Página 1 dos resultados de 53556 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

Elegância e atitude: diferenças sociais e de gênero no mundo da moda

Bergamo, Alexandre
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 83-113
POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
As distinções mais óbvias que podem ser observadas no mercado de moda são aquelas que dizem respeito às diferenças de gênero, independente da classe ou do grupo social a que se faça referência. Dentro desse universo podem ser encontradas duas noções, elegância e atitude, que condensam, a um só tempo, marcas de gênero, sociais e individuais. No caso da noção de elegância, o discurso, tanto quanto a roupa ou o próprio indivíduo, traduz sempre um ato de remissão a uma determinada concepção de ordem social, entendida como natural. As diferenças de gênero são relevantes, nesse contexto, porque demarcam posições sociais entendidas como naturais. Já a noção de atitude não cobra, necessariamente, uma ordem social e natural, mas uma ordem pessoal. O discurso e a roupa traduzem um caráter individualista, supondo ser o indivíduo quem imprime um sentido a sua inserção social, ainda que eventual ou momentânea. Nesse contexto, na maior parte das vezes, o individualismo ganha expressão através de uma linguagem estruturada como se não tivesse gênero.; The most evident distinctions that can be seen in the fashion market are those related to gender differences, independently from the social class or group. In such universe...

A diferenciação de género nas personagens de literatura infantil e juvenil

Balça, Ângela; Martos García, Alberto; Martos García, Aitana
Fonte: Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género. Publicador: Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género.
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
Este caderno do guião pretende debruçar-se sobre a questão do género e a literatura de potencial recepção infantil e juvenil, centrando-se nomeadamente nas personagens dos textos. De acordo com M. Rosa Luengo González (1997), através dos contos ensinamos as crianças a comportar-se, a assumir os seus papéis como seres masculinos ou femininos, oferecemos-lhes modelos. Por outro lado, ainda segundo esta autora, as personagens dos contos reflectem as relações de poder na sociedade e os âmbitos em que cada um, homem ou mulher, se devem mover. Em muitas narrativas, as questões de género não são propriamente abordadas de forma explícita; elas estão plasmadas na trama, nos espaços e nos comportamentos das personagens. Neste sentido, o papel da/o mediador/a de leitura, assumido muitas vezes pela/o docente, é fundamental. Serão estas/es mediadores/as que, através de um trabalho de exegese sobre os textos, possibilitarão aos/às alunos/as, em leituras mais profundas, compreenderem, comentarem e discutirem estas mesmas questões de género. No entanto, noutras narrativas, as questões de género estão bem presentes e poderão ser facilmente identificadas e discutidas pelos/as mediadores/as com os/as alunos/as. Não cabe neste guião discutir se essas narrativas são ou não textos literários; essa será uma avaliação que competirá aos/às docentes.

Guião de Educação Género e Cidadania. 2º ciclo do ensino básico

Pomar, Clarinda; Balça, Ângela; Fialho Conde, Antónia; Magalhães, Olga; Martos Garcia, Aitana; Martos Garcia, Alberto; Nogueira, Conceição; Vieira, Cristina; Saavedra, Luísa; Silva, Paula; Tavares, Teresa-Cláudia
Fonte: Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género Publicador: Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género
Tipo: Livro
POR
Relevância na Pesquisa
46.44%
Esta publicação visa não só enriquecer os recursos pedagógicos disponíveis para as e os docentes do 2º ciclo do ensino básico, mas sobretudo motivar para o desenvolvimento de práticas sensíveis ao género que favoreçam a eliminação gradual dos estereótipos de género e promovam a construção de uma cidadania plena, na escola e na sociedade. A sua estrutura basilar compreende uma parte com um enquadramento teórico e uma parte com propostas de atividades práticas. A componente teórica inclui um capítulo sobre “Género e Cidadania”, um capítulo sobre “Género e Currículo” e um capítulo sobre a “Transversalidade do Género na Intervenção Educativa”. As propostas de intervenção educativa foram organizadas em redor de três temáticas: “Género e as práticas lúdicas dos tempos livres”, “Género, história e património” e “Género e as personagens na literatura”. Estas temáticas foram selecionadas tendo em conta algumas das dimensões da vida das crianças e jovens desta faixa etária onde se revele pertinente a problematização da igualdade de género.

A transversalidade do género na intervenção educativa

Pomar, Clarinda
Fonte: Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género Publicador: Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género
Tipo: Parte de Livro
POR
Relevância na Pesquisa
46.34%
A dimensão das questões de género perpassa, de forma integrada e com dinâmicas muito consistentes e duradouras, várias esferas e níveis da realidade individual, social e cultural. Desta forma, teremos que assumir que qualquer forma de intervenção devidamente planeada e organizada em direção à igualdade de género tem que prever esta transversalização da dimensão de género, incorporando ações e estratégias em múltiplos setores da estrutura social, com particular destaque para o sistema educativo, em geral, e o ensino básico, em particular, quando essas ações se dirigem a crianças e jovens em escolaridade obrigatória.

Entre femininos e masculinos: negociando relações de gênero no campo político

Bonetti,Alinne de Lima
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 PT
Relevância na Pesquisa
46.31%
A análise da prática política cotidiana de um grupo de Promotoras Legais Populares - mulheres das camadas populares porto-alegrenses formadas no curso de capacitação em Direitos Humanos das Mulheres - permite perceber os diferentes atributos de gênero que sua participação no contexto político de Porto Alegre revela. Estas mulheres negociam e produzem contextualmente novas relações de gênero num campo político constituído por atributos culturalmente associados ao masculino, seja no embate entre diferentes femininos, seja na apropriação e atualização de atributos masculinos. A partir da etnografia junto a este grupo de mulheres, este texto traz uma reflexão sobre como a sua prática política engendra diferentes relações de gênero no contexto político de Porto Alegre.

Elegância e atitude: diferenças sociais e de gênero no mundo da moda

Bergamo,Alexandre
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.34%
As distinções mais óbvias que podem ser observadas no mercado de moda são aquelas que dizem respeito às diferenças de gênero, independente da classe ou do grupo social a que se faça referência. Dentro desse universo podem ser encontradas duas noções, elegância e atitude, que condensam, a um só tempo, marcas de gênero, sociais e individuais. No caso da noção de elegância, o discurso, tanto quanto a roupa ou o próprio indivíduo, traduz sempre um ato de remissão a uma determinada concepção de ordem social, entendida como natural. As diferenças de gênero são relevantes, nesse contexto, porque demarcam posições sociais entendidas como naturais. Já a noção de atitude não cobra, necessariamente, uma ordem social e natural, mas uma ordem pessoal. O discurso e a roupa traduzem um caráter individualista, supondo ser o indivíduo quem imprime um sentido a sua inserção social, ainda que eventual ou momentânea. Nesse contexto, na maior parte das vezes, o individualismo ganha expressão através de uma linguagem estruturada como se não tivesse gênero.

"Gênero" para um dicionário marxista: a política sexual de uma palavra

Haraway,Donna
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
46.31%
A autora conta suas desventuras teóricas após aceitar escrever um verbete sobre "gênero" para um dicionário marxista reputado. Em suas próprias palavras: "Além disso, mesmo se Marx e Engels - ou até Gayle Rubin - não se aventuraram pela sexologia, medicina ou biologia em suas discussões sobre sexo/gênero, ou sobre a questão da mulher, eu sabia que teria de fazê-lo. Ao mesmo tempo, estava claro que outras GRANDES correntes dos escritos feministas modernos sobre sexo, sexualidade e gênero se entrelaçavam constantemente mesmo com as mais modestas interpretações de minha encomenda. A maioria delas, talvez especialmente as correntes psicanalítica e literária do feminismo francês e inglês, não aparece em meu verbete sobre Geschlecht. De modo geral, o verbete abaixo focaliza os escritos das feministas norte-americanas. Este não é um escândalo trivial."

Curió Valente: representações de gênero em competições de pássaros canoros

Motta,Flávia de Mattos
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.31%
Este artigo descreve uma prática extremamente popular e tradicionalmente masculina em Florianópolis: os torneios de pássaros canoros. A etnografia das provas de "Fibra de Curió" ou "Curió Valente" pretende demonstrar as representações de gênero presentes numa competição canora de aspecto agonístico, na qual um macho deve intimidar e subjugar o outro através do canto. O "curió valente" é "um lutador" (que não toca fisicamente seu adversário). Aquele que emite o maior número de cantos vence a prova atestando a sua virilidade e sua superioridade de macho lutador sobre os demais participantes. O interessante é que há uma profunda identificação entre o pássaro e o seu dono, e o desempenho do pássaro repercute sobre a identidade, e particularmente sobre a masculinidade, do próprio dono. Essa etnografia evidencia não apenas o aspecto representacional do gênero, mas também o seu aspecto relacional e circulacional. O que potencializa a masculinidade em jogo nas provas é a relação. Gênero aparece aí como sendo construído reciprocamente na relação macho/fêmea tanto quanto nas relações entre masculinos e femininos.

Beleza roubada: gênero, estética e corporalidade no teatro brasileiro

Pontes,Heloisa
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.31%
A partir de uma pesquisa mais ampla sobre as inflexões de gênero no campo intelectual e no teatro brasileiro, entre 1940 e 1968, o artigo discute as relações entre estética e gênero e suas implicações nas carreiras das atrizes Cacilda Becker, Maria Della Costa, Tônia Carrero e Cleyde Yáconis. Segundo testemunho dos que a viram representar, Cacilda não foi prejudicada por seus atributos físicos menos favoráveis. A hipótese é de que isso se deve às artimanhas das convenções teatrais, que permitem burlar constrangimentos físicos, sociais e de gênero. Fartamente presente na mídia para retratar, realçar ou diminuir as mulheres sob seu foco, a beleza raramente aparece como dimensão relevante na análise das trajetórias femininas. Daí o interesse em discutir essa questão através de sua refração no processo de construção social das carreiras artísticas.

Género en transición: sentido común, mujeres y guerra

Theidon,Kimberly
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 ES
Relevância na Pesquisa
46.34%
El 28 de agosto del año 2003, tras dos años de trabajo y habiendo recopilado unos 17000 testimonios, la Comisión de la Verdad y Reconciliación del Perú presentó su Informe Final sobre el periodo de violencia 1980-2000. Esta comisión compartió numerosos rasgos con las comisiones guatemalteca y sudafricana que la antecedieron. Las tres comisiones fueron consideradas sensibles al género puesto que buscaron activamente sacar a la luz las experiencias de violencia sufridas por mujeres. Este énfasis reflejó el deseo de escribir "verdades más inclusivas", así como también los cambios en la jurisprudencia internacional. En este artículo examino las estrategias de investigación sensibles al género y los modos en los cuales las comisiones de verdad han incorporado estas estrategias en su trabajo. La verdad y memoria se encuentran, de hecho, atravesadas por el género, pero no necesariamente del modo en que lo entiende el sentido común. Así, espero ofrecer una comprensión más sutil de las dimensiones asociadas al género presentes en la guerra.

A senhora da casa ou a dona da casa? Construções sobre gênero e alimentação no Egito Antigo

Silva,Thais Rocha da
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 PT
Relevância na Pesquisa
46.34%
A proposta deste artigo é apresentar um breve histórico sobre a produção acadêmica relativa aos estudos da alimentação no Egito antigo, com suas articulações no campo de gênero. Egiptólogos investigaram as práticas alimentares desarticuladas dos estudos de gênero e do papel das mulheres, privilegiando a religião e os estudos funerários. No entanto, os estudos de gênero articularam a produção dos alimentos, o âmbito doméstico e o papel das mulheres na egiptologia. Descobertas arqueológicas e o desenvolvimento de uma atitude crítica por parte dos egiptólogos têm contribuído para desconstruir os modelos teóricos anacrônicos para as mulheres e as relações de gênero, bem como tirar a egiptologia do seu próprio isolamento.

Temáticas prioritárias no campo de gênero e ciências no Brasil: raça/etnia, uma lacuna?

Minella,Luzinete Simões
Fonte: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu Publicador: Núcleo de Estudos de Gênero - Pagu
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2013 PT
Relevância na Pesquisa
46.31%
Este artigo tem como objetivos: a) elaborar um balanço das temáticas abordadas em diferentes estudos representativos da área de gênero e ciências, no Brasil, identificando aquelas que têm prevalecido; b) refletir sobre avanços e lacunas, indagando até que ponto as análises recuperam as interseções entre gênero e raça/etnia. Foram analisadas várias contribuições representativas da área concluindo-se que as temáticas podem ser classificadas em três grandes tendências. Apesar dos avanços representados pelo conjunto dessas contribuições, avalia-se ainda que a ênfase recai sobre as assimetrias entre homens e mulheres; as pesquisas empíricas contemplam com certa frequência as interseções entre gênero e gerações, através da análise de dados agregados por faixa etária; em algumas pesquisas há informações sobre o perfil socioeconômico das mulheres analisadas; não foram encontradas análises que coloquem as questões raciais e étnicas no centro do debate, constituindo-se essa lacuna num grande desafio epistemológico e político.

Historia y pensamiento en torno al género

Huguet, Montserrat; González Marín, Carmen; Branciforte, Laura; Sanz, Laura; Bolaños Mejías, Carmen; Siminovich, Maya; Thiebaut, Carlos; Femenías, María Luisa; Orsi Portalo, Rocío; Bustos Plaza, Alberto; Azofra Sierra, Mª Elena
Fonte: Universidad Carlos III de Madrid. Grupo Kóre de Estudios de Género ; Dykinson Publicador: Universidad Carlos III de Madrid. Grupo Kóre de Estudios de Género ; Dykinson
Tipo: Livro Formato: application/octet-stream; application/octet-stream; application/pdf
Publicado em //2010 SPA
Relevância na Pesquisa
46.37%
Presentación. Montserrat Huguet y Carmen González Marín(Universidad Carlos III de Madrid.).- I. HISTORIA. La polifacética imagen de las mujeres en la Unión Soviética en los años veinte y treinta, Laura Branciforte (Universidad Carlos III de Madrid).- Ellas y el mundo. Documentando el tiempo, Montserrat Huguet (Universidad Carlos III de Madrid).- Emilia sale de su jardín: la silenciosa conquista del espacio público por las artistas de la casa, Laura Sanz (Universidad Carlos III de Madrid).- María Victoria del Pozzo, una italiana en el trono español, Carmen Bolaños Mejías (Universidad Nacional de Educación a Distancia).- Representaciones de la madre: la madre de Woody Allen, la de Philip Roth, incluso la de Otto Weinenger (la madre judía), Maya Siminovich (Grupo Kóre de Estudios de Género).- II. PENSAMIENTO. Violencia de género y la hipótesis de la violencia anómica, Carlos Thiebaut(Universidad Carlos III de Madrid).- La construcción política de las identidades: un alerta de género, María Luisa Femenías (Universidad Nacional de La Plata).- Los accidentes del espacio público, Carmen González Marín (Universidad Carlos III de Madrid).- More equal than others. Igualdad y diferencia en la teoría de género, Rocío Orsi Portalo (Universidad Carlos III de Madrid).- Nombrar lo innombrable. La autorrepresentación lingüística de grupos gays no convencionales...

Proyecciones de la identidad de género en informes Rorschach de pacientes varones

Cubillos Montecino, María Susana
Fonte: Universidad de Chile; CyberDocs Publicador: Universidad de Chile; CyberDocs
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
46.37%
El objetivo es explorar la evidencia disponible sobre identidad de género masculina en el contexto de la práctica clínica corriente. Los resultados permiten reflexionar en torno a la pregunta por la relevancia del genero sexual en el estudio psicológico en la actualidad, considerando que la identidad de genero es una dimensión central de la personalidad del sujeto en tanto opera en su desarrollo como articulador de la pulsión, el lugar del otro y la adaptación a roles sociales. El estudio relaciona representaciones de género, motivo de consulta y otras características de la personalidad señaladas en los informes, obteniendo información sobre representaciones de funciones sociales asociadas a los géneros sexuales, como son funciones paterna, materna, sexual, que involucran grados de regulación cognitiva, emocional, pulsional y afectiva, entre otras.

Procesos de inclusión-exclusión y roles de género en mujeres mapuche: segunda mitad del siglo XIX en retrospectiva a través de dos fuentes discursivas

González Caniulef, Elsa
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
46.37%
Tesis para optar al grado de Magíster en Estudios de Género y Cultura mención en humanidades; No autorizada su publicación a texto completo, según petición de su autor; Esta investigación parte del supuesto que no es posible intentar narrar hechos del pasado sin atender a las múltiples aristas que allí intervinieron. A partir de lo anterior se fija la mirada, a mediados del siglo XIX, a través de dos fuentes documentales; el registro histórico y el fotográfico, para dar cuenta como se fue gestando en la sociedad chileno-criolla un tipo de imaginario sobre las identidades de hombres y, particularmente, mujeres mapuche. En particular, este trabajo contribuye a explorar nuevos enfoques cuando se trata de interpretar evidencia documental concerniente a los mecanismos de segregación a partir del género y la raza/etnia. Es así como las dos formas discursivas pertinentes a los objetivos de la investigación (documentos y/o fotografías) actúan como puntos de contraste para realizar análisis hermenéutico, a partir de modelos teóricos- interpretativos provenientes de diversos campos disciplinarios. Las indagaciones llevadas a cabo en este trabajo demuestran, entre otros, como los mecanismos de género existentes en el imaginario social del siglo XIX permiten confirmar que los(as) mapuche fueron reificados en formas distintas dependiendo de las marcas identitarias que portaban sus cuerpos. En efecto...

Letras en género: discurso amoroso en los cuentos infantiles no sexistas

Uribe Valdés, Paola
Fonte: Universidad de Chile; CyberDocs Publicador: Universidad de Chile; CyberDocs
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
46.4%
Esta investigación busca reconocer estructuras de género a través del discurso amoroso registrado en los cuentos infantiles, en tanto dispositivos de socialización primaria, indagando en las ideologías de género asociadas al discurso amoroso, tanto en su función de preservación de patrones culturales como de alteración de éstos, para visibilizar desde la perspectiva de género un corpus de cuentos infantiles no sexistas mediante la descripción y categorización de los mismos, con ello pretendo evidenciar la relación que existe entre la misión internacional de las Bibliotecas Públicas y la incorporación de la perspectiva de género en sus prácticas cotidianas con niños y niñas, con el fin de aportar a la conformación de estrategias de fomento lector con enfoque de género en la infancia. Nos preguntamos acerca de qué patrones culturales de género encontramos en los relatos de los cuentos infantiles tradicionales, cómo se aborda el discurso amoroso en tales relatos, qué puntos de fuga del discurso amoroso romántico encontramos en un corpus de cuentos infantiles no sexistas, qué operaciones realizamos y qué límites nos imponemos al mediar la lectura en la infancia en un espacio público. Son las interrogantes que articulan este escrito.

La división en apuros. Una relectura de los primeros escritos de Marx para los estudios de género

Montalva Cautín, Cristóbal
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
46.42%
Tesis para optar al grado de Magíster en Estudios de Género y Cultura en América Latina mención Humanidades; No autorizada su publicación a texto completo, según petición de su autor.; El objetivo de la presente investigación será volver sobre la división social en Marx con la intención de introducirla críticamente en el debate contemporáneo de género signado por los trabajos de Foucault y Butler, teniéndose como hipótesis que las dificultades y aporías en el constituir proyectos políticos emancipatorios pueden verse mermadas radicalmente con hacer entrar en juego aquel asunto de la división. La investigación se estructura en cuatro partes. En la primera realizaremos una sinopsis intencionada del debate en los estudios críticos de género a fin de trazar el contexto de la presente tesis. En la segunda parte abordaremos conceptualmente el debate contemporáneo crítico de género, centrándonos en su matriz predominante: la matriz foucaultiana y butleriana de la subjetividad y del poder y su aporía en torno a la emancipación y el resistir. La intención de esta segunda parte será preguntarnos si ahí donde el poder tiene la forma de productor de la subjetividad como sujecionada (assujetti), habrá todavía un lugar para la emancipación. En la tercera parte se buscará trazar el asunto de la división social en los primeros escritos de Marx...

Protagonistas, ciudadanas y migrantes: ruptura de roles tradicionales y discursos sobre el género y la migración en las mujeres peruanas activistas en la campaña electoral peruana de 2011 en Santiago de Chile

Alvites Sosa, Lucía Mariana
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
46.37%
Tesis para optar al grado de Magíster en Estudios de Género y Cultura en América Latina mención Humanidades; ¿Cuáles son las formas en que las mujeres inmigrantes peruanas en Santiago de Chile asumieron protagonismo y ciudadanía activa, durante la campaña electoral peruana de 2011? ¿Cómo interactuaron con los roles tradicionales y discursos hegemónicos sobre el género? ¿En qué formas y grados mostraron continuidades y/o rupturas con ellos? ¿Cuáles son sus discursos sobre la ciudadanía, el género y la migración? ¿Qué factores pueden identificarse en esta experiencia para alimentar nuevos abordajes que faciliten mayores grados de autonomía y empoderamiento de estas mujeres? El cruce entre la ciudadanía activa y los nuevos fenómenos migratorios femeninos genera en las mujeres migrantes continuidades y rupturas con los roles tradicionales y hegemónicos de género. [Objetivo general de esta investigación]: Identificar, describir y analizar, a través del recorte espacio temporal de la campaña para las elecciones generales peruanas de 2011 en Santiago de Chile, los protagonismos ciudadanos de mujeres migrantes peruanas y sus interacciones con los roles y discursos tradicionales y hegemónicos sobre el género.

Construcciones de los cuerpos de la niñez internada en la década del dos mil: una aproximación desde el género

Robles Blaessinger, Rodrigo
Fonte: Universidad de Chile Publicador: Universidad de Chile
Tipo: Tesis
ES
Relevância na Pesquisa
46.34%
Tesis para optar al grado de Magíster en Estudios de Género y Cultura en América Latina; Tesis autorizada con embargo, disponible en texto completo en 2015; La presente investigación es un análisis crítico de los discursos institucionales que construyen los cuerpos de la niñez internada de Chile en la década del 2000. Lo que se problematiza es la unión entre los conceptos de infancia desviada y las nociones del sistema sexo/género como constructo simbólico e imaginario. Para esto, se elaboraron objetivos que proponen un análisis de los discursos Estatales chilenos sobre los cuerpos de niñas y niños institucionalizados/as, indagando sobre la ideología de género correspondiente a estos discursos, interpretando las simbolizaciones que se les da al cuerpo de la niñez internada y analizando la estructura de poder que emerge de los discursos del Estado sobre estos cuerpos. En primer lugar, se realizó un recorrido que permite comprender cómo el sistema sexo/género se instaura desde el nacimiento en el ser humano a partir de referentes estables de identificación, provocando una corporalidad que se enlaza con la diferencia sexual que este sistema produce. Luego, se hace una descripción sociohistórica de los modelos europeos que instituyen una ideologización de la infancia y...

Gender and Feminist Studies in Brazil: An Analysis of Revista Estudos Feministas; Gênero e feminismo no Brasil uma análise da Re3vista Estudos Feministas

Diniz, Debora; Universidade de Brasília; Foltran, Paula; ANIS: Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 POR
Relevância na Pesquisa
46.37%
Revista Estudos Feministas (REF) is one of the most important gender and feminist journals in Brazil. This article describes the author background and the subjects of the articles published in REF from 1992 to 2002. It was analysed the title, abstracts and keywords of the articles and the topics of the dossier, totalising 20 editorials, 105 articles and 20 dossiers. The classification and indexation of the material was guided by the controlled vocabulary of the “Tesauro para Estudos de Gênero e sobre Mulheres”, from Fundação Carlos Chagas. The results show that 95% of the authors are women, and that 54% are from Socials Sciences. There are articles in all thematic areas suggested by the Tesauro except on “Science and Technology” and “Education”, with a concentration on the following thematic areas: “Socials Sciences and Culture” (26%), “Language, Literature, Religion and Philosophy” (17%) and “History and Social Transformation” (17%). The most discussed topics were in this order: sexual division of work, literary analysis, reproduction, and feminist theory. The analysis of REF suggests that gender and feminist research is a solitary activity, with a few number of articles published in partnership. There is a strong preference for qualitative methodologies (92%). This article aims to facilitate the process of identification some marginal areas in the gender and feminist studies in Brazil...