Página 1 dos resultados de 4168 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Pari-cachoeira e Trinidad: convivência e construção da autodeterminação indígena na fronteira Brasil-Colômbia; Pari-Cachoeira and Trinidad: coexistence and construction of the self-determination indigenous in the border Brasil-Colômbia

Dutra, Israel Fontes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.12%
Esta dissertação enfoca as contradições e conflitos da convivência dos Tukano de Pari- Cachoeira (Brasil) e Tuyuka de Trinidad (Colômbia) e a construção da autodeterminação indígena na fronteira Brasil-Colômbia, pois, mesmo depois da demarcação da Terra Indígena Alto Rio Negro em 1998, ficaram entrecortados pela fronteira. Este fato ameaça as relações de diversos matizes entre esses dois grandes povoados, a saber, prejudicam as relações de parentesco e circulação. Pari-Cachoeira é uma comunidade habitada pelo povo Tukano, do subgrupo Pãsi Põã, localizada no alto rio Tiquié, Uaupés, Brasil. Trinidad é habitada pelo povo Tuyuka, alto Tiquié, na Gran Resguardo Indígena Del Vaupés, Departamento Del Vaupés, Colômbia. No cenário da política indígena do rio Negro, Pari-Cachoeira se destaca por ser o lugar onde se originou o Movimento Indígena do rio Negro, no início da década de 70, que culminou na fundação da Federação das Organizações Indígenas do rio Negro (FOIRN), em 1987. E, Trinidad se destaca por estar situada em uma zona de conflito entre Governo colombiano e as Forças Armada Revolucionária da Colômbia (FARC), que ameaça a circulação e a autonomia indígena em território colombiano. A dissertação está constituída por quatro capítulos. O primeiro capítulo apresenta o contexto histórico dos indígenas do alto rio Negro e o movimento indígena na atualidade. Conjugo informações bibliográficas acadêmicas e as fontes orais dos sujeitos sociais da pesquisa. No segundo capítulo apresentamos uma abordagem teórica dos conceitos selecionados para a pesquisa...

Gestão compartilhada como espaço de integração na fronteira Ponta Porã (Brasil) e Pedro Juan Caballero (Paraguai); Shared management as integration space in the borderline of Ponta Porã (Brazil) and Pedro Juan Caballero (Paraguay)

Torrecilha, Maria Lucia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/10/2013 PT
Relevância na Pesquisa
37.1%
Este trabalho tem como objetivo analisar as políticas de gestão para cidades brasileiras de fronteira internacional, para verificar se essas políticas contribuem para a integração regional entre seus países, visando à gestão compartilhada. Observou-se que há duas situações nas experiências do Brasil: um movimento social não governamental e outra que, apesar de existirem políticas regionais, não há gestão compartilhada, o que difere da experiência internacional das cidades francesas cujo movimento é governamental e há gestão compartilhada. Foram identificados a forma de organização e o papel das fronteiras na sociedade desde a origem até os dias atuais para compreender os desdobramentos contemporâneos nas relações de vizinhança internacional. A distinção do Tratado de Tordesilhas, em 1494, como a primeira concepção da fronteira linear no mundo a estabelecer os novos territórios das duas Américas, a portuguesa e a espanhola, foi fundamental para o entendimento histórico da conformação e a ocupação das fronteiras terrestres brasileiras. No período moderno, a fronteira adquire uma importância singular - é o limite da soberania nacional. As teorias concebidas no final do século XIX constituem a base da formulação dos modelos geopolíticos que se adotam na Europa e nas Américas do Norte e do Sul. No mundo atual...

Atratores para equações de ondas em domínios de fronteira móvel; Attractors for a weakly damped semilinear wave equation on time-varying domains

Chuño, Christian Manuel Surco
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/06/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
Este trabalho contém um estudo sobre equações de ondas fracamente dissipativas definidas em domínios de fronteira móvel ∂2u/∂t2/ + η∂u/∂t - Δu + g(u) = f(x,t), (x,t) ∈ ^Dτ, onde ^Dτ = ∪t∈(τ,+ ∞) Ot X . Dizemos que domínio Dτ possui fronteira móvel se admitirmos que a fronteira Γt de de Ot varia em relação a t. Nossa contribuição é dividida em três etapas. 1 - Provamos que o problema munido da condição de fronteira de Dirichlet é bem posto no sentido de Hadamard (existência global, unicidade e dependência contínua dos dados) para soluções fortes e fracas. Nessa etapa utilizamos um método clássico que transforma o domínio dependente de t em um domínio fixo. Como consequência observamos que o sistema é essencialmente não autônomo. 2 - Buscamos uma teoria de sistemas dinâmicos não autônomos para estudar o operador solução do problema como um processo U(t; τ) : Xτ → Xτ, t≥ τ, definido em espaços de fase Xt = H01(Ot) × L2(Ot) que são dependentes do tempo t. 3 - No contexto da dinâmica de longo prazo encontramos hipóteses para garantir que o sistema dinâmico associado ao problema de ondas em domínios de fronteira móvel possui um atrator pullback. Basicamente admitimos que o domínio é crescente e "time-like". Salientamos que o nosso trabalho é o primeiro que estuda tais equações de ondas sob o ponto de vista de sistemas dinâmicos não-autônomos. Para equações parabólicas...

Análise das técnicas de fronteira na mensuração da eficiência em bancos: uma meta-análise; Analysis of frontier techniques in measuring the efficiency of banks: a meta-analysis

Falsarella Junior, Eduardo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
37.03%
A análise de eficiência bancária é um tema relevante para a maioria das economias, dada a importância deste setor na intermediação de recursos financeiros. Este trabalho lança luz a questão de como são realizadas as análises de eficiência bancaria utilizando técnicas de fronteira. Desta forma traz a aplicação da metodologia de meta-analise em 47 estudos anteriores que aplicam técnicas de fronteira na mensuração de eficiência em bancos. Encontrou-se como principais técnicas de fronteira utilizadas a Análise Envoltória de Dados (DEA) em suas formulações CCR, BCC e SBM e a Fronteira Estocástica. A compreensão da utilização das técnicas, expostas neste trabalho, permeia a revisão bibliográfica das explicações teóricas destas e uma análise estatística da relação com as variáveis: os anos de publicação, as abordagens em bancos, e a orientação para medição da eficiência utilizada, ou seja, se o estudo considerou a técnica de fronteira com orientação a input ou output. Os resultados indicam uma maior tendência de utilização das técnicas DEA BCC, primordialmente orientados à input e nos anos mais recentes DEA SBM sem orientação.; The bank efficiency analysis is an important issue for most economies...

A fronteira inevitável : um estudo sobre as cidades de fronteira de Rivera (Uruguai) e Santana do Livramento (Brasil) a partir de uma perspectiva antropológica

Sánchez, Andrea Quadrelli
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
A presente Dissertação tem como objetivo compreender os modos em que a fronteira, o Estado e a nação são vividos cotidianamente nas cidades de Rivera (Uruguai) e Santana do Livramento (Brasil), onde a fronteira política entre os Estados do Uruguai e do Brasil apresenta características excepcionais, se comparada com outras fronteiras internacionais. Para isso, estudamos algumas das práticas cotidianas dos atores fronteiriços, que estão num permanente contato com os outros através do limite respectivo. Aqueles que vivem em fronteiras políticas não só se confrontam com os controles físicos e legais do limite político entre dois ou mais Estados, mas também com limites culturais e simbólicos além do limite físico entre os Estados-nação. A geografia uruguaia freqüentemente usa a metáfora das linhas imaginárias para definir o limite político entre os marcos sucessivos da fronteira riverense-santanense; acontece que, nesta fronteira, essas linhas imaginárias parecem ser muito visíveis. É através do estudo da articulação dos limites culturais com os político-jurídicos entre os países, que podemos entender algumas das diferenças e conteúdos de entidades como Estado e nação nesta fronteira política.

Cenários contemporâneos da Fronteira Brasil-Argentina : infra-estruturas estratégicas e o papel dos atores no processo de cooperção/integração transfronteiriça; Contemporary settings of Brasil – Argentina boundary : the strategic infra-structures and actors role in the transboundary cooperation/integration

Dietz, Circe Inês
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.03%
A presente dissertação tem como tema as transformações nas relações fronteiriças Brasil - Argentina ocorridas, sobretudo, a partir da criação do Mercosul. Dessa forma o objetivo geral do estudo consistiu em investigar os cenários contemporâneos que se desenham na fronteira do Brasil (Rio Grande do Sul) com a República Argentina (Misiones e Corrientes), enfatizando a atuação dos atores multiescalares – nos âmbitos do Estado, Mercado e Sociedade Civil – e a implantação e os projetos de implantação de infra-estruturas estratégicas. Os objetivos específicos consistiram em: (a) identificar ações de cooperação e integração estabelecidos entre Brasil e Argentina, assim como também identificar os diferentes atores que realizam ações com repercussões nas questões de fronteira; (b) analisar os distintos cenários em que aconteceu a incorporação de infra-estruturas estratégicas de vinculação física na fronteira, particularmente das pontes binacionais entre Uruguaiana - Passo de Los Libres e São Borja – Santo Tomé; (c) avaliar o papel dos atores locais e locais/regionais das cidades gêmeas (Porto Mauá - Alba Posse; Porto Xavier - San Javier e Itaqui – General Alvear) no processo de organização em prol do projeto de construção das novas ligações viárias sobre o Rio Uruguai. As mudanças que vêm acontecendo com as regiões de fronteira podem ser identificadas a partir dos novos usos políticos e econômicos deste território. No caso estudado...

Contrabandistas na fronteira gaúcha: escalas geográficas e representações textuais; Smugglers at the gaucho border: geographic scales and textual representations

Dorfman, Adriana
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
O contrabando é uma prática eminentemente geográfica, podendo ser descrito como o comércio ilícito baseado nas diferenças – de preço, qualidade e disponibilidade de mercadorias – geradas pelas barreiras aduaneiras associadas à delimitação dos Estados-Nação. Esse tipo de comércio internacional ilegal exige de seus agentes o conhecimento da geografia aplicada da fronteira, aprendida na experiência da condição fronteiriça. Esta tese coloca bases metodológicas para o estudo da geografia dos contrabandistas na(s) cidade(s) de Santana do Livramento (Brasil) - Rivera (Uruguai). Seu objetivo é explorar as práticas dos contrabandistas naquele lugar, abordando a dimensão cotidiana da fronteira internacional e estabelecendo bases para um estudo geográfico do contrabando. Nesta análise, partimos da literatura de fronteira e dos contos de contrabando, representações textuais em circulação na região, dentro da Comarca do Pampa, onde o contrabandista figura como um personagem tradicional, depositário de verdades locais. Passamos ao exame da história e das teorias sobre a fronteira, que mostraram que a intensificação do povoamento e da urbanização do limite deveu-se às iniciativas estatais de demarcação dos territórios nacionais. Ainda assim...

Fronteira e população: um estudo sobre a formação de famílias no povoamento da região centro-oeste de São Paulo, século XIX

Fernandes, Edson
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 168 f. : mapas, gráfs., tabs., fots.
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Pós-graduação em História - FCHS; Este trabalho utiliza os recursos da Demografia Histórica para estudar os padrões familiares numa região de fronteira. A região oeste da Província de São Paulo, em sua área delimitada pelos rios Tietê e Paranapanema, foi a fronteira do povoamento durante boa parte do século XIX, área de conflitos entre a população indígena que ocupava aquela extensa faixa de terreno e os primeiros povoadores brancos que davam início à formação dos primeiros núcleos urbanos. A precariedade das condições de ocupação dos incipientes núcleos urbanos (ausência de um aparato administrativo, judiciário, educacional etc.) que apenas iniciavam a construção da estrutura institucional, aliada à instabilidade representada pelo perigo de ataques indígenas, dava à região características singulares, típicas, no entanto, de áreas de fronteira. Lençóes foi, durante a segunda metade do século XIX, o último núcleo urbano da fronteira, a chamada boca do sertão, ponto de apoio de expedições que demandavam o vasto território desconhecido da porção oeste da província. A análise dos registros paroquiais e cartoriais de Lençóes permitiu traçar um quadro da família na fronteira. Por ele...

O tempo da fronteira retorno à controvérsia sobre o tempo histórico da frente de expansão e da frente pioneira

MARTINS,JOSÉ DE SOUZA
Fonte: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo Publicador: Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1996 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
O tema da fronteira é um tema recorrente na literatura brasileira de Ciências Sociais. Apesar das tentativas de alguns antropólogos de importar as idéias que F. Turner desenvolveu para explicar o deslocamento da fronteira nos Estados Unidos, e que tratam da influência da fronteira na formação do caráter nacional americano, essas idéias, a rigor, não se aplicam no caso brasileiro. Geógrafos e antropólogos, entre os anos 30 e 50, realizaram pesquisas de campo que se tornaram essenciais para uma concepção sociológica da fronteira enraizada no que há de historicamente singular e sociologicamente relevante no caso brasileiro. É a partir dessas referências que o autor formula a sua tese de que a fronteira é, simultaneamente, lugar da alteridade e expressão da contemporaneidade dos tempos históricos. A unidade do diverso, pressuposto metodológico da dialética, encontra aí o lugar mais adequado e mais rico para a investigação científica.

Políticas para Fronteira, História e Identidade: a luta simbólica nos processos de demarcação de terras indígenas Terena

Ferreira,Andrey Cordeiro
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ Publicador: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social - PPGAS-Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 PT
Relevância na Pesquisa
37.07%
Este artigo analisa a problemática da fronteira a partir do estudo da situação dos índios Terena no Mato Grosso do Sul, localizados em aldeias de uma região de fronteira internacional. Pretendemos apresentar algumas reflexões teóricas sobre essas lutas simbólicas e também o processo de desenvolvimento da fronteira e seus efeitos sobre as sociedades indígenas. Pretendemos realizar dois movimentos analíticos: 1. a análise da luta simbólica que perpassa os processos judiciais desencadeados por conflitos territoriais entre os índios Terena e os produtores rurais, mostrando como a ideia de fronteira é ativada na construção de mecanismos políticos de exclusão e (des)legitimação de grupos étnicos; 2. a análise das políticas de Estado para a fronteira, as dinâmicas territoriais e sua confrontação com as políticas simbólicas indígenas nas diferentes situações locais na fronteira, que igualmente integram a luta simbólica por identidades reconhecidas como legítimas e territórios.

Deslocamento de DMUS pela fronteira de eficiência em modelos de Análise de Envoltória de Dados com ganhos de soma zero.

GOMES, E. G.; SOARES DE MELLO, J. C. C. B.; LINS, M. P. E.
Fonte: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA OPERACIONAL E OS RECURSOS RENOVÁVEIS, 35., 2003, Natal. Anais... Natal: UFRGN, 2003. Publicador: In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE PESQUISA OPERACIONAL E OS RECURSOS RENOVÁVEIS, 35., 2003, Natal. Anais... Natal: UFRGN, 2003.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: folhas avulsas
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.07%
O trabalho apresenta uma extensão do modelo DEA com Ganhos de Soma Zero (DEA-GSZ) para os casos em que devido à redução de outputs (para que a soma seja constante), há a possibilidade ou a imposição de redução dos inputs utilizados. Nesses casos, não há o deslocamento da fronteira, mas sim o deslocamento das DMUs pela fronteira eficiente (ou pelas camadas de iso-eficiência). São apresentados os casos bidimensional e multidimensional. Para este, devido à complexidade dos algoritmos de determinação de faces do poliedro envolvente (fronteira DEA), é proposto o uso do modelo de suavização da fronteira, que representa a fronteira inteira por uma única equação polinomial.; 2003

A dinâmica territorial da Mesorregião do Sudeste Paraense no início do século XXI: uma proposta de tipologia para municípios de fronteira

Regueira Arabyan Monteiro Rosa, Jurema; Bitoun, Jan (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
PT_BR
Relevância na Pesquisa
37.1%
A atual mesorregião do Sudeste Paraense formada por 39 municípios e aproximadamente 1,6 milhões de habitantes, possui características e dinâmicas socioeconômicas e territoriais muito singulares, formadas, especialmente, pelas transformações dos últimos 40 anos. A discussão sobre essas transformações passa pela reflexão do conceito de fronteira no Brasil. Existe, pois, uma diversidade de tipos de fronteira que neste trabalho foram sistematizados para a construção de uma definição e caracterização mais adequada à realidade desta mesorregião. A fronteira pode ser, ao mesmo tempo, um fenômeno e um território no qual ocorrem rápidas e profundas transformações, tanto em aspectos econômicos quanto sociais (demográficos e culturais), políticos e territoriais. Para compreender o desenvolvimento dessa fronteira, tão diversa e heterogênea, foi construída uma tipologia de municípios a partir da organização de uma base de indicadores econômicos, sociais e territoriais representativos com as características da fronteira. Esses indicadores foram utilizados numa análise multivariada de conglomerados (Cluster Analysis) a partir do método k-means clusters, com o suporte estatístico e computacional dos softwares SPSS (Statistical Package for the Social Sciences) versão 18.0 e STATISTICA na versão 8.0 para a construção de grupos de municípios com características comuns. Esta abordagem permitiu identificar quatro estágios que caracterizam desenvolvimento dos municípios da fronteira: Pioneira...

Dinâmica da paisagem e a fragilidade natural e antrópica da fronteira agrícola no Oeste da Bahia; Dynamics of landscape and the fragility natural and anthropic of agricultural frontier in Western Bahia

Santos, Crisliane Aparecida Pereira dos
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG); Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ciências Ambientais (PRPG); Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
The formation of the agricultural frontier in Western Bahia occurred from the mid-1980s and was dependent on investments in capital and technology for the transformation of land use, through agricultural modernization in areas where soil and climatic characteristics were appropriate to their formation and expansion. However, the intrinsic link of the expansion of the agricultural frontier with the economic development policy resulted in fragmentation of the landscape and increasing incidence of environmental fragility. The specific objectives of this dissertation were: (i) to understand the temporal-spatial dynamics of the border in the Cerrado of Bahia; (ii) to develop an index that reflects the agricultural modernization process of the frontier in the Cerrado of Bahia; (iii) to analyze the heterogeneity of the border as well as the impacts of the occupation process in the Cerrado of Bahia from the socio-economic aspects point of view; (iv) to study the dynamics of landscape of Rio Preto Hydrographic Basin (BHRP) underneath the aspect of fragmentation or structural quality of the landscape by building the index of structural quality of the landscape; and (v) to distinghish the BHRP´s environmental fragility, demonstrating the interference of agricultural modernization in the environmental stability. The results indicated a lack of homogeneity in the degree of modernization among the different micro-regions as well as between the municipalities of each microregion. Barreiras...

CAIC- A Construção de uma escola na fronteira Brasil-Bolívia

Jaime, Cleber Santos
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.1%
A palavra fronteira possui uma vasta complexidade conceitual de análise e compreensão, pois além de transmitir uma idéia de “barragem” também é uma faixa de passagem e continuidade. Nesta faixa de fronteira circulam as diversidades culturais, educacionais, linguísticas, artísticas, entre outros. Nesta perspectiva, constatamos os variados contrastes que a fronteira oferece, tanto no aspecto material, quanto no caráter simbólico. Neste local se difundem as ideias do regional e do global, ou seja, as leis na ordem federal trabalhadas nos caracteres e meandros das territorialidades. No contexto, as cidades de fronteira trabalham (ou devem trabalhar) dentro das perspectivas da faixa e em seu contexto, em um âmbito formal e funcional. Semelhante a fronteira, a educação na faixa fronteiriça pode ser analisada em diferentes enfoques ou fatores, situando-a no cerne da esfera micro e macro da história. Entretanto, uma das particularidades das escolas de faixa de fronteira é que estas possuem uma demanda de alunos provindos do país vizinho. Dadas as esferas econômicas e sociais de cada Estado-Nação, as mesmas buscam subsídios e metodologias para trabalharem com os discentes provindos do país fronteiriço. Todo o trabalho é desenvolvido dentro dos objetivos do Plano Político Pedagógico da unidade escolar. A produção do estudo enfoca as Implicações e historicidade na construção da escola CAIC...

O idioma e a escola de fronteira como fatores de inclusão social de crianças e adolescentes em Corumbá-MS (BR)

Ribeiro, Maria Lúcia Ortiz
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Este estudo busca apresentar algumas considerações a respeito da presença de estudantes de origem boliviana na fronteira Brasil-Bolívia, especificamente nas cidades de Corumbá, Puerto Suarez e Puerto Quijarro. De forma mais particularizada, queremos discutir a relação didático-social no interior da escola de fronteira e, de um modo mais geral, os desafios e dificuldades enfrentados pela criança “migrante” em região de fronteira. É nosso objetivo produzir uma reflexão sobre como se trabalha a construção da identidade nacional e a consciência histórica dentro das propostas curriculares e pedagógicas das escolas situadas na fronteira internacional de Mato Grosso do Sul com a Bolívia. A educação tem papel importante para promover o conhecimento e o respeito entre as diferentes culturas, promovendo a aproximação dos países vizinhos. Pretendemos analisar o estigma, a discriminação e o preconceito sofridos por alunos imigrantes dentro das escolas localizadas na fronteira e fazer uma reflexão sobre esse processo de violência moral que ocorre durante os contatos sociais presentes no cotidiano escolar. Importante investigar como os professores atuantes no ensino fundamental se posicionam diante dessas atitudes. Outra avaliação que faremos é no tocante à escola como colaboradora no processo de construção da identidade de cada um dos educandos...

Produção do espaço e potencialidades do turismo na área urbana da fronteira Brasil-bolívia

Figueiredo, Nilze de Paula
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
O turismo é uma atividade que possui a capacidade de se apropriar das (i)materialidades existentes nos territórios, bem como de estimular a produção de outras a partir das características locais. Pela proximidade geográfica, pelo contato cultural e pelos arranjos territoriais criados pela diversidade/diferenças de seus elementos, a fronteira é um rico celeiro de possibilidades de apropriação pelo turismo. Este trabalho procurou analisar a produção do espaço turístico na fronteira Brasil-Bolívia, através da reflexão teórica dos conceitos de turismo, fronteira e desenvolvimento local, compreendendo a elaboração do território pelo turismo a partir da caracterização dos elementos do espaço geográfico. Outra vertente abordada foi pensar o turismo como instrumento de fomento para o desenvolvimento das comunidades do entorno dos atrativos mediante discussão motivada pelo estado de conservação e das potencialidades da área estudada. Neste sentido, se apresentou um estudo sobre a fronteira e das territorialidades dos vários atores que influenciam diretamente no espaço fronteiriço, olhando para suas singularidades. Os objetivos dessa pesquisa foram: contextualizar a organização do espaço turístico fronteiriço com as modificações na paisagem urbana de Corumbá...

Fronteira e regionalização da saúde : os dilemas da microrregião de Corumbá-MS

Silva, Wagner Aparecido da
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.12%
O atual contexto geopolítico cada vez mais presente nas relações dos países acena para uma estreita relação de integração das regiões de fronteiras e cenários de integração sul-americana, suplantando a imagem das fronteiras como regiões problemáticas e conceitualizando-as como regiões fundamentais para a integração entre nações e povos, na busca de fortalecimento político, institucional e econômico para enfrentamento dos problemas comuns e compartilhados entre as cidades conurbadas. Dessa forma, a saúde que por sua dinamicidade e interface com a qualidade de vida regional, pode corroborar nas diversas áreas como política integradora e das relações de vizinhança. É com base nesse arranjo integrador que a saúde se configura como eixo de transposição da concepção delimitatória política, institucional e geográfica entre os países e, acima de tudo como bem comum coletivo e fundamental do ser humano. A pesquisa buscou oferecer ingredientes teórico-conceituais da definição de fronteira e da legislação de saúde, identificando as questões estruturais do Plano Diretor de Regionalização da Saúde no estado de Mato Grosso do Sul e suas pendências nas questões de fronteira, desvelando pressupostamente os caminhos e descaminhos da saúde. Especificamente se buscou analisar a forma como o Plano Diretor de Regionalização (PDR) do estado de Mato Grosso do Sul contempla o espaço de fronteira e suas implicações para o maior município limítrofe da fronteira com a Bolívia...

Atlas lingüístico do município de Ponta Porã - MS: um registro das línguas em contato na fronteira do Brasil com o Paraguai

Reis, Regiane Coelho Pereira
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
Dentre as ciências que se ocupam do estudo da variação lingüística situa-se a Dialetologia que centra seus estudos na descrição das diferenças regionais da modalidade oral da língua. A par da Dialetologia situa-se a Geolingüística, enquanto método de cartografação das variedades lingüísticas colhidas na oralidade. Este trabalho teve como objetivo o registro da modalidade oral da variante sul-mato-grossense da língua portuguesa, município de Ponta Porã, por meio de um atlas lingüístico e, além da documentação de possíveis mudanças lingüísticas na língua falada e do registro de marcas de conservadorismo e de bilingüismo nas línguas em contato (português, espanhol e guarani) na fronteira. A escolha da localidade considerou a importância histórica e geográfica de Ponta Porã, município situado na fronteira seca entre Brasil e Paraguai que foi cenário da Guerra do Paraguai (1864-1870), fator que gera intensas trocas culturais e lingüísticas nessa faixa de território dando-lhe, especialmente na língua falada, fisionomia própria, distinta de outras regiões do estado de Mato Grosso do Sul. Além disso, a localidade é ponto de inquérito de dois outros projetos: Atlas lingüístico do Brasil e Atlas Lingüístico de Mato Grosso do Sul. A base teórico-metodológica da pesquisa centrou-se nos fundamentos da Dialetologia e da Geolingüística. A rede de pontos reuniu oito localidades - sete no interior do município e a sede...

O papel atual da fronteira agrícola; Textos para Discussão Interna (TD) 63: O papel atual da fronteira agrícola; The current role of the agricultural frontier

David, Maria Beatriz de A.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
PT-BR
Relevância na Pesquisa
37.1%
Este artigo centra-se na discussão de quatro tópicos sobre a fronteira agrícola: o fechamento da fronteira, seu esvaziamento, sua importância na produção de alimentos de consumo interno e suas possibilidades de absorver os migrantes que demandam terra na Amazônia. Selecionadas por serem as que mais se destacam, tanto na literatura existente como nos debates sobre a fronteira, estas quatro visões apresentam contradições entre si muitas vezes insanáveis. O surgimento de cada concepção não ocorre simultaneamente, podendo refletir inclusive a fragilidade de embasamento empírico da que predominava anteriormente, testado por uma experiência de pesquisa de campo ou pela tentativa de fundamentá-la com os dados disponíveis. Portanto, a aceitação de uma das quatro visões sobre a fronteira, expostas neste trabalho, pode implicar a rejeição de outra ou, inclusive, de todas as demais. Isto ocorre, em consequência da própria contradição existente, por exemplo, entre a tese de uma fronteira que se estaria esvaziando, com a do fechamento da fronteira, ou mesmo o crescimento de sua importância na produção de alimentos ou na absorção de migrantes.; 19 p.

The time of the frontier. Return to the controversy concerning historical period of the expansion frontier and the pioneer frontier; O tempo da fronteira. Retorno à controvérsia sobre o tempo histórico da frente de expansão e da frente pioneira

Martins, José de Souza
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1996 POR
Relevância na Pesquisa
37.07%
O tema da fronteira é um tema recorrente na literatura brasileira de Ciências Sociais. Apesar das tentativas de alguns antropólogos de importar as idéias que F. Turner desenvolveu para explicar o deslocamento da fronteira nos Estados Unidos, e que tratam da influência da fronteira na formação do caráter nacional americano, essas idéias, a rigor, não se aplicam no caso brasileiro. Geógrafos e antropólogos, entre os anos 30 e 50, realizaram pesquisas de campo que se tornaram essenciais para uma concepção sociológica da fronteira enraizada no que há de historicamente singular e sociologicamente relevante no caso brasileiro. É a partir dessas referências que o autor formula a sua tese de que a fronteira é, simultaneamente, lugar da alteridade e expressão da contemporaneidade dos tempos históricos. A unidade do diverso, pressuposto metodológico da dialética, encontra aí o lugar mais adequado e mais rico para a investigação científica.; The Frontier is a recurrent theme in the Brazilian literature on Social Sciences. Despite attemps by certain anthropologists in importing notions which F. Turner developed for explaining the expanding frontier of the USA, and which deal with the influence of the frontier on the constitution of American national character...