosso do Sul (PEPG-MS), no período de 2005 a 2006. Um total de 315.386 gestantes foram triadas para detecção do marcador de infecção pelo HCV (anti-HCV) pela técnica de ELISA e confirmadas por ensaios imunoenzimáticos e moleculares. A prevalência global da infecção pelo HCV foi de 0,11% (IC 95%: 0,10 – 0,11) com variação na prevalência de 0,04% (Nova Andradina) a 0,62% (Novo Horizonte do Sul), de acordo com o município estudado. A prevalência do anti-HCV na população estudada, bem como a força de associação, representada pela razão de prevalência, apresentou tendência crescente com o aumento da idade. Do total de 124 gestantes anti-HCV positivas, com média de idade de 27...

Práticas alimentares de gestantes e mulheres não grávidas: há diferenças?

Gomes,Caroline de Barros; Malta,Maíra Barreto; Martiniano,Ana Carolina de Almeida; Bonifácio,Luiza Pereira Di; Carvalhaes,Maria Antonieta de Barros Leite
Fonte: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia Publicador: Federação Brasileira das Sociedades de Ginecologia e Obstetrícia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
OBJETIVOS: Conhecer o comportamento alimentar de gestantes assistidas pela atenção primária à saúde e compará-lo ao de mulheres em idade fértil das capitais brasileiras. MÉTODOS: Estudo transversal realizado no segundo trimestre gestacional com 256 gestantes, sorteadas dentre as assistidas pelas unidades de atenção primária à saúde de um município do interior paulista em 2009/2010. As práticas alimentares foram investigadas utilizando questionário adaptado do sistema Vigitel, composto por questões acerca de comportamentos alimentares em geral e frequência e características de consumo de grupos alimentares/alimentos específicos. Para a comparação foram utilizados os indicadores reportados pelo sistema Vigitel para as mulheres em idade fértil das capitais brasileiras no ano de 2010. As análises envolveram a apresentação de distribuição de frequências e estatísticas descritivas (distribuição de frequências ou médias e respectivos intervalos de confiança) com comparações de acordo com faixa etária. RESULTADOS: A maioria das gestantes consumia o café da manhã todos os dias (86...

Gestación de riesgo: percepción y sentimientos de las mujeres embarazadas con Amniorrexe prematuro; Gestaçao de risco: percepçao e sentimentos das gestantes com amniorrexe prematura.

Costa, M. da C.; Bezerra Filho, JG.; Andrade Bezerra, M.G.; Veríssimo Oliveira, M.I.; Carvalho de Oliveira, RM.; De Vasconcelos Silva, AR.
Fonte: Murcia : Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia Publicador: Murcia : Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
37.12%
Amniorrexe prematuro, embarazo de riesgo, se convirtió en preocupación mundial debido a los agravios en la gestante y en el feto. Objetivamos identificar el conocimiento de las gestantes sobre amniorrexe prematura y conocer sus percepciones y sus sentimientos ante esta patología. Estudio descriptivo con un enfoque cualitativo, desarrollado en una maternidad pública. Participaron 11 gestantes hospitalizadas con diagnóstico de amniorrexe prematura, en los meses de septiembre y octubre de 2007. Se utilizó en la recogida de datos entrevista semi-estructurada a partir de la cual surgieron las categorías: conocimiento de las gestantes en relación con amniorrexe prematura, que requieren la información, los sentimientos experimentados, la reacción ante la ruptura de la bolsa de aguas. Los resultados mostraron que las mujeres saben poco de la enfermedad, el temor por la vida de sus hijos y no saben qué hacer ante esta situación. De ahí la necesidad de los profesionales de la salud de mirar a las gestantes como seres que necesitan de apoyo y comprensión.; Amniorrexe prematura, gestação de risco, tornou-se preocupação mundial devido os agravos na gestante e no feto. Objetivamos identificar o conhecimento de gestantes sobre amniorrexe prematura e conhecer suas percepções e seus sentimentos diante desta patologia. Estudo descritivo com abordagem qualitativa...

Educação de pais gestantes : uma pedagogia possível segundo o espiritismo como saber emergente e educação integral do ser humano

Teixeira, Cicero Marcos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.14%
A presente tese se apoiou num Projeto de Pesquisa em Ação, realizada entre os anos de 2003 a 2009, objetivando investigar a possibilidade de ocorrência de uma percepção sensorial e paranormal, e de intercomunicação materno-paterno-fetal durante a gestação. Constou de um estudo investigativo, qualitativo-quantitativo, com levantamento exploratório sobre a possibilidade ou não de ocorrência de percepção sensorial-motora e alguma percepção paranormal durante o período gestacional. O estudo contou com a participação voluntária de quatro grupos específicos: Grupo Educação de Pais Gestantes da Sociedade Beneficente Espírita Bezerra de Menezes em Porto Alegre; grupo participante através de meu site na Internet; grupo da Creche da Universidade Federal do Rio Grande do Sul; e grupo de mulheres gestantes ou que já gestaram, moradoras de vilas populares da periferia de Porto Alegre. Os instrumentos de pesquisa foram: entrevistas individuais; questionários; e um Roteiro de Procedimentos para Pesquisa sobre Intercomunicação Materno-Paterno-Fetal. O aporte teórico se fundamentou na abordagem sistêmica, apoiada na epistemologia genética em uma perspectiva filosófico-científica, antropológica, geopolíticosociocultural...

Influência da posição prona, em maca para gestantes, nos parâmetros hemodinâmicos materno-fetais e no conforto da gestante; Influence of prone position on a stretcher for pregnant women in maternal and fetal hemodynamics parameters and the comfort of the pregnant woman

Oliveira, Claudia de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2015 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
Introdução: Devido ao aumento do volume abdominal, a posição prona é difícil e desconfortável para a gestante. Por isso, até hoje não foi testado se, nessa posição, a grávida teria seus padrões hemodinâmicos materno-fetais alterados. Objetivos: Analisar a influência da posição prona nos parâmetros hemodinâmicos materno-fetais e no conforto da mulher grávida, em um protótipo de maca especialmente construído para gestantes. Método: Estudo prospectivo, observacional e transversal, com 30 gestantes, em seguimento pré-natal, e 16 não gestantes, como grupo de controle. Os dois grupos foram subdivididos para participar de dois tipos de sequências randomizadas de posições, investigando-se se a mudança na ordem das sequências traria, nas gestantes e seus fetos, alguma variação significativa de valores hemodinâmicos. As posições utilizadas neste estudo foram: prona, supina, semissentada e decúbito lateral esquerdo. Foram avaliados os seguintes parâmetros hemodinâmicos: frequência cardíaca, pressão arterial sistólica, pressão arterial diastólica, saturação de oxigênio e frequência respiratória maternos e linha de base e variabilidade fetais. Para a análise estatística, foi utilizada a análise não paramétrica para medidas repetidas; e...

Suspeita de toxoplasmose aguda em gestantes; Suspected acute toxoplasmosis in pregnant women

Castilho-Pelloso, Marcela Peres; Falavigna, Dina Lúcia Morais; Falavigna-Guilherme, Ana Lúcia
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2007 ENG
Relevância na Pesquisa
37.12%
OBJETIVO: Determinar a prevalência de gestantes com sorologia reagente suspeita de toxoplasmose aguda e descrever as variáveis maternas e do concepto relacionadas ao perfil clínico, laboratorial e terapêutico. MÉTODOS: Estudo retrospectivo com gestantes IgM anti-Toxoplasma gondii reagentes e conceptos atendidos em serviço público de saúde do Paraná, de janeiro/2001-dezembro/2003. Foram obtidas informações a partir de dados dos registros clínicos, laboratoriais (ELISA IgM/IgG), ultrassonográficos e de entrevista materna. Para testar a homogeneidade dos indices de IgM em relação ao tratamento usado, aplicou-se o qui-quadrado de Pearson. O nível de significância adotado foi de 5%. RESULTADOS: Ocorreram 290 casos (1,0%) IgM reagentes, evidenciando prevalência de 10,7 gestantes com sorologia reagente a cada 1.000 nascimentos. Duzentos e quatorze de 290 gestantes iniciaram o pré-natal até a 12ª semana de gestação; 146/204 foram assintomáticas; cefaléia, distúrbios visuais e mialgia foram queixas freqüentes; 13/204 gestantes apresentaram anormalidades ao ultrassom; 112/227 gestantes receberam quimioprofilaxia; um único teste ELISA apoiou a maioria das tomadas de decisão para a quimioprofilaxia. Houve tendência em tratar gestantes com índices de IgM=2.000. Dentre as crianças expostas...

Custo da assistência de gestantes e parturientes diabéticas e com hiperglicemia leve; Costo de la asistencia de gestantes y parturientas diabéticas y con hiperglicemia leve; Care cost for pregnant and parturient women with diabetes and mild hyperglycemia

Cavassini, Ana Claudia Molina; Lima, Silvana Andrea Molina; Calderon, Iracema Mattos Paranhos; Rudge, Marilza Vieira Cunha
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2012 ENG
Relevância na Pesquisa
37.14%
OBJETIVO: Comparar custos de hospitalização e de atenção ambulatorial em gestantes/parturientes diabéticas e com hiperglicemia leve. MÉTODOS: Estudo observacional, prospectivo, quantitativo descritivo realizado em centro de diabete perinatal em Botucatu, SP, entre 2007 e 2008. Foram estimados os custos por absorção diretos e indiretos disponíveis na instituição e os custos específicos para a doença (medicamentos e exames). As 30 gestantes diabéticas tratadas com dieta foram acompanhadas em ambulatório e 20 tratadas com dieta mais insulina foram hospitalizadas. RESULTADOS: O custo da doença diabete (para a assistência pré-natal e parto) foi de US$ 3,311.84 para as gestantes hospitalizadas e de US$ 1,366.04 para as acompanhadas em ambulatório. CONCLUSÕES: Os custos diretos e indiretos e o custo total da assistência pré-natal foram mais elevados nas gestantes diabéticas hospitalizadas enquanto os custos da assistência ao parto e hospitalização para parto e puerpério foram semelhantes. Os custos da assistência pré-natal como no parto/puerpério foram superiores aos valores pagos pelo Sistema Único de Saúde.; OBJETIVO: Comparar costos de hospitalización y de atención por ambulatorio en gestantes/parturientas diabéticas y con hiperglicemia leve. MÉTODOS: Estudio observacional...

Estudo com gestantes atendidas em um centro municipal de saúde da periferia de Botucatu - São Paulo: relação entre baixo peso materno e baixo peso ao nascer do concepto; Estudio con gestantes atendidas en un centro municipal de salud de los alrededores de Botucatu - São Paulo: relación entre bajo peso materno y bajo peso al nacer del concepto; Study of pregnant women at a city health center in Botucatu, São Paulo: relationship of low maternal weight and low birth weight

Lima, Cristina Maria Garcia de; Pelá, Nilza Teresa Rotter
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1995 POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
Este trabalho teve o objetivo de estudar um grupo de 15 gestantes de baixo peso, que fizeram pré-natal em um Centro Municipal de Saúde da periferia de Botucatu - SP, triadas pela "Curva de Rosso", comparando-as a um grupo de 08 gestantes de peso normal triadas pelo mesmo instrumento e que freqüentavam o mesmo serviço pré-natal. Verificou-se que os filhos de mulheres de peso normal pesaram, em média, 118 g a mais que os filhos das mulheres de baixo peso; independente do peso materno, pesaram mais os recém-nascidos de mulheres com altura superior a 155 cm e não fumantes; as mulheres de peso normal tiveram, em média, 2 semanas de gestação a mais; entre os filhos das gestantes de baixo peso observamos relação entre peso médio ao nascer e ascensão na curva altura uterina x idade gestacional; não houve relação entre anemia materna e intervalo interpartal inferior a 2 anos e peso ao nascer.; Este trabajo tuvo como objetivo estudiar un grupo de 15 gestantes de bajo peso que realizaron el prenatal en un Centro Municipal de Salud Pública de la periferia de Botucatu - SP, seleccionadas a través de la "Curva de Rosso" a las cuales se comparó con un grupo de 8 gestantes de peso normal seleccionadas a través del mismo instrumento y que frecuentaban el mismo servicio prenatal. Con este estudio se verificó que los hijos de mujeres de peso normal tuvieron un peso promedio de 118g más que los hijos de las mujeres de bajo peso; independiente del peso materno...

EPIDEMIOLOGICAL AND OBSTETRIC PROFILE OF PREGNANT WOMEN WITH HELLP SYNDROME; PERFIL EPIDEMIOLÓGICO Y OBSTÉTRICO DE GESTANTES CON SÍNDROME HELLP; PERFIL EPIDEMIOLÓGICO E OBSTÉTRICO DE GESTANTES COM SÍNDROME HELLP

Nery, Inez Sampaio; Viana, Liliana Soares; Viana, Lívia Maria Mello; Araújo, Telma Maria Evangelista; Feitosa, Verbênia Cipriano; Pereira, Virgínia Félix
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 31/03/2014 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
37.1%
This descriptive epidemiological study, with a quantitative approach, aimed to characterize the pregnant women with HELLP Syndrome regarding socio-demographic and obstetric data, and to ascertain the number of cases of this pathology. The population was constituted by 14 pregnant women diagnosed with HELLP Syndrome, confirmed by laboratory tests and clinical evaluation, and attended in an intensive care unit in the period January 2010 to December 2012. Data collection occurred in 2013, consulting the hospital records, using a form with socio-demographic and obstetric variables. The results evidenced that 64.3% of the pregnant women were aged over 26 years old; 92.9% were of mixed European, African and Indigenous ancestry; 64.3% did not undertake prenatal check-ups; and 78.6% had no history of complications in previous pregnancies. The results indicate data similar to that of other studies on the epidemiological profile of HELLP Syndrome, and serves as a warning regarding the shortage of information in the patient records. ; Estudio epidemiológico descriptivo cuya finalidad fue caracterizar las gestantes con Síndrome HELLP cuanto a los datos sociodemográficos y obstétricos y apuntar el número de casos de esa patología. La población fue constituida por 14 gestantes con diagnóstico de Síndrome HELLP...