Página 1 dos resultados de 154 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Análise das reconstruções faciais forenses digitais caracterizadas utilizando padrões de medidas lineares de tecidos moles da face de brasileiros e estrangeiros; Analysis of characterized digital forensic facial reconstructions using measurement patterns of soft tissues from Brazilians and foreigners faces

Fernandes, Clemente Maia da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/05/2010 PT
Relevância na Pesquisa
46.59%
A preocupação com a identificação, que é o processo pelo qual se determina a identidade, é bastante antiga. Atualmente, as relações sociais ou exigências civis, penais, administrativas e comerciais necessitam de sua comprovação. A identificação de pessoas mortas é fundamental, não somente para aplacar as necessidades emocionais de seus amigos e familiares, como também para que providências legais relativas ao óbito possam ser tomadas. Infelizmente, amiúde ocorrem situações em que corpos chegam aos Institutos Médico-Legais em estado de putrefação ou esqueletização, e não são identificados. Em tais situações, análises antropométricas para estimar, por exemplo, idade, gênero e estatura, são de grande valia. Nestes casos, a reconstrução facial forense será muito importante, pois pode possibilitar o reconhecimento e, por conseguinte, aumentar consideravelmente as chances de identificação. A reconstrução facial forense tridimensional pode ser manual ou digital. A reconstrução facial forense digital tornou-se possível com o advento da Tecnologia da Informação, imaginologia médica e novos softwares de imagem 3D e de reconstrução. Para a realização da reconstrução facial, são necessários dados relativos à espessura dos tecidos moles da face. Não há na literatura registros de trabalhos de reconstrução facial digital realizados com dados de tecidos moles obtidos a partir de amostras constituídas por sujeitos brasileiros. Há duas tabelas de espessura de tecidos moles publicadas para a população brasileira: uma obtida a partir de medidas realizadas em cadáveres frescos (padrão cadáveres frescos)...

Perfil antropológico das ossadas analisadas no Centro de Medicina Legal (CEMEL) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP; Anthropological profile of the skeletons analyzed at the Medico Legal Centre (CEMEL) of the Faculty of Medicine of Ribeirão Preto

Soares, Andjara Thiane Cury
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/02/2008 PT
Relevância na Pesquisa
46.86%
SOARES, A.T.C. Perfil antropológico das ossadas analisadas no Centro de Medicina Legal (CEMEL) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto USP. 2007. 169 p. Dissertação (Mestrado) Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, 2007. A Antropologia Forense é uma área do conhecimento que aplica os métodos da antropologia física e arqueologia para coleta e análise de evidências legais, buscando estabelecer a identidade de um ser. O Centro de Medicina Legal (CEMEL) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) possui um Laboratório de Antropologia Forense, criado em 2005 durante o desenvolvimento de um projeto em parceria com a University of Sheffield (UK) e financiado pelo British Foreign and Commonwealth Office Global Opportunities Fund. Durante esse projeto, um protocolo para análise de ossadas foi implementado dentro de uma estrutura científica atualizada para aplicação em contextos de importância social. Após dois anos de funcionamento, constatou-se que muitas das ossadas encaminhadas ao CEMEL estavam incompletas, tornando a realização de um perfil biológico difícil e postergando a sua identificação devido à ausência de informações e literatura nacional recente sobre Antropologia Forense. Assim...

Evolução dos casos de antropologia forense no Centro de Medicina Legal (CEMEL) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP de 1999 a 2010; Forensic Anthropology Developments of cases in Legal Medicine Center (CEMEL), Faculty of Medicine of Ribeirão Preto USP from 1999 to 2010. 2011.

Francisco, Raffaela Arrabaça
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/11/2011 PT
Relevância na Pesquisa
66.95%
A Antropologia Forense é uma área de conhecimento que aplica os métodos da antropologia física e da arqueologia para coleta e análise de evidências legais, buscando estabelecer a identidade de um ser humano. O Centro de Medicina Legal (CEMEL) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP/USP) possui um Laboratório de Antropologia Forense (LAF), criado em 2005, em um projeto de parceria com a University of Sheffield (UK) e financiado pelo British Foreign and Commonwealth Office Global Opportunities Fund. Durante esse projeto, foi elaborado um protocolo para análise de ossadas com uma estrutura científica atualizada, aplicável ao contexto social brasileiro. Durante esses doze anos ocorreu uma aparente modificação das características dos casos encaminhados ao LAF/CEMEL, o que levou à necessidade de uma análise detalhada e comparativa dos casos. A proposta deste trabalho foi de evidenciar a evolução histórica dos casos de análise antropológica forense no LAF/CEMEL. Na primeira etapa foram analisados os casos acumulados de 1999 a 2004, na segunda etapa foram analisados os casos de 2005 a 2010, totalizando doze anos; por fim, foi realizado o estudo de acordo com a causa jurídica da morte...

Morfologia labial de interesse para reconstrução facial forense; Morphology lip of interest for forensic facial reconstruction

Dias, Paulo Eduardo Miamoto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/11/2013 PT
Relevância na Pesquisa
56.69%
A Reconstrução Facial Forense (RFF) é uma área da Antropologia Forense que busca aproximar a aparência de um indivíduo desconhecido por meio de reconstrução dos tecidos moles sobre seu crânio, após seu estudo antropológico. A RFF divulgada nos meios de comunicação visa a um reconhecimento, que pode desencadear um processo de identificação humana. Conhecer as relações entre tecidos duros e moles é essencial para se aumentar a precisão das RFFs. Neste estudo, buscou-se reunir informações antropométricas sobre a boca e suas proporções. Foram constituídas duas amostras a partir de um acervo de tomografias computadorizadas. A amostra 1 (n=327) consistiu em homens (n=127) e mulheres (n=185) entre 11 e 81 anos, divididos em seis faixas etárias e buscou verificar as distâncias lineares delimitadas por pontos anatômicos em tecido mole: altura da zona vermelha da boca, largura da boca, proporção entre os mesmos e possibilidade de se estimar a largura da boca a partir da distância intercanina. A amostra 2 (n=108) consistiu em homens (n=40) e mulheres (n=68) entre 20 e 81 anos, divididos em três faixas etárias e buscou verificar as proporções entre altura da zonas vermelha da boca, largura da boca e distâncias lineares entre pontos craniométricos em tecidos duros. As medições foram feitas com o programa OsiriX e os resultados foram analisados através de através de estatística descritiva para todas as variáveis estudadas...

Estimativa da altura por dimensões dentárias: uma revisão da literatura

Herrera, Lara Maria; Serra, Mônica da Costa; Fernandes, Clemente Maia da Silva
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 18-29
POR
Relevância na Pesquisa
46.62%
The knowledge of Forensic Anthropology is very importance in cases of identification of human remains. One phase of this process is the study of human height, which can be accomplished with relative ease when intact corpses, complete skeletons or long bones are available. However, the experience of Forensic Dentistry is essential in situations in which there is only information of the skull or of the teeth. The objective of this study was to review in the literature and evaluate works concerning the estimate of the height calculated from dental dimensions. Carrea, in 1920, proposed the estimation of the probable height of an individual by developing formulas for maximum and minimum heights from measurements of the lower central and lateral incisors and canines. The method was used in the case "Josef Mengele", to complement estimates. Tested in the Brazilian population, 70% of match between the actual and the estimated stature were obtained. Using more precise instruments, in the modified method, 96% of correct matching were verified. Recently, a new formula was introduced to estimate height, from measurements of upper teeth, because the technique cannot be used when jaw is not available. The correlation between height and dental dimensions is demonstrated. However...

Análise retrospectiva dos exames realizados no serviço de antropologia forense do Instituto Médico Legal Afrânio Peixoto, Rio de Janeiro-Brasil = : Retrospective analysis of the skills performed in the forensic anthropology service of the Afrânio Peixoto Medical Legal Institute, Rio de Janeiro-Brasil; Retrospective analysis of the skills performed in the forensic anthropology service of the Afrânio Peixoto Medical Legal Institute, Rio de Janeiro-Brasil

Marcos Paulo Salles Machado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/06/2015 PT
Relevância na Pesquisa
66.92%
O objetivo deste trabalho foi realizar a análise retrospectiva dos casos investigados nos dois primeiros anos de funcionamento do Serviço de Antropologia Forense (SAFO) do Rio de Janeiro. Foram recebidas 66 requisições de exames expedidas por autoridades policiais ou judiciárias e cada requisição deu origem a um laudo. Seis requisições continham ossos de origem não humana, três representavam materiais sem interesse forense, enquanto uma outra requisição solicitava exame complementar. As demais 56 requisições continham ossos de 74 diferentes indivíduos, pois nove requisições encaminhavam ossos de mais de uma pessoa. Cinco das 74 ossadas não deram entrada no laboratório do SAFO por terem sido identificados pelo Serviço de Odontologia Forense ou pelo Setor de Necropapiloscopia. Logo, 69 ossadas foram periciadas e o resultados desses exames compõe o presente estudo. Dentre as 56 requisições, 47 (83%) eram constituídas de remanescentes de um único indivíduo, enquanto 9 (17%) traziam ossos de mais de uma pessoa. Menos de 18,8% das 69 ossadas tiveram mais de 95% dos ossos do corpo recuperados, enquanto que apenas 10,14% das 47 ossadas encontradas completamente esqueletizadas tiveram mais de 50% dos seus ossos recuperados. O perfil biológico resultante dos exames das ossadas revelou que a amostra era predominantemente constituída por homens (80%)...

Applicability of 3D-CT facial reconstruction for forensic individual identification

Rocha,Sara dos Santos; Ramos,Dalton Luiz de Paula; Cavalcanti,Marcelo de Gusmão Paraíso
Fonte: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo Publicador: Sociedade Brasileira de Pesquisa Odontológica e Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2003 EN
Relevância na Pesquisa
46.36%
Computed tomography (CT) is used in several clinical dentistry applications even by axial slices and two and three-dimensional reconstructed images (2D-CT and 3D-CT). The purpose of the current study is to assess the precision of linear measurements made in 3D-CT using craniometric patterns for individual identification in Forensic Dentistry. Five cadaver heads were submitted to a spiral computed tomography using axial slices, and 3D-CT reconstructions were obtained by volume rendering technique with computer graphics tools. Ten (10) craniometric measurements were determined in 3D-CT images by two examiners independently, twice each, and the standard error of intra- and inter-examiner measurements was assessed. The results demonstrated a low standard error of those measurements, from 0.85% to 3.09%. In conclusion, the linear measurements obtained in osseous and soft tissue structures were considered to be precise in 3D-CT with high imaging quality and resolution.

The Bioarchaeology of children. Perspectives from biological and forensic anthropology

Henneberg, R.
Fonte: Galton Foundation Publicador: Galton Foundation
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2009 EN
Relevância na Pesquisa
46.44%
Renata J. Henneberg; Book review

Vida y muerte de dos mujeres de Brigantium (NW de Iberia) mediante isótopos estables y antropología forense

Grandal-Dànglade, A.; Serrulla Rech, F.; Tomas Botella, V.; Pérez-Rama, M.; Gomez, M.; Ramil Gonzalez, E.
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Artigo de Revista Científica
SPA
Relevância na Pesquisa
46.44%
[Resumen:]En este trabajo se obtienen datos antropológicos e isotópicos a partir de los restos óseos de dos individuos de edad tardorromana a efectos de reconstruir sus condiciones de vida y las causas de su muerte. Se trata de dos esqueletos femeninos conservados en el Museo Arqueolóxico de A Coruña datados entre los siglos III a VI dC. Se han aplicado técnicas de antropología forense para determinar patologías y lesiones que puedan haber afectado a los individuos estudiados. Para el estudio de paleodieta, se ha extraído colágeno óseo que se analiza mediante espectrometría de masas de relaciones isotópicas. Las relaciones isotópicas de 13C/12C y 15N/14N obtenidas se comparan con datos procedentes de otras poblaciones contemporáneas. Los perfiles antropológicos confirman que se trata de mujeres adultas jóvenes, de posible ancestralidad caucásica, con signos de hiponutrición e infección crónica y cuyas señales isotópicas del colágeno muestran una importante contribución de los moluscos en su dieta. Estos resultados concuerdan con los datos arqueológicos disponibles, reflejando el progresivo empobrecimiento de la ciudad durante la crisis del Bajo Imperio; [ABSTRACT:] In this paper we obtain anthropological and isotopic data from the skeletal remains of two individuals of the late Roman age in order to rebuild their lives and causes of death. These are two female skeletons preserved in the Archaeological Museum of A Coruña dating from III to VI centuries AD. Forensic anthropology techniques have been applied to identify diseases and injuries that may have affected the individuals studied. For the palaeodiet study...

Antropologia dental : traços não-métricos de uma amostra brasileira; Dental anthropology : non-metric traits of a Brazilian sample

Rachel Lima Ribeiro Tinoco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 03/02/2011 PT
Relevância na Pesquisa
46.55%
Os traços não-métricos na morfologia dental, por sua excelente preservação, e variação inter-populacional livre de pressão seletiva, são reconhecidamente um dos principais focos de observação para os pesquisadores que analisam variação humana e sua relação com o histórico biológico das populações. Considerando sua utilização em contexto forense, o conhecimento das características morfológicas do arco dental da população local permite utilizar estes traços como critério adicional para identificação humana individual com fins periciais. Objetivo: O presente estudo propôs uma análise antropológica da morfologia dental de brasileiros, do Estado do Rio de Janeiro, entre 18 e 30 anos, observando a prevalência de alguns traços antropológicos não-métricos encontrados no arco dental de brasileiros, sua relação com os índices levantados por outros pesquisadores, em amostras de diferentes populações, e seu valor pericial como critério adicional na identificação humana. Metodologia: Foram analisados modelos em gesso de 130 indivíduos (59 homens e 71 mulheres), com os seguintes critérios de inclusão: naturalidade brasileira, com ascendentes brasileiros até segundo grau; presença de, no mínimo, dois elementos dentais hígidos...

Techniques in forensic anthropology to assess sex in subadults

Casanova Artacho, Xavier
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: info:eu-repo/semantics/bachelorThesis; Text Formato: application/pdf
Publicado em //2014 ENG
Relevância na Pesquisa
46.44%

Huesos y humanidad : antropología forense y su poder constituyente ante la desaparición forzada

Huffschmid, Anne
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2015 SPA
Relevância na Pesquisa
46.72%
Los antropólogos forenses buscan descifrar las huellas de la muerte anónima, devolverles a los restos humanos un nombre y a sus familiares la posibilidad de hacer el duelo y también la justicia. El artículo explora la aportación y los sentidos de la antropología forense ejercida por fuera del Estado y más allá de una mera criminalistica, tal y como fue conceptualizada por los pioneros argentinos al término de la última dictadura militar de aquel país. Propongo concebirla como una suerte de arqueología del terror contemporáneo, que enfrenta una violencia específica como es la desaparición forzada de personas y la deshumanización de sus restos. Me interesa leerla como una ciencia situada, con sus dilemas y complejidades, que opera entre huesos sin nombre (los restos anónimos) y nombres sin cuerpos (los llamados ‘desaparecidos’), en relación con violencias del pasado en escenarios como Argentina y Guatemala, y sobre todo en México, donde las fosas clandestinas se han vuelto el nuevo lugar común de un presente horrorizado.; Forensic anthropologists seek to decipher traces of anonymous dead, to restitute identities of human remains and to provide their families with the possibility to conclude mourning and even of justice. The article explores the contributions and meanings of forensic anthropology as state-independent practice beyond a mereley criminalistic approach...

Forensic anthropology at Medico Legal Centre of the Faculty of Medicine of Ribeirão Preto/USP - comparative study of cases from 1999-2009; Antropologia forense no Centro de Medicina Legal da FMRP/USP, estudo comparativo de casos de 1999-2009

Francisco, Raffaela A.; Velloso, Ana P.S.; Silveira, Tereza C.P.; Secchier, José M.; Guimarães, Marco A.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2011 POR
Relevância na Pesquisa
66.86%
A Antropologia Forense é uma área de conhecimento que aplica os métodos da antropologia física e daarqueologia em um contexto legal. O Centro de Medicina Legal (CEMEL) da Faculdade de Medicina deRibeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) possui um Laboratório de AntropologiaForense (LAF), criado em 2005, em um projeto de parceria com a University of Sheffield (UK) e financiado pelo British Foreign and Commonwealth Office Global Opportunities Fund. Como parte desseprojeto, foi elaborado um protocolo para análise de ossadas com uma estrutura científica atualizadaaplicável ao contexto social brasileiro. Inicialmente foram analisados os casos acumulados de 1999 a2006, seguidos dos casos de 2007 a 2009. Este estudo revelou que a maioria das ossadas encaminhadas ao CEMEL estavam incompletas, o que dificulta a obtenção de um perfil bioantropológico.Apesar disso, um aumento estatisticamente significativo foi detectado no número médio de ossosencaminhados no grupo de 2007-2009 (112,83) em comparação com o grupo de 1999-2006 (79,57).Além disso, foi detectado um declínio estatisticamente significativo na média de idade de 38,34 anos nogrupo de 1999-2006 para 35,65 anos no grupo de 2007-2009, provavelmente associado a crimesviolentos. A análise indicou que na maioria dos casos (57...

LAF 1.0: IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA INFORMATIZADO PARA LABORATÓRIOS DE ANTROPOLOGIA FORENSE; LAF 1.0: ESTABLISHMENT OF A COMPUTERIZED SYSTEM FOR LABORATORIES OF FORENSIC ANTHROPOLOGY

Crocco, Luís G.; Brondi, Guilherme O.; Felipe, Joaquim C.; Soares, Andjara T.C.; Evison, Martin P.; Guimarães, Marco Aurelio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.99%
Objetivo: Desenvolvimento de um software para cadastro e recuperação de informações em Antropologia Forense baseado no protocolo desenvolvido durante o projeto “UK –Brazil Scientific Cooperation – Forensic Anthropology and Identification of Human Remains”. Metodologia: Por se tratar de um aplicativo acessado via Browser (software que permite o acesso à Internet, como o Microsoft Internet Explorer®) foi necessária a escolha de uma linguagem de programação que se enquadrasse nesse requisito juntamente com uma aplicação servidora. A linguagem escolhida foi PHP® e a aplicação servidora foi o Apache®. Para o armazenamento dos dados foi escolhido o Sistema Gerenciador de Banco de Dados MySQL®. Resultados: Testes realizados com dados reais comprovaram a eficiência do LAF 1.0 em se tratando de segurança, confiabilidade no armazenamento e recuperação dos dados além de satisfação do usuário, com o visual limpo e agradável das interfaces. Esta versão foi registrada no Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (INPI) e encontra-se disponível gratuitamente para uso em todos os serviços médico-legais interessados em implantar um laboratório de Antropologia Forense. Conclusões: O software agilizou a geração de laudos de exames antropológicos para o Laboratório de Antropologia Forense do Centro de Medicina Legal (CEMEL) e permitiu a criação de uma ferramenta informatizada gratuita para uso em outros serviços semelhantes...

DOIS ANOS DE ANTROPOLOGIA FORENSE NO CENTRO DE MEDICINA LEGAL (CEMEL) DA FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO-USP; TWO YEARS OF FORENSIC ANTHROPOLOGY AT THE MEDICO LEGAL CENTRE (CEMEL) OF THE FACULTY OF MEDICINE OF RIBEIRÃO PRETO-USP

Soares, Andjara T. C.; Guimarães, Marco A.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2008 POR
Relevância na Pesquisa
66.82%
A Antropologia Forense é uma área do conhecimento que busca estabelecer a identidade de um sujeito através da individualização de características intrínsecas a ele. O Centro de Medicina Legal (CEMEL) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FMRP-USP) possui um Laboratório de Antropologia Forense, criado em parceria com a University of Sheffield (UK), que elaborou um protocolo para análise de ossadas e esforça-se para desenvolver um trabalho mais confiável, que permita resultados sociais e científicos de alta qualidade. Após dois anos de funcionamento, constatou-se que muitas das ossadas encaminhadas ao CEMEL não possuem elementos que são de extrema importância para a realização do exame antropológico, o que pode evitar a elaboração de um perfil biológico adequado da ossada e, em virtude disso, postergar a sua identificação. Considerando-se que não há dados antropológicos recentes na literatura nacional sobre casos médico-legais de ossadas, este é o primeiro trabalho realizado a partir da análise de 42 ossadas humanas encaminhadas ao CEMEL desde sua inauguração em 1999. Os resultados mostraram como principais características antropológicas das ossadas estas estarem relacionadas a indivíduos masculinos...

Sexing the Human skull through mathematics measurements related to the mastroid process; VALORES MATEMÁTICOS RELACIONADOS AO PROCESSO MASTÓIDE APLICADOS À DETERMINAÇÃO DO SEXO EM CRÂNIOS HUMANOS

PAIVA, Luiz Airton Saavedra de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; DTR Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 07/11/1999 POR; ENG
Relevância na Pesquisa
46.62%
 Uma situação bastante frequente com que se deparam os serviços de medicina legal é o recebimento de corpos encontrados mutilados, esquartejados, espostejados e, não raro, carbonizados. Em muitas ocasiões são encontrados restos ou despojos humanos constituídos de parte de corpos ou de esqueletos. Nesses casos se faz necessário realizar uma perícia de identificação médico-Iegal. Frente às dificuldades existentes, principalmente a carência de recursos tecnológicos, os médicos legistas devem se utilizar dos conhecimentos de antropologia forense através de técnicas que dispensem  recursos sofisticados indisponíveis, sem perda da confiança nos resultados obtidos. Uma etapa importante do exame antropológicoforense é a determinação do sexo em esqueletos. Depois da pelve, o crânio é a região considerada mais importante para esse estudo, baseado principalmente no dimorfismo existente entre os sexos. A região mastóide representa um sítio anatômico onde esse dimorfismo está presente. Por isso pretende-se, com este estudo, avaliar a significância da medida da área formada pela projeção xerográfica de três pontos craniométricos relacionados ao processo astóide, o porion, o asterion e o mastoidale. Devido à assimetria entre os lados do crânio...

Palatal rugae and applicability in human identification in forensic dentistry: literature review; Rugoscopia palatina e a aplicabilidade na identificação humana em odontologia legal: revisão de literatura

Tornavoi, Denise Cremonezzi; Silva, Ricardo Henrique Alves da
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ART.; Formato: application/pdf
Publicado em 07/06/2010 POR
Relevância na Pesquisa
56.62%
As rugosidades palatinas são formadas no 3º mês de vida intra-uterina e permanecem na mesma posiçãodurante toda a vida, possuindo resistência à ação destrutiva, uma vez cobertas pelas estruturas dentais e esqueléticas. Apresentam uma grande variabilidade anatômica, sendo assimétricas na espécie humana, o que diferencia os humanos dos demais mamíferos, individuais, imutáveis, perenes e passíveis de serem classificadas, requisitos fundamentais para a identificação humana, viabilizando sua utilização em ocasiões em que os métodos classicamente estabelecidos são inviáveis. Essa ferramenta da Antropologia Forense pode ser aplicada tanto no cadáver recente como no indivíduo vivo e são várias as formas e sistemas de classificações existentes. Assim, o objetivo do presente trabalho é, por meio de uma revisão de literatura, apresentar a importância deste recurso e os diferentes sistemas de classificação existentes. Conclui-se que a técnica de identificação por meio da rugosidade palatina é viável, mas, apesar de ser simples, por não exigir qualquer instrumentação complexa, deixa de ser utilizada por desconhecimento; The palatine ridges are formed in the 3rd month of intrauterine life and remain in the same position throughout life...

Forensic anthropology screening for analyses of forensic genetics; A antropologia forense como triagem para as análises da genética forense

Francisco, Raffaela Arrabaça; Silva, Ricardo Henrique Alves da; Pereira, Josabeth Mendonça; Soares, Edson Garcia; Matheucci Júnior, Euclides; Iwamura, Edna Sadayo Miazato; Guimarães, Marco Aurelio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ART.; Formato: application/pdf
Publicado em 25/06/2013 POR
Relevância na Pesquisa
66.89%
A Genética Forense hoje é uma das principais ferramentas utilizadas em casos de identificação humana. Esta emprega as técnicas da biologia molecular para auxiliar na elucidação de crimes, principalmente na determinação da autoria deste. Contudo é sabido que a análise do DNA ainda é um exame de alto custo e que muitas vezes, em centros que não possuem um laboratório para esse fim, os mesmos têm que enviar as suas amostras para serem analisadas em outros locais, o que pode demorar meses até a obtenção do resultado. Como uma técnica aliada para a identificação humana, podemos incluir a Antropologia Forense, que vem a ser uma área de conhecimento que aplica os métodos da antropologia física e arqueologia para coleta e análise de evidências legais, buscando estabelecer a identidade de um ser humano. O exame antropológico forense consiste em traçar um perfil bioantropológico da vítima, incluindo: sexo, ancestralidade, idade, estatura, mão dominante (lateralidade), características dentárias, anomalias ósseas, patologias ósseas e características individuais. Com isso espera-se reduzir o número de análises de DNA forense, uma vez que a análise antropológica forense fornece dados que permite o direcionamento e a aplicação do exame de DNA para um indivíduo ou um grupo específico de pessoas. Com isto...

Recent advances in sex identification of human skeletal remains in South Africa

Bidmos,MA; Gibbon,VE; Štrkalj,G
Fonte: South African Journal of Science Publicador: South African Journal of Science
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 EN
Relevância na Pesquisa
46.55%
We review methods of sex estimation from human skeletal remains in South Africa within the forensic context. Sex is one of the key variables in obtaining a biological profile of the individual or population whose remains are analysed. Sex estimation based on the morphological characteristics of skeletal elements is population specific and thus the establishment of regional criteria is one of the imperatives for modern forensic anthropology. A literature review was carried out wherein the available methods of sex identification (morphological, metrical, geometric morphometrics and molecular) from South African skeletal material were critically examined. The approaches to sex estimation based on bone morphology have a long and productive history in South Africa. A number of approaches providing accurate results on the local populations have been developed. Research in molecular sex determination methods is still in its infancy in South Africa and the first innovative studies appeared only in recent years. While each of the four methods analysed is bounded by a number of constraints, they seem to complement each other and provide the best results when applied in conjunction with each other.

Forensic anthropology and molecular biology: independent or Forensic anthropology and molecular biology: independent or complementary sciences in forensic dentistry? An overview;

Silva, Ricardo Henrique Alves da; Oliveira, Rogério Nogueira de
Fonte: UNICAMP/FOP Publicador: UNICAMP/FOP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/01/2016 ENG
Relevância na Pesquisa
67.03%
Human identification is currently one of the most outstanding areas of Forensic Sciences. Forensic anthropology is a branch of the Forensic Sciences concerned with the application of general anthropological knowledge and methods to the process of law. Postmortem human identification is one of the major areas of study and research in Legal Medicine and Forensic Dentistry and both sciences work with the same type material and the human body in several conditions. Every human being has an identity in life, which should be recognized after death both for family consolation and for juridical purposes. Therefore, the aim of this literature review was to discuss and elaborate on the relationship between Forensic Anthropology and Molecular Biology in the expert practice of Forensic Dentistry. The use of DNA profile tests in Forensic Dentistry offers a new perspective in human identification. Molecular biology techniques should definitely be added to the constellation of investigative resources of the forensic sciences, providing a variety of tools to Forensic Anthropology practice in human identity research, especially when the usual identification methods fail due to the deleterious effects of heat, trauma or autolytic processes on the body or body remains.;