Página 1 dos resultados de 52 itens digitais encontrados em 0.099 segundos

Gest??o de recursos h??dricos em bacias hidrogr??ficas: representa????es computacionais do ciclo hidrol??gico em sistemas de informa????es geogr??ficas

Ruhoff, Anderson Luis; Pereira, Rudiney Soares
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
106.07%
O presente artigo teve como objetivo implementar e realizar uma simula????o computacional num??rica do escoamento superficial da ??gua, transformando um SIG em uma representa????o realista dos processos espa??o-temporais. Este estudo insere-se nas atividades previstas pelo Fundo Setorial de Recursos H??dricos, atrav??s do gerenciamento de recursos h??dricos em bacias na Regi??o Sul do Brasil. Uma das ??reas priorit??rias estabelecidas pelo CT Hidro ?? a de Uso e Conserva????o dos Solos e Sistemas H??dricos, em que os principais problemas s??o a eros??o e compacta????o do solo, perda de cobertura natural e reflorestamentos inadequados. O programa visa subsidiar a preserva????o dos recursos h??dricos das bacias hidrogr??ficas. Entre os principais resultados, destaca-se o grande volume de ??gua escoada superficialmente, em que aproximadamente 46,32% do total precipitado na Bacia do Arroio Grande ?? perdido, o que representa mais de 90.500.000 m?? de ??gua.; The paper had the objective to implement a numeric computer simulation of the superficial flow of, transforming a GIS into a realistic system of the time-space. This study fits in the activities predicted by the Fundo Setorial de Recursos H??dricos, through the managing of the hydric resources in South Brazil. One area establish by CT Hidro is the land use and cover changing and soil conservation at water systems where the main problems are the soil erosion and soil compaction...

Marcos jur??dicos da gest??o integrada das bacias hidrogr??ficas e da zona costeira a partir da Constitui????o Federal de 1988

Silva, Helen Neves da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
136.18%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Gerenciamento Costeiro, Instituto de Oceanografia, 2012.; O equil??brio ecol??gico ?? reconhecido pela Constitui????o Federal como elemento indispens??vel para a manuten????o das caracter??sticas dos ecossistemas, para a qualidade de vida e para o desenvolvimento sustent??vel. Logo, a defesa do meio ambiente exige estrat??gias multitem??ticas, que considerem e incorporem a unicidade do meio ambiente. Neste contexto, est?? inserida a gest??o integrada da zona costeira e das bacias hidrogr??ficas, que leva em considera????o, al??m das intera????es ecol??gicas, as intera????es sociais e econ??micas de ambos os ecossistemas. No entanto, a gest??o de bacias hidrogr??ficas que cont??m trechos de zona costeira est?? focada apenas na conserva????o dos recursos h??dricos, operando de modo dissociado da gest??o costeira, que visa o gerenciamento de m??ltiplos recursos por meio do planejamento e ordenamento do uso do solo e das ??guas dentro da costa. A concentra????o demogr??fica na regi??o costeira do Brasil e as atividades nela desenvolvidas causam intensa press??o antr??pica sobre as bacias hidrogr??ficas, assim como as atividades realizadas no ??mbito das bacias impactam direta ou indiretamente a zona costeira...

Gest?o integrada de recursos h?dricos - o caso da bacia hidrogr?fica do Rio Doce

Domingues, Lilian M?rcia
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
156.29%
O desenvolvimento econ?mico e a ampla utiliza??o da ?gua como parte imprescind?vel dos processos produtivos acarretaram na degrada??o acelerada dos mananciais e escassez em muitas regi?es no mundo, raz?o pela qual o tema ?Gest?o Integrada de Recursos H?dricos (GIRH)? tem ganhado mais for?a e import?ncia nos ?ltimos anos. No Brasil, na bacia do rio Doce ? bacia de dom?nio da Uni?o, com cerca de 86% de sua ?rea pertencente ao Estado de Minas Gerais e 14% ao Esp?rito Santo, o processo de GIRH vem sendo implementado. A partir da necessidade comum destes Estados e da Uni?o em preparar seus Planos de Recursos H?dricos, foram reunidos esfor?os com outros atores sociais da bacia para a elabora??o do Plano Integrado de Recursos H?dricos ? PIRH - e dos Planos de A??es para as bacias afluentes ? PARHs, culminando na celebra??o de um Conv?nio de Integra??o - ?Pacto das ?guas? - para uma gest?o compartilhada. A avalia??o do processo de integra??o na gest?o dos recursos h?dricos desta importante bacia hidrogr?fica brasileira baseou-se nas treze fundamentais ?reas de mudan?a em GIRH e sua caixa de ferramentas, defendidas pela Parceria Mundial da ?gua (GWP) como um importante caminho para a gest?o mais coordenada dos recursos h?dricos. O PIRH-Doce...

Aplica??o do modelo de autodepura??o de qualidade das ?guas QUAL-UFMG estudo de caso sub-bacia do Rio Piracicaba.

Mour?o J?nior, Polynice Rabello
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Sustentabilidade S?cio-econ?mica e Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Sustentabilidade S?cio-econ?mica e Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
125.89%
A modelagem da qualidade de ?gua, atrav?s da utiliza??o de modelos matem?ticos, ? uma das ferramentas mais poderosas no auxilio na gest?o dos recursos h?dricos em uma bacia hidro-gr?fica. Os modelos matem?ticos s?o capazes de simular diferentes cen?rios de desenvolvi-mento na bacia, levando em conta tanto fontes pontuais quanto difusas de polui??o. Um mo-delo calibrado com dados reais pode, inclusive, permitir interven??es em locais, definindo locais onde se devem concentrar esfor?os por meio da simula??o de cen?rios. O objetivo prin-cipal desta disserta??o foi a aplica??o e calibra??o do modelo de qualidade de ?gua utilizan-do-se do modelo modificado QUAL-UFMG na bacia do Rio Piracicaba, MG, modelando o OD, DBO, serie nitrogenada, f?sforo (org?nico e inorg?nico) e coliformes termotolerantes. Para tal, foi efetuado o ajustamento dos coeficientes das equa??es que comp?em o modelo, propiciando a avalia??o atendimento aos padr?es ambientais e a disponibiliza??o de uma fer-ramenta para avalia??o de aloca??o de cargas futuras para o Comit? de Bacia do Rio Piracica-ba- MG. As 12 esta??es de qualidade de ?gua operadas pelo projeto ?guas de Minas, para a bacia do rio Piracicaba-MG, forneceram os dados que foram utilizados tanto para a calibra??o como para a valida??o do modelo. Por tentativa e erro...

Estudo dos fatores pedogeomorfol?gicos intervenientes na infiltra??o em zonas de recarga no complexo metam?rfico Ba??o, MG.

Morais, Fernando de
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Evolu??o Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia. Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Evolu??o Crustal e Recursos Naturais. Departamento de Geologia. Escola de Minas, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Tese de Doutorado
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.78%
A infiltra??o da ?gua no solo ? importante para a recarga dos aq??feros e para a manuten??o do fluxo de base dos rios, sendo, portanto, muito relevante para a gest?o dos recursos h?dricos. A infiltra??o tamb?m ? importante para propiciar maior perman?ncia da ?gua em bacias hidrogr?ficas, proporcionando, assim, uma maior disponibilidade de ?gua para desenvolvimento e manuten??o da cobertura vegetal. Muitos dos problemas ambientais (eros?o, movimentos de massa, inunda??es, assoreamento e de qualidade da ?gua) s?o afetados direta ou indiretamente pela taxa de infiltra??o. A capacidade de infiltra??o ? influenciada pelas caracter?sticas clim?ticas, pedogeomorfol?gicas, biol?gicas e pelas formas de uso e ocupa??o do terreno. O presente estudo foi desenvolvido no Complexo Ba??o onde, segundo informa??es de moradores, o fluxo de base dos rios tem deca?do nos?ltimos anos, o que pode estar relacionado ? redu??o da infiltra??o. Tomando-se por base o grande volume de dados (geol?gicos, geot?cnicos, pedol?gicos, hidrol?gicos e geomorfol?gicos) previamente dispon?vel, foram selecionadas duas ?reas (esta??es Dom Bosco e Holanda), localizadas na unidade geol?gica (gnaisse Funil), a de maior abrang?ncia no Complexo Ba??o. Como principal objetivo...

Gest?o participativa dos recursos h?dricos: uma an?lise da forma??o, da consolida??o e do funcionamento do subcomit? da bacia hidrogr?fica do Ribeir?o da Mata.

Guedes, Bruna de F?tima Pedrosa
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
106.2%
Este trabalho ? o resultado do interesse em conhecer e analisar o novo modelo de erenciamento dos recursos h?dricos no Brasil, proposto pela Pol?tica Nacional de Recursos H?dricos, em 1997, em substitui??o ao antigo C?digo das ?guas, de 1934. Com foco na gest?o descentralizada e participativa dos recursos h?dricos, em que colaboram o Poder P?blico, os usu?rios e a sociedade civil, a Lei Federal n? 9.433/97 estabelece que a bacia hidrogr?fica ? a unidade territorial fundamental para a implementa??o da Pol?tica Nacional de Recursos H?dricos, bem como para a atua??o do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos H?dricos, com vistas ? promo??o de uma pol?tica p?blica que respeite as diverg?ncias e singularidades dos cen?rios sociais, econ?micos e ambientais que comp?em a bacia. O trabalho n?o aborda apenas alegisla??o pertinente e as diretrizes estabelecidas no plano federal e no Estado de Minas Gerais, mas tamb?m cont?m um estudo de caso sobre a bacia hidrogr?fica do Ribeir?o da Mata, localizada na vertente norte da Regi?o Metropolitana de Belo Horizonte, destacando o trabalho e a atua??o do Comit? da Bacia Hidrogr?fica do Rio das Velhas, do Subcomit? da Bacia Hidrogr?fica do Ribeir?o da Mata e do Projeto Manuelz?o. __________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: This research is the result of an interest in knowing and analyzing the new Brazilian hydro resources management...

Modelo cognitivo informacional de suporte a decis?o aplicado ? gest?o de bacias urbanas

BAGANHA J?NIOR, Luiz Gonzaga
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Relevância na Pesquisa
106.02%
A pesquisa foi realizada a partir da escolha da ?rea correspondente ? bacia do igarap? Tucunduba, na zona urbana de Bel?m, capital do Estado do Par?, e ? voltada para o desenvolvimento de uma estrutura cognitiva causal computacional capaz de identificar e qualificar os potenciais processos indicadores de conflitos gerados pelos usos m?ltiplos da ?gua nesta bacia hidrogr?fica urbana, e com isto viabilizar decis?es no ?mbito das medidas estruturais e n?o estruturais. A utiliza??o de um modelo qualitativo, utilizando metodologias informacionais, como o software Decision Explorer, na ?rea de recursos h?dricos, visa entender n?o somente os aspectos hidrol?gicos, mas tamb?m os aspectos sociais, indispens?veis na tomada de decis?o diante de um cen?rio de conflitualidade quanto ao uso desses recursos. Este software ? uma ferramenta para o desenvolvimento do mapeamento cognitivo, atrav?s do qual ser?o agrupados os conceitos unindo causas e efeitos representativos por meio de visualiza??o codificada dos mesmos. A identifica??o e qualifica??o dos conflitos decorrentes dos usos m?ltiplos da ?gua foram realizadas a partir de entrevistas com especialistas na ?rea de gest?o e saneamento, sendo posteriormente gerados os mapas cognitivos possibilitando assim a descri??o do sistema escolhido e a identifica??o das poss?veis solu??es mediadoras para os conflitos ali identificados. O resultado obtido a partir das entrevistas foi agregado em um ?nico mapa com o intuito de comprovar a hip?tese formulada na pesquisa...

Aplica??o da metodologia neocl?ssica da demanda tudo ou nada como subs?dio ? cobran?a pelo uso dos recursos h?dricos

CAMPOS, Catharina Ramos dos Prazeres
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
Relevância na Pesquisa
126.16%
O problema mundial da escassez de ?gua tem induzido muitos pa?ses a adotar, al?m de outras medidas, instrumentos econ?micos para reverter essa situa??o. Um exemplo de instrumento desse tipo ? a cobran?a pelo uso dos recursos h?dricos. Sugere-se a implementa??o desse instrumento no Estado do Par?, onde ainda h? abund?ncia de recursos h?dricos. Com base em pesquisa bibliogr?fica sobre as experi?ncias nacionais e internacionais de ado??o desse instrumento de gest?o e em m?todos econ?micos de cobran?a pelo uso dos recursos h?dricos aplicados no Brasil, ? realizada a aplica??o da metodologia da demanda ?tudo ou nada? no objeto de estudo ? a bacia hidrogr?fica dos lagos ?gua Preta e Bolonha, no munic?pio de Bel?m. Alguns pa?ses como a Fran?a e a Alemanha, s?o exemplos bem-sucedidos desse processo. No Brasil, os Estados de S?o Paulo e Cear?, devido ? grande escassez, foram os primeiros a incluir a cobran?a como prioridade em seus sistemas de gest?o de recursos h?dricos. Por?m, essa pr?tica de resolu??o dos problemas, implementada somente nos momentos cr?ticos, tem onerado de forma significativa as economias envolvidas. Para a aplica??o da metodologia nos lagos ?gua Preta e Bolonha, tomou-se como base um trabalho semelhante realizado na bacia do rio Pirapama...

Conflitos por m?ltiplos usos da ?gua no reservat?rio da UHE de Tucuru?

LOUZADA, Aline Furtado
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.25%
Os conflitos por m?ltiplos usos da ?gua, no reservat?rio da UHE Tucuru?, surgem com o an?ncio da constru??o da mega hidrel?trica na regi?o, e os conflitos socioambientais subseq?entes. Aliada a eleva??o do n?vel de percep??o social em rela??o aos problemas ambientais cresce tamb?m a busca por eficientes processos de gest?o e gerenciamento de recursos h?dricos. Este estudo objetiva analisar e tipificar os conflitos por m?ltiplos usos da ?gua no reservat?rio da UHE Tucuru?, utilizando-se como ferramenta de apoio ? decis?o o software de modelagem qualitativa NVivo 8, e dessa forma verificar as melhores alternativas a serem adotadas para a concilia??o dos usos m?ltiplos no reservat?rio. As tipifica??es realizadas basearam-se na an?lise dos conflitos, seus componentes, elementos e aspectos, tipo, natureza e origem. Sendo assim, identificaram-se tr?s principais tipos de conflitos no reservat?rio da UHE Tucuru?: conflitos entre distintos grupos de usu?rios da ?gua, conflitos por obras hidr?ulicas e conflitos decorrentes de polui??o ambiental. Para este estudo adotou - se uma abordagem qualitativa, atrav?s do m?todo de mapeamento cognitivo. Este tipo de mapeamento possibilitou a constru??o de um modelo cognitivo para a gest?o dos conflitos no reservat?rio de Tucuru?. Sendo assim...

Fundamentos para o planejamento e gest?o metropolitanos por ilhas e bacias hidrogr?ficas: uma alternativa para regi?o metropolitana de Bel?m

SENA, Lucinda Freitas de Assis
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
126.05%
Esta disserta??o faz uma reflex?o sobre a aus?ncia de um efetivo sistema de planejamento e gest?o da Regi?o Metropolitana de Bel?m (RMB), fundamental para equacionar seus problemas plurimunicipais. Trata-se de um trabalho que al?m de fazer tal reflex?o, sugere fundamentos que contribuam para a constru??o de uma proposta de planejamento e gest?o da RMB, com base na adapta??o de determinados instrumentos institu?dos pela Pol?tica Nacional de Recursos H?dricos, Lei n?. 9.433/97. Esta adapta??o foi poss?vel a partir da compreens?o e identifica??o da estrutura hidrogr?fica do territ?rio da RMB que, associadas aos instrumentos de gest?o adotados pela referida Lei, resultou em instrumentos institucionais e t?cnicos que primam pelo uso das bacias hidrogr?ficas metropolitanas como unidades estrat?gicas de planejamento e gest?o e pelo uso de princ?pios de participa??o democr?tica no equacionamento dos problemas de interesse dos munic?pios dessa regi?o.; ABSTRACT: This dissertation does a reflection on the absence of an effective planning system and administration of the Metropolitan Area of Bel?m (RMB), fundamental to set out their mutual municipal districts problems. It is a work that besides doing such reflection, he suggests fundaments to contribute to the construction of a planning proposal and administration of RMB...

Munic?pio e gest?o do territ?rio: os impactos da 2? etapa da UHE nas a??es locais de abastecimento de ?gua em Tucuru? (PA)

SILVA, Michelle Sena da
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
106.1%
A problem?tica da ?gua abarca duas quest?es capitais: de um lado temos a iner?ncia do uso m?ltiplo da ?gua no processo de reprodu??o e sobreviv?ncia da humanidade, e de outro, a intensifica??o da valoriza??o da natureza como mercadoria. Nas ?reas de maior concentra??o populacional e de uso diversificado e intenso dos recursos h?dricos, regi?es industriais dos pa?ses centrais e de pa?ses como o Brasil a escassez torna-se cada vez mais evidente. A distribui??o irregular dos recursos h?dricos acentua ainda mais a problem?tica da ?gua. Em vistas a contribuir com o debate, tomamos como objeto de an?lise a cidade de Tucuru?, palco de profundas transforma??es s?cio-espaciais, motivadas pela constru??o e amplia??o da Usina Hidrel?trica de Tucuru? no per?odo entre as d?cadas de 1970 e 1990. Busca-se entender o papel da administra??o municipal na estrutura pol?tica de gest?o dos recursos h?dricos, utilizando como exemplo a rede de abastecimento e a multiplicidade do uso da ?gua na cidade de Tucuru?. Essa an?lise se assentar? no desempenhado pelo munic?pio para a gest?o territorial a partir dos rebatimentos da 2? etapa de constru??o da UHE ? Tucuru?.; ABSTRACT: The water problems involves two main questions: on one side we have the need for water in the process of survival and continuity of humanity...

Estudo da paisagem e o planejamento estrat?gico como bases da gest?o da oferta h?drica no estado do Par?: discuss?o te?rica e metodol?gica

LIMA, Aline Maria Meiguins de; PONTE, Marcos Ximenes
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
95.89%
Este artigo discute o gerenciamento da oferta h?drica, enfocando a gest?o preventiva das ?guas e as ferramentas metodol?gicas necess?rias ? sua aplica??o, neste caso o estudo da paisagem associado ? an?lise prospectiva estrat?gica. Como ?rea de enfoque optou-se pelo estado do Par? (bacia do rio Capim) drenado pelas principais regi?es hidrogr?ficas do pa?s: a Amaz?nica e o Tocantins-Araguaia. O resultado da aplica??o do m?todo na bacia hidrogr?fica do rio Capim - PA mostrou que a defini??o de mecanismos de planejamento, voltados ? gest?o preventiva das ?guas, necessita de formas de modelamento apoiadas em processos que contemplem os diversos elementos da paisagem, seus indicadores de sensibilidade e atores envolvidos.; ABSTRACT: This article has as purpose discussing the water offers and preventive management using as methodological application the landscape study associated to the prospective analysis strategic. The chosen area was the Par? state (Capim river basin) drained by Amazonian and the Tocantins-Araguaia basins. The methodology application in Capim river basin showed that it?s necessary to process mechanisms able to work with a great number of landscape elements, their sensitivity aspects and with the most important actors involved to waters uses planning.

O sistema de abastecimento de ?gua de Tucuru?: caracteriza??o e perspectiva hist?rica da gest?o p?blica local

MOREIRA, Debora Dias Costa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
105.96%
As preocupa??es levantadas com a realidade dos recursos h?dricos, isto ?, as ?guas destinadas a usos, t?m levado, em todo o mundo, a uma s?rie de medidas governamentais e sociais, objetivando viabilizar a continuidade das diversas atividades p?blicas e privadas que t?m como foco as ?guas doces, em particular, aquelas que incidem diretamente sobre a qualidade de vida da popula??o. Com o intuito de entender essa problem?tica dos m?ltiplos uso da ?gua que esta pesquisa busca entender como se deu o processo de amplia??o do servi?o de abastecimento de ?gua no munic?pio de Tucuru?, tendo em vista a grande demanda estabelecida pelas transforma??es s?cio espaciais, motivadas pelas constru??o segunda etapa da UHE Tucuru? (1998 ? 2006). Esta an?lise tamb?m focar? nas a??es p?blicas desenvolvidas e adotadas para resolver os problemas da falta de infraestrutura vivenciada em decorr?ncia da din?mica demogr?fica local em fun??o da constru??o da UHE Tucuru?. Tendo em vista o processo evolutivo do munic?pio de Tucuru?, enquanto escala de governo, chega-se a conclus?o que a infra estrutura do sistema de abastecimento de ?gua, desde 1970, nunca foi planejada. Todas as a??es p?blicas foram para suprir necessidades que surgiam ao longo dos anos...

Plano popular de desenvolvimento sustent??vel a jusante da UHE Tucuru??

Centrais El??tricas do Norte do Brasil S/A (Eletrobras). Eletronorte. Coordena????o de Inser????o Regional (EIR)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
105.91%
O setor el??trico brasileiro, historicamente, possui modelo autorit??rio de planejamento e implanta????o dos empreendimentos. Os grandes projetos desenvolvimentistas s??o oriundos do per??odo dos governos militares. Popula????es atingidas por impactos de barragens sempre reivindicaram pol??ticas articuladas de compensa????o por parte das empresas e do governo. A partir de 2003, a Eletronorte adotou o planejamento participativo para elabora????o de um plano de desenvolvimento regional ??? PPDJUS ??? como compensa????o pelos impactos da UHE Tucuru?? nos cinco munic??pios a Jusante, iniciativa sem precedentes no Brasil. O PPDJUS hoje articula as pol??ticas de planejamento e gest??o do territ??rio e de recursos h??dricos do Minist??rio do Desenvolvimento Agr??rio (MDA), do Minist??rio do Meio Ambiente (MMA), do Minist??rio da Integra????o Nacional (MIN), da Secretaria Especial de Abastecimento e Pre??os (Seap), da Ag??ncia de Desenvolvimento da Amaz??nia (ADA) e da Eletronorte, entre outros ??rg??os. Possui conselhos gestores regional e municipais e c??maras t??cnicas, avan??ado modelo de gest??o participativa; N??mero de p??ginas: 6 p.; Classifica????o::Administra????o P??blica. Teoria Geral da Administra????o::Desenvolvimento Gerencial::Inova????o; Iniciativa premiada no 10?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Carlos Yassuo Sudo ??? Coordenador de Inser????o Regional. A????es premiadas no 10?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal ??? 2005. ??reas tem??ticas: planejamento e gest??o estrat??gica; planejamento...

Sistema integrado de planejamento e or??amento

Brasil. Minist??rio do Meio Ambiente, dos Recursos H??dricos e da Amaz??nia Legal (MMA). Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renov??veis (IBAMA)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
95.9%
Visando uma organiza????o governamental mais ??gil e eficiente, o IBAMA reviu seus procedimentos sobre planejamento e implementou o Sistema de Planejamento Integrado ??? SISPLAN, visando a integra????o entre os programas e projetos com as quest??es or??ament??rias. O Sistema possibilita a padroniza????o dos formul??rios de projetos, a adequa????o das metas ?? quest??o ambiental, a rela????o dos custos por metas e tamb??m o acompanhamento adequado da execu????o dos projetos. Toda a informa????o t??cnica relacionada aos projetos e o seu devido acompanhamento se efetua por instrumentos de inform??tica, utilizando a rede nacional de inform??tica da institui????o; N??mero de p??ginas: 1 p.; Classifica????o::Administra????o P??blica. Teoria Geral da Administra????o::Desenvolvimento Gerencial::Inova????o; Iniciativa premiada no 2?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Sinfr??nio Sousa Silva. A????es premiadas no 2?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal ??? 1997. ??reas tem??ticas: planejamento e desenvolvimento organizacional; planejamento, gest??o e desempenho institucional

Reposi????o florestal no estado de S??o Paulo

Brasil. Minist??rio do Meio Ambiente, dos Recursos H??dricos e da Amaz??nia Legal (MMA). Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renov??veis (IBAMA). Superintend??ncia Regional de S??o Paulo
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
95.93%
A atividade de reposi????o florestal era prejudicada pelo fato de que o Estado, atrav??s do Ibama ?????rg??o encarregado do recolhimento ??? mostrava-se ineficiente na administra????o dos recursos arrecadados dos pequenos e m??dios consumidores, que eram aplicados em fins diferentes do previsto, n??o se revertendo em ??rvores plantadas. A fim de resolver o problema, foi criado o Programa de Reposi????o (recupera????o) Florestal do Estado de S??o Paulo, que reconheceu e incentivou a forma????o e legaliza????o de Associa????es de Reposi????o (recupera????o) Florestal. O programa viabilizou a efetiva implementa????o da pol??tica estabelecida atrav??s da legisla????o. Com isto, houve significativo crescimento do reflorestamento no Estado de S??o Paulo que, com 5.013 projetos logrou plantar quase 33 milh??es de ??rvores em cerca de 13.500 hectares. Redu????o do custo da madeira pelo barateamento do frete, devido ?? localiza????o dos plantios pr??ximos dos centros consumidores. Redu????o da press??o sobre os remanescentes florestais nativos. Recupera????o e preserva????o do meio ambiente nativo, com o plantio de ess??ncias nativas na propor????o de 1 a 5% do total das ??rvores arrecadadas; N??mero de p??ginas: 2 p.; Classifica????o::Administra????o P??blica. Teoria Geral da Administra????o::Desenvolvimento Gerencial::Inova????o; Iniciativa premiada no 1?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal sob responsabilidade de Nilde Lago Pinheiro. A????es premiadas no 1?? Concurso Inova????o na Gest??o P??blica Federal ??? 1996. ??reas tem??ticas: parcerias e gest??o participativa

Sistema de or??amenta????o de projetos e obras

Brasil. Minist??rio do Meio Ambiente, Recursos H??dricos e da Amaz??nia Legal (MMA). Companhia de Desenvolvimento do Vale do S??o Francisco (CODEVASF)
Fonte: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP) Publicador: Escola Nacional de Administra????o P??blica (ENAP)
Tipo: Relato de Experi??ncia
IDIOMA::PORTUGU??S:PORTUGU??S:PT
Relevância na Pesquisa
156.2%
Companhia de Desenvolvimento do Vale do S??o Francisco (Codevasf) tem como fun????o executar a compet??ncia federal na gest??o compartilhada do uso sustent??vel dos recursos h??dricos da Bacia do Rio S??o Francisco, bem como promover o aproveitamento hidroagr??cola desses recursos. Para cumprir suas atribui????es, a Codevasf desenvolve uma s??rie de projetos. Freq??entemente os or??amentos dos projetos t??m-se revelado falhos quando da etapa das obras de implanta????o, devido ?? forma heterog??nea e pouco cuidadosa com que as empresas de projetos e consultoria calculam os custos. A solu????o do problema foi o desenvolvimento e implanta????o de um sistema informatizado ??? o Sistema de Or??amenta????o de Projetos e Obras (SPO) ??? que articula as a????es da Codevasf, projetistas e concorrentes, no que se refere ao custo de implanta????o dos projetos, atrav??s de dois m??dulos. A iniciativa possibilitou a padroniza????o de uma estrutura de or??amento de projetos de engenharia, especialmente de irriga????o e drenagem, a defini????o precisa do conjunto de servi??os utilizados pela Codevasf na implanta????o dos seus projetos, maior confiabilidade dos or??amentos, com facilidade de revis??es e simula????es de pre??os e de comparabilidade...

O desafio das ?guas numa metr?pole amaz?nida: uma reflex?o das pol?ticas de prote??o dos mananciais da regi?o metropolitana de Bel?m-PA (1984 ? 2004)

BORDALO, Carlos Alexandre Le?o
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
106.12%
Falar sobre as interrup??es constantes no abastecimento de ?gua ? popula??o dos munic?pios que comp?em a Regi?o Metropolitana de Bel?m, no Estado do Par?, que ?, sem d?vida, agraciado por uma rica rede de grandes bacias hidrogr?ficas (Bacia Amaz?nica, Bacia do Tocantins-Araguaia e Costeira do Nordeste Ocidental), parece ser uma grande contradi??o. Se o problema n?o est? na baixa disponibilidade h?drica como ocorre em algumas regi?es metropolitanas do pa?s (S?o Paulo, Recife e Rio de Janeiro), por que as demandas urbanas da popula??o residente na ?rea de expans?o da metr?pole n?o est?o sendo atendidas satisfatoriamente? Que fatores estariam comprometendo a qualidade do sistema de abastecimento de ?gua da RMB? E como o Governo do Estado do Par? e a Prefeitura Municipal de Bel?m implementaram pol?ticas voltadas para a prote??o dos mananciais do Utinga, principal respons?vel pelo abastecimento dessa popula??o? Essas quest?es, ora levantadas, refletem o ponto central desta tese que ? entendermos como numa metr?pole amazonida, localizada numa regi?o rica em disponibilidade h?drica superficial e subterr?nea, o sistema p?blico de abastecimento de ?gua pot?vel dos mananciais do Utinga tem desafiado a cidade para sobreviver. Para tanto, foi preciso avaliar a import?ncia de seus recursos h?dricos...

Avalia??o da evolu??o do comit? de bacia hidrogr?fica do Rio Piracicaba/MG

Cruz, Lucas Paiva
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
116%
O Comit? de Bacia Hidrogr?fica (CBH) pode ser visto como uma arena pol?tica de discuss?o, cujo processo de participa??o ser? maior ou menor, dependendo de sua forma de constitui??o e de funcionamento, da postura de seus membros e interesses envolvidos. Este trabalho procura fazer uma an?lise do processo de constru??o e evolu??o do CBH do rio Piracicaba/MG. Faz-se um relato de sua hist?ria, desde a mobiliza??o social at? o final de 2008, discutindo a import?ncia deste para a sociedade e o seu grau de evolu??o ? luz da Lei n0 9433/97 e frente a outros comit?s do Brasil. O CBH Piracicaba/MG precisa efetivamente se organizar melhor democraticamente e politicamente. Mas ? correto salientar que a cria??o deste ? recente e a sua maturidade s? vir? com o passar dos anos. Na an?lise do Comit?, considerou-se a gest?o da ?gua sob dois focos: integrativo e do processo de pol?tica p?blica. Quanto ao primeiro, no ?mbito do Comit?, a visualiza??o dos problemas privilegia aspectos econ?micos, hidrol?gicos e ambientais, havendo necessidade de aprofundar os aspectos s?cio-culturais. Quanto ao segundo, todavia n?o foram incorporados instrumentos que viabilizem o acompanhamento e a avalia??o de resultados, de modo a medir a efetividade das a??es que forem empreendidas. O trabalho foi realizado com base em um estudo quali-quantitativo...

Alternativas de concep??o e gest?o de sistemas de abastecimento de ?gua de cidades que utilizam v?rios mananciais: caso Ouro Preto ? MG.

Paulino, Margareth Peret
Fonte: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto. Publicador: Programa de P?s-Gradua??o em Engenharia Ambiental. PRO?GUA, Pr?-Reitoria de Pesquisa e P?s Gradua??o, Universidade Federal de Ouro Preto.
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
105.87%
Antes de ser um trabalho de inova??o em pesquisa cient?fica e tecnol?gica este trabalho visou realizar um resgate de informa??es sobre o sistema de abastecimento de ?gua da cidade de Ouro Preto ? MG , Patrim?nio Art?stico, Hist?rico e Cultural da Humanidade e avaliar o seu estado geral nos dias de hoje . Muitas das informa??es obtidas encontram-se somente na ?Mem?ria Viva?, sem qualquer tipo de documenta??o t?cnica comprobat?ria e, em outros casos, em arquivos localizados em acervos t?cnicos de outras cidades como Belo Horizonte e Petr?polis e que precisam ser devolvidos ?s suas origens. Por esse motivo esse trabalho tomou um cunho investigativo com a finalidade de resgatar, a tempo, informa??es essenciais que permitam tomadas de decis?es no sentido de aprimorar o sistema de gest?o e gerenciamento do abastecimento de ?gua da cidade, constitu?do de m?ltiplos mananciais. A falta de uma gest?o e gerenciamento adequados do sistema provoca graves problemas como: consumo exagerado de ?gua (cerca de 385 l/hab.dia), causado por desperd?cios e perdas ao longo da rede de distribui??o, falta de qualidade do produto final, aus?ncia total da consci?ncia ambiental de que a ?gua doce ? um recurso finito e que precisa ser preservado e ainda altos custos de opera??o e manuten??o do sistema. Como agravante...