Página 1 dos resultados de 9 itens digitais encontrados em 0.044 segundos

Parâmetros fisiológicos e desempenho de frangos de corte criados sob condições simuladas de ondas de calor

Mello, Juliana Lolli Malagoli
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xiii, 41 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
75.88%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Para avaliar os impactos de ondas de calor sobre as respostas fisiológicas e desempenho de frangos de corte submetidos ao estresse térmico foram utilizados 500 pintinhos de corte, machos e da linhagem Cobb 500, alojados com um dia de idade e criados até 45 dias em duas câmaras climatizadas equipadas com mecanismos de aquecimento e refrigeração. Metade das aves foi criada em câmara termoneutra (tratamento controle), sendo o restante alojado em outra câmara climatizada e submetido a períodos de estresse térmico (32°C por 0, 24, 48 e 72 horas), em três idades (com início aos 21, 35 e 42 dias de idade), com o objetivo de simular três ondas de calor. Os índices de desempenho foram analisados por um delineamento inteiramente casualizado (DIC) com dois tratamentos (com e sem estresse térmico) e dez repetições cada. Parâmetros fisiológicos, peso médio ao abate, rendimento de carcaça e rendimento de cortes foram analisados utilizando-se um DIC em esquema fatorial 2 x 4 (dois tratamentos e quatro períodos de estresse). O aumento da frequência respiratória das aves foi verificado a partir de 24 horas de exposição à alta temperatura para as três ondas de calor simuladas. Durante a terceira onda de calor não houve variação da temperatura retal com o aumento da duração do estresse. A temperatura do ambiente não influenciou o valor do hematócrito e as concentrações dos hormônios T3 e T4. O desempenho das aves submetidas aos tratamentos foi inferior ao do tratamento controle. O ambiente quente favoreceu a ocorrência de calos nos pés das aves. Ondas de calor influenciam negativamente o equilíbrio fisiológico de frangos de corte cujos efeitos do estresse térmico são comprovados pela queda do desempenho animal; To evaluate the impacts of heat waves in physiological responses and performance of broilers submitted to heat stress...

Respostas fisiológicas de pintos submetidos a diferentes períodos de jejum: parâmetros hematológicos e intestinais

Nakage, Eliana Saiuri
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: vii, 86 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
65.82%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Foram avaliados parâmetros hematológicos e intestinais de pintos machos e fêmeas submetidos ao jejum de 24 e 48 horas pós-eclosão, seguido de alimentação até o 5º dia de idade. No Capítulo 2, foram avaliados a contagem global de hemácias, concentração de hemoglobina, taxa de hematócrito, volume corpuscular médio e contagem relativa de linfócitos e heterófilos para determinação da relação heterófilo/linfócito, concentração de glicose plasmática, concentração de proteína plasmática. No Capítulo 3, foram avaliados o peso corporal, comprimento do intestino delgado, área e altura de vilo, perímetro do vilo em corte transversal, densidade de vilo e profundidade de cripta, para duodeno, jejuno e íleo. No Capítulo 4, foi estudada a distribuição quantitativa de células caliciformes produtoras de mucinas neutras e ácidas, presentes nos vilos do intestino delgado. No Capítulo 5, foi avaliado se jejum póseclosão seguido de alimentação influencia a freqüência de vilos com apoptose nos diferentes segmentos do intestino delgado. Jejum pós-eclosão e posterior alimentação não permitiu a recuperação até o 5º dia de idade...

Efeito do ambiente de produção sobre frangos de corte sexados criados em galpão comercial

Amaral,A.G.; Yanagi Junior,T.; Lima,R.R.; Teixeira,V.H.; Schiassi,L.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 PT
Relevância na Pesquisa
85.96%
Avaliou-se o efeito do ambiente de produção sobre o desempenho produtivo e respostas fisiológicas de frangos de corte demarca comercial sexados, machos e fêmeas. Os frangos foram criados em duas alas separadas no interior de um galpão comercial com sistemas de ventilação convencional e nebulização. O ambiente produtivo foi avaliado por meio do índice de temperatura do globo negro e umidade, da intensidade de ruído e do nível de iluminância. A avaliação dos animais foi feita por meio das respostas fisiológicas - frequência respiratória, temperatura retal, temperatura da pele e temperatura da pena - e produtivas - ganho de peso semanal, massa corporal e mortalidade. Os machos apresentaram desempenho produtivo superior às fêmeas (P<0,05). A massa corporal média dos machos foi 214,6g maior que a das fêmeas aos 35 dias de vida, a qual se igualou à massa corporal dos machos somente aos 38,47 dias de vida. As respostas fisiológicas não se relacionaram com o ambiente.

Efeito do nível energético e da suplementação com cloretos de potássio e de amônia na dieta sobre as respostas fisiológicas e o desempenho de frangos de corte no verão

Souza,Bonifácio Benício de; Bertechini,Antônio Gilberto; Teixeira,Antônio Soares; Lima,José Augusto de Freitas; Conte,Ademir José
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2005 PT
Relevância na Pesquisa
95.79%
Realizou-se este estudo com o objetivo de verificar o efeito do nível energético da ração e da suplementação com cloretos de potássio e de amônia na dieta de frangos de corte no verão. Foram utilizados 240 frangos machos, Hubbard, com peso médio inicial de 1204 g, distribuídos num delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 3 x 2, 2 níveis de KCl (0,0% e 1,2%) x 3 níveis de NH4Cl (0,0%, 0,2% e 0,4%) x 2 níveis de energia (3000 e 3200 Kcal EM/kg de ração), com 4 repetições de 5 aves por repetição. O índice de temperatura do globo negro e umidade (ITGU), observado às 9 horas e 15 horas foi de 76 e 83, respectivamente. Houve interação (P<0,01) do KCl com NH4Cl para a temperatura superficial. O nível energético da ração afetou (P<0,01) a temperatura superficial no turno da tarde. Para a temperatura retal, freqüência respiratória, pH do sangue e o desempenho não se verificou efeito (P>0,05) dos fatores estudados. A ingestão de água aumentou (P<0,05) com a adição de KCl. Para a conversão alimentar houve melhora (P<0,05) com a elevação do nível energético e piora (P<0,05) com o nível mais elevado de cloreto de amônia. Houve interação (P<0,05) entre o KCl e o nível energético da ração para o consumo de ração. Concluiu-se que...

Avaliação do bem-estar de frangos de corte em dois galpões comerciais climatizados

Damasceno,Flávio Alves; Yanagi Junior,Tadayuki; Lima,Renato Ribeiro de; Gomes,Raphaela Christina Costa; Moraes,Sandra Regina Pires de
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 PT
Relevância na Pesquisa
95.77%
Objetivou-se, com esta pesquisa, avaliar as condições do ambiente interno em dois galpões comerciais de frangos de corte equipados com dois sistemas de resfriamento diferentes: placas porosas umedecidas de celulose associadas à nebulização (SRPN) e placas umedecidas de sombrite associadas à nebulização (SRSN). Nos galpões estudados, situados em Itaberaí, GO, foram avaliadas quatro variáveis térmicas (temperatura, índice de temperatura de globo negro e umidade, carga térmica de radiação e entalpia), três respostas fisiológicas (temperaturas retal e da pele, e frequência respiratória) e três índices de desempenho produtivo (ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar) das aves. Os resultados indicaram que os sistemas avaliados não foram suficientemente adequados para promover condições de conforto às aves, não sendo observada diferença estatística significativa entre o desempenho das aves neles alojados. A taxa de mortalidade no galpão SRSN foi 15% maior em relação ao galpão SRPN, porém, ambas são inferiores àquelas sugeridas para as aves em estudo.

Desempenho produtivo, rendimento de carcaça e bem-estar animal em frangos de corte de diferentes linhagens e densidades de alojamento

Arruda, João Nelson Tolfo
Fonte: Dois Vizinhos Publicador: Dois Vizinhos
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
55.77%
The poultry industry is one of the activities of livestock that have developed over the past years. In this context, Brazil is in a unique position, being the third largest producer and largest exporter of chicken meat in the world. With this massive expansion and also with the increasing costs of production have been observed for some time, a great interest in increasing the number of birds per m², providing an optimization of production by area. However, studies show that high densities lead to an unfavorable environment for the birds, causing stress and causing a decline in production indices, such as feed conversion, feed intake and daily weight gain. Moreover, in most cases, provide greater economy to the grower because of a higher meat production per unit area. Increased housing density leads to a decrease in the level of welfare of the birds can be observed in these animals when walking problems, increased rates of contact dermatitis, arthritis, bruises and wounds of the skin, leading to condemnation of carcasses. Also, due to stress, can cause physiological changes such as an increase in serum protein, glucose, and triglycerides with variation in the heterófios: lymphocytes. In view of this and the introduction of new strains in commercial poultry market...

Efeito do nível energético e da suplementação com cloretos de potássio e de amônia na dieta sobre as respostas fisiológicas e o desempenho de frangos de corte no verão

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
85.79%
Realizou-se este estudo com o objetivo de verificar o efeito do nível energético da ração e da suplementação com cloretos de potássio e de amônia na dieta de frangos de corte no verão. Foram utilizados 240 frangos machos, Hubbard, com peso médio inicial de 1204 g, distribuídos num delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 3 x 2, 2 níveis de KCl (0,0% e 1,2%) x 3 níveis de NH4Cl (0,0%, 0,2% e 0,4%) x 2 níveis de energia (3000 e 3200 Kcal EM/kg de ração), com 4 repetições de 5 aves por repetição. O índice de temperatura do globo negro e umidade (ITGU), observado às 9 horas e 15 horas foi de 76 e 83, respectivamente. Houve interação (P<0,01) do KCl com NH4Cl para a temperatura superficial. O nível energético da ração afetou (P<0,01) a temperatura superficial no turno da tarde. Para a temperatura retal, freqüência respiratória, pH do sangue e o desempenho não se verificou efeito (P>0,05) dos fatores estudados. A ingestão de água aumentou (P<0,05) com a adição de KCl. Para a conversão alimentar houve melhora (P<0,05) com a elevação do nível energético e piora (P<0,05) com o nível mais elevado de cloreto de amônia. Houve interação (P<0,05) entre o KCl e o nível energético da ração para o consumo de ração. Concluiu-se que...

Avaliação do bem-estar de frangos de corte em dois galpões comerciais climatizados

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
PT
Relevância na Pesquisa
85.77%
Objetivou-se, com esta pesquisa, avaliar as condições do ambiente interno em dois galpões comerciais de frangos de corte equipados com dois sistemas de resfriamento diferentes: placas porosas umedecidas de celulose associadas à nebulização (SRPN) e placas umedecidas de sombrite associadas à nebulização (SRSN). Nos galpões estudados, situados em Itaberaí, GO, foram avaliadas quatro variáveis térmicas (temperatura, índice de temperatura de globo negro e umidade, carga térmica de radiação e entalpia), três respostas fisiológicas (temperaturas retal e da pele, e frequência respiratória) e três índices de desempenho produtivo (ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar) das aves. Os resultados indicaram que os sistemas avaliados não foram suficientemente adequados para promover condições de conforto às aves, não sendo observada diferença estatística significativa entre o desempenho das aves neles alojados. A taxa de mortalidade no galpão SRSN foi 15% maior em relação ao galpão SRPN, porém, ambas são inferiores àquelas sugeridas para as aves em estudo.

Ácido ascórbico estabilizado com flavonóides cítricos para frangos de corte sob estresse calórico : efeitos no desempenho e qualidade da carne; Ascorbic acid stabilized with citric flavonoids for broilers under heat stress: effects on performance and meat quality

Martinez, Jaime Ernesto Peña
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
75.77%
A exposição das aves a altas temperaturas ambientais desencadeia diferentes respostas fisiológicas pelos animais. Práticas de manejo e nutrição são utilizadas no sentido de atenuar estes efeitos. O presente estudo teve como objetivo avaliar os efeitos de doses crescentes de ácido ascórbico (aa) estabilizado com flavonóides cítricos, quecetina (f1) e rutina (f2), sobre o desempenho zootécnico e algumas características de qualidade da carne de frangos de corte submetidos a condições de estresse por calor cíclico. Foram utilizadas 400 pintos fêmeas da linhagem Ross x Ross 308 com um dia de idade, alojadas em 40 baterias metálicas, em sala climatizada com controle automático de temperatura. As aves receberam os seguintes tratamentos: 0 g/ton, 250 g/ton, 500 g/ton, 1000 g/ton de aa e flavonóides através de produto comercial com 10,0% de aa e 0,7% de f1 + f2. A dieta foi disponibilizada à vontade até os 32 dias de idade. A partir do 14º dia até o final do experimento foi estabelecido estresse por calor cíclico com aumento de temperatura até atingir os 32°C mantida constante por 5 horas, e reduzida até atingir a temperatura de conforto correspondente à idade dos animais. Os frangos foram abatidos aos 33 dias de idade...