Página 1 dos resultados de 63862 itens digitais encontrados em 0.017 segundos

Vês, nós já cantávamos antes: a fotografia como memória da música

Castro, Maria Isabel Ribeiro de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
Durante o trabalho de campo para doutoramento que tenho vindo a desenvolver desde 2010 no seio da comunidade goesa da Catembe e Maputo (Moçambique), a fotografia revelou-se um elemento importante na investigação enquanto mediadora na minha relação com os colaboradores e na compreensão de questões muitas vezes omissas no discurso oral. Foi a partir do recurso à fotografia e da sua visualização, que alguns dos meus colaboradores iniciaram as descrições sobre as práticas musicais, as festas e os rituais nos quais participam ou participaram no passado. Neste sentido, a fotografia preparou o cenário para a narrativa na qual a música que não se ouvia de alguma forma, se materializou a partir da evocação de memórias pessoais sugeridas pela imagem. A fotografia, enquanto documento de registo etnográfico, tem sido amplamente discutida sobretudo no quadro da antropologia. Já no início do século XX Malinowski abriu caminho para que a antropologia incorporasse a fotografia como elemento de análise e como forma de complementar a narrativa etnográfica. Lévi-Strauss ampliou esta função da fotografia atribuindo-lhe um papel documental como forma de preservação de instantes únicos permitindo recensear e analisar acontecimentos...

O gabinê fluidificado e a fotografia dos espíritos no Brasil: a representação do invisível no território da arte em diálogo com a figuração de fantasmas, aparições luminosas e fenômenos paranormais; O gabinê fluidificado e a fotografia dos espíritos no Brasil: a representação do invisível no território da arte em diálogo com a figuração de fantasmas, aparições luminosas e fenômenos paranormais

Andrade, Mario Celso Ramiro de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 08/07/2008 PT
Relevância na Pesquisa
36.41%
Esta tese foi desenvolvida a partir de duas frentes de trabalho distintas, porém complementares: a primeira procura rastrear o surgimento e identificar a produção da chamada Fotografia dos Espíritos no Brasil, um acervo de imagens com características próprias, encontradas a partir do início do séc. XX no país, que registram as supostas manifestações espirituais e paranormais ocorridas em várias localidades brasileiras, ao longo de quase um século. São imagens que pretendem demonstrar a ocorrência de determinados fenômenos, sob determinadas condições, em determinados ambientes e, invariavelmente, na presença de testemunhas oculares e suas câmeras fotográficas. Numa outra frente, este trabalho propõe uma leitura da produção artística do autor, em diálogo com vários pressupostos da fotografia dos espíritos; dando continuidade ao trabalho que foi tema da dissertação de mestrado em poéticas visuais, defendida na Escola Superior de Arte e Mídia de Colônia (Kunsthochschule für Medien Köln), na Alemanha, em 1997. Ao associar essas duas frentes de trabalho, torna-se possível identificar várias zonas de intersecção entre a prática fotográfica espiritual e a produção artística aqui enfocada, revelando que objetos do conhecimento aparentemente distintos mostram-se intimamente implicados...

Coleção Pirelli MASP de fotografia - fragmentos de uma memória; Coleção Pirelli MASP de fotografia - fragmentos de uma memória

Soares, Carolina Coêlho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/04/2006 PT
Relevância na Pesquisa
36.4%
Os discursos dos membros do Conselho Deliberativo da Coleção Pirelli-Masp de Fotografia estão em defesa da memória da fotografia brasileira e devem ser percebidos como uma preocupação também arquivística que busca por meio da Coleção salvaguardar fotografias enquanto documentos históricos. Essa questão é abordada em paralelo com as ações didáticas e artísticas realizadas no Masp em torno da fotografia. Assim, é possível perceber que a preocupação dos membros do Conselho da Coleção em conservar a memória da fotografia brasileira é resultante de uma estratégia que antecede a própria Coleção, ligada à política cultural que Pietro Maria Bardi tentou instituir ao longo da história do Museu. No entanto, para trazer à luz a complexidade desse tema, propõe-se rever todas essas estratégias a partir da recuperação da própria história da fotografia em São Paulo, durante o século XX, nas quais o discurso fotográfico constituído pelo Masp é um elemento estruturador. A fotografia será recuperada tendo como contexto não apenas a cena artístico-cultural paulistana, como também o desenrolar da fotografia no âmbito internacional. O objetivo é analisar os discursos dos membros do Conselho Deliberativo para identificar e compreender os critérios utilizados para a seleção das obras presentes na referida Coleção e pensar sobre os mecanismos discursivos que tentam...

Fazendo a memória performar : uma reflexão sobre a fotografia em variações em azul

Sousa, Ruth Moreira de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.4%
O texto se propõe a uma reflexão acerca do pensamento conceitual sobre a fotografia na obra artística aqui apresentada, intitulada Variações em Azul. Tal pensamento defende a fotografia não como registro de acontecimentos passados, “isto foi” (Roland Barthes), mas como um mecanismo capaz de fazer a memória performar as diversas possibilidades de “isto poderia ter sido” ou de “impossível ter sido”. Esta obra apresenta a fotografia como um processo contínuo de reconstrução, de fazer o novo, de ressignificar as imagens caducas, de tornar-se novamente ação. Para a concepção aqui apresentada, a fotografia não tem por função lembrar o que foi, mas produzir um novo acontecimento. Desta forma, fazendo a memória performar continuamente, a fotografia nesta poietika produz acontecimentos impossíveis: que só têm existência pela fotografia e na fotografia. Traçando relações entre a música, o cinema e a fotografia, o texto constrói os argumentos que embasam esta idéia conceitual, quais sejam: “original” não é uma matriz que reproduz unidades idênticas, mas “origem” acrescida de “novidade”, tal como propõe Walter Benjamin para a “imagem dialética”. A fotografia não aponta para o passado...

Imagens do hospício vazio : fotografia, pesquisa e intervenção

Maurente, Vanessa Soares
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.4%
Esta tese foi inspirada no desejo de aprofundar modos de pesquisar e intervir através da fotografia e no reconhecimento das condições de possibilidade de construção de novas práticas no campo da saúde mental. Realizou-se no contexto do projeto de pesquisa e extensão Oficinando em Rede – parceria entre Universidade Federal do Rio Grande do Sul e o Centro Integrado de Atenção Psicossocial para crianças e adolescentes (CIAPS) do Hospital Psiquiátrico São Pedro, em Porto Alegre. Tal projeto realiza oficinas tecnológicas – internet, robótica, fotografia e vídeo – junto aos trabalhadores e usuários do local. Nas oficinas de fotografia, observamos que a entrega de câmeras aos jovens, para que fotografassem livremente, produzindo suas próprias inscrições, era algo estranho no contexto, pois as práticas discursivas em hospitais psiquiátricos geralmente colocam usuários em uma posição de objeto do olhar médico-especializado. Isto se deu em função da fotografia manter uma relação de similaridade perceptiva com a realidade, o que a diferencia de outras práticas artísticas em saúde mental, como pintura, escrita e desenho. Por outro lado, se a legitimidade da fotografia é garantida por uma crença na possibilidade de reprodução do real...

La fotografía como elemento (re)constructor de la memoria en Escenas de cine mudo de Julio Llamazares y Retrato en sepia de Isabel Allende

Savaris, Michele
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
SPA
Relevância na Pesquisa
36.38%
Esta dissertação busca uma aproximação entre fotografia e literatura à luz do processo mnemônico que se forma por meio desse tipo de imagem. Assim, o objetivo principal consiste em analisar e mostrar como a fotografia atua e de que maneira contribui para que alguém (re)construa seu passado relacionando-o à memória. Para isso, parte-se da análise das obras literárias Escenas de cine mudo do autor espanhol Julio Llamazares e Retrato en sepia da escritora chilena Isabel Allende, que nos servem como ponto de partida para a discussão analítica, destacando-se a importância da fotografia para a literatura. Dessa maneira, faz-se necessário um estudo cuidadoso dos elementos que compõem cada uma das referidas obras, com a finalidade de perceber e compreender as relações que se estabelecem para a formação da memória, já que em Escenas de cine mudo e Retrato en sepia, o modo de (re)construção do passado através de fotografia é diferente. O termo “memória” está associado a diversos conceitos, de acordo com a área em que é aplicado. Levando em conta essa ideia, a proposta é partir dos conceitos de “memória” estabelecidos por Aristóteles, Platão e Ricoeur, aplicando-os às obras literárias mencionadas.; Esta disertación busca un acercamiento entre fotografía y literatura a la luz del proceso mnemónico que se forma por medio de ese tipo de imagen. Así...

A fotografia na percepção da arquitetura

Vieira, Cesar Bastos de Mattos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
A fotografia, como aparato tecnológico físico/químico, tem, desde sua origem, características científicas e artísticas. Esta dualidade tem especial importância quando aplicada à arquitetura. Seria a fotografia uma forma de representação da obra arquitetônica ou uma arte independente, que tem a possibilidade de criar mundos artificiais ou irreais? Por mais que o senso comum acredite na honestidade e fidedignidade da fotografia, o mundo e, mais especificamente, a arquitetura se mostram de maneiras peculiares quando vistos pelas lentes da fotografia. Esta confusão sobre o que é a fotografia – um registro fiel da ‘realidade’ visual? Uma forma de expressão artística de seu operador (fotógrafo)? – é o ponto central desta tese. Este trabalho propõe uma reflexão teórica sobre as consequências desta aparente confusão ou desconsideração das diferenças entre o registrado e o ‘real’, dos limites e capacidades da fotografia em representar o que está defronte da lente. Trata-se de um trabalho inicialmente descritivo do ato fotográfico em relação aos elementos envolvidos nesta ação, de suas responsabilidades e das consequências no resultado – a imagem obtida. Pretende-se evidenciar as possibilidades da fotografia de manipular a realidade...

Fotografia e práticas artísticas : os discursos dos artistas nos anos 1960 e 1970

Almeida, Juliana Gisi Martins de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
Este trabalho apresenta uma investigação sobre a fotografia produzida por artistas nos anos 1960 e 1970, a partir de uma análise discursiva dos textos que os próprios artistas escreveram na época. Proponho que a especificidade da concepção de fotografia dos anos 1960 e 1970 é resultado de um processo complexo: habitando uma exterioridade selvagem da disciplina das artes visuais naquele momento, a fotografia é escolhida por artistas como uma estratégia importante em uma disputa discursiva pelas definições de arte que resulta na sua formação como objeto para a disciplina das artes visuais. Esta investigação se desdobra em três capítulos: As Fontes de Pesquisa; A Fotografia-Qualquer; Fotografia e Práticas Artísticas – os Discursos dos Artistas nos Anos 1960 e 1970. No primeiro capítulo desenvolvo uma discussão sobre o texto de artista e sua relevância para a compreensão da arte produzida nas décadas de 1960 e 1970, pela análise comparativa de quatro livros que reúnem textos de artistas da época, com o intuito de explicitar o modo como estes escritos são incluídos no campo teórico das artes visuais, pela sua republicação, que se coloca como uma reapresentação (com um consequente deslocamento de seus contextos originais...

As bordas do fotografico e da fotografia, fronteiras tenues

Marisa Ganança Teixeira da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.4%
A busca da compreensão do modo como se constituem os sentidos na ?leitura? das fotografias é a questão organizadora deste trabalho. A análise do discurso sobre a fotografia constitui o meu ponto de ancoragem teórico-analítico a partir do qual foi sistematizada minha observação. Tomando como corpus inicial fotografias consideradas artísticas no lugar do saber institucionalizado, no contraponto com fotografias tidas como não-artísticas nesse mesmo espaço, realizei entrevistas com especialistas e não-especialistas em fotografia, que deram a sua opinião sobre as mesmas. O material de análise, então, passou a ser os dizeres dos sujeitos nas posições: Saber não específico Sobre Fotografia (S.n.e.F.), Saber sobre Fotografia (S.s.F.) e Saber sobre o Saber Fotográfico (S.s.S.F.). Com o estudo sobre a história da fotografia, foi fundamental observar o funcionamento dos sentidos em duas ordens discursivas distintas, as quais denominei a ?ordem do fotográfico? e a ?ordem da fotografia?. A ordem do fotográfico imprime nas discursividades sobre a fotografia uma direção: a busca da especificação do artístico em fotografia. No processo de especificação do artístico, outras discursividades, identificadas com o espaço generalizante do senso-comum sobre a fotografia...

Fotografia e cubos : o fotográfico e o minimalismo

Silveira, Sandro Alves
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
PT_BR
Relevância na Pesquisa
36.38%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Artes, Programa de Pós-Graduação em Arte, 2006.; A maioria das teorias relativas à imagem fotográfica tratou a fotografia como um objeto de pesquisa convencional. A busca da especificidade do meio foi tônica dos debates mais importantes. Em 1990, ao lançar uma coletânea intitulada O fotográfico, a teórica e historiadora da arte Rosalind Krauss observa que autores como Walter Benjamin e Roland Barthes não produziram uma teoria sobre a fotografia, mas a partir da fotografia. É desta forma que ela se propõe a usar a fotografia como um objeto teórico, um filtro a partir do qual é possível organizar os dados de outro campo. Devido ao caráter semiótico de signo indicial − o que a localiza com ênfase no campo do imaginário lacaniano −, a fotografia esquiva-se da condição de objeto de estudo, incidindo reflexivamente sobre os tratamentos teóricos e históricos que a ela são dirigidos. Krauss lança mão desta condição da fotografia articulando aproximações entre o modo operativo da arte de Marcel Duchamp, o índice e a fotografia, para, em seguida, demonstrar como a arte dos anos 70, em toda a sua heterogeneidade, encontra, justamente no indicial e no fotográfico...

Vês, nós já cantávamos antes: a fotografia como memória da música

Castro, Isabel
Fonte: UA Editora Publicador: UA Editora
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
Durante o trabalho de campo para doutoramento que tenho vindo a desenvolver desde 2010 no seio da comunidade goesa da Catembe e Maputo (Moçambique), a fotografia revelou-se um elemento importante na investigação enquanto mediadora na minha relação com os colaboradores e na compreensão de questões muitas vezes omissas no discurso oral. Foi a partir do recurso à fotografia e da sua visualização, que alguns dos meus colaboradores iniciaram as descrições sobre as práticas musicais, as festas e os rituais nos quais participam ou participaram no passado. Neste sentido, a fotografia preparou o cenário para a narrativa na qual a música que não se ouvia de alguma forma, se materializou a partir da evocação de memórias pessoais sugeridas pela imagem. A fotografia, enquanto documento de registo etnográfico, tem sido amplamente discutida sobretudo no quadro da antropologia. Já no início do século XX Malinowski abriu caminho para que a antropologia incorporasse a fotografia como elemento de análise e como forma de complementar a narrativa etnográfica. Lévi-Strauss ampliou esta função da fotografia atribuindo-lhe um papel documental como forma de preservação de instantes únicos permitindo recensear e analisar acontecimentos...

A luz do desejo : a fotografia publicitária face à fotografia artística e à fotografia jornalística

Pina, Helena Figueiredo
Fonte: CPIESCS Publicador: CPIESCS
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 POR
Relevância na Pesquisa
36.4%
Este ensaio reflecte sobre os factores que presidem à distinção da Fotografia Publicitária face às categorias da Fotografia Artística e da Fotografia Jornalística. As diferentes formas de utilizar a fotografia podem traduzir-se em várias categorias cujas fronteiras são muitas vezes ténues e extremamente difíceis de situar. No entanto, a existência destas categorias é comummente aceite e reconhecida, dando origem a uma classificação hierarquizada que acarreta uma diferença de estatutos. Os anos de exercício em diversas funções da Publicidade, a par da prática de investigação académica, permitiram uma análise realista do “lugar” ocupado por esta categoria a partir de uma interrogação acerca das diferenças de estatuto subjacentes a estas três categorias. Na sociedade contemporânea as imagens da Publicidade são um reflexo dos desejos de consumo e a Fotografia Publicitária possui uma conotação marcadamente mercantil que a coloca numa espécie de categoria à parte, que importa ser analisada. Eis porque nos propomos interrogar ao longo deste trabalho acerca dos eventuais pontos de contacto entre a Fotografia Publicitária, a Fotografia Artística e a Fotografia Jornalística, para então determinar possíveis factores que presidem à sua distinção. Igualmente...

Retomar percursos que o tempo interrompeu. Uma leitura dos encontros de fotografia de Coimbra

Gaspar, Mariana Marin Barbosa
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /03/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.39%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências da Comunicação - área de especialização em Comunicação e Artes; A curiosidade e o interesse imediatos pela fotografia, apoiados no espírito objetivo e racional da modernidade, desde cedo justificaram a sua exibição: privilegiado o espaço simbólico da intimidade, breve, a fotografia migrou para o espaço público dos salões e das sociedades da época. Se na primeira metade do século XX houve lugar a algumas exposições que marcaram a história da fotografia, foi necessário aguardar pelos anos 70, para que a sua inscrição como criação autónoma entrasse nos lugares de exibição e difusão e encontrasse o espaço de uma eficaz divulgação; também entre nós, foi a partir desses anos que a fotografia iniciou um processo de reconhecimento, afastando-se da prática anterior, muito circunscrita à tradição associativa, exibida nos ‘salões’ da época. Essa rutura que se sentiu nos pressupostos estéticos, formais e autorais, conquistaria, na década seguinte, o consequente espaço de visibilidade que legitimaria e consolidaria a fotografia no universo da criação artística contemporânea. É neste contexto que se inscrevem os Encontros de Fotografia de Coimbra cuja primeira edição teve lugar em 1980...

A realidade em exercício: um percurso entre filosofia e fotografia

Conceição, Nélio Rodrigues da
Fonte: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em /07/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.39%
Tese apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Doutor em Filosofia, especialidade de Estética; Esta dissertação debruça-se sobre as relações entre o pensamento filosófico e a fotografia, mediante três eixos que de diferentes modos se entrecruzam: 1) uma exploração de teorias de cariz fenomenológico que abordam a fotografia ou que são por esta invocadas; 2) uma releitura do pensamento de Walter Benjamin sobre a fotografia a partir da noção de exercício; 3) um aprofundamento crítico da questão da semelhança em fotografia, com um desenvolvimento da teoria mimética de Benjamin. Dois excursos absorvem e desviam estes eixos. No primeiro capítulo aborda-se, inicialmente, a fenomenologia de Husserl e suas análises da consciência de imagem, confrontando-as com as perspectivas de Sartre e Barthes. Desse confronto despontam o alcance e os limites do quadro conceptual fenomenológico, bem como a “novidade filosófica” da fotografia, a qual obriga a uma inflexão conceptual em direcção à magia e às forças do olhar, à acentuação da evidência e do afecto. A constituição técnica da fotografia provoca uma relação com a realidade sob a forma de uma queimadura que contém...

Fotógrafos, espaços de produção e usos sociais da fotografia em Porto Alegre nos anos 1940 e 1950

Massia, Rodrigo de Souza
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
PORTUGUêS
Relevância na Pesquisa
36.37%
A presente dissertação pretende compreender parte da cultura visual em Porto Alegre nos anos 1940 e 1950, abordando o ofício da fotografia. As principais fontes utilizadas foram depoimentos orais de fotógrafos que atuaram no período, que fazem parte do acervo do Museu de Comunicação Social Hipólito José da Costa e um livro, intitulado Respingos de Revelador e Rabiscos escrito pelo fotógrafo Sioma Breitman. Procurou-se compreender quais eram os usos sociais que eram feitos das fotografias e quais as possibilidades de atuação dos fotógrafos. A fotografia neste período passou por uma fase de transformações, na qual os tradicionais estúdios fotográficos davam lugar à novas possibilidades de utilização da fotografia. Surgiam associações de fotógrafos como a Associação dos Fotógrafos Profissionais do Rio Grande do Sul (1946-1954), o Foto Cine Clube Gaúcho (1951) e a Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematógrafos do Rio Grande do Sul (1956). Estes espaços eram mecanismos de valorização social da atividade, além de apontar os caminhos da especialização, que se aprofundou nas décadas subseqüentes. As máquinas portáteis ofereciam uma extensa possibilidade de inserção da fotografia, como no jornalismo...

A apreensão do instante relações entre a literatura e fotografia; The apprehension of the instant relations between literature and still photography

SOUSA, Fábio D abadia de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Letras e Linguistica; Linguistica, Letras e Artes Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Doutorado em Letras e Linguistica; Linguistica, Letras e Artes
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
In this study, through a qualitative survey based upon a bibliographical research, we analyze the inter-relations between literature and still photography, with the intention of discussing the main aspects of resemblance between these two types of arts, apparently very different from one another. Based upon Susan Sontag s (2004) statement that photography is closer to poetry than to any other art, we investigate the historical and aesthetic developments that allow such relation. Our investigation shows that it was after the realistic movement and mainly after the consequences of the radicalization in the use of the literary image by the European avant-gard oriented writers and by the Brazilian modernist poets that the relation between literature and still photography becomes clearer. We analyze particularly a part of the literary production of the Brazilian modernist writer Oswald de Andrade that, through his instant poems or flash-poems , presents in his literature some imagetic characteristics that allow us to compare them to photographic images. But if it is possible to show in literature some photographic elements, an inverse situation can also be detected. That is what an analysis of part of the production of the Brazilian photographer Thomas Farkas may demonstrate...

Diante da dor dos outros: o conceito de documento na fotografia forense

Freitas Jr, Edson Ferreira de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Arte e Cultura Visual (FAV); Faculdade de Artes Visuais - FAV (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Arte e Cultura Visual (FAV); Faculdade de Artes Visuais - FAV (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
POR
Relevância na Pesquisa
36.38%
In “Regarding the Pain of Others”: the concept of document in forensic photography I propose to discuss the status of photography as a mirror of the real, investigating in particular the case of forensic photography (also known as criminal photograph, evidence photography or expert photography), the ones that are produced in the context of the judiciary with the purpose of assisting in the construction of criminal evidence. From my professional experience as a photographer of the Scientific Police of the State of Goias and working with crime scenes photographs produced by me, taken during a 24 hours journey, discussing photography‘s legitimizing by science, supported mainly by its character likelihood, and incorporating the concept of photo-document proposed by Andre Rouille (2009) I analyze the relations between the photographer and the criminal scenes, questioning the constant exposure of mutilated bodies scenes in their daily work.; Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás - FAPEG; Em “Diante da dor dos outros”: o conceito de documento na fotografia forense discuto o estatuto da fotografia como espelho do real, investigando em particular o caso da fotografia forense (também conhecida como fotografia criminal...

Exploraciones en torno a la fotografía documental

Fonte: Universidad Autónoma de Occidente; Comunicación Social-Periodismo Publicador: Universidad Autónoma de Occidente; Comunicación Social-Periodismo
Tipo: Bachelor Thesis; Trabajo de Grado Formato: PDF
SPA
Relevância na Pesquisa
36.39%
En el ejercicio de la fotografía se pueden distinguir tres funciones: la función textual, que hace referencia a hechos coyunturales, la función artística, cuya preocupación está en el orden de lo estético, y la función documental, que intenta dar cuenta de unos hechos sociales. El desarrollo de la fotografía en la ciudad de Cali se ha llevado a cabo bajo los parámetros de la reportería gráfica, la crónica social y en las últimas décadas bajo una mirada que privilegia lo estético. Los archivos fotográficos hablan de la ciudad de antaño, de los acontecimientos cuyos protagonistas fueron las elites y una gama de reportajes fotográficos que fueron naciendo con los periódicos de la región. En la actualidad no existen archivos escritos que hablen del desarrollo de la fotografía en la ciudad y en la región. La historia de la fotografía en la ciudad aún no ha sido escrita. Existe en la ciudad, una carencia de planteamientos teóricos que aborden las posibilidades discursivas de la fotografía, en torno a referentes sociales. En esta vía surge un interrogante que le da forma al presente trabajo: ¿ Cómo abordar desde la fotografía un problema de investigación social?. Frente a este interrogante planteo la siguiente hipótesis: en razón de lograr que la fotografía abarque un problema de investigación social...

LA NUBE 360

Corp de Desarrollo Social del Sector Rural; La Nube Fotografia Limitada; FRANCISCO PERRY OTAROLA
Fonte: Corporação de Fomento da Produção Publicador: Corporação de Fomento da Produção
Tipo: proyecto
Publicado em 07/10/2009
Relevância na Pesquisa
46.34%
La Nube Fotografía es una empresa compuesta por Rafael Quirós representante legal y sociocapitalista Arturo Quirós estudiante 6to. Año Ingeniería Industrial encargado de operaciones yAndrea Carlin Ingeniera Comercial encargada del aérea comercial.La empresa esta dedicada a entregar soluciones innovadoras en el campo de la fotografía aéreapara ello se utiliza un novedoso sistema fotográfico (se detalla en 5.1). Este sistema fueimportado desde España de la empresa AltaFoto5 quienes son los creadores de este sistema y conlos cuales se posee un acuerdo exclusivo de distribución en Chile.La empresa se dedica a la venta de fotografías aéreas fotografías aéreas en 360° y tourvirtuales aéreos siendo la única en Chile en ofrecer estos últimos dos innovadores servicios.Las fotografías aéreas en 360° corresponden a una vista aérea (hasta 300 mts de altura) en 360°horizontal y 180° vertical que permite una visualización completa. Las fotografías aéreas en 360°pueden ser utilizadas en diversas industrias específicamente sus aplicaciones se encuentran en elsector turismo e inmobiliario permitiendo mostrar los atractivos de una localidad y sus entornosdesde una nueva perspectiva de manera interactiva.La misión de La Nube Fotografía es transformarse en los mayores proveedores de imágenesaéreas en 360° de Chile manteniéndose como la empresa líder del mercado.Para lograr este propósito se esta trabajando en...

Fotografia E Práticas Artísticas: Os Discursos Dos Artistas Nos Anos 1960 E 1970

Almeida, Juliana Gisi Martins de; UFPR
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 12/05/2013 POR
Relevância na Pesquisa
36.43%
<!-- /* Font Definitions */ @font-face {font-family:"MS 明朝"; mso-font-charset:78; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:1 134676480 16 0 131072 0;} @font-face {font-family:"Cambria Math"; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:3 0 0 0 1 0;} @font-face {font-family:Cambria; panose-1:2 4 5 3 5 4 6 3 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-536870145 1073743103 0 0 415 0;} @font-face {font-family:"Bell Gothic Std Light"; panose-1:2 11 5 6 2 2 3 2 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:auto; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:3 0 0 0 1 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-unhide:no; mso-style-qformat:yes; mso-style-parent:""; margin-top:0cm; margin-right:0cm; margin-bottom:10.0pt; margin-left:0cm; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:Cambria; mso-ascii-font-family:Cambria; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:"MS 明朝"; mso-fareast-theme-font:minor-fareast; mso-hansi-font-family:Cambria; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi; mso-fareast-language:JA;} .MsoChpDefault {mso-style-type:export-only; mso-default-props:yes; font-family:Cambria; mso-ascii-font-family:Cambria; mso-ascii-theme-font:minor-latin; mso-fareast-font-family:"MS 明朝"; mso-fareast-theme-font:minor-fareast; mso-hansi-font-family:Cambria; mso-hansi-theme-font:minor-latin; mso-bidi-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-theme-font:minor-bidi; mso-fareast-language:JA;} .MsoPapDefault {mso-style-type:export-only; margin-bottom:10.0pt;} @page WordSection1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:72.0pt 90.0pt 72.0pt 90.0pt; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;} div.WordSection1 {page:WordSection1;} --> Este trabalho apresenta uma investigação sobre a fotografia produzida por artistas nos anos 1960 e 1970...