Página 1 dos resultados de 11 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Avaliação do desempenho e do rendimento de carcaça de quatro linhagens de frangos de corte em dois sistemas de criação

Madeira, Luciene Aparecida; Sartori, José Roberto; Araujo, Priscila Cavalca; Pizzolante, Carla Cachoni; Saldanha, Érika Salgado Politi Braga; Pezzato, Antonio Celso
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2214-2221
POR
Relevância na Pesquisa
26.34%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); O objetivo neste trabalho foi avaliar o desempenho e o rendimento de carcaça e das partes de quatro linhagens de frangos de corte criados em sistemas de confinamento e semiconfinamento. Foram utilizados 1.440 pintos distribuídos em delineamento inteiramente casualisado com esquema fatorial 4 õ 2, composto de quatro linhagens (Ross 308, Máster Griss, Label Rouge e Vermelhão Pesado) e dois sistemas de criação (em confinamento e semiconfinamento), cada um com quatro repetições de 45 aves. Aos 84 dias de idade, foram abatidas quatro aves por repetição, totalizando 128 aves, para avaliação do rendimento de carcaça e das partes. O acesso ao piquete (semiconfinamento) não influenciou o desempenho nem o rendimento de carcaça das linhagens, exceto o rendimento de gordura abdominal, que foi mais baixo nas aves semiconfinadas. Considerando apenas aves das linhagens tipo colonial, a Máster Griss e Vermelhão Pesado tiveram melhores resultados de peso e a Label Rouge, melhor conversão alimentar. Os frangos tipo colonial Máster Griss, Label Rouge e Vermelhão Pesado, em comparação aos da linhagem comercial Ross, apresentaram maior rendimento de partes, exceto de peito e carne de peito...

Efeito do sistema de criação sobre o desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte tipo colonial

Takahashi, S.E.; Mendes, A.A.; Saldanha, E.S.P.B.; Pizzolante, C.C.; Pelícia, K.; Garcia, R.G.; Paz, I.C.L.A.; Quinteiro, R.R.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 624-632
POR
Relevância na Pesquisa
36.34%
Foram utilizados 1600 pintos de corte de um dia de idade, distribuídos em delineamento, em blocos ao acaso, com esquema fatorial 4×2 (quatro linhagens, sendo uma delas comercial (Ross-308) e as demais específicas para a produção colonial (Caipirinha, Pescoço Pelado e Paraíso Pedrês) e dois sistemas de criação (confinado e com acesso a piquete), com quatro repetições de 50 aves cada. A ração não continha promotores químicos de crescimento e produtos de origem animal. Avaliaram-se o ganho de peso, o consumo de ração, a conversão alimentar, a mortalidade e os rendimentos de carcaça e das partes (peito, pernas, asas e dorso) aos 56, 63, 70, 77 e 84 dias de idade. O comprimento e a porcentagem (em relação ao peso vivo) dos intestinos e o peso e a porcentagem (em relação ao peso vivo) do fígado, moela e pâncreas foram avaliados aos 84 dias de idade. Houve efeito (P<0,05) da linhagem para as características de desempenho e da linhagem e do sexo para rendimentos da carcaça e das partes, assim como para as características do sistema digestório (P<0,05). O sistema de criação não influenciou as características avaliadas.; One thousand and six hundred day-old-chicks were randomly assigned to a 4×2 factorial design (4 strains and 2 production systems) with 4 replicates of 50 birds each. A commercial strain Ross and three strains (Caipirinha...

Exigências de lisina e de metionina+cistina digestíveis para aves de corte da linhagem ISA Label em sistemas semi-confinado

Nascimento, Dáphinne Cardoso Nagib
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: viii, 76 f. : il.
POR
Relevância na Pesquisa
16.4%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Zootecnia - FCAV; Foram conduzidos seis experimentos para determinar as exigências de lisina (Lis) e de metionina + cistina (Met+cis) digestíveis para aves de corte da linhagem ISA Label de ambos os sexos em sistema semi-confinado durante as fases inicial (1 aos 28 dias), crescimento (28 aos 56 dias) e final (56 aos 84 dias). Em cada experimento um total de 480 aves foram alojadas em 24 piquetes. Cada piquete dispunha de área coberta de 3,13 m2 e área de pastejo de 72,87 m2. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 4x2 (níveis de aminoácido e sexo) com três repetições de 20 aves cada. Os níveis de lisina digestível avaliados foram: 0,850; 0,970; 1,090; 1,210% na fase inicial; 0,750; 0,870; 0,990; 1,110% na fase crescimento e 0,640; 0,760; 0,880; 1,000% na fase final. Os níveis de Met+cis digestível avaliados foram: 0,532; 0,652; 0,772; 0,892% na fase inicial; 0,515; 0,635; 0,755; 0,875% na fase de crescimento e 0,469; 0,589; 0,709; 0,829% na fase final. Avaliou-se o desempenho, característica de carcaça, deposição de proteína e gordura corporal...

Turnover do carbono (δ13c) em linhagens de frangos de corte tipo colonial

Araujo, Priscila Cavalca de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: xii, 106 f. : il.,grafs, tabs.
POR
Relevância na Pesquisa
36.68%
Pós-graduação em Zootecnia - FMVZ; Este trabalho teve como objetivo avaliar o turnover do carbono-13 no músculo peitoral e quilha de três linhagens de frango tipo colonial Máster Griss, Vermelhão Pesado e Label Rouge, em diferentes fases de crescimento. Foram alojados 768 pintos de um dia de idade, divididos em 6 grupos (G). Para avaliar o turnover nos tecidos, o grupo G0-21 recebeu dieta composta predominantemente por plantas do ciclo C3, os demais grupos tiveram a dieta C4 substituída pela dieta C3 aos 7 (G7-35), 14(G14-49); 21(G21-63), 28 (G28-84) e 35(G35-119) dias de idade. Foram coletadas amostras de músculo peitoral e quilha de 4 aves/grupo nos dias de coleta das aves tiveram suas dietas previamente substituídas para a determinação das razões isotópicas de carbono em espectrômetro de massa. Para mensurar a velocidade de substituição do carbono depois de determinado intervalo de tempo (turnover), foi empregada função exponencial de tempo obtida através do método de equações exponenciais de primeira ordem do softwareOriginPro®8 Professional. A Linhagem Label Rouge, apresenta maior turnover do carbono nos tecidos analisados comparado com as demais linhagens. A idade e os tecidos analisados influenciaram o turnover de carbono-13...

Produção do frango colonial Qvale em Rio do Oeste (SC)

Pandini, Adelita
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il., grafs.
POR
Relevância na Pesquisa
26.07%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduaçã em Geografia.

Efeito do sistema de criação sobre o desempenho e rendimento de carcaça de frangos de corte tipo colonial

Takahashi,S.E.; Mendes,A.A.; Saldanha,E.S.P.B.; Pizzolante,C.C.; Pelícia,K.; Garcia,R.G.; Paz,I.C.L.A.; Quinteiro,R.R.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.34%
Foram utilizados 1600 pintos de corte de um dia de idade, distribuídos em delineamento, em blocos ao acaso, com esquema fatorial 4×2 (quatro linhagens, sendo uma delas comercial (Ross-308) e as demais específicas para a produção colonial (Caipirinha, Pescoço Pelado e Paraíso Pedrês) e dois sistemas de criação (confinado e com acesso a piquete), com quatro repetições de 50 aves cada. A ração não continha promotores químicos de crescimento e produtos de origem animal. Avaliaram-se o ganho de peso, o consumo de ração, a conversão alimentar, a mortalidade e os rendimentos de carcaça e das partes (peito, pernas, asas e dorso) aos 56, 63, 70, 77 e 84 dias de idade. O comprimento e a porcentagem (em relação ao peso vivo) dos intestinos e o peso e a porcentagem (em relação ao peso vivo) do fígado, moela e pâncreas foram avaliados aos 84 dias de idade. Houve efeito (P<0,05) da linhagem para as características de desempenho e da linhagem e do sexo para rendimentos da carcaça e das partes, assim como para as características do sistema digestório (P<0,05). O sistema de criação não influenciou as características avaliadas.

Parâmetros de desempenho e carcaça de genótipos de frangos tipo caipira

Veloso,R.C.; Pires,A.V.; Torres Filho,R.A.; Pinheiro,S.R.F.; WinKelstroter,L.K.; Alcântara,D.C.; Cruz,C.C.D.C.S.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2014 PT
Relevância na Pesquisa
26.07%
Objetivou-se com este trabalho avaliar as características de desempenho e de carcaça de sete genótipos de frangos tipo caipira da linhagem Redbro. Foram utilizados 840 pintos de um dia, machos, distribuídos em delineamento inteiramente ao acaso, dos seguintes genótipos: Caboclo, Carijó, Colorpak, Gigante Negro, Pesadão Vermelho, Pescoço Pelado e Tricolor. Os frangos foram alojados em 28 boxes, sendo 30 frangos por boxe, em galpão de alvenaria com acesso a um piquete de 45m², em quatro repetições. As características de desempenho (conversão alimentar, ganho em peso médio diário, consumo de ração médio diário) foram avaliadas nos períodos: um a 28, um a 56, um a 70 e um a 84 dias de idade. O peso corporal foi avaliado aos 28, 56, 70 e 84 dias de idade. As características de carcaça (peso e rendimento de carcaça, peito e pernas) foram obtidas a partir do abate de dois frangos por boxe, aos 85 dias de idade. As análises estatísticas foram realizadas utilizando-se o "proc glm" do SAS. Verificou-se que, em todos os períodos, os frangos do genótipo Colorpak apresentaram maior peso corporal, consumo de ração médio diário...

Avaliação do desempenho e do rendimento de carcaça de quatro linhagens de frangos de corte em dois sistemas de criação

Madeira,Luciene Aparecida; Sartori,José Roberto; Araujo,Priscila Cavalca; Pizzolante,Carla Cachoni; Saldanha,Érika Salgado Politi Braga; Pezzato,Antonio Celso
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 PT
Relevância na Pesquisa
26.25%
O objetivo neste trabalho foi avaliar o desempenho e o rendimento de carcaça e das partes de quatro linhagens de frangos de corte criados em sistemas de confinamento e semiconfinamento. Foram utilizados 1.440 pintos distribuídos em delineamento inteiramente casualisado com esquema fatorial 4 õ 2, composto de quatro linhagens (Ross 308, Máster Griss, Label Rouge e Vermelhão Pesado) e dois sistemas de criação (em confinamento e semiconfinamento), cada um com quatro repetições de 45 aves. Aos 84 dias de idade, foram abatidas quatro aves por repetição, totalizando 128 aves, para avaliação do rendimento de carcaça e das partes. O acesso ao piquete (semiconfinamento) não influenciou o desempenho nem o rendimento de carcaça das linhagens, exceto o rendimento de gordura abdominal, que foi mais baixo nas aves semiconfinadas. Considerando apenas aves das linhagens tipo colonial, a Máster Griss e Vermelhão Pesado tiveram melhores resultados de peso e a Label Rouge, melhor conversão alimentar. Os frangos tipo colonial Máster Griss, Label Rouge e Vermelhão Pesado, em comparação aos da linhagem comercial Ross, apresentaram maior rendimento de partes, exceto de peito e carne de peito, que foram maiores na linhagem Ross. A escolha da linhagem deve ser feita de acordo com o interesse de mercado...

Sistemas orgânicos de produção animal: dimensões técnicas e econômicas.

FIGUEIREDO, E. A. P. de; SOARES, J. P. G.
Fonte: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 49., 2012, Brasília. A produção animal no mundo em transformação: anais. Brasília, DF: SBZ, 2012. 1 CD-ROM. Publicador: In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 49., 2012, Brasília. A produção animal no mundo em transformação: anais. Brasília, DF: SBZ, 2012. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
PT_BR
Relevância na Pesquisa
16.07%
Sistema orgânico de produção animal é todo aquele que mantém uma visão holística da propriedade integrando produção animal e vegetal. Não permite o uso de agrotóxicos, medicamentos químicos, hormônios sintéticos, transgênicos-ogm; restringe a utilização de adubos químicos; inclui ações de conservação dos recursos naturais; e considera aspectos éticos nas relações sociais internas da propriedade e no trato com os animais. No Brasil existem 90 mil produtores orgânicos, sendo 14 mil certificados que movimentam US$ 200 milhões com produtos de origem animal, vegetal e coprodutos, colocando o país na décima terceira posição em produção e o quinto em área (1,77 milhões ha) do mundo. Os principais produtos de origem animal produzidos anualmente no Brasil são a carne de frango (550 mil cabeças) e bovina (13,8 mil cabeças), ovos (720 mil dúzias) e leite (6,8 milhões de litros). A Embrapa obteve resultados importantes relacionados ao desenvolvimento de genótipos de galinhas para produção de carne e ovos mais adaptados a produção colonial/orgânica/agroecológica, pelas linhagens Embrapa 041 (2,5kg/84dias) e 051 (255 ovos/ave/ano). Identificou-se que o sistema SISCAL, apresentou desempenho satisfatório...

Efeitos de diferentes níveis de energia e proteína sobre o desempenho de frangos de corte de linhagens colonial

Pacheco, Osdival
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
26.07%
Resumo: O objetivo deste experimento foi avaliar o efeito das diferentes relações energia : proteína sobre o desempenho de frangos de corte das linhagens coloniais Pesadão e Label Rouge (JA 57 ISA LABEL) criadas em sistema confinado no período de 1 a 90 dias de idade. Os ingredientes das rações foram exclusivamente de origem vegetal, constituídas por milho moído, farelo de soja, farelo de trigo, suplemento vitamínico, mineral e balanceadas por aminoácidos digestíveis, sem uso de promotores de crescimento, coccididas e antibióticos. O peso médio (g), consumo de ração (g/ave) e conversão alimentar foram avaliados nas datas das trocas dos níveis de energia das rações (14-28-42-56-70 e 90 dias de idade). Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado, com doze tratamentos e três repetições de 37 aves cada. Em esquema fatorial 6 x 2 ( seis níveis de energia e duas linhagens). Os dados foram submetidos à análise de variância, utilizando-se o pacote estatístico SAEG. Os níveis de energia foram submetidos ao desdobramento de graus de liberdade de 1 a 5 e referem-se a regressão linear (r) até o quinto grau. O aumento do nível de energia nas rações pré-inicial (1-14) e inicial (15-28), não propiciou aumento do peso vivo...

Padr?o de crescimento, par?metros de desempenho e diverg?ncia gen?tica de gen?tipos de frangos tipo caipira; Growth pattern, performance parameters and genetic divergence of genotypes in Alternative strain of Broiler Chickens

Veloso, Rog?rio de Carvalho
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
POR
Relevância na Pesquisa
26.07%
Objetivou-se com este trabalho comparar o padr?o de crescimento, avaliar o desempenho, as caracter?sticas de carca?a e, verificar a diverg?ncia gen?tica por meio de t?cnicas de an?lise multivariada de diferentes gen?tipos de aves tipo caipira. Foram utilizados 840 pintos de um dia, machos, distribu?dos em delineamento inteiramente casualizado, dos seguintes gen?tipos: Caboclo, Carij?, Colorpak, Gigante Negro, Pesad?o Vermelho, Pesco?o Pelado e Tricolor. Para a determina??o das curvas de crescimento do peso corporal das aves, os dados coletados foram avaliados a partir dos modelos n?o-lineares: Brody, Gompertz, Log?stico, Richards e von Bertalanffy. Foi empregado o ?proc nlin? do SAS, utilizando o m?todo interativo de Gauss-Newton. Os crit?rios utilizados para escolha do modelo de melhor ajuste da curva de crescimento foram o coeficiente de determina??o, o desvio padr?o assint?tico, o desvio m?dio absoluto dos res?duos e o ?ndice assint?tico. O estudo do crescimento relativo dos cortes foi realizado mediante o modelo da equa??o alom?trica de Huxley. As caracter?sticas de desempenho (convers?o alimentar, ganho em peso m?dio di?rio, consumo de ra??o m?dio di?rio) foram avaliadas em quatro per?odos: 1 a 28, 1 a 56, 1 a 70 e 1 a 84 dias de idade. As caracter?sticas de carca?a (peso e rendimento de carca?a...