Página 1 dos resultados de 460 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

O ensino da literatura e a problemática dos géneros literários

Laranjeira, Maria Cristina de Almeida Mello
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
66.87%
O estudo da problemática dos géneros literários e das suas relações com o ensino da literatura constitui o objecto da dissertação. Uma revisão da questão dos géneros na teoria da literatura contemporânea, na tradição clássica e no Romantismo ocupa a primeira parte do trabalho - Géneros literários e estudos literários -, onde se aborda também a leitura literária em contexto escolar. Na segunda parte - Configuração e recepção dos géneros - procura-se, em primeiro lugar, evidenciar o modo como as obras do corpus literário da dissertação (Frei Luís de Sousa, de Almeida Garrett, Os Maias, de Eça de Queirós e Orfeu Rebelde, de Miguel Torga) representam categorias dos géneros literários. Segue-se um estudo de casos baseado na leitura destas obras: São apresentados os resultados de uma análise de testes de avaliação (o corpus didáctico) realizados por um grupo de alunos do Ensino Secundário. Iniciámos a terceira parte - Para uma teoria do ensino da literatura - contextualizando a situação teórica e institucional da didáctica da literatura, seguindo-se uma demonstração dos modos de articulação entre paradigmas literários e didácticos. Tem lugar, ainda, uma análise dos problemas de transferência de saberes teóricos com base na observação de práticas pedagógicas. Recentes subsídios no campo das metodologias de leitura permitem esboçar um quadro conceptual de integração de saberes no ensino da literatura...

Minissérie Grande Sertão: Veredas: gêneros e temas. Construindo um sentido identitário de Nação; Minissérie Grande Sertão: Veredas: gêneros e temas. Construindo um sentido identitário de Nação

Mungioli, Maria Cristina Palma
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.41%
O presente trabalho teve como objetivo central compreender um sentido identitário de nação construído pela Minissérie Grande Sertão: Veredas por meio de gêneros e temas. O referencial teórico e procedimentos adotados possibilitaram compreender a articulação entre gêneros literários, gêneros do discurso, gêneros televisuais e acabamento temático numa perspectiva de construção histórica de um sentido de nação socialmente determinado. Essa abordagem abriu-nos caminho para discutir questões referentes aos diversos enfoques teóricos sobre a problemática dos gêneros no campo da Comunicação. Analisamos os discursos dos principais artífices da minissérie, os discursos da imprensa sobre a minissérie e os elementos constitutivos da minissérie com base em uma perspectiva dialógica em que a dimensão de significação das relações humanas é permeada pela ideologia do enunciado. O estudo da minissérie Grande Sertão: Veredas revelou que a escolha temática e o tratamento estético estão sujeitos às injunções sociais, que, em certa medida, privilegiam a abordagem de um ou de outro tema. Como resultado dessas discussões, identificamos características do gênero minissérie permeadas por um acabamento temático até certo ponto inovador demonstrado pelo tratamento estético diferenciado de alguns elementos narrativos...

Orfeu emparedado: Hilda Hilst e a perversão dos gêneros; Orfeu emparedado: Hilda Hilst and perversion of the genres

Santos, Marcos Lemos Ferreira dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.51%
A partir de uma perspectiva que valoriza a teoria dos gêneros literários, o presente trabalho busca verificar como se processam, na obra da escritora brasileira Hilda Hilst, as relações entre lírica, teatro e prosa narrativa. Seu principal parâmetro teórico é o trabalho de Peter Szondi: Teoria do drama moderno, livro em que o crítico alemão aborda a mistura de gêneros literários como tentativas de superar, na criação estética, problemas objetivos relacionados à situação histórica de determinada forma literária. No caso de Hilda Hilst, serão analisadas como as incursões da autora no teatro e na prosa narrativa funcionam como resposta problemática à recepção de uma lírica inicialmente balizada pelos ideais poéticos da Geração de 45. Demonstro, assim, como as tentativas da autora em outras modalidades discursivas produzirão alterações formais significativas em sua obra, a partir da contaminação estrutural de um gênero para o outro.; Taking into consideration a perspective that privileges the Theory of literary forms, this study aims at verifying the way it works, in the production of the Brazilian writer Hilda Hilst, the relations among lyrics, theater and narrative prose. The theoretical parameter is the works Theory of Modern Drama...

Hibridismo, solvência e fratura: gêneros literários, identidades cambiantes e narrador fraturado em Mongólia, de Bernardo Carvalho

Gomes Júnior, Marcílio
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 104 f.
POR
Relevância na Pesquisa
66.73%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; Neste estudo pretendemos refletir sobre hibridismo de gêneros literários; solvência e descentralização do sujeito; e fratura do narrador. O livro a partir do qual serão desenvolvidas tais reflexões intitula-se Mongólia (2003), do jornalista e escritor Bernardo Carvalho, e apresenta constituição estético-temática que permite e inspira as reflexões referidas, bem como suscita investigações sobre procedimentos freqüentemente associados à cultura pósmoderna como, por exemplo, identidades cambiantes e o afastamento em relação aos impulsos totalizadores que caracterizam a modernidade. Através de fundamentação teórica contemporânea, auferida sobretudo em Bauman, Lévi-Strauss, Abdala Junior, Derrida, Jítrik, Bakhtin, Lasch, Lipovetsky, Debord, Maffesoli, Said, Bhabha, Hutcheon, daremos relevância à mobilidade entre os gêneros literários e, conseqüentemente, às formas de representação do real. Daremos destaque também à solvência do sujeito contemporâneo, ao narcisismo e às questões ligadas às identidades cambiantes daí derivadas. Na convergência de nossos estudos, refletiremos sobre a constituição do narrador a partir da idéia de fratura...

A enunciação poética nos contos de Marina Colasanti

Medeiros, Nilda Maria
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 204 f.
POR
Relevância na Pesquisa
46.47%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Estudos Literários - FCLAR; A presente dissertação fará a análise dos contos de fadas de Marina Colasanti, “A primeira só” e “Além do Bastidor” do livro Uma Idéia Toda Azul (2006), “A moça tecelã” e “A mulher ramada” do livro Doze Reis e a Moça no Labirinto do Vento (2000), “Entre a espada e a rosa” que está no livro de mesmo nome (1992), a fim de explicitar as estratégias de linguagem do universo literário da autora. A partir do corpus percebe-se que o discurso, nas narrativas da autora, realiza um diálogo com outros discursos oriundos da memória cultural, das narrativas clássicas e dos contos populares tradicionais. As vozes na narrativa da autora, ora marcam encontros ora marcam confrontos discursivos, inscrevendo o caráter saudosista e ao mesmo tempo subversivo a partir do enunciado e da enunciação.Tal estratégia enunciativa desvela o aspecto político que se vela no seu contar poético. Considerando tais aspectos, esta pesquisa tem como objetivo o estudo da enunciação interdiscursiva a fim de evidenciar como o discurso poético de Marina Colasanti se desvela num discurso político que abriga a ambigüidade dos gêneros literários e humanos. Para isso...

O discurso sobre a produção textual de gêneros literários

Mendonça, Marina Célia
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.62%
This paper aims to discuss teaching of literary genres writing. It presents reflections on studies of teaching of writing and on official documents that define pedagogical practices of text production. It presents, finally, a discourse analysis of the production of literary genres in Revista Língua Portuguesa, showing how is the media coverage of the teaching of writing in this vehicle. The research is based on Bakhtin studies of discourse.; Este artigo tem por objetivo discutir práticas pedagógicas de produção de gêneros literários. Para tanto, apresenta reflexão sobre estudos acerca da produção textual escolar e sobre documentos oficiais que definem práticas pedagógicas de produção textual. Apresenta, por fim, uma análise do discurso sobre a produção de gêneros literários na Revista Língua Portuguesa, mostrando como se dá a midiatização do ensino da redação nesse veículo. A pesquisa tem por base teórica os estudos bakhtinianos do discurso.

A literatura no ensino médio : os gêneros poéticos em travessia no Brasil e na França; Les genres poétiques : un parallèle entre le Brésil et la France

Cynthia Agra de Brito Neves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2014 PT
Relevância na Pesquisa
56.7%
Esta tese, inserida na área da Linguística Aplicada, em especial, em Linguagens e Educação Linguística, procura discutir historicamente o ser ou não ser gêneros literários e poéticos como gêneros discursivos/textuais, traçando uma discussão teórica com Bakhtin (1990, 2003), Bosi (2000), Combe (1992), Eagleton (1997, 2012), Genette et al (1986), Macé (2004), Marchuschi (2008), Nancy (2004), Schaeffer (1989), Siscar (2010), Soares (2001) e Tezza (2006). Em seguida, a pesquisa assume a perspectiva de uma LA transdisciplinar de acordo com Cavalcanti (1998), Celani (1998), Fabrício (2006), Kleiman (1998), Rajagopalan (2006), Rojo (2006) e Signorini (1998), bem como indisciplinar (Moita Lopes, 1998, 2006) e transgressiva (Pennycook, 2006), com o objetivo de buscar raízes e vínculos transversais com a França, heranças e influências da pedagogia francesa na formação do nosso ensino secundário, sobretudo no século XIX, quando o Colégio Pedro II, a escola modelo, era referência nacional e importava seu currículo dos lycées franceses (Razzini, 2000). Além do Colégio Imperial, fazem parte desse legado também as Congregações Maristas, os Liceus e a Escola Normal. A partir de então, a tese investiga o ensino de Literatura na contemporaneidade...

Gêneros poéticos na comédia de Plauto : traços de uma poética plautina imanente; Poetic genres in the comedy of Plautus : traces of a Plautine immanent poetics

Lilian Nunes da Costa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.4%
A obra do comediógrafo romano Tito Mácio Plauto (c. 254 - 184 a.C.) é marcada pela presença dos gêneros trágico, épico e mesmo lírico em determinadas passagens, que têm sido identificadas por diversos critérios, como menção, alusão e associação por paralelos formais. Estudos teóricos sobre "mescla" ou "cruzamento de gêneros" vêm se desenvolvendo ao menos desde a proposição do conceito de "Kreuzung der Gattungen" por W. Kroll (Studien zum Verständnis der römischen Literatur, 1924). No entanto, estudiosos como A. Barchiesi ("The crossing", 2001) passam a questionar premissas do trabalho do filólogo alemão, que tomava a "miscigenação" como "decadência" da cultura literária helenística e romana. Em nossa pesquisa sobre as mesclas genéricas na comédia plautina, também nos afastamos da perspectiva de W. Kroll e não propomos, como ponto de partida, que as peças que abrigam outros gêneros resultem necessariamente em híbridos. Na verdade, preferimos uma abordagem como a de S. J. Harrison, que lida com a noção de "generic enrichment" (Generic enrichment in Vergil and Horace, 2007). A sistematização da presença de outros gêneros poéticos no corpus de Plauto selecionado (a peça Cativos, bem como passagens de Báquides...

A fragmentação da identidade em Zama

Caponi, Mauro Enrico
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
46.46%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão, Programa de Pós-Graduação em Literatura, 2015.; Em um primeiro momento este trabalho propõe-se a analisar as leituras que desde âmbitos diversos a crítica literária realizou sobre o romance Zama de Antonio Di Benedetto. Essas leituras indicam a dificuldade de classificar esse romance num gênero literário único na medida em que transita por diversos gêneros, ao mesmo tempo em que permite pôr em questão os limites dessas classificações. Neste projeto pretende-se analisar Zama a partir de dois eixos. O primeiro eixo refere-se ao modo peculiar como aparece a narrativa histórica. Para analisar esta dimensão histórica do relato será necessário fazer uso do conceito de genealogia. Um segundo eixo, não desvinculado do anterior, refere-se à fragmentação identitária de Diego de Zama, neste momento serão analisadas as criticas à ideia de um sujeito com plena consciência de si, e capaz de uma narrativa lineal de sua história. Perante esse mito de um sujeito de plena consciência é necessário pensar o sujeito, neste caso a Diego de Zama como perpassado por uma diversidade de discursos, saberes, e relações de poder.
; Resumen : En un primer momento este trabajo se propone analizar las lecturas que desde diversos ámbitos la crítica literaria realizó sobre la novela Zama de Antonio Di Benedetto. Estas lecturas indican la dificultad de clasificar esa novela en un solo género en la medida en que transita por varios géneros literarios...

El comentario de textos literarios

Cifo González, Manuel
Fonte: Universidade de Múrcia Publicador: Universidade de Múrcia
Tipo: Anotação Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
46.54%
En el tema se explica el proceso de comentario de distintos textos literarios, así como la retórica y los géneros literarios; Es una herramienta fundamental para el análisis y comentario de textos literarios

De la parodia como intergénero

García Rodriguez, María José
Fonte: Murcia: Universidad de Murcia, Editum Publicador: Murcia: Universidad de Murcia, Editum
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
46.46%
El presente trabajo se encuentra enmarcado en el campo de la teoría y análisis de los géneros literarios. Debido al papel protagonista que ha adquirido en la literatura reciente, el estudio que se desarrolla a continuación tiene como objeto el análisis de la parodia. Tanto en Teoría de la Literatura como en el plano de la producción artística, la parodia ha captado el interés de numerosos críticos y autores. Este trabajo se ocupará de la dimensión teórica. Para ello, analizaremos las características que han definido a la parodia a lo largo de la teoría literaria, teniendo en cuenta su etimología, comicidad, doble dialéctica y el lector. Además, se reflexiona sobre los límites de este intergénero y sus diferencias respecto a géneros próximos a él. Finalmente, se presentará la parodia en sus tres estadios, premoderno, moderno y posmoderno, a partir de los cuales se advertirá cómo la parodia puede ser vista desde dos perspectivas distintas: la dualidad y la fusión de textos. En cuanto a la metodología, se ha llevado a cabo a una revisión bibliográfica de las fuentes principales sobre la parodia, incluyendo algunos conocimientos apoyados en la lectura de obras. El objetivo que se persigue con este trabajo es presentar cuáles son las características atribuidas a la parodia a lo largo de la teoría del género. Y es que...

Tendencias de la enseñanza de la lectura y la escritura en la educación básica en el marco de una didáctica de la literatura en Colombia durante los últimos diez años

Zulma Martínez Preciado; Universidad Autónoma de Colombia
; Ángela Rocío Murillo; Universidad Autónoma de Colombia
Fonte: Congreso Internacional: Lectura y Escritura en la Sociedad Global Publicador: Congreso Internacional: Lectura y Escritura en la Sociedad Global
Tipo: Trabajo revisado (Peer-reviewed);
ES
Relevância na Pesquisa
46.46%
La ponencia es un informe de investigación acerca de las tendencias de la enseñanza de la lectura y la escritura en la educación básica, uno de los componentes esenciales del proyecto de investigación denominado: “Concepciones y tensiones de la didáctica de la literatura en Colombia durante los últimos diez años” correspondiente a la convocatoria No. 16 del SUI (Universidad Autónoma de Colombia).   En dicha investigación, de carácter documental y cualitativo, se recopilan fuentes bibliográficas (libros de investigación, revistas indexadas y memorias de congresos recientes en Colombia) con el fin de determinar tendencias en las concepciones de enseñanza, para a este caso en lo concerniente a lectura y escritura en tanto que son los ejercicios intelectuales donde se recepciona y produce el mundo literario.   De esta forma, la ponencia focaliza en aspectos como: la lectura literatura, el proceso lector en literatura, la relectura como estrategia significativa, la lectura desde un eje temático y el taller de escritura como método didáctico, estableciendo vínculos con los géneros literarios (narrativa, lírica y dramática), con los géneros propios de la cibercultura y con la dimensión estética y lúdica de la literatura.   Todo ello...

Literatura y cine de ciencia ficción. Perspectivas teóricas

Novell Monroy, Noemí
Fonte: Universidade Nacional Autônoma do México Publicador: Universidade Nacional Autônoma do México
Tipo: Tese de Doutorado
ES
Relevância na Pesquisa
46.7%
Tesis de Doctorado en Teoría de la Literatura y Literatura Comparada, Dirigida por: DRA.MERI TORRAS FRANCÉS, Universitat Autònoma de Barcelona, 2008.; Literatura y cine de ciencia ficción. Perspectivas teóricas El propósito de esta tesis es explorar la ciencia ficción en la literatura y el cine. Su hipótesis central se localiza en la posibilidad de estudiar a la ciencia ficción como un género en ambos medios de expresión. Esto requiere, por necesidad, la investigación de la historia de la ciencia ficción en el cine y la literatura, así como el análisis y la confrontación de los siguientes asuntos: las diversas teorías surgidas alrededor del concepto de género; las diferencias entre los géneros literarios y cinematográficos; las diferencias entre la ciencia ficción y otros géneros limítrofes, tales como lo fantástico, lo maravilloso y el realismo; la exploración de los estudios teóricos más importantes dedicados explícita y específicamente a la ciencia ficción; las diversas definiciones de la ciencia ficción; las más relevantes características de este género. Además de la hipótesis central mencionada arriba, que comprende y dirige todo el trabajo, cada capítulo de esta tesis posee su propia hipótesis independiente...

La clasificación de géneros literarios en la Baja Edad Media

Bravo Trivelli, Paulina
Fonte: Universidad de Chile; Programa Cybertesis Publicador: Universidad de Chile; Programa Cybertesis
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
46.47%
La reflexión respecto de los géneros literarios ha sido un problema que ha acompañado a la literatura desde que se comenzó a teorizar acerca de ella. Para nadie es desconocido que dicha discusión no ha tenido aún su punto final y, probablemente, nunca lo tenga. En general, a través de la historia se han tratado de fijar ciertos parámetros para distinguir y clasificar el diverso mundo de las obras literarias. En algunos casos, se han llegado a proponer teorías interesantes y productivas para el ejercicio de los análisis literarios, pero más temprano que tarde, todas ellas muestran alguna característica que devela el reduccionismo, al parecer inevitable, que no pueden dejar de presentar. Tal vez, el hecho de “teorizar” es lo que provoca el choque entre los discursos empíricos y los modelos propuestos por la teoría. Si se parte del supuesto de que no existen los “textos puros”, entonces solo imaginar la posibilidad de establecer un modelo que en la práctica no se agote es iluso. Por otro lado, no hay que desconocer que todo modelo teórico no es más que una aproximación metodológica que sirve de herramienta para acercarse a la realidad, e incluso predecirla. En este sentido, todas las teorías son buenas...

Uma abordagem dos gêneros literários no livro didático de língua portuguesa do ensino fundamental: contribuições para a formação de leitores

Rezin, Daiane Aparecida Boza
Fonte: Universidade do Extremo Sul Catarinense Publicador: Universidade do Extremo Sul Catarinense
Tipo: Monografia de Curso de Pós-graduação Lato Sensu
PT_BR
Relevância na Pesquisa
66.83%
Monografia apresentada à Diretoria de Pós-graduação da Universidade do Extremo Sul Catarinense- UNESC, para a obtenção do título de especialista em Língua e Literatura – com ênfase nos Gêneros do Discurso.; Este trabalho possui como questão norteadora discutir de que maneira os gêneros literários presentes nos livros didáticos da 5ª série do ensino fundamental podem (ou não) contribuir para a formação de leitores. Com isso o que se pleiteia é contribuir de forma positiva no processo de formação de leitores através de análise de dois livros didáticos de língua portuguesa da 5ª série do Ensino Fundamental, enfatizando-se a apresentação dos gêneros literários e suas respectivas atividades. Assim, o foco principal da análise foi a concepção de gêneros literários que está presente nos livros didáticos da 5ª série do Ensino Fundamental e a forma como tal concepção evidencia a formação de bons leitores (ou não) através dos textos e atividades elaboradas. De forma geral pôde-se verificar que os livros didáticos trabalham com um grau mínimo de gêneros do tipo literário, e dessa forma a leitura desses gêneros abordados nos livros analisados não ocorre de maneira eficazmente instigadora...

A TRADUÇÃO INTRALINGUAL E O DITIRAMBO: A QUESTÃO DOS GÊNEROS LITERÁRIOS NA REPÚBLICA DE PLATÃO

Lage, Celina Figueiredo
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da Faculdade de Letras/UFMG Publicador: Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da Faculdade de Letras/UFMG
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 31/12/2002 POR
Relevância na Pesquisa
56.47%
Discorremos sobre um problema de tradução que está no centro da questão da teoria e da historia dos gêneros literários na República de Platão, no passo onde Sócrates exemplifica o que seja a narrativa pura. Pretendemos, desse modo, ressaltar alguns aspectos ligados à teoria literária, a fim de problematizar as classificações e os esquemas apresentados no diálogo.

Trabalhando com gêneros literários: relato de experiência na biblioteca do Colégio da Lagoa - Florianópolis Working with literary sorts: experience report in the school library by the Colégio da Lagoa, in Florianópolis p. 310-321

Machado, Raquel
Fonte: Associação Catarinense de Bibliotecários Publicador: Associação Catarinense de Bibliotecários
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Descritiva Formato: application/pdf
Publicado em 21/11/2007 POR
Relevância na Pesquisa
66.68%
Este artigo relata o trabalho desenvolvido com gêneros literários na biblioteca escolar do Colégio da Lagoa, localizado em Florianópolis. O projeto teve como objetivo reorganizar a coleção de literatura juvenil do colégio a partir dos gêneros literários existentes, bem como servir de incentivo à leitura. Bibliotecário, professores e alunos foram as partes envolvidas no projeto. Apesar de algumas dificuldades encontradas no decorrer das atividades, o projeto foi muito significativo para toda a comunidade escolar, pois despertou o senso crítico dos alunos criando autonomia na hora da escolha do livro de leitura e servindo de instrumento de interação entre usuário e bibliotecário. Abstract: This article tells the work developed with literary kinds in the pertaining to school library of the Colégio da Lagoa, located in Florianópolis. The project had as objective to reorganize the collection of youthful literature of the college from the existing literary kinds, as well as serving of incentive to the reading. Librarian, teachers and students had been the involved parts in the project. Although some difficulties found in elapsing of the activities, the project was very significant for all the pertaining to school community...

La condición del sujeto poético penetra los géneros

Moure,Clelia
Fonte: Cuadernos del CILHA Publicador: Cuadernos del CILHA
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 ES
Relevância na Pesquisa
56.62%
El sujeto poético se configura como un concepto esquivo a la reflexión crítica y teórica, dada su complejidad y su relación ambivalente con la figura del autor. Maurice Blanchot y Michel Foucault han reflexionado sobre esta condición problemática del sujeto de la enunciación literaria en relación con otras cuestiones como la naturaleza del significado poético y la especificidad de los géneros literarios. Siguiendo a los autores mencionados, propongo que el pensamiento del afuera y su correlato discursivo: la escritura del desastre, pueden ser puntos de partida eficaces para volver a pensar las problemáticas relaciones entre escritura y subjetividad, y dispositivos teóricos para poner en cuestión la ya muy débil distinción entre géneros literarios. En esa línea de pensamiento propongo la serie poesía/ cartas/ diarios/ ensayo/ crónica como términos o singularidades que participan de la misma condición; "el movimiento del cual proviene la obra" es el punto problemático. Dicho movimiento no es un interior ni un contenido de la obra sino su afuera, lo exterior que la determina y la atraviesa.

Los géneros literarios en el primer cristianismo

Alesso,Marta
Fonte: Circe de clásicos y modernos Publicador: Circe de clásicos y modernos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 ES
Relevância na Pesquisa
66.62%
La hipótesis de trabajo de este artículo es que los géneros literarios (apologético, epistolar, protréptico, biográfico, apocaliptico, pastoril, etc.) fueron el instrumento necesario para el trasvase de una corriente conceptual y ética desde la Antigüedad clásica hacia el cristianismo de los Padres de la Iglesia. Los géneros fueron indudables portadores de significación que interesaron a la evolución de parámetros político culturales que intervinieron en la construcción del edificio ideológico de la teología cristiana.

El Malestar de la Escritura: Notas sobre Tununa Mercado

Saraceni,Gina Alessandra
Fonte: Universidad Central de Venezuela. Facultad de Humanidades Publicador: Universidad Central de Venezuela. Facultad de Humanidades
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 ES
Relevância na Pesquisa
46.46%
Una reflexión sobre la literatura latinoamericana de fin de siglo tiene que tomar en cuenta la aparición de ficciones que cuestionan la estabilidad y rigidez de los géneros literarios. La obra de la escritora argentina Tununa Mercado constituye una muestra de esta tendencia a problematizar la “tiranía del género” y mostrar la relación existente entre poder y sentido. La escritura aquí es un estado de espera, la espera del sentido que surge del acto mismo de la escritura como proceso-en-proceso que se va construyendo a través de la confluencia de los restos del pasado con las contigencias del presente que, en su conjunción, revelan sentidos imprevistos. De aquí que la obra de Mercado en su desplazamiento por géneros discursivos distintos -ficción autobiográfica, ensayo, memoria, diario- ponga en escena simultáneamente una poética de la (re)escritura y de la memoria que es también la historia de las múltiples versiones de la experiencia del sujeto de la narración.