Página 1 dos resultados de 2305 itens digitais encontrados em 0.064 segundos

Abordagem Bayesiana na análise genética de populações utilizando dados de marcadores moleculares.; Bayesian approach to the genetic analysis of populations using molecular markers data.

Coelho, Alexandre Siqueira Guedes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2002 PT
Relevância na Pesquisa
106.1%
Dentre os diversos aspectos geralmente observados na caracterização genética de populações naturais, a avaliação do grau de estruturação da variabilidade genética entre e dentro dos indivíduos e a obtenção de estimativas de parâmetros genéticos indicadores do sistema reprodutivo da espécie assumem grande importância. Os parâmetros de maior interesse neste caso são o índice de fixação intrapopulacional (f) e a taxa de fecundação cruzada (t). Pelo uso de simulações computacionais, este trabalho demonstra o caráter dinâmico do índice de fixação intrapopulacional em diferentes locos ao longo das gerações em decorrência do caráter finito da população e de variação nas taxas médias de fecundação cruzada entre gerações. Sugere-se que este caráter dinâmico representa uma explicação para a elevada variação, comumente reportada na literatura, das estimativas de f obtidas com locos diferentes avaliados em uma mesma população. Utilizando a abordagem Bayesiana, um modelo hierárquico de análise é proposto para a estimação de f, incorporando as informações obtidas de múltiplos locos não ligados, levando-se em conta a condicionalidade do processo de estimação ao polimorfismo dos locos utilizados. O modelo proposto incorpora o caráter dinâmico de f para diferentes locos e permite a estimação do número efetivo de indivíduos reprodutivamente ativos em uma população. Propõe-se ainda um modelo Bayesiano para a estimação da taxa de fecundação cruzada com base na informação de múltiplos locos...

Estrutura genética de populações de Encholirium (Bromeliaceae) e implicações para sua conservação. ; Population genetic structure of Encholirium (bromeliaceae) and implications for conservation.

Cavallari, Marcelo Mattos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2004 PT
Relevância na Pesquisa
96.23%
Encholirium é um gênero de Bromeliaceae de distribuição restrita ao território brasileiro, ocorrendo exclusivamente em afloramentos rochosos nos domínios do Cerrado, Caatinga e Floresta Atlântica, e com centro de diversidade na Cadeia do Espinhaço de Minas Gerais. Possui 23 espécies, das qua is 12 não estão protegidas por nenhuma Unidade de Conservação. O objetivo deste trabalho foi gerar informações úteis para a conservação de três espécies deste gênero, endêmicas da porção mineira da Cadeia do Espinhaço, através da análise da estrutura genética de suas populações. O conhecimento da distribuição da variabilidade genética existente em populações naturais de espécies ameaçadas é fundamental para o planejamento de sua conservação. E. pedicellatum e E. biflorum são espécies conhecidas por apenas uma população cada, ambas ocorrendo fora de Unidades de Conservação, e, desta forma, criticamente ameaçadas de extinção. E. subsecundum é mais bem distribuída, apresentando algumas populações protegidas. As três espécies apresentam propagação vegetativa e aparentemente o estabelecimento de plântulas nas populações é um evento raro. Foram amostradas quatro populações de E. subsecundum ao longo de 200 km...

Diversidade genética de populações de Cedro (Cedrela fissilis Vell. (Meliaceae)) no Centro-Sul do Brasil; Genetic diversity of populations of Cedro (Cedrela fissilis Vell. (Meliaceae)) in Southerncenter Brazil

Mendes, Flávio Bertin Gandara
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 27/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
96.22%
Cedrela fissilis Vell. é árvore alta (10 a 30 m) por 40 a 50 cm de diâmetro. Tronco retilíneo com sapopemas pouco desenvolvidas ou ausentes, mas quando atacado pela broca do ponteiro, Hypsipila grandela, é tortuoso. Casca grossa, dura, fissurada, de marrom a pardo - acinzentada. Folhas alternas com 8 a 24 pares de folíolos. Flores actinomorfas, unissexuadas, de 5 a 10 mm de comprimento reunidas em tirsos axilares. Os frutos são cápsulas lenhosas deiscentes de 3 a 10 cm de comprimento, que encerram de 30 a 300 sementes aladas, com até 35 mm de comprimento por 15 mm de largura. A polinização é realizada por insetos, possivelmente mariposas e abelhas e a dispersão de sementes é anemocórica. C. fissilis é uma das espécies arbóreas mais ameaçadas pelo corte seletivo e destruição da Mata Atlântica no centro-sul do Brasil, sua principal área de ocorrência, tornando a conservação dos seus recursos genéticos extremamente ameaçada pela redução populacional que vem sofrendo. Por outro lado, esta espécie tem um grande potencial para produção de madeira de alta qualidade, principalmente em plantios mistos, que estão se tornando economicamente viáveis pela escassez de madeira no mercado nacional e internacional...

Variabilidade genética em populações de Heliothis virescens (Lepidoptera: Noctuidae) no Brasil inferida por marcadores microssatélites; Heliothis virescens (Lepidoptera: Noctuidae) populational genetic variation in Brazil inferred by microsatellite markers

Domingues, Felipe Antonio
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.23%
Estudos de genética de populações de pragas agrícolas têm destacado a importância de se conhecer a estruturação genética e os padrões de fluxo gênico entre populações para o refinamento de estratégias de Manejo Integrado de Pragas (MIP). A lagarta-da-maçã do algodoeiro, Heliothis virescens (F.), é um inseto praga amplamente distribuído e importante economicamente por causar danos consideráveis à cultura do algodão no Brasil. O controle dessa praga tem sido feito principalmente pelo uso de inseticidas e de plantas geneticamente modificadas (GM) que expressam proteína(s) de Bacillus thuringiensis Berliner e o potencial de evolução da resistência é alto. O conhecimento de quanto as populações de H. virescens são capazes de trocar informação genética entre si é de fundamental importância para a implantação de estratégias de manejo dessa praga. No entanto, pouco se sabe sobre a estrutura genética e os padrões de fluxo gênico em H. virescens em escalas locais e regionais no Brasil. Assim, o objetivo desse trabalho foi avaliar a variabilidade genética em populações de H. virescens utilizando marcadores microssatélites. Foram amostrados indivíduos de H. virescens oriundos de populações coletadas nas safras de 2007/08...

Os estudos com drosófilas no Instituto de Biociências da USP nas décadas de 1940 e 1950: entrevistas com docentes; Studies with drosophila at the Institute of Biosciences of USP in the decades of 1940s and 1950s: interviews with professors

Sião, José Franco Monte
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
96.13%
Esta pesquisa aborda o episódio histórico do grupo que institucionalizou a genética de populações com drosófilas no Brasil, a partir de 1943. Este grupo fez parte do Departamento de Biologia Geral da antiga Faculdade de Filosofia Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (FFCL/USP), e teve como expoentes André Dreyfus (1897-1952) e Theodosius Dobzhansky (1900-1975). O objetivo desta pesquisa é analisar este episódio mediante o cotejamento de uma síntese, fruto de estudos anteriores realizados por este autor (SIÃO, 2007; SIÃO 2008), com cinco entrevistas realizadas com docentes do atual Departamento de Genética e Biologia Evolutiva do Instituto de Biociências da USP, que tiveram contato direto ou indireto com os pesquisadores que atuaram no referido grupo, entre as décadas de 1940 e 1950. A opção metodológica adotada para as entrevistas foi a da História Oral conforme proposto por Meihy e Holanda (2010). Segundo essa abordagem, as entrevistas passam por um tratamento composto de três fases, a saber, transcrição, textualização e transcriação. Em seguida, é realizada a devolutiva social, que é a devolutiva da transcriação ao colaborador entrevistado para validá-la mediante carta de cessão e autorização de o que vem a constituir a apresentação pública do material e serve de subsídio para a elaboração da narrativa histórica da pesquisa. As entrevistas tiveram como objetivos analisar os seguintes aspectos: o percurso histórico dos docentes entrevistados no Departamento de Genética e Biologia Evolutiva; a percepção dos docentes entrevistados sobre o episódio da parceria entre Dobzhansky e Dreyfus para o desenvolvimento da genética no Instituto de Biociências da USP e no Brasil...

Avaliação da organização da variabilidade genética em populações de anfíbios de hábitats antropizados por meio marcadores microssatélites

Arruda, Maurício Papa de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 118 f :
POR
Relevância na Pesquisa
96.21%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Genética - IBILCE; A destruição e a modificação do hábitat são aceitas, entre os biólogos conservacionistas, como as causas primárias da perda da biodiversidade, e a situação para os anfíbios não é exceção. Diversos processos antropogênicos contribuem para a deterioração das paisagens, podendo afetar negativamente as populações de anfíbios, por alterar fisicamente os ambientes aquáticos e terrestres, reduzindo a conectividade dos hábitats e estruturando as populações. Contudo, poucos dados existem sobre os efeitos do cultivo agrícola para as populações de anfíbios. Os programas de preservação atuam na recuperação de populações ameaçadas e, em geral, estão baseados na manutenção da máxima quantidade de diversidade genética, de tal forma que, a primeira etapa de um programa conservacionista, consiste na avaliação da variabilidade genética e distribuição desta entre as populações. A estruturação gênica populacional dos organismos, estimada a partir de técnicas de biologia molecular é um aspecto fundamental na caracterização da aptidão das espécies aos ambientes. Particularmente os marcadores moleculares do tipo microssatélite tem acessado com êxito a variabilidade gênica das populações. Assim...

Analise da variabilidade genetica de Cochliomya macellaria (Diptera: Calliphoridae) : avaliação atraves do DNA mitocondrial e analise cariotipica

Juliana Silveira do Valle
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/1997 PT
Relevância na Pesquisa
96.19%
A espécie Cochliomyia macellaria (Fabricius) caracteriza-se por ser exclusivamente saprófaga, podendo causar miíases apenas em infestações secundárias de feridas. Apresenta ampla distribuição geográfica nas Américas, do sul do Canadá até a Argentina. Esta espécie, por ser sinantrópica, tem grande importância como vetor mecânico de microorganismos patogênicos. Na década de 70, as Américas foram invadidas por espécies do gênero Chrysomya (Robineau-Desvoidy) cuja distribuição geográfica era confinada ao Velho Mundo. A introdução no continente Americano ocorreu através de intervenção humana. O estabelecimento de espécies de Chrysomya no Novo Mundo afetou diretamente a fauna local de moscas varejeiras que exploram o mesmo recurso e mostram-se competidores eficientes. As espécies nativas do Novo Mundo do gênero Cochliomyia são consideradas equivalentes ecológicos das espécies de Chrysomya. A introdução e estabelecimento de espécies deste gênero na região Neotropical tem contribuído para alterar a distribuição e freqüência de populações de C. macellaria no Brasil. O conhecimento básico da variabilidade genética e evolução intraespecífica é uma informação necessária para a compreensão da estrutura de população e eventos evolutivos recentes como introduções e fluxo gênico. Em insetos...

O impacto das migrações na constituição genética de populações latino-americanas

Godinho, Neide Maria de Oliveira
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
126.17%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2008.; A América Latina tem sido palco de grandes transformações populacionais, sendo hoje caracterizada por ter uma constituição multiétnica, porém com maior influência de três populações parentais - européia, africana e ameríndia. Apesar das similaridades, cada país latino-americano apresentou uma história de povoamento singular, já que ocorreram variações na distribuição das populações parentais e na quantidade de fluxo gênico entre elas. Esse trabalho teve por objetivo avaliar a constituição genética de populações miscigenadas da América Latina e Caribe e a estruturação genética entre elas. Para tanto, foram considerados quatro conjuntos populacionais e dois conjuntos de marcadores. Primeiro, foram analisados treze países da América Latina e Caribe (Argentina, Bahamas, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Equador, Jamaica, México, Peru, Porto Rico e Venezuela), utilizando marcadores do tipo STRs (CSF1PO, D3S1358, D5S818, D7S820, D8S1179, D13S317, D16S539, D18S51, D21S11, FGA, TH01, TPOX e vWA). Em um segundo momento, foram avaliadas as diferenças entre as regiões geográficas de três países da América do Sul (Argentina...

Desenvolvimento e aplicações de microssatélites, análise de cpDNA e modelagem computacional para estudos da estrutura e dinâmica genética de maçaranduba - Manilkara huberi (Ducke) Chev. Sapotaceae

Azevedo, Vânia Cristina Rennó
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
PT_BR
Relevância na Pesquisa
96.14%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Biologia Celular, 2007.; Marcadores microssatélites têm sido utilizados com grande freqüência como uma ferramenta efetiva para estudos de estrutura genética de populações, fluxo gênico, parentesco e para quantificar os efeitos da fragmentação de habitats e guiar estratégias de conservação. Como parte do Projeto de Dendrogene nosso interesse está centrado na conservação e na definição de estratégias de manejo de árvores madeireiras da floresta amazônica. Este trabalho tem como objetivo estudar a diversidade e a estrutura genética de uma população natural de Manilkara huberi, conhecida como maçaranduba, usando marcadores microssatélites. Aliado a isso, avaliar a variabilidade do cpDNA e por estudo de modelagem avaliar o potencial efeito da exploração na estrutura genética populacional. Esta espécie é intensamente explorada pela indústria madeireira devido à alta densidade de sua madeira. Treze locos microssatélite altamente polimórficos foram desenvolvidos a partir de uma biblioteca genômica enriquecida para repetições de AG/TC. Os níveis de polimorfismo foram avaliados utilizando-se um total de 12 árvores adultas provenientes de uma população natural. Para os estudos de estrutura genética de populações...

Genética de populações e reinterpretação da história demográfica de remanescentes de quilombos : uma comparação entre três populações do nordeste brasileiro.

Amorim, Carlos Eduardo Guerra
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
106.14%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2009.; Os remanescentes de quilombos são sociedades multiétnicas com origem relacionada à presença do escravo africano no Brasil. A história demográfica dessas populações tem sido estudada a partir de fontes históricas, demográficas, etnográficas e genéticas. No presente trabalho, buscou-se avaliar a origem e o impacto das imigrações recentes e antigas sobre a constituição genética dos remanescentes de quilombos de Mocambo, Rio das Rãs e Sacutiaba. Para tanto, foram analisados parâmetros demográficos (sexo, estado matrimonial e local de nascimento) e genéticos (freqüências alélicas e genotípicas de 16 marcadores genéticos autossômicos). Os dados genéticos gerados para cada população foram utilizados na comparação entre as suas proporções de nativos e imigrantes, como também na comparação dessas a outras populações descritas na literatura. Foi encontrada participação considerável de imigrantes em todas as comunidades, que em sua maioria eram mulheres, sendo a contração de matrimônio uma das principais causas para esse quadro. Com relação aos dados genéticos...

Análise genética de marcadores do tipo STR e INDEL em cromossomos sexuais humanos em populações remanescentes de quilombos

Ribeiro, Guilherme Galvarros Bueno Lôbo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
POR
Relevância na Pesquisa
106.17%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal, 2009.; Apesar do fim da escravidão ter ocorrido há mais de um século, ainda existem algumas comunidades rurais afro derivadas isoladas no Brasil, assim como em outros países da América do Sul. Estas são conhecidas como remanescentes de quilombos e foram fundadas, principalmente, por escravos fugitivos durante o período de escravidão. A composição genética de populações afro derivadas brasileiras é pouco estudada e, com o objetivo de aprimorar o conhecimento acerca dessas populações, doze marcadores STRs do cromossomo Y – kit PowerPlex® Y, e seis Indels do cromossomo X foram analisados geneticamente em quatro remanescentes de quilombos brasileiros – Mocambo, Rio das Rãs, Kalunga e Riacho de Sacutiaba, para estimar parâmetros populacionais, como a contribuição genética ancestral na constituição dessas comunidades. De um total de 118 cromossomos Y analisados, foram identificados 85 haplótipos diferentes e apenas um foi compartilhado entre duas ou mais populações. As análises do cromossomo X resultaram em apenas 53 haplótipos para os 321 cromossomos e a maioria deles foi compartilhada entre as comunidades. Os dados de estrutura populacional indicaram diferenças entre as populações para ambas as análises (FstY = 0...

Diversidade e estrutura genética para virulência de três populações sul brasileiras de Puccinia coronata

Vieira,Eduardo Alano; Carvalho,Fernando Irajá Félix de; Chaves,Márcia Soares; Oliveira,Antônio Costa de; Martins,Andreza Figueirola; Silva,José Antônio Gonzalez da; Hartwig,Irineu; Silva,Giovani Olegário da; Carvalho,Marcos Fontoura de; Busato,Cyra
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 PT
Relevância na Pesquisa
96.13%
Estudos de diversidade e estrutura genética de populações de patógenos por meio de genes de resistência conhecidos são importantes, por permitirem o acesso de forma direta aos genes de virulência/avirulência dos indivíduos das diferentes populações-alvo. Dessa forma, o objetivo deste trabalho foi caracterizar a diversidade e a estrutura genética de três populações de Puccinia coronata f. sp avenae Fraser & Led do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da utilização do padrão fenotípico de virulência/avirulência de 40 isolados a 25 genes Pcs. Os resultados obtidos evidenciaram que apesar da elevada variabilidade em virulência dos isolados sul-brasileiros, a população apresenta diversidade genética moderada, principalmente em função da alta virulência dos isolados. Praticamente, não existem diferenças nas freqüências dos genes de virulência nos isolados coletados em Capão do Leão, Eldorado do Sul e Passo Fundo, ou seja, não existe estruturação entre as populações, o que implica na necessidade da adoção de uma estratégia única de controle da moléstia nos três locais.

Análise hierárquica de marcadores bialélicos do cromossomo Y e demografia histórica de populações quilombolas de Alagoas, Brasil; Hierarchical analysis of biallelic markers on Y-chromosome and the historic demographics of the quilombola populations, the afro-descendent settlers of Alagoas, Brazil

Assis, Alexandro Mangueira Lima de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Biologia; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Biologia; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.19%
The slave trade across the Atlantic brought an estimated four million Africans to Brazil since the beginning of the XVI century until mid-XIX century, thus contributing to the significant miscegenation of Brazil s population. The current genetic condition is a result of the interbreeding process between the Native American (Amerindian), European populations and the African population. Presently, despite this population s elevated heterogeneity, small isolated groups can still be found, as is the case of the Quilombolas, who are the product of the resistant movement against slavery imposed by Portuguese colonization. With the objective of conducting research of the genetic composition and the origin of paternal lineages in nine Afro-descendent communities of Alagoas, Brazil, 15 Y-SNP markers were analyzed by applying the SNaPshot (Applied Biosystems) method. Utilizing the updated nomenclature of the Y-Chromosome Phylogenetic Tree, it was possible to identify nine haplogroups of the Y-Chromosome in a total of 209 individuals. The calculated genetic diversity ranged from 0.2000 to 0.7190, thus evidencing against a standardized composition of this population. As a result of patriarchal domination of the Portuguese economic model of colonization in Brazil...

Abordagem multi-metodológica utilizando o gene period (per) em estudos de genética de populações e filogeografia de Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychdodidae), vetor da Leishmania infantum chagasi na Região Tropical

Félix, Pierre Teodósio; Balbino, Valdir de Queiroz (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
BR
Relevância na Pesquisa
106.08%
Lutzomyia longipalpis, principal vetor da Leishmania infantum chagasi, apresenta status taxonômico bastante controverso, sendo aventada a possibilidade de que esta espécie represente, na verdade, um complexo de espécies crípticas. Diferenças genéticas entre as espécies irmãs podem implicar em diferenças nas suas respectivas capacidades vetoriais, a exemplo do que é observado no mosquito Anopheles gambie. No intuito de fornecer subsídios para a resolução dos conflitos existentes acerca do real status taxonômico de populações brasileiras de Lu. longipalpis, o presente trabalho faz uso de métodos robustos e intensivos, baseados em modelos probabilísticos utilizando o gene period. Uma das vantagens desse tipo de abordagem multi-metodológica é o fato de por não dependerem de distância genética, podem ser empregados para avaliação de processos de especiação incipientes em que os polimorfismos genéticos não são abundantes. Os resultados encontrados indicam que os métodos de atribuição genética e de máxima verossimilhança apresentaram respostas interessantes não observadas quando se utilizam outras metodologias, incrementando assim, a discussão da taxonomia de Lu. longipalpis. Tais resultados sugerem uma subestruturação...

Genética de populações e microevolução do gene KIR3DL1/S1 na espécie humana

Dalla Costa, Ricardo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
106.21%
Resumo: As células NK são importantes para a defesa do organismo. O controle da sua atividade ocorre pelo balanço entre sinais ativadores e inibidores que são fornecidos por uma variedade de receptores presentes na superfície destas células. O gene KIR3DL1/S1 possui grande diversidade alélica e codifica um desses receptores, que reconhece moléculas HLA com epítopo Bw4. O estudo de genes do sistema imune em diferentes populações é particularmente interessante para a genética de populações, pois muitos desses genes estão sujeitos a seleção natural acentuada, especialmente seleção positiva, flutuante e balanceadora, resultando em elevada taxa evolutiva, com importantes implicações na di ersidade populacional. Neste trabalho, a diversidade do gene KIR3DL1/S1 foi avaliada em amostras populacionais pertencentes às tribos indígenas Guarani e Kaingang dos estados do Mato Grosso do Sul e Paraná, além das populações africana, eurobrasileira e oriental, através da técnica de sequenciamento de DNA. A dinâmica evolutiva deste gene e sua coevolução com os ligantes HLA também foi avaliada nas populações deste estudo. Todas as populações estudadas exibem uma elevada diversidade para o gene IR3DL1/S1, tendo sido identificados 25 alelos...

Estrutura genética de populações de Amphobotrys ricini, agente causal do mofo cinzento da mamoneira

Bezerra, Cintia de Sousa
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular; Genética e Biologia Molecular Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Genética e Biologia Molecular; Genética e Biologia Molecular
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.15%
The gray mold, causal organism Amphobotrys ricini, is one of the major diseases of castor bean. Difficulties in managing plant disease arises form the limited understanding of the genetic structure of A. ricini, their complexity and variability make it difficult to control. Genetic structure can be used to infer the relative impact of different forces that influence the evolution of pathogen populations, that allow to predict the potencial for pathogen populations to envolve in agricultural ecosystems. Growers protect their crop by applying fungicides, but there aren t fungicides to provide significant control of gray mold of castor bean. The objectives of this work were use RAPD to determine the genetic structure of A. ricini subpopulations in Paraíba and assay the sensitivity of A. ricini isolates to azoxystrobin and carbendazim. To determine the genetic structure of A. ricini subpopulations in Paraíba, 23 isolates were colleted from two different geographic location (subpopulation). These isolates were analysed by RAPD using 22 random decamer primers, purchased from OPERON, produced a total of 80 markers polimorphics. The resulting matrixes were analysed using PopGene version 1.32. Sensitivity to azoxystrobin and carbendazim of 30 isolates...

Transferibilidade e variabilidade genética de marcadores microssatélites gênicos em Egenia klotzschiana Berg (Myrtaceae); Transferability and genetic variability of microsatellite markers genec Eugenia klotzschiana Berg (Myrtaceae)

Siqueira, Mariana Natalice de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Genetica e Biologia Molecular; Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Genetica e Biologia Molecular; Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
96.05%
Eugenia klotzschiana Berg is a species of Myrtaceae with restricted distribution in the Cerrado. Its fruits present nutritional potential and can be used in extractive way, as raw material for production of jams, jellies and juices. In this context, it is necessary to evaluate population-genetic aspects in order to provide information to assist in targeting strategies for management and conservation. To assess the genetic variability in a population context microsatellite markers have been used in recent years. The sequences flanking the microsatellite regions of the genome are highly conserved between related species, enabling the portability of these markers, reducing thereby the costs of developing the same for each species under study. In this context, the aim of this study was to test the potential for transferability to the genome of E. klotzschiana of genic microsatellite markers developed for Eucalyptus, as well as to characterize the genetic variability in their populations. For this purpose, DNA was extracted from leaf tissue of E. klotzschiana individuals and used to test the cross 120 pairs of amplification primers. Samples from seven locations were used to characterize the population genetic variability. The amplification products were analyzed on agarose and polyacrylamide capillary electrophoresis gel in different stages. Of total primers tested...

Diversidade e estrutura genética de Bertholletia excelsa, uma espécie amazônica de ampla distribuição; Genetic diversity and struture of Bertholletia excelsa, an Amazonian species of wide distribution

Patrícia Sanae Sujii
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
96.05%
Matas de terra-firme da Amazônia são formações florestais extensas e podem ser encontradas compondo grandes florestas contínuas. Existem diversos estudos a respeito da estrutura genética populacional de espécies presentes nessas florestas, mas são poucos os trabalhos que buscam compreender a estruturação genética ao longo da Amazônia. A castanheira-do-brasil é uma espécie monotípica, Bertholletia excelsa, endêmica de matas de terra-firme e distribuída ao longo de quase toda extensão da Amazônia. Este trabalho teve como objetivo avaliar a estruturação genética de populações de Bertholletia excelsa ao longo da Amazônia e verificar se a estruturação é influenciada pela distância que as separa. Foi coletado material de 379 indivíduos, pertencentes a nove subpopulações distribuídas em cinco estados brasileiros. Foram desenvolvidos sete marcadores microssatélites que foram somados a outros quatro anteriormente publicados, para genotipagem das amostras. Análises populacionais intra e interpopulacionais foram realizadas para avaliar a diversidade genética e sua estruturação. As estimativas de distância genética encontradas foram correlacionadas com diferentes fatores para encontrar possíveis causas para estruturação. O número de alelos encontrado em cada subpopulação foi baixo. Os alelos presentes em diferentes subpopulações e suas frequências apresentaram grande variação...

Região 3'UTR do gene HLA-G em populações humanas do Centro-Oeste

Toledo, Rafaela De Cezare Parmezan
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
106.11%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, 2011.; Kimura propôs que o principal fator evolutivo na evolução humana foi a deriva genética. Porem, nos últimos anos diversos trabalhos tem indicado que a seleção natural também pode ter tido um papel importante na evolução da espécie. Nesse trabalho foi avaliado se há forças evolutivas atuando sobre a região 3´UTR do HLA-G em duas populações do Centro-Oeste brasileiro, Distrito Federal e Kalunga, cujas histórias demográficas são bem conhecidas. O Distrito Federal apresenta uma população que foi recentemente formada pela migração de pessoas advindas de várias regiões do Brasil, tornando-se uma região urbana geneticamente representativa do país. Kalunga é uma população semi-isolada rural formada basicamente por escravos fugidos e abandonados. O HLA G apresenta baixo nível de polimorfismo, distribuição e expressão restrita a tecidos/órgãos específicos e propriedades biológicas que levam a tolerância imunológica. O maior conhecimento atual sobre o HLA-G em comparação aos demais genes de classe Ib deve-se à observação de associação de alelos e padrões de expressão com abortos espontâneos recorrentes e diversas doenças. Devido à associação do gene HLA-G com várias doenças e por ele produzir respostas diferentes a cada doença...

Análise da estrutura genética de populações naturais de Drosophila mediopunctata com marcadores microssatélites : Genetic structure analysis of Drosophila mediopunctata natural populations with microsatellite markers; Genetic structure analysis of Drosophila mediopunctata natural populations with microsatellite markers

Renato Cavasini
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2015 PT
Relevância na Pesquisa
96.2%
Drosophila mediopunctata é uma espécie endêmica de florestas Neotropicais. Esta espécie é amplamente distribuída e comumente encontrada nos meses mais frios em florestas altitudinais no Sul do Brasil. Nos últimos 30 anos o grupo de pesquisa de nosso laboratório vem utilizando esta espécie como organismo modelo em estudos de genética evolutiva. Diversos aspectos de sua biologia foram investigados e caracterizados. Ainda que todos os estudos sugiram a ação da seleção natural sobre o polimorfismo de inversões cromossômicas e caracteres morfológicos, processos demográficos e estocásticos não podem ser descartados na formação destes padrões. Portanto, contrastar os resultados prévios com uma análise da estrutura genética das populações naturais de D. mediopunctata se torna fundamental para a compreensão da ação de processos evolutivos que atuam na manutenção da variação genética e fenotípica. Nesta Tese são mostrados resultados de diferentes análises relativas à variação de locos de microssatélites de D. mediopunctata. Primeiramente, a localização cromossômica de diversos locos, com o objetivo de aumentar o número de locos mapeados é apresentada. É feita uma análise simultânea da segregação de mutações visíveis e do genótipo dos locos em moscas do retrocruzamento entre uma estirpe mutante e a F1 de uma estirpe padrão com uma estirpe tetra-mutante...