Página 1 dos resultados de 282 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

Da fachada atlântica ao âmago da hiléia: integração nacional e fluidez territorial no processo de expansão da fronteira agrícola; From the atlantic coast to the forest´s core: a settling net of the material flows in process of the advance of the agricultural frontier

Huertas, Daniel Monteiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/08/2007 PT
Relevância na Pesquisa
66.64%
O peso crescente do agronegócio na economia brasileira e as discussões em torno do modelo de desenvolvimento ideal para as áreas de expansão da fronteira agrícola têm sido um dos focos de debate relevantes para o futuro do País. Em um mundo ditado por um sistema econômico cada vez mais complexo, que exige respostas rápidas e adequadas à sua lógica, torna-se um imperativo distribuir a produção com eficiência, otimizando custos e valorizando os lugares circunscritos pela atuação das grandes empresas. A expansão dessas zonas, a partir da década de 1950, proporcionou uma complexidade territorial susceptível à análise geográfica, configurando um subsistema de circulação que estreita o vínculo de fluxos de partes das regiões Centro-Oeste e Norte ao restante do País. A proposta deste trabalho, então, parte da hipótese de que uma rede estruturadora de fluxos materiais, composta pelo entrelaçamento de vetores hidroviários e rodoviários em pontos nodais estratégicos, está se configurando para atender aos anseios da inserção e do crescimento de relevantes circuitos produtivos (principalmente soja, madeira, recursos minerais e pecuária bovina) nessas áreas, tidas até recentemente como desprovidas de movimento. À luz da teoria do espaço geográfico...

Multicriteria decision analysis applied to the spatial allocation of crops as a planning support system for agricultural expansion in Brazil; Análise de decisão multicritério aplicada à alocação espacial de culturas como um sistema de apoio ao planejamento da expansão agrícola no Brasil

Alkimim, Akenya Freire de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/01/2014 EN
Relevância na Pesquisa
46.59%
The history of the advancement of the agricultural frontier in Brazil has been closely related to environmental losses. Although environmental losses are sometimes inevitable in the context of agricultural expansion, they should always be minimized. This study seeks to avoid the past pattern of development by proposing a more sustainable way of expanding agriculture. The research tests whether it is possible to expand the cultivation of food and fuel crops in Brazil without compromising natural ecosystems. Brazil has a great agricultural potential considering the significant amount of lands that is suitable for agriculture with a favorable climate and topography. To supply the domestic agricultural market and for Brazil to take on a global food and biofuel export leadership position, actions should be taken to plan for this potential sustainable expansion. This planning would be an alternative means of advancing the agricultural frontier, as opposed to the deforestation previously practiced. A way to accomplish a sustainable pattern of agricultural development could be by the identification of suitable areas to support the expansion without further loss of forestlands. Pasture is a type of land use that occupies large areas in Brazil...

A organização e a influência da elite empresarial rural no processo de construção da agenda de governo: uma análise a partir da percepção de atores sociais de uma cidade do agronegócio da fronteira agrícola do Brasil

Silva, Elizabeth Rosa
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.57%
Este trabalho examina a influência dos grandes produtores rurais sobre o processo de construção da agenda governamental a partir da percepção de atores locais de uma cidade do agronegócio da fronteira agrícola do Brasil. Busca-se aqui estabelecer uma contraposição entre a elite agrária tradicional, hegemônica no País até a década de 1930, e a atual elite empresarial rural, resultante da introdução do modelo do agronegócio em várias partes do território nacional, no início dos anos de 1970. Procura-se argumentar que tal modelo, centrado no mercado global de commodities agrícolas e agroindustriais, criou a figura do latifúndio moderno e administrado como empreendimento empresarial, o qual se impõe como padrão de ocupação da terra principalmente em regiões da fronteira agrícola localizadas no Centro-Oeste e partes do Nordeste do Brasil. Com o deslocamento espacial da agricultura e da agroindústria, surgiram nessas regiões diversas cidades do agronegócio, onde os grandes produtores rurais vêm se firmando como elite econômica e social local, além de ocuparem postos-chave nas prefeituras e governos estaduais. Como a interseção entre elites econômicas e políticas é uma constante na história do País...

Determinantes dos preços de terras no Brasil: uma análise de região de fronteira agrícola e áreas tradicionais

Ferro,Aline Barrozo; Castro,Eduardo Rodrigues de
Fonte: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural Publicador: Sociedade Brasileira de Economia e Sociologia Rural
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 PT
Relevância na Pesquisa
66.67%
O estudo tem como objetivo analisar o impacto de variáveis sobre o preço da terra agrícola entre 2000 e 2010 em três regiões: fronteira agrícola (sul do Maranhão, sul do Piauí, leste do Tocantins e oeste da Bahia), área de transição (exploração relativamente recente, mas representa um importante produtor de soja, como o Centro-Oeste) e desenvolvida (áreas tradicionais, como o Sul do País). Foram utilizadas as variáveis preço de soja, produtividade, área cultivada, crédito rural, investimento em transporte, capacidade de armazenamento e preço da terra no período anterior. A partir do modelo econométrico de dados em painel, observou-se que o preço da soja (representando a renda do produtor), teve relação estreita e positiva com o preço da terra. Verificou-se, também, que nas regiões menos ocupadas um aumento da demanda por área pode impactar negativamente em seu preço devido à maior elasticidade da oferta de terras e à possibilidade de conversão de terras brutas e de pastagens em agrícolas. Já na região desenvolvida, a relação é positiva, já que a oferta de terras é praticamente inelástica. O fator especulativo foi bastante representativo na fronteira agrícola, o que evidenciou o forte interesse de investidores no potencial de valorização da terra no período.

Outro lado da fronteira agrícola: breve história sobre a origem e declínio da agricultura autóctone no cerrado

Feltran-Barbieri,Rafael
Fonte: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade Publicador: ANPPAS - Revista Ambiente e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.44%
A tese de frederic Jakson turner, para quem a conquista das fronteiras forjou o caráter americano, convergindo à ascensão da vida privada com o desenvolvimento da democracia e economia, não vingou na América latina porque aqui a realidade mostrou o outro lado da fronteira: um espaço para onde os conflitos sociais dos centros dinâmicos eram expurgados e exacerbados, como muito bem descreveu otávio velho. nesse processo recorrente os primeiros confrontos não ocorriam entre a população migrante e os trabalhadores contratados pelo latifundiário ausente, mas entre todos contra os indígenas. muito se tem escrito sobre esses conflitos, mas o enfoque é sempre o daquele mais drástico e urgente: o genocídio. Pouco, entretanto, se discorre sobre o declínio subsidiário, ou seja, o dos processos agrícolas. Isso é ainda mais verdadeiro quando se trata do Domínio do Cerrado. o presente artigo pretende oferecer uma brevíssima história da origem e declínio da agricultura dos índios no Cerrado.

Albedo da cultura da soja em área de avanço da fronteira agrícola na Amazônia

Souza,Paulo J. de O. P. de; Ribeiro,Aristides; Rocha,Edson J. P. da; Loureiro,Renata S.; Bispo,Carlos J. C.; Sousa,Adriano M. L.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 PT
Relevância na Pesquisa
56.57%
O avanço da fronteira agrícola na Amazônia pode acarretar graves impactos ambientais, constituindo a mudança no albedo da superfície um dos principais forçantes. Avaliou-se, neste trabalho, o albedo da soja (Glycine Max (L.) Merryl), plantada em condições naturais de campo, na cidade de Paragominas, PA, região com grande avanço da fronteira agrícola na Amazônia, e se observou relação direta entre o albedo da soja e o seu índice de área foliar, valor máximo diário variando entre 0,24 e 0,25 associado a um IAF de 7,17 correspondente a 1297,62 graus-dia acumulados. Em termos médios, encontrou-se que a o estádio fenológico mais critico da cultura, tendo como base a mudança no albedo, é o estádio fenológico de frutificação na qual a mesma apresenta um albedo médio máximo de 23,3% (± 0,0007). Modelos empíricos foram ajustados para simular a variação diária do albedo em função do IAF e umidade do solo, ao longo do ciclo, e a variação diurna do albedo na elevação solar, para cada estádio fenológico da soja.

Avanço do setor sucroalcooleiro e expansão da fronteira agrícola em Goiás

Silva,Adriana Aparecida; Miziara,Fausto
Fonte: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos/UFG Publicador: Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos/UFG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.64%
A dinâmica de ocupação do território brasileiro apresenta padrões que a literatura define como "frentes". Um processo posterior a este refere-se à chamada Fronteira Agrícola, que se caracteriza pelo movimento de transformação na forma de uso, com base na inserção de novas tecnologias. Este trabalho buscou compreender o recente processo de expansão da cana em Goiás, partindo do pressuposto de que o avanço do setor sucroalcooleiro, neste Estado, representa uma nova etapa de expansão da Fronteira Agrícola. Foram utilizados produtos cartográficos, além de dados referentes a usinas, fornecidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os quais foram manipulados com o auxílio do SIG ArcMap 9.2 e tratados estatisticamente com o editor de gráficos do Excel. O estudo baseou-se na representação do modelo de expansão da cana-de-açúcar, de 2005 a 2010, além de discussão acerca da localização de usinas, em relação ao padrão espacial que seguem. Por fim, discutiu-se a dinâmica de uso do solo, entre 2002 e 2009, com ênfase na inserção de áreas de produção da cana-de-açúcar. Os dados permitiram deduzir que o Estado de Goiás se insere neste novo processo de expansão de Fronteiras Agrícolas...

Condicionantes da expansão da fronteira agrícola em Mato Grosso.

COUTINHO, A. C.
Fonte: Revista de Política Agrícola, Brasília, DF, v. 17, n. 1, P. 80-97, 2009. Publicador: Revista de Política Agrícola, Brasília, DF, v. 17, n. 1, P. 80-97, 2009.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.42%
A acelerada dinâmica de uso das terras, associada à elevada incidência de pontos de queimadas observadas na Amazônia Legal, atingiu proporções alarmantes, atraindo as atenções de políticos, de ambientalistas e da sociedade. Diferentes políticas, estratégias e ações de monitoramento e controle foram propostas, com o objetivo de conter o deslocamento e o avanço da fronteira agrícola sobre as áreas de vegetação natural remanescente, mais especialmente sobre a Floresta Tropical Úmida. Mato Grosso, localizado na Amazônia Legal, apresenta características especiais para o entendimento das relações entre o uso e a ocupação das terras, e a incidência das queimadas ao congregar importante diversidade ambiental...; 2009

Expansão da fronteira agrícola e mudanças no uso do solo na região sul de Goiás: ação antrópica e características naturais do espaço; Frontier agricultural expansion and land use changes in region south of Goiás: anthropic action and natural features of the space; Ampliación de la frontera agrícola y cambios en el uso de la tierra en la región sur de Goiás: acción antrópica y características naturales del espacio

Prado, Licius de Albuquerque; Miziara, Fausto; Ferreira, Manuel Eduardo
Fonte: Tadeu Alencar Arrais Publicador: Tadeu Alencar Arrais
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
56.47%
v.32,n.1,p.151-165,jan./jun. 2012.; Este trabalho visa a um melhor entendimento sobre a relação entre as características naturais da terra e sua utilização antrópica, demonstrando, em especial, como esta relação condicionou a expansão das fronteiras agrícolas no estado de Goiás. Para tanto, apresentamos um modelo teórico que correlaciona as variáveis topografia, tipos de solos e localização com as áreas já convertidas. As análises foram conduzidas nos municípios de Mineiros e Catalão, compreendendo as regiões Sudoeste e Sudeste do estado, respectivamente. Com imagens históricas do satélite Landsat – MSS, foram aplicados métodos de classificação supervisionada, visando à geração de mapas de uso e cobertura do solo para os anos de 1975 (Mineiros) e 1979 (Catalão). Posteriormente, os mapas foram confrontados com os dados cartográficos obtidos pelo PROBIO (Ministério do Meio Ambiente, Brasil) para o ano de 2002. Os resultados demonstram que as áreas de agricultura estão concentradas em regiões de topografia mais plana, com solos mais adequados e, sobretudo, próximas às principais rodovias que cortam estes municípios. _______________________________________________________________________________________________________________________ ABSTRACT _______________________________________________________________________________________________________________________ This paper aims to a better understanding about the relationship between the natural and anthropic condition of the landscapes...

Avanço do setor sucroalcooleiro e expansão da fronteira agrícola em Goiás; Sucroalcohol sector and agricultural frontier expansion in the Goiás State, Brazil

Silva, Adriana Aparecida; Miziara, Fausto
Fonte: Alexsander Seleguini Publicador: Alexsander Seleguini
Tipo: Artigo de Revista Científica
PT_BR
Relevância na Pesquisa
46.64%
v. 41, n. 3, p. 399-407, jul./set. 2011.; The Brazilian territory occupation dynamics presents patterns defined by literature as “fronts”. A previous process refers to an Agricultural Frontier characterized by the transformation movement towards its using form, based on new technologies implementation. This study aimed to understand the recent sugar cane expansion process in the Goiás State, Brazil, assuming that the sucroalcohol sector progress represents a new stage in the Agricultural Frontier expansion. Cartographic products, as well as data on sugar refineries supplied by the Brazilian Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, which were manipulated with the aid of the GIS ArcMap 9.2 and statistically treated by the Excel’s charts editor, were used. This study was based on the sugar cane expansion pattern representation between 2005 and 2010, besides the discussion on sugar refineries location, concerning their current spatial pattern. Finally, the soil use dynamics between 2002 and 2009, focusing on the sugar cane implementation areas, was evaluated. The data allowed to deduce that the Goiás State takes part in this new Agricultural Frontier expansion process, in which, opposing what is politically stated...

Agroindustrialização e incentivos fiscais estaduais em Goiás; Agroindustrialization and fiscal incentives in Goiás state

PARANAIBA, Adriano de Carvalho
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronegócio; Ciências Agrárias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronegócio; Ciências Agrárias
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.64%
The aim of this study is to understand how were the territorial occupation of agribusiness in Goiás and the participation of state tax incentives in this process. Therefore, it was adopted as a hypothesis that, the dynamic agribusiness developed in a heterogeneous formation, both in the occupation of the agroindustrial complex, as in the granting of state tax incentives. To achieve the proposed objective, data from the Municipal Agricultural Research (PAM) and the Agricultural Census for 1970 until 2006, from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (IBGE) were used to understand the phenomenon of farming dynamics in Goiás, and data from Sefaz-GO to understand state tax incentives as well. After the processing of such data in tables, maps were built in the Arcviews 10 program which had as their goal show the spatialization of the production on the territorial space of Goiás. What we realized was that, in the case of the Midwest, since the decade of 70, the state (Federal Government) has taken a strong role, creating the attractive access to this area of the agricultural frontier, fostering changes in the technological base. This action of the Federal Government created conditions incurred in the frontier region preview...

A dinâmica socioespacial e as mudanças na cobertura e uso da terra no bioma cerrado; Social and spatial dynamics of land cover and land use change in the cerrado bioma

Silva, Elaine Barbosa da
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Geografia (IESA); Instituto de Estudos Socioambientais - IESA (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
46.72%
The Cerrado biome has faced intense changes in land cover / land use since the 70´s, related to both governmental policies and private initiatives focused on the implementation of modern agricultural practices. In result, more than 50% of its original vegetation has been converted and intensively fragmented, and large-scale migration towards urban centers, in addition to others socialterritorial impacts, has occurred. Within this context, this study aims at understanding these transformations, prioritizing the spatial and temporal dimensions regarding the conversion to cultivated pastures and croplands. Considering that pastures represent the largest land use in the Cerrado, and that such occupation is the main driver behind beef production, this work specifically focused on pasture expansion, based on the spatially-explicit analysis of historical census data. Likewise, we also investigated the expansion of the Cerrado agricultural frontiers, for which four distinct areas, representing both consolidated, as well as frontiers in development were selected and mapped regarding land cover and land use changes from 1975 to 2010: a) the central-south portion of the Goiás State, representative of consolidated areas; b) the central portion of Mato Grosso...

Dinâmica da paisagem e a fragilidade natural e antrópica da fronteira agrícola no Oeste da Bahia; Dynamics of landscape and the fragility natural and anthropic of agricultural frontier in Western Bahia

Santos, Crisliane Aparecida Pereira dos
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG); Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG); Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
56.76%
The formation of the agricultural frontier in Western Bahia occurred from the mid-1980s and was dependent on investments in capital and technology for the transformation of land use, through agricultural modernization in areas where soil and climatic characteristics were appropriate to their formation and expansion. However, the intrinsic link of the expansion of the agricultural frontier with the economic development policy resulted in fragmentation of the landscape and increasing incidence of environmental fragility. The specific objectives of this dissertation were: (i) to understand the temporal-spatial dynamics of the border in the Cerrado of Bahia; (ii) to develop an index that reflects the agricultural modernization process of the frontier in the Cerrado of Bahia; (iii) to analyze the heterogeneity of the border as well as the impacts of the occupation process in the Cerrado of Bahia from the socio-economic aspects point of view; (iv) to study the dynamics of landscape of Rio Preto Hydrographic Basin (BHRP) underneath the aspect of fragmentation or structural quality of the landscape by building the index of structural quality of the landscape; and (v) to distinghish the BHRP´s environmental fragility, demonstrating the interference of agricultural modernization in the environmental stability. The results indicated a lack of homogeneity in the degree of modernization among the different micro-regions as well as between the municipalities of each microregion. Barreiras...

Outro lado da fronteira agrícola: breve história sobre a origem e declínio da agricultura autóctone no cerrado; The other side of agricultural frontier: a brief history on origin and decline of cerrado's ndian agriculture

FELTRAN-BARBIERI, Rafael
Fonte: ANPPAS Publicador: ANPPAS
Tipo: Artigo de Revista Científica
POR
Relevância na Pesquisa
56.44%
A tese de frederic Jakson turner, para quem a conquista das fronteiras forjou o caráter americano, convergindo à ascensão da vida privada com o desenvolvimento da democracia e economia, não vingou na América latina porque aqui a realidade mostrou o outro lado da fronteira: um espaço para onde os conflitos sociais dos centros dinâmicos eram expurgados e exacerbados, como muito bem descreveu otávio velho. nesse processo recorrente os primeiros confrontos não ocorriam entre a população migrante e os trabalhadores contratados pelo latifundiário ausente, mas entre todos contra os indígenas. muito se tem escrito sobre esses conflitos, mas o enfoque é sempre o daquele mais drástico e urgente: o genocídio. Pouco, entretanto, se discorre sobre o declínio subsidiário, ou seja, o dos processos agrícolas. Isso é ainda mais verdadeiro quando se trata do Domínio do Cerrado. o presente artigo pretende oferecer uma brevíssima história da origem e declínio da agricultura dos índios no Cerrado.; Turner's thesis that frontier had forged convergence between democracy and individual economic ascension did not inspire Latin American critical studies because here the reality showed the other side of the frontier: a space where the social conflicts of the dynamic centers were purged and exacerbated. In this process...

Valoração de recursos naturais como instrumento de análise da expansão da fronteira agrícola na Amazônia; Texto para Discussão (TD) 490: Valoração de recursos naturais como instrumento de análise da expansão da fronteira agrícola na Amazônia; Valuation of natural resources as an analytical tool of the expansion of the agricultural frontier in the Amazon

Young, Carlos Eduardo Frickmann; Fausto, José Ricardo Brun
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.64%
Este artigo discute a racionalidade econômica das decisões de desmatamento na fronteira agrícola amazônica a partir de estudos empíricos de valoração. Para isso, contudo, é necessário compreender a fundamentação teórica e as limitações metodológicas que cercam tal abordagem. Entre outros aspectos comumente negligenciados nos trabalhos empíricos, este texto enfatiza as questões da subjetividade implícita, da importância da escala e da definição do objeto de estudo a ser valorado. Como conseqüência, é discutida a “multiplicidade” do valor: diferentes exercícios de valoração sobre o mesmo recurso podem levar a resultados distintos. Esta discrepância é particularmente acentuada quando são comparados os resultados obtidos a partir da perspectiva de maximização de lucro privado e os derivados sob a ótica de um fictício planejador social global.; 27 p.

O papel atual da fronteira agrícola; Textos para Discussão Interna (TD) 63: O papel atual da fronteira agrícola; The current role of the agricultural frontier

David, Maria Beatriz de A.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
66.81%
Este artigo centra-se na discussão de quatro tópicos sobre a fronteira agrícola: o fechamento da fronteira, seu esvaziamento, sua importância na produção de alimentos de consumo interno e suas possibilidades de absorver os migrantes que demandam terra na Amazônia. Selecionadas por serem as que mais se destacam, tanto na literatura existente como nos debates sobre a fronteira, estas quatro visões apresentam contradições entre si muitas vezes insanáveis. O surgimento de cada concepção não ocorre simultaneamente, podendo refletir inclusive a fragilidade de embasamento empírico da que predominava anteriormente, testado por uma experiência de pesquisa de campo ou pela tentativa de fundamentá-la com os dados disponíveis. Portanto, a aceitação de uma das quatro visões sobre a fronteira, expostas neste trabalho, pode implicar a rejeição de outra ou, inclusive, de todas as demais. Isto ocorre, em consequência da própria contradição existente, por exemplo, entre a tese de uma fronteira que se estaria esvaziando, com a do fechamento da fronteira, ou mesmo o crescimento de sua importância na produção de alimentos ou na absorção de migrantes.; 19 p.

FLUIDEZ TERRITORIAL NAS ÁREAS DE EXPANSÃO DA FRONTEIRA AGRÍCOLA NO PERÍODO DA GLOBALIZAÇÃO; TERRITORIAL FLUIDITY IN AGRICULTURAL EXPANSION AREA IN GLOBALIZATION PERIOD

Huertas, Daniel Monteiro
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.68%
No processo de expansão da fronteira agrícola, novas dinâmicas de circulação expressam-se no território brasileiro, muitas das quais portadoras de elementos condizentes com o período técnico-científico-informacional. Partindo do pressuposto de que o avanço da fronteira agrícola age enquanto dinâmica territorial de “soldagem” das regiões Norte e Centro-Oeste ao restante do Brasil, a proposta central deste trabalho reside na análise de uma rede estruturadora de fluxos no “quadrilátero” Manaus – Belém – Distrito Federal/Goiânia – Porto Velho, cuja configuração territorial é permeada de elementos portadores de tecnosfera e psicosfera. Tal rede estrutura a ligação das regiões supracitadas entre si e com as demais zonas do País, proporcionando a integração do mercado nacional, até mesmo dos municípios mais distantes e/ou isolados. Os sistemas de transportes que gravitam em torno da rede sugerida, portanto, elucidam as relações que podem explicar o significado atual da fronteira e revelam as diferentes temporalidades que permitem enxergar quem é hegemônico e quem não é no quadro de correlação de forças da sociedade.; In the agricultural border expansion process, new circulation dynamics appear in the Brazilian territory...

Cacoal- RO: A constituição de um campesinato na fronteira agrícola da Amazônia Meridional

Jacob Biszntok; Universidade Federal Fluminense
Fonte: Universidade Federal Fluminense Publicador: Universidade Federal Fluminense
Tipo: ; Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2009 PT
Relevância na Pesquisa
56.44%
O trabalho investiga a constituição de um campesinato proveniente do Espírito Santo e dedicado à cafeicultura no município de Cacoal -  RO. A pesquisa mostra o processo de ocupação e as relações de  trabalho, imprescindíveis para a compreensão da  ordem territorial e ambiental implantada na fronteira agrícola da Amazônia Meridional.  Elaboramos um balanço apontando os avanços e os limites com que se defronta o processo de consolidação deste campesinato, localizado em uma das áreas rurais mais dinâmicas da Amazônia. Abstract: This work researches a peasantry constitution whose peasants arrived from the State of Espírito Santo to dedicate to coffee plantation  at Cacoal - RO. This research shows the occupation process and work relations necessary to understand  territory and environmental orders implanted on agricultural frontier at Southern Amazonia. We also made a balance showing advances and limits on this process of peasantry consolidation located at one of more dynamic rural areas at Amazonia. 

Fronteiras agrícolas no Brasil: a lógica de sua ocupação recente

Sicsú, Abraham B.; Cedeplar - UFMG; Lima, João Policarpo R.
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 03/10/2013 POR
Relevância na Pesquisa
46.67%
Compreender a natureza dos processos que vêm ocorrendo nas fronteiras agrícolas, característícas da transferência de capital e de tecnologia e os impactos sócio-econômicos e as perspectivas para tais áreas são os objetivos do presente trabalho. Parte-se da constatação de que as fronteiras agrícolas tiveram dinãmicas de formação e evolução diferenciadas, o que lhes dá características e lógicas de evolução díspares. As áreas de fronteira agrícola no Brasil têm representado o desbravamento e a incorporação de novas terras ao setor agrícola de variadas maneiras e desenvolvendo atividades também distintas. Cabe ressaltar que muitas das áreas ainda chamadas de fronteiras já foram incorporadas ao processo agrícola de produção capitalista. Ao analisar os movimentos mais recentes, observamos que estes podem ser caracterizados por uma hegemonia da ocupação capitalista da fronteira sobre as tradicionais frentes de expansão.

A PECUÁRIA EM ARAGUAÍNA NO CONTEXTO DA FRONTEIRA AGRÍCOLA (1960-1990)

Dias, Reges Sodré da Luz Silva; Vasconcelos Filho, João Manoel
Fonte: Revista Tocantinense de Geografia Publicador: Revista Tocantinense de Geografia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2015 POR
Relevância na Pesquisa
66.52%
Este trabalho tem por objetivo descrever o crescimento da pecuária em Araguaína tendo por base o quantitativo de bovinos e a concentração da terra. Buscou-se entender a expansão da pecuária nesse município no contexto da fronteira agrícola, sob a égide da atuação do estado e do capital privado nacional. Os dados apontam que Araguaína se torna grande produtora de bovinos a partir da década de 1980, quando o quantitativo de cabeças supera os quatrocentos mil, paralelo a isso ocorreu à intensificação da concentração de terras.