Página 1 dos resultados de 101 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Estratégias de internalização da gestão ambiental: o caso da gestão hídrica na etapa industrial da produção na Companhia Suzano de Papel e Celulose; Strategies of internalization of environmental management: the case of the water management in the industrial production of pulp and paper at Suzano Papel e Celulose. etapa industrial da produção na Companhia Suzano de Papel e Celulose

Oliveira, Patrícia Andrade de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/05/2011 PT
Relevância na Pesquisa
36.28%
A partir da década de 1970, os impactos da sociedade de consumo industrial sobre o meio ambiente tornaram-se amplamente reconhecidos e debatidos em diversos setores da sociedade, inserindo-se nas agendas de lideranças mundiais. Central para o debate sobre meio ambiente e crescimento econômico tem sido o papel das empresas que, tendo sido historicamente parte do problema, passaram a incluir o meio ambiente em suas atividades e na gestão de seus negócios. Grandes acidentes envolvendo usinas nucleares e contaminações e outros de menor porte aumentaram a percepção pública quanto aos riscos decorrentes de um processo de produção predatório que ignora os limites da natureza. O objetivo do trabalho é discutir as estratégias de internalização da gestão ambiental à estrutura da empresa Suzano de Papel e Celulose nos últimos 30 anos, com enfoque na gestão hídrica da empresa. Para tanto, adotou-se uma metodologia baseada em análise documental e em um estudo de caso na empresa Suzano de Papel e Celulose. A revisão bibliográfica foi realizada em materiais obtidos na CETESB, na sede da Empresa Suzano e na Associação Brasileira de Papel e Celulose (ABTCPBRACELPA), além de teses e dissertações. Os dados para análise foram levantados em revistas setoriais com foco em gestão ambiental e em papel e celulose e nos relatórios de Sustentabilidade da empresa Suzano dos últimos 10 anos. Nesta etapa buscou-se avançar na compreensão das alternativas tecnológicas do setor de papel e celulose com foco na gestão da água...

Gestão democrática na educação infantil: o compartilhamento da educação da criança pequena ; Democratic management in children education: sharing the little child education

Monção, Maria Aparecida Guedes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
36.27%
O trabalho teve como objetivo estudar em que medida pode efetivar-se, nas instituições de educação infantil, uma gestão democrática que possibilite o compartilhamento da educação e do cuidado da criança pequena entre educadores e famílias. Além disso, buscou-se analisar a interação entre família e Centro de Educação Infantil (CEI), com vistas a identificar a especificidade da administração educacional nesse segmento. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, realizada por meio de um estudo de caso de cunho etnográfico. A pesquisa empírica ocorreu em um CEI da rede municipal de São Paulo, instituição pública que atende crianças de 0 a 4 anos. Os procedimentos técnicos para a efetivação do estudo empírico conjugaram a observação participante, a entrevista semiestruturada e a análise documental. Foram entrevistadas professoras, equipe de gestão, equipe de apoio, famílias e supervisora de ensino. A coleta e a organização dos dados pautaram-se em três eixos analíticos: 1) a relação entre professoras e crianças; 2) a relação entre professoras e equipe de gestão; e 3) a relação entre educadores e famílias. Constatou-se, no âmbito do CEI pesquisado, um contexto educacional complexo, envolto em práticas autoritárias e pouco atentas às crianças e a suas necessidades. As tensões nas relações entre professoras e crianças...

Investir em acções segundo Warren Buffett: caso português

Jorge, Ricardo Humberto Dias
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.41%
Mestrado em Finanças; Warren Buffett é um dos investidores mais bem sucedidos nos mercados de capitais dos últimos 50 anos. Segundo o último estudo da revista norte-americana Forbes (2008), Buffett é considerado o segundo homem mais rico do Mundo, com um património acumulado de aproximadamente 38 mil milhões USD. Este estudo tentará replicar o modelo de investimento utilizado por Warren Buffett no Índice PSI-20. Para tal, são comparadas três carteiras de investimentos representativas de diferentes estratégias de investimento, incluindo a estratégia buffettiana. Os resultados apontam para a estratégia de investimento buffetiana como o estilo de investimento com melhor relação retorno / risco durante o período de investimento traçado (2000-2008). Destaque ainda para a demonstração das vantagens comparativas da Gestão Activa (e Market Timing) e Security Selection (análise fundamental e qualitativa) em relação à Gestão Passiva e Diversificação, respectivamente.; Warren Buffett is one of the most successful investors in capital markets over the last 50 years. According to the latest study by U.S. magazine Forbes (2008), Buffett is considered the second richest man in the world, with an accumulated wealth of nearly 38 billion USD. This study attempts to reproduce the investment model used by Warren Buffett in the PSI-20 Index. For that...

Diversificação internacional: modelo de Treynor & Black

Brito, Patrícia Vieira
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Projecto, Mestrado em Finanças/ G11; G15; Tendo em conta a globalização dos mercados financeiros e a evidência do contágio das tendências de subida ou de descida entre os vários mercados, faz sentido questionar até que ponto a diversificação geográfica ainda acrescenta valor na gestão de uma carteira de activos financeiros e, mais especificamente, de uma carteira de acções. Para analisar esta situação, consideraram-se duas carteiras diversificadas de acções europeias, de gestão passiva e, a partir de cada uma delas, utilizando o modelo de Treynor & Black construíram-se novas carteira através do investimento parcial numa carteira de gestão activa formada por diversos índices de países europeus, de outros mercados desenvolvidos e de mercados emergentes, verificou-se o impacto da diversificação internacional no aumento ou diminuição da rendibilidade e do risco esperados dessas carteiras. Na constituição dessas carteiras de gestão activa e no peso que terão na carteira total tiveram-se em conta três possíveis perfis de risco: conservador, equilibrado e arrojado. Paralelamente, procurou verificar-se se o investimento no mercado Português permite ou não acrescentar valor em cada uma das carteiras a construir. Os resultados obtidos demonstram claramente as vantagens da diversificação internacional...

A Gestão do Turismo de Natureza na Rede Nacional de Áreas Protegidas: a Carta de Desporto de Natureza do Parque Natural de Sintra-Cascais

Laranjo, José Manuel
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /08/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.27%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gestão do Território; O presente estudo problematiza a dinâmica territorial do Turismo de Natureza na Rede Nacional de Áreas Protegidas, identificando ameaças e oportunidades que as Actividades de Animação Turística e as Actividades Físicas de Aventura na Natureza colocam, analisando e sugerindo medidas para optimizar os processos de planeamento e gestão. Um dos principais propósitos deste estudo é verificar a eficácia dos modelos de gestão territorial existentes, nesta era de “retorno à natureza” caracterizada pelo lazer activo, materializado na proliferação de actividades de aventura, actores, fluxos e por uma nova geografia do efémero uso dos lugares de prática. Com o propósito de fazer o diagnóstico da situação actual, submetemos um questionário às 25 áreas classificadas da Rede Nacional de Áreas Protegidas, de modo a conhecer a situação e aptidão de cada Área Protegida para a prática das actividades de animação turística, os promotores, os impactes socio-ambientais e as medidas de mitigação, o estado actual dos processos de elaboração e implementação das Cartas de Desporto de Natureza...

A arquitectura solar passiva:o sol e a terra em acção de afluência

Rei, João Miguel da Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.36%
O sol tem um ―custo‖ análogo em qualquer lugar do planeta, o que nos permite satisfazer uma panóplia de necessidades diárias no habitat. No começo da última década do século XX, o Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento (PNUD), divulgou o seu primeiro relatório sobre o desenvolvimento humano no mundo, revelando as cavadas desigualdades que representam os actuais modelos de desenvolvimento e satisfação das necessidades mais básicas e as situações de riqueza e pobreza que interrogam as reais possibilidades de construir, localmente e globalmente, uma sociedade planetária mais cuidada, imparcial e justa, logo, mais sustentável. Uma aspiração com claras reflexões políticas, económicas, ecológicas e éticas. Neste contexto, torna-se essencial a promoção de um desenvolvimento mais sustentável, pressupondo um claro esforço social e educativo que contribuam para projectar rotinas sustentávelmente eficientes de habitar o planeta. Torna-se portanto importante a consciência do meio em que habitamos e as acções que exercemos sobre o ecossistema, sugerindo-nos a essencial dependência e união com a natureza, de forma a saber aproveitar as vantagens, aplicando os procedimentos correctos que facilitem transformações sustentáveis...

Gestão de recursos humanos no setor de telecomunicações: novas empresas, novas práticas?

Castro,Cláudia Santos de
Fonte: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo Publicador: Fundação Getulio Vargas, Escola de Administração de Empresas de S.Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.22%
O objetivo do artigo é discutir as mudanças introduzidas na área de gestão de recursos humanos (GRH) em uma empresa do setor de telecomunicações no período de 1998 a 2003. Foi analisada a GRH após a privatização, fazendo-se um paralelo com as mudanças e inovações incorporadas durante sua reestruturação, até a implantação de um novo modelo de gestão. O método utilizado foi o descritivo-qualitativo, sendo utilizados, como fonte de dados, depoimentos, análise documental da empresa e levantamento bibliográfico. O marco teórico procurou contextualizar as transformações que serviram de pano de fundo para as mudanças ocorridas na empresa. Na organização foi identificado um novo modelo de gestão que evoluiu a partir do modelo praticado em 1998, mas que ainda atua de forma passiva na implementação das mudanças do período.

O discurso de gestão democrática na administração da educação no município de Santa Cruz do Capibaribe

Quetti Marques de Souza, Débora; Malaquias de Moraes Santos, Evson (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.25%
O presente estudo se insere no debate sobre o discurso e prática de gestão democrática da educação e tem como objetivo analisar as significações de democracia da gestão educacional no município de Santa Cruz do Capibaribe PE. Compreendemos que a sociedade se efetiva por redes simbólicas e imaginárias, que implicam instauração de sentidos e afetividade em suas instituições e em suas relações sociais e interinstitucionais. Cada sociedade é governada por um imaginário central e, no nosso caso, predomina o patrimonial: o domínio do privado sobre o público, relações de favores hierarquizadas e domésticas. A democracia é expressão de um imaginário fundado pelo indivíduo e pela liberdade o que implica a instauração de uma representação e afetividade, ou seja, a democracia é um valor sócio-histórico. Os procedimentos teórico-metodológicos englobam uma narrativa histórica do poder político do município de Santa Cruz do Capibaribe; análises de documentos que tratam de políticas de gestão democrática e participativa, em nível do discurso federal e local; observações das reuniões da Secretaria Municipal de Educação com os diretores e entrevista com um dirigente escolar. Os resultados mostraram que existe uma propagação de um discurso de gestão democrática...

A atuação do Conselho Escolar na gestão da Educação : um estudo de caso no Município de Olinda-PE

Carla Vieira de Matos, Erika; Maria Lins de Azevedo, Janete (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.28%
propôs a analisar o papel do Conselho Escolar neste contexto. Elegemos como espaço empírico o município de Olinda (PE), cuja política educacional vem privilegiando processos de implementação de um modelo de gestão democrática da educação, e neste município focalizamos a análise da atuação do Conselho Escolar de uma escola, na qualidade de um estudo de caso. A análise dessa atuação teve por base uma revisão bibliográfica que nos permitiu ter por parâmetros teóricos os conceitos de democracia, gestão democrática, participação, habitus e Conselho Escolar. Além desses conceitos, a citada revisão possibilitou, também, o delineamento do cenário sócio-político brasileiro recente como palco em que se deram as modificações na nossa política educacional. Isto particularmente no que concerne à centralidade da gestão democrática da educação e das escolas em suas múltiplas significações. Procuramos, ainda, caracterizar o município de Olinda, sendo os dois últimos procedimentos as estratégias adotadas para contextualizar o nosso objeto de pesquisa. Com base nas formulações acima citadas, adotamos três procedimentos para a coleta e análise dos dados. Primeiro, realizamos a seleção e análise de documentos...

The growing importance of the ETF industry - the pros and cons of passive management

Camela, Edoardo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
EN
Relevância na Pesquisa
36.56%
O objectivo deste projecto é a comparação entre os prós e contras de gestão passiva e ativa através da realização de um estudo estatístico de várias estratégias através dos Exchange-Traded Funds. Em particular, a análise vai passar pela estratégia mais passiva, ou seja, buy and hold, para um grau diferente de active indexing management, tais como rotações do sector e / ou classe de ativos com base no bottom-up, top-down e indicadores técnicos. A análise mostra que as estratégias ativas, se forem devidamente aplicadas, conseguem obter retornos ajustados ao risco substancialmente superiores quando comparados com uma abordagem passiva, superando as questões de custos de transação e diversificação que normalmente são reivindicadas por uma gestão passiva.

Comparação entre gestão activa e gestão passiva de um portfolio de acções: um estudo empírico com base no psi 20

Oliveira, Vitor Manuel Branco
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
76.77%
Mestrado em Finanças; Este trabalho visa avaliar o contributo de uma gestão activa comparativamente a uma gestão passiva no desempenho de determinado portfolio, composto por acções do PSI20. A gestão activa teve em conta uma carteira de acções determinada com base no modelo de Markowitz, enquanto que, a gestão passiva tem por base uma carteira composta por acções com proporções iguais. Na gestão activa, as proporções a investir nos activos foram revistas tendo em conta a evolução do mercado, numa base mensal. No entanto, a determinação das ponderações óptimas teve em atenção diferentes cenários em "sistema de janela". Como segundo objectivo, foi definido o estudo do impacto dos custos de intermediação financeira na performance de ambos os portfolios anteriores. Foram utilizados títulos cotados do PSI 20 durante um período de 11 anos (entre 1 de Janeiro de 1996 e 31 de Dezembro de 2006). As conclusões mostram que não compensa optar por uma gestão activa face a uma gestão passiva, quando a carteira objecto da gestão seja composta por activos cotados no PSI20. Para esta conclusão contribuem dois factores: os custos de intermediação financeira e os erros cometidos na estimação dos principais inputs para cálculo das ponderações óptimas da carteira. A melhor opção revelou-se no investimento no índice de Mercado (PSI 20).; The goal of this Thesis is to evaluate the contribution of an active management versus passive management to the portfolio performance...

A eficiência nas Carteiras de Markowitz, Variância Mínima e Naïve aplicada ao índice italiano

Martins, Luís Pedro Rosa
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
56.69%
Mestrado em Finanças; O objectivo deste trabalho é verificar as possíveis vantagens da gestão activa face à gestão passiva de uma carteira de acções com a mesma composição do índice de acções italiano FTSE MIB. A gestão passiva baseia-se no método Naïve (1/N), onde a composição da carteira inclui todos os activos do indice com proporções iguais. A gestão activa baseia-se no método de Markowitz que tem como objectivo maximizar a rendibilidade tendo definido um determinado nível de risco, ou minimizar o risco tendo em conta um nível de rendibilidade esperada. Também é utilizado o método da variância mínima que consiste em minimizar o risco independentemente da rendibilidade. Nesta abordagem as proporções a investir em cada activo são revistas mensalmente tendo em conta a evolução do mercado. Para as determinar são consideradas ?janelas? de dados de 1 e 2 anos. O segundo objectivo deste trabalho é determinar o efeito dos custos de intermediação financeira no desempenho da carteira. São utilizados os títulos que compõem o índice FTSE MIB, representativo do mercado italiano desde Janeiro de 2004 até Dezembro de 2013. Os resultados mostram a superioridade da gestão activa face à passiva, sendo a carteira de Markowitz a que obteve melhor desempenho. A carteira de variância mínima obteve resultados inferiores à de Markowtiz...

Gestão activa versus gestão passiva: análise comparativa da performance dos exchange traded funds

Fonseca, Cláudia Sofia Gouveia
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
66.58%
Mestrado em Finanças; O estudo tem como objectivo analisar o comportamento dos Fundos de Investimento tradicionais face aos Exchange Traded Funds (ETF), instrumento recentemente introduzido no mercado e que tem vindo a assumir cada vez mais importância nas preferências dos investidores. Pretende-se verificar se a gestão activa, no caso dos fundos tradicionais, apresenta uma melhor performance face à gestão passiva, no caso dos ETF. A análise incide sobre o mercado Europeu e Americano e procura demonstrar qual das duas estratégias tem sido mais vantajosa para os investidores neste tipo de instrumento, para o período de 2005 a 2011. De forma a avaliar estes dois instrumentos foram utilizados os indicadores de performance tradicionais, tais como, Rendibilidade e Desvios-Padrão, Tracking Error, Índice de Treynor e de Índice de Sharpe, um Modelo de Factor Único baseado no Capital Asset Pricing (CAPM) e o Modelo do Três factores de Fama & French para avaliar as capacidades e qualidades dos gestores. Os resultados obtidos demonstraram que ambos os instrumentos não tiverem performances superiores ao benchmark. Os fundos tradicionais, no entanto, tiveram resultados mais favoráveis do que os ETF, apesar de não terem conseguido obter resultados significativos de rendibilidades em excesso. A análise com base no modelo de múltiplos factores veio comprovar que os resultados foram obtidos através de exposição a outros factores de risco...

A arquitectura solar passiva:o sol e a terra em acção de afluência

Rei, João Miguel da Silva
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.36%
O sol tem um ―custo‖ análogo em qualquer lugar do planeta, o que nos permite satisfazer uma panóplia de necessidades diárias no habitat. No começo da última década do século XX, o Programa das Nações Unidas para o desenvolvimento (PNUD), divulgou o seu primeiro relatório sobre o desenvolvimento humano no mundo, revelando as cavadas desigualdades que representam os actuais modelos de desenvolvimento e satisfação das necessidades mais básicas e as situações de riqueza e pobreza que interrogam as reais possibilidades de construir, localmente e globalmente, uma sociedade planetária mais cuidada, imparcial e justa, logo, mais sustentável. Uma aspiração com claras reflexões políticas, económicas, ecológicas e éticas. Neste contexto, torna-se essencial a promoção de um desenvolvimento mais sustentável, pressupondo um claro esforço social e educativo que contribuam para projectar rotinas sustentávelmente eficientes de habitar o planeta. Torna-se portanto importante a consciência do meio em que habitamos e as acções que exercemos sobre o ecossistema, sugerindo-nos a essencial dependência e união com a natureza, de forma a saber aproveitar as vantagens, aplicando os procedimentos correctos que facilitem transformações sustentáveis...

Gestão ativa vesus gestão passiva: uma análise do desempenho de fundos de ações

Bohn, Gabriela Alves Machado
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.44%
Na literatura acadêmica e profissional existe uma grande controvérsia quanto à agregação de valor de investimentos com Gestão Ativa no mercado. Uma análise comparativa dos fundos de gestão ativa e passiva é o principal objeto deste estudo. Assim, o artigo analisa as rentabilidades mensais de 61 Fundos de ações referenciados ao Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) ou ao Índice Brasil IBrX pelo período compreendido entre janeiro de 2000 a janeiro de 2010, que também foi dividido em dois subperíodos de cinco anos: janeiro de 2000 a dezembro de 2004 e janeiro de 2005 a janeiro de 2010, comparando os resultados obtidos por estes Fundos de Investimento. Utilizou-se para a análise o Índice de Sharpe, por ser uma medida de rentabilidade ajustada ao risco, e como ativo livre de risco a taxa Selic. Os resultados apurados indicam que os Fundos de Investimento com Gestão Ativa em sua maioria agregam valor aos seus investidores.

A gestão de carteira de acções aplicada ao mercado francês

Félix, João Pedro Santos Silva
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.69%
Mestrado em Finanças; O principal objectivo deste estudo é avaliar as possíveis vantagens de uma carteira caracterizada por uma gestão activa face a uma carteira caracterizada pela gestão passiva, com base no índice de acções CAC-40. A gestão activa teve por base em 2 modelos: Modelo de Markowitz (carteira óptima) e Modelo de Variância Mínima. Já a gestão passiva é baseada numa carteira composta por todas as acções em proporções iguais (carteira naïve). Na gestão activa as proporções dos activos constituintes de cada carteira foram revistos mensal, trimestral, semestral e anualmente tendo em conta a evolução do mercado. Foram consideradas janelas de dados de 1 e 2 anos para determinar as ponderações a investir em cada activo. O segundo objectivo foi analisar o impacto dos custos de intermediação financeira no desempenho das carteiras calculadas anteriormente. Foram utilizados os títulos que se mantiveram em bolsa durante o período compreendido entre Janeiro de 1997 e Dezembro de 2006, o que corresponde a 31 acções do CAC-40. Depois de realizado este trabalho, concluiu-se que a 1 mês a carteira naïve é a melhor opção de investimento e a 3 meses tanto esta carteira como a carteira de mercado são boas opções de investimento. Já a 6 e 12 meses...

A análise da performance de Fundos de Investimento : o estilo de investimento e a sua utilização na selecção de carteiras óptimas

Vieira, Pedro Miguel de Jesus
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.41%
Mestrado em Finanças; A evidência académica de que os fundos de investimento geridos ativamente não superam na sua generalidade o seu benchmark, e que mesmo aqueles que o conseguem efetuar têm um problema de persistência da performance, tem beneficiado os fundos de gestão passiva. Dado o histórico recente da zona euro, torna-se pertinente analisar o que acontece na zona euro. Com enfoque nos fundos acionistas, foi estudado se é possível selecionar uma carteira ótima de fundos de investimento com base nas medidas de avaliação da performance mais tradicionais que acrescente valor face ao benchmark. E numa segunda fase, respondendo a uma das principais criticas feitas a estas medidas, foi estudado se a adição do estilo de investimento na seleção desta carteira ótima acrescenta valor face à situação inicial. Os resultados obtidos permitem concluir que a introdução da análise do estilo de investimento leva a uma melhoria dos resultados, sendo mais evidente na perspetiva de Valor versus Crescimento. No caso da constituição de uma carteira óptima de investimento que tenha em consideração o perfil de Valor versus Crescimento de cada fundo e do benchmark de referência, é possível, de acordo com os resultados obtidos...

A Gestão de Carteira de Acções aplicada ao mercado espanhol

Monteiro, Pedro Matoso Coimbra Sacramento
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.76%
Mestrado em Finanças; A presente dissertação teve como objetivo principal analisar e comparar a gestão ativa e passiva de um determinado portfolio constituído por ações do Índice Bolsista Espanhol (IBEX 35). Na gestão ativa utilizaram-se dois modelos: uma carteira de ações determinada através do modelo de otimização de Markowitz, e uma carteira de ações resultante do modelo de variância mínima. Na gestão passiva recorreu-se a uma carteira de ações com pesos iguais. O período de tempo considerado para o efeito foi de 10 anos, de 1997 a 2006. A gestão ativa do portfolio, com base nos dois modelos considerados, consistiu na revisão mensal das proporções investidas em cada uma das ações que compuseram a carteira tendo em conta a evolução do mercado. A gestão passiva implicou um investimento de proporções iguais nos ativos constituintes da carteira, proporções essas que se mantiveram inalteradas durante o período em análise e que, portanto, não tiveram em conta a evolução do mercado. Para a determinação das ponderações das carteiras dos três modelos, utilizou-se um ?sistema de janela? de 1 e 2 anos. Um segundo objetivo deste trabalho foi perceber o impacto dos custos de intermediação financeira no desempenho dos portfolios de ações. Com este estudo...

KNOWLEDGE MANAGEMENT AND COMPETITIVENESS IN SMALL BUSINESS SECTOR AUTOMOTIVE TRADE: AN EXPLORATORY STUDY; GESTÃO DE CONHECIMENTO E COMPETITIVIDADE NAS EMPRESAS DE PEQUENO PORTE DO SETOR DE COMÉRCIO EXTERIOR DE AUTOPEÇAS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO DOI:10.5773/rai.v8i3.808

Morrone Cosentino, Hélio; Vidal, Patrícia; Vigillito, Salvatore Benito
Fonte: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/11/2011 POR
Relevância na Pesquisa
36.27%
This exploratory study examines the characteristics of information technology (IT) as a means to support and provide inputs and structures for knowledge management in small businesses. It focuses on fifteen companies in the automobile spare parts import/export sector to identify, describe, and confirm the existence and functionality of knowledge management within the companies. Analysis of the responses identifies the presence of knowledge management in companies and the approach to information technology used by the companies and highlights the possible alignment, or lack thereof, of knowledge management with information technology management. The study shows that knowledge collection is not always passive and spontaneous but a process based on flows that can be regulated with the organizational structures and systems as well as the individual competencies of both company and third-party employees.; O presente trabalho teve como objetivo estudar as singularidades da tecnologia da informação (TI) quanto à forma de subsidiar insumos e estruturas para a prática de Gestão de Conhecimento em empresas de pequeno porte do setor de comércio exterior de autopeças de reposição. O estudo, realizado sob a modalidade de pesquisa exploratória...

Seleção, Treinamento e Avaliação: As Práticas de Gestão de Pessoas e o Processo de Submissão de Gestores

Galperin, Arlete Zagonel; Ferraz, Deise Luiza da Silva; Soboll, Lis Andrea
Fonte: Universidade Federal da Paraíba Publicador: Universidade Federal da Paraíba
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado por Pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
36.41%
Este artigo relata uma pesquisa que evidencia de que forma as práticas de gestão, tais como seleção, treinamento e avaliação de desempenho favorecem o processo de submissão no trabalho de gestores. O processo de submissão foi abordado a partir dos pressupostos da Psicodinâmica do Trabalho e da Psicossociologia, tendo como indicadores a tolerância às exigências do trabalho e a adesão passiva às regras estabelecidas pela empresa, incultindo no sujeito uma percepção de que o envolvimento no trabalho é uma escolha pessoal e não um processo estratégico organizacional. A pesquisa, de natureza qualitativa, seguiu o método de estudo de caso, desenvolvida por meio de entrevistas semi-estruturadas com oito gestores de uma grande empresa. Os dados foram analisados a partir da Análise dos Núcleos de sentido. Na realidade estudada as práticas de gestão de pessoas favoreceram o processo de envolvimento e submissão dos gestores, levando-os a uma adesão passiva e a adesão a lógica organizacional, reproduzindo estratégias sutis de controle psicológico e ideológico na relação.