Página 1 dos resultados de 442 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Perceções dos técnicos periciais relativamente à fiabilidade e admissibilidade como meio de prova dos métodos de Criminalística utilizados pela GNR

Cabral, Mónica Isabel Soares
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
37.68%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Criminologia; Na investigação criminal, a Criminalística representa uma das áreas mais importantes no que concerne à recolha de meios de prova da prática de um determinado crime. Como tal, o presente estudo tem por objetivo determinar quais as principais técnicas utilizadas pelos peritos da GNR na recolha, acondicionamento e transporte de vestígios e qual a sua fiabilidade e admissibilidade como meio de prova em tribunal. Também se pretende apurar se as técnicas que atualmente se encontram a ser utilizadas são eficientes, conciliando a eficácia com a celeridade exigente na adoção destes processos e determinar a existência ou inexistência de discordâncias entre os métodos e técnicas utilizadas e a legislação aplicável às mesmas. Com a intenção de alcançar os objetivos inicialmente propostos, foram incluídos no estudo cerca de 378 indivíduos, dos quais 126 pertencentes ao NAT (Núcleo de Apoio técnico da GNR), 126 advogados e 126 juristas, recorrendo-se a um questionário, elaborado propositadamente para o efeito deste estudo, para a recolha dos dados amostrais. Dos resultados desta investigação...

Comparação da orientação institucional/ocupacional dos oficiais do Exército e da GNR

Sousa, Fernando J. V. Cardoso de; Esteves, Jorge Gaspar
Fonte: Instituto da Defesa Nacional Publicador: Instituto da Defesa Nacional
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 POR
Relevância na Pesquisa
37.57%
O presente trabalho pretende comparar as orientações profissionais dos oficiais do Exército e da GNR, à luz do modelo Institucional/Ocupacional de Moskos. Trata-se da comparação sobre quais serão os objectivos de ambas as organizações, enquanto entendidos pelos valores que orientam a actividade de um grupo de indivíduos: trabalhar segundo as leis do mercado ou efectuar um serviço à sociedade. Para este efeito são utilizados os resultados obtidos nas investigações realizadas por Sousa (1993) e Esteves (2006) a duas amostras representativas de ofi ciais dos Quadros Permanentes do Exército e da GNR. Os dados da investigação não confirmam a hipótese que sustentava que oficiais da GNR registariam orientações mais ocupacionais do que os oficiais do Exército, em virtude de um mais profundo relacionamento desta instituição com a sociedade civil. Ao contrário, os oficiais da GNR revelaram tendências mais próximas do pólo institucional que os seus colegas do Exército devido, fundamentalmente, a um sentimento mais forte de pertença à instituição. No entanto, revelaram também possuir uma visão mais burocrática da instituição. A coexistência destas orientações contraditórias parece...

Potencialidades/vulnerabilidades das forças tipo gendarmerie nas Operações de Apoio à Paz: a GNR em Timor-Leste

Fernandes, Tiago
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.57%
O objetivo principal deste trabalho é identificar as potencialidades e vulnerabilidades das forças tipo gendarmerie nas Operações de Apoio à Paz. Para a concretização desse objetivo aplica-se a teoria existente ao caso prático da GNR em Timor-Leste. Nesse seguimento estabeleceram-se questões derivadas, que surgiram da problemática aludida, para cada uma das quais se formulou uma hipótese. A presente investigação tem início com uma parte teórica, de revisão da literatura. Esta enceta a temática das forças gendarmerie, as Operações de Apoio à Paz e o empenhamento da GNR no referido teatro. Numa segunda fase efetua-se o trabalho de campo, centrado no estudo de caso de Timor-Leste. Na respetiva recolha de informação foram empregues instrumentos distintos, nomeadamente, entrevistas e questionários. A análise e discussão dos resultados, por sua vez, permite tecer as conclusões. Finalmente são verificadas ou refutadas as hipóteses, respondendo a cada uma das questões derivadas. Cumprindo o objetivo principal da investigação, o último capítulo encerra com a resposta à questão central. Assim, conclui-se que as forças tipo gendarmerie têm várias potencialidades nas Operações de Apoio à Paz. Contudo...

Agressores sexuais cibernautas ou violência na rede — o papel da GNR

Batista, Joana
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.78%
A investigação desenvolvida, que se insere no domínio das ciências sociais, é um tema de enorme relevância e atualidade para as Forças de Segurança. Assim, o tema é “agressões sexuais cibernautas ou violência na rede - o papel da GNR” e a sua análise terá como objetivo principal perceber o que a GNR pode fazer para prevenir este tipo de crime. Este trabalho divide-se em duas partes fundamentais. A primeira, corresponde ao enquadramento teórico e metodologia da investigação, onde se faz uma abordagem do que é um agressor sexual, os tipos de agressores que podem existir, a pornografia infantil e online, a violência online, a pedofilia, a legislação que suporta esta temática e os riscos e as oportunidades que existem na internet, o enquadramento do tema e o contexto português, e, finalmente, o percurso metodológico adotado. A segunda parte, referente ao trabalho de campo desenvolvido, compreende a apresentação, análise e discussão dos resultados. Como método da recolha de dados, optou-se pelas entrevistas devido ao facto de ser um tema novo e delicado. No decorrer da investigação, conclui-se que na GNR, apesar de se fazerem bastantes ações de sensibilização...

O papel da GNR na Aplicação de Medidas de Prevenção Criminal

Massano, Jorge
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.84%
Subordinado ao tema “O papel da GNR na aplicação de medidas de prevenção criminal”, o presente trabalho tem o enfoque no contributo, que a GNR teve, na prevenção de furtos e roubos em residência na zona do Algarve, em 2009. Este tipo de criminalidade é uma realidade portuguesa que afeta o sentimento da segurança dos cidadãos. Como resposta do Estado surgem as políticas públicas de segurança, onde se materializa o conceito de segurança, e, consequentemente se acoplam estratégias de prevenção criminal adotadas pelas instituições que garantem a segurança interna. No seio daquelas estratégias está o policiamento de proximidade, como opção adotada pela GNR, para incrementar o sentimento de segurança, favorecer a prevenção, aproximar a população visada da GNR e credibilizar a Instituição. Desta forma, e cientes do sentimento de insegurança causado pelos vários furtos e roubos a residências perpetrados na zona indicada, tornou-se pertinente ser alvo desta Investigação o programa de policiamento de proximidade -“Residência Segura”, desenvolvido pela GNR. A metodologia de investigação adotada teve por base o recurso ao método dedutivo através da análise documental e a realização de entrevistas a Oficiais envolvidos. O programa “Residência Segurança” começou por ser aplicado no DTer Loulé e a estratégia policial seguida teve o enfoque no pilar da comunidade. A Guarda criou equipas específicas que se aproximaram das populações visadas...

A GNR e o apoio à Vítima: a prevenção da violência doméstica

Lamelas, Fábio
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 29/07/2008 POR
Relevância na Pesquisa
27.87%
Este trabalho de investigação visa analisar a Prevenção que a GNR faz relativamente à Violência Doméstica, estudando as técnicas de prevenção e relacionando-as com os diferentes níveis e estruturas da GNR, dando especial enfoque aos PTer e aos GTer. Foi sustentado por uma metodologia definida em diferentes fases e métodos de investigação, tais como: análise documental, inquéritos por entrevistas a entidades dos vários níveis de prevenção e inquéritos por questionário aos militares com subespecialização em NMUME dos PTer e dos GTer. A primeira parte é composta por dois capítulos. No primeiro, é feito um enquadramento teórico sobre o tema, abordando os conceitos de Violência, Violência Doméstica, a evolução das abordagens, tanto a nível internacional, como a nível nacional, as instituições mais importantes que lidam com esta problemática, o seu enquadramento legal actual, a sua evolução estatística, as suas causas, as suas formas e o seu ciclo. No segundo é abordada a Violência Domestica na perspectiva da GNR, é debatido o apoio às vítimas, a prevenção da Violência Doméstica, o Sistema de Queixa electrónica e o projecto NMUME. Com a metodologia utilizada foi possível conhecer a realidade da Violência Doméstica e a da GNR...

A Comunicação Social como meio de melhorar a imagem da GNR

Ribeiro, Victor
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/07/2008 POR
Relevância na Pesquisa
37.8%
A Comunicação Social tem o poder instantâneo de construir e destruir a imagem de uma instituição. Foi com base nesta premissa que se iniciou este Trabalho de Investigação Aplicada, tendo sempre em consideração o facto de a Comunicação Social, cada vez mais se elevar, portando um papel cada vez mais relevante ao nível da projecção de imagem, perante um público mais exigente. Assim, ao transpor esta abordagem para o dia-a-dia da GNR, pretende-se verificar de que forma as suas relações com a Comunicação Social podem vir a contribuir para uma estrita cooperação de modo a que se desenvolva uma imagem mais favorável junto dos cidadãos. O presente trabalho foi elaborado em duas fases distintas: uma primeira fase dedicada à revisão literária, através de consulta de diversa bibliografia. A segunda fase está relacionada com o trabalho de campo realizado através da aplicação de questionários, entrevistas e um seminário, a que se assistiu, no âmbito do tema. Este trabalho de campo, para além de permitir verificar a postura adquirida pelos militares da GNR e o que deve vir a ser melhorado nesta relação com a Comunicação Social...

Violência Doméstica Vs. Forças de Segurança (GNR): Atuação operacional e ligações funcionais

Pinto, Pedro
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 27/03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
27.82%
A violência conjugal, surge como um dos maiores desafios à Guarda Nacional Republicana (GNR), devido ao facto de se constituir um crime público e ser um fenómeno social que se encontra em ascensão e está presente em todas as classes sociais, não distinguindo idade, género ou cultura. Neste contexto, a GNR apresenta-se como um recurso ao dispor dos cidadãos, e neste caso específico das vítimas de violência doméstica. Deste modo, este trabalho de investigação tem por base elementar, verificar se a GNR e as instituições de apoio às vítimas de violência, trocam informações entre si, para assim, em conjunto delinearem formas de prevenção e de actuação, visando melhorar a qualidade do serviço prestado a estas vítimas debilitadas quer ao nível social, psicológico, económico ou físico. Assim sendo, este trabalho de investigação iniciou-se com uma fase exploratória, procurando esclarecer o estado da questão. Encontra-se dividido em duas partes, em que na primeira parte, procedeu-se à elaboração do enquadramento teórico que aborda os conceitos de violência, de violência doméstica e violência conjugal, referindo ainda as diversas fases e formas de violência doméstica...

Outsourcing: Moda ou instrumento de criação de valor? O caso da frota automóvel da GNR

Marques, Pedro
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2010 POR
Relevância na Pesquisa
27.82%
O mundo organizacional encontra-se em constante mutação e alteração e, cada vez mais, é imperativo que as organizações alterem os seus modelos tradicionais de gest ão, de modo a poderem evoluir acompanhando, assim, esta mudança. A preocupação sistemática da GNR para uma melhor afectação de recursos na actividade operacional tem vindo a ser significativa ao longo dos anos, devido ao escasso número de militares nesta mesma área. Surge, então, a necessidade da adopção do outsourcing, como uma ferramenta de controlo de gestão. Esta adopção deve-se, principalmente, à falta de efectivo na actividade principal da GNR e às restrições orçamentais impostas por parte do Estado. O outsourcing caracteriza-se como sendo a contratação, com organismos externos à instituição, de uma função ou serviço. Teoricamente, apresenta várias vantagens, tais como: a libertação de recursos das actividades contratadas, possibilitando a concentração de recursos na sua actividade principal, redução dos custos, etc. O principal objectivo deste trabalho é identificar as vantagens e os inconvenientes da adopção, pela GNR, do outsourcing para a manutenção da frota automóvel. O outsourcing na manutenção das viaturas da GNR tem vindo a aumentar ao longo dos tempos. Actualmente...

O papel da GNR nas Comissões de Proteção de Crianças e Jovens

Alves, António
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.91%
A presente Relatório Científico Final do Trabalho de Investigação Aplicada subordina-se ao tema “O papel da GNR nas Comissões de Proteção de Crianças e Jovens”. As Comissões de Proteção de Crianças e Jovens têm como função última a prossecução da promoção e proteção dos direitos das crianças, e concorre m com várias entidades para prosseguir esse fim no Sistema de Proteção de Crianças e Jovens. Uma dessas entidades é precisamente a GNR, e que estabelece uma relação direta com as CPCJ aos 3 níveis de intervenção preconizados no Sistema de Proteção de Crianças e Jovens Assim o ponto de partida para iniciar esta investigação vai operacionalizado na seguinte pergunta de partida: Qual o papel da GNR nas Comissões de Proteção de crianças e Jovens? Assim, como objetivos para a presente investigação, definiram-se: Saber como está representada a GNR nas CPCJ; Saber se os militares, nomeadamente os patrulheiros no desempenho da atividade operacional, sinalizam corretamente situações em que a criança e jovem est á em perigo O que veio mudar a nova NEP 3.60 (que regula a relação da GNR com as CPCJ). Saber se a GNR cumpre a sua dupla função de prevenção e proteção. Os dados...

Hipoterapia na GNR: uma forma de proximidade ao cidadão

Afonso, Nuno
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.82%
“Hipoterapia Na GNR: uma forma de proximidade ao cidadão” é um trabalho que mostra o lado solidário e humano numa força de segurança. A GNR, uma força de segurança centenária, única no país dotada de solípedes na sua orgânica, rentabiliza este meio não só no cumprimento da sua missão geral, mas também no apoio a pessoas portadoras de necessidades especiais. Com este Trabalho de Investigação Aplicada pretendeu-se analisar de que forma é materializada a Hipoterapia e se é ou não uma mais-valia para a GNR. Reunimos a opinião de ambas as partes intervenientes na Hipoterapia, nomeadamente dos militares da Guarda que a materializaram, sob a forma de entrevistas, e das Instituições que dela beneficiam, sob a forma de questionários. Durante a investigação, deparámo-nos com militares extraordinariamente motivados e empenhados que de forma voluntária e altruísta vão muito para além do que lhes é exigido, ao disponibilizarem parte do seu tempo para apoiar estas pessoas portadoras de necessidades especiais, com que desenvolvem um relacionamento que transcende a relação professor-aluno. Por outro lado, as Instituições reconhecem o contributo abnegado da Guarda...

A Formação Contínua na GNR com recurso às novas tecnologias (E-learning)

Augusto, Tiago
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/03/2009 POR
Relevância na Pesquisa
27.88%
A qualidade dos serviços prestados pela GNR depende muito da qualidade da formação ministrada aos seus militares. Num período de grande desenvolvimento das tecnologias e do conhecimento humano, surgem novos paradigmas na área da formação. A formação com recurso ao e-learning é um novo paradigma e uma realidade recente na GNR que poderá ser explorada de modo a rentabilizar a formação contínua dos seus militares. Este estudo incide na importância da formação contínua na GNR com recurso às novas tecnologias (e-learning). Tem como principais objectivos analisar de que forma a recente reestruturação da GNR pode melhorar a formação contínua, assim como verificar se a GNR está preparada para a utilizar as novas tecnologias na formação contínua e se constitui ou não uma mais valia. Este trabalho divide-se em duas partes fundamentais. Na primeira parte efectua-se o enquadramento teórico em que se aborda a formação nas organizações, e o e-learning e a formação contínua na GNR. A segunda parte reporta-se ao trabalho de campo, à análise e discussão dos resultados obtidos durante o trabalho de campo desenvolvido e às conclusões e recomendações. A metodologia da parte teórica baseia-se na análise documental existente. Na parte prática...

A Estratégia de Segurança Interna da União Europeia; O Contributo da GNR

Quadrado, António
Fonte: IESM Publicador: IESM
Tipo: Outros
Publicado em //2015 POR
Relevância na Pesquisa
37.57%
O tema do trabalho que desenvolvemos é “A Estratégia de Segurança Interna da União Europeia (ESIUE): o contributo da GNR”. Iniciamos este trabalho com um levantamento do estado da arte nas questões abordadas, efetuando uma revisão da literatura por forma a ficarmos habilitados com ferramentas que nos permitissem fundamentar todas as exposições ao longo do trabalho. Numa segunda fase, realizámos entrevistas tendo por base os critérios de experiência, conhecimento, função e responsabilidade dos entrevistados. Como principais conclusões deste trabalho, retiramos que a ESIUE é a tentativa de materialização de um espaço de liberdade, segurança e justiça sendo que é intenção da UE, tornar cada vez mais seguro o espaço que faz parte da União, fazendo uma interligação cada vez maior entre segurança interna e externa. A GNR poderá contribuir para esta Estratégia com as suas variadíssimas valências, afirmando-se assim a nível nacional e Europeu, como um parceiro a ter em conta. Abstract: The theme of the work is "the Internal security strategy of the European Union: the contribution of GNR". We began this work with a survey of the State of the art in the issues addressed, effecting a literature review in order to be enabled with tools that allowed us to substantiate all exposures throughout the work...

Fundamentos para a participação da GNR no combate de primeira intervenção em incêndios florestais: vocação, contradição ou substituição

Gonçalves, Paulo
Fonte: IESM Publicador: IESM
Tipo: Outros
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.75%
O presente trabalho de investigação individual é subordinado ao tema “Fundamentos para a participação da GNR no combate de primeira intervenção em incêndios florestais: vocação, contradição ou substituição”. Os incêndios florestais fazem parte da dinâmica do nosso planeta. Em Portugal, os incêndios florestais constituem-se como uma das catástrofes naturais mais graves, face à sua frequência, dimensão e efeitos que produzem. Em 2003, os incêndios consumiram mais de 400 mil hectares e ceifaram a vida de 20 pessoas. Tal drama, leva a uma maior consciencialização do país para o problema, pelo que foram introduzidas várias reformas no sistema. Em 2006, é criado no seio da GNR, o Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS), ao qual lhe foi atribuída a missão de combate de primeira intervenção. A participação na Guarda no combate de primeira intervenção tem gerado alguma polémica pelo que, constitui-se como o objetivo do nosso trabalho a identificação dos principais fundamentos para a participação da GNR no combate primeira intervenção em incêndios florestais. Utilizámos a metodologia de investigação do Instituto de Estudos Superiores Militares e do Manual de Investigação em Ciências Sociais do Raymond Quivy (1998)...

O Planeamento Estratégico na GNR

Capelo, José
Fonte: IESM.CRC Publicador: IESM.CRC
Tipo: Outros
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.72%
A introdução de um processo multidimensional para a medição da performance dos serviços é consequência das reformas associadas à New Public Management. As boas práticas de gestão pública valorizam a importância dos instrumentos de suporte à tomada decisão, porque estes contribuem para orientar as estratégias da organização, proporcionando uma visão integral e o acompanhamento da sua performance, contribuindo para aumentar os índices de eficiência, eficácia e qualidade do serviço público. A Guarda Nacional Republicana (GNR) enquanto parte integrante da Administração Central do Estado, deve ambicionar inovar e adotar medidas que assentam na eficiência, na qualidade e nos serviços orientados para o cidadão, numa resposta à crescente preocupação com a responsabilidade e qualidade dos serviços públicos. Na nossa investigação, procurámos analisar o modelo de planeamento estratégico da GNR, com o intuito de desenvolver metodologias de gestão estratégica e de avaliação para ampliar a visão dos sistemas de controlo, com o objetivo de alcançar uma visão integral da instituição. Da nossa investigação resultou que o Balanced Scorecard é uma das metodologias mais utilizadas pelas grandes empresas no controlo e avaliação do seu desempenho. Inicialmente criado como uma metodologia exclusiva do setor privado...

A Gestão de Carreiras na GNR

Ludovino, António
Fonte: IESM Publicador: IESM
Tipo: Outros
Publicado em //2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.8%
Elaborado no contexto do Curso de Estado-Maior Conjunto 2012/2013, o presente trabalho de investigação versa sobre o tema “A Gestão de Carreiras na GNR”, temática integrada na abrangente área de estudo da gestão de recursos humanos. Em sintonia com as orientações que complementavam a designação do tema, estabelecemos como objetivo geral do nosso trabalho, identificar que contributos podem dar os instrumentos de gestão de carreiras adotados pela Guarda Nacional Republicana (GNR) para a satisfação das expetativas de carreira dos seus militares. No recorrente e cada vez mais intenso esforço de racionalização de recursos, acresce a importância de um estudo desta tipologia, já que o ser humano é sem dúvida o recurso mais importante para qualquer entidade empregadora, bem como o mais dispendioso. Em termos metodológicos, na fase exploratória, iniciámos uma exaustiva pesquisa bibliográfica e documental, que complementámos com a realização de uma entrevista exploratória a uma testemunha privilegiada1, com o intuito de construirmos a problemática e o modelo de análise. Adotámos o método hipotético-dedutivo, preconizado por Raymond Quivy (2008, p. 139). Numa fase inicial procurámos construir um quadro concetual que definisse os princípios e conceitos que foram depois abordados ao longo do trabalho...

As Forças de Segurança nas Operações de Gestão de Crises; Lições Aprendidas

Silvério, Paulo
Fonte: IESM Publicador: IESM
Tipo: Outros
Publicado em //2012 POR
Relevância na Pesquisa
27.9%
O trabalho centra-se no domínio da participação das Forças de Segurança, em concreto a Guarda Nacional Republicana (GNR) nas operações de gestão de crise e lições aprendidas. É nosso escopo responder à vexata quaestio: De que forma contribuiu a GNR para a consecução dos objetivos da política externa portuguesa, através da sua participação em missões de gestão de crise, com Forças constituídas, no período de 2000 a 2011? O modelo de análise aplicado foi o método hipotético-dedutivo, sendo que foram realizadas entrevistas a ex-Ministros, a Generais que serviram na GNR e a Oficiais comandantes de contingente, para através da análise de conteúdos, reunirmos informação relevante sobre o assunto, do nível politico ao nível tático. Cientes que a intervenção internacional do Estado português em situações de fragilidade nos países parceiros se insere no âmbito da política externa e que a segurança é uma atividade multidimensional, relevamos o empenhamento operacional da GNR, em missões internacionais como uma necessidade e uma linha de ação estratégia na senda das orientações da estratégia nacional de segurança e desenvolvimento. Recitamos como resultados principais que no período de 2000 a 2011...

A Cooperação Técnico Policial entre Portugal e Moçambique: O Papel da GNR na Formação da Polícia da República de Moçambique

Fijamo, Adérito
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.84%
O presente Relatório Científico Final do Trabalho de Investigação Aplicada, com o título de “A Cooperação Técnico Policial entre Portugal e Moçambique: O Papel da GNR na Formação Polícia da República de Moçambique”, constitui um requisito parcial para a obtenção do grau de mestre em Ciências Militares na Especialidade de Segurança e tem como objetivo identificar o contributo da GNR para a formação dos Quadros da Polícia da República de Moçambique à luz dos Programas de Cooperação Técnico-Policial entre Portugal e Moçambique, no período compreendido entre os anos de 2005 a 2013. O Trabalho encontra-se dividido em duas partes, uma teórica e a outra prática, conforme a norma de elaboração dos Trabalhos de Investigação Aplicada da Academia Militar. Na Parte Teórica, iniciamos o trabalho com o enquadramento do tema e a justificação da sua escolha; de seguida colocamos as questões que norteiam esta investigação e as respetivas hipóteses de respostas às mesmas. Depois, fazemos o enquadramento teórico sobre a Cooperação Portuguesa em Moçambique, onde analisamos os acordos em matéria de segurança assinados entre os dois Estados...

Emprego da GNR em missões no âmbito da Defesa Nacional

Gonçalves, Marco
Fonte: IESM.CRC Publicador: IESM.CRC
Tipo: Outros
Publicado em //2014 POR
Relevância na Pesquisa
37.8%
O ambiente de segurança associado ao atual Contexto Internacional (CI) é hoje caracterizado pela emergência de novas ameaças e novas formas de conflito, que influenciam fortemente o Ambiente Operacional (AO) e impuseram alterações relevantes no domínio da Segurança e Defesa (S&D). A nossa investigação visa, por isso, a análise do quadro das missões de natureza militar da Guarda Nacional Republicana (GNR) face ao atual AO, tendo como principal propósito aferir da sua conformidade e adequabilidade e, numa perspetiva atualista e prospetiva, contribuir para um melhor esclarecimento de possíveis áreas de emprego para a GNR no âmbito da Defesa Nacional (DN). Quanto ao percurso metodológico, seguimos a abordagem sugerida por Quivy & Campenhoudt (2008), tendo o modelo de análise sido construído com base no método hipotético-dedutivo. A metodologia, por sua vez, enfatiza a pesquisa bibliográfica e documental sobre o tema. Elemento fundamental para o desenvolvimento da investigação foram as entrevistas realizadas a personalidades de reconhecida competência profissional e académica nas temáticas abordadas. Para podermos concluir sobre a conformidade e o alinhamento do quadro das missões de natureza militar da GNR face ao atual AO...

A Aplicabilidade do Policiamento Orientado pelas Informações na GNR

Martins, David
Fonte: Academia Militar. Direção de Ensino Publicador: Academia Militar. Direção de Ensino
Tipo: Outros
Publicado em 01/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
27.87%
O presente relatório, intitulado “A aplicabilidade do Policiamento Orientado pelas Informações na GNR”, é um estudo que tem como finalidade avaliar a aplicabilidade do modelo no seio da GNR e identificar possíveis mais-valias do modelo. A presente investigação iniciou-se com um enquadramento teórico, seguido de uma pesquisa bibliográfica, onde se elencaram conceitos fundamentais que servem de base de enquadramento do tema em análise. O trabalho de campo teve por base a aplicação de inquéritos por questionário. A GNR, face aos novos modos de atuação dos criminosos, deverá reformular o seu modo de fazer polícia. As características e modo de funcionamento do Policiamento Orientado pelas Informações assente na proatividade e precisão, constitui-se como uma evolução natural aos programas e modelos já desenvolvidos. Com este trabalho conclui-se que a GNR apresenta potencialidades de aplicabilidade do modelo. As estruturas orgânicas já existentes, como é o caso da Secção de Operações Informações Treino e Relações Públicas e Secção de Investigação Criminal, contribuem para o desenvolvimento do mesmo, uma vez que, desempenham funções primordiais do Policiamento Orientado pelas Informações. Estas funções possibilitam a realização de uma melhor e racional alocação de recursos...