Página 1 dos resultados de 105 itens digitais encontrados em 0.004 segundos

Gêneros do discurso e memória: o dialogismo intergenérico no discurso publicitário; Genres of discourse and memory: intergeneric dialogism in advertising discourse

Chaves, Aline Saddi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
36.52%
Esta pesquisa tem por objeto de estudo peças publicitárias parcial ou totalmente textualizadas e enunciadas sob a forma e/ou função prototípicas de gêneros discursivos alheios à publicidade, como telegrama, cartão de votos, artigos jornalísticos, capas de revista/jornal, entre outros. A partir da observação empírica desse tipo de publicidade, intimamente relacionado às tendências pós-modernas e à multiplicação dos suportes na era da internet, levanta-se a hipótese de que, para além da visada lúdica ou da tentativa de camuflar a finalidade pragmática inerente a essa prática, o empréstimo de regimes genéricos não coincidentes está relacionado ao fraco regime de genericidade do discurso publicitário e, por extensão, ao status desse discurso na sociedade. Com efeito, ainda que institucionalizada enquanto prática profissional, a publicidade revela uma instabilidade constitutiva no tocante a seus dispositivos de fala, o que se explica pela necessidade de (se) (re)(i)novar constantemente para seduzir e captar o público consumidor. Mas, para além dessa função reconhecida e legitimadora, a publicidade ocupa, na cultura de massa, uma função antropológica, constituindo um verdadeiro elo entre o homem, a cultura e o passado. Nas publicidades analisadas...

Diálogos entre a fala e a escrita na produção de perfis jornalísticos em ambientes educacionais; Dialogues between speech and writing in the elaboration of journalistic profiles in educational environments

Mariano, Agnes Francine de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/08/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.69%
Este trabalho investiga modos de dialogia que ocorrem na passagem da fala para a escrita, durante a produção de perfis jornalísticos em ambiente educacionais. O objetivo foi identificar diferentes soluções exploradas por estudantes, a relação que estas possuem com o grau de letramento e, assim, encontrar formas de facilitar o desenvolvimento da escrita. Os dados foram coletados em duas oficinas de produção de perfis, ministradas pela autora/pesquisadora para estudantes de Comunicação de São Paulo com diferentes letramentos. O material referente a cada participante da pesquisa é composto por duas entrevistas gravadas com perfilados, dois perfis escritos e, como material suplementar, dados sobre os seus hábitos de leitura e escrita. Assumindo uma perspectiva da linguagem e da aprendizagem como indissociáveis da experiência social (Bakhtin e Vygotsky), a pesquisa parte da ideia de que o gênero jornalístico perfil, quando tornado objeto de ensino, pode contribuir em processos de desenvolvimento da escrita. Isto porque envolve interação face a face (por meio da entrevista), retextualização (passagem do oral para o escrito), além de conteúdo e estrutura composicional familiar a outros gêneros que lidam com a representação de experiências vividas. O aspecto central observado nesse corpus foi a organização tópica...

A reportagem-poema em Guilherme de Almeida: um estudo da série Cosmópolis

Santos, Michelle Moreira Braz
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 127 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
36.3%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Comunicação - FAAC; This research performs and analytical-interpretative study of the series of reports Cosmópolis, the poet Guilherme de Almeida, published in the newspaper O Estado de S. Paulo during the period from March 1929. Aware of the increasing immigration flow and urbanization, Guilherme de Almeida invites us to a narrative-poetic look at eight foreign quarters in São Paulo. This corpus also encourages us to questions about hybridity located both in transgression of the boundaries between prose and poetry and in breaking boundaries between journalism and literature. Thus, to study the series of reports Cosmópolis appealed mainly to the journalism theories focused on the issue of jourlaistic genres, as well as the works of literacy criticism and poetic analysis. In addition, we seek to fabricate an immigrant perception of analysis in this peculiar record of the current São Paulo immigration in the 20s; A presente pesquisa realiza um estudo analítico-interpretativo da série de reportagens Cosmópolis, do poeta Guilherme de Almeida, publicada no jornal O Estado de S. Paulo durante o período de março a maio de 1929. Atento ao crescente fluxo imigratório e a urbanização...

Abordagem da menopausa em textos jornalisticos veiculados em revistas de atualidades

Isabel Cristina Gardenal de Arruda Amaral
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/01/2005 PT
Relevância na Pesquisa
36.52%
INTRODUÇÃO: Os textos jornalísticos que abordam temas científicos veiculados por revistas de atualidades em geral representam fontes de informação e de esclarecimento à população. OBJETIVO: Avaliar a abordagem sobre a menopausa nos textos que se referirem exclusivamente a ela e comparar a sua quantidade em relação aos textos sobre saúde da mulher e saúde em geral, nas revistas Veja, Claudia e Metrópole. MÉTODO: O desenho do estudo foi descritivo. Foram selecionados textos de junho de 2002 a maio de 2003, coletados semanalmente e transferidos para fichas. Dada a natureza do estudo, a análise foi realizada em quatro etapas. Na primeira, quantificaram-se os textos sobre menopausa nas revistas em relação aos textos que envolveram a saúde da mulher e a saúde em geral. Na segunda, foram classificados segundo os gêneros jornalísticos informativo (nota, notícia, reportagem e entrevista) e opinativo (coluna, comentário, editorial, artigo, carta e caricatura). Na terceira etapa, realizou-se uma análise temática dos textos sobre menopausa, quando foram transcritos literalmente e inseridos no programa The Ethnograph v 5.0. Os textos foram reformatados e, cada linha, numerada. A análise das transcrições baseou-se na leitura dos textos em busca de temas significativos e identificação das unidades de significado...

A agonia da reportagem : das grandes aventuras da imprensa brasileira à crise do mais fascinante dos gêneros jornalísticos : uma análise das matérias vencedoras do Prêmio Esso de Jornalismo

Magno, Ana Beatriz
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
46.78%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Comunicação, 2006.; O objetivo deste trabalho é responder à pergunta que mais me inquieta como profissional e que me empurrou de volta para a universidade: por que as reportagens brasileiras estão como estão ? Estão distante de suas raízes. Estão indigestas, pasteurizadas, declaratórias, agarradas ao discurso da objetividade, obcecadas pela cobertura do poder e fechadas entre os palácios de três cidades, Brasília, São Paulo e Rio. Significa que a grande imprensa brasileira está esquecendo o mais nobre dos gêneros jornalísticos, o único que combina densidade narrativa com capacidade reflexiva e valor documental. Significa também que os jornalistas já não vivem de contar histórias e leitores de lê-las. Divido a dissertação em três partes. Na primeira discuto e diferencio os conceitos de notícia e reportagem. Na segunda, apresento um pouco da história da reportagem no Brasil e no mundo. Na terceira, mergulho na fase empírica da pesquisa, onde, através da metodologia de análise de conteúdo, examino as matérias vencedoras do Prêmio Esso de Jornalismo, desde sua criação em 1956 até 2005. É a premiação mais respeitada da imprensa brasileira...

Redefinindo os gêneros jornalísticos: proposta de novos critérios de classificação

Seixas, Lia
Fonte: Covilhã: LabCom Books, 2009 Publicador: Covilhã: LabCom Books, 2009
Tipo: Livro
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.74%
Aprender a fazer jornalismo é aprender a produzir gêneros jornalísticos. O conhecimento mais profundo dos elementos que constituem os tipos mais frequentes de composições discursivas da atividade jornalística pode implicar em maior conhecimento sobre a própria prática. Isso significa conhecimento sobre as competências empregadas para a realização da atividade, desde a produção à publicação do produto. Com as novas mídias, surgem novos formatos, se hibridizam, se embaralham os gêneros. A noção de gênero entra, mais uma vez, em cheque. Por isso mesmo passa a ser vista com mais atenção. Alguns gêneros podem acabar, outros podem aparecer. Alguns se transformam, outros se mantêm. Com as novas mídias, as práticas discursivas passam a experimentar e produzir novos formatos, que podem se instituir ou não em novos gêneros.

Jornalismo, gêneros e diversidade cultural nas revistas brasileiras

Rêgo,Ana Regina; Moura,Ranielle Leal
Fonte: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM) Publicador: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.3%
Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa realizada em três publicações jornalísticas brasileiras de caráter cultural, a saber: Cult, Bravo e Brasileiros, que foram analisadas com o objetivo de identificar a visibilidade das manifestações culturais em suas páginas, por meio do mapeamento das matérias veiculadas. Em outro prisma, o intuito foi mapear os gêneros jornalísticos mais trabalhados na veiculação das matérias referentes à cultura, com vistas a identificar o grau de importância dado ao temas culturais retratados nas publicações, assim como, verificar as tendências no texto do Jornalismo Cultural. A metodologia utilizada no primeiro caso foi o diagnóstico simples e no segundo caso foi análise de conteúdo por emparelhamento. Ao final conclui-se que embora o Jornalismo Cultural brasileiro esteja se abrindo para divulgar a diversidade do país, ainda permanece uma predominância destacável dos eventos do sudeste entre os temas pautados pelas publicações citadas.

Teorias de jornalismo para gêneros jornalísticos

Seixas,Lia
Fonte: Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica - PUC-SP Publicador: Programa de Estudos Pós-graduados em Comunicação e Semiótica - PUC-SP
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
67.13%
Este artigo traz as primeiras considerações teóricas de uma pesquisa sobre metodologia de gêneros jornalísticos. O objetivo é observar até onde categorias como "finalidade", "propósito", lead e enfoque operam e como noções capitais para os estudos do jornalismo (atualidade, instantaneidade, periodicidade, valor-notícia, fato, acontecimento) podem operar na análise dos gêneros jornalísticos. Durante cinco dias pelo método da "semana construída", analisamos os principais destaques das homes de dois sites noticiosos de referência: elpais.com e oglobo.globo.com. As primeiras considerações são: 1) a noção de instantaneidade revela a importância das noções de fato e acontecimento para a compreensão de gêneros jornalísticos; 2) finalidade é uma noção de dimensão sociocultural associada à noção de "função do jornalismo", determinada pelas noções de formato e estrutura ("sequências"); 3) periodicidade é a noção da ordem do produto, outro elemento que deve fazer parte dos estudos de gêneros jornalísticos; 4) a noção de enfoque não opera; e 5) a lógica do chamado texto informativo não é necessariamente de sequências expositivas e/ou explicativas como se afirma e reafirma nos estudos de gêneros jornalísticos...

Os gêneros jornalísticos e as várias faces da notícia

Silva, Pollyanna Honorata
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
Este trabalho pretende contribuir para a construção de uma teoria tipológica geral de texto, sob a ótica da Lingüística Textual. Para tal, o ponto de partida refere-se ao conceito de comunidade discursiva, proposto por Swales (1990), que estabelece seis critérios de análise e segundo os quais delimitamos e definimos a comunidade discursiva jornalística. A partir desse ponto, fizemos um levantamento das categorias de texto presentes em jornais e revistas, classificando-as segundo a teoria tipológica de textos proposta por Travaglia (2003b), bem como a partir do conceito de gênero de Bakhtin (1997) e Bazerman (2005). Além dessa classificação, também nos propomos a estabelecer critérios e parâmetros para a definição do que seja um texto/gênero jornalístico, agrupando as categorias de texto encontradas nos jornais e revistas como jornalísticas ou não-jornalísticas, segundo o conceito de comunidade discursiva de Swales (1990) e a diferenciação entre gênero, suporte e canal ou meio proposta por Marcuschi (2003). Por fim, realizamos a caracterização da notícia, gênero base do jornalismo, bem como de suas várias faces, que correspondem a espécies do gênero notícia que são compostas, predominantemente, pelo tipo narrativo. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT; This study aims to be a contribution to the construction of a general tipological theory of texts...

O Jornal escolar como estratégia para produção e publicação de diferentes gêneros textuais em sala de aula

Carvalho, Reginaldo Amorim de
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 161 p.| il., grafs., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
46.56%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Programa de Pós-Graduação em Linguística; Esta dissertação teve a sua origem a partir da preocupação de se estudar alternativas de ensino e aprendizagem da língua materna que tenham como base os gêneros textuais/discursivos. Ao tomarmos conhecimento de que algumas escolas vêm utilizando o suporte jornal escolar como um meio para a publicação dos textos produzidos pelos alunos, elegemos nosso objetivo principal: analisar a relevância do jornal escolar para a produção de textos de diferentes gêneros textuais/discursivos no ensino e aprendizagem da língua materna. Para fundamentarmos o nosso estudo, tomamos como base a teoria dos gêneros do discurso na perspectiva de Bakhtin (1997) e do interacionismo sócio-discursivo de Bronckart (1999; 2006). Dentro desse contexto, fazemos ainda uma breve discussão dos gêneros textuais relacionada ao ensino e aprendizagem da língua materna com base em Marcuschi (2002), Oliveira (2010) e Dolz e Schneuwly (2004). Para compreendermos melhor o nosso objeto de pesquisa, fazemos uma abordagem histórica do jornal escolar, da sua origem ao seu uso na atualidade em escolas brasileiras. Nessa discussão nos apoiamos especialmente na questão relacionada ao jornal escolar defendida por Freinet (1974)...

Jornalismo cultural: as fontes e os géneros jornalísticos: o caso do Público

Abreu, Ana Filipa Mendes de
Fonte: Escola Superior de Comunicação Social Publicador: Escola Superior de Comunicação Social
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2014 POR
Relevância na Pesquisa
66.78%
Relatório de estágio apresentado à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Jornalismo.; Este relatório foi realizado com o propósito de concluir do Mestrado em Jornalismo da Escola Superior de Comunicação Social. O documento aborda duas questões do jornalismo cultural: as fontes onde é frequente ir buscar informação neste tipo de jornalismo e os géneros jornalísticos que predominam na secção de cultura dos jornais generalistas. A investigação decorreu durante um estágio curricular de 3 meses realizado entre 6 de Janeiro e 4 de Abril de 2014 no jornal PÚBLICO, estágio esse que este relatório vem também explanar.; This report was conducted to complete a Journalism Master's Degree at the Higher School of Communication and Media Studies. The document covers two issues of cultural journalism: the sources journalists use to get information on this kind of journalism and the journalistic genres that predominate in the culture section of generalist newspapers. The investigation took place during a 3 months’ curricular internship (between January 6th 2014 and April 4th 2014) held at PÚBLICO newspaper, internship this report also explains.

Redefinindo os gêneros jornalísticos: proposta de novos critérios de classificação

Seixas, Lia
Fonte: Covilhã: LabCom Books, 2009 Publicador: Covilhã: LabCom Books, 2009
Tipo: Livro
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
46.74%
Aprender a fazer jornalismo é aprender a produzir gêneros jornalísticos. O conhecimento mais profundo dos elementos que constituem os tipos mais frequentes de composições discursivas da atividade jornalística pode implicar em maior conhecimento sobre a própria prática. Isso significa conhecimento sobre as competências empregadas para a realização da atividade, desde a produção à publicação do produto. Com as novas mídias, surgem novos formatos, se hibridizam, se embaralham os gêneros. A noção de gênero entra, mais uma vez, em cheque. Por isso mesmo passa a ser vista com mais atenção. Alguns gêneros podem acabar, outros podem aparecer. Alguns se transformam, outros se mantêm. Com as novas mídias, as práticas discursivas passam a experimentar e produzir novos formatos, que podem se instituir ou não em novos gêneros.

Playboy: uma revista além dos ensaios fotográficos

Corrêa, Mariana Dâmaso
Fonte: Centro Universitário de Brasília Publicador: Centro Universitário de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.56%
Mais que uma revista de “mulher pelada”, a Playboy, publicação da Editora Abril, mantém um espaço fixo para gêneros jornalísticos. Este trabalho tem como objetivo analisar o teor desses materiais que fazem parte do meio jornalístico. Pretende-se também, por meio de análise, mostrar que revistas como a Playboy possuem em seu conteúdo mais do que ensaios nus. A pesquisa será possível a partir do exame de quatro edições da revista, visando expor alguns conceitos importantes a partir de estudiosos como Mauro Wolf, Felipe Pena, Nilson Lage, Thaís Jorge, entre outros, além de textos e artigos sobre jornalismo de serviço e valor-notícia.

Jornalismo de serviço: um aporte teórico em construção; Service journalism: a theoretical contribution in construction; Periodismo de servicio: una contribución teórica en construcción

Santana, Mayara Jordana Sousa; Temer, Ana Carolina Rocha Pessôa
Fonte: João de Melo Maricato; brasil; UFG; Faculdade de Informação e Comunicação Publicador: João de Melo Maricato; brasil; UFG; Faculdade de Informação e Comunicação
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
46.77%
v. 18, n.1, p. 208-225, jan./jun. 2015.; This article aims to relate the theories of communication in order to formulate an appropriate theoretical contribution with the specifics of a journalism genre, the service journalism, which is listed as a category present in brazilian journalism, whose recognition in taxonomy of journalism genres is recent in Brazil, dating from the late 20th century, requiring more contributions to the consolidation of this theme within academic. In this study, journalism and its elementary characteristics are provided through bibliographic reference, to discuss this specific mode of mass communication and also to highlight the importance of the specificities of journalism according to the theory about genres. Instead of exhausting the topic, the study proposes relationships between theories that can establish readings of this object in the field of scientific communication.; Este artículo pretende relacionar las corrientes teóricas de la comunicación con el fin de realizar una contribución teórica que sea coherente con las particularidades de un género de discurso periodístico, el periodismo de servicio, el cual hace parte de una de las categorías enumeradas en el periodismo brasileño, cuyo reconocimiento en la clasificación de los géneros del periodismo es reciente...

A hibridização de gêneros jornalísticos como estratégia dialógica: uma análise do Conversa de Redação, do Jornal da Itatiaia

Bruck, Mozahir Salomão; Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Castro, Katia Teotônio de; Mestranda em Comunicação Social da PUC Minas
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa bibliográfica,revisão de literatura e pesquisa empírica, Formato: application/pdf
Publicado em 29/02/2012 POR
Relevância na Pesquisa
56.65%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-6924.2012v9n1p227Este artigo se propõe a discutir, a partir do quadro Conversa de Redação, do Jornal da Itatiaia, transmitido diariamente pela Rádio Itatiaia de Belo Horizonte, alguns movimentos de estilo e de hibridização de gêneros que, mais recentemente, parecem ganhar ênfase no radiojornalismo brasileiro: a saber, a adoção de posturas e estratégias discursivas, pelos jornalistas de sobrepor informação, comentário e opinião em suas narrativas, na busca de estabelecer uma inscrição narrativa de natureza mais dialógica e pretensamente mais esclarecedora.  

Múltiplas temporalidades nas plataformas em tempo real

Renault, David; Universidade de Brasília (UnB); Cataldo, Elizabeth; Universidade de Brasília (UnB)
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa empírica; Entrevistas Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2015 POR
Relevância na Pesquisa
46.56%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-6924.2015v12n1p17A discussão sobre a temporalidade nos produtos de mídia em fluxo contínuo é o ponto central do artigo, que busca referências na moldura teórica dos estudos de Newsmaking e gêneros jornalísticos. A pesquisa realizada sobre os serviços informativos Broadcast e Valor PRO, voltados para os mercados financeiros e corporativo, buscou identificar os espaços de interpretação e opinião, que convivem com os conteúdos de natureza informativa e factual. Os valores culturais e os papéis dos jornalistas estão em questão nesses ambientes de máxima aceleração nas rotinas produtivas.  Os indicadores apurados tiveram como objetivo também a aferição do grau de precisão das informações prestadas nas coberturas simultâneas aos acontecimentos. O próprio conceito de “tempo real” comporta diferentes definições, que estão inseridas nos estudos revisados para se abordar as múltiplas temporalidades encontradas nas plataformas pesquisadas. 

A Coluna do Castello: da instabilidade política à repressão do AI 5

Leal, Maria de Jesus Daiane Rufino; Universidade Estadual do Piauí
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Bibliográfica; Pesquisa Histórica; Análise de Conteúdo; Perfil Biográfico Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.56%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-6924.2014v11n1p132A Coluna do Castello, publicada no Jornal do Brasil de 1963 a 1993, constitui o espaço jornalístico de maior longevidade da imprensa nacional. Na coluna, o jornalista Carlos Castello Branco fazia relatos informativos, análises e previsões sobre os rumos da política nacional. Este artigo estuda, com base em análise de conteúdo, teoria dos gêneros jornalísticos e perspectiva histórica, os textos publicados na Coluna do Castello na fase inicial da Ditadura Militar no Brasil (de 1963 a 1967), compreendendo a preparação e o Golpe de 1964 e a fase de repressão mais forte contra a imprensa (de 1968 a 1973), com a decretação do Ato Institucional nº5.  

Gêneros jornalísticos e o desafio da classificação

de Mello Brandão Tavares, Frederico; Universidade do Vale do Rio dos Sinos
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2010 POR
Relevância na Pesquisa
46.56%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-6924.2010v7n1p212

Teoria da relevância e análise sociorretórica de gêneros textuais: análise de correlações entre chamadas de capa e respectivos textos chamados; Relevance theory and socio-rhetorical analysis of genres: analysis ofcorrelations between headlines and headlined texts; Teoría de la relevancia y análisis sociorretórico de géneros textuales: análisis de correlacciones entre llamadas de portada y respectivos textos llamados

Rauen, Fábio José; Universidade do Sul de Santa Catarina
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC Publicador: Programa de Pós-Graduação em Linguística - UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; avaliado por pares; Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2012 POR
Relevância na Pesquisa
46.55%
http://dx.doi.org/10.5007/1984-8412.2012v9n1p68Este estudo pertence ao Projeto “Teoria da relevância e análise sociorretórica de gêneros textuais”, cujo objetivo é analisar interfaces teóricas e conceptuais dessas duas linhas de pesquisa a partir de corpora de gêneros jornalísticos. Neste artigo, avaliam-se as correlações entre chamadas de capa e o conjunto lead e texto chamado, argumentando que os estímulos ostensivos da chamada de capa e do lead do texto chamado formam um todo com o corpo principal do texto chamado no qual os primeiros funcionam como elementos direcionadores da escala focal do último. Para dar conta dessa hipótese, destacou-se a chamada de capa 27 e respectivo texto chamado 33 de Caldeira (2007, p. 77 e 114) sobre a proibição de publicidade externa na cidade de São Paulo, coletada da edição de 27 de setembro de 2006 de Folha de S. Paulo.; This study is part of the Project entitled “Relevance Theory and Socio-Rhetorical Genre Analysis,” which aims to analyze the theoretical and conceptual interfaces of these approaches based on journalistic genre corpora. In this paper, we evaluate the correlations between front-page texts and inner texts, arguing that ostensive stimuli of both front-page and inner text headlines and leads form a whole with the inner text itself.The former texts guide the focal scale elements of the latter ones. In order to deal with this hypothesis...

A crítica cinematográfica sob a perspectiva dos gêneros jornalísticos: o caso Walter da Silveira

Carvalho, Rafael Oliveira
Fonte: Culturas Midiáticas Publicador: Culturas Midiáticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 29/06/2014 POR
Relevância na Pesquisa
46.56%
A partir da perspectiva do jornalismo cultural e dos estudos sobre gêneros jornalísticos que se concentram na dicotomia entre informação e opinião, este trabalho tenta compreender de que forma essas duas instâncias narrativas podem ser encontradas simultaneamente na crítica cinematográfica. Marcadamente como gênero opinativo, o texto crítico tomou para si também a função não só de julgar uma tal obra de arte, mas também de servir como fonte de informação e conhecimento para o público leitor. A fim de realizar tal observação no âmbito da crítica de cinema, utilizaremos como objeto de análise os textos do crítico baiano Walter da Silveira, ensaísta, professor e agitador cultural, que escreveu para diversos periódicos do estado entre as décadas de 1930 e 1960. Palavras-chave: Crítica cinematográfica. Jornalismo cultural. Informação, opinião.