Página 1 dos resultados de 119 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

A fatal forensic intoxication with fenarimol: analysis by HPLC/DAD/MSD

Proença, P.; Marques, E. Pinho; Teixeira, H.; Castanheira, F.; Barroso, M.; Ávila, S.; Vieira, D. N.
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: aplication/PDF
ENG
Relevância na Pesquisa
46.37%
Fenarimol (Rubigan®) is a pyrimidine ergosterol biosynthesis inhibitor used as a systemic fungicide. The authors present a fatal fenarimol intoxication case analysed in the Forensic Toxicology Service of the National Institute of Legal Medicine. The results were used to compare two different HPLC techniques, regarding selectivity and sensitivity: an HPLC system with a diode array detector (DAD) and an HPLC system with a DAD and a mass spectrometry detector (MSD) with an electrospray interface. All biological samples were submitted to a solid-phase extraction procedure. The detection and quantification limits of fenarimol, linearity, precision and accuracy were evaluated. The fenarimol concentration levels determined were of 89.0 mg/ml in gastric contents, 1.9 mg/g in liver and 0.4 mg/g in kidney. Blood was not available at autopsy. No published data related to fenarimol self-poisoning were found, so it was not possible to interpret the results obtained by comparison with toxic/lethal levels.; http://www.sciencedirect.com/science/article/B6T6W-488NYVD-R/1/712bf23bb727a7110f22a36460ab32fb

Determinação de 3,4-metilenodioximetanfetamina (MDMA - Ecstasy), 3,4-metilenodioxietilanfetamina (MDEA - Eve) e 3,4-metilenodioxianfetamina (MDA) em fluidos biológicos por cromatografia líquida de alta eficiência: aspecto forense; Determination of 3,4-methylenedioxymethamphetamine (MDMA - Ecstasy), 3,4-methylenedioxyethylamphetamine (MDEA - Eve) and 3,4-methylenedioxyamphetamine (MDA) in biological fluids by high-performance liquid chromatography: forensic aspect

Costa, José Luiz da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2004 PT
Relevância na Pesquisa
36.46%
Em todo o mundo é crescente o uso drogas de abuso sintéticas conhecidas com designer drugs. Os principais representantes desta classe são o Ecstasy ou 3,4-metilenodioximetanfetamina (MDMA) e o Eve ou 3,4-metilenodioxietilanfetamina (MDEA), substâncias com efeitos estimulantes e alucinógenos. No Brasil é crescente sua divulgação pela mídia e o uso recreacional tem sido constatado em vários pacientes que buscam tratamento nas clínicas para dependentes. O presente trabalho constitui validação de metodologia analítica para o diagnóstico laboratorial do uso de MDMA, MDEA e seu produto de biotransformação, o 3,4-metilenodioxianfetamina (MDA), em sangue total e urina, por cromatografia líquida de alta eficiência com detecção por fluorescência. Os métodos desenvolvidos mostraram boa linearidade, precisão, exatidão, rendimento e capacidade de detectar os analitos mesmos quando presentes em baixas concentrações, o que permite sua aplicação na verificação da intoxicação aguda quanto no uso recreacional destas drogas de abuso. ; There is a worldwide increase in the use of the synthetic drugs of abuse known as designer drugs. The main representatives of this class are Ecstasy or 3,4-methylenodioxymethamphetamine (MDMA) and Eve or 3...

Pesquisa dos indicadores de uso do "crack" em amostras de urina de indivíduos submetidos a exame médico-legal; Research on crack biomarkers in urine samples of individuals who underwent medical-legal exams

Carvalho, Virgínia Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/09/2006 PT
Relevância na Pesquisa
46.57%
Atualmente os dados epidemiológicos sobre a exposição ao crack no Brasil são preocupantes, principalmente entre crianças e adolescentes na capital de São Paulo. É sabido que o crack apresenta um potencial maior que o correspondente a outras formas de uso da cocaína para causar dependência. Apesar de haver numerosos estudos e métodos validados para identificação e quantificação de cocaína em fluidos biológicos, o mesmo não ocorre para a caracterização de seu uso na forma de crack. Todos os métodos descritos para diferenciação de exposição ao crack empregam equipamentos de alto custo e que nem sempre são viáveis para a realidade econômica dos laboratórios públicos brasileiros. Este trabalho objetivou desenvolver e aplicar um método eficiente e viável economicamente para identificação e quantificação dos indicadores de uso do crack em amostras de urina provenientes do Núcleo de Toxicologia Forense do Instituto Médico-Legal de São Paulo. O método mostrou-se linear na faixa de interesse (intervalo dinâmico de 0,2 a 20 µg/mL) para éster metilanidroecgonina. Os limites de detecção e quantificação foram de 0,1 e 0,2 µg/mL respectivamente e os testes de estabilidade mostraram-se satisfatórios (degradação menor que 10% após 30 dias). Foram analisadas trinta e sete amostras de urina sendo que onze foram positivas para o indicador escolhido mostrando a utilidade do método no esclarecimento de ocorrências no âmbito forense...

Eletroforese capilar como ferramenta analítica para toxicologia forense; Cappilary electrophoresis as analytical tool for forensic toxicology

Costa, José Luiz da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/06/2008 PT
Relevância na Pesquisa
66.88%
No primeiro capítulo deste trabalho, são apresentados aspectos gerais sobre toxicologia forense e sobre a eletroforese capilar, onde se buscou mostrar como a técnica analítica pode ser útil para aplicações forenses. O segundo capítulo apresenta o desenvolvimento de metodologia analítica baseada em eletroforese capilar com detecção por arranjo de diodos para determinação de drogas de abuso ou seus produtos de biotransformação em humor vítreo. Foram estudados parâmetros como a composição do eletrólito de corrida (com especial atenção ao fenômeno de eletrodispersão), pré-concentração online (stacking) e modo de extração dos analitos. Foi obtida completa separação eletroforética de 12 analitos investigados em menos de 10 minutos de corrida. Os parâmetros de confiança analítica do método mostraram este é perfeitamente aplicável às análises toxicológicas com finalidade forense. O terceiro capítulo apresenta a elaboração de metodologia analítica baseada em eletroforese capilar acoplada a espectrometria de massas para determinação de cocaína e cinco produtos de biotransformação em urina, com procedimento de preparo da amostra biológica simplificado. O procedimento desenvolvido apresentou sensibilidade adequada para verificação de intoxicações agudas por cocaína...

Análises físicas e químicas de comprimidos de ecstasy apreendidos no município de São Paulo; Physical and chemical analyses of ecstasy tablets seized in São Paulo city

Lapachinske, Silvio Fernandes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/06/2009 PT
Relevância na Pesquisa
36.37%
Drug profiling, isto é, a caracterização de amostras de drogas apreendidas no sentido de estabelecer conexões entre apreensões realizadas em diferentes épocas e/ou locais a uma origem comum de produção clandestina, tem sido um objetivo dos órgãos governamentais responsáveis pela prevenção/repressão. Especificamente tratando-se de comprimidos de ecstasy, o conhecimento de suas propriedades físicas e químicas é de relevante importância para discriminar a apreensão de diferentes lotes. Nesse contexto, o presente trabalho propõe uma nova abordagem para estabelecer conexões entre apreensões de comprimidos de ecstasy, por meio da calorimetria exploratória diferencial (DSC), termogravimetria (TG) e difratometria de raios-X (DRX). Também foi realizada a caracterização física de todos os comprimidos (logotipo, coloração, massa, diâmetro e espessura), bem como a identificação/quantificação dos constituintes ativos por cromatografia em fase gasosa acoplada à espectrometria de massas (GC-MS) e o perfil de dissolução in vitro. Além disso, foi desenvolvido um método empregando a extração líquido-líquido para o isolamento da 3,4-metilenodioximetanfetamina (MDMA) dos comprimidos de ecstasy, que posteriormente foi cristalizada para cloridrato de MDMA (MDMA.HCl). Foram analisados dezessete diferentes lotes de comprimidos de ecstasy de diversos logotipos e colorações apreendidos no município de São Paulo...

Redistribuição da cocaína e sua influência na neuroquímica post mortem; Cocaine redistribution and their implication in post mortem neurochemistry

Carvalho, Virgínia Martins
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.46%
A interpretação dos achados laboratoriais no estabelecimento da causa mortis consiste na integração dos conhecimentos sobre a toxicocinética e toxicodinâmica do agente, conhecimentos de sua redistribuição post mortem (RPM) e achados necroscópicos que possibilitem o nexo causal entre o toxicante e o efeito letal. Neste sentido, é importante considerar que somente as concentrações de cocaína (COC) e seus metabólitos podem não ser determinantes na interpretação da causa de morte, podendo ser útil o cotejamento com outros parâmetros, como os níveis de neurotrasmissores que representem o mecanismo de ação do fármaco. Assim, este trabalho teve por objetivo investigar a RPM da COC e seu metabólito benzoilecgonina (BE) em três segmentos do tecido encefálico (TE), no humor vítreo (HV) e sangue (SG), bem como determinar as concentrações de catecolaminas e indolaminas no encéfalo para avaliar a aplicação da neuroquímica post mortem (NPM) na toxicologia forense. No estudo de RPM foram quantificados os níveis de COC e BE em três segmentos do TE (córtex frontal, núcleos da base e cerebelo), no HV e no SG através de método por cromatografia líquida de alta eficiência (HPLC) acoplada ao detector de arranjo de diodos. Os estudos de neuroquímica foram realizados empregando-se HPLC acoplada ao detector eletroquímico. Os resultados indicaram que as concentrações médias de COC foram maiores no TE...

Redistribuição postmortem de antidepressivos e seus produtos de biotransformação em tecidos biológicos humanos; Postmortem redistribution of antidepressants and their metabolites in human biological tissues.

Santos, Marcelo Filonzi dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.46%
Os antidepressivos pertencem a uma importante classe de medicamentos investigados na toxicologia forense. Em casos de amostras provenientes de cadáveres, o intervalo entre o óbito e a obtenção da espécie biológica pode proporcionar a redistribuição postmortem destes fármacos. Com o objetivo de elucidar esse fenômeno, métodos analíticos foram desenvolvidos e aplicados utilizando sangue total (ST), humor vítreo (HV) e fígado. Para as amostras de ST e HV, o método de extração escolhido e validado foi a microextração em fase líquida (LPME) trifásica. Fibras ocas constituídas de polipropileno, com a extensão de 8 cm cada, foram tratadas com o solvente orgânico dodecano (fase orgânica), resultando em um membrana com permeabilidade seletiva. No lúmen destas fibras, adicionou-se ácido fórmico 0,1 mol/L (fase aceptora). Em frasco de fundo chato com 5 mL de capacidade, pipetou-se 3,5 mL de NaOH 0,1 mol/L (fase doadora) e 0,5 mL de ST ou HV. Ao término da extração, as amostras foram introduzidas no GC-MS, sem a necessidade de reações de derivatização. O estudo com ST contemplou os antidepressivos amitriptilina (AMI), nortriptilina (NTR), imipramina (IMI), desipramine (DES), clomipramina (CLO), desmetilclomipramina (DMC)...

Análise da qualidade e da contribuição dos laudos periciais toxicológicos no processo de investigação criminal e sentença judicial em casos envolvendo substâncias ilícitas; Analysis of the quality and contribution of forensic toxicology reports in the process of criminal investigation and court decision in cases involving illegal substances

Yoshida, Ricardo Luís
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2015 PT
Relevância na Pesquisa
46.86%
Atualmente, no meio jurídico, há um reconhecimento implícito de que as provas materiais necessitam de embasamento científico para alcançar a autenticidade imprescindível ao estabelecimento da convicção dos magistrados. A natureza de determinados exames, como a classificação de substâncias proibidas, demandam a utilização de técnicas e saberes oriundos das ciências naturais e tecnológicas. O trabalho pericial deve ser pautado pela cientificidade, com a aplicação de conhecimentos de diversas áreas, dentre as quais está incluída a estatística forense. Neste trabalho foram utilizadas ferramentas estatísticas para avaliar a qualidade e a contribuição dos laudos periciais para os casos envolvendo substâncias ilícitas e correlacionar o conteúdo destes documentos com a sentença judicial. Numa primeira etapa foram analisadas as informações contidas em laudos toxicológicos de drogas, com o intuito de quantificar a qualidade e importância que eles poderiam fornecer em um processo. Para isso foram analisados 1008 documentos oficiais de diversas jurisdições, divididos em 504 conjuntos de laudos preliminares e definitivos do mesmo caso forense A intenção foi apreciar um conjunto heterogêneo de documentos para possibilitar uma melhor análise. A quantificação foi apreciada através de equações empíricas elaboradas. A validação do método ocorreu por análise de dados multivariados. A metodologia empregada demonstrou-se bastante robusta. A segunda fase do trabalho foi aplicar o resultado dos exames da etapa precedente e correlacionar com a decisão judicial. Para tanto...

Aplicação de técnica metabolômica em análises toxicológicas forenses de amostras de Cannabis sativa L; Application of metabolomic technique in forensic toxicological analysis of Cannabis sativa L. samples

Marina Marques Eiras
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.46%
A Cannabis sativa L. é a droga de abuso ilícita mais consumida e apreendida ao redor do mundo. A identificação de Cannabis pode ser alcançada através de diversos métodos, como inspeção visual, cromatografia em camada delgada, cromatografia gasosa e cromatografia líquida, acopladas ou não a espectrometria de massas, entre outros. Entretanto, esses métodos apresentam desvantagens significantes como ambiguidade nos resultados, necessidade de derivatização da amostra, análise relativamente demorada e/ou etapa lenta de preparação da amostra. Neste trabalho, foi desenvolvido um método de fingerprinting metabólico através da técnica de ESI-MS para identificação dos principais canabinóides e aditivos em amostras apreendidas de Cannabis sativa L., para utilização nos laboratórios de toxicologia forense. Ao fazer a determinação instantânea dos compostos das amostras ou fingerprinting metabólico por inserção direta ESI(+)-MS, foi possível observar as diferenças entre os canabinóides e conservantes existentes na Cannabis. O resultado é um fingerprinting metabólico que tem um grande potencial para ser utilizado como método de screening rápido e simples sendo simultaneamente empregado para detectar os canabinóides e conservantes e extrair espectros de diferentes amostras apreendidas em diferentes regiões...

Novas técnicas analíticas aplicadas a drogas de abuso presentes em humor vítreo; New analytical techniques applied to drugs of abuse present in vitreous humor

Júlio César Santos Júnior
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2014 PT
Relevância na Pesquisa
46.46%
Embora as anfetaminas estejam proibidas no Brasil, elas continuam sendo adquiridas ilegalmente assim como os canabinóides e cocaína, que representam um dos principais problemas de saúde pública a serem enfrentados no nosso país. Um dos grandes desafios desta área é a dificuldade de obtenção de material para exames periciais. O humor vítreo por encontrar-se isolado em um compartimento relativamente protegido de contaminação externa, invasão de microorganismos e traumatismos em geral, bem como por sua simplicidade/estabilidade analítica e esterilidade durante um longo período após a morte constitui-se como uma excelente amostra para a determinação de xenobióticos em corpos politraumatizados, carbonizados ou em decomposição, auxiliando na delegação da causa mortis. O uso da espectrometria de massas e o advento de novas metodologias de ionização são ferramentas essenciais à toxicologia forense, a V-EASI (venture easy ambient sonic-spray), é uma fonte de ionização de fácil aplicação e instalação, que não requer fluxo de eluente e os demais fatores utilizados nas fontes comerciais. Além disso, o uso da espectrometria de massas de ressonância ciclotrônica de íons por transformada de Fourier (FT-ICR-MS) de ultra-alta resolução e exatidão (valores de m/z exatos) leva a exata composição molecular...

Análise forense: pesquisa de drogas vegetais interferentes de testes colorimétricos para identificação dos canabinoides da maconha (Cannabis Sativa L.)

Bordin,Dayanne Cristiane; Messias,Marcos; Lanaro,Rafael; Cazenave,Silvia Oliveira Santos; Costa,José Luiz
Fonte: Sociedade Brasileira de Química Publicador: Sociedade Brasileira de Química
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 PT
Relevância na Pesquisa
36.37%
Marijuana (Cannabis sativa L.) is the most cultivated, trafficked and consumed illicit drug worldwide. Estimates indicate 10% of individuals experiencing marijuana become daily users, and 20-30% use it weekly. Around 489 natural compounds have been identified in this plant, of which 70 are cannabinoids, responsible for psychic effects. The most relevant cannabinoid is Δ9-THC, recognized as the main chemical substance with psychoactive effects. The aims of this work was to investigate whether other drugs interfere with the colorimetric tests Fast Blue B and Duquenois-Levine, widely used for marijuana screening in forensic chemistry laboratories.

Modern Instrumental Methods in Forensic Toxicology*

Smith, Michael L.; Vorce, Shawn P.; Holler, Justin M.; Shimomura, Eric; Magluilo, Joe; Jacobs, Aaron J.; Huestis, Marilyn A.
Fonte: PubMed Publicador: PubMed
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /06/2007 EN
Relevância na Pesquisa
46.67%
This article reviews modern analytical instrumentation in forensic toxicology for identification and quantification of drugs and toxins in biological fluids and tissues. A brief description of the theory and inherent strengths and limitations of each methodology is included. The focus is on new technologies that address current analytical limitations. A goal of this review is to encourage innovations to improve our technological capabilities and to encourage use of these analytical techniques in forensic toxicology practice.

Validation of LC–TOF-MS Screening for Drugs, Metabolites, and Collateral Compounds in Forensic Toxicology Specimens

Guale, Fessessework; Shahreza, Shahriar; Walterscheid, Jeffrey P.; Chen, Hsin-Hung; Arndt, Crystal; Kelly, Anna T.; Mozayani, Ashraf
Fonte: Oxford University Press Publicador: Oxford University Press
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
46.46%
Liquid chromatography time-of-flight mass spectrometry (LC–TOF-MS) analysis provides an expansive technique for identifying many known and unknown analytes. This study developed a screening method that utilizes automated solid-phase extraction to purify a wide array of analytes involving stimulants, benzodiazepines, opiates, muscle relaxants, hypnotics, antihistamines, antidepressants and newer synthetic “Spice/K2” cannabinoids and cathinone “bath salt” designer drugs. The extract was applied to LC–TOF-MS analysis, implementing a 13 min chromatography gradient with mobile phases of ammonium formate and methanol using positive mode electrospray. Several common drugs and metabolites can share the same mass and chemical formula among unrelated compounds, but they are structurally different. In this method, the LC–TOF-MS was able to resolve many isobaric compounds by accurate mass correlation within 15 ppm mass units and a narrow retention time interval of less than 10 s of separation. Drug recovery yields varied among spiked compounds, but resulted in overall robust area counts to deliver an average match score of 86 when compared to the retention time and mass of authentic standards. In summary, this method represents a rapid...

Proposing and developing a National Institute for Forensic Toxicology in Ireland - transformation through education

Tormey, William P
Fonte: Springer International Publishing Publicador: Springer International Publishing
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 30/07/2013 EN
Relevância na Pesquisa
46.56%
Toxicology for coroners is an important minority service whose quality is central to the validity and integrity of the death certification system. Multidisciplinary case conferences are routine practice in the major medical specialties. In conventional practice for the coroners’ courts, the dissecting pathologist is often relied upon to interpret toxicological data usually without specialist training. In Ireland the service is fragmented and there is at present no medically trained toxicologist directly involved in the direction or reporting of cases even where multiple drugs are found in blood at various levels and drug-drug interaction may be possible or likely. To encourage both medical professionals and political administration to confront the issues, the education literature on action research and critical incident methodology is reviewed to develop a strategy for change in this service. An example of action research being applied to medicine is used as an indicator that an action research template could be used to advocate for a new National Institute for Forensic Toxicology in Ireland. The main participant groups are identified and the development cycle outlined.

Oral-toxicology

Gowda, B. K. Charan; Sundharam, B. Sivapatha; Mahadesh, Jyothi; Mukund,
Fonte: Medknow Publications & Media Pvt Ltd Publicador: Medknow Publications & Media Pvt Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2014 EN
Relevância na Pesquisa
36.56%
Forensic toxicology deals with the investigation of toxic substances, poisonous products or with the environmental chemicals. This field of science helps to identify poison substance and hazardous chemicals. Forensic toxicology deals with the way that substances are absorbed, distributed or eliminated in the body – the metabolism of substances. This paper reviews the manifestations that each poisonous substance presents concentrating toward the commonly used poisonous substance especially in India. It also explains the Indian Penal Code, which is main criminal code intended to cover all substantive aspects of criminal law regarding poison.

Fault lines in forensic medical toxicology in Ireland exposed through replies of pathologists and coroners to anonymous questionnaires

Tormey, William P; Borovickova, Ingrid; Moore, Tara M
Fonte: Springer International Publishing Publicador: Springer International Publishing
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em 16/09/2014 EN
Relevância na Pesquisa
36.74%
The attitudes and experiences of pathologists and coroners to the provision of biochemical forensic toxicology in the Republic of Ireland were determined using separate questionnaires to each group anonymously. Replies were received from 36/88 (41%) of pathologists and 19/71 (27%) of coroners. 37% of coroners considered that histopathologists give an adequate opinion in forensic toxicology yet 58% of pathologists reported that they did not have adequate access to expert medical interpretative toxicological opinion. For drug-drug interactions and metabolic diseases, 69% of pathologists were unhappy with the processes and 68% of coroner replies did not know if vitreous samples were used appropriately. There is a clear requirement for retraining of coroners and for the appointment of medical toxicology expertise to improve the quality of service for coroners.

Comprehensive Forensic Toxicological Analysis of Designer Drugs

Swortwood, Madeleine Jean
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Relevância na Pesquisa
46.74%
New designer drugs are constantly emerging onto the illicit drug market and it is often difficult to validate and maintain comprehensive analytical methods for accurate detection of these compounds. Generally, toxicology laboratories utilize a screening method, such as immunoassay, for the presumptive identification of drugs of abuse. When a positive result occurs, confirmatory methods, such as gas chromatography (GC) or liquid chromatography (LC) coupled with mass spectrometry (MS), are required for more sensitive and specific analyses. In recent years, the need to study the activities of these compounds in screening assays as well as to develop confirmatory techniques to detect them in biological specimens has been recognized. Severe intoxications and fatalities have been encountered with emerging designer drugs, presenting analytical challenges for detection and identification of such novel compounds. The first major task of this research was to evaluate the performance of commercially available immunoassays to determine if designer drugs were cross-reactive. The second major task was to develop and validate a confirmatory method, using LC-MS, to identify and quantify these designer drugs in biological specimens. Cross-reactivity towards the cathinone derivatives was found to be minimal. Several other phenethylamines demonstrated cross-reactivity at low concentrations...

Comprehensive forensic toxicological analysis of designer drugs

Swortwood, Madeline Jean
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica
EN
Relevância na Pesquisa
36.46%
New designer drugs are constantly emerging onto the illicit drug market and it is often difficult to validate and maintaincomprehensive analytical methods for accurate detection of these compounds. Generally, toxicology laboratories utilize a screening method, such as immunoassay, for the presumptive identification of drugs of abuse. When a positive result occurs, confirmatory methods, such as gas chromatography (GC) or liquid chromatography (LC) coupled with mass spectrometry (MS), are required for more sensitive and specific analyses. In recent years, the need to study the activities of these compounds in screening assays as well as to develop confirmatory techniques to detect them in biological specimens has been recognized. Severe intoxications and fatalities have been encountered with emerging designer drugs, presenting analytical challenges for detection and identification of such novel compounds. The first major task of this research was to evaluate the performance of commercially available immunoassays to determine if designer drugs were cross-reactive. The second major task was to develop and validate a confirmatory method, using LC-MS, to identify and quantify these designer drugs in biological specimens.^ Cross-reactivity towards the cathinone derivatives was found to be minimal. Several other phenethylamines demonstrated cross-reactivity at low concentrations...

Developmental Validation of a Cannabis sativa STR Multiplex System for Forensic Analysis

Howard, Christopher; Gilmore, Simon Roland; Robertson, James; Peakall, Rodney
Fonte: Blackwell Publishing Ltd Publicador: Blackwell Publishing Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Relevância na Pesquisa
36.44%
A developmental validation study based on recommendations of the Scientific Working Group on DNA Analysis Methods (SWGDAM) was conducted on a multiplex system of 10 Cannabis sativa short tandem repeat loci. Amplification of the loci in four multiplex reac

Doping control in sports: chemical and pharmacological aspects that effect the detection of drugs in hair; Controle de dopagem no esporte: aspectos químicos e farmacológicos que afetam a detecção de drogas no cabelo

Aquino Neto, Francisco Radler de; Marques, Marlice Aparecida Sipoli; Pereira, Henrique Marcelo Gualberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Ciências Farmacêuticas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2002 POR
Relevância na Pesquisa
46.46%
Hair analysis is very well documented in forensic toxicology. It has been employed for differentiation between chronic or occasional consumption of certain drugs. The Society of Hair Testing published rules about hair analysis in sportive doping, which are accepted in most courts of justice, in spite that they had not been incorporated by the International Olympic Committee. Among the substances forbidden by the IOC, the great challenge of hair analysis in doping control is to confirm his validity in the detection of anabolic steroids. Before validation of hair analysis in doping control, the scientific community has to answer at least five critical questions: (1) What is the minimal amount detectable in hair after administration? (2) What is the relationship between the amount of the drug used and the concentration of the drug or its metabolites in hair? (3) What is the influence of hair's color? (4) Is there any racial bias in hair testing? (5) What is the influence of cosmetic treatments? Until now, the limiting factor for hair analysis in doping control is the lack of scientific data. The present article revises published material with special attention to the analytical and pharmacological parameters that may hinder the use of hair analysis in doping control.; Análise em cabelo (AC) é bem documentada na área de toxicologia forense. AC tem sido empregada para inferir se o consumo de determinado fármaco é crônico ou esporádico. A Sociedade de Teste Capilar (STC) publicou normas sobre AC em dopagem no esporte...