Página 1 dos resultados de 34 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Crítica da razão acadêmica: campo das ciências sociais livres e a psicologia social francesa no fim do século XIX; Critic of the academical reason: the field of free social sciences and the french social psychology at the end of the nineteenth century.

Consolim, Marcia Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2007 PT
Relevância na Pesquisa
76.39%
Este trabalho analisa o surgimento da "psicologia social" francesa na última década do século XIX, através de seus representantes mais conhecidos, Gabriel Tarde (1843-1904) e Gustave Le Bon (1841-1931), mas também de autores que, pertencentes ao mesmo meio, mantiveram com eles afinidades intelectuais, sociais e teóricas. Parto do princípio de que o estudo de um determinado tema, mesmo que não institucionalizado, como é o caso da "psicologia social", deve ser compreendido a partir da estrutura do campo intelectual no período, no caso, em processo de autonomização e profissionalização a partir dos anos 80. Isso significa que, no campo disciplinar, a grande referência é o corte entre o pólo universitário e o pólo "livre", o que predispôs a disputas diversas por cadeiras e cursos por parte dos representantes das várias matérias ainda não institucionalizadas. A "psicologia social" é uma dessas matérias que têm vigência e legitimidade restritas a um determinado grupo e período da história do campo, ou seja, é uma matéria típica de posições intelectualmente dominadas, não universitárias, e cujo fim era o combate pela ascensão à universidade contra o seu principal concorrente, a sociologia durkheimiana. Dado o caráter fluido das definições disciplinares...

Perec/ Lacan - soletrações do enigma: uma tentativa de articulação entre literatura e psicanálise  ; PEREC / LACAN - puzzle´s spell: a try of articulation between literature and psychoanalysis

Camargo, Rodrigo Ferraz de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2009 PT
Relevância na Pesquisa
25.96%
Este trabalho visa estabelecer uma relação entre literatura e psicanálise. Muito já se falou sobre o cruzamento entre essas duas práxis distintas, independentes e autônomas. Hoje, parece inevitável interligá-las, sobretudo, teoricamente. A idéia deste projeto nasce, inicialmente, do desejo de aproveitar uma relação pouco explorada entre dois autores franceses contemporâneos. Falecidos num intervalo de seis meses entre o final de 1981 e começo de 1982, Jacques Lacan e Georges Perec fizeram história na cena intelectual francesa do final do século XX. A fim de mostrar a amplitude dos estudos em torno da obra destes dois autores, cada um em seu território, é possível dizer que ambos se preocuparam, primordialmente, com a questão da letra, seja Lacan voltado para experiência analítica, seja Perec inteiramente imerso no campo literário. Situados na passagem do estruturalismo ao pós-estruturalismo francês, Lacan e Perec não se cruzaram diretamente. Gostaríamos de compreender as conseqüências de uma nova teoria do sujeito que se esboçava a partir da segunda metade do século XX, principalmente, a leitura que ambos fizeram de autores que freqüentaram e foram atravessados. Lacan deve ser visto como um analista. Perec tomado como um escritor. Porém...

Paulo Rónai, um brasileiro made in Hungary; Paulo Rónai, a brazilian made in Hungary

Spiry, Zsuzsanna Filomena
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
16.1%
Quando, aos 34 anos de idade, Paulo Rónai é forçado a se exilar da Hungria por ser judeu, ele já é um profissional em plena atividade. Doutor em filologia e línguas neolatinas, ele leciona francês e italiano em Budapeste; paralelamente, desempenha intensa atividade tradutória e já desponta na crítica literária. Depois de aprender português sozinho, em 1939 publica uma antologia de poetas brasileiros. Ao chegar ao Brasil, em 1941, salvo dos nazistas graças a um convite do governo de Getúlio Vargas, imediatamente é capaz de dar continuidade à sua atividade profissional. É professor de latim e francês em várias instituições, inclusive no Colégio Pedro II do Rio de Janeiro, onde assume a cátedra de francês. Intensifica sua atividade crítica em jornais de grande circulação e ao longo dos 50 anos que iria viver no país que adota como pátria poucos anos depois de aqui aportar, participa de muitos projetos culturais, como por exemplo, a organização da edição e supervisão da tradução dos 17 volumes de A Comédia Humana de Balzac, a edição póstuma de duas obras de João Guimarães Rosa, para citar alguns. Além de seus livros, entre artigos e resenhas, Rónai publica mais de 1.100 vezes. Visando delinear seu perfil intelectual...

Quem matou o autor foi o crítico: a resenha literária em Critique e Les Temps Modernes; Who killed the author was the critic: analysis of Critique and Les Temps Modernes literary review

Coelho, Isabel Lopes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
46.04%
Análise das revistas de cultura Critique e Les Temps Modernes por meio das resenhas sobre Henry Miller e Charles Baudelaire. A dissertação comenta o surgimento das publicações e suas influências (a poética de Georges Bataille e a filosofia de Jean-Paul Sartre). Apresenta o campo intelectual das revistas e editoras no pós-guerra francês (1945-46). Sugere uma reflexão e um vocabulário para definir este novo crítico, um leitor especializado que, pelo ato da escrita, desenvolve a crítica. Também comenta a resenha como gênero, e as referências estruturalistas e sartrianas em ambas publicações.; Analysis of French culture magazines Critique and Les Temps Modernes, through the reviews on the authors Henry Miller and Charles Baudelaire. The text comments the appearance of the publications and its influences (Georges Batailles`s poetics and Jean-Paul Sartre`s philosophy). It presents the intellectual field of the magazines and publishing houses in the French post-war period (1945-46). It suggests a thought and a vocabulary in order to define the new critic character, a specialized reader that writes and produces critic. Finally, comments the genre review and Structuralism and Sartrian references on both magazines.

O Primeiro Congresso Brasileiro de Escritores: movimento intelectual contra o Estado Novo (1945); The First Brazilian Congress of Writers: intellectual movement against the Estado Novo (1945).

Lima, Felipe Victor
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
25.87%
O presente trabalho tem por intuito a análise do Primeiro Congresso Brasileiro de Escritores, realizado em São Paulo, entre os dias 22 e 27 de janeiro de 1945, por iniciativa da Associação Brasileira de Escritores (A.B.D.E.). Consagrado pela historiografia como um movimento da intelectualidade brasileira em favor da democracia, em franca oposição ao Estado Novo de Getúlio Vargas, este evento será estudado sob uma perspectiva mais ampla, que abarque não apenas as questões de cunho político, mas também aquelas de ordem econômica e profissional. Por esse viés, a leitura dos artigos publicados em jornais paulistanos e dirigidos aos congressistas, assim como das teses apresentadas e aprovadas durante as sessões plenárias, sugere uma expectativa em torno dois aspectos fundamentais: o estabelecimento de um regime democrático de governo, trazendo consigo o fim da censura; e a regulamentação dos direitos autorais, o que permitiria aos escritores uma melhor remuneração pela venda de suas obras e, por conseguinte, profissionalizarem-se enquanto homens de letras. A partir destes elementos, analisados à luz das idéias do pensador e sociólogo francês Pierre Bourdieu - notadamente as suas teses acerca do conceito de autonomia - este trabalho partirá do pressuposto de que o congresso dos escritores significou...

Traços do chão, tramas do mundo. Representações do político na escrita de Mia Couto e Patrick Chamoiseau; Traces of the ground, plots of the world: political representations in the writings of Mia Couto and Patrick Chamoiseau

Costa, Luana Antunes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2014 PT
Relevância na Pesquisa
25.75%
Como gesto de resistência ao colonialismo e em relação às assimetrias impostas pelos centros homogênicos, em face do poder político das metrópoles europeias, escritores de margens periféricas assumiram um papel protagonista na luta pela libertação de seus países. Os sistemas literários que floresceram ao longo desse período de luta anticolonialista também estreitaram relações entre esses escritores, cujas ideias circularam pelas metrópoles e pelos territórios colonizados. No caso dos territórios africanos colonizados por Portugal, se em 1975 alcançaram a independência após mais de uma década de conflito armado, o mesmo não ocorreu com as ilhas antilhanas sob a dominação francesa exceto o Haiti, cuja independência se deu no século XIX. Desse modo, considerando essa diferença histórica, convocamos neste trabalho textos de reflexão do escritor martinicano Patrick Chamoiseau e o do moçambicano Mia Couto, cujos desempenhos como intelectuais, na cena global da informação, os colocam em destaque na busca por respostas capazes de discutir as tensões político-culturais próprias da contemporaneidade. Assim, propomos, pelo método comparativo e por critérios metodológicos dialéticos, analisar os ensaios Lintraitable beauté du monde adresse à Barack Obama (2009)...

A concepção de história de Raymond Aron: um estudo crítico do Introduction à la philosophie de l'histoire (1938); The conception of history of Raymond Aron: a critical study of Introduction à la philosophie de lhistoire (1938)

Franceschini, Adilson
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
15.87%
Raymond Aron (1905-1983) é um autor francês muito conhecido por seu conservadorismo no campo da análise política. Entretanto, sua visão conservadora está fundada em reflexões críticas a respeito do conhecimento histórico. De forma que se faz necessário explorar uma dimensão pouco conhecida da produção intelectual de Raymond Aron, analisando suas ideias a respeito do conhecimento, a fim de encontrar os fundamentos de seu posicionamento político. Identificar e estudar o plano de elaboração de suas ideias epistemológicas, a argumentação desenvolvida e o destino de tais ideias. De fato, é possível reconhecer na concepção crítica de conhecimento as fundações da ética aroniana da prudência política. Ademais, é razoável notar a necessidade metodológica de buscar uma relação tripartite entre vivência, formação e elaboração intelectual no estudo das ideias que concernem o conhecimento.; Raymond Aron (1905-1983) is a French author best known for his conservatism in the field of policy analysis. However, his conservative view is founded on critical reflections that concern the historical knowledge. Thus, it is necessary to explore a little known dimension of the intellectual production of Raymond Aron, analyzing his ideas about knowledge in order to find the foundations of his political position. Identifying and studying the construction plan of these epistemological ideas...

Estudo sobre os aspectos culturais da terminologia dos contratos de prestação de serviços em língua portuguesa e língua francesa

Pandim, Gildaris Ferreira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 302 f. : il., tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
15.98%
Pós-graduação em Estudos Linguísticos - IBILCE; This work, inserted in the scope of Terminology, aims at studying the recurrent terminology in service agreements in the language pair Portuguese (from Brazil) and French (from France). The subject matter of this legal instrument is the performance of material or intellectual services upon remuneration and can be executed between individuals and legal entities. Regarding the General Terminolgy, we relied on the theoretical frameworks developed by Barros (2004, 2007), Depecker (1999, 2002, 2005) and Rey (1979, 1988, 2007). Also, with respect to the Bilingual Terminology, we based ourselves on the researches developed by Barros and Silva (2005), Depecker (2002) and Dubuc (2002). Finally, the study on cultural factors has been based on the works from Boulanger (1995), Diki-kidiri (1998, 2007, 2008), Gambier (1987), Gaudin (1991, 1993, 2003, 2007) and Guespin (1985). The research was carried out based on two study corpora, comprised of agreements originally drafted in Portuguese (CPSP) and by agreements originally drafted in French (CPSF). The collection of the corpora followed specific criteria related to language, to the environment (writing documents), to gender (professional and specialized)...

O corpo da alma: cosmos, casa e corpo esp?rita kardecista

PAES, Anselmo do Amaral
Fonte: Universidade Federal do Pará Publicador: Universidade Federal do Pará
Tipo: Tese de Doutorado
POR
Relevância na Pesquisa
25.75%
O objeto deste estudo ? compreender e destacar o papel do corpo no campo religioso investindo em uma an?lise da corporeidade esp?rita kardecista brasileira a partir de suas representa??es sociais e imagin?rio. O esfor?o anal?tico e a distribui??o dos cap?tulos est?o baseados no esquema macro/microc?smico de ?Cosmos-casa-corpo?. O primeiro cap?tulo situa a constru??o do Espiritismo Kardecista por seu codificador, o intelectual franc?s Hippolyte Rivail, conhecido por seu codinome, Allan Kardec (Paris, 1804-1869) e suas pretens?es de unificar ?ci?ncia, filosofia e religi?o?, produzindo um Cosmos. O segundo cap?tulo apresenta o centro esp?rita, espa?o sagrado de seu universo ritual. O terceiro cap?tulo est? centrado no referencial sem?ntico ?corpo?, que surge como instrumento heur?stico e recorte de an?lise. Analisando as concep??es e imagin?rio sobre o corpo no Espiritismo Kardecista, o trabalho prop?e que as rela??es entre o mundo espiritual, o centro esp?rita e corpo s?o determinantes para a compreens?o da pessoa esp?rita.; ABSTRACT: The object of this study is to understand and highlight the role of the body in religious field by investing in an analysis of brazilian kardecist spiritual embodiment, which is constructed by social representations and imaginary. The analytical effort and the distribution of the chapters are based on the schema macro/microscopic ? ?Cosmos-house-body?. The first part deals with the construction of kardecism by its encoder...

A tutela penal dos direitos autorais; Criminal protection of copyright

Nascimento, Elisa Gattás Fernandes do
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 24/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
15.93%
O presente estudo tem como objeto a norma contida no artigo 184 do Código Penal, consistente no crime de violar direitos de autor e os que lhe são conexos. A ideia central da pesquisa é perceber as raízes e a finalidade da criminalização das condutas violadoras que, em certa extensão, revelam a eventual dignidade do bem jurídico penal e, aliada à eventual necessidade, fundamenta a manutenção do dispositivo no ordenamento jurídico. Nesse contexto, a preliminar delimitação do bem jurídico penalmente protegido se mostra indispensável para a compreensão da matéria proibida, bem como para o processo de interpretação casuístico. Contudo, o tema é controverso, haja vista que a criminalização das infrações aos direitos intelectuais de forma geral não é consenso entre os penalistas ao redor do mundo, assim como a efetiva aplicação das respectivas penalidades pelos magistrados brasileiros. Isso porque equivocadamente se entende que os direitos de autor seriam, em analogia aos demais direitos intelectuais, uma espécie de direito de propriedade, e a incriminação das condutas infratoras teria por finalidade única a tutela do direito exclusivo de exploração econômica de sua criação ou invento. Da referida análise concluiu-se que...

Something borrowed: sequence alignment and the identification of similar passages in large text collections

Horton, Russell; Olsen, Mark; Roe, Glenn
Fonte: Société canadienne des humanités numériques Publicador: Société canadienne des humanités numériques
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 21 pages
Relevância na Pesquisa
25.92%
The following article describes a simple technique to identify lexically-similar passages in large collections of text using sequence alignment algorithms. Primarily used in the field of bioinformatics to identify similar segments of DNA in genome research, sequence alignment has also been employed in many other domains, from plagiarism detection to image processing. While we have applied this approach to a wide variety of diverse text collections, we will focus our discussion here on the identification of similar passages in the famous 18th-century Encyclopédie of Denis Diderot and Jean d'Alembert. Reference works, such as encyclopedias and dictionaries, are generally expected to "reuse" or "borrow" passages from many sources and Diderot and d'Alembert's Encyclopédie was no exception. Drawn from an immense variety of source material, both French and non-French, many, if not most, of the borrowings that occur in the Encyclopédie are not sufficiently identified (according to our standards of modern citation), or are only partially acknowledged in passing. The systematic identification of recycled passages can thus offer us a clear indication of the sources the philosophes were exploiting as well as the extent to which the intertextual relations that accompanied its composition and subsequent reception can be explored. In the end...

Rimmer, M. "No Trespassing: A Book Review", The Australian Library Journal, August 2003, Vol. 52 (3), p. 305-306.

Rimmer, Matthew
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2539940 bytes; 358 bytes; application/pdf; application/octet-stream
EN_AU
Relevância na Pesquisa
26%
Eva Hemmungs Wirten is an associate professor in Library and Information Science at the University College of Boras and Gothenburg University in Sweden... Her new book called No Trespassing is a fresh and original contribution to the field of intellectual property. It is the best thing I've read in ages. The book explores the nature of authorship in print culture, the use of intellectual property rights as a instrument of control, and the impact of globalization upon national cultures. The first three chapters are brilliant. In Chapter One, Wirten tells the story of how the French writer Victor Hugo was instrumental in pushing for the Berne Convention, the most significant multilateral international treaty dealing with copyright law. In Chapter Two, she discusses the politics of the translation of the literary bestseller Miss Smilla's Feeling For Snow by Peter Hoeg. In Chapter Three, Wirten provides a witty history of the Xerox photocopier, and the alarm and panic that it caused amongst the defenders of copyright law. The fourth chapter is a little flat - it veers off from its clever meditations on intellectual property into a dry discussion of the concentration of media ownership. The fifth chapter is good - although the critique of the World Intellectual Property Organisation inquiry into traditional knowledge could have been a little more pointed. Chapter Six is excellent - coupling litigation over Les Miserables and Gone With The Wind...

Les formes de l'illégitimité intellectuelle: genre et sciences sociales françaises entre 1890 et 1940

Charron, Hélène
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Thèse ou Mémoire numérique / Electronic Thesis or Dissertation
FR
Relevância na Pesquisa
26.19%
Cette thèse en sociologie historique analyse les logiques d’inclusion et d’exclusion des femmes dans le champ des sciences sociales françaises entre 1890 et 1940 à partir de l’étude des positions sociales, des prises de position et de la réception des travaux produits par des femmes dans les principaux périodiques de sciences sociales orientés vers la sociologie et l’anthropologie. La démonstration prend comme pivot l’accès des femmes aux savoirs et aux diplômes universitaires. La première partie porte sur les femmes non diplômées qui s’insèrent dans le champ des sciences sociales avant 1914, principalement par le biais d’une implication dans la mouvance réformiste ou dans les groupes féminins et féministes. Les figures féminines légitimes, dont les travaux ne suscitent pas de controverses, se situent aux positions les plus hétéronomes du champ là où les enjeux de la pratique réformiste priment sur les enjeux de la connaissance. Les figures de la transgression non diplômées, qui prétendent participer à l’élaboration des connaissances empiriques et théoriques sur les sociétés, provoquent au contraire des réactions négatives qui renvoient leurs analyses féministes hétérodoxes vers le champ politique. Après 1914...

A teoria da pratica de Bourdieu e a sociologia da saude : revisitando as Actes de la Recherche en Sciences Sociales

Miguel Angelo Montagner
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2003 PT
Relevância na Pesquisa
26%
O objetivo principal desse trabalho é analisar a utilização do instrumental teórico da praxiologia de Pierre Bourdieu dentro da sociologia médica ou da saúde, principalmente no campo acadêmico francês e, indiretamente, no campo da sociologia médica no Brasil. Após descrevermos a tradição de pensamento social francês, sobretudo aquela relacionada à saúde, e traçarmos as principais linhas relacionadas à medicina social, procuramos situar e mostrar a importância de Pierre Bourdieu dentro dessa tradição, delineando as características principais da sua teoria da prática ou praxiologia. Como instrumento heurístico, selecionamos um conjunto de artigos referentes à sociologia médica ou sociologia da saúde, publicados entre1975 ?2001 na revista Actes de la recherche en sciences sociales. Assumimos esta revista como veículo de difusão do modo de pensamento relacional de Bourdieu, pois foi lançada no campo francês como expressão do grupo de pesquisadores reunidos em torno daquele autor e afinados com a sua proposta de pesquisa científica, no momento de consagração dessa vanguarda intelectual. Através da metodologia fornecida pelo próprio autor, onde a genealogia dos conceitos de habitus e campo ocupa um lugar central...

Writing Amerindian Culture: Ethnography in the 17Th Century Jesuit Relations from New France

True, Micah
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Dissertação Formato: 2416795 bytes; application/pdf
Publicado em //2009 EN_US
Relevância na Pesquisa
26.08%

This dissertation examines ethnographic writing in the Jesuit Relations, a set of annual reports from missionaries in New France to Society of Jesus authorities in France that were published and widely read from 1632 to 1673. Drawing on currents in cultural anthropological thought about the complex relationship between anthropologists, their subjects, and the texts they produce, I analyze how the Relations allowed Jesuit missionaries to define for French readers Amerindian cultures, European-Amerindian interactions, and the health and success of the colony and the mission for forty years, almost without competition, giving them extraordinary influence over perceptions of the Amerindian Other at the very moment that France's interest therein was being piqued by an increasing awareness of the world outside of Europe. The texts now are lauded as the première source of information on the Algonquian and Iroquoian groups with which the Jesuits were in contact in seventeenth century New France. In this dissertation, I examine the ways Jesuits conveyed information about Amerindian groups, focusing on the rhetorical aspects of their accounts that have been largely ignored by social scientists who have mined the texts for data. Instead of considering the Relations as a collection of facts recorded by diligent field workers...

Georges Sorel, Autonomy and Violence in the Third Republic

Brandom, Eric Wendeborn
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Dissertação
Publicado em //2012
Relevância na Pesquisa
26.18%

How did Georges Sorel's philosophy of violence emerge from the moderate, reformist, and liberal philosophy of the French Third Republic? This dissertation answers the question through a contextual intellectual history of Sorel's writings from the 1880s until 1908. Drawing on a variety of archives and printed sources, this dissertation situates Sorel in terms of the intellectual field of the early Third Republic. I locate the roots of Sorel's problematic at once in a broadly European late 19th century philosophy of science and in the liberal values and the political culture of the French 1870s. Sorel's engagement with Karl Marx, but also Émile Durkheim, Giambattista Vico, and other social theorists, is traced in order to explain why, despite his Marxism, Sorel confronted the twin fin-de-siècle crises of the Dreyfus Affair and Revisionism as a political liberal. I show how his syndicalism became radical, scissionistic, and anti-Statist in the post-Dreyfus context of anticlericalism leading up to the separation of Church and State in 1905. Sorel drew on figures such as Alexis de Tocqueville and Benedetto Croce to elaborate his Reflections on Violence in 1906-1908, finally transforming his political theory of institutions into an ethics of myth and individual engagement.

Sorel has been best known as an icon of radicalism as such--in shorthand...

OSCAR MASOTTA AND ROLAND BARTHES. STRUCTURAL HOMOLOGIES OF AN AVANT-GARDE CRITICISM; Oscar Masotta y Roland Barthes. Homologías estructurales de una crítica de vanguardia

Nácher, Max Hidalgo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Avaliado pelos pares Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2015 SPA
Relevância na Pesquisa
35.87%
The article proposes a comparative reading of the works of Oscar Masotta and Roland Barthes up to the 1970s. In these authors Beatriz Sarlo and Pierre Bourdieu have respectively seen a symptom of the age. Thus, rather than setting our attention on the content of their works, we propose reading based on the discovery of a structural homology: Masotta and Barthes share the same position as enunciators. As will be shown in the article, this position is tied to the precariousness of their institutional stand and a resolute commitment to the intellectual avant-garde.; El artículo propone una lectura comparada de la obra de Oscar Masotta y de Roland Barthes hasta los años setenta. Beatriz Sarlo y Pierre Bourdieu han visto en estos autores, respectivamente, un síntoma de la época. Así, más que fijarnos en sus contenidos, proponemos una lectura en movimiento a partir del descubrimiento de una homología estructural: Masotta y Barthes comparten una misma posición de enunciación. Como podrá verse en el artículo, ésta va ligada, a su vez, a la precariedad de su posición institucional y a una apuesta decidida por la vanguardia intelectual.

L'intellectuel, provisoirement, légitime: François Mauriac et le discours religieux du politique

Silva, Helenice Rodrigues da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, D. História
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/1997 FRA
Relevância na Pesquisa
55.99%
A posição e a "disposição" (o "habitus") de F. Mauriac no campo intelectual françês não o predispunha à uma designação de intelectual "legítimo" (engajado e da esquerda). No entanto, a sua trajetória, nos anos 50, na qualidade de jornalista, dentro da revista L'Express, atestam novas posições politícas, condizentes com à forma cultural dominante. Se, durante os últimos anos da IVª República, Mauriac se mobiliza politicamente em defesa dos oprimidos na África do Norte e, sobretudo, se engaja moralmente no combate à tortura, a partir da Vª República, no entanto, essa consciência cristã engajada se afastará do combate político. E isso em razão mesmo de sua adesão total e infalível à pessoa do general de Gaulle.; François Mauriac's position and "disposition" ("habitus") in the French intellectual field does not predispose him to be designated as a "legitimate" intellectual (committed and on the left). However, his trajectory in the 50's, as a journalist working in L'Express bears witness to his new political positions, much more in harmony with the dominant cultural model. If, during the last years of the Fourth Republic, Mauriac takes political actions in order to stand up for the oppressed people from North Africa...

Em defesa do livro – intelectuais e imprensa nos anos 90

Travancas, Isabel
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 28/03/2005 POR
Relevância na Pesquisa
25.75%
Este trabalho tem como objetivo discutir as representações simbólicas do livro e da literatura na França e no Brasil nos anos 90, a partir de duas perspectivas distintas. A primeira delas se baseia na leitura dos suplementos literários de dois jornais franceses e de dois brasileiros – Le Monde, Libération, Jornal do Brasil e Folha de S. Paulo. A outra tem como fonte o discurso de trinta e seis entrevistados do mundo intelectual francês e brasileiro, no qual discutem como se constróem estas representações em duas sociedade modernas complexas e letradas tão distintas culturalmente. Também faz parte desta análise uma breve discussão sobre o campo intelectual nos dois países, sua articulação com a imprensa e, mais especificamente, com os suplementos literários. Concluindo, é possível afirmar que o grupo entrevistado e os cadernos analisados fazem uma ‘defesa do livro’ e enfatizam a escrita e a literatura como um valor, de maneira muito intensa e semelhantes nos dois países. Abstract The present work intends to discuss the symbolic representation of the book and of literature both in France and in Brazil during the 90’s from two distinct perspectives. The first one is based on the reading of literary supplements from two major newspapers from each country. The second one is based on interviews with 36 intellectuals...

O pensamento como desordem: repercussões do legado foucaultiano

Aquino, Julio Groppa
Fonte: Pro-Posições Publicador: Pro-Posições
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ;
Publicado em 22/12/2015 POR
Relevância na Pesquisa
25.75%
Passadas três décadas do desaparecimento de Michel Foucault, sua obra parece não ter cessado de gerar controvérsias. Daí a questão disparadora das reflexões aqui apresentadas: o que fez do intelectual francês, avesso à polêmica, um alvo constante dela? Sem nenhuma inclinação ao biografismo, o presente texto almeja configurar um quadro geral das repercussões do pensamento foucaultiano, sobretudo entre seus críticos. Para tanto, focaliza as manifestações de um conjunto de autores que o tomaram ora como interlocutor, ora como adversário. A argumentação endereça-se, então, para a defesa do projeto foucaultiano de uma ontologia crítica e seus efeitos possíveis no campo educacional, dentre eles, uma atitude crítico-criativa em relação à herança cultural, bem como a conquista de certo distanciamento em relação ao próprio presente.Abstract After three decades of the disappearance of Michel Foucault, his work seems tocontinue generating controversy. Hence the triggering question of the considerations presented here: being averse to controversy, what has made the French intellectual a constant target of it? Refraining from biographism, this text aims at setting up a general picture of the impact of Foucauldian thinking...