Página 1 dos resultados de 830 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Estudo de amostras de rotav??rus gen??tipo G3 na cidade do Rio de Janeiro de 1996 a 2006 : caracteriza????o molecular e an??lise comparativa

Rocha, Ludmila Nascimento
Fonte: Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.47%
Em todo o mundo as gastroenterites infantis agudas causadas por rotav??rus do grupo A (RV-A) est??o associadas a cerca de 611.000 mortes por ano. RV-A pertencem ?? fam??lia Reoviridae, g??nero Rotavirus, e s??o constitu??dos de onze segmentos de RNA dupla-fita que codificam para seis prote??nas estruturais (VPs) e seis prote??nas n??o-estruturais (NSPs). Os gen??tipos de RV-A s??o definidos por dois genes que codificam para as duas prote??nas do caps??deo externo, VP4 (P) e VP7 (G). Estudos epidemiol??gicos demonstraram que mundialmente cinco gen??tipos G s??o mais frequentes: G1-G4 e G9; em associa????o com os gen??tipos P [8], P [4] ou P [6]. Em 2005 houve a re-emerg??ncia do gen??tipo G3 em crian??as internadas em um hospital p??blico no Rio de Janeiro, em concord??ncia com a emerg??ncia desse gen??tipo em diversas partes do mundo, principalmente nos pa??ses asi??ticos. O objetivo do presente estudo ?? determinar a rela????o entre os genes VP4, VP7 e NSP4 de RV-A gen??tipo G3 isoladas no Rio de Janeiro entre 1996 e 2009. A an??lise filogen??tica realizada a partir das seq????ncias de nucleot??deos dos genes do VP7, VP4 e NSP4 demonstrou que as amostras que circularam em 1996 e 1997 no Rio de Janeiro s??o distintas daquelas que foram isoladas em 2005 e 2006...

V?rus da Hepatite C: preval?ncia dos gen?tipos, fatores de risco, altera??es bioqu?micas e histopatol?gicas de pacientes atendidos no N?cleo de Medicina Tropical

FECURY, Amanda Alves
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.42%
A hepatite causada pelo HCV constitui-se de uma doen?a silenciosa que tende a evoluir para a forma cr?nica. A persist?ncia viral, fatores gen?ticos do indiv?duo e do v?rus (gen?tipos), estilo de vida e exposi??o a fatores de risco aumentam as chances de o portador desenvolver carcinoma hepatocelular. Este estudo teve como objetivo verificar a fun??o hep?tica dos pacientes com hepatite C; avaliar os fatores de riscos para aquisi??o do v?rus; determinar os gen?tipos de HCV mais prevalentes e correlacionar os gen?tipos com os achados histopatol?gicos das bi?psias hep?ticas. A amostra constituiu-se de 152 pacientes adultos com sorologia (ELISA) reagente para anticorpos anti-HCV, que aceitaram participar da pesquisa, colheram amostra sangu?nea para as an?lises e responderam a um question?rio epidemiol?gico. A an?lise epidemiol?gica demonstrou maioria do sexo masculino, faixa et?ria de 45 anos e predom?nio de indiv?duos casados ou com uni?o est?vel. Quanto aos fatores de risco para aquisi??o da infec??o, observou-se a multiplicidade de parceiros, o n?o uso de preservativos, interna??es hospitalares e o compartilhamento de kits de manicure. Na detec??o do RNA viral, 107 (70,4%) apresentaram positividade, sendo 97 (90,6%) do gen?tipo 1 e 10 (9...

Autoanticorpos contra ant?genos celulares e sua correla??o com o gen?tipo viral em pacientes com infec??o pelo v?rus da Hepatite C (HCV)

SOUZA, Ana Maria Almeida
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
66.41%
As inflama??es do f?gado provocadas pelos v?rus hepatotr?picos atingem milh?es de pessoas e representa significativo problema de sa?de p?blica em todo o mundo. Existem intera??es entre viroses hepatotr?picas e o sistema imunol?gico do hospedeiro que podem influenciar na patogenicidade da agress?o hep?tica. O objetivo deste trabalho foi investigar a freq??ncia de auto-anticorpos em pacientes portadores do v?rus da hepatite C, e sua correla??o com os gen?tipos encontrados. Foram estudados 51 pacientes com diagn?stico confirmado pelo PCR de infec??o pelo v?rus da hepatite C e um grupo de 100 doadores de sangue com todos os exames sorol?gico para doen?as infecto-contagiosas negativos. Os 51 pacientes portadores do v?rus C apresentavam idade m?dia de 43 anos, +/- 11,3, em fase pr?-tratamento, 34 (66,7%) eram do g?nero masculino e 17 (33,3%) do g?nero feminino. Desses 13 (25,5%) apresentaram FAN positivo, 45 (88,2%) eram gen?tipo tipo 1 e 11,8% gen?tipo tipo 3. Os pacientes que se apresentaram com anticorpos detect?veis n?o apresentavam n?veis de AST, ALT, AST/ALT, ?-GT e fosfatase alcalina significativamente diferente daqueles com auto-anticorpos negativos. Desta forma, conclui-se que os anticorpos presentes na amostra do estudo s?o independentes da evolu??o da doen?a e do progn?stico do paciente...

Estudo da intera??o gen?tipo-ambiente em rebanhos da ra?a Nelore na Amaz?nia Legal

MATOS, Amanda de Sousa
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.37%
Dados de pesos padronizados aos 120 (P120), 210 (P210), 450 (P450) dias de idade, per?metro escrotal aos 450 dias de idade (PE450) e idade ao primeiro parto (IPP), de 211.744 registros de animais Nelore, provenientes de fazenda localizadas na regi?o da Amaz?nia Legal, foram utilizados na an?lise. O efeito da intera??o gen?tipo-ambiente foi estudado por meio de estimativas de herdabilidade e de correla??es entre classifica??es, comparando os animais da Amaz?nia Legal com a base geral de animais do PMGRN ? Nelore Brasil. As an?lises bi-caracter?stica consideraram o P120 como caracter?stica-?ncora, com P210, P450 e PE450. O modelo de an?lise considerou grupo de contempor?neos de P120, P210, P450 e da classe de idade da vaca ao parto (CIVP) como efeitos fixos e os efeitos aleat?rios gen?ticos aditivos diretos, maternos e residuais. Nas an?lises de P120 com P450 e com PE450 foi desconsiderado o efeito materno no modelo. A covari?ncia aditivo-materna foi fixada em zero, conforme protocolo estabelecido nas an?lises do PMGRN ? Nelore Brasil. A caracter?stica IPP foi analisada separadamente, em an?lise de caracter?stica ?nica e considerando como efeito fixo o GCIPP e como aleat?rios os efeitos aditivos gen?ticos e residual. Para realizar a compara??o entre classifica??es...

Efeito da intera??o gen?tipo ambiente, sob a forma de heterogeneidade de vari?ncias entre rebanhos

OLIVEIRA, Lutero de Andrade
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.39%
Foram simuladas estruturas de dados em modelos mistos representando o teste de 100 reprodutores, sendo cada reprodutor acasalado com 10 matrizes (total de 1000 matrizes), originando em cada acasalamento 2 proles, totalizando 2000 proles (vinte proles por reprodutor). De cada combina??o reprodutor e matriz, dez proles tiveram seu fen?tipo expresso no ambiente de baixa produ??o (Estrato 1) e, a outra metade, no ambiente de alta produ??o (Estrato 2). A simula??o foi realizada de forma a representar diferentes situa??es de presen?a de heterogeneidade de vari?ncias, combinando-se as origens da heterogeneidade, de natureza gen?tica e ambiental. Na presen?a de heterogeneidade residual, o valor estimado para o componente de vari?ncia residual, considerando homogeneidade de vari?ncias se aproximou do valor m?dio das vari?ncias entre os estratos. Houve superestima??o, tamb?m, do componente de vari?ncia gen?tico aditivo. Ao simular heterogeneidade de vari?ncia de origem gen?tica, observou-se que a estima??o desse componente situou-se em valor intermedi?rio aos simulados. Nessa situa??o, o componente de vari?ncia residual estimado foi pr?ximo do valor simulado, indicando que a heterogeneidade de vari?ncias quando proveniente de fatores gen?ticos...

Epidemiologia molecular do V?rus Oropouche (Bunyaviridae: Orthobunyavirus) na Amaz?nia brasileira

VASCONCELOS, Helena Baldez
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.48%
O Virus Oropouche (VORO; Bunyaviridae, Orthobunyavirus) ? um dos mais importantes arbov?rus que infecta humanos na Amaz?nia brasileira, e ? causador da febre do Oropouche. Entre 1961 e 2009, um grande n?mero de epidemias foi registrado em diferentes centros urbanos dos Estados Brasileiros do Acre, Amap?, Amazonas, Maranh?o, Par?, Rond?nia e Tocantins, e tamb?m no Panam?, Peru e Trinidad & Tobago. Este trabalho teve por objetivo desenvolver um estudo retrospectivo dos aspectos epidemiol?gicos e moleculares do VORO enfatizando sua distribui??o, a din?mica das epidemias ocorridas no per?odo, bem como a dispers?o de diferentes gen?tipos na Am?rica Latina e no Brasil como contribui??o ? epidemiologia molecular do VORO. Para tanto 66 isolamentos do VORO pertencentes ao acervo do Instituto Evandro Chagas foram propagados em camundongos e em cultura de c?lulas VERO, seguida da extra??o do RNA viral e obten??o do cDNA por RTPCR; os amplicons foram purificados e submetidos ao sequenciamento nucleot?dico para an?lises moleculares e evolu??o, incluindo o rearranjo gen?tico, estudo de rel?gio molecular e an?lise de dispers?o viral. Foi demonstrada a presen?a de quatro linhagens distintas do VORO na Amaz?nia brasileira (gen?tipos I, II, III e IV)...

Verifica??o da associa??o da variabilidade gen?tica da Alfa-1-antitripsina e do fator de necrose tumoral com a asma br?nquica

DAHAN, Elias David
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.23%
A asma br?nquica ? uma desordem inflamat?ria cr?nica, complexa, na qual est?o envolvidos fatores gen?ticos e ambientais. A inflama??o das vias a?reas na asma ? regulada, predominantemente, por c?lulas do sistema imunol?gico e por uma vasta rede de citocinas que interagem mutuamente e com as vias a?reas. O exato desempenho funcional de cada citocina na fisiopatologia da asma ainda necessita ser completamente estabelecido. A presente investiga??o teve como objetivo comparar a distribui??o dos alelos S e Z do gene da A1AT e do polimorfismo do gene do TNF-? (-308 G/A) em uma popula??o de 110 asm?ticos, divididos em dois n?veis de severidade da asma (com 54 pacientes no n?vel da doen?a moderada persistente e 56 pacientes no n?vel da doen?a severa persistente). Os gen?tipos da A1AT e do TNF-? (-308 G/A) foram determinados pela t?cnica de digest?o enzim?tica (polimorfismo no comprimento dos fragmentos de restri??o). O polimorfismo no promotor do gene do fator de necrose tumoral TNF-? (-308G/A), citocina pro-inflamat?ria que participa da rea??o inflamat?ria em pacientes com asma, contribuindo para a hiperreatividade br?nquica, n?o foi na presente investiga??o, associado com a doen?a ou com o aumento da hiperreatividade br?nquica, nos n?veis de severidade sintom?tica mais graves da doen?a.; ABSTRACT: Asthma is a complex chronic inflammatory disorder in which genetic and environmental factors are involved with the remodeling extracelullar matrix. The present study had aim to describe...

Intera??o gen?tipo x ambiente para a produ??o de leite na esp?cie bubalina utilizando infer?ncia Bayesiana por meio de Amostradores de Gibbs

CARDOSO, Adriana Maciel de Castro
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.31%
Com o objetivo de verificar a exist?ncia da intera??o gen?tipo x ambiente, sob a forma de heterogeneidade de vari?ncias para a produ??o de leite na esp?cie bubalina e o seu impacto na avalia??o gen?tica dos animais, utilizando a infer?ncia Bayesiana por meio de Amostrador de Gibbs, foram utilizados 5.484 registros de produ??o de leite referentes ? produ??es de 2.994 b?falas predominantemente Murrah, filhas de 150 reprodutores, acasalados com 1130 matrizes, cujos partos ocorreram entre os anos de 1974 e 2004. Os registros foram provenientes do Programa de Melhoramento Gen?tico dos Bubalinos (PROMEBUL) com a adi??o de registros provenientes do rebanho da EMBRAPA Amaz?nia Oriental -EAO, localizada em Bel?m, Par?. Foram estabelecidas classes de rebanho-ano de parto e de acordo com o desvio padr?o de cada classe, os registros de produ??o de leite foram classificados em classes de alto e baixo desvio-padr?o fenot?pico. Posteriormente, os dados foram analisados desconsiderando e considerando as classes de desvio-padr?o. O modelo utilizado empregou os efeitos fixos referentes ?s classes de rebanho-ano, m?s de parto e covari?veis idade da f?mea ao parto e dura??o da lacta??o, al?m do efeito aleat?rio de animal, ambiente permanente e ambiente tempor?rio. Para os efeitos fixos...

Preval?ncia de gen?tipos e de mutantes pr?-core A-1896 do v?rus da hepatite B e suas implica??es na hepatite cr?nica, em uma popula??o da Amaz?nia oriental

CONDE, Simone Regina Souza da Silva; M?IA, Lizomar de Jesus Mau?s Pereira; BARBOSA, Maria Silvia de Brito; AMARAL, Ivanete do Socorro Abra?ado; MIRANDA, Esther Castello Branco Mello; SOARES, Manoel do Carmo Pereira; BRITO, Elizabete Maria de Figueiredo; S
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.31%
A infec??o pelo virus da hepatite B apresenta amplo espectro de manifesta??es cl?nicas. Objetivando conhecer os gen?tipos do HBV mais prevalentes e determinar a ocorr?ncia da muta??o pr?-core A-1896, em uma popula??o da Amaz?nia oriental, correlacionando com o diagn?stico cl?nico, foram selecionados 51 pacientes portadores cr?nicos de HBsAg e HBV-DNA positivos e divididos em tr?s grupos: grupo A (n=14, pacientes assintom?ticos); grupo B (n=20, sintom?ticos HBeAg positivos) e grupo C (n=17, sintom?ticos HBeAg negativos), sendo usado o sequenciador autom?tico ABI modelo 377 para identifica??o de gen?tipos e mutantes pr?-core. Os resultados evidenciaram o gen?tipo A como o mais prevalente, 81,8%, 89,5% e 93,7%, nos grupos A, B e C, respectivamente. A muta??o pr?-core A-1896 foi encontrada em 11,5% (3/26), sendo todos assintom?ticos. Concluiu-se que na popula??o estudada o gen?tipo A foi o mais prevalente e houve baixa ocorr?ncia do mutante pr?-core A-1896, ambos n?o se constituindo fatores agravantes da doen?a hep?tica.; ABSTRACT: Hepatitis B virus (HBV) infection presents itself with a variety of clinical manifestations. The present work aims to describe the prevalence of HBV genotypes and the occurrence of precore mutation A-1896 in a population group of the Eastern Amazon region of Brazil and to correlate them with the clinical presentation of chronic HBV infection. 51 HBsAg carriers (HBV-DNA positive) were selected and divided into three groups: A (14 asymptomatic subjects)...

Pesquisa e genotipagem do v?rus da hepatite C em portadores de doen?as renais cr?nicas submetidos ? hemodi?lise

FREITAS, Maria de Jesus Rodrigues
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
Pacientes com doen?a renal cr?nica tem alto risco de adquirir o v?rus da hepatite C (VHC). A preval?ncia de hepatite C em unidades de hemodi?lise ? elevada. O estudo teve por objetivo avaliar a presen?a do VHC e seus diferentes gen?tipos em portadores de doen?a renal cr?nica que realizaram hemodi?lise em Bel?m e regi?o metropolitana, no Estado do Par?, Brasil, determinando a preval?ncia do v?rus, gen?tipos e as caracter?sticas epidemiol?gicas dos portadores da doen?a renal cr?nica. Foi realizado um estudo transversal, em sete unidades de hemodi?lise das cidades de Bel?m e regi?o metropolitana, no per?odo de outubro de 2011 a abril de 2012. Foi aplicado um question?rio com dados sociais, epidemiol?gicos e sobre a presen?a de fatores de risco para hepatites virais. Material biol?gico foi coletado dos pacientes para os exames ELISA e PCR VHC. Os pacientes com presen?a de RNA viral foram avaliados quanto aos gen?tipos. A preval?ncia dos anticorpos para VHC entre os indiv?duos estudados foi de 8,4%, enquanto 5,4% apresentaram RNA viral, com 0,1% entre os n?o reagentes. O gen?tipo 1 foi o mais prevalente, com 86,1%, seguido do tipo 2, com 11,6%. O tipo 3 teve somente 2,3%. A an?lise epidemiol?gica mostrou predom?nio do sexo masculino...

Tipo e ??poca de poda na produ????o e qualidade de p??ssego.; Type and period of pruning on peach yield and quality.

GON??ALVES, Mich??l Aldrighi
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Agronomia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Agronomia; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.32%
The present work aimed to evaluate and characterize the behavior of different peach genotypes submitted to variations of period and type of pruning, in the region of Pelotas, RS. The work was carried out in Pelotas, RS, in an experimental area belonging to Embrapa Clima Temperado (CPACT) during 2009 and 2010 seasons. Two experiments were done: the first one was comprised of a combination among three periods of pruning (Winter pruning WP; winter pruning plus summer pruning WSP; and summer pruning SP) and three genotypes (Cascata 805, Cascata 834 (BRS Kampai) and Cascata 952 (BRS Rubimel), resulting in nine distinct combinations. The second experiment consisted in three types of pruning (short pruning SP; long pruning LP; and no shoot topping NST) and two genotypes (Riograndense and Leonense), resulting in six treatments. In general, the chemical characteristics of the fruits are not affected by the different pruning period, as well as, the fruitset. BRS Rubimel did not show uniformity of yield in the following years when using the summer pruning; however, BRS Kampai had a good yield equilibrium at all pruning date tested. Trees pruned only in the winter period showed higher vigor whether compared to other studies. The different types of pruning directly affected the number of flowers and fruits...

Gen??mica aplicada ?? reprodu????o equina; Gen??mica aplicada ?? reprodu????o equina

LEON, Priscila Marques Moura de
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Biotecnologia; Programa de P??s-Gradua????o em Biotecnologia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Biotecnologia; Programa de P??s-Gradua????o em Biotecnologia; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.42%
In equine, the intersections between reproduction and genomics are numerous, however, little known about the genetic factors that acting on fertility. The conclusion of equine genome sequencing project, brings the oportunity to evaluate candidate genes and molecular biomarkers for specific reproductive characteristics. Based on this information, this PhD thesis aimed to develop genomic studies applied to equine reproduction. The first paper analyzed the expression of apoptotic-related genes (Bax, Bcl-2, survivin and p53) in equine cumulus-oocyte complex by qRT-PCR, comparing gene expression between morphologically distinct oocytes and cumulus cells during in vitro maturation. Results showed that survivin mRNA levels were higher (P<0.05) and p53 mRNA levels was lower (P<0.01) in oocytes compared to cumulus cells in morphologically healthy. On the other hand, expression of the Bax was significantly higher in morphologically healthy cumulus cells (P<0.02). The second paper analyzed a single nucleotide polymorphism (SNP) in the p53 gene, looking for associations with reproductive parameters in Thoroughbred mares. This is the first study demonstrating the Arginine/Proline SNP in equine exon 4 p53 gene. The heterozygous Arginine/Proline was found in 73.3% of Thoroughbreds compared to the homozygous Arg/Arg and Pro/Pro that was detected in 17.1% and 9.6% of mares...

Efeito da intera????o gen??tipo x ambiente na qualidade fisiol??gica de sementes de soja (Glycine max (L) Merrill); Effect of the genotype x environment interaction in soybean seed production

KRENSKI, Antonio
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia de Sementes; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia de Sementes; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.26%
Soybean production depends on the technology applied associated with scientific know how and availabilities destined to the productive sector. Seed companies associated with plant breeding companies have contributed a lot of with the soybean production in Brazil. The Brazilian production that will be harvest in 2005/2006 will have to reach 58,7 million tons before the previous one of 51,1 million tons, however the sown area have to fall 6,4 percent for 21,9 million hectares. According to IBGE the estimate of bigger production is based on the expectation of better climate conditions during soybean production in this year. To preserve the genetic and physiological maximum potential of one cultivar it is necessary to know its adaptation in environments where the seeds will be produced, to identify, to correlate the genotypes, to determine its productive capacity, in the physiological and sanitary level. The goal of this work was to evaluate the performance of five soybean genotypes from different maturity groups in six environments (contrasting latitudes and altitudes), with intention to determine variations in the seed quality. Among different environment tested Abelardo Luz was the best place to produce soybean seeds. S??o Miguel do Igua??u and Maracaju were high restrictive to soybean seed production. Genotypes from different maturation groups have different seed quality performance in different environment.; A capacidade produtiva da soja est?? associada aos avan??os cient??ficos e disponibilidades tecnol??gicas destinadas ao setor produtivo. O setor sementeiro...

Momento de colheita, qualidade fisiol??gica e produtividade de sementes de diferentes gen??tipos de milho; Momento de colheita, qualidade fisiol??gica e produtividade de sementes de diferentes gen??tipos de milho

POSSA, Felipe ??ngelo
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia de Sementes; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia de Sementes; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.26%
The quality of seed produced from each seed producing company the main market strategy. Thus, it is important to know the merits of each genotype to identify the best time to harvest. Environmental factors after physiological maturity of seeds are very harmful to the physiological quality, exposing the seeds to deterioration in the field. Were evaluated in this study five corn genotypes for seed production, two hybrids, a modified strain and two inbred lines in two different harvest times. The vigour of the seeds was analized separetaly according to their location in the ear, if the tip or the base. Significant differences for all parameters examined and especially the interaction between the genotype and the force measured by the test cold. It was also shown the differences of vigour depending on the location of the spike and the seed of the harvest season.; Cada empresa produtora de sementes tem na qualidade das sementes produzidas a principal estrat??gia de mercado. Para tanto, ?? importante que conhe??am as caracter??sticas inerentes a cada gen??tipo para identificar a melhor ??poca de colheita. Fatores ambientais ap??s a maturidade fisiol??gica das sementes s??o muito prejudiciais ?? qualidade fisiol??gica, expondo-as ?? deteriora????o de campo. Foram avaliados neste trabalho cinco gen??tipos de milho para produ????o de sementes...

Estudos fenot??picos e moleculares sobre variabilidade gen??tica, qualidade de gr??os e toler??ncia ao estresse por ferro em arroz; Phenotypic and molecular studies on the genetic variability, grain quality and iron stress tolerance in rice

MARINI, Naciele
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Fitomelhoramento; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Fitomelhoramento; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.33%
There is a constant need for studies aiming to increase yield and quality traits in rice, which have to consider abiotic stress tolerance and genetic variability. This work had as objective to characterize rice mutant families regarding rice iron stress tolerance and validate a technique based on retrotransposons with the goal of detecting genetic variability in rice. Also, to analyse gene expression of genes involved in starch synthesis in the rice grain. Therefore, nine mutant families were characterized for phenotypic traits and iron content in hydroponic conditions. Twenty genotypes were molecularly characterized with the REMAP technique and three cultivars were analysed the profiled for starch biosynthesis related gene expression by qRT-PCR. The results obtained demonstrate that the genotypes BR-IRGA 409 and BRS7-Taim characterized as sensitive presented a higher accumulation of Fe2+ in the shoots. The mutant families CGF-Z-M9-444CD, CGF-Z-M9-328 and CGF-Z-M9-243, were ranked in this study as tolerant. The genotype CGF-Z-M9-444CD was one of the mutants that accumulated less iron in the tissues under stress conditions, being also characterized as resistant in the phenotypic analysis. The variables root length, number of roots, iron...

Regionaliza????o para o cultivo do feij??o no Rio Grande do Sul com base na intera????o gen??tipo x ambiente.; Common bean cropping regionalization in Rio Grande do Sul State, Brazil, based on genotype x environment interaction.

PIANA, Clause F??tima de Brum
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Fitomelhoramento; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Fitomelhoramento; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.51%
In Brazil, common bean (Phaseolus vulgaris L.) is cultivated in a range of ecologically differentiated environments. For being a culture highly influenced by the environment variation, its average productivity in the Country is unstable and low. An origin of this variation of productivity is the genotype x environment interaction, which has been one of the largest impediments for obtaining genotypes that maintain consistently high yield in the growing environments. The methods proposed for the exploration of the genotype x environment interaction are directed to the stability of the yield of the genotypes or to the regionalization of the growing locations. Most of the common bean genotypes registered for cultivation in Rio Grande do Sul evidences yield instability. The present research explored data from Rio Grande do Sul Common Bean State Trial ("Ensaio Estadual de Feij??o" - EEF), executed at 24 locations in the period from 1987/88 to 1994/95, with considerable variation of genotypes and locations among those years. This research had two main objectives: (1) to evaluate the magnitude and the nature of the genotype x environment interaction and (2) to identify possible stratification of the growing region of common bean in the State in sub-regions inside of which the genotypes have stable relative performance. The inferences about the components of the interaction genotype x environment were proceeded by the joint analysis of each one of the eight years and the analyses of two subsets of four years and of the set of eight years. Because of the intent of obtaining a long time regionalization...

Desempenho agron??mico de gen??tipos de cana-de-a????car no Estado do Rio Grande do Sul.; Agronomic performance of sugarcane genotypes in Rio Grande do Sul State.

VER??SSIMO, Mario Alvaro Aloisio
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.38%
Brazil is the world leader in the production of sugarcane. This crop is of great importance to Brazil and to Rio Grande do Sul State, where the family farming has the largest area planted with sugarcane. There is increasing demand for technical information about the sugarcane cultivation in this State, with the aim at ethanol production. Genotype x environment interaction is one of the main factors to be evaluated in the development of the production systems. The objective of this research was to evaluate the agronomic performance of sugarcane genotypes in different environments of the Rio Grande do Sul State. The characters tons of stalks per hectare (TCH), tons of Brix per hectare (TBH), maturation, disease occurrence and cold tolerance of sugarcane genotypes were evaluated. Adaptability and stability was evaluated by methodology AMMI (Additive Main Effects and Multiplicative Interaction), based on the variables TBH and TCH. The results indicate that the genotype x environment interaction is significant, with genotypes broadly adapted and stable, as well as behavior specific genotypes to particular environments. Diseases such as brown rust, smut, leaf scald and red stripe incidence and striations were regionalized. The brown spot (Cercospora longipes) showed wide occurrence with high severity for some genotypes in certain environments. Regarding the cold tolerance...

Distribution of hepatitis C virus genotypes among different exposure categories in the State of Par?, Brazilian Amazon

SAWADA, Leila; PINHEIRO, Andr?ia Cristina Costa; LOCKS, Daiane; PIMENTA, Adriana do Socorro Coelho; REZENDE, Priscila Rocha de; CRESPO, Deborah Maia; CRESCENTE, Jose Angelo Barletta; LEMOS, Jos? Alexandre Rodrigues de; OLIVEIRA FILHO, Aldemir Branco de
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Artigo de Revista Científica
ENG
Relevância na Pesquisa
46.38%
INTRODU??O: Estudos epidemiol?gicos sobre a distribui??o genot?pica do HCV na Amaz?nia Brasileira s?o escassos. Baseado nisto, determinamos o padr?o de distribui??o genot?pica do HCV em diferentes categorias de exposi??o no Estado do Par?, Amaz?nia Brasileira. M?TODOS: Estudo transversal foi realizado com 312 indiv?duos infectados pelo HCV, pertencentes a diferentes categorias de exposi??o atendidas pelo HEMOPA, CENPREN e uma cl?nica privada de hemodi?lise em Bel?m. Eles foram testados quanto ? presen?a de anticorpos anti-HCV por teste imunoenzim?tico, RNA-HCV utilizando PCR em tempo real e genotipados atrav?s de an?lise filogen?tica da 5' UTR. Os grupos de popula??es foram caracterizados epidemiologicamente de acordo com dados coletados em breve entrevista ou consulta de prontu?rios m?dicos. RESULTADOS: Em todas as diferentes categorias de exposi??o ao HCV, foram encontrados predom?nio do gen?tipo 1. A distribui??o genot?pica do HCV em doadores de sangue (BD) foi constitu?da pelos gen?tipos 1 (94%) e 3 (6%). Todos os pacientes com doen?as hematol?gicas cr?nicas (PCHD) possu?am gen?tipo 1. A distribui??o genot?pica em usu?rios de drogas il?citas (DU) foi constitu?da pelos gen?tipos 1 (59,6%) e 3 (40,4%). Em pacientes em hemodi?lise (PUH) foram detectados os gen?tipos 1 (90...

Caracteriza??o molecular dos gen?tipos G e P de rotav?rus tipo G9 provenientes de crian?as com gastrenterite aguda na regi?o metropolitana de Bel?m, Par?, no per?odo de 1999 a 2007

GUERRA, Sylvia de F?tima dos Santos
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
56.48%
O rotav?rus (RV) ? o principal agente viral associado ?s gastrenterites, ocasionando em m?dia 39% dos casos diarreicos que culminam em hospitaliza??es, sendo respons?vel por cerca de 520.000 ?bitos entre crian?as menores de cinco anos de idade a cada ano. Pertencem ? fam?lia Reoviridae, g?nero Rotavirus, possui RNA de dupla fita (dsRNA) com 11 segmentos codificando 12 prote?nas, sendo seis estruturais (VPs) e seis n?o estruturais (NSPs). A prote?na VP4, juntamente com a VP7, comp?em a camada externa do RV, designando os gen?tipos P e G, respectivamente. At? o momento foram descritos 23 tipos G e 31 tipos P. O gen?tipo G9 emergiu em escala global e ? possivelmente associado a manifesta??o cl?nica mais grave, estando geralmente acompanhado do gen?tipo P[8]. O gen?tipo G9 possui 6 linhagens distintas e o P[8] 4 linhagens. Este estudo objetivou caracterizar os genes VP7 e VP4 de RV do gen?tipo G9, circulantes na regi?o metropolitana de Bel?m, Par?, no per?odo de 1999 a 2007. O dsRNA viral de 38 amostras selecionadas foi extra?do a partir das suspens?es fecais e submetido ? eletroforese em gel de poliacrilamida para determina??o dos eletroferotipos, seguido da rea??o de seq?enciamento. Na presente investiga??o, foi poss?vel a an?lise de 32 amostras selecionadas...

An?lise molecular dos genes VP4, VP7 e NSP4 de rotav?rus do tipo G1 circulantes em Bel?m e Marituba, Par?, Brasil, de 1982 a 2008

SOARES, Luana da Silva
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
56.36%
Os rotav?rus s?o os principais agentes virais causadores de gastrenterite aguda e respons?veis por 36% dos casos hospitaliza??es entre crian?as menores de cinco anos, resultando em 453.000 ?bitos anualmente, principalmente em pa?ses em desenvolvimento. Pertencem ? fam?lia Reoviridae, g?nero Rotavirus, possui RNA de dupla fita (dsRNA) com 11 segmentos codificando 12 prote?nas. O gen?tipo G1 se apresenta geralmente com maior frequ?ncia nas investiga??es epidemiol?gicas, circulando em v?rias partes do mundo sob diferentes preval?ncias. Este estudo teve como objetivo analisar a variabilidade gen?tica dos genes VP4, VP7 e NSP4 dos rotav?rus G1 circulantes nos munic?pios de Bel?m e Marituba, Par?, Brasil, no per?odo de 1982 a 2008. Foram selecionadas 83 amostras previamente caracterizadas como G1 e submetidas a RT-PCR. Os esp?cimes foram provenientes de sete estudos realizados no IEC. Foi poss?vel a amplifica??o para os tr?s genes em estudo de 63 (75,9%) esp?cimes. Foram detectadas as linhagens 1 (8/63, 12,7 %), 2 (29/63, 46,0%), 3 (18/63, 28,6%) e 9 (8/63, 12,7%) para o gene VP7. Co-predominaram as sublinhagens 2E e 3A concorrendo com um total de 57,1% (36/63) das amostras. Foram observadas tr?s substitui??es de amino?cidos (97 [D?E], 147 [S?N] e 218 [I?V]) no gene VP7 nas regi?es antig?nicas (A...