Página 1 dos resultados de 200 itens digitais encontrados em 0.062 segundos

Trabalhos de campo na semana de recepção de calouros no Instituto de Geociências/USP: institucionalização do ensino de geociências (1972-2012); Field work week of receipt of freshmen at the Institute of Geosciences/USP: institutionalization of geoscience education (1972 - 2012)

Melo, Naiane Pereira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/10/2012 PT
Relevância na Pesquisa
55.58%
A presente pesquisa discute os trabalhos de campo da semana de recepção de calouros, no Instituto de Geociências da USP, em dois momentos. O primeiro entre os anos de 1978 e 1982 organizados pelos alunos do bacharelado em Geologia, integrantes do Centro Paulista de Estudos Geológicos CEPEGE. O segundo momento para os alunos do curso de Licenciatura em Geociências e Educação Ambiental LiGEA, entre os anos de 2005 a 2012. O principal objetivo deste trabalho é compreender como estas atividades contribuíram e continuam contribuindo com o processo de institucionalização da área de Pesquisa e Ensino em Geociências. Institucionalização é compreendida por nós não só como a criação de uma estrutura física, com normas, regulamentos, leis e estatuto, mas sim em um sentido mais amplo, incluindo, também, comportamentos que materializam valores em um determinado grupo social. Ao longo da pesquisa percebemos que estas atividades introdutórias, cada uma em seu contexto, estão impregnadas de valores e concepções metodológicas, pedagógicas e científicas. Para realizarmos a análise segundo estas dimensões, utilizamos diversas técnicas de coleta de dados como entrevistas, observação participante, anotações e pesquisa em arquivo documental. Assim...

A Construção do Conhecimento em Geologia e as suas Consequências na Formação em Didáctica dos Futuros Professores da Disciplina a Nível do Ensino Secundário

Trindade, Vítor; Bonito, Jorge
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
45.82%
A introdução, nos conteúdos programáticos da disciplina de Didáctica da Geologia, do 4.º Ano da Licenciatura em Ensino de Biologia e Geologia, Ramo de Geologia, de um tema sobre a Epistemologia da Ciência, nomeadamente, da Geologia, gerou, nos nossos alunos, algumas questões que não só nos surpreenderam pela novidade, como nos fizeram aprofundar a nossa própria reflexão sobre o ensino desta Ciência.

Reflexões sobre o Ensino da Geologia no Ensino Não-Superior

Trindade, Vítor
Fonte: Educação – Temas e Problemas Publicador: Educação – Temas e Problemas
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
45.73%
Reflexão que percorre o ensino da geologia no nível não superior, desde a necessidade do humanismo, à educação integral, passando pela A educação básica dos cidadãos e a aquisição de competências e a aquisição de competências versus aquisição de conhecimentos.

Metodologia das Actividades Práticas de Campo no Ensino das Geociências na Formação Inicial de Professores: Uma Experiência em Pinhel

Bonito, Jorge; Macedo, Regêncio; Pinto, José
Fonte: Escola Superior de Educação da Universidade do Algarve Publicador: Escola Superior de Educação da Universidade do Algarve
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
45.8%
Este trabalho pretende precisamente dar conta de uma experiência metodológica inovadora, no âmbito da formação inicial de professores do 3.º Ciclo do Ensino Básico e Secundário, levada a cabo nos dias 29 de Abril a 1 de Maio de 1999 no âmbito da disciplina de Didáctica da Geologia I e II que é leccionada no 4.º ano do Ramo de Geologia do Curso de Licenciatura em Ensino de Biologia e Geologia na Universidade de Évora. Na primeira parte do trabalho procuraremos contextualizar a importância do campo no ensino-aprendizagem das Ciências da Terra. Num segundo momento, descreveremos a metodologia empregue bem como a geologia da região a estudar. Procuraremos ainda, numa terceira fase, apurar que tipo de aprendizagens, dificuldades e sentimentos se geraram e, por último, teceremos algumas considerações entre os resultados obtidos nesta actividade e as propostas da investigação em didáctica das ciências e lançar alguns encalces de trabalhos futuros.

Relatório de prática de ensino supervisionada em ensino de biologia e geologia, no 3º ciclo do ensino básico e no ensino secundário

Correia, Mário João Lage
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
45.79%
O presente relatório da Prática de Ensino Supervisionada (PES) compreende as diversas etapas percorridas durante o Mestrado em Ensino de Biologia e Geologia no 3.º ciclo do Ensino Básico e Ensino Secundário, na Escola Secundária Severim de Faria no ano letivo de 2011/2012. Numa primeira instância, elaborou-se o enquadramento geral que perspetivou o contexto social e escolar, com destaque para a caraterização da Escola Secundária Severim de Faria. O enquadramento teórico assume-se como uma ligação entre os conhecimentos adquiridos ao longo do mestrado e os objetivos que nos propusemos alcançar no âmbito da PES. É nesta secção que se salientam modelos de ensino que não se limitem a transmitir informação concetual, mas que, e sobretudo, se preocupem com o desenvolvimento do conhecimento processual do aluno. Por fim, na secção Apêndices, apresentam-se os documentos que evidenciam as atividades desenvolvidas durante a PES; ### Abstract: The report here presented about the Supervised Teaching Practice (STP) comprises the different steps taken during the Master in Teaching of Biology and Geology in the 2nd cycle of the Basic Education and Secondary Education, in the Secondary School Severim de Faria, in the school year 2011/2012. In a first stage it was drawn up the general framework that viewed the social and academic context...

Relatório da prática de ensino supervisionada em ensino de biologia e de geologia no 3º ciclo do básico e no ensino secundário

Serrano, Teresa Maria Baião Espadinha
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
45.78%
O presente relatório foi elaborado no âmbito do processo de creditação da Prática de Ensino Supervisionada do Mestrado em Ensino de Biologia e Geologia no Ensino Básico e Ensino Secundário, e tem como objectivo relatar os aspectos inerentes à prática de ensino desenvolvida durante o ano lectivo 2009/2010 na Escola Básica do 2.º e 3.º Ciclos de Moura. O relatório encontra-se estruturado em cinco principais capítulos e subcapítulos: Preparação Científica, Pedagógica e Didáctica; Planificação, Condução de Aulas e Avaliação de Aprendizagens; Análise da Prática de Ensino; Participação na Escola e Desenvolvimento Profissional; ABSTRACT:This report was prepared to complete Master Degree on Teaching of Biology and Geology in the 3rd cycle of basic and Secondary Education, (grades 7 to 12) and its objective is to relate the teaching practice that took place in Basic School of 2º and 3º cycle (Moura) during the academic year 2009/2010. This report is structured in five chapters and subchapters: Scientific, Educational and Teaching Preparation; Planning and Learning Assessment; Teaching Analysis; Participation in School and Professional Development.

A emergência dos trabalhos práticos de genética no ensino das ciências no secundário

Jorge, Fernanda Maria da Silva Correia
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
55.78%
Dissertação de Mestrado em Biologia e Geologia para o Ensino, apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; A área das Ciências e Tecnologias tem sofrido um avanço vertiginoso nos últimos anos, que não tem sido acompanhado pelo cidadão, em geral, mas desperta o interesse de toda a comunidade. Surge assim a necessidade de alfabetizar, no domínio das ciências, a população, em geral, a qual terá de começar pela escola. Uma vez que os alunos demonstram cada vez menos interesse pela área das ciências, compete aos docentes apostar na sua motivação, que pode passar pela actualização dos conteúdos programáticos e pela implementação de actividades de carácter mais experimental e prático. Dado que o trabalho experimental assume um papel primordial no ensino das Ciências, a componente prática deve ser considerada obrigatória e mesmo uma especificação clara das competências a adquirir no ensino da Biologia. A elaboração de trabalhos práticos, que não constam nos manuais escolares, recorrendo a novas técnicas de investigação na área da Genética, permite que os alunos tomem conhecimento dos avanços que se têm verificado, e desta forma fiquem motivados para a aprendizagem das ciências. Assim...

A Geologia da Serra do Marão: proposta de uma exposição didáctica.

Carvalho, Maria João Marinho Costa Dias de
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
55.88%
Dissertação de Mestrado em Biologia e Geologia para o ensino, apresentada à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro; Os museus têm contribuído ao longo dos tempos para uma constante actualização pedagógica que lhes confere um papel cada vez mais importante na educação formal dos nossos alunos, e também, para o aumento da literacia científica da nossa sociedade. De uma sociedade que privilegiava as artes e a literatura como formas únicas de cultura passamos, progressivamente, a uma sociedade em que se torna urgente um acompanhamento mais profundo da Ciência que se produz. Respondendo às solicitações dos seus visitantes, ás suas curiosidades e sede de conhecimento científico, os museus têm integrado, cada vez mais, temas científicos pertinentes ao ponto de se constituírem em todo o mundo Centros de Ciência que se revelam dos locais de cultura mais frequentados, principalmente, pelas camadas mais jovens constituindo-se um forte apoio às escolas e desempenhando um papel preponderante na formação e reeducação de professores. Tendo por base estas premissas delineou-se um conjunto de metas que passaram pela selecção de conteúdos programáticos do 7º ano de escolaridade que se pudessem aliar ao património geológico existente na Serra do Marão...

O Ensino da Biologia e da Geologia: Uma abordagem reflexiva

Rodrigues, Carlos Domingos Mendes
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
45.8%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Biologia e Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário; Fruto do estágio pedagógico na Escola Secundária/3 Camilo Castelo Branco de Vila Real, este trabalho é o resultado da prática docente enquanto professor estagiário e visa abor-dar, reflexivamente, os métodos aplicados ao longo do ano, bem como o cumprimento dos objetivos propostos inicialmente. Os modelos pedagógicos seguidos na lecionação foram alvo de revisão bibliográfica, tal como os conteúdos científicos abordados tanto na Geologia – Deformação das rochas – como na Biologia – fatores abióticos. A planificação dos conteúdos programáticos a lecionar no tempo determinado, é alvo de uma reflexão sobre a forma como decorreu e os resultados obtidos com a aplicação das estratégias. De forma a compreender qual dos métodos produziria melhores resultados nas apren-dizagens dos alunos, foram aplicados diferentes métodos e registados os resultados obtidos, através das observações do professor estagiário, de questões dirigidas pelo professor aos alu-nos, das fichas de trabalho e da reflexão entre os professores estagiários e a professora coope-rante. Este trabalho traduz essa análise reflexiva...

Prática educativa de orientação construtivista no ensino das ciências no 3º ciclo do ensino básico e no ensino secundário: a importância do trabalho prático

Valongo, Patrícia Alexandra Pinheiro
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
45.81%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário; O presente Relatório de Estágio, necessário para obtenção do grau de mestre em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário, teve por base o estágio pedagógico realizado na Escola S/3 S. Pedro - Vila Real, no ensino das Ciências Naturais e no ensino da Biologia e Geologia, ao nível do 7º e 11º anos de escolaridade, respetivamente. O presente relatório tem como principais objetivos: conhecer diferentes modelos de ensino e as suas implicações no processo de ensino-aprendizagem; atualizar e melhorar a prática pedagógica de ensino; fundamentar teoricamente os principais modelos, estratégias e recursos de ensino, utilizados no decorrer do estágio pedagógico na Escola S/3 São Pedro - Vila Real; aprofundar conhecimentos sobre as unidades didáticas lecionadas: “Reprodução”, “Rochas Sedimentares”, “Grandes Etapas da História da Terra” e “Sismos”, sendo apresentadas as revisões bibliográficas apenas das unidades lecionadas no 11º ano; perceber a importância do trabalho prático no ensino das Ciências; planificar unidades de ensino de acordo com as orientações para o ensino das Ciências; refletir sobre o trabalho desenvolvido...

O professor e a sua prática educativa: uma abordagem reflexiva

Alves, Francisco Tristão Leão Ferreira
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
45.72%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Biologia e Geologia no 3º Ciclo, do Ensino Básico e no Ensino Secundário; O presente relatório é o reflexo da prática pedagógica enquanto professor estagiário na Escola Secundária/3 Camilo Castelo Branco – Vila Real no ano letivo 2012/13. Procura-se que traduza não só o trabalho docente desenvolvido durante o ano de estágio mas seja também uma análise crítica desse mesmo trabalho. Os conteúdos científicos lecionados são fundamentados através de uma revisão bibliográfica, tanto no âmbito da Biologia (Noções básicas de hereditariedade), como da Geologia (Estrutura interna da Terra). Os modelos pedagógicos utilizados durante a lecionação são também alvo de revisão bibliográfica. As unidades didáticas lecionadas foram planificadas tendo em conta uma metodologia construtivista como também a aprendizagem cooperativa, através da aplicação de estratégias e recursos didáticos diversificados. A análise reflexiva, no que respeita às metodologias implementadas e resultados obtidos, é feita criticamente de forma a contribuir para o crescimento profissional e pessoal do professor estagiário. Para além de dados teóricos apoia-se também em dados recolhidos em diferentes momentos da lecionação de alguns conteúdos...

Aplicação da aprendizagem cooperativa no ensino das ciências: casos práticos no 9.º e 10.º ano de escolaridade

Magalhães, Pedro Rafael Rodrigues
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
45.73%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Biologia e Geologia no 3º Ciclo, do Ensino Básico e no Ensino Secundário; Este trabalho com base no estágio pedagógico na Escola Secundária de S. Pedro em Vila Real no ano letivo 2010/2011 visa uma reflexão sobre a prática exercida no Ensino das Ciências Naturais no 9º ano e no Ensino da Biologia e Geologia no 10º ano de escolaridade. Apresenta uma fundamentação teórica sobre os métodos e estratégias utilizadas nas unidades curriculares dos respetivos níveis de escolaridade, dos quais foram selecionados a “Vulcanologia” do secundário e “Coordenação do Organismo – Sistema Neuro-Hormonal” do básico. Estas duas unidades curriculares apresentam neste trabalho uma revisão científica, bem como as planificações referentes ao processo de ensino-aprendizagem. As unidades foram planificadas segundo a aprendizagem cooperativa com aplicação de diversas estratégias e recursos didáticos, alguns dos quais apresentaram limitações em consequência da falta de conhecimento dos alunos ou pela morosa execução. Outras estratégias, já mais conhecidas, foram um apoio complementar ao longo da lecionação como os PowerPoints, a exibição de filmes editados, o questionamento e a realização de fichas de trabalho. A aplicação da aprendizagem cooperativa em contexto de sala de aula foi notável na motivação e interesse dos alunos...

O futuro Museu de História Natural de Sintra, Colecção Miguel Barbosa, na divulgação e ensino das Geociências

Brandão, José Manuel
Fonte: Laboratório Nacional de Energia e Geologia Publicador: Laboratório Nacional de Energia e Geologia
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2006 POR
Relevância na Pesquisa
55.58%
O Museu municipal de História Natural de Sintra, em curso de instalação, tem por base as colecções de fósseis e minerais reunidas pelo pintor e escritor Miguel Barbosa e esposa. Tendo em consideração as características deste acervo e o previsível universo de utentes, tem vindo a ser esboçado um programa cultural e científico essencialmente dirigido para a divulgação e o ensino (informal) das Ciências da Terra.

O Moodle e as comunidades virtuais de aprendizagem

Legoinha, P.; Pais, João; Fernandes, J.
Fonte: VII Congresso Nacional de Geologia 2006. Sociedade Geológica de Portugal Publicador: VII Congresso Nacional de Geologia 2006. Sociedade Geológica de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /07/2006 POR
Relevância na Pesquisa
45.74%
Após expansão da internet e face às rápidas transformações tecnológicas e sociais, inclusivamente nos modelos de ensino (construtivismo social e Processo de Bolonha), surge software vocacionado para ensino a distância, em código de fonte aberta. Excelente exemplo é a plataforma de gestão da aprendizagem — Moodle. Faz-se a sua caracterização. Analisa-se a utilização na FCT/UNL e em ambiente de blended-learning em Geologia de Portugal (Licenciaturas de Engenharia Geológica e de Ensino de Ciências da Natureza).

Sistemas orbitais utilizados em projetos de educação e meio ambiente no Brasil.

CRISCUOLO, C.; NINOMIYA, M. F.; NICASTRO, D. L.
Fonte: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA E ENSINO E HISTÓRIA DE CIÊNCIAS DA TERRA E SIMPÓSIO NACIONAL O ENSINO DE GEOLOGIA NO BRASIL, 2.;4., 2009, São Paulo. São Paulo: USP, 2009. Publicador: In: SIMPÓSIO DE PESQUISA E ENSINO E HISTÓRIA DE CIÊNCIAS DA TERRA E SIMPÓSIO NACIONAL O ENSINO DE GEOLOGIA NO BRASIL, 2.;4., 2009, São Paulo. São Paulo: USP, 2009.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: p. 219-223
PT_BR
Relevância na Pesquisa
55.58%
A internet torna acessível uma série de dados e informações que podem enriquecer o cotidiano escolar, no escopo das disciplinas vinculadas à área ambiental. Esta mesma fonte de conhecimento deve ser utilizada com cautela, devido à falta de controle sobre a veracidade das informações veiculadas. Este trabalho foi elaborado a partir de busca extensiva de dados disseminados pela internet e proposto para oferecer, ao público escolar, um conjunto de características técnicas e informações sobre as principais missões espaciais utilizadas em estudos ambientais no Brasil. Com os resultados, espera-se contribuir para disseminar as ferramentas de geotecnologias em sala de aula.; 2009

Estratégias de ensino-aprendizagem de orientação construtivista aplicadas ao ensino das ciências no 11º ano de escolaridade

Rodrigues, Ana Cláudia Gonçalves
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
45.75%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário; O presente Relatório de Estágio, necessário para a obtenção do grau de mestre em Ensino de Biologia e de Geologia no 3º Ciclo do Ensino Básico e no Ensino Secundário, teve por base o estágio pedagógico realizado na Escola S/3 Morgado Mateus - Vila Real. O presente relatório reflete o modelo de ensino e as estratégias selecionadas e aplicadas no ensino das Ciências no Ensino Secundário, bem como a fundamentação teórica que suporta a sua seleção e ainda uma reflexão crítica que pondera as vantagens e inconvenientes da sua aplicação. As estratégias aplicadas durante a prática pedagógica enquadram-se na perspetiva construtivista e inserem-se no âmbito das componentes científicas e pedagógicas, possibilitando o desenvolvimento e integração de competências nas diversas áreas do saber, possibilitando deste modo a formação integral dos alunos. Ao longo do relatório, são descritos e caracterizados os métodos usados no decorrer da prática pedagógica, nomeadamente: instrução direta, mapa conceitos, questionamento e métodos de aprendizagem cooperativa, onde se destacam: Jigsaw, Cabeças numeradas juntas e pensar – escrever – formar pares – partilhar. Procedemos ainda à caracterização dos recursos audiovisuais. Os métodos...

Geologia/Geociências no Ensino Fundamental e a Formação de Professores

Compiani, Maurício
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Geociências
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2005 POR
Relevância na Pesquisa
55.72%
Este trabalho pretende fomentar a idéia de que a Geologia/Geociências é importantíssima para o desenvolvimento cognitivo das crianças da escola elementar (5ª a 8ª séries) e, conjuntamente com os trabalhos de campo, cumprem papel distinto da Física, da Química e da Biologia neste nível escolar. Uma das especificidades é a atividade de campo que, sob enfoque da interdisciplinaridade, pode favorecer a construção de uma visão mais integrada e abrangente das questões sócioambientais ao propiciar: a inter-relação entre ambiente, Geologia e sociedade; a inter-relação de campos de conhecimentos específicos; a integração e organização pedagógica da própria disciplina ou curso. Somado a isso, discuto que o tratamento dos temas sócio-ambientais com uma postura interdisciplinar, a formação de professores reflexivos e o construtivismo são pilares fundamentais para a formação de sujeitos autônomos e críticos, com um critério moral e ético próprio, e capazes de contribuir para enfrentar problemas apresentados hoje pela humanidade decorrentes da globalização, domínio tecnológico e crise sócioambiental. Essas idéias, e a necessidade de torná-las operacionais para um processo de formação docente, conduzem à discussão das concepções de natureza e de educação que envolvam: novas atitudes e valores frente às relações seres humanos- Terra; Geologia como Ciência histórica...

Quando a Biologia encontra a Geologia: possibilidades interdisciplinares entre áreas

Silva, Fernanda Keila Marinho da; Departamento de Educação, Informação e Comunicação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da Universidade Estadual de São Paulo, Ribeirão Preto.; Hornink, Gabriel Gerber; Instituto de Ciências Exatas, Univ
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/05/2011 POR
Relevância na Pesquisa
45.77%
O trabalho interdisciplinar é um desafio apresentado para todos professores, dos diversos níveis de ensino e para ser exercido exige o diálogo entre as áreas diversas. Neste trabalho, apresentamos algumas possibilidades interdisciplinares entre a Biologia e a Geologia, a partir da disciplina Elementos de Geologia, para o curso de Licenciatura em Ciências Biológicas. Os apontamentos feitos nesse artigo surgiram devido à nossa participação nessa disciplina no "Programa de Estágio Docente", onde atuamos como professores colaboradores. Além de defendermos a prática interdisciplinar, enfocamos o homem como agente geo-biológico, na tentativa de compreendê-lo como um dos agentes que atuam nas constantes modificações do planeta. Essa é uma perspectiva que deve permear todo o ensino de ciências, visando uma boa compreensão da atuação humana nos processos evolutivos da Terra. Apresentamos, ainda, a estrutura da disciplina a que se refere esse artigo para, em seguida, lançarmos algumas das possíveis interfaces entre as duas áreas.

Movimento de consolidação nacional de novas bases para o ensino de geociências

Cunha, Carlos Alberto Lobão
Fonte: Terrae Didatica Publicador: Terrae Didatica
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2015 POR
Relevância na Pesquisa
45.89%
Este artigo do evento “Interfaces Geociências e Ensino: 40 anos de experiências (1973-2013)” divide em três fases distintas as manifestações das preocupações da comunidade geológica em relação a questões educacionais. O trabalho situa o envolvimento e a participação organizada da comunidade na segunda fase desse longo processo, da qual resultaram recomendações determinantes para o ensino de graduação. O conjunto de orientações sobre o Ensino de Geologia no Brasil pode ser sintetizado da seguinte forma: (1) recomenda-se o perfil ideal do geólogo definido durante os eventos de Camboriú/SC e o Simpósio de Belo Horizonte/MG como parâmetro básico para mudanças no Ensino de Geologia; (2) deve-se evitar qualquer forma de especialização nos cursos de Geologia; (3) as atividades de campo são essenciais para a formação do geólogo e devem centralizar o Ensino de Geologia, do início ao final do curso; (4) solicita-se ao MEC o custeio das atividades do Centro de Geologia Eschwege; (5) deve haver constante avaliação do ensino pelos professores e alunos dos cursos de Geologia; (6) as entidades do setor devem discutir formas para avaliar e acompanhar o Ensino de Geologia; (7) a comunidade geológica repudia a política educacional do governo...

Concepções de professores de ciências naturais de Caçapava do Sul (RS, Brasil) sobre geologia local: subsídios à educação geopatrimonial

Borba, André Weissheimer de; Teixeira, Kathlem de Melo; Ferreira, Pedro Freitas; Ferreira, Patrícia de Freitas
Fonte: Terrae Didatica Publicador: Terrae Didatica
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Levantamento (survey) Formato: application/pdf
Publicado em 23/09/2015 POR
Relevância na Pesquisa
45.74%
O trabalho relata a aplicação de um levantamento (survey) realizado com os professores da área de ciências da rede pública de educação básica de Caçapava do Sul (RS, Brasil) sobre a geodiversidade local e seu potencial no ensino. O questionário foi respondido por 22 professores (de um universo próximo a 50 profissionais). Os respondentes são, em sua maioria, cidadãos oriundos da própria comunidade caçapavana, o que é positivo em termos de identificação com o município e com seus alunos. Os professores consideram seu conhecimento em geologia (geral e específico sobre Caçapava do Sul) regular a restrito, mostram-se otimistas com relação ao uso dos geossítios locais como ferramentas de ensino e dispostos a incrementar seu conhecimento e suas aulas nos aspectos relacionados às ciências da Terra. O levantamento ainda identificou mitos, confusões e equívocos sobre a geologia local, os quais serão importantes subsídios para atividades de educação geopatrimonial.Abstract: This paper reports the application of a survey for obtaining the profile and impressions of the natural science teachers of the public schools of Caçapava do Sul (Rio Grande do Sul, Brazil) about aspects of local geodiversity and its potential as an educational tool. The survey was filled in by 22 teachers (from a universe of around 50 professionals) who are mostly original from the local community...