Página 1 dos resultados de 3290 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Análise explícita às contingências: a pertinência de uma abordagem integrada na contabilidade de gestão estratégica

Leite, Joaquim
Fonte: Instituto Internacional de Custos Publicador: Instituto Internacional de Custos
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Esta comunicação pretende contribuir para a afirmação da Contabilidade de Gestão Estratégica, inserindo nesta uma abordagem específica às contingências que se associam ao risco, na certeza de que os conteúdos da verdadeira Contabilidade de Gestão Estratégica estão ainda por explorar, em fase embrionária. Além do mais, o tratamento das contingências pela Contabilidade Financeira e pela Gestão Estratégica denuncia a evidência da necessidade de um papel de suporte informativo a desempenhar pela Contabilidade de Gestão. O objectivo fundamental deste trabalho visa justificar e apresentar, enquadrado no âmbito da Contabilidade de Gestão Estratégica, uma abordagem que fundamente aquela que denominamos por Contabilidade de Gestão Contingencial mediante o desenvolvimento de um modelo contingencial que sirva o relato financeiro, o planeamento e a gestão estratégica das contingências. Uma proposta de sistema contabilístico integrado que, debruçado sobre factos contingentes, sirva objectivos estratégicos, escute, permanentemente, o meio envolvente e constitua informação útil.

Projeto Educativo com valência de um instrumento de gestão estratégica, segundo a metodologia Balanced Scorecard

Jorge, Anselmo Florêncio
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.59%
A gestão de uma organização, no nosso quotidiano, é por si só um grande desafio. No que respeita à organização escolar, a gestão deve ser suportada por vários documentos basilares, orientadores na administração e gestão da escola, destacando-se, de entre outros, o Projeto Educativo. Este Projeto deve emergir como resultado de um procedimento participativo e negociado entre os diferentes colaboradores, compreendendo a missão, a visão, as metas, os valores, enfim os fundamentos sobre os quais se ambiciona alicerçar um futuro, procurando refletir deste modo uma dinâmica essencialmente política, globalizante e flexível de todos e para todos. Pretende-se que não seja um documento de intenções e objetivos gerais pouco precisos, sem metas e estratégias suficientemente definidas e operacionalizáveis e muito menos construído unicamente por uma imposição legal resultante de um processo de implementação do regime de autonomia e gestão das escolas. A partir da questão “Como conferir ao Projeto Educativo de Escola a valência de um instrumento de gestão estratégica?”, o projeto aqui apresentado compreende formas de orientação da organização escolar para a estratégia, para que se torne uma tarefa de todos os atores escolares...

Gestão estratégica de ganhos: uma proposta de gestão estratégica de custos utilizando os princípios da teoria das restrições, aplicada em uma fabricante de autopeças; Strategic throughput management: a strategic cost management purpose based on the principles of the theory of constraints, applied on a auto parts manufacturing company

Nunes, Marcelo Serra
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
66.58%
A gestão empresarial depara-se, freqüentemente, com o aparecimento de novos conceitos e de novas práticas para o gerenciamento de custos, com o propósito de melhor retratar as necessidades de uma organização no contexto atual. Esse gerenciamento dispõe de várias metodologias, entretanto, muitas de elevada complexidade e difícil utilização. Este trabalho busca apresentar uma proposta de gestão, de baixa complexidade, utilizando a contabilidade gerencial com um enfoque estratégico, através da análise da abordagem estratégica, análise da cadeia de valor, integradas aos princípios da teoria das restrições e a sua contabilidade dada pela contabilidade de ganhos. Proposta aplicada em um estudo de caso, em uma empresa fabricante de autopeças, onde verificou-se suas potencialidades e suas limitações. A teoria das restrições tem sido amplamente difundida como uma metodologia de administração de produção, partindo do princípio de que em todo sistema existe uma restrição e sua melhor gestão resulta no máximo ganho financeiro para a organização, porém, complementando sua atuação, apresenta também sua forma estratégica, sustentada por três elementos que se complementam: ganhar dinheiro, prover um ambiente interno satisfatório e satisfazer o mercado...

Gestão estratégica do conhecimento: estudo exploratório em empresas instaladas nos parques tecnológicos do estado de São Paulo; Strategic knowledge management: exploratory study in park technological companies located in the São Paulo?s state.

Cruz, Claudia Andressa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/03/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.55%
Este trabalho tem como principal objetivo evidenciar e analisar o relacionamento entre os elementos que constituem a gestão estratégica do conhecimento: os fatores inerentes a gestão do conhecimento e as dimensões estratégicas organizacionais que apóiam esta gestão; no contexto das empresas residentes em parques tecnológicos do estado de São Paulo, apresentando mecanismos que sejam capazes de direcionar ao estabelecimento de posições de vantagem competitiva a situação peculiar destas empresas. Com intuito de atingir o objetivo proposto foi realizada uma ampla revisão bibliográfica que abrangeu muitos estudos sobre o processo de gestão do conhecimento e administração estratégica, buscou-se com isso: identificar os principais fatores do processo de gestão do conhecimento, por meio de atributos que os qualificassem e identificar as dimensões estratégicas que de alguma forma estavam relacionadas a gestão do conhecimento. Com isso, foi possível analisar a relação entre os fatores supracitados no contexto organizacional das empresas instaladas no: Parque Científico e Tecnológico de Campinas - Ciatec e o Parque Tecnológico de São Carlos - ParqTec. A pesquisa é caracterizada como exploratória e descritiva, por realizar descrições categóricas da situação...

Diretrizes para a implantação da gestão estratégica de suprimentos em empresas construtoras.; Guidelines for strategic sourcing implementation at construction companies.

Moratti, Tathyana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/04/2010 PT
Relevância na Pesquisa
66.6%
Todo e qualquer empreendimento começa a se materializar na área suprimentos de uma empresa, sendo a principal função de esta área adquirir os materiais e serviços que compõem os empreendimentos. A gestão de suprimentos estabelecida para um determinado empreendimento pode fazer com que este tenha, ou não, um bom desempenho, bem como possibilitar que a execução seja mais eficiente e eficaz. Esta gestão, além de ser a mais adequada para a execução do empreendimento, deve também refletir a estratégia da organização, para que seja garantida a vantagem competitiva escolhida. Dada a sua importância, esta pesquisa tem como objetivo identificar as principais diretrizes envolvidas para a implantação da gestão estratégica de suprimentos em empresas construtoras. Inicialmente, foi realizada uma revisão bibliográfica a respeito dos temas: gestão da cadeia de suprimentos, gestão de suprimentos e gestão estratégica de suprimentos. Em seguida, foi realizado um estudo das características do setor da construção e de suas respectivas gestão da cadeia de suprimentos e gestão de suprimentos. Para que fossem identificadas as diretrizes, foi realizada uma revisão bibliográfica a cerca dos processos envolvidos na gestão estratégica de suprimentos...

Gestão estratégica de pessoas e capacidade de inovação no setor industrial; Strategic human resource management and innovation capacity in the industry sector

Quishida, Alessandra
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.6%
Este estudo de natureza exploratória-descritiva versa sobre contribuições de fatores de estímulo para a capacidade de inovação sob a perspectiva da gestão estratégica de pessoas. O problema da pesquisa foi: em que medida a gestão estratégica de pessoas pode contribuir para a capacidade de inovação no setor industrial? Foram formulados três objetivos de investigação: identificar indicadores de gestão estratégicas de pessoas, identificar indicadores de capacidade de inovação e analisar as contribuições da gestão estratégica de pessoas para a capacidade de inovação. Foi realizada pesquisa bibliográfica, por meio da qual se obtiveram características e indicadores utilizados na pesquisa empírica conduzida sob o método quantitativo. Foram feitos 1.034 com profissionais responsáveis pela gestão de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, sendo que 39 participaram do levantamento. Foi confirmada a hipótese geral do estudo, que gestão estratégica de pessoas está associada com capacidade de inovação. Também foi confirmada uma hipótese específica, que liderança e gestão é a característica de gestão estratégica de pessoas que esteve mais fortemente associada com capacidade de inovação. Foram propostas sugestões de continuidade da pesquisa e novas pesquisas relacionadas ao tema.; This study focuses on stimulus factors' contributions for innovation management. Its research problem was "to what extent strategic human resource management can contribute to innovation capacity in the industrial sector?" The three objectives of this study were: identifying innovation capacity antecedents from the perspective of strategic human resource management; identifying innovation capacity indicators; and analyzing the contributions of strategic human resource management for innovation capacity. In order to identify innovation capacity antecedents...

Gestão estratégica de design com a abordagem de design thinking

Demarchi, Ana Paula Perfetto
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 302 p.| il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
66.56%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento, Florianópolis, 2011; As organizações colaborativas, em busca de maiores condições de competitividade necessitam entrar nos canais de comercialização tradicionais agregando valor aos seus produtos. Um meio importante é a atuação do agente de design, que pode extrair os conhecimentos das organizações (implícitos, tácitos, objetivos e explícitos), codificá-los, gerando o conhecimento organizacional, e produzir o conhecimento objetivo após combiná-lo com o seu conhecimento tácito. Nesse contexto, esta tese tem como objetivo propor um sistema de produção do conhecimento sobreposto a um modelo de gestão estratégica de design, para o qual foi necessária uma fundamentação teórica sobre a gestão do conhecimento (que possibilitou uma visão do processo de produção do conhecimento e a importância dos tipos de conhecimentos para a criação do conhecimento objetivo); da gestão estratégica de design (caracterizando suas atividades, aplicações e mutações na demanda), e finalmente estabelecer a relação entre a nova gestão do conhecimento com a gestão estratégica de design...

A GESTÃO ESTRATÉGICA NAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS DE ENSINO SUPERIOR

Garcia, Denise Lemos; Mascarenhas Bisneto, José Pereira
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Este trabalho aborda a gestão estratégica nas Instituições Públicas de Ensino Superior (IPES), que assumem um grande desafio que é desenvolver estratégias capazes de atender às demandas externas, promovendo a melhoria da qualidade do ensino diante dos diversos ambientes competitivos. O objetivo deste artigo é analisar a gestão estratégica das IPES, sendo esta a responsável pelo diagnóstico dos problemas e proposições de políticas relacionadas ao ensino superior, enfatizando as metodologias da estratégia e da gestão estratégica que podem ser utilizadas em qualquer Instituição de Ensino Superior (IES) no âmbito da Administração Pública. A metodologia utilizada reporta-se a uma pesquisa bibliográfica sobre a gestão estratégica nas IPES, através de livros, artigos científicos e demais publicações. Conclui-se, então, que a gestão estratégica nas IPES poderá proporcionar um processo de gestão eficiente e de qualidade capaz de lidar com as constantes mudanças, disponibilizando aos gestores a melhor forma para tomada de decisões estratégicas.

A avaliação do desempenho e a gestão estratégica: concepção de um balanced scorecard numa escola pública portuguesa

Rodrigues, Catarina Ascensão Nascimento
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.57%
Nos últimos anos, tendo em conta a crescente visibilidade social, política e organizacional da escola, muito se tem escrito no âmbito das ciências sociais e humanas sobre a escola pública portuguesa. Embora sob diferentes perspectivas, muitos destes trabalhos têm vindo a permitir uma reflexão inestimável sobre os desafios e novas exigências que se colocam à escola enquanto organização prestadora do serviço público de educação. Com a presente investigação, no âmbito do Mestrado em Gestão Pública, pretendemos contribuir para essa discussão, apresentando uma experiência de concepção de um modelo de gestão estratégica e de avaliação de desempenho – o Balanced Scorecard (BSC) – desenvolvido por Robert Kaplan e David Norton, na década de 90, nos EUA. Este modelo, inicialmente desenvolvido para medir o desempenho das organizações do sector privado, foi sofrendo algumas alterações decorrentes de várias experiências realizadas nos EUA e no Reino Unido, sobretudo a partir de 1996, tendo ficado demonstrado que o BSC, com as devidas adaptações à arquitectura original do modelo, é hoje aplicável quer às organizações sem fins lucrativos, quer às organizações do sector público, com elevados impactos ao nível da gestão estratégica e da avaliação do desempenho organizacional. Neste sentido...

Gestão estratégica de recursos humanos na administração pública: mito ou realidade?

Mendes, Inácio Manuel
Fonte: Escola Superior de Ciências Empresariais Publicador: Escola Superior de Ciências Empresariais
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.6%
Dissertação de Mestrado em Gestão Estratégica de Recursos Humanos; Este estudo procura analisar a importância da gestão estratégica de recursos humanos na performance organizacional de um organismo da Administração Pública portuguesa. Se por um lado, no setor privado é ponto assente que os recursos humanos são um elemento fulcral de diferenciação e obtenção de vantagens competitivas sustentáveis, no setor público, só nos últimos 10 anos começaram a surgir preocupações em gerir os recursos humanos de uma forma mais estratégica, demarcando-se da tradicional gestão administrativa e burocrática. Estas preocupações, assentaram sobretudo, na adoção dos princípios do “New Public Management”, com especial incidência na aplicação de técnicas de gestão que até então apenas se utilizavam no setor privado, sendo disso exemplo a gestão pela qualidade total e a utilização do balanced scorecard como ferramenta de monitorização da performance organizacional. É nesta logica que surge o presente estudo, numa tentativa de verificação, do ponto de vista das perceções dos dirigentes da organização alvo de estudo, se existe de facto uma gestão estratégica de recursos humanos e que impactos tem na performance organizacional. Para alcançar este objetivo...

Implementação da Gestão Estratégica numa Empresa Comercial em Angola

Ferraz, Maria Henriques
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 31/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.55%
A presente dissertação de mestrado tem como propósito implementar a gestão estratégica, com o auxílio da metodologia Balanced Scorecard numa empresa situada em Angola. Demonstrar através da metodologia BSC a importância e contributos da gestão estratégica na otimização do desempenho das empresas angolanas. Nos últimos anos Angola tem demonstrado um crescimento económico bastante atrativo, constituindo- se atualmente como polo de maior concentração e atração de investimentos no continente africano. As últimas décadas apresentam grandes desafios para a gestão das organizações em geral. A maioria das pequenas e médias empresas apenas tem como objetivo o lucro e em muitos países como é o caso de Angola, são poucas as organizações que já possuem uma ferramenta de gestão estratégica baseada no BSC. As PME empresas carecem de uma ferramenta e medidas de avaliação e comunicação de resultados organizacionais, a fim de maximizar o seu valor para a sociedade e gerir com êxito as expetativas e as perceções dos seus stakeholders. Com o projeto buscou- se ajudar a organização, a fim de que, no futuro, a mesma possa utilizar a gestão estratégica como um sistema de apoio a gestão, e com isso melhorar o seu desempenho. É sugerido o Balanced Scorecard como modelo de medição de desempenho...

Gestão estratégica: um caso de sucesso na indústria química

Prata, Vânia Rute Ferreira
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
66.61%
Projecto de Mestrado em Gestão / JEL: L21 - Business Objectives of the Firm; M12 - Personnel Management; Esta tese teve como objectivo o estudo da gestão estratégica, que nos dias de hoje é essencial para o sucesso de qualquer organização. Como tal, foi importante estudar todas as componentes deste tipo de gestão. Começou-se então por desenvolver os conceitos de gestão e estratégia. Conceitos estes importantes para se compreender toda a construção e implementação de uma gestão estratégica eficaz. É nesta altura que introduziremos o conceito de gestão estratégica. Falaremos do que é a gestão estratégica, o que é o pensamento e o planeamento estratégico, bases deste tipo de gestão. É nesta altura também que apontamos algumas diferenças e semelhanças entre gestão, estratégia e gestão estratégica. Especificamente estudou-se a visão, a missão e os objectivos, sendo este últimos os mais desenvolvidos. O que são, os aspectos benéficos que trazem, a dificuldade na sua definição, como implementá-los e como avaliá-los. Todos estes aspectos são essenciais no processo de gestão por objectivos, processo base da avaliação de desempenho também estudado nesta tese. Este sistema de avaliação é um elemento importante de informação e controlo nas organizações. É a sua componente de informação que o torna tão importante. Por fim...

O Balanced Scorecard como instrumento de gestão estratégica adaptado a um serviço de saúde

Gaspar, Francisco Mota
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
66.54%
Mestrado em Gestão dos Serviços de Saúde / JEL Classification System: D83; I12; Perante os novos cenários de complexidade dos sistemas empresariais, num mundo em permanente mudança, os gestores e investigadores reconhecem a importância crescente dos principais factores potenciadores da competitividade e a necessidade de desenvolver novos modelos de gestão. Neste contexto, o Balanced Scorecard surge como uma das metodologias mais importantes da avaliação de desempenho e implementação de estratégias, tendo evoluído de um simples sistema de medição da performance até um Sistema de Gestão Estratégica, posicionando-se recentemente como um sistema de gestão da mudança. Este modelo vem assim proporcionar aos gestores de topo uma focalização no essencial da gestão e um processo de tomada de decisão baseado em informação de natureza estratégica. O presente trabalho descreve e analisa um Serviço de Saúde que opera, predominantemente, na área dos Cuidados de Saúde Primários, no âmbito da saúde comunitária. Neste estudo, a questão pertinente que se coloca é determinar se as ferramentas de medição e avaliação da performance organizacional são suficientes e adequadas aos fins a que se destinam, fornecendo informação considerada crucial para a gestão e tomada de decisão. Com base na metodologia de trabalho adoptada...

Construção de um Balanced Scorecard para uma gestão estratégica do Centro Hospitalar Cova da Beira: mudar o modelo de gestão para mudar o hospital

Banza, Elsa Maria Baião Ferreira Airoso
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.62%
Face à evolução verificada nas economias, as organizações procuram sobreviver num mercado cada vez mais competitivo e globalizado, o que as obriga a rever as suas estratégias e os seus sistemas de informação e de gestão, bem como a adoptar novas características operacionais, como a introdução de inovação, a melhoria das qualificações dos seus quadros e das relações com os clientes. Do mesmo modo, as organizações da Administração Pública, que sempre assentaram em princípios formais, encontram-se expostas aos novos desafios estratégicos originados pela globalização na actividade social, bem como pela maior exigência dos cidadãos consumidores. Este contexto obriga a uma melhoria contínua da eficiência e da eficácia, sendo que estes objectivos apenas serão prosseguidos com inovação, criatividade e com modelos de gestão estratégica devidamente adequados. O BSC, que inicialmente foi utilizado como um sistema de avaliação do desempenho, constitui, no presente, uma ferramenta de gestão que possibilita gerir a estratégia, assim como clarificá-la e comunicá-la, permitindo ainda a uma organização definir o caminho que pretende seguir e assegurar-se que não se desvia do mesmo. Constitui assim um contributo inestimável para a implementação do processo de mudança exigido pela conjuntura actual. Em Portugal...

Maturidade em gerenciamento de projetos no contexto da gestão estratégica no setor público: análise na Secretaria de Estado da Tributação do Rio Grande do Norte

Brito, Abraão Padilha de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-graduação em Gestão Pública; Política e Gestão Pública Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-graduação em Gestão Pública; Política e Gestão Pública
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
76.54%
This paperwork attempts to measure the project management maturity in the State Department of Taxation in Rio Grande do Norte. Project management has shown to be a critical component to any organization success, as the projects are directly related to a set of activities resulting into organizational innovations such as products, services and processes; and its improvement is directly aligned with the strategic management. Methodologically, this paperwork uses both a quantitative and qualitative approach that will be applied to the coordinators, sub-coordinators, and directors of the Regional Offices of the State Department of Taxation. In the theoretical reference it is about the public management and analyzes the strategic management in contemporary public administration. Presents the maturity in project management is by discussing the main models: CMM, Capability Maturity Model; PMMM, Project Management Maturity Model; OPM3, Organization Project Maturity Model and the Prado-MMGP, Modelo de Maturidade em Gerenciamento de Projetos. From this analysis, considering attributes as an aid in taking strategic positioning, access to the model, possibility of benchmarking and continuous improvement, the Prado-MMGP model was the most appropriate for this research process. It has been proved that the State Department of Taxation shows a very low project management maturity level. Regarding the acceptance of the maturity dimensions by the State Department...

Impacto da gestão estratégica nas FFAA; Resultados e perspetivas futuras

Pires, Fernando
Fonte: IESM Publicador: IESM
Tipo: Outros
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.56%
A gestão estratégica consiste na “arte e ciência” que se dedica a formular, implementar e avaliar decisões de efeito transversal na organização que prosseguem (ou influenciam) a obtenção dos seus objetivos, traduzindo-se num conjunto de decisões e ações de gestão que determinam o desempenho a médio e longo prazo de uma organização. Existe um paralelismo evidente entre este campo da ação empresarial e a estratégia militar, campo clássico da aplicação dos conceitos e técnicas que se encontram subjacentes ao edifício teórico e prático da grande administração empresarial que explicam a adoção pelas empresas (e pela academia focada nas ciências empresariais) da teoria de estratégia. O ciclo de gestão estratégica percorre um conjunto de fases, em número, designação e conteúdo variáveis de acordo com os autores, escolas e natureza diversa das organizações, mas que podem ser consolidadas em etapas que se aplicam de forma genérica a todas as organizações, incluindo as do setor público e, em particular, às FFAA. Neste trabalho é desenvolvida uma base conceptual da aproximação à gestão estratégica nas FFAA, partindo dos modelos em uso no campo empresarial, procedendo às necessárias adaptações para uma aplicação no setor público e...

Construção de um Balanced Scorecard para uma gestão estratégica do Centro Hospitalar Cova da Beira: mudar o modelo de gestão para mudar o hospital

Banza, Elsa Maria Baião Ferreira Airoso
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.62%
Face à evolução verificada nas economias, as organizações procuram sobreviver num mercado cada vez mais competitivo e globalizado, o que as obriga a rever as suas estratégias e os seus sistemas de informação e de gestão, bem como a adoptar novas características operacionais, como a introdução de inovação, a melhoria das qualificações dos seus quadros e das relações com os clientes. Do mesmo modo, as organizações da Administração Pública, que sempre assentaram em princípios formais, encontram-se expostas aos novos desafios estratégicos originados pela globalização na actividade social, bem como pela maior exigência dos cidadãos consumidores. Este contexto obriga a uma melhoria contínua da eficiência e da eficácia, sendo que estes objectivos apenas serão prosseguidos com inovação, criatividade e com modelos de gestão estratégica devidamente adequados. O BSC, que inicialmente foi utilizado como um sistema de avaliação do desempenho, constitui, no presente, uma ferramenta de gestão que possibilita gerir a estratégia, assim como clarificá-la e comunicá-la, permitindo ainda a uma organização definir o caminho que pretende seguir e assegurar-se que não se desvia do mesmo. Constitui assim um contributo inestimável para a implementação do processo de mudança exigido pela conjuntura actual. Em Portugal...

Análise da gestão estratégica de uma empresa familiar do segmento de transporte

Gianizella, Francieli
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso - TCC
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Monografia apresentada ao Setor de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense - UNESC, para a obtenção do título de especialista em MBA em Gestão Estratégica de Finanças e Controladoria.; O presente trabalho tem por finalidade analisar a gestão estratégica de uma empresa familiar do segmento de transporte. Este trabalho deu-se com o objetivo de identificar as características da atual gestão estratégica da empresa, mediante isso propor sugestões de melhorias a mesma. Baseando-se em uma fundamentação teórica que discorre a respeito de organização, administração, organização familiar, empreendedorismo e gestão estratégica. Na metodologia foi aplicado um questionário aos gestores da empresa, para avaliar a atual gestão estratégica e foi realizado ainda um diagnostico observacional nas atividades de gestão da organização. Com os resultados obtidos foi possível perceber que é fundamental para o bom desempenho da empresa ter uma gestão estratégica formalizado, onde todos os membros da organização adotem os mesmos propósitos para alcançar os objetivos da empresa.

Política nacional de gestão estratégica e participativa no SUS: participaSUS. 2. ed.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa
Fonte: Ministério da Saúde (MS) Publicador: Ministério da Saúde (MS)
Tipo: Documento de gestão
POT
Relevância na Pesquisa
76.36%
41 p.; O presente documento objetiva apresentar a referida política, que orienta as ações de governo na promoção, na qualificação e no aperfeiçoamento da gestão estratégica e democrática das políticas públicas, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS), nas respectivas esferas de gestão.

Fatores de influência na escolha de um Curso de Pós-Graduação: uma análise do MBA em Gestão Estratégica de Pessoas da UFJF

Martins, Patrícia de Rezende; Universidade Federal de Juiz de Fora MBA em Gestão Estratégica de Pessoas; Ferreira, Victor Cláudio Paradela; Universidade Federal de Juiz de Fora Doutor em Administração pela Fundação Getúlio Vargas; Costa, Débora
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
76.33%
http://dx.doi.org/10.5007/1983-4535.2014v7n2p86Este artigo tem por objetivo identificar os fatores que motivam os alunos a se matricularem no MBA em Gestão Estratégica de Pessoas da Universidade Federal de Juiz de Fora. Como pano de fundo para o entendimento do problema investigado, o trabalho aborda algumas características da sociedade contemporânea, em especial aquelas ligadas ao perfil profissional demandado e à crescente competitividade. Outros temas estudados são a história e o desenvolvimento dos cursos de pós-graduação na modalidade MBA e as principais teorias sobre o comportamento do consumidor, no que tange à escolha de determinados produtos ou serviços. Foi realizada uma pesquisa de campo com uma amostra do tipo conglomerado, da qual participaram os alunos matriculados em 2012. O instrumento de coleta de dados foi um questionário com questões abertas e fechadas sobre o perfil dos participantes, seus interesses e expectativas determinantes da escolha do curso. O artigo apresenta as conclusões a que foi possível se chegar após a tabulação desses dados, destacando a preponderância do desejo de adquirir novos conhecimentos e maior capacitação profissional, como fatores indutores da matrícula em um MBA, e a tradição e qualidade de ensino como determinantes na escolha da instituição.